Página 1 dos resultados de 4 itens digitais encontrados em 0.039 segundos

Os muito idosos no município de São Paulo ; The oldest old in the Municipality of São Paulo

Ferreira, José Vicente Corrêa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
16.46%
Introdução: A humanidade passa por uma transformação notável, com profundas implicações para a organização social e para as políticas de Saúde Pública: o envelhecimento da população. Ao contrário dos países desenvolvidos, no Brasil e na maioria dos países em desenvolvimento a população idosa vem aumentando em um cenário de pobreza e despreparo. Nesse quadro, os idosos com idade igual ou superior a 80 anos – que, segundo o Censo de 2000, já eram 1.787.607 - representam um segmento da população pouco estudado e que possui demandas e características singulares e notavelmente diferentes das dos idosos mais jovens. Objetivo: Este estudo, parte do projeto SABE, tem como objetivo descrever as características sócio-demográficas e de saúde da população com idade igual ou maior que 80 anos residente no Município de São Paulo e que participou do estudo SABE no ano de 2000. Metodologia: Essa pesquisa é parte do Estudo SABE – Saúde, Bem-estar e Envelhecimento -, estudo multicêntrico que busca traçar o perfil dos idosos na América Latina e Caribe. A população de estudo foi composta pelos 2136 idosos residentes, no ano de 2000, na área urbana do município de São Paulo, e os dados coletados por meio de questionário padronizado. Resultados: observou-se uma alta prevalência de doenças crônicas não-transmissíveis nessa população...

Diagnóstico da adequação da distribuição do trabalho médico por especialidades no Brasil

Vidor, Ana Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.3%
CONTEXTUALIZAÇÃO: No Brasil, a exemplo do que ocorre em outros países, os médicos estão distribuídos de forma heterogênea, concentrando-se principalmente nas regiões Sudeste e Sul do país (Povoa; Andrade, 2006), o que faz com que a distribuição adequada do trabalho médico seja um dos principais desafios à garantia da equidade em saúde. A desigualdade na distribuição de médicos é um problema mundial, e esta distribuição deve ser adequada tanto geograficamente como entre as especialidades. Entretanto, faltam parâmetros para identificar onde há carência e excesso destes profissionais. Embora não exista um modelo de distribuição ideal do trabalho médico, vários fatores podem interferir na necessidade deste profissional, e a avaliação da necessidade de médicos deve levar em conta o contexto no qual seu trabalho será desenvolvido. No Brasil, a busca por melhores níveis de saúde e promoção da equidade em saúde são objetivos importantes, que passam pelo fortalecimento do SUS e da Atenção Primária à Saúde (APS), sendo necessário avaliar a adequação da oferta e distribuição de médicos no país a estes propósitos. OBJETIVOS: Identificar a adequação da oferta de médicos no Brasil, total e por especialidade...

Analise dos principais indicadores em saude bucal no Municipio de Campos dos Goytacazes/RJ, Brasil; The analysis of the main index in oral health in the city of Campos dos Goytacazes ? RJ, Brazil

Suzy Pessanha Rangel Batista
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.62%
Os objetivos deste trabalho foram: 1) analisar o sistema de informação na saúde bucal em Campos dos Goytacazes (RJ) em 2004; 2) comparar a relação do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) com a saúde bucal nos municípios do norte fluminense do Estado do Rio de Janeiro em 2004; 3) verificar a prevalência e severidade da cárie dentária, em pré-escolares e escolares da rede pública, nas idades de 06 e 12 anos, em Campos dos Goytacazes (RJ), no ano de 2002. Para se atingir o objetivo 1 foram coletados dados através de leitura de documentos oficiais e algumas dissertações; resgate do histórico do Sistema de Informação na Saúde, através de entrevista semi-estruturada e finalmente comparação dos indicadores de avaliação do sistema de informação em saúde bucal deste município, disponibilizados pelo Sistema de Informação SIA/SUS, em relação àqueles sugeridos por Narvai (1996). Para se atingir o objetivo 2 os dados do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) foram coletados no site do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e os dados de saúde bucal foram coletados no site do DATASUS (Departamento de Informação e Informática do Sistema Único de Saúde) no ano de 2004. Para atingir-se o terceiro objetivo realizou-se um levantamento epidemiológico e a amostra aleatória e sistemática...

Serviços de saúde e saúde reprodutiva no Alto Rio Negro : da produção de dados à produção do perfil da fecundidade; Helth assistance and reproductive health in the Alto Rio Negro : from data to profile production on fertility

Cecilia Malvezzi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.92%
A produção de informações demográficas a respeito das populações indígenas é substrato para fundamentar as intervenções e políticas públicas direcionadas a esses povos. A irregularidade e qualidade precária das informações ocultam discrepâncias na situação de saúde. Estudos de populações indígenas mostram uma tendência da população indígena de crescimento populacional. Alguns estudos apresentam uma desaceleração no crescimento a partir da década de 1990, associada à queda na fecundidade. Tal queda, ainda que discreta, pode ser atribuída à urbanização, ou mesmo à maior proximidade com os centros urbanos, assim como, constrangimentos oferecidos pelo contado com serviço de saúde, escolas, ONGs, grupos religiosos, mercado de trabalho. Assim, a fim de avaliar se a atuação do serviço de saúde tem impacto na fecundidade indígena, buscou-se analisar a fecundidade das mulheres indígenas da região do Rio Tiquié, no Alto Rio Negro- AM, tomando-se como base inicial os dados produzidos pelo SIASI- Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena no ano de 2005. Para tanto, usamos para fins comparativos o Censo Indígena Autônomo do Rio Negro (CIARN), realizado em 1992, num contexto no qual não havia a presença de um serviço de saúde regular. Apesar de os resultados não serem conclusivos devido a qualidade ruim dos dados empíricos...