Página 1 dos resultados de 1616 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Acessibilidade e utilização dos serviços de saúde : ensaio metodológico em geografia da saúde

Rodrigues, Ana Paula Santana
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
57.752544%
O trabalho estrutura-se em duas partes: A primeira foca os aspectos teóricos que ligam a distribuição e a organização dos serviços de saúde com o campo científico da geografia da saúde e na segunda parte procede-se à análise detalhada da procura e utilização dos serviços de saúde em áreas rurais e urbanas. No primeiro capítulo considera-se relevante a interpretação dos conceitos de saúde e doença, justiça social e distribuição social dos recursos. No segundo capítulo é apresentada a prestação de cuidados de saúde em Portugal e o Serviço Nacional de Saúde. No terceiro capítulo é feita referência à evolução do pensamento na área da geografia da saúde, autores e teorias que têm sido desenvolvidas e têm contribuído para a institucionalização desta «disciplina», dentro da própria geografia. Este capítulo tem como objectivo principal a apresentação dos condicionantes do acesso aos serviços de saúde. Para que seja entendido e «medido», reconhece-se a necessidade da convergência de vários conhecimentos de áreas científicas, para além da geografia. Por outras palavras, é sublinhada a importância da interdisciplinaridade como base da organização de modelos de implantação ou distribuição de serviços de saúde. Assim...

Normas para a redacção de trabalhos práticos em Geografia Humana

Remoaldo, Paula Cristina Almeida
Fonte: Universidade do Minho. Instituto de Ciências Sociais. Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP) Publicador: Universidade do Minho. Instituto de Ciências Sociais. Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP)
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.587773%
Presentemente estamos a passar por significativas mudanças no ensino superior europeu, com vista à sua uniformização, às quais Portugal aderiu muito recentemente, como resposta às novas exigências de implementação da Declaração de Bolonha assinada a 19 de Junho de 1999. Neste sentido torna-se necessário criar documentos de orientação, direccionados sobretudo para os alunos do 1º Ciclo de Geografia, no sentido de aderirem mais rapidamente às novas solicitações centradas em novos métodos de aprendizagem e de avaliação e realizarem com sucesso a redacção de trabalhos de investigação, sendo este o objectivo principal do presente texto.

Santander: hacia una nueva geografía económica y humana

Quintero Dueñas, Ilse Ibeth
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Tipo: masterThesis; Trabajo de Grado Maestría Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.067983%
En el trascurso del siglo XIX la geografía económica y humana que caracterizó a los otrora territorios coloniales del Nuevo Reino de Granada, sufrieron las transformaciones más radicales, dando paso a una nueva geografía económica y humana que se expresó en nuevos centros urbanos o nuevas concentraciones de población que se ocupó en actividades económicas nuevas en el siglo XIX. El cultivo del café, las artesanías para la exportación y los empaques de fique fueron algunos de ellos. La importancia del estudio de la geografía humana y económica en este trabajo, radica en comprender la forma en la que la población del territorio nororiental se apropió del territorio, transformándolo de acuerdo a sus necesidades e intereses incidiendo a su vez en las relaciones sociales. Estas transformaciones se deben a procesos económicos, políticos, culturales y demográficos.; In the course of the nineteenth century economic and human geography that characterized the former colonial territories of the New Kingdom of Granada, suffered the most radical transformations, giving way to a new economic and human geography that is expressed in new urban centers and new concentrations population addressed in new economic activities in the nineteenth century. The cultivation of coffee...

Movilidad cotidiana y sostenibilidad, una interpretación desde la Geografía Humana

Miralles Guasch, Carme; Cebollada Frontera, Àngel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.635757%
La movilidad cotidiana es un fenómeno creciente y complejo, integrado por diferentes dimensiones, que en los últimos tiempos esta siendo objeto de una revisión metodológica y conceptual, y la Geografía Humana no ha sido ajena a ello. El artículo ahonda en esta transformación desde tres perspectivas complementarias, los cambios en el modelo económicoterritorial,la introducción del paradigma de la sostenibilidad y la inclusión de la estructura social de la población móvil. Tres perspectivas que inducen a nuevos retos interpretativos y a nuevas necesidades informativas.

