Página 1 dos resultados de 156 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Estudos estruturais dos receptores nucleares humanos para os hormônios tireoidianos Isoforma ß1 (hTRß1) e para o ácido retinóico 9-cis Isoforma a (hRXRa); Sctructural studies of the human thyroid hormone receptor isoform β e do ácido retinóico 9-cis isoforma α

Dias, Sandra Martha Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
46.85%
Os receptores nucleares são de suma importância para os processos de sinalização intercelular nos eucariotos, uma vez que possuem a capacidade de convergir diferentes sinais internos e externos na regulação de programas genéticos. Estas proteínas funcionam, na sua maioria, como fatores de transcrição ativados por ligantes, sendo a via de comunicação direta entre as moléculas de sinalização e a resposta transcricional eliciada pelas mesmas. A programação genética, estabilizada ou modificada pelos receptores, afeta virtualmente todos os aspectos da vida dos organismos multicelulares, tais como a embriogênese, a homeostase, a reprodução, o crescimento e a morte celular. A regulação transcricional e a seletividade promovida por estas proteínas têm fomentado intensas pesquisas, as quais estão decifrando a complexa rede de eventos moleculares que relatam sua forma de ação. Será um desafio para o futuro o conhecimento completo das regras moleculares que definem sua maneira de promover o controle espacial e temporal da expressão gênica. Estas informações prometem trazer detalhes cruciais para o desenvolvimento de drogas mais eficientes e de grande valor terapêutico. Neste contexto, o principal objetivo dos estudos aqui apresentados foi o de aumentar o conhecimento sobre o comportamento e estrutura do receptor nuclear humano dos hormônios tireoidianos...

Hormônios tireoidianos em recém-nascidos a termo com sepse neonatal; Thyroid hormones in full-term newborn infants with neonatal sepsis

Silva, Maria Helena Baptista Nunes da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.97%
Recém-nascidos com sepse apresentam sintomas clínicos e alterações laboratoriais por tempo e gravidade variáveis. A sepse neonatal pode comprometer diversos tecidos e modificar a ação das enzimas, incluindo a desiodase tipo 1, responsável pela formação do T3 plasmático a partir do T4 nos tecidos periféricos. Além disso, em certos períodos da doença, pode haver uma ação reduzida do T4 em níveis teciduais. Estas alterações são identificadas como Doença Não Tireoidiana, e pouco se conhece sobre ela no período neonatal. Os objetivos deste estudo foram determinar os níveis séricos dos hormônios tireoidianos em recém-nascidos a termo durante a sepse e a convalescença, verificando a presença da Doença Não Tireoidiana e determinando seus padrões na sepse de curta duração, na sepse prolongada e no choque séptico. Foram estudados 28 recém-nascidos a termo com sepse, 12 com duração prolongada por mais de oito dias e 15 com choque séptico. Os recém-nascidos que tiveram sepse prolongada foram os que apresentaram maior perda de peso desde o nascimento até o início da doença, média de 21 dias, e que tiveram culturas positivas para fungos. Doença Não Tireoidiana foi encontrada em 60,7% dos casos, prevalente nos recém-nascidos com sepse de prolongada duração...

Oligomerização, estruturas à baixa resolução, ligação ao DNA e ao ligante dos receptores de hormônios tireoidianos; Thyroid hormone receptor oligomerization, low resolution structures, DNA and ligand binding

