Página 2 dos resultados de 588 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Avaliação agronômica e fluxo de gases do efeito estufa a partir de solo tratado com resíduos e cultivado com mamona (Ricinus communis L.) em área de reforma de canavial; Agronomic evaluation and greenhouse gas flow from soil treated with residues and cultivated with castor bean (Ricinus communis L.) in a reform area of sugar cane

Chiaradia, Jonas Jacob
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.476848%
A aplicação de resíduos em solos agrícolas pode alterar significativamente a dinâmica do ciclo dos elementos no solo, conseqüentemente modificando sua fertilidade, a nutrição das plantas e os fluxos de gases do solo para a atmosfera. A possibilidade de produção de biocombustíveis a partir de óleos vegetais e com a atenção especial dada a cultura da mamona faz nesse momento com que o cultivo desta oleaginosa ressurja nacionalmente como cultura de interesse. Além disso, em áreas agrícolas próximas a grandes centros urbanos, a utilização agrícola de resíduos na agricultura é uma prática já empregada, porém ainda, sem o total conhecimento dos processos envolvidos em relação ao comportamento desses materiais no ambiente e seu real comportamento como fonte de nutrientes para as culturas. Em função do exposto, o presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos de três resíduos, contendo diferentes formas de N, na fertilidade do solo e nutrição mineral da mamona cultivada em área de reforma de canavial, bem como também quantificar os fluxos de gases do efeito estufa (CO2, CH4 e N2O) em função da aplicação de doses de um lodo de esgoto ou fertilização mineral no solo, antes do plantio da mamona. Assim...

Influência dos substratos no desenvolvimento de mudas de plantas frutíferas; Influence of the substrate on the development of fruit plants seedlings

Suguino, Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.494253%
No território brasileiro existe uma grande quantidade de plantas frutíferas com potencial de comercialização, por causa de suas propriedades medicinais, como elevados teores de vitamina C e suas propriedades adstringentes. Frutíferas como as da família mirtácea: cabeludinha (Plinia glomerata Berg.), grumixama (Eugenia brasiliensis Lam.), surinam cherry (Eugenia uniflora), uvaia (Eugenia pyriformis Cambess) and camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh), e também a lichia (Litchi chinensis Sonn.) da família sapindácea, são candidatas a se tornarem uma cultura economicamente importante, porém é necessário melhorar as condições para o desenvolvimento destas plantas. O aumento no uso do substrato, incluindo uma ampla variedade de materiais em sua formulação, favorecem as condições físicas, biológicas e químicas do meio , para um ótimo desenvolvimento. Dessa maneira, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de diferentes misturas do substrato de casca de pínus, no desenvolvimento de mudas de plantas frutíferas. Utilizou-se o delineamento estatístico em blocos inteiramente ao acaso, com medidas repetidas no tempo, onde cada bloco (localização das bandejas de poliestireno expandido na estufa) era composto de 72 células...

Extração seqüencial e especiação de metais pesados, e emissão de gases do efeito estufa em Neossolo Litólico contaminado com resíduo rico em Ba, Cu, Ni, Pb e Zn; Sequential extraction and speciation of heavy metals, and emission of the greenhouse gas in a Entisol contaminated with a residue rich in Ba, Cu, Ni, Pb, and Zn

Nogueirol, Roberta Corrêa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.610498%
A poluição do solo por metais pesados, pela intensificação das atividades industriais, agrícolas e urbanização, é um problema crescente e responsável por sérios impactos ao ambiente. A contaminação causada por metais pesados em solos tratados com resíduos urbanos é avaliada, freqüentemente, pelos teores totais desses elementos no solo. No entanto, para avaliar seus efeitos nas plantas e na cadeia alimentar, é necessário conhecimento das concentrações biodisponíveis. A área onde foi desenvolvido o presente estudo está contaminada por metais oriundos de resíduo disposto no local, que se localiza na zona rural do município de Piracicaba, num Neossolo Litólico em associação com Cambissolo. Uma vez detectada a contaminação, foram aplicadas 10 t ha-1 de calcário dolomítico e realizada aração a 20 cm. Objetivou-se com este trabalho avaliar: i) os teores biodisponíveis de Ba, Cu, Pb, Ni e Zn por meio de dois extratores; ii) a distribuição dos elementos nas frações por meio da extração seqüencial; iii) a especiação de cátions e ânions nas soluções, e iv) emissão de gases do efeito estufa na discriminação de áreas de cana-de-açúcar impactadas ou não pela aplicação de resíduos. As amostras foram coletadas nas camadas de 0 a 0...

