Página 1 dos resultados de 37 itens digitais encontrados em 0.230 segundos

Análise dos modelos de remuneração médica no setor de saúde suplementar brasileiro

Bessa, Ricardo de Oliveira
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
Em razão dos avanços tecnológicos e do aumento da expectativa média de vida da população, entre outros fatores, os gastos na área da saúde vêm crescendo significativamente, no Brasil. Se de um lado as operadoras de planos de saúde reajustam seus valores para fazer frente ao aumento dos custos, levando seus contratantes e beneficiários a reclamarem da elevação de preços, de outro lado os médicos prestadores de serviços parecem insatisfeitos com seus honorários. Surge então um impasse, ainda pouco estudado, que a presente Dissertação procura enfrentar. Com base em ampla pesquisa bibliográfica e também em entrevistas realizadas com dirigentes e lideranças da área de saúde suplementar, apresentam-se, primeiramente o perfil do setor e as formas principais de remuneração do trabalho médico em nosso país. Discutem-se, em seguida, os resultados da pesquisa, dando voz a representantes das operadoras e da classe médica. Dentre os principais achados da pesquisa qualitativa, destacam-se: a predominância do modelo de remuneração por procedimento ou fee for service; críticas generalizadas a respeito da ênfase que a remuneração por procedimento coloca na quantidade, e não na qualidade; a expectativa de que se desenvolvam modelos capazes de avaliar o desempenho dos médicos e os resultados da atenção à saúde. O desenvolvimento desse novo modelo de remuneração traria benefícios...

Avaliação preliminar de um protocolo assistencial de artroplastia total do quadril

Galia, Carlos Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
A artrose do quadril é uma doença articular degenerativa que atinge principalmente idosos, faixa etária que vem gradativamente aumentando nos últimos tempos. Assim, medidas de racionalização do uso de leitos e recursos hospitalares são necessárias para melhor viabilizar os procedimentos cirúrgicos e reduzir gastos para o sistema de saúde, uma vez que quase dois terços destes gastos decorrem do período de internação. Com esse objetivo, foi desenvolvido um protocolo assistencial de artroplastia total de quadril (PAATQ), multidisciplinar, com consultas ambulatoriais e visitas domiciliares programadas para pacientes a serem submetidos à artroplastia total de quadril (ATQ), visando uma melhor abordagem por parte da equipe médica e de enfermagem e uma melhor orientação dos pacientes e familiares quanto ao procedimento cirúrgico. Este estudo transversal (piloto), com controle histórico aninhado a um ensaio clínico randomizado, tem por objetivo avaliar a factibilidade de implantação e a adesão, por parte das equipes médica e de enfermagem, à utilização deste protocolo. Secundariamente, visa determinar o impacto desta rotina no tempo de internação, na independência funcional do paciente e nos eventos clínicos da fase hospitalar...

Biologia molecular como ferramenta para o diagnóstico de fungemias: padronização de protocolos e comparação com métodos convencionais

Siqueira, João Paulo Zen
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 65 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
35.8%
Pós-graduação em Microbiologia - IBILCE; As Infecções relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) estão entre as principais causas de morbidade e de mortalidade em ambiente hospitalar. Neste panorama, destacam-se as fungemias, que são estabelecidas quando há um comprometimento da resposta da resposta imune do hospedeiro. Os avanços médicos nas últimas duas décadas melhoraram a sobrevida dos pacientes críticos, o que levou a um aumento de infecções em UTI. O método diagnóstico atualmente utilizado para este tipo de infecção (hemocultura) é lento e apresenta baixa sensibilidade. Demais alternativas de diagnóstico rápido são essenciais por permitir a adoção da terapia antimicrobiana correta e diminuir o tempo de internação, evitando gastos e sobrecarga ao sistema de saúde. Deste modo, métodos moleculares são promissores por serem mais rápidos, precisos e sensíveis. Sendo assim, o objetivo geral deste estudo foi avaliar comparativamente técnicas laboratoriais diagnósticas para fungemia – método molecular (nested PCR) versus cultura – e associar aos aspectos clínicos dos pacientes, tempo de realização e custos. A população foi composta por 89 pacientes, sendo 67 provenientes de UTI Geral e 22 de UTI Neonatal...