Figueira, Ana Carolina Migliorini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
47%
Os receptores tireoidianos (TRs) são proteínas envolvidas em várias funções fisiológicas importantes para os organismos, pois são potentes reguladores do desenvolvimento, divisão e diferenciação celular, metabolismo e homeostase. Eles são responsáveis pela regulação da transcrição de genes-alvo específicos, mediando efeitos pleiotrópicos de hormônios lipofílicos nas células. Na ausência de ligantes essas proteínas estão complexadas a correpressores, impedindo a transcrição de genes por elas regulados. Por outro lado, a presença do ligante induz à transcrição através da ligação a elementos responsivos do DNA e coativadores. Nesse trabalho alguns aspectos do TR foram evidenciados, permintindo-se um melhor conhecimento acerca do funcionamento e estrutura desse receptor. Os experimentos de oligomerização revelaram a presença dos tetrâmeros do TR, os quais estavam restritos ao Receptor X Retinóico, sugerindo mecanismos novos na regulação do receptor. Os ensaios de raios-X a baixos ângulos resultaram nos primeiros modelos estruturais de baixa resolução de construções maiores do TR, demonstrando o correto posicionamento de seus domínios em sua estrutura geral, o que forneceu informações importantes sobre sua estrutura geral. Os experimentos de fluorescência avaliaram a ligação desses receptores a diversos elementos responsivos...

Sistema complemento e resposta de produção de anticorpos em ratos hipertireoideos; Complement System and response of production of antibody in rats with hyperthyroidism

Bitencourt, Claudia da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.39%
Tendo em vista a ocorrência de alterações no sistema imune relacionadas ao hipertireoidismo e à participação do sistema complemento (SC) em processos imunológicos, torna-se importante investigar se os hormônios tireoidianos teriam algum efeito sobre o SC. O SC é composto de uma série de proteínas séricas e de membrana que estão envolvidas em processos da resposta imune. Considerando que os hormônios tireoidianos estão envolvidos em uma série de processos biológicos, e que tanto o hipo- quanto hipertireoidismo podem acarretar alterações importantes nestes processos, os objetivos deste trabalho foram estudar o impacto de níveis séricos elevados de hormônios tireoidianos sobre a atividade do sistema complemento e produção de anticorpos. Foram utilizados ratos machos wistar para o modelo experimental de hipertireoidismo, investigando-se a atividade lítica das vias clássica/lectina e alternativa através de ensaios hemolíticos; os níveis séricos de fator B da via alternativa através do emprego de reagente deficiente de fator B; e a produção de anticorpos anti-hemácia de carneiro (SRBC) empregando ELISA (enzyme linked immunosorbent assay) e ensaios de plaque forming cell (PFC). O hipertireoidismo induzido não resultou em alterações da atividade lítica das vias clássica/lectina. Entretanto...

Avaliação dos níveis sanguíneos do hormônio tireoidiano ativo (T3) e do estado nutricional relativo ao selênio de mulheres residentes em área de exposição ao mercúrio; Assessment of thyroid hormone (T3) levels and selenium status of women living in mercury exposure area

Bortoli, Maritsa Carla de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.19%
Este trabalho teve por objetivo avaliar, em seres humanos, se a exposição ao mercúrio acarreta alterações no estado nutricional relativo ao selênio que possam interferir na ativação do hormônio tireoidiano T3. Estas alterações poderiam ocorrer pela redução da disponibilidade do selênio, uma vez que este mineral é considerado um fator protetor contra a intoxicação pelo mercúrio, realizando ligações com o metal e desta forma, inibindo sua absorção; e portanto, a conversão do hormônio tiroidiano T4 em T3 poderia ser prejudicada, tendo em vista que é dependente de selenoproteínas. Alguns estudos têm avaliado a relação entre mercúrio e selênio na população brasileira, no entanto, não têm observado qual o efeito desta interação nos hormônios tiroidianos. A importância deste estudo está em detectar se existem estas alterações, e se elas forem observadas, sugerir formas de melhorar o estado nutricional relativo ao selênio, para minimizar a contaminação por mercúrio e os problemas acarretados pela redução dos níveis circulantes do hormônio tiroidiano ativo. Nesta pesquisa foram formados três grupos, um em Cubatão, um em Novo Airão na região amazônica e, como grupo controle, um em São Paulo. Foi observado que os grupos de Cubatão e São Paulo não se encontram em risco de intoxicação por mercúrio. Já o grupo formado em Novo Airão apresentou teores altos do metal. A ingestão de selênio em todos os grupos apresentou índices de inadequação de consumo acima dos 30%...

