Página 1 dos resultados de 188 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

RAPD marker use for improving resistance to Helicoverpa zea in corn

da Silva, S. C.; Lemos, MVF; Osuna, JTA
Fonte: Maydica-ist Sper Cerealicoltur Publicador: Maydica-ist Sper Cerealicoltur
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 289-294
Português
Relevância na Pesquisa
58.532036%
Helicoverpa zea is responsible for great losses to the corn, Zen mays L., crops final productivity, and the best way to control it is by improving genetic resistance. In collaboration with corn improvement and increasing resistance to insects through molecular marker assisted selection, this work had as an objective the selection of resistant (RP) and susceptible progenies (SP) to H. zea based on the RAPD technique. Molecular markers were Found, among the resistant progenies and it is suggested that linkage of these within the Zapalote Chico corn race, be used to extract resistance genes from this race as a donor. The progenies were selected from a population of half-sibs exhibiting a broader genetic base (FCAVJ-VF14). After DNA extraction, two sample bulks were formed; one made up of the six most resistant plants, the other of the six least resistant plants. Eighty-six primers were tested for PCR reactions with the resistant and susceptible bulks and analyzed on agarose electrophoresis for the detection of RAPD band polymorphism. The results of the banding patterns and similarity values indicated a nucleotide sequence amplified by the primer OPC-2 as a possible molecular marker for the identification of resistant progenies and a homology region between them and the Zapalote Chico corn race.

Avaliação dos parâmetros genéticos em progênies de meio-irmãos de uma sub-população de milho composto Flint para resistência à lagarta-da-espiga Helicoverpa zea (Bod.)

Franchini, Celso R. B.; Ayala-Osuna, Juan T.; Lara, Fernando Mesquita; Silva, Paulo C.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 605-609
Português
Relevância na Pesquisa
48.98286%
Foram estudadas 100 progênies de meio-irmãos de uma sub-população de milho (Zea mays L.) Composto Flint com o objetivo de avaliar a resistência de genótipos à lagarta-da-espiga Helicoverpa zea (Bod.). Foram obtidos os valores de danos médios da lagarta-da-espiga de 1,14 cm de comprimento na espiga determinado pela escala de Widstrom e coeficiente de variação experimental (CVE) de 23,4%. Dos parâmetros genéticos avaliados, a estimativa de herdabilidade (h²) foi de 6%, variância genética (VG) de 0,0015 cm² e variância fenotípica (VF) de 0,025 cm² para danos de H. zea. No entanto, o comprimento da ponta da bráctea e compactação da bráctea alcançaram resultados de herdabilidade de 75% e 72% respectivamente. Essa sub-população de milho apresenta variabilidade genética suficiente para utilização em programas de melhoramento, sendo que a resistência à lagarta-da-espiga pode ser obtida através da melhoria dos caracteres morfológicos diretamente relacionados à praga, como a compactação e comprimento da bráctea.; One hundred of half-sib families of a subpopulation of maize (Zea mays L.)Flint Composite were evaluated in the field, to verify the genotype resistance to the corn earworm Helicoverpa zea (Bod.). For this subpopulation...

Short-term assessment of bt maize on non-target arthropods in Brazil

Fernandes, Odair Aparecido; Faria, Marcos; Martinelli, Samuel; Schmidt, Francisco; Carvalho, Vinícius Ferreira; Moro, Gloverson
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 249-255
Português
Relevância na Pesquisa
48.972407%
Embora não haja cultivos comerciais de milho geneticamente modificado no Brasil, o efeito de híbridos de milho Bt sobre inimigos naturais e artrópodos de solo deve ser avaliado antes da liberação aos produtores. Assim, ensaios foram conduzidos durante uma safra em duas localidades. Os híbridos de milho modificado geneticamente 7590-Bt11 e Avant-ICP4 foram comparados com seus respectivos isogênicos não transgênicos. Os artrópodes foram avaliados através de observação direta nas plantas e armadilhas de alçapão. de modo geral, não se observaram diferenças entre as populações de tesourinha (Dermaptera: Forficulidae), joaninhas (Coleptera: Coccinellidae), percevejo-pirata (Coleoptera: Anthocoridae), carabídeos (Carabidae), cicindelídeos (Cicindelidae) e aranhas (Araneae). Também não houve diferença no parasitismo de ovos de Helicoverpa zea (Boddie) por Trichogramma sp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae). Assim, milho geneticamente modificado expressando as proteínas inseticidas Cry1A(b) e VIP 3A não causa redução nas populações dos principais predadores e parasitóides.; Although not yet available for cultivation in Brazil, the effect of Bt maize hybrids on natural enemies and soil dwelling arthropods should be assessed prior to its release to growers. Trials were carried out during one growing season in two different locations with the genetically modified maize hybrids 7590-Bt11 and Avant-ICP4...

