Página 1 dos resultados de 6755 itens digitais encontrados em 0.007 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Instituto Politécnico de Santarém. Unidade de Investigação

Crescimento económico, globalização e investimento direto estrangeiro:um estudo empírico

Leitão, Nuno Carlos
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém. Unidade de Investigação Publicador: Instituto Politécnico de Santarém. Unidade de Investigação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
A presente investigação examina a relação entre o crescimento económico e a globalização aplicado ao caso português, utilizando dados em painel para o período temporal de 1995 a 2008. Na década de 1980 e 1990 muito se escreveu acerca da globalização (Ohmae, 1995; Oman 1994; Dunning 1993). As recentes mudanças da economia internacional permitem explicar o crescimento económico através da globalização, do investimento direto estrangeiro e do comércio internacional. Stiglitz (2002) demonstra que a globalização pode ser vista como grande desilusão. A obra de Stiglitz ilustra que a globalização acentua as desigualdades em termos da repartição do rendimento per capita. Na verdade, os estudos empíricos evidenciam que as assimetrias entre os países do Norte e do Sul aumentam com a globalização. Nos últimos anos temos assistido a um debate na literatura sobre a convergência versus divergência nos modelos de crescimento económico. As estimativas que obtivemos demonstram que existem divergências entre Portugal e os seus parceiros comerciais, o que corrobora com os estudos empíricos (Kai e Hamori 2009). O nosso estudo comprova que existe uma correlação positiva entre a globalização e o crescimento económico. Por seu turno...