Mitigation of methane and nitrous oxide emissions from flood-irrigated rice by no incorporation of winter crop residues into the soil; Mitigação das emissões de metano e de óxido nitroso em planossolo sob cultivo de arroz pela manutenção dos resíduos de plantas de cobertura em superfície

Zschornack, Tiago; Bayer, Cimelio; Zanatta, Josiléia Acordi; Vieira, Frederico Costa Beber; Anghinoni, Ibanor
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.267544%
Plantas de cobertura de inverno são fontes de C e de N em sistemas de produção de arroz irrigado, mas pouco se conhece sobre o efeito do manejo e da qualidade dos seus resíduos culturais nas emissões de metano (CH4) e de óxido nitroso (N2O) do solo. O estudo consistiu de um experimento conduzido em casa de vegetação e teve como objetivo principal avaliar a influência do manejo (incorporado ou em superfície) e do tipo de resíduos culturais (azevém e serradela) de plantas de cobertura sobre as emissões de CH4 e de N2O de um Planossolo Háplico sob cultivo de arroz irrigado por inundação. Utilizou-se o método da câmara fechada, e as concentrações de CH4 e de N2O nas amostras de ar foram determinadas por cromatografia gasosa. Coletas da solução do solo em duas profundidades (2 e 20 cm) foram realizadas simultaneamente às coletas de ar. A manutenção dos resíduos culturais na superfície do solo resultou em menor emissão de CH4 e de N2O em comparação à sua incorporação. O tipo de resíduo cultural não teve efeito na emissão de CH4, enquanto para o N2O a distinção entre os resíduos ocorreu apenas quando estes foram mantidos na superfície do solo – condição na qual as maiores emissões ocorreram com a adição dos resíduos da leguminosa (serradela). O processo mais intenso de redução do solo em subsuperfície (20 cm)...

Variabilidade espacial da umidade do solo em irrigação por gotejamento sob cultivo protegido

Batista, Ivana Fúrio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 113 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.476848%
Pós-graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA; Foi estudada a variabilidade espacial da umidade do solo num sistema de irrigação por gotejamento em uma estufa de 5,0 x 20,0m (100 m2) na Fazenda Experimental São Manuel, da Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu, localizada no Município de São Manuel, Estado de São Paulo, Brasil. A malha de amostragem foi estabelecida em 1,0 x 0,5m, acrescida de quatro adensamentos de 0,25m. Foram utilizados dados de umidade do solo em 178 pontos. A profundidade do solo definida para coletar as amostras usadas para a determinação de umidade do solo foi de zero a vinte centímetros. As determinações de umidade do solo foram realizadas no Laboratório de Análise Física do Solo da Faculdade de Ciências Agronômicas/UNESP. A análise da dependência espacial foi obtida com o auxílio do Programa GS+ “Geostatistical for Environmental Sciences”, Versão 5.0 (GS+, 2000), que utiliza os valores de umidade do solo, associados às suas respectivas coordenadas de campo. Para esse processo, foi construído o variograma experimental e definido o modelo de ajuste do variograma, de modo que a curva que melhor se ajustou aos pontos obtidos representasse a magnitude...

Seletividade do herbicida oxyfluorfen para as plantas ornamentais Dianthus chinensis L. e Tagetes erecta L

Queiroz, Juliana Roberta Gobi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 52 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.461191%
Pós-graduação em Agronomia - FEIS; Este trabalho avaliou a seletividade do herbicida oxyfluorfen às plantas ornamentais tagetes (Tagetes erecta L.) e cravina (Dianthus chinensis L.). O experimento foi instalado no Viveiro Experimental (Horto) pertencente à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, campus de Jaboticabal-SP e conduzido no período de outubro a dezembro de 2010. Foram utilizadas mudas comerciais de tagetes e cravina em início de florescimento. A aplicação do herbicida foi realizada com pulverizador costal pressurizado sobre as plantas ornamentais. No momento da aplicação, a temperatura era de 32,2oC, umidade relativa (UR) do ar de 55%, ausência de ventos e nebulosidade em torno de 80%. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com quatro repetições, seis plantas por repetição, com amostras destrutivas de uma planta por repetição por semana. Os tratamentos foram constituídos pelo oxyfluorfen nas doses 120, 240, 360, 480 g.ha-1 e uma testemunha. Foram feitas avaliações visuais dos sintomas de fitotoxicidade utilizando-se a escala adaptada desenvolvida pela EWRC (1964), bem como avaliações sobre o número de botões florais, flores abertas, comprimento da parte aérea e sistema radicular...