Lucien Febvre : Un mestratge sense hereus? : reflexions entorn les vinculacions d'història i geografia

Melero i Bellmunt, Josep
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1985 Português
Relevância na Pesquisa
57.78359%
La science historique a observé un oubli générique envers la géographie. La géographie a toujours été considerée le parent pauvre des sciences sociales. Dans ce sens, l'auteur revendique un plus grand rapprochement et de l'estime mutuelle. Comme exemple de tentative échouée dans ce domaine, est abordée la lecture d'un auteur classique dans les programmes de méthodologie historique et de reflexion géographique: Lucien Febvre (1878-1956). Lucien Febvre a bu directement, dans sa jeunesse, à la source de l'école possibiliste de Vidal de la Blache (à laquelle il donna son nom). Des principes vidaliens ("genre vie", "milieu") il en fit un synthèse particulière qu'il appliqua à son propre domaine: l'histoire. De cette tribune il continuait à clamer pour une élaboration méthodologique propre à la géographie (fait qui lui occasionna des nombreuses critiques de la part de ses "confrères, géographes) et ceci jusqu'à la création, avec Marc Bloch, des Annules en 1929, auxquels il se consacra dès lors. Probablement à cause de celà, les recherches en Géographie Humaine ont méprisé ou oublié l'apport de Lucien Febvre à la Géographie, en particulier son oeuvre La Terre et l'evolution humaine (1922) et d'autres articles contemporains. Ainsi donc...

LANDSCAPE, PLACE AND REGION: THEORETICAL AND METHODOLOGICAL PERSPECTIVES FOR ONE HUMAN GEOGRAPHY OF LIVED SPACES; PAISAGEM, LUGAR E REGIÃO: PERSPECTIVAS TEÓRICO-METODOLÓGICAS PARA UMA GEOGRAFIA HUMANA DOS ESPAÇOS VIVIDOS

Serpa, Angelo
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
88.25421%
Pretende-se discutir as diferentes perspectivas teórico-metodológicas para a Geografia humana, a partir da operacionalização dos conceitos de paisagem, lugar e região, apontando para a constituição/consolidação de uma Geografia humana dos espaços vividos. Serão apresentadas, de modo preliminar, as diferentes abordagens em Geografia humana para os conceitos de paisagem, lugar e região, priorizando a discussão sobre a possibilidade de um embasamento a um só tempo dialético e fenomenológico para a operacionalização dos conceitos. Paisagem, lugar e região serão apresentados como caminhos epistemológicos e metodológicos para uma abordagem geográfica focada nas práticas espaciais, nos espaços de representação e nas representações do espaço (LEFEBVRE, 2000), o que aponta para a importância das representações espaciais como elemento intrínseco aos processos de produção do espaço na contemporaneidade. Buscar-se-á, também, lançar as bases de uma Geografia Humana dos espaços vividos, apresentando-a como uma Geografia cognitiva das representações sociais e espaciais, que dê conta das complexas estruturas de representação da sociedade, relacionando a discussão com a operacionalização dos conceitos apresentados (paisagem...

Horacio Capel: una mirada sobre el mundo desde la Geografía; Horacio Capel: una mirada sobre el mundo desde la Geografía; HORACIO CAPEL: UNA MIRADA SOBRE EL MUNDO DESDE LA GEOGRAFÍA

Ribeiro, Wagner Costa; Zanirato, Silvia Helena; Capel, Horacio
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.752544%
Esta entrevista repercutiu o prêmio Vautrin Lud dedicado ao geógrafo espanhol Horacio Capel pelo Festival International de Géographie, em 2008. Entretanto, a conversa superou o plano inicial e atingiu outros aspectos, como a crise financeira e econômica de 2008, a criação da revista Geocrítica e do portal eletrônico de mesmo nome, os colóquios da Geocrítica, o significado da avaliação dos periódicos sobre seus editores e, também, uma reflexão acerca da geografia que se produz no Brasil.; Esta entrevista repercutiu o prêmio Vautrin Lud dedicado ao geógrafo espanhol Horacio Capel pelo Festival International de Géographie, em 2008. Entretanto, a conversa superou o plano inicial e atingiu outros aspectos, como a crise financeira e econômica de 2008, a criação da revista Geocrítica e do portal eletrônico de mesmo nome, os colóquios da Geocrítica, o significado da avaliação dos periódicos sobre seus editores e, também, uma reflexão acerca da geografia que se produz no Brasil.; That interview reflected the Vautrin Lud prize dedicated to the Spanish geographer by Horacio Capel Festival International de Géographie in 2008. However, the talk overcame the initial plan and spread to other aspects, such as financial and economic crisis of 2008...

