Página 1 dos resultados de 324 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

"Pesquisa de sítios de restrição enzimática em segmento da ORF K1 do genoma de herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8) em isolados clínicos de São Paulo: relação com subtipos virais e implantação da técnica de RFLP (Restriction Fragment Length Polymorphism Analyses) para determinar subtipos virais"; "Research of the restriction enzymatic sites in segment from ORF K1 genome HHV-8, isolates from KS-AIDS patients of São Paulo. Standardized a PCR-RFLP (restriction fragment length polymorphism analysis for HHV-8 subtyping"

Moreira, Abdiel Aparecido
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2003 Português
Relevância na Pesquisa
88.31217%
A epidemia da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (AIDS) fez aumentar a incidência de sarcoma de Kaposi (SK) em todos os países e o SK passou a ser considerado doença definidora de AIDS. Desde a descoberta de seu agente etiológico, o herpesvírus humano tipo 8 (HHV-8), vários estudos vêm sendo realizados com o objetivo de caracterizar subtipos virais presentes em todas as formas de SK: clássica, endêmica, iatrogênica e epidêmica. Os sistemas rotineiramente usados na subtipagem do HHV-8 têm usado o seqüenciamento de um gene que contém regiões hipervariáveis e que codifica uma glicoproteína de membrana viral (ORF K1). O presente trabalho apresenta um sistema de subtipagem alternativo que se baseia na presença de sítios de restrição enzimática em um pequeno segmento do gene ORF K1, região hipervariável 1 (VR1) e que permite discriminar subtipos virais. A análise de 68 seqüências; 50 que pertenciam a 36 pacientes com sarcoma de Kaposi infectados e não infectados pelo HIV-1 de São Paulo e 18 a protótipos dos subtipos A a E, mostraram mapas de restrição enzimática característicos dos principais subtipos virais descritos até o momento. Tomando como base apenas as enzimas disponíveis comercialmente, foram selecionadas cinco que se mostraram úteis para a subtipagem de HHV-8: Taq I...

Estudo comparativo entre os métodos genético e morfológico para a identificação entre espécies, utilizando o tecido ósseo como matéria; Comparative study among double genetic and morphologic methods for species identification, studying the bone tissue

Contieri, Marcelo Bittencourt
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
78.186064%
Na medicina legal a identificação de produtos de origem animal vem atingindo grande importância. A grande maioria das amostras encontradas na cena do crime são fragmentos de tecido não facilmente degradável, entre estes o tecido ósseo. Por ter sua estrutura composta por uma matriz mineral o osso preserva sua característica morfológica e material genético viável. Os objetivos do presente trabalho foram: caracterizar morfologicamente o tecido íntegro, agregando assim mais informações a respeito da espécie animal, e verificar se os dados da literatura quanto à identificação genética são confiáveis e passíveis de reprodução. Para isso foram utilizados 10 fêmures de espécies diferentes. Este material foi descarnado e teve suas características morfológicas avaliadas. Após realizar a diferenciação macroscópica, o material foi serrado em sua porção diafisária, de onde retiramos um fragmento para avaliação histológica e outro para estudo do material genético. Os métodos de avaliação histológica foram baseados na morfologia do sistema harvesiano, na disposição destes na superfície de corte, conformação do canal de Havers e nas características dos osteócitos. As características morfométricas foram baseadas apenas na área do canal haversiano e no diâmetro do Sistema Harvesiano (osteon). A avaliação genética teve como objeto de estudo o citocromo B...

