Página 1 dos resultados de 4476 itens digitais encontrados em 0.057 segundos

Discretização e geração de gráficos de dados em aprendizado de máquina; Attribute discretization and graphics generation in machine learning

Voltolini, Richardson Floriani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.013718%
A elevada quantidade e variedade de informações adquirida e armazenada em meio eletrônico e a incapacidade humana de analizá-las, têm motivado o desenvolvimento da área de Mineracão de Dados - MD - que busca, de maneira semi-automática, extrair conhecimento novo e útil de grandes bases de dados. Uma das fases do processo de MD é o pré-processamento dessas bases de dados. O pré-processamento de dados tem como alguns de seus principais objetivos possibilitar que o usuário do processo obtenha maior compreensão dos dados utilizados, bem como tornar os dados mais adequados para as próximas fases do processo de MD. Uma técnica que busca auxiliar no primeiro objetivo citado é a geracão de gráficos de dados, a qual consiste na representação gráfica dos registros (exemplos) de uma base de dados. Existem diversos métodos de geracão de gráficos, cada qual com suas características e objetivos. Ainda na fase de pré-processamento, de modo a tornar os dados brutos mais adequados para as demais fases do processo de MD, diversas técnicas podem ser aplicadas, promovendo transformações nesses dados. Uma delas é a discretização de dados, que transforma um atributo contínuo da base de dados em um atributo discreto. Neste trabalho são abordados alguns métodos de geração de gráficos e de discretização de dados freqüentemente utilizados pela comunidade. Com relação aos métodos de geração de gráficos...

Gráficos como representações visuais relevantes no processo ensino-aprendizagem: uma análise de livros didáticos de Química do Ensino Médio; Graphs as relevant visual representations inteaching-learning process: an analysis of secondary Chemistry textbooks

Nass, Daniel Perdigão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.013718%
O uso de representações visuais constitui parte fundamental da prática de ensino de Ciências. Vários pesquisadores constatam que tais representações desempenham papel pedagógico essencial no processo ensino-aprendizagem das disciplinas científicas. Desta forma, surpreende notar que pouco se tenha investigado sobre o uso e o papel dessas representações no ensino-aprendizagem de Química. Diante deste quadro, a presente dissertação analisa uma forma de representação visual, o gráfico cartesiano, existente em livros didáticos de Química destinados ao nível Médio de ensino. Buscamos conhecer a prevalência, a função, a estrutura e a relação dos gráficos com os textos nos quis se encontram inseridos. As categorias de classificação destes gráficos, algumas originais, foram definidas em concordância com o marco teórico da Semiótica Social, área da Semiótica que considera, além do estudo intrínseco dos sinais, a sua inter-relação com as interações sociais, políticas e culturais. Foram também utilizados conhecimentos advindos da área de Educação em Ciências e da Ciência como prática social. Analisamos, também, qualitativamente, gráficos de alguns dos temas mais ricos neste tipo de representação não-verbal. Nossa análise concluiu que muitos dos gráficos apresentam deficiências estruturais...

Gerenciamento de impressão em relatórios de sustentabilidade no Brasil: Uma análise do uso de gráficos; Impression management in sustainability reports in Brazil: An analysis of the use of graphics.

Penteado, Isabela Alves de Morais
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.965771%
O crescente número de empresas brasileiras que preparam e divulgam voluntariamente relatórios de sustentabilidade, bem como as motivações propostas pela Teoria da Legitimidade para a adoção dessa prática, causam questionamentos a respeito da idoneidade da informação oferecida. Dessa maneira, o presente trabalho investigou se os gráficos apresentados nos relatórios de sustentabilidade publicados por cinquenta empresas brasileiras de capital aberto foram utilizados como ferramentas para o gerenciamento de impressões, sendo manipulados de forma a melhorar a apresentação do desempenho obtido por essas organizações e auxiliar em seus processos de legitimação. A amostra final compreendeu 3.422 informações gráficas e as análises realizadas abrangeram duas formas de gerenciamento de impressões por meio do uso de gráficos abordadas na literatura: a seletividade e a distorção de medidas. Os resultados encontrados, embora explicativos, não forneceram evidências seguras de que os gráficos identificados foram empregados como ferramentas para o gerenciamento de impressão. Apesar da predominância da utilização de gráficos para a representação de notícias positivas e das distorções de medidas físicas identificadas...