Estudo da imobilização do receptor tireoidiano humano TRβ1 em filmes finos nanoestruturados e aplicações em detecção de hormônios tireoidianos; Immobilization and sensing ability of human thyroid nuclear receptor in nanostructured thin films

Bendo, Luana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.12%
A manipulação de materiais em escala nanométrica representa uma das fronteiras em nanociência e nanotecnologia, devido à possibilidade de controle de propriedades específicas do material. No caso de materiais biológicos, em particular, a manipulação e imobilização na forma de filmes ou camadas ultrafinas é crucial para seu emprego em dispositivos biotecnológicos. Neste trabalho, objetivou-se o estudo de detecção de diferentes hormônios tireoidianos (HTs) e análogos a partir da imobilização da região LBD do receptor de hormônio tireoidiano humano TRTRβ1 em um eletrodo interdigitado, para o desenvolvimento de um biossensor capacitivo. Este sistema consiste em um arranjo estrutural na forma de filme fino capaz de distinguir a interação específica receptor-ligante de outras interações possivelmente interferentes, visando a quantificação dos níveis de HTs. Para isto, a técnica de SAMs (Self-Assembled Monolayers) foi empregada, por permitir um alto controle da espessura e ordenamento molecular dos filmes, assim como a preservação das atividades das biomoléculas. Análises espectroscópicas e morfológicas foram realizadas para o estudo de adsorção das biomoléculas no filme. As interações específicas receptor-ligante foram avaliadas por meio de respostas elétricas (impedância) do biossensor contendo o TRβ1-LBD imobilizado em um filme orgânico ultrafino...

O papel dos hormônios tireoidianos na função testicular; Thyroid hormones and testicular function

Wajner, Simone Magagnin; Wagner, Márcia dos Santos; Fernandes, Natália Sônego; Maia, Ana Luiza Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.43%
Os hormônios tireoidianos são essenciais para o crescimento, desenvolvimento e metabolismo. O pró-hormônio tiroxina (T4) é sintetizado e secretado pela glândula tireóide junto com uma pequena quantidade do hormônio ativo, a triiodotironina (T3). A conversão de T4 em T3 ocorre na periferia através da atividade das iodotironinas desiodases tipo 1 e tipo 2. Os efeitos biológicos dos hormônios tireoidianos são mediados pela interação do hormônio metabolicamente ativo (T3) com transportadores de membrana e receptores nucleares, resultando em ativação da transcrição gênica. Classicamente as gônadas eram consideradas refratárias aos hormônios tireoidianos. Estudos recentes, no entanto, têm demonstrado que o hormônio da tireóide desempenha um papel crítico no aparelho reprodutor, não somente durante o período de desenvolvimento, mas também na vida adulta. Neste artigo apresentamos uma revisão sobre o papel desempenhado pelos hormônios tireoidianos sobre a função testicular.; Thyroid hormones play an important role in the growth, development, and metabolism of mammalian tissues. The prohormone thyroxine (T4) is synthesized and secreted by the thyroid gland together with a small amount of the active hormone...

Influência do hormônio tireoidiano e da restrição alimentar sobre dano de DNA em animais obesos

Sibio, Maria Teresa De
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 69 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
46.97%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; A obesidade é uma doença crônica, multifatorial que leva ao aumento do risco de desenvolver outras doenças. É freqüentemente considerada como uma doença do estilo de vida, causada pela escolha errônea dos alimentos e pela diminuição da atividade física, sendo a restrição calórica a prática mais comum para tratar a obesidade. O aumento da ingestão de calorias ou dieta rica em gordura são determinantes significativos do dano de ácido desoxirribonucléico (DNA). Vários estudos mostraram que o dano de DNA diminui em animais submetidos à restrição calórica, por diminuir a formação de radicais livres. Concentrações fisiológicas de hormônios tireoidianos não produzem danos genéticos. Por outro lado concentrações inadequadas desses hormônios podem gerar danos de DNA. Verificar a interação entre obesidade, dose suprafisiológica de hormônio tireoidiano e restrição alimentar sobre o dano de DNA. Foram utilizados ratos Wistar machos, com 30 dias de idade, provenientes do Biotério Central da UNESP de Botucatu. Os animais foram separados em dois grupos, Controle (C) e Obeso (OB). Os animais do grupo controle receberam ração comercial padrão enquanto o grupo obeso foi submetido a um processo de indução de obesidade e recebeu dieta hipercalórica que foram padronizadas pela empresa Agroceres...

