Página 1 dos resultados de 433 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Gestão socioambiental em empresas brasileiras do setor de suco de laranja; Social and environmental management in the sector of Brazilian orange juice

Bürgers, Elke Irene
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.66%
Com a busca do novo posicionamento que as empresas têm sobre aspectos ambientais e sociais que as cercam, que colocaram, entre diversos setores, a agricultura em uma posição ambígua, essa pesquisa se voltou ao processo de implantação de práticas de gestão socioambiental. As empresas produtoras de suco de laranja, concentradas no Estado de São Paulo, foram selecionadas como setor de estudo devido às suas características econômicas, conforme a classificação de Tachizawa (2004), apresentando poder social e impacto ambiental relevantes. O foco do processo de implantação está nos motivadores, delimitados em mercado, sociedade e governo, como o referencial teórico de Buccholtz e Carroll (2009); e voltados à alta administração como proposto por Friedman (1970). As práticas de gestão socioambiental estão voltadas ao público interno e as comunidades no entorno das atividades das empresas, e observadas dentro das áreas funcionais de gestão de pessoas, finanças, marketing e produção. O estudo mostra a importância da postura dos fundadores, acionistas e alta administração na condução dos processos de implantação de práticas de gestão socioambiental; a similaridade nos processos de implantação na área ambiental e a necessidade de um relacionamento aberto com a sociedade para adequada implantação de projetos sociais.; In a search for a new position that companies have on environmental and social issues that surround them...

Análise de redes sociais associada à gestão socioambiental: Estudo de caso Conselho Gestor da APA Embu-Verde (gestão 2009-2011); Social network analysis associated with environmental management: a case study Management Council of APA Embu-Verde (managed 2009-2011).

Scorpioni, Valéria Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.48%
As Áreas de Proteção Ambiental (APA) foram criadas com o propósito de preservar o ambiente natural sem excluir a população que vive nesses espaços, assim, têm como objetivos principais: proteger a diversidade biológica, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais (BRASIL, 2000). Ainda, as atividades de uso sustentável podem proporcionar uma equilibrada inter-relação entre a sociedade e o ambiente, sem comprometer a qualidade dos ecossistemas. As redes sociais estabelecidas entre os atores das Áreas de Proteção Ambiental, desde a sua concepção até a sua gestão, têm um grande efeito no ordenamento do solo e preservação ambiental, podendo contribuir de maneira negativa ou positiva, dependendo de suas ações conjuntas ou desejos pessoais na institucionalidade emergente. Cabe destacar que a sinergia entre Estado e sociedade civil contribui de maneira significativa para uma gestão participativa e descentralizada, podendo beneficiar grande parte da população envolvida no processo de concretização da APA. Este trabalho tem como tema a análise de redes sociais dos atores que são atuantes no Conselho Gestor da APA Embu Verde. Seu objetivo é verificar se a maneira como as redes estão organizadas influencia na gestão e preservação dos recursos naturais localizados na APA. Neste trabalho...

Influência da gestão socioambiental no desempenho da eco-inovação empresarial; Influence of social and environmental management in the performance of corporate eco-innovation abstract

Galvão, Henrique Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
O presente estudo objetivou entender a influência das práticas de gestão socioambientais para o desempenho da eco-inovação empresarial. Para tanto, desenvolveu-se, numa primeira fase, pesquisa bibliográfica que permitiu construir o modelo teórico da pesquisa baseado nas práticas para programas e objetivos para a sustentabilidade, recursos e capacidades, cooperação com stakeholders, inovação ambiental em processos e no desempenho eco-inovador da competência organizacional, em eco-inovação em processos e em eco-inovação em produtos. Com base nesses temas, o estudo pretendeu responder a seguinte questão: qual a relação entre a adoção das práticas de gestão socioambientais orientadas para a sustentabilidade e o desempenho da eco-inovação nas indústrias? A segunda fase do estudo envolveu pesquisa de campo com 95 empresas do setor industrial, associadas ao CIESP e localizadas nas regiões do Vale do Paraíba e Alto Tietê, no Estado de São Paulo. Os dados quantitativos foram obtidos por meio da aplicação de um questionário a respeito da intensidade da adoção das práticas de gestão socioambientais para a sustentabilidade. Análises posteriores foram feitas com o uso das técnicas estatísticas descritivas e de correlações e com o uso da técnica de modelagem de equações estruturais...