Gráficos adaptativos de controle por atributos e seu projeto na prática

Epprecht, Eugenio Kahn; Costa, Antonio Fernando Branco; Mendes, Flávia Cesar Teixeira
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Operacional Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Operacional
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 113-134
Português
Relevância na Pesquisa
36.965771%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Os gráficos de controle de processo com parâmetros variáveis, ou gráficos adaptativos, permitem intensificar ou relaxar o controle do processo de acordo com a informação da amostra mais recente. Sua vantagem é uma maior rapidez na detecção de causas especiais que tiram o processo de sua situação de controle. Este artigo apresenta um modelo geral para gráficos de c, np, u e p com um, dois ou todos os parâmetros de projeto (tamanho de amostra, intervalo de tempo entre amostras e largura dos limites de controle) variáveis, que proporciona ganhos de eficiência substanciais. É proposto um procedimento para escolha dos valores para os parâmetros dos gráficos na prática, apoiado em um programa em Excel (disponível a pedido) que permite selecionar, de forma rápida e simples, dentre valores práticos, aqueles que otimizam a eficiência do gráfico de controle na detecção de alterações do processo.; Process control charts with variable parameters, also known as adaptive charts, allow one to intensify or to relax the control of the process according to the information about the process obtained from the most recent sample. In this paper...

Gráficos de Controle CUSUM

Alves, Custodio da Cunha
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xv, 119 f.| tabs., grafs., il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.081406%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O monitoramento efetivo das características da qualidade de um processo de produção depende freqüentemente de ferramentas estatísticas para a detecção, identificação e análise das causas significantes responsáveis por variações que afetam o comportamento do processo de maneira imprevisível. Os gráficos de controle CUSUM, baseados em somas acumuladas, são ferramentas estatísticas utilizadas com sucesso no monitoramento do desempenho de diferentes processos industriais. Estes gráficos podem complementar ou substituir com vantagens os tradicionais gráficos de Shewhart, podendo permitir, em função do caso em análise, a obtenção de uma solução mais precisa, a um custo e prazos menores que os requeridos pelas metodologias tradicionais. Neste trabalho, um comparativo do desempenho dos gráficos de Shewhart e CUSUM é realizado a partir de um estudo de caso realizado em uma indústria de artefatos de borracha, no qual se utilizam dados reais de dois processos industriais: um processo com observações amostrais e o outro com observações individuais. O objetivo deste estudo é investigar a sensibilidade existente entre estes gráficos quanto a utilização de cada um deles para detectar pequenas e permanentes mudanças na média do processo na ordem de até 1...

Avaliação da aplicação de gráficos de controle com memória em uma indústria de papel e embalagens

Zago, Vicenzo Augusto
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 136 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.14448%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Florianópolis, 2009.; A competitividade em todos os segmentos da economia mundial tem movido as empresas no sentido de elevarem o nível de qualidade de seus produtos. Para tanto, há a necessidade de processos produtivos com maiores níveis de estabilidade e robustez obtidos, dentre outras maneiras, através de um monitoramento mais preciso e de um controle mais austero. A implantação de gráficos de controle em uma indústria de papel e embalagens - contemplando o estudo para a seleção dos processos a serem monitorados e dos gráficos a serem utilizados, é o foco deste trabalho. Este estudo relata as diversas ferramentas e os procedimentos empregados na escolha do processo mais adequado para a aplicação do controle estatístico. Assim como as tecnologias de processos e de controle tem evoluído muito ao longo dos anos, as pesquisas têm explorado cada vez mais novos tipos e aplicações de gráficos de controle. Além dos tradicionais gráficos de controle Shewhart, são de pleno conhecimento há algumas décadas os gráficos com memória CUSUM e EWMA para a média. Mais recentemente...

