Página 1 dos resultados de 89 itens digitais encontrados em 0.050 segundos

Avaliação de modelo de tomada de decisão para escolha de sistema de tratamento de esgoto sanitário; Evaluation of decision-making model to choice system for treatment of sewage

Leoneti, Alexandre Bevilacqua
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
98.42508%
Uma solução para a preservação das águas é o investimento em saneamento e no tratamento do esgoto sanitário, que é realizado por meio de estações de tratamento de esgoto. Todavia, a escolha do sistema de tratamento a ser implantado em um município deve atender aos requisitos técnicos, ambientais, sociais e econômicos do mesmo. O objetivo principal desta pesquisa foi validar e avaliar a aplicabilidade de um modelo de tomada de decisão para escolha de sistema de tratamento de esgoto sanitário de menor custo econômico desenvolvido por Oliveira (2004). Este modelo elabora o dimensionamento de oito sistemas de tratamento e, a partir desses dados, faz a estimativa do custo de implantação, manutenção e operação de cada sistema. Para esta avaliação, foram realizadas entrevistas em órgãos relacionados a saneamento no Brasil, bem como com tomadores de decisão e especialistas em saneamento, a fim de coletar os dados necessários para aplicação de testes com o modelo. No total, foram coletados dados de 61 projetos de estações de tratamento de esgoto, os quais foram utilizados nos testes realizados. Durante a avaliação do modelo, foram utilizadas técnicas como simulação, análise hierárquica de processos e equilíbrio de Nash...

Sobre teoremas de equilíbrio de Nash; On Nash equilibrium theorems

Monis, Thais Fernanda Mendes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
108.96558%
Nesse trabalho, aplicando métodos da Topologia Algébrica, nós obtivemos novas versões do teorema de equilíbrio de Nash. Nós definimos um conceito de equilíbrio local para jogos não cooperativos, o chamado equilíbrio local fraco, e demonstramos sua existência quando os espaços de estratégia são variedades diferenciáveis e as funções payoff são continuamente diferenciáveis. Nós demonstramos a ineficiência do equilíbrio local fraco no sentido de Pareto; In this work, applying methods of Algebraic Topology, we obtain new versions of the Nash equilibrium theorem. We define a concept of local equilibrium for non-cooperative games, the socalled weak local equilibrium, and we prove its existence when the spaces of strategies are differentiable manifolds and the payoff functions are continuously differentiable. We prove the ineffciency of weak local equilibrium in the Pareto sense

Um ensaio em teoria dos jogos; An essay on game theory

Pimentel, Edgard Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
78.417144%
Esta dissertação aborda a teoria dos jogos diferenciais em sua estreita relação com a teoria das equações de Hamilton-Jacobi (HJ). Inicialmente, uma revisão da noção de solução em teoria dos jogos é empreendida. Discutem-se nesta ocasião as idéias de equilíbrio de Nash e alguns de seus refinamentos. Em seguida, tem lugar uma introdução à teoria dos jogos diferenciais, onde noções de solução como a função de valor de Isaacs e de Friedman são discutidas. É nesta altura do trabalho que fica evidente a conexão entre este conceito de solução e a teoria das equações de Hamilton-Jacobi. Por ocasião desta conexão, é explorada a noção de solução clássica e é exposta uma demonstração do fato de que se um jogo diferencial possuir uma função de valor pelo menos continuamente diferenciável, esta será uma solução da equação de Hamilton-Jacobi associada ao jogo. Este resultado faz uso do princípio da programação dinâmica, devido a Bellman, e cuja demonstração está presente no texto. No entanto, quando a função de valor do jogo é apenas contínua, então embora esta não seja uma solução clássica da equação HJ associada a jogo, vemos que ela será uma solução viscosa, ou solução no sentido da viscosidade - e a esta altura são discutidos os elementos e propriedades desta classe de soluções...