Estratégia socioambiental baseada em recursos e ambiguidade causal : estabelecendo a relação teórico-empírica

Sousa Filho, José Milton de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
46.66%
O presente estudo trata da “Estratégia Socioambiental Baseada em Recursos e seu Impacto na Criação de Ambiguidade Causal” e se propôs a responder a seguinte pergunta de pesquisa: Qual a relação entre estratégia socioambiental baseada em recursos e ambiguidade causal? Mais especificamente, trata criação de ambiguidade causal através da estratégia socioambiental baseada em recursos e capacidades, desta forma, faz sentido teórico considerar a ambiguidade causal como variável dependente, sendo as capacidades socioambientais variáveis independentes (preditoras). Nessa linha, as capacidades baseadas em recursos socioambientais possuem as características causalmente ambíguas preconizadas por Reed e DeFillippi (1990), a saber, tacitividade, complexidade e especificidade. Tais características são essenciais para que o recurso ou capacidade tenha o potencial de gerar ambiguidade causal. Com base no referencial teórico foi estabelecido quais recursos e capacidades tem estreita ligação com as questões socioambientais, ao mesmo tempo em que possuem características causalmente ambíguas. Assim, os seguintes recursos e capacidades emergiram do campo teórico, (a) orientação socioambiental, (b) engajamento com stakeholders...

Avaliação das ações de natureza socioambiental do Banco do Brasil por parte de um grupo de clientes da agência Bairro São João e sua influência no relacionamento destes com o Banco

Pereira, Márcia Silveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.63%
A maior consciência da necessidade de envolvimento de todos em ações de cunho socioambiental, tem gerado mudanças na forma de condução dos negócios das empresas. Atualmente é fator de competitividade e até mesmo de permanência no mercado as organizações se envolverem em práticas sustentáveis de gestão, principalmente as mais esperadas por seus públicos. O Banco do Brasil (BB), dentro deste contexto, tem ampliado e hoje são inúmeras suas ações de natureza socioambiental. O presente trabalho objetivou levantar a avaliação de um grupo de clientes (clientes da Agência Bairro São João – Porto Alegre) acerca das ações de natureza socioambiental do BB, quais as ações mais conhecidas por estes, quais as consideradas mais importantes, se tais questões foram critério na escolha do banco, e, por último, se são critério de permanência e incremento nos negócios junto ao banco. Para atender ao objetivo principal da pesquisa realizou-se um estudo documental e uma do tipo Survey, com a aplicação de um questionário quando da visita dos clientes a agência Bairro São João. Dentre as principais informações geradas com a aplicação da pesquisa podem-se destacar algumas. Verificou-se que os itens citados como mais conhecidos não corresponderam aos apontados como os mais importantes...

A gestão de pessoas na construção da gestão socioambiental : papéis e processos usados numa empresa petrolífera

Rossato, Fernanda Ottonelli
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.86%
A responsabilidade socioambiental corporativa tornou-se um tema imprescindível na agenda dos empresários que buscam a competitividade e sustentabilidade do seu negócio. Para isso, emerge um movimento não só do meio organizacional, mas também envolvendo governo, sociedade, indivíduo, entre outros, com a “vida” das pessoas e do ambiente. Atrelado a isso, constata-se que empresas vêm desenvolvendo e implementando políticas, processos e práticas ligados ao tema e que os gestores organizacionais possuem um papel fundamental nessa construção. Assim, buscou-se investigar a contribuição destes gestores de pessoas, seus papéis e processos, para o desenvolvimento socioambiental. A empresa pesquisada atua no setor petrolífero e tem implementado ações sociais e ecológicas. Evidencia-se que a literatura atrelada à contribuição dos gestores de pessoas à gestão socioambiental ainda é escassa, apesar de ser fundamental para a conquista de uma efetiva estratégia organizacional. Nesse sentido, o presente estudo buscou abordar grandes temas da literatura de gestão de pessoas, como os papéis de Ulrich (1998) e os processos de Dutra (2002), bem como uma revisão teórica de gestão socioambiental, para assim identificar a contribuição destes gestores à responsabilidade socioambiental. Para tanto...