A Paisagem como Imagem e Representação do Espaço na Geografia Humana; A Paisagem como Imagem e Representação do Espaço na Geografia Humana

Santos, Marcio Pereira
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
88.02832%
Neste artigo procuramos dar uma base teórica mais aprofundada, assim como maior divulgação, a uma frente de pesquisa considerada pouco explorada na Geografia Humana, pela qual, a partir do paradigma do Espaço como objeto de estudo e da Paisagem como categoria de analise, defendemos à tese da Paisagem como sendo imagem e representação de espaço apropriado e produzido pelo homem. Utilizaremos, para tanto, fontes teóricas contemporâneas (Milton Santos, David Harvey, Gottdiener, etc.) e da própria história do pensamento geográfico (Hartshorne, Carl sauer etc.), assim como outras teorias das ciências humanas, sobretudo da Filosofia (Sartre, Wittgenstein, etc.).; In this paper we give a theoretical basis for further and enhanced disclosure, a line of research considered underexplored in Human Geography, in which, from the paradigm of space as an object of study and the landscape as a category of analysis, we advocate the thesis Landscape as image and representation of appropriate space and man-made. We use to do that, contemporary theoretical sources (Milton Santos, David Harvey, Gottdiener, etc.). And the history of geographical thought (Hartshorne, Carl Sauer etc.). As well as other theories of human knowledge, especially of philosophy (Sartre...

A relação entre o solo e o Estado - Capítulo I. O Estado como organismo ligado ao solo

Ratzel, Friedrich
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
57.79598%
O Estado na geografia e a concepção biogeográfica de Estado. A vida da humanidade sobre a terra se assemelha à de um ser vivo: ela avança, recua, se retrai, engendra novas relações, desfaz os antigos laços; tudo isso segundo imagens que parecem àquelas que são apresentadas pelas outras espécies animais. Imagens como: maré humana, onda humana, ilha humana, ilha política, istmo político, deixam-no entender. Mas, ao utilizá-las, não se pensa no sentido profundo que podem ter estas expressões.

Terra dos homens: a Geografia, uma apresentação

Claval, Paul
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.712876%
Tenho setenta e oito anos e me interesso pela geografia há mais ou menos setenta anos. Participei do movimento científico da disciplina há aproximadamente sessenta anos. Publiquei muitos livros e artigos durante a minha vida, e isso no estilo acadêmico. No ano passado, decidi explorar novas maneiras de apresentar a geografia e os seus resultados para divulgá-los a um público mais extenso. Preparei livros mais breves (manuscritos de até duzentos mil caracteres), usando um vocabulário mais simples, com sentenças mais curtas, mas sempre baseados na informação mais recente. Para facilitar o uso desses textos pelos colegas e estudantes é importante divulgar a bibliografia. O texto incorpora também citações de autores antigos e modernos.

O conhecimento pedagógico do conteúdo na prática profissional de professores de geografia; The pedagogical content knowledge in the professional practice of geography teachers

Lopes, Claudivan Sanches; Pontuschka, Nídia Nacib
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.712876%
Descrevemos e analisamos, neste artigo, os sinais evidenciadores da produção e desenvolvimento do conhecimento pedagógico do conteúdo (CPC), categoria de conhecimento docente elaborada por Lee Shulman, na prática profissional de professores de Geografia. No contexto das pesquisas que enfatizam os saberes docentes, discutimos a importância desse tipo de conhecimento para o desenvolvimento da profissionalidade docente e do fortalecimento de sua identidade profissional. Além de pesquisa bibliográfica que focaliza este tema de investigação, obtivemos dados e informações em observações de aula e entrevistas com cinco professores experientes e especialistas nessa área do currículo escolar que atuam em Maringá, PR. Buscamos demonstrar que o desenvolvimento desse tipo de conhecimento – o CPC – pelo professor é um dos signos da compreensão especial dos conteúdos geográficos que uma docência de qualidade nesta área exige e que revela, também, o domínio da profissão. Desejamos, desse modo, contribuir com os processos de formação desses professores e com o fortalecimento de sua identidade profissional.; Current essay describes and analyzes the production and development of the pedagogical content knowledge (PCK)...

EL GIRO CULTURAL Y LAS NUEVAS INTERPRETACIONES GEOGRÁFICAS DEL TURISMO; EL GIRO CULTURAL Y LAS NUEVAS INTERPRETACIONES GEOGRÁFICAS DEL TURISMO