Teoria dos jogos e sustentabilidade na tomada de decisão: aplicação a sistemas de tratamento de esgoto; Game theory and sustainability in decision making: application to wastewater treatment systems

Leoneti, Alexandre Bevilacqua
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
98.75432%
Para auxiliar os gestores das organizações em seu processo decisório, o emprego de métodos de apoio à tomada de decisão é utilizado desde o século passado, a partir da década de 1950, havendo forte ênfase nas questões econômico-financeiras e operacionais das alternativas. Atualmente, o uso de métodos que consideram as questões relativas à sustentabilidade ambiental das alternativas é um assunto que tem despertado interesse, conforme se observa na literatura recente, ainda que relativamente escassa. Contudo, a práxis da maioria dos métodos multicritério existentes tem embasamento no tomador de decisão como um indivíduo ao invés de um grupo e a ampla diferença entre o comportamento de um indivíduo e de um grupo é negligenciado. Neste novo tipo de abordagem, soluções para resolver os conflitos que inevitavelmente surgem da necessidade de atender os diferentes critérios dos agentes envolvidos devem ser propostas. Para estes casos, a Teoria dos Jogos é reconhecidamente uma abordagem que permite a resolução de conflitos por meio da avaliação de diferentes cenários com diferentes alternativas. Neste sentido, a presente pesquisa apresenta um método multicriterial, baseado em indicadores de sustentabilidade em conjunto com a Teoria dos Jogos e o equilíbrio de Nash...

Precificação em orquestradores de informação : maximizando redes estáveis

Lustosa, Bernardo Carvalho
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
88.5863%
Em redes de inovação baseadas em trocas de informação, o agente orquestrador se apropria das informações dos atores periféricos, gera inovação e distribui em forma de valor agregado. É sua função promover a estabilidade na rede fazendo com que a mesma tenha taxas não negativas de crescimento. Nos mercados de análise de crédito e fraude, por exemplo, ou bureaus funcionam como agentes orquestradores, concentrando as informações históricas da população que são provenientes de seus clientes e fornecendo produtos que auxiliam na tomada de decisão. Assumindo todas as empresas do ecossistema como agentes racionais, a teoria dos jogos se torna uma ferramenta apropriada para o estudo da precificação dos produtos como mecanismo de promoção da estabilidade da rede. Este trabalho busca identificar a relação de diferentes estruturas de precificação promovidas pelo agente orquestrador com a estabilidade e eficiência da rede de inovação. Uma vez que o poder da rede se dá pela força conjunta de seus membros, a inovação por esta gerada varia de acordo com a decisão isolada de cada agente periférico de contratar o agente orquestrador ao preço por ele estipulado. Através da definição de um jogo teórico simplificado onde diferentes agentes decidem conectar-se ou não à rede nas diferentes estruturas de preços estipuladas pelo agente orquestrador...

A oferta de bens perecíveis : determinação das curvas e estimativas para o mercado varejista Carioca

Boff, Hugo Pedro
Fonte: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV Publicador: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV
Tipo: Relatório
Português
Relevância na Pesquisa
88.08124%
Neste artigo desenvolvemos um modelo de otimização que permite determinar curvas de oferta para produtos perecíveis. As informações disponíveis ao produtor(vendedor) sobre a demanda são sumarizadas por uma distribuição de probabilidade, a qual lhe permitirá determinar a oferta que maximiza seu gannho esperado. A função objetivo levará em conta, conjuntamente, as perdas decorrentes de um estoque excedente e parcelas do custo de oportunidade de um estoque insuficiente. Esta formalização inclui a função lucro (contábil) como um caso particular. Aplicações do modelo teórico são feitas para demandas absolutamente contínuas com distribuição admitindo inversa explícita, tais como a exponencial truncada, Pareto, Weibull e uniforme. Estimativas empíricas são obtidas para a oferta de tomates, chuchus e pimentões no mercado varejista Carioca (Julho/94 à Nov/00). Os resultados obtidos confirmam as hipóteses racionais do modelo teórico. As elasticidades-preço da oferta (no varejo) e da demanda (no atacado) são estimadas, assim que o valor da oferta ”contratual ”, nos casos em que parte dos custos dos saldos de estoque são recuperados por vendas em liquidação. A análise gráfica das curvas de oferta e de densidade da demanda sugerem a presença de significativo poder de mercado na comercialização do pimentão. Duas extensões imediatas do modelo formal são desenvolvidas. A primeira delas incorpora a existência de poder de mercado no mercado varejista. A segunda introduz uma estrutura de jogo simultâneo no mercado oligopolista onde cada produtor escolhe a curva que maximiza seu lucro esperado condicional...