Identificação in-silico de genes humanos submetidos à expressão alélica diferencial; In-silico identification of human genes submitted to allelic differential expression

Souza, Jorge Estefano Santana de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
77.82105%
Estudos recentes demonstraram que a variação de expressão alelo-específica é mais comum do que se imaginou, podendo chegar, em humanos, a 50% dos genes. Identificar os genes submetidos ao controle de expressão alelo-específica é muito importante para o entendimento de várias doenças, incluindo o câncer. A identificação dos alvos desse tipo de regulação diferencial é difícil, principalmente devido à dificuldade de se avaliar a expressão de cada alelo individualmente. Neste trabalho, abordamos este problema com uma estratégia de análise in-silico, fundamentada na integração de dados públicos do genoma humano, dados de expressão (como cDNAs, SAGE e MPSS) e dados sobre polimorfismos (SNPs). Desenvolvemos um banco de dados de polimorfismos de base única (Single-Nucleotide Polymorphism - SNPs) associados a etiquetas alternativas de SAGE (Serial Analysis of Gene Expression) e MPSS (massively parallel signature sequencing). SAGE e MPSS são técnicas desenvolvidas para análise da expressão de genes em larga escala. Ambas as técnicas têm como princípio a produção de pequenas seqüências marcadoras (etiquetas), adjacentes aos sítios de enzimas de restrição que estiverem mais próximo da cauda poli-A do RNA mensageiro. Tais etiquetas são seqüenciadas em grande escala e a quantidade de etiquetas é usada para medir a abundância relativa dos RNAs mensageiros correspondentes. A presença de SNPs nos sítios de restrição ou nas seqüências das etiquetas pode gerar etiquetas distintas para alelos do mesmo gene...

Isolamento e detecção molecular do Toxoplasma gondii (Nicolle e Manceaux, 1909) de moluscos bivalves marinhos comercializados no mercado de peixes do Município de Santos no Estado de São Paulo; Isolation and molecular detection of Toxoplasma gondii (Nicole and Manceaux, 1909) from marine bivalves shellfish from the Fish Market in Santos city, São Paulo state, Brazil

Esmerini, Patricia de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
77.42708%
A toxoplasmose é uma zoonose de distribuição mundial. O Toxoplasma gondii infecta o Homem e a maioria dos animais homeotérmicos. A ingestão de oocistos esporulados é uma das formas de transmissão desse protozoário. Oocistos de T. gondii podem esporular na água do mar e manter a infectividade por até seis meses. Moluscos bivalves podem filtrar e reter oocistos de T. gondii da água do mar em condições experimentais. O objetivo deste trabalho foi investigar a presença de T. gondii em ostras (Crassostrea rhizophorae) e mariscos (Mytella guayanensis) em condições naturais. Um total de 300 ostras e 300 mariscos foram adquiridos no Mercado de Peixes do município de Santos no estado de São Paulo no período de 05/03/2008 a 29/08/08 e divididos em 60 grupos de cinco ostras e 20 grupos de 15 mariscos. Para o isolamento do parasita, cinco camundongos foram inoculados oralmente com homogenados dos tecidos de cada grupo de ostras ou mariscos. Para a detecção molecular, o DNA dos tecidos dos mariscos foi extraído pelo método de fenol-clorofórmio e o das ostras, pelo método de isotiocianato de guanidina, Em seguida, foi realizada a nested-PCR (Reação em Cadeia pela Polimerase) baseada na amplificação de um fragmento de 155pb do gene B1 de T. gondii. A genotipagem das amostras de T. gondii detectadas foi feita usando a PCR-RFLP (Polimorfismo de Comprimento de Fragmentos de DNA gerados por Enzimas de Restrição) usando os marcadores SAG1...

Clonagem e expressão de fator IX recombinante em células 293T e SK-Hep-1 e caracterização das células produtoras; Cloning and expression of recombinant factor IX in 293T and SK-Hep-1 cells and characterization of producing cells

