Página 1 dos resultados de 690 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

"O uso de técnicas de play-back no desenvolvimento de um método capaz de atestar a presença ou ausência de aves no interior de fragmentos florestais" ; Using playback techniques to develop a method able to attest the presence or absence of birds inside forest fragments

Boscolo, Danilo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2002 Português
Relevância na Pesquisa
68.35296%
Nosso objetivo foi desenvolver um método para atestar a presença ou ausência de seis espécies de aves (Basileuterus leucoblepharus, Batara cinerea, Carpornis cucullatus, Chiroxiphia caudata, Pyriglena leucoptera e Trogon surrucura) em fragmentos florestais. Foi determinado o horário do dia e época do ano em que o play-back é mais eficiente em atestar a presença dessas aves. Os testes ocorreram na Reserva Florestal do Morro Grande (Cotia, SP). Três horários foram testados (manhã, meio do dia e tarde) ao longo de um ano. O teste G verificou a variação de eficiência entre os diferentes horários, e o teste de Rayleigh a variação anual. A manhã e o meio do dia apresentaram-se mais eficientes que a tarde para B. leucoblepharus, C. caudata e T. surrucura. A única ave a apresentar uma época do ano mais eficiente foi B. cinerea. Para avaliar sua eficiência, a capacidade do método em atestar a presença das aves em 13 fragmentos foi correlacionada com sua abundância nos mesmos. Os testes ocorreram quatro vezes em cada área nos momentos de maior eficiência. Os resultados indicam que C. caudata seja recenseada pelo menos duas vezes por fragmento. Três visitas é o mínimo para B. cinerea, B. leucoblepharus, P. leucoptera e T. surrucura. Para C. cucullatus deve-se ser repetir quatro vezes. O método foi criado para gerar rapidamente dados de presença e ausência em grande quantidade de fragmentos. Essa informação pode auxiliar estudos sobre dinâmica de metapopulações destas espécies.; In order to provide rapid access to presence/absence data of six species of birds (Basileuterus leucoblepharus...

A relação das práticas dos moradores de propriedades rurais com a conservação dos fragmentos florestais, na perspectiva da sustentabilidade; The relationship of the rural properties residents practices with conservation of forest fragments in the perspective of sustainability

Antunes, Juliana Hernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.72066%
A partir do desencantamento do mundo natural, no século XVI, ocorrem alterações na relação ambiente e sociedade, possibilitando a poluição e depredação do meio para o acumulo de capital. E desde então, o modelo de desenvolvimento, amplamente difundido nas áreas rurais, vem promovendo a degradação ambiental e fragmentação florestal. Esta, por sua vez, está diretamente relacionada com a tomada de decisão dos moradores das áreas rurais, em suas práticas, sendo esta condicionada ao sistema cultural vigente. A hipótese testada foi de que quanto maior é a relação dos moradores das propriedades rurais com o mercado e a vida urbana, menor é a conservação dos fragmentos florestais e o objetivo deste estudo foi avaliar a relação existente entre as práticas dos moradores rurais do município de Jacareí e a presença dos fragmentos. Pretendeu-se também identificar quais práticas seriam compatíveis com os pressupostos de sustentabilidade, em suas diferentes dimensões, numa realidade concreta, de tal modo que tal análise pudesse contribuir como subsídios para propostas de políticas públicas voltadas para esse enfoque. Realizou-se um estudo de caso da área rural de Jacareí onde foram selecionadas 6 propriedades rurais localizadas em 10 estradas principais do município...

Avaliação dos fragmentos florestais do município de Jaboticabal-SP

Greggio, Thiago Claudino; Pissarra, Teresa Cristina Tarlé; Rodrigues, Flávia Mazzer
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 117-124
Português
Relevância na Pesquisa
78.76577%
Este estudo foi conduzido no Município de Jaboticabal, SP, com o objetivo de avaliar a evolução temporal e o número de fragmentos florestais no período de 29 anos, utilizando-se técnicas de sensoriamento remoto e fotointerpretação. Para a elaboração dos mapas foram utilizadas Cartas do IBGE de 1971 e fotografias áreas de 2000. Os resultados apontaram diminuição das áreas de floresta. em 1971, o município apresentava 3,63% da área total com fragmentos florestais, e em 2000 observou-se, apenas, 1,55% dessa área. Tal fato ocorreu tendo em vista o avanço de práticas agrícolas com predominância da cultura de cana-de-açúcar. A porcentagem de fragmentos florestais em 1971, com áreas menores que 10 ha, era de 46,72%, já em 2000 esse número passou para 78,51%, concluindo-se um processo de fragmentação acentuado (31,79%) no período analisado. Os fragmentos florestais com maior extensão em 1971 se apresentaram extremamente fragmentados em 2000. Aproximadamente 60% dos fragmentos, nas duas épocas, apresentavam forma alongada, indicando alta relação perímetro/área.; This study was conducted in Jaboticabal-SP, to evaluate the evolution and number of forest fragments in the period of 29 years, using remote sensing and photointerpretation techniques. The IBGE Maps (1971) and 2000 aerial photos were used to map the area. The reduction of the natural forest areas occurred during the time evaluated. In 1971...