Infestação de Spodoptera frugiperda e Helicoverpa zea (Lepidoptera: Noctuidae) em híbridos comerciais de milho (Zea mays L.)

Nais, Juliana
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vi, 70 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
49.065605%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; O milho é uma das plantas domesticadas pelo homem mais antigas do mundo e sua produção se torna ameaçada diante do ataque de pragas. Dentre elas destacam-se a lagarta-do-cartucho Spodoptera frugiperda e a lagarta-da-espiga Helicoverpa zea. A S. frugiperda ataca preferencialmente o cartucho das plantas consumindo grande parte da área foliar antes de as folhas se desenvolverem. A H. zea é referida prejudicando a cultura atacando os estilo-estigmas e alimentando-se dos grãos leitosos. Para promover o manejo dessas pragas com a mínima utilização de agrotóxicos, a tecnologia das plantas geneticamente modificadas tem sido objeto de estudos. Neste trabalho, os objetivos foram avaliar a infestação de lagartas e injúrias de S. frugiperda e determinar o comportamento de oviposição, intensidade de infestação, danos nos estilo-estigmas e espigas provocados por H. zea em condições de campo, em híbridos convencionais e transgênicos. Os híbridos foram semeados na safrinha de 2010 e na safra de 2010/2011, em delineamento de blocos ao acaso...

quantificação da proteína cry1AB em folhas, caulles e grãos de dois hibridos de milho Bt e controlo das pragas Spodoptera frugiperda e Helicoverpa zea

Neto, Geraldo; Cividanes, Teresinha; Branco, Roberto; Maria Rosário, Félix; Fernando, Rei; José, Nogueira
Fonte: Instituto Zootecnia - Boletim Industria Animal Publicador: Instituto Zootecnia - Boletim Industria Animal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.93996%
A study was carried out to evaluate the infestation and associated damages to the presence of the Spodoptera frugiperda and Helicoverpa zea caterpillars, in two genetically modified(GM) corn, Dekalb DKB390 and Agroceres AG8088, expressing the cry1Ab protein. For this objective,an split-splot design with two factors (hybrid x gene) was carried out. Negative controls were made with the same corn hybrids without the gene cry1Ab (NoGM). The concentration of the protein Cry1Ab was determined by the ELISA (enzyme linked immuno sorbent assay) technique in previously dehydrated stems, leaves and grains of GM corns. Caterpillars sampling of S. frugiperda and associated damage survey were accomplished at 15, 22, 29, 36 and 42 days after the sowing, according to a damage scale with 5 levels (0- pest absence to 5- dead plant). Countings of H. zea caterpillars and associated damage were assessed at 57, 71, 78 and 85 days after the sowing, according to a damage scale with 4 levels (0-pest absence curse to 4-gallery in the corn cob minor than 3cm). Sampled caterpillars were divided in two groups, smaller or equal to 15mm and bigger than 15mm. No insecticide application was accomplished in the GM blocks while NoGM blocks were sprayed with deltametrina (2...

QUANTIFICAÇÃO DA PROTEÍNA CRY1AB EM FOLHAS, CAULES E GRÃOS DE DOIS HÍBRIDOS DE MILHO BT E CONTROLE DAS PRAGAS Spodoptera frugiperda E Helicoverpa zea