Uso de paclobutrazol na produção de mudas, no crescimento, produção e qualidade de frutos de tomateiro em ambiente protegido

Seleguini, Alexsander
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 100 f. : il. (algumas color.)
Português
Relevância na Pesquisa
37.35692%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia - FEIS; O objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos de três concentrações (0, 50 e 100 mg L-1) e dois métodos de aplicação (embebição de sementes e rega de plântulas) de paclobutrazol (PBZ) na produção de mudas, no desenvolvimento e produção de plantas, bem como na qualidade físico-química e vida de prateleira de frutos de tomateiro, híbrido longa vida AF 7631. O trabalho foi conduzido na Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Ilha Solteira, Estado de São Paulo, Brasil, de setembro de 2006 a março de 2007. As embebições de sementes com 50 e 100 mg L-1 de PBZ inibiram e atrasaram a emergência de plântulas, mas foram ineficientes na redução da altura das plântulas. Entretanto, a aplicação do regulador, via rega, nas mesmas concentrações, aos 15 dias após a semeadura, controlou o desenvolvimento da parte aérea, como demonstrado pelos menores valores médios de altura, área foliar e massa de matéria seca de parte aérea das plântulas, determinando, ainda, o aumento do diâmetro da haste e do desenvolvimento do sistema radicular das plântulas. Após o transplantio das mudas em ambiente protegido...

Avaliação do teor e da composição quimica do oleo essencial de plantas medicinais submetidas a processos de secagem e armazenamento

Franceli da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.267544%
No Brasil o uso terapêutico de plantas medicinais está cada vez mais crescente. Várias empresas nacionais e internacionais empregam matéria-prima vegetal na elaboração de seus produtos, o que torna indispensável o cultivo comercial e o beneficiamento pós-colheita destas espécies. O objetivo deste trabalho foi estudo pós-colheita de duas espécies medicinais de importância econômica, a calêndula (Calendula officinalis L.) e a carqueja (Baccharis genistelloides var. trimera (Less). Baker var. trimera (Less). Backer). Nas duas espécies foi avaliado o melhor processo de secagem, utilizando três diferentes secadores, secador convectivo vertical, secador a gás e estufa com circulação forçada de ar, em três diferentes temperaturas, 30, 45 e 60°C, bem como o armazenamento das mesmas em três embalagens diferentes, polietileno de baixa densidade, vidro e papel kraft. Os processos de secagem foram avaliados em função do teor de óleo essencial de cada espécie e sua composição química. As isotermas e as curvas de secagem foram levantadas e tratadas com os modelos matemáticos, Bet, Bet linear, Peleg. Gab, Hasley, Lagmuir, Oswin, Henderson e Chung. As diferentes temperaturas não interferiram nos parâmetros avaliados...

Bioprospecção de macroalgas marinhas e plantas aquáticas para o controle da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.)

Abreu, Guilherme Fernandes de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 71 f.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.558015%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-graduação em Recursos Genéticos Vegetais; Realizou-se bioprospecção de espécies de macroalgas marinhas e plantas aquáticas com o objetivo de encontrar pelo menos um extrato eficiente para o controle da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) do feijoeiro. Para tanto, foram coletadas e identificadas 17 espécies de macroalgas marinhas: Acanthophora spicifera, Bostrychia sp., Bryothamnion seaforthii, Bryothamnion triquetrum, Centroceras clavulatum, Cheilosporum sagittatum, Codium isthmocladum, Codium sp., Enteromorpha sp., Enteromorpha lingulata, Gracilaria tepocensis, Hypnea spinella, Lithophyllum sp., Petalonia sp., Sargassum stenophyllum, Ulva lactuca, Ulva fasciata; e duas espécies de plantas aquáticas: Lemna sp. e Spartina juncea. Posteriormente, o material foi seco em estufa e os compostos foram extraídos em etanol e concentrados por evaporação. Os extratos foram testados in vitro, avaliando a influência sobre o índice de velocidade de crescimento micelial (IVCM) em meio de cultura, sobre a germinação de conídios e o padrão de germinação conidial (PGC) de C. lindemuthianum, em lâminas escavadas. Em ambos os testes...