Uso de fragmentos florestais por anuros (Amphibia) de área aberta na região noroeste do Estado de São Paulo

Silva, Fernando Rodrigues da; Rossa-Feres, Denise de Cerqueira
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade (BIOTA/FAPESP) Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade (BIOTA/FAPESP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
58.76577%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); O arranjo da paisagem tem um papel fundamental na estrutura e organização de comunidades. Neste estudo, verificamos a hipótese de que fragmentos florestais funcionariam como áreas de refúgio para espécies de anuros de área aberta. Para isso, foram selecionados quatro fragmentos florestais em Icém, região noroeste do Estado de São Paulo, distanciados entre si de 1 a 4 km. A amostragem dos anuros nos fragmentos foi efetuada com armadilhas de queda (pitfalls), abrigos artificiais e busca ativa. Foram registradas 12 espécies (48% das espécies conhecidas na região de Icém) das quais três, Eupemphix nattereri, Leptodactylus podicipinus e Physalaemus cuvieri, apresentaram alta abundância (n > 50 exemplares). Apenas com as armadilhas de queda foram capturados 228 exemplares de 10 espécies de anuros. A elevada riqueza e a grande abundância de indivíduos capturados comprovam que os fragmentos florestais constituem parte importante do hábitat dessas espécies. Os resultados obtidos indicam que os fragmentos florestais da região estudada podem ser utilizados por anuros de três maneiras não excludentes: i) como áreas de refúgio durante a estação seca (cinco espécies foram registradas durante a estação seca)...

Flora e distribuição ecológica de comunidades de macroalgas lóticas de fragmentos florestais da região noroeste do estado de São Paulo

Almeida, Fernanda Vital Ramos de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 80 f : il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
68.47491%
Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; Vários estudos envolvendo flora e distribuição de comunidades de macroalgas lóticas já foram desenvolvidos na região noroeste do estado de São Paulo; entretanto, nunca foi realizada qualquer abordagem sobre macroalgas lóticas em fragmentos florestais remanescentes, aspecto mais relevante deste estudo. Foram testadas as seguintes hipóteses: (1) entre as regiões/biomas estudados no estado de São Paulo, o atual trabalho deve apresentar maior similaridade florística com Floresta Tropical, por ser mais próxima e composta também por Floresta Estacional Semidecidual; (2) características intrínsecas de cada corpo d’água devem exercer maior influência na riqueza e abundância das comunidades de macroalgas do que parâmetros mais gerais de cada fragmento, como forma, tamanho e matriz adjacente, e da ordem de grandeza do riacho e sua respectiva bacia de drenagem. Este trabalho teve como objetivo geral realizar o levantamento florístico e analisar a distribuição ecológica das comunidades de macroalgas lóticas de fragmentos florestais remanescentes de Floresta Estacional Semidecidual da região noroeste do estado de São Paulo (20o00’13”-21o37’14”S...

A influência dos fragmentos florestais na dinâmica de populações de anuros no noroeste do Estado de São Paulo

Silva, Fernando Rodrigues da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 76 f. : il. color.
Português
Relevância na Pesquisa
68.721226%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Biologia Animal - IBILCE; A configuração da paisagem tem um papel fundamental na estrutura e organização de comunidades. A vegetação da região noroeste do Estado de São Paulo, caracterizada como Floresta Estacional Semidecidual e Savana, se restringe hoje a 4% de sua área original, tendo sido substituída por pastagens, culturas diversas ou áreas urbanas. Contudo, pouco se conhece sobre o efeito desses remanescentes florestais para a diversidade de anuros caracterizados como habitat-generalistas e dependentes de corpos d‘água para reprodução. Desta maneira, nosso objetivo neste estudo foi verificar a importância da configuração da paisagem na diversidade de anuros de área aberta na região noroeste do Estado de São Paulo. Para isso, foram realizados dois estudos: i) um estudo experimental, com poças artificiais instaladas a diferentes distâncias dos fragmentos florestais e, ii) inventários em corpos d‘água temporários para avaliar a importância de variáveis ambientais do habitat e da paisagem na distribuição da riqueza de espécies e da abundância populacional de anuros associados a paisagem aberta. No primeiro estudo...