A origem da teoria dos jogos e a existência de equilíbrio em Nash

Xavier, Otávio Munaro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
78.72285%
O presente trabalho tratará de analisar a Teoria dos Jogos e suas aplicações na teoria econômica. A Teoria dos jogos será contextualizada, para tal apresentaremos os trabalhos sobre jogos dos fundadores da teoria Émile Borel, von Neumann e Morgenstern. Serão apresentadas as ferramentas matemáticas, os teoremas de ponto fixo, utilizadas para demonstrar a solução dos jogos, o ponto de equilíbrio. Serão expostos os aspectos do período que influenciaram, tal como a escola formalista de Hilbert, os fundadores da teoria, e como a agenda de pesquisa criada pela II Guerra influenciou o seu desenvolvimento por matemáticos. Por fim serão analisados os artigos do matemático John Nash sobre a Teoria dos Jogos, demonstrando o conceito de solução para jogos não cooperativos, tentando interpretar o que o Equilíbrio de Nash responde e porque demorou certo tempo para ser objeto de estudo dos economistas do pós-guerra.; This paper will try to analyze the Game Theory and its applications in economic theory. Theory of games will be contextualized, for this it will present papers on games of the founders of the theory Émile Borel, von Neumann and Morgenstern. Will present the mathematical tools, the fixed point theorems, used to demonstrate the solution of games...

Tempo de convergencia para o equilibrio de Nash nos jogos empacotamento de itens e balanceamento de carga; Convergence time to the Nash equilibrium in packing and load balancing games

Andre Luis Vignatti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
79.072896%
Nesta tese, estudamos versões de teoria dos jogos dos problemas de empacotamento de itens e balanceamento de carga. Consideramos que a implementação de um algoritmo centralizado de controle é inviável, fazendo com que as entidades participantes do sistema ajam de maneira egoísta. Assim, a escolha egoísta de estratégias pelas entidades pode ou não levar a um estado estável do sistema, chamado de equilíbrio de Nash. Dependendo das condições definidas pelo modelo utilizado, devemos embutir certas regras para as entidades, contanto que as entidades tenham incentivo de utilizá-las e que, além disso, façam com que o sistema alcance um equilíbrio de Nash. Os principais resultados desta tese são relativos ao tempo de convergência para o equilíbrio de Nash, ou seja, buscamos saber quantas vezes os agentes mudam suas estratégias até alcançarem o equilíbrio de Nash, seja agindo de maneira completamente egoísta ou seguindo certas regras. Para o jogo de empacotamento de itens, apresentamos limitantes teóricos para o tempo de convergência, olhando ambos os casos de atualizações seqüenciais ou simultâneas das estratégias. Para o jogo de balanceamento de carga consideramos um modelo distribuído assíncrono com entidades heterogêneas...