Nicolas, Daniel Hiernaux
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
68.20605%
El turismo sigue siendo un tema relativamente poco abordado por la geografía humana. Es a partir de los años sesenta, en la línea del trabajo seminal de Christaller, que empezó a desarrollarse un análisis más bien estructural del turismo. Este trataba de proveer de grandes modelos explicativos a la configuración espacial del proceso turístico. A partir de los sesenta, una corriente crítica se sumió a la anterior, pero aun desde perspectivas de pequeña escala. Es el giro cultural desde los ochenta, que empezó a cambiar los enfoques en la geografía humana, y para los estudiosos del turismo, provocó un giro importante hacia una “nueva geografía cultural del turismo” cuyas características, aportes y limitaciones se analizan en este trabajo.; El turismo sigue siendo un tema relativamente poco abordado por la geografía humana. Es a partir de los años sesenta, en la línea del trabajo seminal de Christaller, que empezó a desarrollarse un análisis más bien estructural del turismo. Este trataba de proveer de grandes modelos explicativos a la configuración espacial del proceso turístico. A partir de los sesenta, una corriente crítica se sumió a la anterior, pero aun desde perspectivas de pequeña escala. Es el giro cultural desde los ochenta...

Geografia, marxismo e subdesenvolvimento

Santos, Milton
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.81563%
As categorias do pensamento marxista não são inovações em Geografia. As razões pelas quais são raramente discutidas pertencem a dois tipos: 1) o relativo isolamento das chamadas "escolas nacionais" que ignoram frequentemente os avanços em outras línguas e 2) as ideias marxistas nunca alcançaram a marca de uma aprovação oficial.

Geography and Mapping in a virtual world: the digital earth; La geografía y la representación cartográfica en un mundo virtual: las tierras digitales

Rodríguez Esteban, José Antonio
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/11/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.587773%
This paper has two parts. The first describes a series of GeoTechnologies applied in different geographical and environmental work for different territorial areas in Spain and northwest Africa. The guiding thread is the author’s personal experience as an example additional to the fields of study and the growing importance of GeoTechnologies in geography. A second part is a theoretical reflection on these changes focusing on the importance, evolution and the constraints that digital earth imply (Google Earth...). The first part was exposed in the corresponding panel of Cieta VI, while the latter correspond to the thoughts and ideas prepared for further discussion. ; Este artículo tiene dos partes. La primera describe una serie de geotecnologías aplicadas en diversos trabajos geográficos y medioambientales para distintos ámbitos territoriales en España y el noroeste de África. El hilo conductor es la experiencia personal del autor como un ejemplo más de los campos de estudio y de la importancia creciente de las geotecnologías en la geografía. En la segunda parte, se hace una reflexión teórica sobre estos cambios, centrándose en la importancia, la evolución y las limitaciones que suponen las tierras digitales (Google Earth…). La primera parte fue expuesta en la mesa redonda correspondiente a estos temas en la VI Cieta...

The Centrality of Geography: from concepts to practises; A Centralidade da Geografia: dos conceitos às práticas

Gaspar, Jorge Manuel Barbosa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/11/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.808545%
Em 2013, por altura do 25º Aniversário da Associação Portuguesa de Geógrafos, publiquei na revista Inforgeo um pequeno ensaio que intitulei “Continuamos a procurar a Geografia: o que é e para que serve”. As preocupações e os desafios permanecem, noutros tempos e noutros espaços. A contemporaneidade favoreceu a centralidade dos saberes geográficos: do ordenamento do território às ciências, às artes, à filosofia, observa-se o fascínio por conceitos como os de fronteira, viagem, nomadismo, margem, inclusão e exclusão, que de há muito também fazem parte da gramática geográfica. A partir do desafio que é colocado no texto de apresentação do congresso, a exigir “o contínuo repensar da geografia”, para atingir o melhor entendimento da “concretude do mundo”, apoiamo-nos nos eixos temáticos propostos como áreas de trabalho para organizar nossa intervenção em quatro pontos que, no fundo, se poderão resumir a quatro ideias morais que têm intermediado meu trabalho da geografia para sua práxis: (1) Espaço-tempo-inovação: onde se fala de Hägerstrand e da remota aldeia de Palaçoulo (Trás-os-Montes, Portugal); (2) A luta pela terra: onde se fala da essência da geografia e da reforma agrária no Alentejo (sul de Portugal)...