Análise do sistema de gestão ambiental da carhouse veículos Ltda. e proposta de melhorias conforme os princípios da gestão socioambiental

Rosa, Janaína Kern da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
As profundas transformações sociais, ambientais e econômicas apresentadas nos últimos anos criaram novos paradigmas que afetam o comportamento das empresas. Estas precisam estar constantemente preparadas para se adaptarem aos novos rumos que o comportamento do mercado mundial e das sociedades apresentam. Hoje, a preocupação com o meio ambiente faz parte do quotidiano das empresas que buscam ser ambientalmente responsáveis e passam a implantar o sistema de gestão ambiental. Mas, ambiente e sociedade fazem parte de um todo e, nesta perspectiva, enquadra-se a gestão socioambiental estratégica, que busca aliar responsabilidade sócia e ambiental na estratégia da organização. A CarHouse Veículos Ltda. é uma empresa familiar, pertencente ao Grupo CarHouse, que atua no setor da distribuição de veículos automotores, através de concessão comercial com a Toyota do Brasil Ltda. O grupo é formado por cinco lojas: loja matriz, loja Santa Maria, loja Novo Hamburgo, loja Passo Fundo e a nova loja Praia de Belas, inaugurada em 2009. A Toyota do Brasil, buscando manter os padrões de qualidade da montadora, criou métodos de avaliação de desempenho de seus distribuidores, e mecanismos que sirvam de apoio para as concessionárias atingirem os níveis de excelência exigidos. Dentre estes métodos destacamos a aplicação do conceito kaisen em toda sua atividade e a existência de um Sistema de Gestão Ambiental - SGA certificado conforme a NBR ISO 14001. Com base nesta exigência...

Identificação das políticas organizacionais de incentivo ao uso de bicicletas como meio de mobilidade urbana em Porto Alegre/RS

Eckert, Daniele
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.49%
Este trabalho apresenta uma pesquisa sobre as políticas de incentivo ao uso de bicicleta como meio de transporte em organizações de Porto Alegre/RS. Visando compreender questões relacionadas ao tema, este estudo verifica também se os incentivos oferecidos pelas organizações são vinculados ao programa de gestão socioambiental e se influenciaram os usuários na decisão de utilizar a bicicleta para locomoção ao trabalho. Com base na teoria, buscou-se abordar questões como mobilidade urbana, bicicletas e gestão socioambiental. A pesquisa, realizada em oito organizações, constatou que bicicletários, vestiários, chuveiros, armários, kit de ferramentas e campanhas de promoção são alguns dos componentes das políticas de incentivo ao uso de bicicletas. Observou-se que a grande maioria das organizações estudadas não vincula suas políticas socioambientais ao uso de bicicletas como meio de locomoção ao trabalho. Em relação aos ciclistas, observou-se influência entre as políticas de incentivo das organizações e a decisão de pedalar para o trabalho. Por fim, foram discutidos os demais resultados obtidos e apresentadas as considerações finais.

Modelagem da paisagem orientada ao processo decisório da gestão socioambiental na bacia hidrográfica do rio Manso (MT)

Amaral, Benedito Domingues do
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xii, 249 f. : il., mapas, gráfs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.49%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Geociências e Meio Ambiente - IGCE; o estudo buscou desenvolver uma modelagem da paisagem para a tomada de decisão na gestão socioambiental na bacia a montante do APM - Manso (MT). O banco de dados e as análises envolvidas na modelagem foram estruturados em SIG. As análises não espaciais foram delineadas com as ferramentas de qualidade, o processo hierárquico analítico (AHP) e o emprego das análises de correspondência (CA e DCA). A modelagem espacial foi realizada através da sobreposição, reclassificação, distância e custo/distância, das análises multi-critérios e similaridades. As demandas foram processadas pela AHP para os setores agropecuário, hidrelétrico e turístico e suscitou as matrizes de vetores de decisão. Os resultados das análises multi-critérios foram comparados entre si e em seguida com os usos do solo sugerido pelo Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE-MT). As similaridades entre os mapas de cenários se demonstram médias entre os setores hidrelétrico e turístico, bem como quando comparados às áreas da agropecuária. Já as similaridades entre os setores da agropecuária foram todos congruentes entre si...