Teoria dos Jogos: Algumas Noções Elementares

Gomes, Orlando Manuel da Costa
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 10/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
78.074136%
Em muitas situações de interação, os agentes são compelidos a agir estrategicamente. Isto significa que as linhas de ação que um agente escolhe tomar são condicionadas ou determinadas pelo comportamento observado ou esperado de outros. A teoria dos jogos consiste precisamente no estudo de como os intervenientes numa determinada relação de interação estratégica atuam de modo racional, no sentido de promover o melhor resultado possível para si próprios. Ao analisar um jogo é necessário identificar as estratégias disponíveis para cada um dos jogadores, quais os resultados que a escolha de cada estratégia permite alcançar, os momentos de tempo em que as decisões são tomadas e que informação têm disponível os participantes na relação de interação. Apresentar-se-á conceitos centrais como o de estratégia dominante, ou o de equilíbrio de Nash; far-se-á a distinção entre jogos de informação completa e de informação incompleta, e entre jogos em forma normal e em forma extensiva; será ainda feita menção à teoria dos jogos evolucionária.

O equilíbrio de Nash como uma solução para o conflito entre eficiência e custo na escolha de sistemas de tratamento de esgoto sanitário com o auxílio de um modelo de tomada de decisão

Leoneti,Alexandre Bevilacqua; Oliveira,Sonia Valle Walter Borges de; Oliveira,Marcio Mattos Borges de
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
118.87346%
A escolha de estações de tratamento de esgoto pode, dentre outras coisas, envolver um conflito entre a eficiência e o custo, pois para o menor custo possível esta escolha também deverá satisfazer várias exigências ambientais. Para auxiliar na escolha de uma estação de menor custo, um modelo baseado em técnicas de tomada de decisão foi desenvolvido por Oliveira (2004). Todavia, se não forem levados em consideração os outros critérios envolvidos, a interação entre os tomadores de decisão e suas respectivas estratégias podem fazer com que a escolha do sistema de tratamento não seja a mais adequada. Para estes casos, o equilíbrio de Nash pode oferece uma solução, construída com base na interação entre os jogadores, a qual poderia satisfazer razoavelmente os interesses conflitantes. Desta forma, o objetivo desta pesquisa foi, com base nos dados de saída do modelo de Oliveira (2004), encontrar o equilíbrio de Nash para propor uma solução para o conflito entre a eficiência e o custo nas escolhas do sistema de tratamento de esgoto sanitário. A comparação entre os diferentes resultados alcançados, quando apenas considerado o critério de menor custo ou de maior eficiência, demonstrou que a adoção do equilíbrio de Nash pode ser uma alternativa viável para solucionar o conflito entre a eficiência e o custo nas escolhas das estações de tratamento de esgoto sanitário.

Um estudo experimental sobre o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2X2

Karolyni Cabral Peixoto, Joana; Chaves Rêgo, Leandro (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
88.96101%
Nesta dissertação testamos experimentalmente o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2X2, onde havia um par de estratégias colaborativamente dominantes, que era estável apenas para um dos agentes. Os jogos escolhidos possuíam um único equilíbrio de Nash misto e nenhum equilíbrio em estratégias puras. Nosso objetivo foi verificar se os jogadores se comportariam conforme a teoria do equilíbrio de Nash misto. Este conceito de solução, por ser bastante utilizado para a determinação de soluções de problemas que podem ser modelados através da teoria dos jogos, é alvo de diversas análises sobre se seus resultados são condizentes com o observado na prática. O experimento foi realizado com estudantes universitários através da aplicação de questionários que perguntavam como eles se comportariam diante de três jogos. Com uma análise estatística das respostas dada aos questionários, concluímos que os jogadores não se comportam conforme a probabilidade prescrita pelo equilíbrio de Nash misto e que os indivíduos adotam a estratégia colaborativa com uma frequência maior do que a prevista pelo equilíbrio. Além disso, quanto à crença dos jogadores sobre a ação dos seus adversários, chegamos à conclusão de que os jogadores superestimaram a frequência média de colaboração de seu adversário. Verificamos também que a decisão sobre quanto os indivíduos estão dispostos a abrir mão...