Aperfeiçoamento e desenvolvimento dos gráficos combinados Shewhart-Cusum binomiais

Henning, Elisa.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 250 p.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.081406%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Florianópolis, 2010; Os tradicionais gráficos de controle Shewhart são considerados efetivos na detecção de grandes mudanças na média, variância ou na fração não conforme, enquanto que gráficos de controle de soma cumulativa (CUSUM) são recomendados para a sinalização de pequenas e moderadas alterações nestes parâmetros. Nenhum dos gráficos mencionados terá um bom desempenho em todas as situações. Uma solução possível para este problema é combinar múltiplos gráficos para abranger mudanças de diversas magnitudes. Assim, um gráfico combinado Shewhart-CUSUM tem como finalidade aumentar a sensibilidade do procedimento CUSUM para alterações maiores. Este trabalho traz várias contribuições para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de gráficos combinados Shewhart-CUSUM para dados com distribuição binomial. Inicialmente, a partir do resultado de simulações, analisa-se o desempenho de um gráfico combinado e, se a adição de linhas Shewhart a um gráfico CUSUM binomial unilateral superior realmente aumenta a sensibilidade deste. O desempenho de um gráfico combinado Shewhart-CUSUM é também comparado com o gráfico tipo Shewhart e com procedimentos CUSUM delineados para detecção de mudanças maiores. Pensando em aplicações...

Gráficos táteis para ensinar geografia

Andrade, Leia de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 122 p.| il., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.106184%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2014.; Esta pesquisa foi desenvolvida na perspectiva de propor, aplicar e analisar uma metodologia para o ensino significativo de Geografia com base no processo de produção, leitura e interpretação de gráficos produzidos com dados da realidade vivenciada em uma sala de aula inclusiva. Para tanto, a pesquisa delineou quatro objetivos específicos: elaborar um plano de ensino de gráficos dentro de conteúdos geográficos que são aprendidos no 8º ano; avaliar a estratégia de construção artesanal de gráficos como facilitador no ensino dessa representação e na elaboração dos conceitos por alunos normovisuais e cegos; analisar como alunos normovisuais e com deficiência visual aprendem geografia a partir de conceitos vivenciados no cotidiano; analisar qual a contribuição dos gráficos como recurso didático tátil para o ensino e aprendizagem de Geografia. Os referenciais teóricos foram pautados nos estudos sobre o ensino de Geografia, nas investigações dos processos de Inclusão escolar e nos estudos de Vygotsky sobre os processos de aprendizagem. Para o desenvolvimento da pesquisa obteve-se a participação de alunos normovisuais e uma aluna com deficiência visual...

Realização de duas tarefas sobre construção, leitura e interpretação de gráficos estatísticos por alunos do 9º ano

Morais, Paula Cardeal; Fernandes, José António
Fonte: Associação de Professores de Matemática Publicador: Associação de Professores de Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.965771%
No presente estudo teve-se por objectivo descrever e compreender o desempenho, dificuldades e erros de alunos do 9.º ano na construção, leitura e interpretação de gráficos estatísticos. No estudo participaram 108 alunos do 9.º ano, de uma escola básica e secundária do distrito de Braga, a quem foram aplicadas duas tarefas, uma envolvendo a construção de gráficos e outra a leitura e interpretação de gráficos. Em termos de resultados, na tarefa de construção do gráfico os alunos apresentaram muitas dificuldades na escolha do gráfico adequado à situação apresentada, enquanto na tarefa de leitura e interpretação do gráfico, recorrendo aos níveis de leitura e interpretação de gráficos de Curcio (1989), verificou-se um desempenho semelhante em ambos os níveis explorados: "ler entre os dados" e "ler além dos dados".

O uso da folha de cálculo na construção de gráficos estatísticos por alunos do 7º ano

Vasconcelos, António Pereira de; Fernandes, José António
Fonte: Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.965771%
Este estudo teve como principal objetivo investigar a utilização da folha de cálculo por alunos do 7º ano na construção de gráficos estatísticos, nomeadamente os aspetos que devem ser considerados na sua integração no ensino da construção de gráficos estatísticos, as potencialidades e limitações do seu uso na aprendizagem da construção de gráficos estatísticos. Para tal foi realizado um estudo de natureza qualitativa, em que foi implementada uma intervenção de ensino sobre construção de tabelas de frequências e gráficos estatísticos, privilegiando o trabalho dos alunos em pares e com recurso à folha de cálculo. De entre as razões que favorecem a introdução da folha de cálculo na sala de aula, neste estudo destaca-se a posibilidade de tratar grandes quantidades de informação com ganhos de tempo, a relativa simplicidade do seu manuseamento expressa num conjunto de soluções prontas a usar e a grande apetência dos alunos para explorarem as tecnologias.