Arranjos produtivos locais e práticas de gestão socioambiental: uma análise do pólo moveleiro de Arapongas

Demajorovic,Jacques; Silva,Ademir Vicente da
Fonte: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Publicador: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.43%
Os arranjos produtivos locais são freqüentemente associados ao aumento da competitividade das organizações de pequeno porte e ao desenvolvimento econômico e social de regiões. Uma questão bem menos pesquisada é o papel destas configurações produtivas para a disseminação de práticas de gestão socioambiental nas micro e pequenas empresas. Este trabalho analisa por meio de um questionário enviado a 113 empresas do pólo moveleiro de Arapongas a contribuição do APL para a disseminação de práticas socioambientais.

Valores pessoais e gestão socioambiental: um estudo com estudantes de administração

Costa,Francisco José da; Ramos,Roberto Rodrigues; Ramos,Ingrid Mazza Matos; Oliveira,Leonel Gois Lima
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.79%
Este estudo buscou compreender as avaliações dos estudantes dos cursos de administração a respeito da gestão socioambiental nas dimensões de importância do conhecimento na área, importância da prática na área, e intenções futuras de envolvimento com a área e a sua relação com valores pessoais (as dimensões selecionadas foram conservadorismo antropocêntrico, e percepção de dominação sobre a natureza). As proposições iniciais são de que haveria uma relação negativa entre as dimensões de valores pessoais com a avaliação da importância e das intenções de envolvimento com a gestão socioambiental. Foi feito um estudo de campo, com dados coletados com 193 estudantes de graduação em administração de Instituições de Ensino Superior dos estados do Ceará, Paraíba e Rio de Janeiro. Inicialmente, realizou-se a verificação das propriedades psicométricas das escalas utilizadas, por meio da análise fatorial exploratória (Afe) e da aferição do Alfa de Cronbach para verificar a sua confiabilidade. Para a análise das proposições, foram verificadas as estatísticas descritivas (médias e desvios) em relação à avaliação que os entrevistados fizeram a respeito das dimensões estudadas. Posteriormente...

Do chão da fábrica ao chão da comunidade: educação ambiental como eixo gerador de responsabilidade socioambiental

Maria Pinho André Gomes, Fernanda; Régia Fernandes Gehlen, Vitória (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
46.55%
Esta dissertação tem como objetivo analisar os reflexos das práticas de educação ambiental desenvolvidas pelas empresas na vida do trabalhador, no âmbito profissional e pessoal. Tem como foco de atenção à responsabilidade social empresarial. Busca compreender a cadeia de significados da educação ambiental e os instrumentos de gestão socioambiental na perspectiva da sustentabilidade, no sentido de apreender a Responsabilidade Social Empresarial. Trabalha com três categorias de análise, a saber: políticas ambientais, educação ambiental e responsabilidade socioambiental. O processo metodológico foi baseado no método de análise quantitativa aplicação de 213 questionários; e no método de análise qualitativa: 42 entrevistas, documentos oficiais e observação participante realizada em 06 empresas do Estado de Pernambuco. Seus sujeitos foram, principalmente, as empresas que vêm estabelecendo práticas de responsabilidade social como balizadoras de uma gestão voltada ao aperfeiçoamento da qualidade das suas relações com seus empregados, acionistas, clientes, concorrentes, governos, fornecedores e comunidades. Parte do pressuposto de que através das práticas de educação ambiental adotadas no "chão da fábrica"...

Responsabilidade socioambiental e integração: o caso Cargil Agrícola S/A - Complexo Industrial de Uberlândia - Minas Gerais

Oliveira, Anna Carolina Moreira de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
46.8%
Vive-se hoje um momento em que as demandas para um convívio mais harmonioso com a natureza surgem de todos os lados: mídia, governos e sociedade civil organizada. Além disto, os graves acidentes ambientais ocorridos no mundo, na segunda metade do século XX, contribuíram para a intensificação do debate da questão ambientalista. No caso das organizações, especificamente, tais pressões têm sido respondidas por meio das ações de responsabilidade socioambiental que representam a intenção de minimizar os efeitos das questões econômicas sobre as sociais e ambientais, o que vai de encontro ao conceito de sustentabilidade. No Brasil, a idéia de responsabilidade social tomou força como prática empresarial no final dos anos de 1990, no entanto, questiona-se a efetiva adoção desta prática como um valor organizacional. Com uma proposta de contribuir para responder este questionamento, o objetivo deste trabalho foi verificar se a gestão socioambiental é um valor para a organização estudada, ou seja, se, na Cargill Agrícola S/A - Complexo Industrial de Uberlândia -, as questões socioambientais já transitaram do nível de artefato para tornar-se um valor organizacional. O método que caracteriza esta pesquisa é o estudo de caso e...