Falta de conhecimento comum sobre preferências e falta de consciência em jogos na forma normal

Santana Barreto, Larissa; Chaves Rêgo, Leandro (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
88.64938%
Grande parte dos trabalhos desenvolvidos na área da Teoria dos Jogos assume que os jogadores conhecem toda a estrutura do jogo. Nesta dissertação, nós suprimimos esta suposição e modelamos situações onde os agentes podem ser inconscientes de toda a estrutura do jogo. Mais precisamente, nós modelamos jogos em forma normal onde os jogadores podem não ser conscientes de todas as ações disponíveis para eles e para os outros jogadores. Além de mostrarmos como representar tais jogos, nós também propomos um conceito de equilíbrio, para esses jogos, que generaliza o conceito de equilíbrio de Nash para jogos em forma normal, e provamos um resultado de existência de tal equilíbrio. Esses resultados também foram estendidos para os jogos com consciência sobre inconsciência. Por fim, apresentamos um modelo que permite que os jogadores sejam incapazes de realizar comparações entre alguns possíveis cenários (perfis de estratégias), e além disso permite que os jogadores possam não ter conhecimento comum sobre como os demais jogadores avaliam os possíveis cenários do jogo. Para este modelo nós também apresentamos um novo conceito de equilíbrio e generalizamos um resultado obtido por Bade (Bade, S. (2005)...

Ensaios sobre Equilíbrio Misto de Nash

Souza, Filipe Costa de; Ramos, Francisco de Souza (Orientador); Rêgo, Leandro Chaves (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
78.71142%
Nesta tese realizamos uma análise crítica sobre o equilíbrio misto de Nash por meio de três ensaios. Inicialmente, desenvolvemos os conceitos de dominância colaborativa e de equilíbrio colaborativo e, a partir deles, chegamos à seguinte conclusão: em jogos 2x2 na forma estratégica, se existir um equilíbrio colaborativo, então, o equilíbrio misto é irracional. Além disso, mostramos que as utilidades esperadas do equilíbrio colaborativo são sempre as maiores do jogo para cada jogador e, por essa razão, este poderia ter a característica de um ponto focal. Também mostramos que existem situações estratégicas nas quais os payoffs do equilíbrio misto são ineficientes, e que os jogadores conseguiriam obter um resultado melhor ao transformarem um perfil de estratégias colaborativamente dominantes instável em um equilíbrio colaborativo através de contratos de auto-penalização. Em seguida, propomos uma nova abordagem para avaliar o comportamento de queima de dinheiro, a partir da utilidade esperada do equilíbrio misto. Provamos que para jogos 2x2 com um equilíbrio misto bem definido (na sua forma não-degenerada) a existência de uma estratégia colaborativamente dominante do jogador j para o jogador i é condição necessária e suficiente para a existência de derivadas da utilidade esperada do equilíbrio misto negativas (ou pelo menos não-positiva) para o jogador i...

Um estudo experimental sobre o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2x2

Peisoto, Joana Karolyni Cabral; Rêgo, Leandro Chaves (orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
88.95894%
Nesta dissertação testamos experimentalmente o comportamento de agentes em jogos estratégicos 2X2, onde havia um par de estratégias colaborativamente dominantes, que era estável apenas para um dos agentes. Os jogos escolhidos possuíam um único equilíbrio de Nash misto e nenhum equilíbrio em estratégias puras. Nosso objetivo foi verificar se os jogadores se comportariam conforme a teoria do equilíbrio de Nash misto. Este conceito de solução, por ser bastante utilizado para a determinação de soluções de problemas que podem ser modelados através da teoria dos jogos, é alvo de diversas análises sobre se seus resultados são condizentes com o observado na prática. O experimento foi realizado com estudantes universitários através da aplicação de questionários que perguntavam como eles se comportariam diante de três jogos. Com uma análise estatística das respostas dada aos questionários, concluímos que os jogadores não se comportam conforme a probabilidade prescrita pelo equilíbrio de Nash misto e que os indivíduos adotam a estratégia colaborativa com uma frequência maior do que a prevista pelo equilíbrio. Além disso, quanto à crença dos jogadores sobre a ação dos seus adversários, chegamos à conclusão de que os jogadores superestimaram a frequência média de colaboração de seu adversário. Verificamos também que a decisão sobre quanto os indivíduos estão dispostos a abrir mão...