Relevância dos gráficos estatísticos nos manuais escolares da disciplina de ciências físico-químicas

Jesus, Diana Sofia; Fernandes, José António; Leite, Laurinda
Fonte: Universiddade do Minho. Centro de Investigação em Educação Publicador: Universiddade do Minho. Centro de Investigação em Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.965771%
Neste trabalho estudam-se os gráficos estatísticos incluídos nos manuais escolares da disciplina de Ciências Físico-Químicas do 3.º ciclo do ensino básico, focado na análise do tipo e qualidade dos gráficos e no nível de compreensão requerido para a sua leitura e interpretação. Para tal recorreu-se a um total de 12 manuais escolares (quatro do 7.º ano, quatro do 8.º ano e quatro do 9.º ano). Em termos de resultados, salienta-se o recurso a gráficos de barras e circulares, pequenas falhas na construção dos gráficos ao nível do título e das especificações e a exigência dos níveis de compreensão 2 e 3 de Curcio (1989) para a sua leitura e interpretação.

Heurísticas para avaliação da interação com aplicações (apps) de gráficos em dispositivos móveis touchscreen.

Ribeiro, João David de Oliveira
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.081406%
Mestrado em Ergonomia; Existe um número elevado de aplicações (apps) para interação com gráficos em dispositivos móveis touchscreen, contudo, não encontramos heurísticas que permitam a avaliação da interação com este tipo de apps. Objetivo Desenvolver e avaliar a eficácia de um conjunto de heurísticas que permita a avaliação da interação com apps para gráficos em dispositivos móveis touchscreen. Metodologia Para desenvolver as heurísticas foram necessários três passos. Em primeiro lugar, a caracterização das interações. Para isso, procedeu-se à interação com apps de gráficos e registo dos gestos a utilizar posteriormente na avaliação. Em seguida foram propostas heurísticas, através da interação com apps de gráficos, suportadas por princípios existentes na literatura. Depois, foi criado o protocolo para aplicação das heurísticas propostas. Para avaliar a eficácia das heurísticas propostas foram efetuados quatro passos. Foram definidos requisitos para as apps a utilizar nesta avaliação através de reuniões com peritos da área da usabilidade. Em seguida, iniciou-se a pesquisa das apps recorrendo a sites e fóruns na internet e recomendações de colegas das áreas de usabilidade e programação. Depois foram selecionadas as apps...

Levantamento e identificação dos símbolos gráficos utilizados para a caracterização de controles e comandos em máquinas agrícolas

Alonço,Airton dos S.; Balestra,Mônica R. G.; Dias,Vilnei de O.; Medeiros,Fabrício A.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.965771%
Os símbolos gráficos utilizados para indicar a função dos comandos e controles das máquinas agrícolas tornam a operação mais segura. Logo, este trabalho teve por objetivo identificar a simbologia existente nas máquinas agrícolas disponíveis nas quatro principais concessionárias de Santa Maria - RS. No levantamento, foram utilizados como parâmetros os símbolos gráficos recomendados pelas normas técnicas, sendo os existentes nas máquinas estudadas fotografados e posteriormente anotados em planilha. O resultado encontrado foi, em média, de 86%, em relação à utilização dos símbolos gráficos recomendados pelas normas, porém existe também a utilização de símbolos gráficos criados pela própria empresa, o que pode gerar dúvidas no operador da máquina agrícola, pois nem sempre o significado dos mesmos coincide com o descrito nas normas. Os resultados demonstraram que os fabricantes das máquinas agrícolas utilizam as normas existentes, mas ainda não o fazem de forma correta e homogênea.

A interpretação de gráficos em um ambiente computacional por alunos de uma escola rural do município de Caruaru-PE

Maria Pereira Alves, Iane; Eduardo Ferreira Monteiro, Carlos (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
37.081406%
Este estudo teve como objetivo investigar o processo de interpretação de gráficos a partir da utilização do software TinkerPlots entre estudantes do quinto ano do Ensino Fundamental de uma escola rural. Nesse sentido, a pesquisa entrelaçou três temáticas principais: A Educação Rural, As Novas Tecnologias e a Educação Estatística. Os dados de pesquisa foram coletados junto a dez estudantes de uma escola rural num município da Região Agreste de Pernambuco que nunca tiveram contato com um computador. A coleta de dados foi realizada em quatro sessões de pesquisa. Na primeira sessão foi realizada uma atividade coletiva para coleta de dados com todos os estudantes da turma. A segunda sessão foi destinada para a realização de entrevistas com os alunos participantes da pesquisa. Na terceira sessão os estudantes tiveram seu primeiro contato com o computador e com o software TinkerPlots e participaram de um processo de familiarização com o software utilizando o banco de dados da primeira sessão. Na quarta sessão os estudantes realizaram as atividades de interpretação de gráficos no TinkerPlots. Os dados foram analisados a partir de uma perspectiva qualitativa, na qual foi considerado o desempenho dos estudantes nas atividades de interpretação de gráficos bem como suas falas no desenvolvimento sessões. Os resultados indicaram que os participantes manipularam o TinkerPlots sem apresentarem grandes dificuldades...