Gestão socioambiental de resíduos sólidos urbanos em Lavras-MG; Socioenvironmental management of urban solid waste in Lavras-MG

Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAE - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAE - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração Gestão, Organizações e Sociedade, para a obtenção do título de Mestre.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)

Indicadores de sustentabildade corporativa aplicados a práticas de gestão ambiental: uma proposta de avaliação por meio da contabilidade ambiental

Ferreira, Luiz Felipe
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 246 p.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
46.77%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2010; A necessidade das organizações apresentarem maior transparência nos aspectos relacionados ao meio ambiente iniciou-se basicamente na década de noventa. Preocupadas com o assunto, as empresas procuraram identificar suas ações potencialmente poluidoras. A análise, a mensuração e a evidenciação das internalidades e externalidades ambientais passam a ser um instrumento de informação, como meio de monitorar as práticas de gestão socioambiental. Nesse contexto, o objetivo desta tese é propor e desenvolver indicadores de sustentabilidade, com apoio da contabilidade ambiental, como forma de avaliar as práticas de gestão socioambiental adotadas por empresas certificadas pela ISO 14001. A abordagem de análise dos conteúdos está prevista como mista, abrangendo aspectos quantitativos e qualitativos. A pesquisa está caracterizada como teórico-empírica, do tipo exploratória. A aplicação dos indicadores na forma de relatório, foi efetuada em uma empresa que atua há mais de 100 anos no segmento têxtil, dando origem ao mais alto padrão de qualidade em produtos de banho...

Plano de gestão de logística sustentável

Luiz, Lilian Campagnin
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 198 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.72%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2014.; O objetivo geral do estudo consiste em propor um modelo estruturado para avaliação do desempenho socioambiental em instituições da rede federal de educação profissional e tecnológica, seguindo as orientações contidas na IN nº 10 (Brasil, 2012) que estabelece as regras para elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável (PLS). Para atender ao objetivo geral são propostos os seguintes objetivos específicos: i) identificar os elementos passíveis de avaliação socioambiental em Instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, tendo como base os princípios estabelecidos na Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) e na legislação ambiental vigente; ii) elaborar indicadores para avaliar o desempenho socioambiental nas Instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica; iii) sugerir uma metodologia estruturada para realizar a análise do diagnóstico; e iv) estruturar um relatório de acompanhamento do PLS para divulgação dos resultados alcançados e prestação de contas. A natureza da pesquisa é teórica...

Vulnerabilidade socioambiental como reverso da sustentabilidade nos municípios das microrregiões Madeira e Parintins, no estado do Amazonas

Cavalcante, Kátia Viana
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
46.55%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável, 2013.; Em razão da sua abrangência e aplicabilidade, o conceito de sustentabilidade é empregado em vários outros contextos é, antes de tudo, um conceito em permanente construção e reconstrução. Assim, para compreendê-lo é necessária a integração de um número considerável de informações advindas de uma pluralidade de disciplinas e de áreas de conhecimento. A partir do entendimento da sustentabilidade este trabalho buscou analisar comparativamente a vulnerabilidade socioambiental em microrregiões por meio de dados secundários – IDS. A vulnerabilidade é um conceito-chave diante do risco de desastres e necessárias adaptações às mudanças climáticas. O recorte do estudo terá como foco o Estado do Amazonas, buscando como meta atingir duas microrregiões Madeira e Parintins, pertencentes a mesorregiões diferentes, favorecendo o melhor encaminhamento das tomadas de decisões e o fomento a políticas de gestão socioambiental em diferentes níveis. Do ponto de vista da forma de abordagem do problema, a pesquisa tem característica tanto quantitativa quanto qualitativa. A abordagem quantitativa se justifica na medida em que serão empregadas técnicas para análise de dados. A perspectiva qualitativa é essencial na discussão de dados e informações...