Bomfim, Aline de Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
77.427334%
O fator IX (FIX) da coagulação sanguínea é uma proteína dependente de vitamina K de grande valor farmacêutico no tratamento da Hemofilia B, o qual é baseado na administração do fator de coagulação derivado de plasma humano ou da proteína recombinante produzida em células murinas. A terapia baseada nestas abordagens apresenta alto custo e está associada às contaminações com vírus e príons, além do desenvolvimento de inibidores de FIX. Esses efeitos aumentam o risco de morbidade e mortalidade relacionadas às hemorragias. Neste trabalho, clonamos o cDNA do FIX em um vetor lentiviral e avaliamos a expressão da proteína recombinante em duas linhagens celulares humanas. A clonagem do cDNA do FIXh no vetor de expressão lentiviral 1054 foi confirmada através da análise com enzimas de restrição específicas obtendo-se as bandas esperadas de 1407 pb e 10054 pb visualizadas em gel de agarose. As linhagens celulares 293T e SK-Hep-1 foram transduzidas com o vetor lentiviral 1054-FIX gerado em nosso laboratório e as células que apresentaram maior expressão de EGFP foram selecionadas e separadas por citometria de fluxo. A quantificação da expressão de FIXrh foi realizada por ensaios de ELISA e cromogênico. A quantificação de FIXrh total foi de 500 ng/106 células para a linhagem 293T e 803 ng/106 células para a linhagem SK-Hep-1. A atividade biológica específica de FIXh nas células 293T e SK-Hep-1 foi 0...

Caracterização molecular e susceptibilidade antimicrobiana de linhagens de Listeria monocytogenes isoladas de produtos lácteos no RS

Nes, Fernanda de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
88.59269%
Caracterização molecular e susceptibilidade antimicrobiana de linhagens de Listeria monocytogenes isoladas de alimentos no RS Mestranda: Fernanda De Nes Orientador: Jeverson Frazzon Listeria monocytogenes é o microrganismo causador de listeriose, uma doença infecciosa adquirida através do consumo de alimentos contaminados e que afeta principalmente pessoas com o sistema imunológico comprometido como gestantes e recém nascidos. É um microrganismo ambiental, podendo ser encontrado no solo, água e alimentos como vegetais, produtos cárneos, leites crus ou mal pasteurizados, queijos, entre outros. São bactérias invasivas e possuem facilidade para penetrar na célula hospedeira. O ataque a essas células é intermediado pelas internalinas, que são proteínas associadas a genes de virulência. As internalinas InlA e InlB, codificadas pelo gene inlAB, são proteínas associadas com a invasão e internalização da bactéria na célula hospedeira. Este trabalho teve o objetivo de caracterizar um total de 19 linhagens de Listeria monocytogenes, sorovares 1/2b, 1/2a, 4b, 4c, isoladas de produtos lácteos do Rio Grande do Sul. Para a caracterização molecular foram utilizadas as técnicas moleculares de Amplificação Randômica do DNA Polimórfico (RAPD) e Análise por Enzimas de Restrição (PCRREA)...

Incidência das mutações 185delAG e 5382insC no gene BRCA1 em mulheres judias Ashkenazi de Porto Alegre

Dillenburg, Crisle Vignol
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
78.189263%
Base Teórica: O câncer de mama é provavelmente o mais temido pelas mulheres devido a sua alta freqüência e, sobretudo, pelos seus efeitos psicológicos que afetam a percepção da sexualidade e a própria imagem pessoal. Ele é relativamente raro antes dos 35 anos de idade, mas acima desta faixa etária sua incidência cresce rápida e progressivamente. Estudos indicam que fatores genéticos e ambientais são responsáveis pela incidência do câncer de mama, sendo que a hereditariedade provavelmente tenha participação restrita no desenvolvimento deste tipo de tumor. Os principais genes associados ao desenvolvimento do câncer de mama, BRCA1 e BRCA2, são responsáveis por cerca de 80% desses casos, conferindo um risco de 71 a 85% de chance de desenvolver a neoplasia em alguma fase da vida. Mutações nesses genes, classificados como supressores tumorais, demonstram que a perda de suas funções não pára o ciclo celular, não permite a ação do sistema de reparo, e não estimula a apoptose (morte celular programada), culminando em replicação anormal e câncer. A observação epidemiológica de que mulheres judias de origem Ashkenazi parecem ser mais vulneráveis ao câncer de mama está sendo explicada através de estudos moleculares dos genes BRCA1 e BRCA2...