Análise das demandas judiciais solicitando medicamentos encaminhados à Diretoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina nos anos de 2003 e 2004

Pereira, Januária Ramos
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 132 f.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmácia; Introdução: O paciente, ao receber a prescrição médica com indicação de um determinado medicamento, tenta obtê-lo em uma unidade do Sistema Único de Saúde. A indisponibilidade do medicamento gera uma circunstância limite para o cidadão, que muitas vezes decide recorrer à Justiça. O crescente número de mandados judiciais impetrados contra a Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina, solicitando o fornecimento de medicamentos ensejou a condução do estudo. Objetivo: Descrever a evolução dos processos judiciais impetrados contra o Estado de Santa Catarina determinando fornecimento de medicamentos nos anos de 2003 e 2004. Metodologia: Os dados necessários à descrição da evolução dos processos judiciais foram levantados junto à Diretoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina. Esses dados foram agrupados através da criação de um banco de dados e submetidos a tratamento estatístico de padrão descritivo. As variáveis consideradas foram: número de solicitações por via judicial; número de produtos por processo judicial; produtos solicitados; regiões do estado responsáveis por maior número de solicitações; a que tratamento se destinavam os medicamentos; condutor da ação; vinculação do prescritor ao sistema público de saúde ou a consultório particular...

Análise do perfil das solicitações de medicamentos por demanda judicial no estado de Santa Catarina no período de 2005 a 2008

Ronsein, Juanna Gabriela
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 213 p.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.06%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2010; A Constituição Federal de 1988 reconheceu o direito à saúde como direito fundamental a ser garantido pelo Estado aos cidadãos. Com base neste entendimento, ações judiciais, demandando medicamentos, vêm sendo impetradas contra o Estado, comprometendo o planejamento de políticas públicas e onerando os cofres públicos. Este trabalho teve como objetivo analisar o perfil das solicitações de medicamentos por demanda judicial no Estado de Santa Catarina, nos anos de 2005 a 2008. Realizou-se estudo descritivo, transversal, quantitativo, complementar ao desenvolvido em 2003 e 2004 por Pereira (2006). Os dados foram coletados na Diretoria de Assistência Farmacêutica em Santa Catarina. O perfil geral das demandas foi obtido por meio da análise total dos processos. O número de solicitações no período de 2003 a 2008 foi correlacionado com as alterações normativas do Ministério da Saúde. Os produtos foram categorizados pela Classificação Anatômica Terapêutica Química e quanto à pertinência nos Componentes da Assistência Farmacêutica. Por meio de consulta ao banco de dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)...

Custo com assistência de pacientes internados em unidade de terapia intensiva de um hospital público de nível terciário, Distrito Federal, 2008

Santos, Ana Cristina dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.2%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009.; Introdução: Este estudo teve como objetivo analisar os custos diretos com assistência de pacientes em unidades de terapia intensiva (UTI), no Hospital de Base do Distrito Federal, em 2008 e verificar taxa de permanência dos pacientes de acordo com diagnóstico e motivos de saída. Estimar custos com assistência prestada pelas equipes de enfermagem, médica, nutrição e fisioterapia com intuito de viabilizar a economia em saúde. Método: Empregou-se um estudo do tipo descritivo transversal que avaliou os prontuários de pacientes internados em unidades de terapia intensiva no período de 01/10 à 31/12/2008, envolvendo uma amostra de 177 prontuários. Na análise dos dados utilizou-se o Programa Estatístico SPSS 17. Resultados: a média de internação nas unidades variou entre 4, 8 e 11 dias. Com respeito à saída, a alta por melhora teve maior freqüência de 123 (100%) dos prontuários, com destaque para a Pediatria que apresentou 52 (42,2%), seguido da Coronária 44 (35,7%), Trauma 24 (19,5%) e Geral 3 (2,4%). Os gastos com assistência de todas as unidades foram de R$ 916.572,02; os gastos por paciente foram de R$ 5.178,30. A unidade Pediátrica teve o maior gasto R$ 368. 137...

A campanha da catarata atrai pacientes da clínica privada?