Forest fragments distribution as related to geomorphological parameters; Distribuição dos fragmentos florestais relacionados aos parâmetros geomorfológicos

Guimarães, Renato Fontes; Carvalho Júnior, Osmar Abílio de; Carvalho, Adriana Andrade de; Gomes, Roberto Arnaldo Trancoso; Martins, Éder de Souza; Carvalho, Ana Paula Ferreira de
Fonte: Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.660996%
Este trabalho tem como objetivo desenvolver um estudo sobre os fragmentos florestais na bacia do rio Ariranha, em Santa Catarina, Brasil, observando as características geomorfológicas e a fragilidade ambiental, a fim de propor o reflorestamento entre os fragmentos para geração de corredores ecológicos. A metodologia consistiu das seguintes etapas: mapeamento de fragmentos florestais naturais utilizando imagem IKONOS, cálculo das métricas dos fragmentos e comparação entre um cenário com os fragmentos florestais existentes na bacia e um cenário fictício, em que as áreas de preservação estão completamente vegetadas. A metodologia permitiu fornecer subsídios para a implementação de um projeto de corredor ecológico, tendo como prioridade as áreas de conservação. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This work aims at developing a study about the forest fragments in the Ariranha basin in Santa Catarina state, Brazil, by observing the geomorphologic characteristics and environmental fragility in order to propose the reforestation among the fragments to generate ecological corridors. The methodology consisted of the following steps: natural forest fragments mapping using IKONOS image...

Visitantes florais do maracujá-amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa Deg. Passifloraceae) em áreas de cultivo com diferentes proximidades a fragmentos florestais na região Norte Fluminense, RJ

Benevides,Cristine Rodrigues; Gaglianone,Maria Cristina; Hoffmann,Magali
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
68.61719%
Este trabalho teve como objetivos estudar a biologia floral e identificar os principais polinizadores do maracujá-amarelo em áreas de cultivo com diferentes proximidades a fragmentos florestais no norte do estado do Rio de Janeiro. A floração do maracujá-amarelo teve duração de nove meses, no período de setembro a maio. As flores iniciavam a antese às 12:00 h e abriam-se ao longo do dia até às 16:30 h. O processo de curvatura dos estiletes ocorreu ao longo da antese e 72,4% das flores curvaram seus estiletes. A produção de néctar deu-se continuamente, atingindo 18μl/flor/hora e a concentração de solutos totais variou entre 38 e 42%. Xylocopa frontalis e Xylocopa ordinaria foram os principais polinizadores do maracujá-amarelo pela freqüência de visitas, comportamento intrafloral e porte corporal. Estas espécies de abelhas, além de Apis mellifera, estiveram presentes em todas as áreas de cultivo. A maior riqueza de visitantes polinizadores do maracujá-amarelo foi observada em áreas de cultivo próximas a fragmentos florestais, fato relacionado à presença de certos grupos de abelhas nativas, como Centridini e Euglossina (Apidae) que dependem de áreas florestais para nidificação e alimentação. A proximidade a fragmentos florestais também é importante para o fornecimento de recursos alimentares e de nidificação ao longo do ano para a manutenção de populações de Xylocopa.