A gestão socioambiental no contexto do desenvolvimento (in)sustentável : uma leitura das instâncias micro, meso e macro organizacional na Aracruz Celulose

Aramburú, Juliane Viégas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.74%
Passadas quase quatro décadas desde as críticas sobre o crescimento econômico, que contribuia para um desenvolvimento insustentável a longo prazo, percebe-se que o problema da ênfase na dimensão econômica em detrimento da socioambiental permanece. Desequilíbrios ambientais continuam sendo evidenciados como consequência da atuação da humanidade. Para Ferreira (2007), as empresas têm contribuído para o aumento destes desequilíbrios. A autora aponta que os eventos naturais afetam a agricultura, a indústria e os serviços. Depreende-se disso que, se a empresa não é causadora direta de todos os males ambientais, ela sofre com eles. Tanto o agravamento dos problemas ambientais quanto sociais aumentou a pressão para que as empresas alterem a forma de conduzir seus negócios. Deste modo, muitas empresas têm adotado práticas ditas socialmente responsáveis para atender essa demanda e para sobreviverem no mercado. Nascimento et al. (2008) evidenciam que, para obter sucesso na implantação de ações, a empresa deve perceber-se como parte de um ecossistema de mercado. Isto implica compreender que as ações não dependem apenas das condições internas e de ferramentas adotadas pelos gestores; elas dependem também da interação da empresa com o macro e o meso ambiente. E...

O modelo de gestão de pessoas e a gestão socioambiental nas organizações do Rio Grande do Sul

Silva, Flavia Pereira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.88%
O presente trabalho propõe-se a um estudo teórico-empírico da percepção dos trabalhadores de duas organizações acerca da interface do modelo de Gestão de Pessoas com a Gestão Socioambiental. Verificou-se, através do levantamento de dados entre os anos 2000 e 2005 do Guia Exame de Boa Cidadania Corporativa, quais as linhas de projetos mais significativas, o volume de investimentos e a concentração geográfica das ações, bem como os setores da economia que mais investiram no período. Identificou-se, ainda, (1) como a área de Recursos Humanos colabora com a sustentabilidade dos programas de caráter socioambiental, segundo funcionários da área de Recursos Humanos em relação a funcionários da área de Meio Ambiente, e (2) as percepções dos funcionários das mesmas áreas acerca da relação da área de RH com as ações socioambientais e a sustentabilidade. A questão básica de pesquisa foi verificar como ocorre a interface entre o modelo estratégico de Gestão de Pessoas e a Gestão Socioambiental nas organizações pesquisadas, tendo como objetivo geral analisar a interface entre o modelo estratégico de Gestão de Pessoas e a gestão socioambiental nas organizações. Através da identificação dos elementos propostos por Dutra (2002)...

Educação ambiental como instrumento da gestão socioambiental participativa no Bairro Vila Manaus, Criciúma, SC

Teixeira, Adonai Pacheco
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Português
Relevância na Pesquisa
56.57%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharel no Curso de Engenharia Ambiental da Universidade do Extremo Sul Catarinense, Unesc.; Ao se fazer uma análise sobre a atual crise ambiental, vê-se que ela não é puramente uma crise ecológica tampouco pode sê-la atribuída a uma questão conjuntural: é uma crise socioambiental, provocada por um sistema político pautado fundamentalmente pelo poder econômico. É, portanto, uma crise estrutural. Na contramão desse sistema, surgem experiências como o Projeto Nossa RUA da Vila Manaus, Criciúma/SC, no qual a gestão socioambiental participativa, fruto da organização comunitária, apresenta-se como uma alternativa ao poder hegemônico. O presente estudo buscou, por meio do estudo da trajetória da ONG Nossa Rua, contribuir para a sua gestão ambiental, identificando as possibilidades e limites na promoção do fortalecimento do movimento comunitário. A metodologia, devido ao pesquisador ter sua história de vida ligada ao objeto investigado, baseou-se nos preceitos da pesquisa participante, interpretando e correlacionando as informações obtidas em entrevistas semi-estruturadas, pesquisa bibliográfica e dados de observação. Com o apoio principal da UNESC...