Balieiro Neto, Geraldo; Cividanes, Terezinha; Branco, Roberto; Félix, M. Rosário; Rei, Fernando; Nogueira, José
Fonte: Boletim da Indústria Animal Publicador: Boletim da Indústria Animal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.883213%
RESUMO: Procedeu-se à avaliação do nível de infestação e respectivos danos associados à presençadas lagartas Spodoptera frugiperda e Helicoverpa zea, em dois milhos híbridos geneticamentemodificados (OGM), Dekalb DKB390 e Agroceres AG8088, que expressam a proteína Cry1Ab. Foi estabelecido em blocos casualizados, com dois fatores (hibrido e gene cry1Ab), sendo utilizadascomo controles os mesmos híbridos sem a proteína Cry1Ab (NOGM). A concentração da proteína Cry1Ab foi determinada pela técnica ELISA em caules, folhas e grãos dos milhos OGM, previamentedesidratados por liofilização. A contabilização do número de lagartas de S. frugiperda e danos associados foi realizada aos 15, 22, 29, 36 e 42 dias após a semeadura, segundo uma escala com 5 níveis (0-ausência praga; 5-planta morta). A contabilização do número de lagartas de H. zeae danos associados foi realizada aos 57, 71, 78 e 85 dias após a semeadura, segundo uma escala com 4 níveis (0-ausência praga; 4- o inseto penetrou até o sabugo, não se aprofundando mais que 3 cm). O número de larvas foi contabilizado segundo dois níveis, menores ou iguais a 15mm e maiores de 15mm. Nenhuma aplicação inseticida foi realizada nos talhões com milhos OGM enquanto os talhões com milhos NOGM foram pulverizados com uma aplicação de deltametrina (2...

Capacidade de dispersão deTrichogramma pretiosum riley, 1879 para controle de Helicoverpa zea (Boddie, 1850) em milho

Sá,L.A. Nogueira de; Parra,J.R.P.; Silveira Neto,S.
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1993 Português
Relevância na Pesquisa
68.883213%
Estudou-se, em duas localidades do Estado de São Paulo, a capacidade de dispersão de Trichogramma pretiosum Riley, 1879 na cultura do milho, em relação a ovos de Helicoverpa zea (Boddie, 1850). A dispersão de T. pretiosum, 36 horas após a liberação, foi de 80 a 102 m². Ocorreu uma relação inversa entre parasitismo e predação natural por insetos, nas duas localidades estudadas. Em função dos resultados obtidos, determinou-se que a liberação dos parasitóides, para controle de H. zea, deve ser feita em 100 pontos/ha.

Efeito do número e intervalo entre liberações de Trichogramma pretiosum riley no parasitismo e controle de Helicoverpa zea (boddie), em milho

Sá,L.A. Nogueira de; Parra,J.R.P.
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1993 Português
Relevância na Pesquisa
68.80465%
Estudou-se o efeito do número e intervalo de liberações de Trichogramma pretiosum Riley, no parasitismo e controle de Helicoverpa zea (Boddie) na cultura do milho. Observou-se um incremento de até 5 vezes no parasitismo de ovos quando foram realizadas 3 liberações de 100.000 adultos de T. pretiosum por ha. A redução no dano nas espigas por H. zea em áreas de liberação de T. pretiosum foi de até 26%, mostrando o potencial de controle biológico do parasitóide.

DETERMINAÇÃO DO NÚMERO DE FÊMEAS VIRGENS POR ARMADILHA E PERIODICIDADE DE CAPTURA DE MACHOS DE Helicoverpa zea (BODDIE) (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE)

MATRANGOLO,W.J.R; DELLA LUCIA,T.M.C; CRUZ,I; VILELA,E.F
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1996 Português
Relevância na Pesquisa
58.41605%
Avaliou-se em lavouras de milho em fase de liberação de estilo-estigmas, na EMBRAPA/CNPMS, em Sete Lagoas, MG, a atratividade de diferentes números de fêmeas virgens de Helicoverpa zea (Boddie) em armadilha adesiva, além de uma formulação comercial do feromônio sintético, proveniente dos E.E.U.U. A maior atividade de procura por acasalamento teve início nas primeiras horas da noite. Não houve diferença significativa entre médias de insetos capturados com uma, três ou cinco fêmeas. Cinco fêmeas por armadilha tornam o monitoramento pouco prático; uma apenas pode comprometer a captura por disfunção fisiológica ou mesmo morte. Não houve captura nas armadilhas contendo feromônio sintético, que, ao invés, capturou machos de Mythimna, outro Noctuidae. A maior freqüência de captura nas armadilhas ocorreu após a meia noite, diminuindo próximo do alvorecer. O horário de início de chamamento e captura esteve estreitamente relacionado com a temperatura ambiente.