Avaliação dos fragmentos florestais do município de Jaboticabal-SP

Greggio,Thiago Claudino; Pissarra,Teresa Cristina Tarlé; Rodrigues,Flávia Mazzer
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
78.76577%
Este estudo foi conduzido no Município de Jaboticabal, SP, com o objetivo de avaliar a evolução temporal e o número de fragmentos florestais no período de 29 anos, utilizando-se técnicas de sensoriamento remoto e fotointerpretação. Para a elaboração dos mapas foram utilizadas Cartas do IBGE de 1971 e fotografias áreas de 2000. Os resultados apontaram diminuição das áreas de floresta. Em 1971, o município apresentava 3,63% da área total com fragmentos florestais, e em 2000 observou-se, apenas, 1,55% dessa área. Tal fato ocorreu tendo em vista o avanço de práticas agrícolas com predominância da cultura de cana-de-açúcar. A porcentagem de fragmentos florestais em 1971, com áreas menores que 10 ha, era de 46,72%, já em 2000 esse número passou para 78,51%, concluindo-se um processo de fragmentação acentuado (31,79%) no período analisado. Os fragmentos florestais com maior extensão em 1971 se apresentaram extremamente fragmentados em 2000. Aproximadamente 60% dos fragmentos, nas duas épocas, apresentavam forma alongada, indicando alta relação perímetro/área.

Análise da dinâmica de fragmentos florestais no município de Carandaí, MG, para fins de restauração florestal

Calegari,Leandro; Martins,Sebastião Venâncio; Gleriani,José Marinaldo; Silva,Elias; Busato,Luiz Carlos
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.69586%
A busca de conhecimento sobre fragmentos florestais nas propriedades rurais permite a aplicação de uma correta gestão agroambiental, favorecendo a sua conservação e restauração em áreas degradadas. Utilizando os softwares SPRING e FRAGSTATS, caracterizou-se a paisagem, com ênfase nos fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual Secundária, localizada no Município de Carandaí, MG, e região de entorno, considerando sua evolução durante o período de 1984 a 2007. Concluiu-se que ocorreu aumento de quase 8% na área total de floresta nativa devido ao surgimento de 46 novos fragmentos, e a área individual de cada fragmento apresentou tendência de redução (31,9 para 30,6 ha), o que proporcionou aumento da densidade de borda (17,1 para 19,7 m/ha), diminuindo a porcentagem de cada fragmento, que é a área central (33,8 para 30,2%) durante o intervalo de tempo avaliado. Apesar da vantagem de predominância de fragmentos de forma geométrica simples (índice de forma médio de 1,738), com redução do efeito de borda, a qualidade da paisagem apresentou-se comprometida, por ser constituída predominantemente por pequenos fragmentos. Os fragmentos florestais mostraram-se ainda muito distanciados entre si (mais que 200 m)...

Dinâmica de uma comunidade arbórea após enchente em fragmentos florestais no sul de Minas Gerais

Silva,Ana Carolina da; Berg,Eduardo van den; Higuchi,Pedro; Nunes,Matheus Henrique
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.15095%
Com o objetivo de avaliar o impacto de uma enchente de grandes proporções sobre os indivíduos arbóreos, foi realizada, no ano de 2007, a avaliação de uma área aluvial localizada em São Sebastião da Bela Vista, MG, onde foram amostrados cinco fragmentos aluviais e uma floresta ciliar, inventariados inicialmente em 2005. Os resultados indicaram que, após a enchente, a dinâmica no curto-prazo foi caracterizada por taxa de mortalidade superior à de recrutamento e taxa de perda maior do que a de ganho em área basal. Entretanto, a estrutura da comunidade não foi alterada, pois a frequência de indivíduos sobreviventes e de mortos nas classes diamétricas foi proporcional ao número inicial de indivíduos em cada classe. Os resultados permitiram concluir que, apesar de não terem sido observadas alterações na estrutura diamétrica, a dinâmica da comunidade arbórea refletiu o distúrbio causado pela enchente.

Análise espacial de fragmentos florestais na Bacia do Rio Itapemirim, ES

Pirovani,Daiani Bernardo; Silva,Aderbal Gomes da; Santos,Alexandre Rosa dos; Cecílio,Roberto Avelino; Gleriani,José Marinaldo; Martins,Sebastião Venâncio
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
58.856187%
Os objetivos deste trabalho foi mapear e analisar a estrutura da paisagem florestal em uma área representativa da Bacia do Rio Itapemirim, ES, por meio de índices de ecologia da paisagem. O mapeamento dos fragmentos florestais foi obtido utilizando técnicas de fotointerpretação na escala de 1:1500 do ortofotomosaico do ano 2007. Para o cálculo dos índices de ecologia, foi utilizada a extensão Patch Analyst dentro do aplicativo computacional ArcGIS 9.3. Foram encontrados 3.285 fragmentos florestais em toda a área, representando 17% de cobertura florestal. Os fragmentos mapeados foram divididos em classes de tamanho, sendo fragmentos pequenos aqueles menores que 5 ha; de tamanho médio aqueles entre 5 e 50 ha; e grandes os maiores que 50 ha. Os fragmentos pequenos encontravam-se em maior número (2.236), seguidos pelos fragmentos de tamanho médio (749) e, por último, pelos fragmentos grandes, que compreenderam apenas 100 manchas. O número de fragmentos de cada classe de tamanho possui relação inversa com a contribuição em área dessa classe dentro da fragmentação florestal. As análises quantitativas por meio de métricas da paisagem foram feitas com os grupos de índices de área; densidade e tamanho, forma; proximidade e área central...