Algoritmos para o problema de equilíbrio aplicados ao problema de equilíbrio de NASH

Ferreira, Euda Mara da Silva
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
78.837314%
Resumo: Nesta pesquisa são apresentados dois novos algoritmos para resolução do Problema de Equilíbrio de Nash (NEP), ambos baseados na resolução de um sistema não linear G(x) = 0, sendo G : IRn ? IRn contínua, mas não diferenciável em todos os pontos do domínio. Assim, a origem desses métodos é o artigo de IUSEM e NASRI (2007a) em que foi introduzido o método de Lagrangeano Aumentado, para a resolução de um Problema de Equilíbrio geral, do qual o Problema de Equilíbrio de Nash é um caso particular. Existem algumas dificuldades com relação à solução do sistema G(x) = 0, a saber: a falta de diferenciabilidade e de convexidade. O que pode ser garantido é a continuidade da G(x). Para superar as dificuldades apresentadas serão desenvolvidas duas metodologias diferentes para resolver G(x) = 0. A primeira consiste na suavização do termo não diferenciável para tornar as funções que definem G(x) = 0 continuamente diferenciáveis. Após a suavização, será aplicado o Método de Newton para resolver o sistema não linear. A segunda consiste em resolver o sistema G(x) = 0 por meio de um problema de otimização, ou seja, ao invés de resolver G(x) = 0 será resolvido o problema minimizar {(x) : x ? IRn} com f(x) = 1/2 \G(x)\2. Para isto...

Caracterización de equilibrios de Nash perfectos no suaves en una clase de juegos diferenciales

Rincón-Zapatero, Juan Pablo
Fonte: Real Academia de Ciencias Exactas, Físicas y Naturales Publicador: Real Academia de Ciencias Exactas, Físicas y Naturales
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/article Formato: application/pdf
Publicado em //1998 Português
Relevância na Pesquisa
98.56187%
En este trabajo presentamos una generalización del nuevo método desarrollado en [1] para la caracterización de equilibrios de Nash perfectos en el marco de los juegos diferenciales. Los resultados aquí presentados caracterizan equilibrios de Nash perfectos formados por estrategias feedback continuas, de clase el a trozos, como soluciones, en sentido generalizado, de un sistema de ecuaciones en derivadas parciales cuasi lineales. Estudiamos también los equilibrios simétricos en un juego de explotación, en un horizonte limitado, de un recurso no renovable de propiedad común y determinamos la forma analítica de la solución, así como ciertas de sus propiedades cualitativas. Comparamos el equilibrio de Nash con la solución cooperativa, demostrando que la gestión descoordinada da lugar a una sobreexplotación del recurso.-------------------------------------------------------------; This paper is devoted to provide an extension to the results developed in [1]. We characterize continuous and piecewise smooth subgame perfect Nash equilibria in differential games as solutions, in a generalized sense, of a quasilinear system of partial differential equiations. We also study a symmetric nonrenewable resource game of common property on" a bounded horizon...

O equilíbrio de Nash como uma solução para o conflito entre eficiência e custo na escolha de sistemas de tratamento de esgoto sanitário com o auxílio de um modelo de tomada de decisão; The Nash equilibrium as a solution to the conflict between efficiency and cost in the choice of systems for sanitary sewage treatment using a decision making model