Seleção de tipos de Ocimum basilicum L. de cor púrpura para o mercado de plantas ornamentais

Santos, Elmano Ferreira dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.520127%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2007.; A espécie Ocimum basilicum L. é muito empregada na alimentação (tempero), como medicamento, na indústria de perfumaria (óleo essencial) e, mais recentemente, como planta ornamental, com as variedades de cor púrpuras. Contudo, a grande instabilidade da coloração destas variedades tem dificultado sua exploração comercial. Com o objetivo de avaliar a transferência de caracteres entre variedades de Ocimum basilicum L., e descrever o padrão de segregação de antocianina e de caracteres morfológicos em seedlings de um híbrido anão de Ocimum basilicum L., de interesse para o mercado de plantas ornamentais, três ensaios foram conduzidos na Estação Experimental da Biologia, Campus da Universidade de Brasília. No primeiro ensaio, mudas de três variedades de O. basilicum: Folha de Alface, Anão e “Dark Opal”, foram plantadas em talhões contíguos no sistema de filas triplas, em área de Latossolo Vermelho, para facilitar a transferência de genes via polinização natural, e suas características morfológicas descritas. No segundo ensaio, sementes de materiais das três variedades foram postas a germinar e suas características morfológicas descritas...

Manejo de doenças de plantas em cultivo protegido

Vida,João Batista; Zambolim,Laércio; Tessmann,Dauri J.; Brandão Filho,J. Usan T.; Verzignassi,Jaqueline R.; Caixeta,Marilda P.
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.536934%
O cultivo protegido tem sido um importante insumo agrícola que permite aumentos de produção das culturas, onde se esgotaram as tentativas convencionais de se obter incrementos face ao elevado emprego de técnicas modernas de cultivo. Nesse novo ambiente de cultivo, onde as plantas são colocadas sob novo limite de produtividade, visando propiciar condições para expressão do seu máximo potencial genético, o manejo inadequado dos seus fatores aéreos e do solo pode propiciar condições muito favoráveis a determinada doença biótica ou abiótica. Assim, doenças menos problemáticas ou de pouca importância em cultivo convencional, podem tornar-se muito destrutivas em cultivo protegido. Por isso, o manejo de doenças em cultivo protegido é uma tarefa complexa e medidas de controle devem ser integradas num sistema flexível, que seja compatível com o sistema de produção e que seja econômico. Desta forma, estratégias de manejo integrado das doenças em cultivo protegido podem ser agrupadas em medidas que visam a redução do inóculo inicial e aquelas que visam a redução da taxa de progresso da doença.

Bioprospecção de macroalgas marinhas e plantas aquáticas para o controle da antracnose do feijoeiro

Abreu,Guilherme Fernandes de; Talamini,Viviane; Stadnik,Marciel João
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.540928%
O objetivo deste trabalho foi testar o efeito local, residual e sistêmico, de extratos de 17 espécies de macroalgas marinhas e de duas plantas aquáticas, sobre a antracnose do feijoeiro. Para tanto, os espécimes foram coletados, identificados, secos em estufa (50ºC/ 48 h), moídos e seus compostos extraídos com etanol. Plantas de feijoeiro (Phaseolus vulgaris cv. Uirapuru) foram cultivadas em vasos, em casa-de-vegetação. Os 19 extratos foram subdivididos e testados em duas etapas de seleção e comparação independentes, utilizando-se o delineamento inteiramente ao acaso, com cinco repetições (vasos com três plantas). As plantas foram pulverizadas com extratos na concentração de 50 mg de peso seco/mL quando apresentavam o primeiro trifólio expandido. Para verificar o efeito local, as plantas foram inoculadas com uma suspensão de 1,2 x 10(6) conídios/mL 4 horas após o tratamento, enquanto que para o estudo do efeito residual e sistêmico, as plantas foram inoculadas 7 dias após o tratamento. A severidade da antracnose foi avaliada 7 dias após a inoculação (dai) na planta inteira e no trifólio não tratado (efeito sistêmico), utilizando-se uma escala de 1 a 9. As algas e plantas que reduziram significativamente a severidade da doença foram comparadas em experimento avaliado aos 7 e aos 12 dai. O extrato de Bryothamnion seaforthii apresentou efeito local...