Produção e espessura da serapilheira na borda e interior de fragmentos florestais de Mata Atlântica de diferentes tamanhos

Portela,Rita de Cássia Quitete; Santos,Flavio Antonio Maës dos
Fonte: Sociedade Botânica de São Paulo Publicador: Sociedade Botânica de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
68.533833%
A fragmentação florestal é um dos principais impactos antrópicos a comunidades naturais da atualidade, podendo levar à extinção muitas espécies e também alterar muitos processos ecológicos. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência do tamanho e da borda de fragmentos florestais na produção e espessura da serapilheira e na abertura do dossel de quatro fragmentos florestais de Mata Atlântica de diferentes tamanhos. A produção de serapilheira foi maior no maior fragmento (8,90 t ha-1 ano-1 no interior e na borda 8,76 t ha-1 ano-1), do que nos três fragmentos pequenos (7,26 t ha-1 ano-1 na interior e 7,27 t ha-1 ano-1 na borda), já a espessura da camada de serapilheira depositada sobre o solo e a abertura do dossel da floresta não apresentaram relação com o tamanho do fragmento. Não foi encontrada diferença entre a produção e espessura de serapilheira e a abertura do dossel entre áreas de borda e de interior. A estação seca teve influência direta no aumento da produção de serapilheira. Com relação à área do fragmento, podemos inferir que a diferença entre queda e espessura de serapilheira deve estar relacionada com diferenças de taxa de decomposição nesses fragmentos, sendo maior no fragmento grande devido à maior umidade. Não houve relação entre a produção de serapilheira e a abertura do dossel...

Variação na estrutura diamétrica, composição florística e características sucessionais de fragmentos florestais da bacia do rio Guapiaçu (Guapimirim/Cachoeiras de Macacu, RJ, Brasil)

Finotti,Ricardo; Kurtz,Bruno Coutinho; Cerqueira,Rui; Garay,Irene
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.47491%
O presente trabalho compara a composição e estrutura de assembléias vegetais de fragmentos florestais, com diferentes características em relação ao tipo de propriedades rurais do entorno, tamanho e histórico de uso, com uma área localizada dentro de uma unidade de conservação (área controle), na bacia do rio Guapiaçu. Em cada fragmento foram delimitadas duas parcelas de 50 x 100m, na mesma orientação sudoeste, no interior das quais foram medidos os DAP (Diâmetro Acima do Peito) e altura de todos indivíduos com DAP ≥ 5 cm e identificados até o menor nível taxonômico possível. A densidade, área basal total, riqueza e diversidade foram calculados. As assembléias foram comparadas quanto aos seus valores diâmétricos e proporção de indivíduos em classes de diâmetro. Os parâmetros fitossociológicos foram calculados e as vinte espécies de maior cobertura foram selecionadas com vistas à comparação da composição específica e de suas caracteríticas sucessionais. Todas as assembleías estudadas apresentam alta riqueza e diversidade de espécies, sendo igualmente constatadas, em relação à área controle, diferenças significativas em pelo menos uma das caracteríticas analisadas. Todas apresentam uma menor proporção de indivíduos nas classes diâmetricas maiores e de espécies secundárias tardias que na área controle. No entanto...