Growth, viral production and metabolism of a Helicoverpa zea cell line in serum-free culture

Lua, Linda H.L.; Reid, Steven
Fonte: Kluwer Academic Publishers Publicador: Kluwer Academic Publishers
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/2003 Português
Relevância na Pesquisa
48.98286%
Insect cell cultures have been extensively utilised for means of production for heterologous proteins and biopesticides. Spodoptera frugiperda (Sf9) and Trichoplusia ni (High Five™) cell lines have been widely used for the production of recombinant proteins, thus metabolism of these cell lines have been investigated thoroughly over recent years. The Helicoverpa zea cell line has potential use for the production of a biopesticide, specifically the Helicoverpa armigera single-nucleocapsid nucleopolyhedrovirus (HaSNPV). The growth, virus production, nutrient consumption and waste production of this cell line was investigated under serum-free culture conditions, using SF900II and a low cost medium prototype (LCM). The cell growth (growth rates and population doubling time) was comparable in SF900II and LCM, however, lower biomass and cell specific virus yields were obtained in LCM. H. zea cells showed a preference for asparagine over glutamine, similar to the High Five™ cells. Ammonia was accumulated to significantly high levels (16 mM) in SF900II, which is an asparagine and glutamine rich medium. However, given the absence of asparagine and glutamine in the medium (LCM), H. zea cells adapted and grew well in the absence of these substrates and no accumulation of ammonia was observed. The adverse effect of ammonia on H. zea cells is unknown since good production of biologically active HaSNPV was achieved in the presence of high ammonia levels. H. zea cells showed a preference for maltose even given an abundance supply of free glucose. Accumulation of lactate was observed in H. zea cell cultures.

Densidade populacional de Helicoverpa zea (Boddie) (Lepidoptera: Noctuidae) nas fases de ovo, larva e adulto em milho.

MATRANGOLO, W.J.R.; CRUZ, I.; DELLA LUCIA, T.M.C.
Fonte: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 1, p. 21-28, 1998. Publicador: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 1, p. 21-28, 1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.93996%
Estudou-se a flutuacao populacional de ovos, lagartas e adultos de Helicoverpa zea (Boddie) na cultura do milho (Zea mays), durante a fase de liberacao de estilos-estigma, no inverno, na primavera e outono, em Sete Lagoas, MG. Foi obtida uma grande quantidade de ovos, com tendencia a diminuicao juntamente com o secamento dos estilos-estigma. Essa quantidade nao correlacionou com o pequeno numero de lagartas amostradas, nem com o valor constante de machos adultos capturados. Fatores de mortalidade especialmente associados a ovos e a lagartas de primeiros instares exerceram papel importante na diminuicao da populacao do inseto. Portanto, nas condicoes onde os experimentos foram conduzidos, as decisoes a respeito de epocas de aplicacoes de inseticidas, embasadas somente no numero de machos capturados em armadilhas de feromonios ou no numero de ovos amostrados nos estilos-estigma, nao traduzem a real necessidade de medidas de controle. Para estimar a populacao de H. zea nas espigas de milho, o melhor indice foi portanto o numero de lagartas/estigma. A disponibilidade constante de alimento e as condicoes favoraveis de clima na regiao mantem uma populacao constante de adultos de modo a nao ser possivel detectar picos de ocorrencia em armadilhas.; 1998

Resposta de Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner (Hymenoptera: Trichogrammatidae) a diferentes densidades de ovos do hospedeiro natural, Helicoverpa zea (Boddie) (Lepidoptera: Noctuidae).

PARON, M.J.F.O.; CIOCIOLA, A.I.; CRUZ, I.
Fonte: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 427-433, 1998. Publicador: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 427-433, 1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.68866%
Avaliou-se em laboratorio (25oC), 70% UR e fotofase de 12 horas) a resposta de diferentes densidades de Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner ao aumento da densidade de ovos do hospedeiro Helicoverpa zea (Boddie). Uma, tres, cinco e 10 femeas do parasitoide, receberam, por um periodo de 24 h, 15, 30, 60, 90, 120 e 150 ovos do hospedeiro. Os resultados indicaram uma interferencia mutua tanto do hospedeiro quanto do parasitoide, em tratamento com tres ou mais femeas confinadas nos tubos, e em baixas densidades de ovos do hospedeiro , resultando mum menor numero de ovos parasitados por femea. Numa densidade de 120 ovos do hospedeiro ou acima (no minimo 12 ovos disponiveis/femea) nao ocorreu inerferencia mutua. Respostas funcionais quadraticas foram verificadas para o numero de ovos parasitados com o aumento de densidade de ovos, para uma densidade de cinco ou mais parasitoides por recipiente.; 1998

Efeito de genótipos de milho no parasitismo por Trichogramma spp. em ovos de Helicoverpa zea (Boddie).