Diversidade gênica no gênero Astyanax (Teleostei : Characidae) através da análise de PCR-RFLP de DNA mitocondrial

Honna, Cristiane Yuri
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 39 f.
Português
Relevância na Pesquisa
78.381333%
O gênero Astyanax é um dos mais abundantes e diversificados da família Characidae (subfamília Tetragonopterinae), com mais de 100 espécies nominais, estando amplamente distribuído na bacia do Alto rio Paraná. Esse gênero é caracterizado pela similaridade quanto à forma do corpo, além da alta variabilidade citogenética intra e interpopulações, sendo comum a ocorrência de espécies crípticas ou complexos de espécies. Devido à escassez de dados sobre genética molecular referentes a esse gênero, e a dificuldade na identificação taxonômica, fazse necessário um estudo utilizando marcadores moleculares que visem desenvolver métodos rápidos e eficientes para caracterização de espécies de Astyanax com base em análises de DNA. Em vista dessa necessidade, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência da técnica de PCR-RFLP do gene mitocondrial Citocromo b na identificação e caracterização da variabilidade genética de cinco espécies do gênero Astyanax que ocorrem na bacia do Alto rio Paraná. O mtDNA das espécies alvo foi totalmente amplificado, num total de cerca de 1140 pares de bases (pb). As análises foram obtidas através dos haplótipos gerados com a digestão por três enzimas de restrição que clivam estes genes...

Detecção, isolamento e caracterização molecular parcial de virus respiratorio sincicial bovino (BRSV) em amostras de campo; Detection, isolation and molecular characterization of bovine respiratory syncytial virus (BRSV) in field samples

Helena Gallicchio Domingues
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
78.191616%
No presente estudo, técnicas para a detecção do vírus respiratório sincicial bovino, BRSV, visando ao diagnóstico e caracterização molecular deste patógeno, foram adaptadas e aplicadas em amostras coletadas de animais sem levar em consideração a presença de sinais e sintomas clínicos característicos de infecções causadas por esse agente. Foi coletado um total de 278 amostras de secreções nasais e fragmentos pulmonares de rebanhos bovinos provenientes dos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. Utilizando a técnica de RT-PCR detectou-se a presença de BRSV em sete amostras, duas de secreções nasais e cinco de fragmentos de pulmões. As amostras positivas foram submetidas ao isolamento viral e um novo isolado, denominado BRSV-108-BR, foi obtido após nove passagens em cultivos de células. Os fragmentos de 603 pb correspondentes ao segmento genômico da proteína G das amostras de BRSV em estudo, obtidos com a técnica de RT-PCR, foram submetidos à análise por enzimas de restrição-REA e ao seqüenciamento, visando sua caracterização molecular. Com a técnica de REA foram identificadas variações genéticas entre as amostras de BRSV detectadas, sugestivas de que duas amostras pertenciam ao subgrupo AB e cinco...

Condensação cromatinica e metilação de DNA investigadas em abelhas Melipona quadrifasciata e Melipona rufiventris (Hymenoptera, Apoidea); Chromatin condensation and DNA methylation investigated in bees Melipona rufiventris and Melipona quadrifasciata (Hymenoptera, Apoidea)

Andre Roberto Mampumbu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2006 Português
Relevância na Pesquisa
88.19484%
O gênero Melipona (abelhas sem ferrão) tem sido dividido em dois grupos, com base no seu conteúdo em heterocromatina revelada com a técnica de banda-C em cromossomos mitóticos. Melipona quadrifasciata e Melipona rufiventris apresentam, respectivamente, níveis baixos e altos de heterocromatina. Na suposição de que cromatina condensada possa ser rica em seqüências de DNA metiladas, M. quadrifasciata e M. rufiventris poderiam então apresentar diferenças em conteúdo de seqüências CpG metiladas. Se isso acontecesse, as diferenças poderiam ser reveladas pela comparação de valores Feulgen-DNA obtidos por análise de imagem de células tratadas com as enzimas de restrição Msp I e Hpa II, que distinguem entre seqüências metiladas e não metiladas. Msp I e Hpa II clivam as seqüências ?CCGG-, porém não há clivagem pela Hpa II se a citosina do dinucleotídeo central CG for metilada. Neste trabalho, túbulos de Malpighi de larva de último estádio de M. quadrifasciata e M. rufiventris submetidos à reação de Feulgen precedida pelo tratamento com Msp I e Hpa II tiveram suas células analisadas por microespectrofotometria de varredura automática. Para esse material houve necessidade do desenvolvimento prévio de um ajuste metodológico que tornasse a reação de Feulgen reveladora apenas de DNA...