Uso de fragmentos florestais por anuros (Amphibia) de área aberta na região noroeste do Estado de São Paulo

Silva,Fernando Rodrigues da; Rossa-Feres,Denise de Cerqueira
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
58.76577%
O arranjo da paisagem tem um papel fundamental na estrutura e organização de comunidades. Neste estudo, verificamos a hipótese de que fragmentos florestais funcionariam como áreas de refúgio para espécies de anuros de área aberta. Para isso, foram selecionados quatro fragmentos florestais em Icém, região noroeste do Estado de São Paulo, distanciados entre si de 1 a 4 km. A amostragem dos anuros nos fragmentos foi efetuada com armadilhas de queda (pitfalls), abrigos artificiais e busca ativa. Foram registradas 12 espécies (48% das espécies conhecidas na região de Icém) das quais três, Eupemphix nattereri, Leptodactylus podicipinus e Physalaemus cuvieri, apresentaram alta abundância (n > 50 exemplares). Apenas com as armadilhas de queda foram capturados 228 exemplares de 10 espécies de anuros. A elevada riqueza e a grande abundância de indivíduos capturados comprovam que os fragmentos florestais constituem parte importante do hábitat dessas espécies. Os resultados obtidos indicam que os fragmentos florestais da região estudada podem ser utilizados por anuros de três maneiras não excludentes: i) como áreas de refúgio durante a estação seca (cinco espécies foram registradas durante a estação seca), ii) como abrigos diurnos durante a estação reprodutiva (seis espécies registradas em abrigos artificiais durante o dia...

Caracterização física, estrutural e da diversidade floristica de fragmentos florestais na alta bacia do Rio Araguaia; Physical, structural and floristic diversity of forest fragments in the upper basin of the Rio Araguaia

CABACINHA, Christian Dias
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciencias Ambientais; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciencias Ambientais; Ciências Agrárias
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.78355%
The upper Araguaia river basin region has been transformed by rapid and intensive human occupation processes that began in the 1970s, and now the landscape is highly fragmented. Remnant forests are surrounded by cotton and soybean plantations and pasture. They continue to be subjected to degradation and little is known about their ecological integrity. The objective of this research is increase knowledge of the remnant forest flora and provide support for public conservation and recovery policies for these remnant forests. This research consists of four chapters. The first chapter assessed fragmentation patterns under the assumption that intensive land occupation and agriculture compromised landscape structure and forest conservation in the basin. The second chapter assessed whether remnant forest tree size class structure differed from undegraded forests. The third chapter investigated whether forest remnants situated in close proximity to Emas National Park and incorporated into The Emas-Pantanal Biodiversity Corridor had higher species diversity than other remnants. The fourth chapter showed that species diversity was correlated with and vegetation indices obtained from satellite images, due to the indices sensitivity to changes in vegetation structure. These indices could be used in the future to highlight priority areas for conservation and in devising recovery policies. The major conclusions of this research are that the ecological integrity of remnant forests in the Upper Araguaia River Basin is compromised...

Estudo da pedofauna como bioindicadora da qualidade de solos em fragmentos florestais urbanos; Study of soil fauna as quality bioindicator in urban forest fragments

Patucci, Natália Nunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.15095%
A qualidade do solo está relacionada ao seu funcionamento e é mensurada por indicadores físicos e químicos, como também por organismos, os quais desempenham as mais variadas funções ecossistêmicas. A diversidade da pedofauna nos ecossistemas pode ser afetada por vários fatores, justamente por esses invertebrados serem sensíveis às mudanças ambientais. A pesquisa avaliou a qualidade de solos de fragmentos florestais urbanos na cidade de São Paulo, especificamente nos parques Cientec, Cantareira e Jaraguá, utilizando espécies de minhocas como bioindicadoras. Foi realizada nas áreas de estudo uma coleta concentrada no inverno (09/2014; 10/2014) em ambientes seco e úmido, com o objetivo de verificar a diversidade, ocorrência, biomassa (g.m²) e densidade (Ind.m²) dos indivíduos coletados e sua relação com as variações ambientais, especialmente com a temperatura do solo, profundidade do solo, presença e ausência de drenagem na parcela e atributos químicos como, pH, C.O, K, P, Ca, Mg e Al. Delimitou-se aleatoriamente, em ambiente seco e úmido, uma área fixa de 1,7 hectare por parcela amostral, onde foram amostrados nove TSBF por ambiente, com espaçamento de 30 m entre cada ponto e 20 m de bordadura, totalizando 54 pontos amostrais. Os exemplares de pedofauna subsuperficial foram capturados pela técnica TSBF (Tropical Soil Biology and Fertility)...