Caracterização química das plantas aquáticas coletadas no reservatório de Salto Grande (Americana-SP)

Martins,D.; Costa,N.V.; Terra,M.A.; Marchi,S.R.; Velini,E.D.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.35692%
O objetivo deste trabalho foi caracterizar a constituição química das espécies de plantas aquáticas Brachiaria arrecta, Eichhornia crassipes, Pistia stratiotes e Salvinia auriculata - encontradas no reservatório da usina hidrelétrica de Salto Grande, em Americana-SP - de forma a fornecer subsídios para futuras avaliações sobre o comportamento da biomassa dessas espécies em local de descarte ou no próprio reservatório. As amostras de plantas foram coletadas no dia 16.4.2002, sendo desidratadas em estufa de circulação forçada de ar a 60 ºC. B. arrecta apresentou os menores teores médios de macro e micronutrientes e o maior teor médio de elementos pesados na matéria seca, em relação às demais espécies. A relação C/N das espécies E. crassipes, P. stratiotes e S. auriculata apresentou valores próximos. Não foi detectada, em nenhuma das espécies estudadas, a presença dos elementos molibdênio, prata, chumbo e mercúrio.

Uso da água por plantas de arroz em competição com biótipos de Echinochloa crusgalli resistente e suscetível ao herbicida quinclorac

Concenço,G.; Ferreira,E.A.; Aspiazu,I.; Silva,A.F.; Galon,L.; Ferreira,F.A.; Silva,A.A.; Andres,A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.594836%
Objetivou-se com este trabalho avaliar as características associadas à eficiência de uso da água por plantas de arroz irrigado, quando sob competição com biótipos de capim-arroz resistente ou suscetível ao herbicida quinclorac, em diferentes densidades. O experimento foi realizado em casa de vegetação, em delineamento de blocos casualizados e esquema fatorial 2 x 6 (dois biótipos e seis densidades de infestação), com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em manter uma planta de arroz no centro da unidade experimental, competindo com 0, 1, 2, 3, 4 ou 5 plantas do biótipo resistente ou suscetível na periferia. Aos 50 DAE (dias após a emergência) foram avaliadas a condutância estomática de vapores de água, a pressão de vapor na câmara subestomática, a temperatura da folha e a taxa transpiratória, sendo calculada ainda a eficiência do uso da água. As plantas foram coletadas junto à superfície do solo, acondicionadas em sacos de papel e secas em estufa (70 ± 1 ºC) com circulação forçada de ar até massa constante, para obtenção da massa seca de planta. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F; em caso de significância, aplicou-se o teste de Duncan para avaliar o efeito da densidade de plantas e o teste da Diferença Mínima Significativa (DMS) para diferenças entre as influências dos biótipos resistente e suscetível sobre as plantas de arroz. Plantas de arroz foram afetadas pelo aumento no número de plantas de capim-arroz competindo com a cultura...

Supressão de plantas daninhas e produção de milho-verde orgânico em sistema de plantio direto

Queiroz,L.R.; Galvão,J.C.C.; Cruz,J.C.; Oliveira,M.F.; Tardin,F.D.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.520127%
O sombreamento do solo com cobertura morta proporciona redução na germinação das sementes e diminuição da população de plantas daninhas, possibilitando às plantas da cultura de interesse se desenvolverem sob efeito de menor competição inicial. Dessa forma, objetivou-se neste trabalho investigar o efeito do cultivo de leguminosas na evolução da comunidade de plantas daninhas na cultura do milho-verde cultivado em sucessão, num sistema orgânico. O ensaio foi realizado em delineamento em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e quatro repetições. Inicialmente, houve o plantio das leguminosas: feijão-de-porco (Canavalia ensiformes), guandu (Cajanus cajan), mucuna-preta (Mucuna aterrinum), mucuna-anã (Mucuna deeringiana) e crotalária (Crotalaria juncea); foi mantida uma testemunha sem cultivo em pousio. Anteriormente ao cultivo do milho, foi avaliada a produção de matéria seca de cada espécie de leguminosa. Em seguida, após a roçada das leguminosas foi semeado sobre a palhada o milho, cultivar HTMV 02. A amostragem das plantas daninhas foi realizada aos 15 e 30 dias após a emergência do milho, lançando-se de forma aleatória sobre cada parcela um quadro de 50 x 50 cm. As plantas daninhas dentro do quadro foram identificadas...