Zacharias,Leandro Cabral; Graziano,Rosa Maria; Oliveira,Bráulio Folco Telles de; Hatanaka,Marcelo; Cresta,Fernando Betty; Kara José,Newton
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2002 Português
Relevância na Pesquisa
46.02%
Objetivo: Avaliar qual o tipo de assistência médica utilizada pelo paciente que procura as "Campanhas da Catarata". Métodos: Foram realizadas 299 entrevistas com pacientes que participaram da "Campanha da Catarata" do dia 15 de abril de 2000, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Resultados: Dos entrevistados 58,9% eram do sexo masculino e 41,1 % do sexo feminino; a idade média foi de 69,9 anos. A população estudada é composta principalmente por pessoas de baixa escolaridade (89,5% eram analfabetas ou com escolaridade até primeiro grau) e economicamente inativos em 70,9% (aposentados, 50,2%; desempregados, 8,3% e donas de casa, 12,5%). Os meios de assistência médica mais utilizados são serviço público em 87,0%, convênio médico em 8,0% e médico particular em 4,9%. Os principais motivos alegados pelos pacientes que dispunham de convênio e não o utilizaram, foram: não cobria a cirurgia em 25%, não dava cobertura para a lente intra-ocular em 33%. Conclusão: O público alvo da "Campanha da Catarata" atendido no HC-FMUSP é constituído por indivíduos de baixa escolaridade, a maioria não integrada no mercado de trabalho, e que utilizam como recurso de saúde o SUS ou convênios médicos que não cobrem os gastos da cirurgia de catarata. Projetos catarata dentro das condições realizadas por este estudo não atraem pacientes que possam pagar os custos da cirurgia de catarata.

Rastreamento de resultados adversos nas internações do Sistema Único de Saúde

Dias,Monica Aguilar Estevam; Martins,Monica; Navarro,Nair
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
35.98%
OBJETIVO: Descrever a frequência de rastreadores de potenciais resultados adversos em internações no Sistema Único de Saúde. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, incluindo as internações de adultos na clínica médica (n = 3.565.811) e clínica cirúrgica (n = 2.614.048) no Brasil em 2007. O Sistema de Informações Hospitalares foi utilizado como fonte de informação. A mensuração dos resultados adversos baseou-se no rastreamento de 11 condições clínicas, definidas em estudos internacionais anteriores, registradas no campo diagnóstico secundário. Foram realizadas análises bivariada e multivariada, no intuito de associar resultado adverso, óbito (variável dependente) e outras variáveis como idade, utilização de unidade de terapia intensiva e realização de cirurgia. RESULTADOS: A frequência obtida foi 3,6 potenciais resultados adversos por 1.000 internações para ambas as clínicas, superior na clínica médica (5,3 por 1.000) em relação à clínica cirúrgica (1,3 por 1.000). Houve diferenças no perfil das internações: na clínica médica predominaram idosos, maior tempo médio de permanência, maior taxa de mortalidade e menor custo total de internação. O rastreador de resultado adverso mais frequente foi pneumonia hospitalar. Choque/parada cardíaca apresentou maior risco de óbito (OR = 5...

Doença arterial coronariana, exercício físico e estresse oxidativo

Pinho,Ricardo Aurino de; Araújo,Marília Costa de; Ghisi,Gabriela Lima de Melo; Benetti,Magnus
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
35.75%
As doenças cardiovasculares (DCV) lideram os índices de morbidade e mortalidade no Brasil e no mundo, sendo a doença arterial coronariana (DAC) a causa de um grande número de mortes e de gastos em assistência médica. Inúmeros fatores de risco para a DAC estão diretamente relacionados à disfunção endotelial. A presença desses fatores de risco induz a diminuição da biodisponibilidade de óxido nítrico (NO), o aumento da formação de radicais livres (RL) e o aumento da atividade endotelial. Essas mudanças podem levar a uma capacidade vasodilatadora prejudicada. Inúmeras intervenções são realizadas no tratamento da DAC, incluindo agentes farmacológicos, mudança nos hábitos alimentares, suplementação nutricional e exercício físico regular, cujos efeitos benéficos sobre a função endotelial vêm sendo demonstrados em experimentos com animais e humanos. Entretanto, a literatura ainda é controversa quanto à intensidade de esforço necessária para provocar alterações protetoras significativas na função endotelial. Da mesma forma, exercícios intensos estão também relacionados ao aumento no consumo de oxigênio e ao consequente aumento na formação de radicais livres de oxigênio (RLO).

