Página 1 dos resultados de 12 itens digitais encontrados em 0.063 segundos

Caracterização sorológica, molecular e patogênica de isolados de Xanthomonas albilineans (Ashby) Dowson agente causal da escaldadura da cana-de-açúcar; Sorologica, molecular and pathogenic characterization of isolates of Xanthomonas albilineans (Ashby) Dowson causal agent of the escaldadura of the sugarcane.

Silva, Mariana de Souza e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
76.52%
A escaldadura das folhas, causada por Xanthomonas albilineans, é uma importante doença da cana-de-açúcar, a qual interfere no rendimento e na longevidade de plantas infectadas. A intensidade de doença é variável, especialmente em relação a fatores climáticos e variedades cultivadas. A quantificação de danos é difícil de ser feita através de observações de plantas no campo. O uso de variedades resistentes tem sido eficiente para controle da doença, mas a diversidade do patógeno pode promover a quebra desta resistência. Em campos comerciais localizados no Estado de São Paulo, tem sido observado que a mesma variedade de cana é resistente à escaldadura em uma região, mas suscetível em outra. Este tipo de comportamento tem sugerido a ocorrência de variantes de X. albilineans que podem ser responsáveis pela quebra da resistência das variedades cultivadas. Seria relevante determinar a ocorrência de variabilidade para este patógeno dentro do estado de São Paulo, pois esta informação seria útil para indicação de variedades para as diferentes regiões e para orientar programas de melhoramento visando a obtenção de variedades resistentes. Com base nestas considerações, o objetivo do presente estudo foi investigar a diversidade genética de isolados coletados em áreas comerciais...

Análise faunística e flutuação populacional de cigarrinhas (Hemiptera: Cicadellidae) potenciais vetoras de Xylella fastidiosa em pomares de ameixeira nos estados do Rio Grande do Sul e São Paulo, Brasil; Faunistic analysis and seasonal fluctuation of sharpshooters (Hemiptera:Cicadellidae) that are potential vectors of Xylella fastidiosa in plum orchards in Rio Grande do Sul and São Paulo states, Brazil

Muller, Cristiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.23%
A Escaldadura das Folhas da Ameixeira é o principal problema fitossanitário para a produção de ameixas no Brasil. A doença é causada pela bactéria Xylella fastidiosa, transmitida por cigarrinhas (Hemiptera: Cicadellidae, Cicadellinae). Neste trabalho foi realizado o levantamento, análise faunística e a flutuação populacional de Cicadellinae em pomares de ameixeira localizados nos Estados do Rio Grande do Sul (RS) e São Paulo (SP). A captura das cigarrinhas foi realizada com cartões adesivos amarelos (8,5 x 11,5 cm) em dois pomares de ameixeira de cada estado, localizados nos municípios de Paranapanema (SP) e Bento Gonçalves e Farroupilha (RS). Em cada pomar, foram instalados 20 cartões, distribuídos em 10 pontos espaçados 35 x 35 m, com duas alturas de amostragem (0,5 e 1,7m acima do nível do solo). Os cartões adesivos foram trocados quinzenalmente no período de setembro de 2006 a setembro de 2008. Com base na análise faunística, as espécies de cigarrinhas mais abundantes, constantes, freqüentes e dominantes foram analisadas para se conhecer a sua flutuação populacional. Nos dois pomares do RS foram coletados 1103 indivíduos de Cicadellinae distribuídos em 27 espécies. Destas, Erythrogonia dorsalis (Signoret...

Xylella fastidiosa de ameixeira: transmissão por cigarrinhas (Hemiptera: Cicadellidae) e colonização de plantas hospedeiras; Xylella fastidiosa in plum: transmission by sharphoters (Hemiptera: Cicadellidae) and colonization in host plants

Müller, Cristiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.26%
A Escaldadura das Folhas da Ameixeira (EFA) é a principal doença da cultura no Brasil, sendo causada pela bactéria Xylella fastidiosa e transmitida entre plantas pela ação de insetos vetores, mas há carência de informações sobre a identidade dos vetores e plantas hospedeiras para estirpes de X. fastidiosa causando EFA. Objetivando subsidiar uma proposta de manejo da EFA, foram realizados estudos sobre a transmissão de X. fastidiosa por vetores em ameixeira, identificação de plantas hospedeiras da bactéria em vegetação de cobertura dos pomares que possam servir como fontes de inóculo, capacidade de colonização de estirpes de ameixeira, cafeeiro e citros em inoculações cruzadas e validação da técnica de inoculação mecânica como método de avaliação de resistência de cultivars a X. fastidiosa em programas de melhoramento de ameixeira. Inicialmente, por meio de testes de colonização por X. fastidiosa foram identificadas Ocimum basilicum, Vernonia condensata e Pentas lanceolata como plantas não hospedeiras da bactéria, permitindo a criação de cigarrinhas sadias que foram utilizadas nos ensaios de transmissão. As cigarrinhas Macugonalia cavifrons, M. leucomelas e Sibovia sagata (Hemiptera: Cicadellidae: Cicadellinae) foram identificadas como vetoras de X. fastidiosa em ameixeira com eficiência de transmissão por indivíduo variando de 12 a 21%. Para identificação de hospedeiros alternativos do patógeno...