Investigando o desempenho de jovens e adultos na construção e interpretação de gráficos

Borges Lima, Izauriana; Coelho Vieira Selva, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
37.184192%
Diversos estudos vêm sendo realizados investigando a interpretação e/ou construção de gráficos (Selva, 2003; Guimarães, Gitirana e Roazzi, 2001; Gitirana, Guerra e Selva, 2005; Ainley, 2000; entre outras). Entretanto, poucas pesquisas analisaram o desempenho de estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA). O objetivo deste estudo foi analisar estudantes da EJA, em diferentes níveis de escolarização, resolvendo atividades de construção e interpretação de gráficos. Participaram da pesquisa 30 estudantes da EJA distribuídos em três grupos: 10 dos anos iniciais do Ensino Fundamental (G1), 10 dos anos finais do Ensino Fundamental (G2) e 10 do Ensino Médio (G3). Cada estudante resolveu cinco atividades, sendo três de interpretação e duas de construção. Foram analisados os desempenhos dos estudantes em questões de leitura pontual, comparação, combinação, igualização, extrapolação e análise geral para cada gráfico, sendo um gráfico de linhas e dois de barras (um de categorias e outro com série de tempo). Os resultados não mostraram diferenças significativas no desempenho dos estudantes nas atividades de interpretação em função da escolaridade. Questões de combinação e de comparação foram as que trouxeram maior dificuldade para todos os grupos. Considerando os tipos de gráficos...

Gráficos de barras e materiais manipulativos: analisando dificuldades e contibuições de diferentes representações no desenvolvimento da conceitualização matemática em crianças de seis a oito anos

Coelho Vieira Selva, Ana; Tarcisio da Rocha Falcão, Jorge (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
37.126902%
O objetivo desse trabalho foi investigar o uso de gráficos de barras como suporte representacional na resolução de problemas aditivos e as dificuldades surgidas na interpretação e construção dessa representação. Também, estávamos interessados em avaliar se a combinação entre a representação gráfica e o uso de material manipulativo poderia auxiliar crianças a resolverem problemas aditivos envolvendo gráficos. Dois estudos foram realizados. No primeiro estudo, 24 crianças pré-escolares com idades entre seis e sete anos resolveram problemas aditivos com blocos e depois com gráficos. Eles participaram de uma seqüência de atividades que tinha como objetivo ajudá-los a lidar com algumas dificuldades relacionadas à representação gráfica. As crianças trabalharam em pares. Os resultados obtidos confirmaram estudos anteriores que mostraram dificuldades por parte das crianças em lidar com alguns conceitos matemáticos relacionados à construção e interpretação de gráficos. Entretanto, nossos dados também mostraram que tais dificuldades podem ser superadas a partir de atividades que colocam em relevância o problema em questão. Os participantes do segundo estudo foram 57 crianças da alfabetização e primeira série...

Possibilidades do uso do computador no ensino de gráficos: um estudo em escolas do Projovem - Recife

Santos, Cláudia Costa dos; Carvalho, Liliane Maria Teixeira Lima de (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.14448%
O programa nacional de inclusão de Jovens - Projovem está fundamentado numa perspectiva de participação cidadã. Carzola e Castro (2008) destacam a importância do letramento estatístico para o desenvolvimento da cidadania. Ser letrado nessa área significa perceber as armadilhas que se põem numa informação veiculada por meio de gráficos, em parte devido a utilização frequente dessas representações em diversos contextos, como o da mídia e o escolar. Carvalho, Monteiro e Campos (2011) destacam que atividades com gráficos precisam ser pensadas na escola como processos de resolução de problemas nos quais diferentes fatores têm influência. Na proposta pedagógica do Projovem, o ensino de gráficos perpassa as unidades formativas. Espera-se também que os conteúdos curriculares sejam desenvolvidos de forma integrada com os meios tecnológicos. Nessa pesquisa, buscamos analisar algumas experiências sobre o ensino de gráficos nas quais o professor usam o computador como recurso. O estudo foi realizado em escolas núcleos do Projovem em Recife. A metodologia consistiu de três etapas: mapeamento das escolas; entrevistas com quatro professores de matemática; e observação de duas aulas de matemática nas quais os professores realizavam o ensino de gráficos com o uso do computador. A maioria das escolas visitadas possui laboratório de informática com computadores funcionando adequadamente. Os docentes entrevistados possuem mais de cinco anos de experiência de ensino no Projovem e apenas dois tem formação inicial em Matemática...