Ações integradas de saúde (AIS): por que não dois passos atrás

Paim,Jairnilson Silva
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1986 Português
Relevância na Pesquisa
45.81%
No presente artigo apresenta-se uma sucinta revisão das características e conseqüências das políticas de saúde das duas últimas décadas para enfatizar o caráter contraditório do Plano do CONASP, enquanto contenção de gastos com assistência médica e, simultaneamente, invasão das políticas racionalizadoras no âmbito da Previdência Social. Assume-se a proposta das Ações Integradas de Saúde como componente originalmente subalterno do Plano do CONASP e como redefinição democratizante de uma política racionalizadora que passou a ter mais espaço com o avanço das lutas democráticas. Assim são apresentados dez motivos para se apostar nas AIS na conjuntura atual: 1) Princípios e objetivos consistentes com os do movimento de democratização da saúde; 2) Planejamento e administração descentralizados; 3) Instâncias deliberativas permeáveis à negociação política; 4) Possibilidade concreta de participação popular organizada; 5) Percurso para o estabelecimento do Sistema Unificado de Saúde; 6) Respeito ao princípio federativo; 7) Respaldo de forças sociais atuantes no setor; 8) Perspectiva mais concreta de viabilidade; 9) Incorporação do planejamento à prática institucional; 10) Responsabilidade das Universidades na formulação e implementação de políticas de saúde. Finalmente...

Avaliação dos gastos das famílias com a assistência médica no Brasil: o caso dos planos de saúde; Texto para Discussão (TD) 921: Avaliação dos gastos das famílias com a assistência médica no Brasil: o caso dos planos de saúde; Evaluation of household’s expenditure with medical care in Brazil

Reis, Carlos Octávio Ocké; Silveira, Fernando Gaiger; Andreazzi, Maria de Fátima Siliansky de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
96.41%
O objetivo deste trabalho é avaliar a natureza do gasto das famílias com assistência médica, em especial com planos de saúde — no marco do surgimento da universalização do atendimento e cobertura do Sistema Único de Saúde (SUS). Em outras palavras, a partir da leitura dos dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), onde se identificam as estruturas de gasto, receita e poupança das famílias, avaliamos, de forma descritiva e analítica, a magnitude e a distribuição dos gastos nos anos de 1987 e 1996. Em particular, enfatizamos a avaliação do gasto com “seguro-saúde e associação de assistência”, isto é, com os planos de saúde — dando especial atenção aos resultados encontrados para os estratos de renda inferior e intermediário. Os principais resultados alcançados podem ser descritos da seguinte forma: houve uma redução do gasto total com assistência à saúde das famílias, seguindo a redução do gasto per capita; as maiores reduções ocorreram nos estratos situados no topo da distribuição da renda; ocorreu um aumento expressivo do gasto total com planos de saúde, em torno de 74%, alcançando R$ 4 bilhões em 1996; os gastos estavam concentrados na região Sudeste; os gastos com assistência à saúde em relação ao PIB caíram de 2...

Gasto social federal : uma análise da execução orçamentária de 2009; Federal social spending : an analysis of the 2009 budget execution

Chaves, José Valente; Ribeiro, José Aparecido
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Brasil em Desenvolvimento (BD) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
35.85%
Este capítulo analisa brevemente a execução orçamentária do exercício de 2009, buscando iluminar especificamente a trajetória dos gastos de ministérios e outros órgãos sociais. Os recursos aplicados nos programas e ações a cargo destes órgãos serão aqui abordados em três aspectos: i) volume – qual o montante de recursos aplicado pelos órgãos responsáveis pela área social; ii) nível de execução – quanto dos recursos autorizados1 foi de fato executado; e iii) perfil – qual a composição destas despesas. Adicionalmente, na quarta seção serão apresentadas também informações sobre as despesas com benefícios sociais a servidores públicos – fundamentalmente previdência e assistência médica, mas também determinados auxílios assistenciais e salários indiretos –, que estão dispersas pelos ministérios responsáveis pelas áreas não sociais do governo federal. Tais despesas devem ser recuperadas para que seja possível elaborar-se uma estimativa do total do gasto social federal (GSF) em 2009. Para efeitos da análise apresentada, os ministérios ou órgãos federais relacionados são aqueles cujos recursos estão voltados para o atendimento das necessidades e direitos sociais, bem como para o pagamento de ações de regulação...

Perfil da saúde no Brasil; Texto para Discussão (TD) 472: Perfil da saúde no Brasil; Health profile in Brazil

Medici, André Cezar
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
55.85%
O trabalho apresenta informações sobre epidemiologia, oferta e demanda por serviços de saúde, mercado de trabalho, gastos e financiamento de saúde no Brasil. Os dados utilizados foram organizados para, sempre que possível, apresentar informações desagregadas nos níveis regional e estadual, na perspectiva de explorar os diferenciais porventura existentes entre essas esferas geográficas. O trabalho, elaborado como subsídio à construção do Índice de Desenvolvimento Humano no Brasil, utilizou, em muitos casos, indicadores per capita como forma de avaliar as diferenças entre as privações humanas no campo da saúde existentes nos níveis regional e estadual.; 189 p. : il.