Pneumovirus aviario (PVA): detecção por RT-PCR quimioluninescente e caracterização dos isolados brasileiros por analise com enzimas de restrição e sequenciamento

Maria Angela Gomes de Castro Dani
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/1998 Português
Relevância na Pesquisa
88.181455%
Pneumovírus aviário (PVA) causa infecção aguda no trato respiratório em perus (rinotraqueítedos perus) e galinhas (síndrome da cabeça inchada) com início abrupto e disseminação rápida. Neste estudo, foi padronizada a reação de RT-PCR quimioluminescente para detecção de um transcrito do gene F do PVA em dois isolados europeus e dois isolados brasileiros. Foram realizadas PCRs de diluição limitante utilizando-se RT-PCR quimioluminescente e "nested PCR" (nPCR) para a comparação quanto à sensibilidade e especificidade entre as metodologias na detecção de PVA. A sensibilidade e especificidade da RT-PCR quimioluminescente foram semelhantes às da nPCR e 100 vezes mais sensível que uma única PCR. O seqüênciamento dos produtos de 175 pb do gene F revelaram 100% de homologia com seqüências depositadas no banco de dados. Em seguida foi realizada a caracterização dos isolados brasileiros através de RT-PCR, análise com enzimas de restrição e seqüênciamento automático de um fragmento do gene G. Os produtos de 600 pb correspondentes aos primeiros 600 nucleotídeos do gene G dos isolados SHS BR 119 e SHS BR 121 revelaram 99% de similaridade com 3 isolados do subgrupo A e 87% de similaridade com isolados do subgrupo B depositadas no banco de dados; Avian Pneumovirus (APV) causes an acute respiratory tract infection both in turkeys (turkey rhinotracheitis) and chicken (swollen head syndrome) with sudden onset and rapid spread through the flocks. In this study...

Epidemiological Importance of Rodents as Reservoirs of Leptospira in Maronesa Cattle Farms in Trás-os-Montes Region

Cardoso, Maria das Neves Mitelo Morão de Paiva
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
77.433364%
Tese de Doutoramento em Ciências Veterinárias; Leptospirosis is a zoonosis caused by pathogenic spirochetes of genus Leptospira, maintained in nature by numerous reservoirs, free-living and domestic animals, constituting a potential source of infection for humans, and other susceptible hosts (Turner, 1967; Little, 1986). Leptospirosis is considered by O.I.E. (2008) as a disease of importance to international trade, and it is included in the list of “Multiple species diseases.” Leptospirosis is also regarded as a re-emerging zoonosis (Higgins, 2004). The emergence of several zoonoses seems related to a combination of factors namely: the global warming, expanding human populations, globalisation of trade, intensification of wildlife farming, and microorganisms associated to wildlife incoming intensive livestock production systems (Bengis et al., 2004). Indeed, leptospirosis causes a decrease in the income of cattle farms, mainly due to its impact on the reproduction programs. Financial damages of considerable economic loss, through reproductive wastage due to chronic infection with Hardjo serovar (Sejroe serogroup), result mainly from infertility, abortion in the last months of gestation, premature births, death of calves of 15-60 days...

Análise de restrição de DNA ribossomal amplificado (ARDRA) pode diferenciar Fusarium solani f. sp. phaseoli de F. solani f. sp. glycines