PARON, M.J.F.O.; CRUZ, I.; CIOCIOLA, A.I.
Fonte: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 435-441, 1998. Publicador: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 435-441, 1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.93996%
Avaliou-se o parasitismo de ovos de Helicoverpa zea (Boddie) (Lepidoptera: Noctuidae) por Trichogramma spp, em tres genotipos de milho (Zea mays L.); BR 205 (endosperma amarelo normal), BR 451 (endosperma branco, com alta qualidade proteica e BR 400 (endosperma amarelo e doce). Os genotipos foram semeados de duas maneiras; plantio dos tres genotipos ao mesmo tempo (1o ensaio) e plantio escalonado com intervalo de uma semana, para coincidir o florescimento, a saber; BR 205, BR 451 e BR 400. Em ambos os plantios nao houve efeito dos genotipos na infestacao de ovos de H. zea e no parasitismo desses por Trichogramma spp. (media de 8,0 no 1o e de 1,8 ovos/estilo-estigma, no 2o plantio). O parasitismo dos ovos significativamente de acordo com a cultivar, sendo de 62,4% para BR 451, 47,0% para BR 205 e 34,1% para BR 400.; 1998

Determinação do número de fêmeas virgens por armadilha e periodicidade de captura de machos de Helicoverpa zea (Boddie) (Lepidoptera: noctuidae).

MATRANGOLO, W.J.R.; DELLA LUCIA, T.M.C.; CRUZ, I.; VILELA, E.F.
Fonte: Scientia Agricola, Piracicaba, v. 53, n. 1, p. 126-130, jan./abr. 1996. Publicador: Scientia Agricola, Piracicaba, v. 53, n. 1, p. 126-130, jan./abr. 1996.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.80465%
Avaliou-se em lavouras de milho em fase de liberacao de estilo-estigmas, na EMBRAPA/CNPMS, em Sete Lagoas, MG, a atratividade de diferentes numeros de femeas virgens de Helicoverpa zea (Boddie) em armadilha adesiva, alem de uma formulacao comercial do feromonio sintetico, proveniente dos E.E.U.U. A maior atividade de procura por acasalamento teve inicio nas primeiras horas da noite. Nao houve diferenca significativa ente medias de insetos capturados com uma, tres ou cinco femeas. Cinco femeas por armadilha tornam o monitoramento pouco pratico: uma apenas pode comprometer a captura por disfuncao fisiologica ou mesmo morte. Nao houve captura nas armadilhas contendo feromonio sintetico, que, ao inves, capturou machos de Mythimna, outro Noctuidae. A maior frequencia de captura nas armadilhas ocorreu apos a meia noite, diminuindo proximo do alvorecer. O horario de inicio de chamamento e captura esteve estreitamente relacionado com a temperatura ambiente.; 1996

Efeito de inimigos naturais em ovos de Helicoverpa zea (Boddie, 1850) não parasitados e parasitados por Trichogramma pretiosum (Riley, 1879).

CIOCIOLA JUNIOR, A.I.; CIOCIOLA, A.I.; CRUZ, I.
Fonte: Ciencia e Agrotecnologia, Lavras, v. 22, n. 3, p. 290-294, jul./set. 1998. Publicador: Ciencia e Agrotecnologia, Lavras, v. 22, n. 3, p. 290-294, jul./set. 1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.93996%
Ovos de Helicoverpa zea (Boddie, 1850) foram submetidas ao parasitismo por Trichogramma pretiosum (Riley, 1879 (tratamento 1), T. pretiosum + Telenomus sp. (tratamento 2), e ao parasitismo e predatismo, respectivamente por T. pretiosum + uma larva de terceiro instar de Chrysoperla externa (Hagen, 1861)(tratamento 3) e T. pretiosum + um adulto de Doru luteipes (Scudder, 1876)(tratamento 4), nas temperaturas de 15, 20, 25 e 30 oC, num intervalo de 48h, utilizando-se um delineamento inteiramente casualizado com sete repeticoes. Nas temperaturas estudadas, constatou-se no tratamento 3 (C. externa), o consumo medio de 94,3% sendo os ovos de H. zea remanescentes parasitados. O tratamento com apenas T. pretiosum resultou num parasitismo medio de 51,6%. Quando essa especie foi avaliada conjuntamente com Telenomus sp. (tratamento 2), houve parasitismo apenas por T. pretiosum, media de 42,5%. A media de predacao no tratamento 4 (D luteipes) alcancou 85%. Os 15% de ovos restantes foram parasitados. Ovos de H. zea parasitadas por T. pretiosum nao foram predados em nenhum tratamento nas temperaturas estudadas, entretanto, os nao parasitados foram predados (tratamento 3 e 4), mostrando, assim, uma possivel acao complementar no controle de H. zea ao proporcionado por apenas T. pretiosum. Ao contrario do ocorrido com T. pretiosum a 15 oC...