Genômica comparativa de Xylella fastidiosa: diversidade do pangenoma e análise de genes de patogenicidade; Comparative genomics of Xylella fastidiosa: pan-genome diversity and analysis of patogenicity genes

Santana, Wesley Oliveira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.06%
O gênero Xylella é composto de uma única espécie, Xylella fastidiosa, bactéria Gram-negativa, não flagelada, que coloniza o xilema de uma diversidade de plantas cultivadas e silvestres em várias partes do mundo. Em algumas dessas plantas, a bactéria é considerada agente causal de doenças, como a Clorose Variegada do Citros em laranjeiras, a Doença de Pierce das videiras e escaldadura da folha de cafeeiro. Onze diferentes cepas de X. fastidiosa, isoladas de distintos hospedeiros, já tiveram seus genomas sequenciados, entre essas, as cepas 9a5c, isolada de laranjeira, e Temecula 1, isolada de videira. Análises desses genomas indicam uma razoável variabilidade entre suas respectivas sequências e evidenciam vários genes associados a mecanismos de virulência e patogenicidade desta bactéria. No presente trabalho descrevemos o sequenciamento, a montagem e a anotação dos genomas das cepas U24d e Fb7, isoladas de laranjeiras, e da cepa 3124 isolada de cafeeiro, os quais apresentam, respectivamente 2.681.334 pb, 2.733.974 pb e 2.748.594 pb. Destas, apenas a cepa U24d apresenta um plasmídeo, o qual é idêntico ao pXF51 previamente identificado na cepa 9a5c. O genoma da cepa U24d é praticamente colinear ao genoma da cepa 9a5c enquanto que os genomas das cepas Fb7 e 3124 apresentaram maior colinearidade com a cepa Temecula1. Entre as diversas alterações encontradas nas análises comparativas destes genomas...

Genes diferencialmente expressos em cana-de-açúcar inoculada com Xanthomonas albilineans, o agente causal da escaldadura da folha

Dabbas, Karina Maia; Ferro, Maria Inês Tiraboschi; Barros, Neli Martins de; Laia, Marcelo Luiz de; Zingaretti, Sonia Marli; Giachetto, Poliana Fernanda; Moraes, Vicente Alberto de; Ferro, Jesus Aparecido
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 328-338
Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); A escaldadura da folha, causada pela bactéria Xanthomonas albilineans colonizadora do xilema, é uma das principais doenças da cana-de-açúcar. A sintomatologia na fase crônica é caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma faixa branca paralela à nervura central da folha, que evolui até queimar totalmente, sendo também observado brotação de gemas laterais no colmo. Neste trabalho, a técnica de macroarranjos de cDNA foi empregada para o estudo da expressão de 3.575 ESTs (espressed sequence tags) em folhas de cana-de-açúcar. Foram utilizadas duas variedades, uma resistente (SP82-1176) e outra suscetível (SP78-4467) a Xanthomonas albilineans as quais foram infectadas mecanicamente por ferimentos. As membranas dos macroarranjos foram confeccionadas a partir de ESTs de bibliotecas de folha e cartucho de cana-de-açúcar provenientes do projeto SUCEST e hibridizadas contra sondas de cDNA de plantas infectadas e controle marcadas com isótopos radioativos. Analisando os resultados dos macroarranjos foi possível verificar um comportamento diferenciado para cada variedade durante o ataque do patógeno. Após realizadas análises estatísticas identificamos na variedade resistente ESTs com expressão induzida relacionadas com biossíntese de isoprenoides...