OLIVEIRA,VIRGÍNIA C. de; COSTA,JEFFERSON L. S. da
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2002 Português
Relevância na Pesquisa
78.018804%
Métodos moleculares têm sido utilizados para caracterizar a diversidade entre isolados de Fusarium spp. patogênicos e não patogênicos a uma cultura e, para determinar relações genéticas entre formae speciales. Testes de patogenicidade realizados em soja (Glycine max) e feijoeiro (Phaseolus vulgaris) com 17 isolados de Fusarium solani não demonstraram especificidade de hospedeiros. Utilizou-se a técnica ARDRA (Amplified Ribosomal DNA Restriction Analysis) para analisar a região ITS1 - 5,8S rDNA - ITS2, amplificada com os primers ITS5 e ITS4. Os produtos amplificados foram digeridos com as enzimas de restrição Hae III e Msp I. Os padrões de bandas gerados pela digestão com a enzima Hae III permitiram diferenciar três grupos entre os isolados de F. solani, sendo um grupo específico para isolados de F. solani f. sp. phaseoli com 100% de similaridade entre os 11 isolados. Entre os isolados de F. solani f. sp glycines foram observados dois padrões distintos de restrição. A técnica de ARDRA utilizando a enzima Hae III apresenta, portanto, potencial para utilização como um marcador para diferenciação entre as formae specialesphaseoli e glycines, dentro do complexo F. solani.

Integração de pAN7-1 no genoma de Magnaporthe grisea mediada por enzima de restrição

Marchi,Carlos E.; Brommonschenkel,Sérgio H.; Queiroz,Marisa V. de; Mizubuti,Eduardo S. G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
98.02014%
Visando explorar a mutagênese insercional em Magnaporthe grisea, foram avaliadas a transformação dos protoplastos obtidos após adequação do protocolo e a eficiência da integração de pAN7-1 no genoma do ascomiceto na presença da enzima de restrição Hind III. Os protoplastos de M. grisea I-22 foram prontamente transformados para a resistência à higromicina. Quando o vetor linearizado com Hind III foi usado para transformar o fungo na presença de Hind III, a eficiência de transformação foi 1,1 a 8,1 vezes superior ao tratamento sem a adição da enzima. No geral, a melhor concentração de Hind III foi 5 unidades/reação de transformação. Tal concentração promoveu a produção média de 332 transformantes/µg de pAN7-1/10(7) protoplastos. A presença do gene de seleção hph no genoma de 18 indivíduos resistentes à higromicina foi confirmada por PCR.

Enzimas de restrição

VENERONI, G. B.; REGITANO, L. C. de A.
Fonte: In: REGITANO, L. C. de A.; NICIURA, S. C. M.; IBELLI, A. M. G.; GOUVEIA, J. J. de S. Protocolos em biologia molecular aplicada à produção animal. São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste, 2007. Publicador: In: REGITANO, L. C. de A.; NICIURA, S. C. M.; IBELLI, A. M. G.; GOUVEIA, J. J. de S. Protocolos em biologia molecular aplicada à produção animal. São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste, 2007.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 18-21
Português
Relevância na Pesquisa
78.131987%
2007

Obtenção de marcadores moleculares por meio de PCR-RFLP de genes relacionados com qualidade em café.

VILELLA, O. T.; LANNES, S. D.; POT, D.; FERREIRA, L. P.; PRIOLLI, R. H. G.; RAMOS, L. C. S.; COLOMBO, C. A.; VIEIRA, L. G. E.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 6., 2009, Vitória. Resumos expandidos. Brasília, DF: Embrapa Café. Publicador: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 6., 2009, Vitória. Resumos expandidos. Brasília, DF: Embrapa Café.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
77.81591%
A qualidade de bebida do café é fator fundamental para sua comercialização, pois agrega valor ao produto, garantindo maior competitividade e melhores preços no mercado. A composição química do café é um dos fatores que determinam a qualidade da bebida. Seu sabor e seu aroma são resultantes da presença combinada de vários constituintes, dentre os quais os ácidos clorogênicos, os diterpenos e os açúcares. O objetivo deste trabalho foi buscar polimorfismos a partir de PCR-RFLP utilizando primers baseados em sequências ESTs de genes relacionados com a qualidade de bebida. Para isso foi utilizado o DNA de uma população F2 formada a partir da autofecundação de um híbrido interespecífico de Coffea arabica e C. canephora. Os resultados revelaram um total de doze marcas polimórficas na população. Dentre essas marcas, quatro foram obtidas através da presença e da ausência da amplificação dos genes. Oito combinações polimórficas foram obtidas através da clivagem do produto de PCR por quatro enzimas de restrição (TaqI, BsuRI, RsaI e HhaI). Com a validação dos polimorfismos encontrados nos amplicons, essas marcas estão sendo utilizadas para trabalhos de mapeamento na população de arabustas com objetivo de identificar QTLs relacionados à concentração de compostos como cafeína...