Prêmio em Economia da Saúde: 1º Prêmio Nacional - 2004: coletânea premiada

Piola, Sérgio Francisco (Organizador); Jorge, Elias Antonio (Organizador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Department for International Development (DFID) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Department for International Development (DFID)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
55.87%
Reúne os doze trabalhos selecionados no Prêmio em Economia da Saúde, agrupados de acordo com as três áreas temáticas indicadas pelo regulamento: avaliação econômica; financiamento e gasto em saúde; e integralidade, eficiência e equidade em sistemas de saúde. A primeira parte do livro traz cinco artigos sobre o tema avaliação econômica em saúde. A lupa da avaliação econômica é utilizada para avaliar o custo-efetividade de procedimentos específicos, entender a necessidade da regulação do setor privado e avaliar a eficiência de hospitais e programas públicos de saúde. A segunda parte apresenta dois artigos cuja temática principal é o financiamento e o gasto em saúde. A terceira e última parte compõe-se de cinco artigos que tratam do tema mais abrangente: integralidade, eficiência e equidade em sistemas de saúde. Três destes textos são direcionados à assistência privada em saúde e os outros dois à provisão pública.; 365 p. : il.

Gasto e consumo das famílias brasileiras contemporâneas

Silveira, Fernando Gaiger (Organizador); Servo, Luciana Mendes (Organizadora); Menezes, Tatiane (Organizadora); Piola, Sérgio Francisco (Organizador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
55.93%
Apresenta descrição da distribuição dos gastos das famílias por faixa de renda, regiões e ao longo do tempo. Compreende trabalhos que, a partir de diferentes metodologias, estimam sistemas de demanda ou simplesmente calculam as elasticidades para os bens de consumo. Analisa como as variações no preço dos produtos e na renda das famílias brasileiras têm impacto sobre seus hábitos de consumo. Discute a interferência regional e as características socioeconômicas na sensibilidade das alterações do padrão de gastos familiares. Tem por base pesquisas domiciliares, como a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).; 2 v. : il.

Novo regime demográfico: uma nova relação entre população e desenvolvimento?

Camarano, Ana Amélia (Organizadora)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
45.75%
Apresenta a transição demográfica no Brasil. Analisa a forma como o cenário brasileiro de redução do crescimento populacional e acelerado envelhecimento afeta a expansão econômica, o mercado de trabalho, o meio ambiente, a criminalidade e as demandas por políticas de creche, educação, saúde, segurança pública, previdência e por cuidados para a população idosa. Discute como a relação entre população e desenvolvimento tem sido vista ao longo da História. Fornece base para as projeções de demandas de políticas setoriais, analisando os impactos que terão as mudanças populacionais que viveremos nas próximas décadas sobre o crescimento econômico.; 654 p. : il.

Sondeo de resultados adversos en las internaciones del Sistema Único de Salud; Adverse outcome screening in hospitalizations of the Brazilian Unified Health System; Rastreamento de resultados adversos nas internações do Sistema Único de Saúde

Dias, Monica Aguilar Estevam; Martins, Monica; Navarro, Nair
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.13%
OBJECTIVE: To assess the frequency of screening for potential adverse outcomes in hospitalizations of the Brazilian Unified Health System. METHODS: A retrospective study, including all hospital admissions of adults in medical clinics (n = 3,565,811) and surgical clinics (n = 2,614,048) in Brazil in 2007. The Hospital Information System was used as a source of information. The measurement of adverse events was based on screening for eleven clinical conditions, as defined by previous international studies, recorded in the secondary diagnosis field. We performed bivariate and multivariate analysis to investigate associations between adverse events, death (dependent variable) and other variables such as age, use of the intensive care unit and performance of surgery. RESULTS: The frequency obtained for both clinic types was 3.6 potential adverse events per 1,000 admissions, with a greater frequency in medical clinics (5.3 per 1,000) than in surgery clinics (1.3 per 1,000). There were differences in the profile of hospital admissions between the two clinics: medical clinics were characterized by a predominance of older adults, longer average length of stay, higher mortality rate and lower total cost of hospitalization. The most common potential adverse outcome was hospital-acquired pneumonia. Cardiac arrest had a higher risk of death (OR= 5.76) compared to other potential adverse outcomes. Increased cost for hospitalizations was associated with sepsis. The conditions used as the screening criteria were associated with greater odds of death even after the introduction of variables such as use of intensive care and surgery. CONCLUSIONS: The high frequency of adverse outcomes in hospital admissions indicates a need to develop monitoring strategies and to improve quality of care for improved patient safety.; OBJETIVO: Describir la frecuencia de sondeos de potenciales resultados adversos en internaciones en el Sistema Único de Salud. MÉTODOS: Estudio retrospectivo...