Ação de diferentes doses de triiodotironina (T3) sobre a expressão gênica dos receptores de hormônios tireoidianos e leptina em cultura celular de adipócitos, 3T3-L1

Oliveira, Miriane de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 64 f.
Português
Relevância na Pesquisa
67.12%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; Os hormônios tireoidianos (HT) são essenciais para a sobrevivência, estando envolvidos nos processos de desenvolvimento, crescimento e metabolismo. As ações dos HT são distintas para diferentes órgãos alvos, e podem ocorrer de forma direta por meio de seus receptores TRα e TRβ, ou de forma indireta, por vias alternativas, as quais podem envolver a integrina αvβ3, as proteínas quinases ativadas por mitógenos (MAPK) e a fosfatidil inositol 3 quinase (PI3K). O tecido adiposo (TA) representa um importante alvo dos HT; produzem várias substâncias biologicamente ativas com diferentes funções fisiológicas, denominadas adipocinas, entre elas a leptina. A leptina é considerada um sinal adipostático ao cérebro e está envolvida na regulação do balanço energético, assim como os HT. Vários estudos têm procurado relacionar a síntese de leptina com os HT; entretanto, os resultados obtidos são controversos. Assim, nosso objetivo foi verificar a ação de diferentes doses de triiodotironina (T3) sobre a expressão gênica de leptina e dos receptores TRα e TRβ, além disso analisar se a ação desse hormônio é direta ou indireta na modulação desses genes. Para isto utilizamos células 3T3-L1...

Efeito de diferentes doses de hormônios tireoidianos sobre a expressão gênica e protéica de proteínas relacionadas ao trânsito de cálcio em animais obesos e obesos submetidos à restrição alimentar

Marino, Juliana
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 105 f.
Português
Relevância na Pesquisa
46.85%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; The underlying cause of obesity is multifactorial and is probably a combination of genetic, environmental and psychosocial factors that determine the balance between food intake and energy expenditure. Clinical studies show that obesity is associated with ventricular dysfunction, usually diastolic. The relationship between obesity and transit of intracellular Ca2+ has been studied by molecular biology techniques, which make possible the understanding of the mechanisms responsible for changes in myocardial performance. The transit of intracellular calcium is regulated by Na+ / Ca2+, L channel, sarcoplasmic reticulum (SR), channel ryanodine (RYR2), SR Ca2+ pump ATPase (SERCA2), phospholamban (PLB). Few studies that evaluated the proteins involved in intracellular Ca2+ homeostasis of the myocardium in model experimental showed divergent results in obesity. It is known that obesity and administration of T3 may alter the gene and protein expression of the transit of calcium in the heart. Food restriction is the most common strategy for treating obesity and has a central role in fat reduction in obese subjects. Few studies have examined the molecular mechanisms related to myocardial Ca2+ cycle in the heart of restricted animals. So any change in the expression of Ca2+ related genes could lead to abnormal Ca2+ homeostasis and...