Novos marcadores para fins de mapeamento e localização de QTLs a partir de PCR-RFLP de genes de genoma café brasileiro.

COLOMBO, C. A.; YAMAMOTO, P. Y.; RAMOS, L. C. S.; MAZZAFERA, P.; GALLO, P. B.; VILELLA, O. T.; LANNES, S. D.; POT, D.; FERREIRA, L. P.; VIEIRA, L. G. E.; PEREIRA, L. F. P.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 6., 2009, Vitória. Inovação científica, competitividade e mudanças climáticas : anais. Vitória: Consórcio Pesquisa Café, 2009. Publicador: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 6., 2009, Vitória. Inovação científica, competitividade e mudanças climáticas : anais. Vitória: Consórcio Pesquisa Café, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
88.18779%
O mapeamento genético é uma das estratégias mais visadas para fins de melhoramento genético e ganha maior importância a partir do surgimento de marcadores do tipo SNPs ou INDELs, facilitado pelos projetos genomas, sobretudo de ESTs. Assim, análises in silico de busca de polimorfismo SNPs em seqüências relacionadas com qualidade de bebida e derivadas de C.arabica e C.canephora foram analisadas e o polimorfismo entre as duas espécies validado para seis genes (quatro proteases e dois de sacarose) a partir de estudos de laboratório utilizando a técnica PCR-RFLP. Para tanto, após confirmação do polimorfismo nas duas espécies parentais, foram genotipadas 90 plantas F2 derivadas da autofecundação de um híbrido interespecífico de Coffea arabica e C. canephora 4x. Após a obtenção dos amplificados, estes foram digeridos com diversas enzimas de restrição de quatro bases (Alu I, Dde I, Eco RI, Hae III, Mse I e Msp, Fnu DII, Taq I; Scr FI). Dos seis genes analisados, quatro deles apresentaram segregação do tipo 3:1 na população F2 (Cisteína 8, Cisteína 5, B-Fructosidase e Sacarose Fosfato Síntase), demonstrando a utilização dos mesmos para fins de mapeamento.; 2009

Caracterização da estrutura genética do pinhão manso (Jatropha curcas L.): isolamento de fragmentos de dna enriquecidos com sequências de microssatélites.

BRITTO, F. B.; DINIZ, F. M.; KOBAYASHI, A. K.; LIMA, P. S. C.; ARAÚJO, E. C. E.; BENTZEN, P.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 5.; CLÍNICA TECNOLÓGICA EM BIODIESEL, 2., 2008, Lavras. Biodiesel: tecnologia limpa. Anais... Lavras: UFLA, 2008. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 5.; CLÍNICA TECNOLÓGICA EM BIODIESEL, 2., 2008, Lavras. Biodiesel: tecnologia limpa. Anais... Lavras: UFLA, 2008.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 8 p.
Português
Relevância na Pesquisa
88.18697%
O pinhão manso (Jatropha curcas) é uma planta oleaginosa que vem se destacando por apresentar um alto potencial na produção de biocombustíveis. Por este motivo o interesse em sua exploração comercial vem aumentado consideravelmente. Assim, torna-se imprescindível o desenvolvimento de tecnologias moleculares de monitoramento e seleção de populações naturais e cultivares. Nesse contexto, marcadores moleculares como os microssatélites são amplamente utilizados. No entanto, os genomas de organismos eucariontes são muito amplos e, assim, o isolamento de seqüências de microssatélites específicas, que possam atuar como marcadores, torna-se uma tarefa complexa. O presente trabalho teve como objetivo estabelecer um protocolo para isolar fragmentos de DNA específicos contendo loci de microssatélites. Este procedimento tem por finalidade aumentar a incidência das seqüências alvo para futura clonagem. Foram testadas diferentes enzimas de restrição e sondas de DNA para o reconhecimento e captura de fragmentos contendo seqüências de microssatélites. Os resultados obtidos mostraram que a enzima RsaI apresentou o melhor padrão de digestão do DNA, enquanto as melhores sondas foram as compostas pelas repetições (AATG)6...