Eficiência fotossintética e uso da água em plantas de eucalipto pulverizadas com glyphosate

Machado,A.F.L.; Ferreira,L.R.; Santos,L.D.T.; Ferreira,F.A.; Viana,R.G.; Machado,M.S.; Freitas,F.C.L.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.494253%
Objetivou-se com este trabalho avaliar a eficiência fotossintética e o uso da água por plantas de clones de eucalipto submetidas ao herbicida glyphosate. O experimento foi realizado em esquema fatorial 4 x 5, com quatro clones de eucalipto (57, 386, 1203 e 1213) e quatro doses de glyphosate (43,2; 86,2; 129,6; e 172,8 g ha-1) e uma testemunha sem herbicida, considerada dose zero, com quatro repetições. Aos 7, 14, 21 e 28 dias após aplicação do herbicida (DAA) foi avaliada a intoxicação das plantas, e aos 7 e 21 DAA, o fluxo de gases pelos estômatos (U - mmol s-1), a atividade fotossintética (A - mmol m-2 s-1), a condutância estomática (Gs - mol m-1 s-1), a transpiração (E - mol H2O m-2 s-1) e a eficiência do uso da água (QUE - mol CO2 mol H2O-1). Aos 50 DAA, as plantas de eucalipto foram coletadas e colocadas em estufa de ventilação forçada a 70 ºC até atingirem massa constante. Aos 21 DAA, o clone 1203 comportou-se como mais sensível ao herbicida. Não houve diferença entre clones para as variáveis fisiológicas avaliadas. Aos 21 DAA constatou-se que, com o incremento da dose de glyphosate, houve redução na condutância estomática, na taxa de fluxo de gases pelos estômatos, na taxa fotossintética e na eficiência do uso da água. Plantas dos clones 1213 e 1203 apresentaram maior acúmulo de massa seca. O aumento da dose do glyphosate promoveu menor acúmulo de massa seca das plantas de eucalipto. O glyphosate afetou negativamente o crescimento e a eficiência fotossintética e de uso da água dos clones estudados.

Fertilidade do solo e rendimento do tomateiro em estufa de plástico

Veduim,Juceli Vicente Rigue; Bartz,Hardi Rene
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1998 Português
Relevância na Pesquisa
37.476848%
O objetivo deste experimento foi avaliar a resposta à adubação mineral do tomateiro cultivado no interior de estufa de plástico em solo Podzólico vermelho-amarelo de textura média e também avaliar a fertilidade do solo nas estufas da região de abrangendo da Emater Regional de Santa Maria. Os tratamentos consistiram de 0, 1, 3 e 5 vezes a recomendação de adubação, no delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. O experimento foi realizado em dois períodos, com semeaduras em 19 de agosto de 1995 (período inverno-primavera) e 3 de fevereiro de 1996 (período outono-inverno). Utilizou-se o híbrido Monte Carlo do grupo Salada, com hábito de crescimento indeterminado, conduzido com uma haste por planta e com espaçamento de l,0m entre fileiras e 30cm entre plantas. Para avaliar a fertilidade do solo no interior das estufas de 40 municípios mais representativos da plasticultura da região, amostras de solo foram retiradas a 5cm da base da planta, nas profundidades de 0-10cm e 10-20cm e, posteriormente determinou-se os teores de P, K, Ca, Mg, Al, %M.O., teor de argila e pH em água. O ajuste matemático do rendimento de frutos do tomateiro em função das doses de adubação, na análise conjunta dos experimentos...

Produção de β-ecdisona em Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen em função da adubação orgânica em 6 épocas de crescimento