LEONETI, Alexandre Bevilacqua; OLIVEIRA, Sonia Valle Walter Borges de; OLIVEIRA, Marcio Mattos Borges de
Fonte: ABES Publicador: ABES
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
119.07545%
A escolha de estações de tratamento de esgoto pode, dentre outras coisas, envolver um conflito entre a eficiência e o custo, pois para o menor custo possível esta escolha também deverá satisfazer várias exigências ambientais. Para auxiliar na escolha de uma estação de menor custo, um modelo baseado em técnicas de tomada de decisão foi desenvolvido por Oliveira (2004). Todavia, se não forem levados em consideração os outros critérios envolvidos, a interação entre os tomadores de decisão e suas respectivas estratégias podem fazer com que a escolha do sistema de tratamento não seja a mais adequada. Para estes casos, o equilíbrio de Nash pode oferece uma solução, construída com base na interação entre os jogadores, a qual poderia satisfazer razoavelmente os interesses conflitantes. Desta forma, o objetivo desta pesquisa foi, com base nos dados de saída do modelo de Oliveira (2004), encontrar o equilíbrio de Nash para propor uma solução para o conflito entre a eficiência e o custo nas escolhas do sistema de tratamento de esgoto sanitário. A comparação entre os diferentes resultados alcançados, quando apenas considerado o critério de menor custo ou de maior eficiência, demonstrou que a adoção do equilíbrio de Nash pode ser uma alternativa viável para solucionar o conflito entre a eficiência e o custo nas escolhas das estações de tratamento de esgoto sanitário.; The choice of sewage treatment plants may...

Equilibrio autoconfirmante en un modelo de k-racionalidad

Palominos Flores, Claudio Antonio
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
78.22962%
Magíster en Economía Aplicada; Ingeniero Civil Industrial; En este trabajo se define un concepto de equilibrio en juegos, bajo cierto tipo de racionalidad limitada (se hablará de k-racionalidad), definida por las creencias que los jugadores tienen respecto de la racionalidad de los demás. La evidencia experimental estudiada por los modelos de nivel k (Stahl & Wilson, 1994; Nagel, 1995) y de jerarquías cognitivas (Camerer, Ho, Chong, 2004) indica que, en general, los jugadores no asumen conocimiento común de la racionalidad, sino que eligen sus estrategias óptimas de acuerdo a la predicción que hacen del comportamiento de los demás. Este trabajo parte de estos supuestos, a través de un modelo de k-racionalidad que reemplaza el conocimiento común de la racionalidad por una regla de decisión que indica cómo eligen sus estrategias los jugadores a partir de las predicciones que hacen. Se propone un equilibrio k-autoconfirmante para juegos estáticos y dinámicos (tomando el concepto de Fudenberg & Levine (1993)) en este modelo, correspondiente a un perfil de estrategias y niveles de racionalidad tales, que una vez realizado el juego, los jugadores no pueden rechazar sus creencias dado que sus predicciones son correctas y que no hay incentivos a desviarse de este perfil. A lo largo de este trabajo se considerará que las creencias son un tipo que viene dado para los jugadores...

Teoria dos jogos e a relação entre o “Teorema Minimax” de John Von Neumann e o “Equilíbrio de Nash” de John Nash

Costa, Cristiene dos Santos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
108.71878%
Este texto contém um pouco da Teoria dos Jogos baseada nos trabalhos de John Von Neumann e de John Forbes Nash Jr, aplicada a problemas que podem ser enfrentados em situações do mundo real. A estrutura do texto segue uma ordem de construção do conhecimento sobre a teoria, iniciando pela idéia geral, passando pelo Teorema Minimax e finalizando com o Equilíbrio de Nash; Matemática

Unicidad del equilibrio de Nash-Cournot bajo correspondencias contractivas de mejor respuesta

Accinelli,Elvio; Sánchez Carrera,Edgar J.
Fonte: Universidad de Guadalajara Publicador: Universidad de Guadalajara
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
98.22862%
En este trabajo se muestran condiciones para la unicidad del equilibrio de Nash-Cournot para un juego de n-firmas. Estas condiciones garantizan que las funciones de mejor respuesta para n-firmas que compiten en forma oligopólica a la Cournot sean contracciones y generalizan las condiciones de concavidad generalmente consideradas para este fin.