Analise de "RFLP" da tolerancia a toxidez do aluminio no cromossomo 2 do milho.

BRONDANI, C.; PAIVA, E.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.31, n.8, p.575-579, ago. 1996. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.31, n.8, p.575-579, ago. 1996.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
78.168887%
O presente trabalho objetivou, via tecnica de RFLP, localizar, no cromossomo 2 do milho, regioes genomicas relacionadas com a resistencia ao aluminio toxico, o qual encontra-se presente em cerca de 60% do territorio brasileiro. Linhagens de milho tolerantes (15, 16, 699 e 1327) e suscetiveis (19, 53 e 57) ao aluminio, foram utilizadas nos cruzamentos 57 x 1.327, 57x699, 53x16, 5x15 e 19x1.327. Avaliaram-se a resistencia ao aluminio dos parentais, dos F1's e de 300 individuos F2 de cada cruzamento em solucao nutritiva contendo 222 umol A1/L, medindo-se o Comprimento Relativo da Raiz Seminal como marcador morfologico. A analise de RFLP foi efetuada nas seis plantas mais tolerantes e nas seis mais suscetiveis ao A1, em cada cruzamento, testando-se as combinacoes de duas enzimas de restricao e cinco sondas mapeadas em diferentes regioes do cromossomo 2 do milho. Foram identificados marcadores relacionados com a tolerancia ou suscetibilidade ao aluminio especificos para cada cruzamento. Tais marcadores tem uso potencial para a selecao assistida por RFLP's no melhoramento genetico visando a tolerancia ao aluminio toxico em milho.; 1996

TIPIFICAÇÃO DAS ESPECIFICIDADES HLA-DR E HLA-DQ: ESTUDO COMPARATIVO UTILIZANDO SOROLOGIA, E AVALIAÇÃO DO POLIMORFISMO DO DNA GENÔMICO POR INTERMÉDIO DO TAMANHO DOS FRAGMENTOS GERADOS POR CLIVAGEM COM ENZIMAS DE RESTRIÇÃO; HLA-DR AND HLA-DQ TYPING: A COMPARATIVE STUDY USING SEROLOGY AND RESTRICTION FRAGMENT LENGTH POLYMORPHISM (RFLP) ANALYSIS

Donadi, Eduardo A.; Santos, Cássia M. Paula; Nepom, Gerald T.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2000 Português
Relevância na Pesquisa
98.38018%
Embora as tipificações sorológicas dependam da expressão adequada de moléculas HLA de classe II, nas superfícies celulares, da viabilidade celular e da presença de um painel adequado de anti-soros, esse método tem sido utilizado há muitos anos e as tipificações por biologia molecular têm suplantado os problemas. A avaliação do polimorfismo dos genes HLA por intermédio da variação do tamanho dos fragmentos gerados pós digestão com enzimas de restrição (RFLP) foi o primeiro método molecular a ser utilizado para esse fim. A sorologia e o método utilizando RFLP definem os alelos HLA sem muita resolutividade, no entanto, o método utilizando RFLP tem sido considerado melhor do que a sorologia. Assim, neste estudo, fizemos análise das tipificações dos antígenos/alelos HLA de classe II (HLA-DR e HL-DQ), comparando os dois métodos.; Serology has been used for HLA typing for many decades; however, serological typing of histocompatibility class II molecules depends on the adequate expression of these molecules on the surface of B lymphocytes, the availability of viable cells and a complete set of antisera. HLA typing at the genomic level has supplanted these pitfalls. The utilization of restriction fragment length polymorphism (RFLP) was the first approach to the HLA typing at molecular level. Although serology and RFLP methods define HLA specificities at low resolution level...