Rapid Identification of Helicoverpa armigera and Helicoverpa zea (Lepidoptera: Noctuidae) Using Ribosomal RNA Internal Transcribed Spacer 1

Perera, Omaththage P.; Allen, Kerry C.; Jain, Devendra; Purcell, Matthew; Little, Nathan S.; Luttrell, Randall G.
Fonte: Oxford University Press Publicador: Oxford University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 29/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
49.086055%
Rapid identification of invasive species is crucial for deploying management strategies to prevent establishment. Recent Helicoverpa armigera (Hübner) invasions and subsequent establishment in South America has increased the risk of this species invading North America. Morphological similarities make differentiation of H. armigera from the native Helicoverpa zea (Boddie) difficult. Characteristics of adult male genitalia and nucleotide sequence differences in mitochondrial DNA are two of the currently available methods to differentiate these two species. However, current methods are likely too slow to be employed as rapid detection methods. In this study, conserved differences in the internal transcribed spacer 1 (ITS1) of the ribosomal RNA genes were used to develop species-specific oligonucleotide primers that amplified ITS1 fragments of 147 and 334 bp from H. armigera and H. zea, respectively. An amplicon (83 bp) from a conserved region of 18S ribosomal RNA subunit served as a positive control. Melting temperature differences in ITS1 amplicons yielded species-specific dissociation curves that could be used in high resolution melt analysis to differentiate the two Helicoverpa species. In addition, a rapid and inexpensive procedure for obtaining amplifiable genomic DNA from a small amount of tissue was identified. Under optimal conditions...

Paper bags for pest control and pesticide use reduction on tomato fruits; Ensacamento de frutos do tomateiro visando ao controle de pragas e à redução de defensivos

Jordão, Alexandre Luis; Nakano, Octávio
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
49.10772%
O ensacamento de frutos durante o seu desenvolvimento na planta, além do objetivo de controlar pragas pode reduzir resíduos de defensivos e manejar aspectos qualitativos. Com o objetivo de controle das pragas Neoleucinodes elegantalis, Helicoverpa zea e Tuta absoluta e redução de resíduos de inseticidas, pencas de tomates, foram ensacadas com papel-manteiga. Além do efeito do ensacamento, foram testados dois repelentes de insetos. Foram realizados cinco tratamentos. A eficiência do ensacamento e dos repelentes foi verificada por meio do número médio de lagartas encontradas por tratamento. A quantidade de resíduo de metamidofós encontrada nos frutos ensacados e nos frutos expostos diretamente à pulverização foi comparada ao limite máximo permitido. Verificou-se, também, a qualidade dos frutos produzidos pelo método do ensacamento através de análises físico-químicas dos tomates. Os custos do método do ensacamento foram comparados aos do método químico. O ensacamento, associado ou não aos repelentes, reduz o ataque das lagartas N. elegantalis e H. zea aos frutos. Para o controle de T. absoluta é necessária a integração com controle químico nas épocas de maior infestação. Os frutos não ensacados possuíam quantidade de metamidofós seis vezes superiores ao máximo tolerado e os frutos ensacados quantidade três vezes inferiores a este limite. O ensacamento das pencas de tomates não modificou os parâmetros físico-químicos dos frutos produzidos. O método do ensacamento requer maior investimento econômico...