Ausência de patogenicidade de Xylella fastidiosa da escaldadura da folha da ameixeira na cultivar de pessegueiro flordasun

Leite Jr., Rui Pereira; Leite, Regina Maria Villas Bôas de Campos; Ceresini, Paulo Cezar
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1653-1660
Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
Xylella fastidiosa associated to plum leaf scald is reported to belong to the same group of the strain that causes the phony disease of peach. Plants of plum cultivars Santa Rosa and Harry Pickstone and peach cultivar Flordasun, grafted on peach rootstock, were inoculated by using buds collected from plum plants severely infected with X. fastidiosa. Peach plants did not develop symptoms of phony disease, after four years in the greenhouse. In contrast, plum plants from both cultivars inoculated either in the rootstock or in the canopy developed leaf scald symptoms. DAS-ELISA tests with antibody against X. fastidiosa and isolation on BCYE medium indicated the presence of the bacterium in plum tissues. These tests were negative for Flordasun peach for both stem and root samples.; Xylella fastidiosa que causa a escaldadura-da-folha-da-ameixeira (EFA) é relatada como pertencente ao mesmo grupo do agente causal da "phony" do pessegueiro. Plantas de ameixeira, cultivares Santa Rosa e Harry Pickstone, e de pessegueiro, cultivar Flordasun, enxertadas sobre pessegueiro foram enxertadas com borbulhas procedentes de plantas de ameixeira severamente infectadas com X. fastidiosa. Após quatro anos de observação, em casa de vegetação, as plantas de pessegueiro apresentaram desenvolvimento normal...

Perfil de expressão gênica de cana-de-açúcar submetida a estresse biótico com Xanthomonas albilineans

Dabbas, Karina Maia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: x, 66 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.26%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Microbiologia Agropecuária - FCAV; A escaldadura da folha se destaca dentre as principais doenças que acometem a cultura da cana-de-açúcar no Brasil, provocando prejuízos em função da diminuição da produtividade e necessidade de troca precoce dos canaviais, principalmente nas variedades suscetíveis. A doença é causada pela bactéria Xanthomonas albilineans que coloniza o xilema da planta. O principal sintoma da doença é caracterizado por uma faixa clorótica que acompanha a nervura central da folha resultante da ação da fitotoxina albicidina que inibe a replicação de DNA dos cloroplastos. Os métodos de controle se baseiam no uso de variedades resistentes por meio de melhoramento genético. Diante deste fato, o objetivo do trabalho foi estudar os mecanismos moleculares envolvidos no processo de defesa de duas variedades de cana-de-açúcar, uma resistente (SP82-1176) e outra suscetível (SP78-4467), contra a infecção por X. albilineans. Para esta finalidade foi realizado um ensaio experimental seguindo uma cinética de infecção com intervalos de coleta de 6, 48 e 120 horas após a infecção com a fitobactéria. O perfil de expressão gênica foi avaliado por meio da utilização de um macroarranjo contendo 3.575 cDNAs de duas bibliotecas de folha (LV e LR) provenientes do projeto SUCEST. Os dados gerados pelas análises estatísticas evidenciaram que 473 genes foram diferencialmente expressos (induzidos ou reprimidos) na interação entre as variedade...

Resistência de somaclones da cultivar de arroz IAC 47 a Monographella albescens

ARAÚJO,LEILA G.; PRABHU,ANNE S.; SILVA,GISELE BARATA DA
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 Português
Relevância na Pesquisa
56.35%
A escaldadura cujo agente causal é o fungo Monographella albescens é uma das principais doenças de arroz (Oryza sativa) no Brasil. Somaclones derivados de panículas imaturas de IAC 47 foram avaliados quanto à resistência genética à escaldadura em condições de infecção natural de campo e de inoculações artificiais em casa de vegetação. As diferenças entre os somaclones quanto à incidência e severidade foram significativas em experimento realizado em condições de campo. As severidades variaram de 12,4% a 32,03% para os somaclones SCIA14 e SCIA28, respectivamente. A relação entre a incidência e a severidade em experimento de campo foi linear e positiva (r = 0,87; P<=0.01). O comprimento da lesão nas folhas dos somaclones, em inoculações com disco de micélio, correlacionou com a severidade (r = 0,93; P<=0.01) e com a incidência no campo (r = 0,88; P<=0.01). A relação entre a largura da folha bandeira dos somaclones e o grau de suscetibilidade foi linear e positiva. Considerando a avaliação em condições de campo e em condições de casa de vegetação, 19 somaclones apresentaram resistência maior do que a cultivar IAC 47.