Explorando a Compreensão de Gráficos nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: Um estudo com professoras do 4º e 5º anos dos municípios de Igarassu e Itapissuma

Santos, Kátia Barros Cabral dos; Selva, Ana Coêlho Vieira (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.106184%
No contexto global em que as informações transitam através de representações cada vez mais sintéticas, como os gráficos e tabelas, faz-se necessário que os indivíduos realizem a interpretação das informações de forma crítica. Nesse sentido, a escola passa a desempenhar um papel muito importante na formação dos estudantes. O objetivo deste estudo foi analisar a compreensão de professores de 4º e 5º anos do Ensino Fundamental sobre interpretação de gráficos. Participaram da pesquisa 12 professoras: seis do 4º ano e seis do 5º ano do Ensino Fundamental dos municípios de Igarassu e Itapissuma. Foi realizada com cada professora uma entrevista individual constituída de quatro tópicos: 1) Perfil das professoras, em que analisamos aspectos sobre a formação e prática pedagógica; 2) Elaboração de Questões sobre gráficos propostos, em que foram analisados os tipos de questões elaborados pelas professoras; 3) Análise de Atividades propostas em livros didáticos, em que as professoras observaram o nível de dificuldade de questões envolvendo interpretação de gráficos; 4) Análise de resolução de estudantes em atividades com gráficos, em que as professoras analisaram a resolução dos estudantes de atividades envolvendo interpretação de gráficos. Os resultados mostraram que não houve uma diferença expressiva entre a compreensão de gráficos pelas professoras participantes do 4º e do 5º anos...

Aprendendo a representar escalas em gráficos: um estudo de intervenção

Silva, Maria Betânia Evangelista da; Guimarães, Gilda Lisbôa (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.081406%
A crescente necessidade de se discutir questões relacionadas à Estatística, principalmente nos meios educacionais, se justifica pela constante utilização de dados estatísticos em nosso cotidiano. Assim, é de extrema importância saber ler, interpretar e fazer inferências de informações que aparecem em gráficos, tabelas, dentre outros recursos. Entretanto, pesquisas relatam a dificuldade de alunos em compreender escalas representadas em gráficos. Isso é preocupante, pois a escala se constitui em um dos componentes fundamentais para se entender os dados representados em gráficos. Essa pesquisa teve como objetivo investigar a influência de uma intervenção de ensino sobre escalas representadas em gráficos de barras e linhas, com alunos do 5º ano, a partir de três tipos de atividade que exploravam o conceito de escala: medidas de comprimento (MC), reta numérica (RN) e mapas (MP). Participaram do estudo 69 alunos de três escolas públicas da Região Metropolitana do Recife. Foi realizado um pré-teste, uma intervenção de ensino e um pós-teste com cada grupo. Com intuito de avaliar o conhecimento dos alunos, o pré-teste e o pós-teste continham oito questões que envolviam interpretação e construção de escala em gráficos. A intervenção de ensino realizada em cada turma ocorreu em dois dias...

Gráficos de control no paramétricos basados en R-estadísticos con aplicación al caso multivariante

Loaiza Arbeláez, Rubén Darío
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/masterThesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.013718%
Este proyecto propone la implementación de varios gráficos de control para procesos industriales. Se hace énfasis en los gráficos de control no paramétricos basados en rangos ordinales, tanto univariantes como multivariantes propuestos por Liu [3]. Se desarrollarán a través de la implementación de los distintos códigos necesarios para la construcción de los gráficos de control mediante el uso del lenguaje de programación R. Se comparan los gráficos de control clásicos propuestos por Shewhart y los gráficos de control no paramétricos basados en rangos ordinales de Liu y también gráficas de operación características (OC) de cada uno de ellos.