Guerreiro,C.P.V.; Marques,M.O.M.; Ferracini,V.L.; Queiroz,S.C.N.; Ming,L.C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.494253%
O trabalho teve como objetivo verificar a influência da adubação orgânica em 6 épocas de crescimento na produção de β-ecdisona por plantas de Pfaffia glomerata. O experimento foi conduzido na Fazenda Santo Antonio do Araquá, distrito de Catâneo Ângelo, município de São Manuel, São Paulo, Brasil. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, num esquema fatorial 5x6, com quatro repetições, considerando-se 8 plantas úteis por parcela. Os blocos foram constituídos de 6 épocas de crescimento (60, 120, 180, 240, 300 e 360 dias após a germinação) e de 5 doses de esterco de galinha curtido [testemunha (sem adubação), 15, 30, 45 e 60 t ha-1]. Após cada colheita, as raízes das plantas foram secas em estufa com circulação de ar forçada a 40ºC e pesadas para posterior extração do β-ecdisona, seguindo metodologia desenvolvida por Magalhães (2000). Os resultados foram submetidos à análise de variância e ao teste de separação de médias de Scott Knott, todos a 5% de probabilidade. Quando ocorreu interação os resultados foram avaliados usando-se análise de regressão polinominal. O teor de β-ecdisona não foi influenciado pelas doses de adubo e nem pela época do crescimento das plantas. Porém a quantidade total de β-ecdisona por raiz foi influenciada pela época de crescimento...

Adubação orgânica na produção de biomassa de plantas, teor e qualidade de óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L.) em cultivo protegido

Corrêa,R.M; Pinto,J.E.B.P; Reis,E.S; Costa,L.C.B; Alves,P.B; Niculan,E.S; Brant,R.S
Fonte: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.417466%
Origanum vulgare L., conhecida como orégano, é considerada planta condimentar largamente usada na culinária. No Brasil poucas são as pesquisas com esta espécie visando maximização das técnicas de cultivo. Objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes doses dos adubos orgânicos bovino e aves no crescimento de plantas, teor de clorofila, teor, rendimento e qualidade do óleo essencial de orégano cultivado sob estufa. Foram conduzidos dois ensaios, sendo um com esterco bovino e o outro com esterco de aves (Poedeira). Plantas de orégano (Origanum vulgare L.) foram cultivadas em vasos de 10 L submetidas aos seguintes tratamentos: Ensaio I: Esterco bovino: 1) Solo sem adubação (controle); 2) solo + 3,0 kg m-2 de esterco bovino; 3) solo + 6,0 kg m-2 de esterco bovino; 4) solo + 9,0 kg m-2 de esterco bovino; 5) solo + 12,0 kg m-2 de esterco bovino; Ensaio II - Esterco de aves: 1) solo sem adubação (Controle); 2) solo + 1,5 kg m-2 de esterco de galinha; 3) solo + 3,0 kg m-2 de esterco de galinha; 4) solo + 4,5 kg m-2 de esterco de galinha e 5) solo + 6,0 kg m-2 de esterco de galinha. Ambos os ensaios foram conduzidos em delineamento blocos ao acaso com 4 repetições e a parcela experimental composta de 4 vasos. Foi observado que as doses de adubos bovino e avícola influenciaram significativamente no crescimento das plantas...

Disponibilidade da radiação fotossinteticamente ativa ao longo de colunas de cultivo vertical de morangueiros em função do espaçamento e superficie refletora; Availability of Photosynthetically active radiation alone the columns of vertical strawberry growth in function of spacing and reflective surface

Flavio Fernandes Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.267544%
Elevar a oferta de radiação fotossinteticamente ativa (RFA), ao longo de sacolas de cultivo de morangueiro dispostas verticalmente, foi o objetivo desse trabalho. Duas estratégias foram adotadas, o aumento do espaçamento entre as colunas e o uso de superfícies refletoras dispostas no chão das estufas sob as sacolas de cultivo. Os espaçamentos adotados foram o convencional de 1,20m entre as linhas de sacolas, 1,50m e 1,80m. As superfícies refletoras adotadas foram branca, metalizada e o próprio solo do ambiente protegido como testemunha. As superfícies refletoras foram confeccionadas por filmes plásticos que recobriram leiras de terra de 1,10m de base e 0,25m de altura no centro e sobre essas leiras foram dispostas as colunas de cultivo. A cultivar utilizada foi a Oso Grande. Os resultados dessas estratégias foram mensurados através da medida da radiação fotossinteticamente ativa (RFA) e da radiação global direta e refletida incidentes em três alturas das colunas de cultivo, sendo: A altura 3(ápice) a 2,00m, como ponto de referência e máxima RFA direta, altura 2(meio) a 1,00m e altura 1(base) a 0,35m (entre a planta mais baixa e a imediatamente superior). A produção das plantas, as características químicas dos frutos (sólidos solúveis em oBrix...