Genes diferencialmente expressos em cana-de-açúcar inoculada com Xanthomonas albilineans, o agente causal da escaldadura da folha

Dabbas,Karina Maia; Ferro,Maria Inês Tiraboschi; Barros,Neli Martins de; Laia,Marcelo Luiz de; Zingaretti,Sonia Marli; Giachetto,Poliana Fernanda; Moraes,Vicente Alberto de; Ferro,Jesus Aparecido
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
A escaldadura da folha, causada pela bactéria Xanthomonas albilineans colonizadora do xilema, é uma das principais doenças da cana-de-açúcar. A sintomatologia na fase crônica é caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma faixa branca paralela à nervura central da folha, que evolui até queimar totalmente, sendo também observado brotação de gemas laterais no colmo. Neste trabalho, a técnica de macroarranjos de cDNA foi empregada para o estudo da expressão de 3.575 ESTs (espressed sequence tags) em folhas de cana-de-açúcar. Foram utilizadas duas variedades, uma resistente (SP82-1176) e outra suscetível (SP78-4467) a Xanthomonas albilineans as quais foram infectadas mecanicamente por ferimentos. As membranas dos macroarranjos foram confeccionadas a partir de ESTs de bibliotecas de folha e cartucho de cana-de-açúcar provenientes do projeto SUCEST e hibridizadas contra sondas de cDNA de plantas infectadas e controle marcadas com isótopos radioativos. Analisando os resultados dos macroarranjos foi possível verificar um comportamento diferenciado para cada variedade durante o ataque do patógeno. Após realizadas análises estatísticas identificamos na variedade resistente ESTs com expressão induzida relacionadas com biossíntese de isoprenoides...

Ausencia de patogenicidade de Xylella fastidiosa da escaldadura da folha da ameixeira na cultivar de pessegueiro flordasun.

LEITE JUNIOR, R. P.; LEITE, R. M. V. B. de C.; CERESINI, P. C.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.10, p.1653-60, out.1998. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.10, p.1653-60, out.1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
96.57%
Xylella fastidiosa que causa a escaldadura-da-folha-da-ameixeira (EFA) e relatada como pertencente ao mesmo grupo do agente causal da "phony" do pessegueiro. Plantas de ameixeira, cultivares Santa Rosa e Harry Pickstone, e de pessegueiro, cultivar Flordasun, enxertadas sobre pessegueiro foram enxertadas com borbulhas procedentes de plantas de ameixeira severamente infectadas com X. fastidiosa. Apos quatro anos de observacao, em casa de vegetacao, as plantas de pessegueiro apresentaram desenvolvimento normal, sem manifestar sintomas de "phony", enquanto as plantas de ameixeira das duas cultivares, enxertadas tanto na copa quanto no porta-enxerto, apresentaram sintomas de EFA. Teste sorologico de DAS-ELISA utilisando anticorpo para X fastidiosa e isolamento em meio de cultura BCYE indicaram a presenca patogeno nos tecidos da copa das plantas de ameixeira, mas nao nos tecidos do porta-enxerto pessegueiro. No pessegueiro cultivar Flordasun, os testes foram negativos, tantos nas amostras da parte aerea como da raiz.; 1998

Estabilidade da resistência à brusone, mancha-parda, escaldadura e mancha-estreita nas folhas de arroz.

PRABHU, A. S.; ZIMMERMANN, F. J. P.; SOAVE, J.; SOUZA, N. R. G.; CURVO, R. C. V.; LOPES, A. de M.; SOBRAL, C. A. M.; FERREIRA, R. P.; KOBAYASHI, T.; GALVÃO, E. U. P.
Fonte: In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE ARROZ, 3., 1987, Goiânia. Anais... Goiânia: EMBRAPA-CNPAF, 1991. Publicador: In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE ARROZ, 3., 1987, Goiânia. Anais... Goiânia: EMBRAPA-CNPAF, 1991.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 438-458.
Português
Relevância na Pesquisa
26.18%
1991

Desempenho de famílias s0:2 da população CNA9 do programa de melhoramento de arroz de terras altas para a agricultura familiar; Performance of S0:2 families from CNA9 upland rice breeding program population targeted for family farming

GUEDES, Janine Magalhães
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Rice (Oryza sativa) stands out in Brazil for its economic and social importance, being an important source of protein and energy. Selecting lines of upland rice adapted to different environments is critical to the success of breeding programs targeted to family farmers in the state of Goiás, The objective of this work was to evaluate S0:2 families drawn from CNA9 population of the upland rice breeding program in greenhouse and in the field, aiming to select families for recombination and obtainment of a new selecting cycle. 50 families from CNA9 population from recurrent selection were used, in four experiments, with N, P, and inoculant combinations, in a randomized bloc design arrangement with two replicates in greenhouse. Traits evaluated were: plant height, chlorophyll content, canopy dry matter, roots dry matter and volume. The field experiment was arranged in a 14 X 14 square lattice, with 194 families, two controls, and three replicates. Traits evaluated were: plant height, flowering and yield, besides the following diseases: leaf and neck blast, scald, brown spot, grain spot, and narrow leaf spot. Results obtained from greenhouse indicate that families studied performed similarly in the absence of the inoculant, but responded differently for plant height...