O atual e as tendências do ensino e da pesquisa em Geografia no Brasil; NOWADAYS AND TRENDS IN GEOGRAPHY TEACHING AND RESEARCH IN BRAZIL

Suertegaray, Dirce Maria Antunes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
57.78359%
Este artigo faz uma análise do ensino e da pesquisa em Geografia no Brasil, com base na formação de profissionais em programas de Pós-Graduação. Foi definido que o produto final dos Mestrados e Doutorados, dissertações e teses, expressa essas duas dimensões conjuntamente: o ensino e a pesquisa. Considerando esta idéia, foi analisada a produção dos 29 Programas de Pós-Graduação recomendados pela CAPES. A produção levantada corresponde ao período 2000-2003. Com estes dados e considerando os títulos dos trabalhos, foram classificados estes em sub-campos e escalas de análise em Geografia. Os resultados indicam um deslocamento da análise na Geografia Física para Geografia Ambiental e uma predominância da Geografia Humana sobre os demais campos analisados, além do predomínio da análise em escala local.; This paper makes an analysis of teaching and research in Brazil, based in the professionals' formation in Geography graduation programs. It was defined that the final product of the Master's degrees and Doctorates, dissertations and thesis, expressed those two dimensions together: teaching and research. Considering this idea, the production of the 29 Masters degree programs recommended by CAPES was analyzed. The production corresponds to the period 2000-2003. With these data and considering the titles of the works...

NATUREZA DO TRABALHO DE CAMPO EM GEOGRAFIA HUMANA E SUAS LIMITAÇÕES; NATUREZA DO TRABALHO DE CAMPO EM GEOGRAFIA HUMANA E SUAS LIMITAÇÕES

Silva, Armando Corrêa da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.15005%
NATUREZA DO TRABALHO DE CAMPO EM GEOGRAFIA HUMANA E SUAS LIMITAÇÕES; NATUREZA DO TRABALHO DE CAMPO EM GEOGRAFIA HUMANA E SUAS LIMITAÇÕES

OS NOVOS ENFOQUES DA GEOGRAFIA COM O APOIO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA; NEW APPROACHES IN GEOGRAPHY SUPPOTED BY GEOGRAPHICAL INFORMATION TECHNOLOGIES

Machado, Reinaldo Paul Pérez
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
57.829043%
Resumo: Tratou-se neste artigo de relevar o papel da Cartografia e das formas de analisar e representar o espaço, utilizando métodos qualitativos e quantitativos. Foram consideradas, em especial, as novas tendências e desafios das Tecnologias da Informação Geográfica, diante dos principais paradigmas que estão em foco no debate atual na Geografia. A partir do trabalho de Kuhn, em 1970, muitos geógrafos e estudiosos da evolução do pensamento geográfico aplicaram o modelo da mudança de paradigmas ao desenvolvimento conceitual desta ciência. No entanto, analisando a evolução da Geografia do século XX e início do XXI, tem-se observado certa regularidade de mudanças paradigmáticas entre os chamados “períodos de desenvolvimento da ciência normal”, com ciclos de duração entre 20 e 25 anos (Buzai, 1999). Mas também verificou-se que em nenhum momento um paradigma eliminava por completo o anterior, mas o deslocava no tempo. Assim vemos o atual ressurgimento da Geografia Quantitativa, com uma quantidade expressiva de trabalhos e novas propostas de cálculo, análise e modelagem temática complexa, derivadas do impacto que têm exercido as tecnologias da informação neste campo, o que tem dado lugar às denominadas Tecnologias da Informação Geográfica...

Geografia física e geografia humana: Uma questão de método - Um ensaio a partir da pesquisa sobre arenização

Dirce Maria Antunes Suertegaray; PPGEO/UFRGS
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.984263%
Este artigo é resultado da palestra proferida no Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFF (aula inaugural/2010). Optei pela reflexão sobre o caminho metodológico trilhado ao longo do período em que me dedico à pesquisa em Geografia centrada na temática da arenização no Sudoeste do Rio Grande do Sul. Esta opção se deve à necessidade de explicitação das formas de construção da produção geográfica com a qual nos envolvemos, além de refletir sobre a práxis. É uma reflexão sobre os caminhos trilhados, sobre o referencial teórico que dá sustentação à pesquisa e sobre a metodologia. A práxis resultante deste processo indica também nosso olhar sobre a Geografia e sua divisão clássica em Geografia Humana e Geografia Física.

El papel de las instituciones en la geografía humana: un enfoque desde la nueva economía institucional

Caballero-Miguez,Gonzalo
Fonte: El Colegio Mexiquense A.C. Publicador: El Colegio Mexiquense A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.635757%
En este artículo se ofrece una versión regional del teorema de Coase donde se destaca la importancia de las instituciones. La diversidad institucional en el tiempo y en el espacio implica la invalidez de las conclusiones universales de la economía neoclásica precoaseana, y apunta la relevancia de los fundamentos teóricos del nuevo institucionalismo para la geografía humana y los estudios regionales. Concebir a las instituciones como las reglas del juego de una sociedad implica una aproximación teórica al comportamiento humano que incluye el papel de los modelos mentales subjetivos y de las estructuras de creencias de los individuos.