Diagnóstico ambiental no contexto da paisagem de fragmentos florestais naturais "ipucas" no município de Lagoa da Confusão, Tocantins

Martins,Iracy Coelho de Menezes; Soares,Vicente Paulo; Silva,Elias; Brites,Ricardo Seixas
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2002 Português
Relevância na Pesquisa
78.393335%
Este estudo foi conduzido em uma área localizada no município de Lagoa da Confusão, Estado do Tocantins, com os objetivos de diagnosticar fragmentos florestais naturais, denominados regionalmente de "ipucas", e mapear as diferentes feições fisionômicas e o uso antrópico da área. Para realização deste estudo utilizou-se um sistema de informações geográficas, IDRISI 2.0. O principal resultado obtido foi o histórico de perturbação que se intensificou a partir da criação do Estado do Tocantins e da implantação do Projeto Rio Formoso para o cultivo de arroz irrigado; em relação à classificação fisionômica e ao uso antrópico foram individualizadas 73 "ipucas". A partir das variáveis consideradas verificou-se que, em relação à área, 56,16% dos fragmentos possuem áreas de até 5,00 ha e apenas quatro apresentaram áreas superiores a 100,00 ha. Aproximadamente 50% destas possuem formas alongadas, o que indica alta relação perímetro/área. Apenas três "ipucas" apresentaram índice de circularidade (C) próximo de 1. Foram identificadas oito feições circunvizinhas às "ipucas". Destas, cinco são ambientes naturais (varjão-sujo, varjão-limpo, pastagem natural, corpos d'água e afloramento rochoso) e as demais resultantes de ações antrópicas (área agrícola...

Análise ambiental de fragmentos florestais em assentamentos rurais

ASCENÇO, Stela Maris Alves
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2004 Português
Relevância na Pesquisa
68.533833%
O processo de Reforma Agrária constitui-se em um agente transformador e ao mesmo tempo criador de espaços diferenciados, já que está associado às formas de apropriação e exploração da superfície terrestre. Dessa forma, os assentamentos rurais, produtos desse processo de transformação, tornam-se objetos de estudos da Geografia. Por causa das rápidas e inevitáveis transformações no uso da terra ocorridas nos assentamentos, que conduzem à fragmentação e até à supressão da vegetação natural, o objetivo da presente pesquisa consistiu em identificar e caracterizar ambientalmente os fragmentos florestais de ocorrência natural em áreas de assentamentos rurais, mais especificamente no Projeto de Assentamento Ireno Alves dos Santos, situado nos Municípios de Rio Bonito do Iguaçu e Nova Laranjeiras - PR, no período de 1996 a 2002; tais fragmentos são remanescentes da Floresta Ombrófila Mista e Floresta Estacional Semidecidual, cuja manutenção tornou-se bastante delicada, uma vez que deixaram de fazer parte de uma área florestada maior e passaram a ficar “ilhadas”, cercadas por áreas agrícolas, desencadeando diversas alterações ambientais (efeitos de borda). O objetivo proposto foi atendido mediante a aplicação de metodologia para a identificação e manejo de fragmentos de áreas naturais proposta por PIRES et al. (1998). As tarefas necessárias ao desenvolvimento da metodologia foram operacionalizadas a partir de técnicas de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto...

Avifauna in forest fragments of the Atlantic Rainforest in the south of Espírito Santo state, Brazil; Avifauna em fragmentos florestais da Mata Atlântica no sul do Espírito Santo

Dario, Fabio Rossano; Instituto de Pesquisas e Estudos da Vida Silvestre
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.15095%
This study was carried out in forest fragments located in the Atlantic Rainforest, in the town of Anchieta, south of Espírito Santo State, Brazil (located at latitude 20o40'S to 20o48'S, longitude 40o34'W to 40o42'W), along the seasons of 2008. The main objective of the study was to analyze the groups of birds that were affected by the forest fragmentation and the degree of isolation of these areas. The method used to register the avifauna specimens was the technique of observation per fixed point. Thus, the Shannon-Weaver diversity index (H'=4.18) was calculated, showing a significant abundance in the studied areas, and Equitability (E=0.81), suggesting that the number of species registered at the site represented the maximum capacity the areas were able to shelter. The Index of Point Abundance (IPA) was also calculated for each species. The IPA varied from 0.0042 (one contact) to 0.9500 (228 contacts), with a large number of species with low IPA and a few species with intermediate or high IPA. Taking into account 80 hours of observations, it was possible to register a total of 168 species of birds, distributed over a range of 45 families, 20 orders, and grouped in eight trophic guilds. Omnivores and insectivores were the most abundant...