Avaliação do efeito de milho bt sobre artrópodos não alvo no Brasil; Short-term assessment of bt maize on non-target arthropods in Brazil

Fernandes, Odair Aparecido; Faria, Marcos; Martinelli, Samuel; Schmidt, Francisco; Carvalho, Vinícius Ferreira; Moro, Gloverson
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.972407%
Although not yet available for cultivation in Brazil, the effect of Bt maize hybrids on natural enemies and soil dwelling arthropods should be assessed prior to its release to growers. Trials were carried out during one growing season in two different locations with the genetically modified maize hybrids 7590-Bt11 and Avant-ICP4, comparing with their respective non-Bt isogenic hybrids. Arthropods were evaluated through direct observation on plants and pitfall traps. In general, no differences were observed between populations of earwig (Dermaptera: Forficulidae), lady beetles (Coleptera: Coccinellidae), minute pirate bug (Coleoptera: Anthocoridae), ground beetles (Carabidae), tiger beetles (Cicindelidae), and spiders (Araneae). There was no difference in egg parasitism of Helicoverpa zea (Boddie) by Trichogramma sp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae). Thus, Bt maize hybrids expressing insecticide proteins Cry1A(b) and VIP 3A do not cause reduction of the main maize dweeling predators and parasitoids.; Embora não haja cultivos comerciais de milho geneticamente modificado no Brasil, o efeito de híbridos de milho Bt sobre inimigos naturais e artrópodos de solo deve ser avaliado antes da liberação aos produtores. Assim, ensaios foram conduzidos durante uma safra em duas localidades. Os híbridos de milho modificado geneticamente 7590-Bt11 e Avant-ICP4 foram comparados com seus respectivos isogênicos não transgênicos. Os artrópodes foram avaliados através de observação direta nas plantas e armadilhas de alçapão. De modo geral...

Capacidade de dispersão deTrichogramma pretiosum riley, 1879 para controle de Helicoverpa zea (Boddie, 1850) em milho; Dispersion capacity of Trichogramma pretiosum riley, 1879 for controlling Helicoverpa zea (Boddie, 1850) in corn

Sá, L.A. Nogueira de; Parra, J.R.P.; Silveira Neto, S.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/1993 Português
Relevância na Pesquisa
69.447627%
Estudou-se, em duas localidades do Estado de São Paulo, a capacidade de dispersão de Trichogramma pretiosum Riley, 1879 na cultura do milho, em relação a ovos de Helicoverpa zea (Boddie, 1850). A dispersão de T. pretiosum, 36 horas após a liberação, foi de 80 a 102 m². Ocorreu uma relação inversa entre parasitismo e predação natural por insetos, nas duas localidades estudadas. Em função dos resultados obtidos, determinou-se que a liberação dos parasitóides, para controle de H. zea, deve ser feita em 100 pontos/ha.; The dispersion capacity of Tríchogramma pretiosum Riley, 1879 in relation to Helicoverpa zea (Boddie, 1850) eggs was studied in corn, in two regions, in the State of São Paulo. The dispersion capacity of T. pretiosum 36 hours after release ranged from 80 to 102 m² and an inverse relationship between parasitism and predation occurred for H. zea eggs for both localities studied. The results obtained indicate that releases for controlling H. zea should be made at 100 points/ha.

Efeito do número e intervalo entre liberações de Trichogramma pretiosum riley no parasitismo e controle de Helicoverpa zea (boddie), em milho; Effect of the number and interval between releases of Trichogramma pretiosum riley on the parasitism and control of Helicoverpa zea (boddie) in corn

Sá, L.A. Nogueira de; Parra, J.R.P.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1993 Português
Relevância na Pesquisa
69.406914%
Estudou-se o efeito do número e intervalo de liberações de Trichogramma pretiosum Riley, no parasitismo e controle de Helicoverpa zea (Boddie) na cultura do milho. Observou-se um incremento de até 5 vezes no parasitismo de ovos quando foram realizadas 3 liberações de 100.000 adultos de T. pretiosum por ha. A redução no dano nas espigas por H. zea em áreas de liberação de T. pretiosum foi de até 26%, mostrando o potencial de controle biológico do parasitóide.; The effect of the number and interval between releases of Trichogramma pretiosum Riley on parasitism and on the control of Helicoverpa zea (Boddie) was studied in corn. Results indicated an increase of up to 5 times in parasitism of H. zea eggs when 3 releases of 100,000 T. pretiosum adults per ha were made. H. zea damage in corn ears in T. pretiosum release areas was reduced 26%, demonstrating the potential of this parasitoid for the control of this pest.