Alternativas de financiamiento de la atención médica en América Latina y el Caribe; Alternatives for the financing of health care in Latin America and the Caribbean

Campino, Antonio Carlos Coelho
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1995 Português
Relevância na Pesquisa
46.15%
Dada a magnitude do problema de saúde nos países da América Latina e do Caribe, não é possível cobrir o déficit de recursos financeiros necessários para prover assistência médica através de aumentos nos preços, ou com a adoção de medidas como o pagamento por serviços ou a cobrança do custo dos serviços. Faz-se necessário recorrer à política fiscal. Foi mostrado que é possível aumentar os recursos disponíveis para assistência médica, tanto por meio do aumento na arrecadação de impostos, quanto pela tomada da decisão política de aumentar a parcela da receita do Governo, destinada a financiar a assistência médica. Foi revista a experiência dos Fundos de Emergência Social e das operações de troca de dívida por projetos na área de saúde como importantes fontes adicionais de recursos, especialmente para financiar o investimento.; Dada la magnitud del problema de salud en los paises de America Latina y el Caribe, el déficit de recursos financieros necesarios para proveer atención médica no se puede cubrir a través de aumentos en los precios, o adoptando medidas como pago por servicio o cobro por los costos de los servicios. Es necesario recurrir a la política fiscal. Se demuestra que es posible aumentar los recursos disponibles para la atención médica...

Ações integradas de saúde (AIS): por que não dois passos atrás

Paim,Jairnilson Silva
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1986 Português
Relevância na Pesquisa
45.81%
No presente artigo apresenta-se uma sucinta revisão das características e conseqüências das políticas de saúde das duas últimas décadas para enfatizar o caráter contraditório do Plano do CONASP, enquanto contenção de gastos com assistência médica e, simultaneamente, invasão das políticas racionalizadoras no âmbito da Previdência Social. Assume-se a proposta das Ações Integradas de Saúde como componente originalmente subalterno do Plano do CONASP e como redefinição democratizante de uma política racionalizadora que passou a ter mais espaço com o avanço das lutas democráticas. Assim são apresentados dez motivos para se apostar nas AIS na conjuntura atual: 1) Princípios e objetivos consistentes com os do movimento de democratização da saúde; 2) Planejamento e administração descentralizados; 3) Instâncias deliberativas permeáveis à negociação política; 4) Possibilidade concreta de participação popular organizada; 5) Percurso para o estabelecimento do Sistema Unificado de Saúde; 6) Respeito ao princípio federativo; 7) Respaldo de forças sociais atuantes no setor; 8) Perspectiva mais concreta de viabilidade; 9) Incorporação do planejamento à prática institucional; 10) Responsabilidade das Universidades na formulação e implementação de políticas de saúde. Finalmente...

Rastreamento de resultados adversos nas internações do Sistema Único de Saúde

Dias,Monica Aguilar Estevam; Martins,Monica; Navarro,Nair
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
35.98%
OBJETIVO: Descrever a frequência de rastreadores de potenciais resultados adversos em internações no Sistema Único de Saúde. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, incluindo as internações de adultos na clínica médica (n = 3.565.811) e clínica cirúrgica (n = 2.614.048) no Brasil em 2007. O Sistema de Informações Hospitalares foi utilizado como fonte de informação. A mensuração dos resultados adversos baseou-se no rastreamento de 11 condições clínicas, definidas em estudos internacionais anteriores, registradas no campo diagnóstico secundário. Foram realizadas análises bivariada e multivariada, no intuito de associar resultado adverso, óbito (variável dependente) e outras variáveis como idade, utilização de unidade de terapia intensiva e realização de cirurgia. RESULTADOS: A frequência obtida foi 3,6 potenciais resultados adversos por 1.000 internações para ambas as clínicas, superior na clínica médica (5,3 por 1.000) em relação à clínica cirúrgica (1,3 por 1.000). Houve diferenças no perfil das internações: na clínica médica predominaram idosos, maior tempo médio de permanência, maior taxa de mortalidade e menor custo total de internação. O rastreador de resultado adverso mais frequente foi pneumonia hospitalar. Choque/parada cardíaca apresentou maior risco de óbito (OR = 5...