Resistência à insulina, hormônios tireoidianos e expressão protéica de glut4 no músculo esquelético de ratos com insuficiência cardíaca

Bonomo, Camila
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 46 f.
Português
Relevância na Pesquisa
47.28%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; A insuficiência cardíaca caracteriza-se por redução da tolerância aos exercícios físicos devida à ocorrência precoce de fadiga e dispnéia. Nas últimas duas décadas, foi sugerido que anormalidades intrínsecas da musculatura esquelética periférica colaboram para a ocorrência dos sintomas. De fato, diversas alterações morfológicas, metabólicas e funcionais têm sido descritas em músculos esqueléticos, cujos mecanismos responsáveis não estão completamente esclarecidos. Como a insuficiência cardíaca é associada a resistência à insulina, foi proposto que essa anormalidade possa ter papel na alteração do metabolismo energético muscular. Recentemente, foi verificado que os níveis da proteína transportadora de glicose sensível à insulina GLUT4 encontram-se reduzidos no músculo esquelético de pacientes com insuficiência cardíaca e sem diabetes melittus. A regulação da expressão do GLUT4 é influenciada pelas concentrações séricas dos hormônios tireoidianos que, frequentemente, estão reduzidas na insuficiência cardíaca. Não encontramos estudos relacionando a resistência à insulina e a expressão protéica do GLUT4 em músculos esqueléticos com concentrações séricas dos hormônios tireoidianos durante a insuficiência cardíaca. Assim...

Inter-relação da leptina e dos hormônios tireoidianos na perda de peso de ratos obesos

Luvizotto, Renata de Azevedo Melo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 83 f.
Português
Relevância na Pesquisa
67.33%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; A obesidade é uma doença crônica, multifatorial que leva ao aumento do risco de desenvolver outras doenças. É freqüentemente considerada como uma doença do estilo de vida, causada pela escolha errônea dos alimentos e pela diminuição da atividade física, sendo a restrição calórica a prática mais comum para tratar a obesidade. Em humanos, a perda de peso está associada com redução de fatores de risco para doenças cardiovasculares, diminuição da taxa de incidência de Diabetes Mellitus tipo 2 e aumento da qualidade de vida. O peso corporal é regulado por uma interação complexa entre hormônios e neuropeptídeos. A leptina e os hormônios tireoidianos (HT) estão envolvidos na regulação do balanço energético. Objetivo: Analisar, em ratos, a inter-relação entre leptina e hormônios tireoidianos na obesidade e na perda de peso. Metodologia: Foram utilizados ratos Wistar machos, com 30 dias de idade, separados em dois grupos, Controle (C) e Obeso (OB). Os animais C receberam ração comercial Labina e os do grupo OB um ciclo de dietas hipercalóricas por 15 semanas. Após o período de indução de obesidade...

Enriquecimento da alimentação das larvas de matrinxã (Brycon amazonicus) com aminoácidos: influência no crescimento inicial e sobrevivência das larvas

Hoshiba, Marcio Aquio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiv, 103 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
47.21%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Este trabalho avaliou a influência da adição de tirosina, aminoácido precursor dos hormônios tireoidianos, na alimentação de larvas de matrinxã (Brycon amazonicus) por meio de enriquecimento de náuplios de Artemia (Experimento 1) e pelo enriquecimento da ração (Experimento 2) no desempenho zootécnico, redução de canibalismo e sobrevivência. No Experimento 1, os tratamentos foram: náuplios de Artemia não enriquecidos (T1), enriquecidos com 6,5 mg (T2), 13 mg (T3) e 26 mg de tirosina/L (T4) e no Experimento 2: ração comercial - RC (T1), RC enriquecida com 1,5 (T2), 4,5 (T3) e 10,5 g de tirosina/100g RC (T4). As amostragens foram realizadas 36 horas, 1, 3, 6, 9 e 12 dias após inicio da alimentação larval, sendo avaliados peso e comprimento dos exemplares, taxa de crescimento específico, coeficiente de variação do peso e do comprimento, ocorrência de canibalismo (conteúdo estomacal), sobrevivência e morfometria de folículos tireoidianos. No Experimento 1, os tratamentos não afetaram os parâmetros avaliados, possivelmente pela baixa eficiência do método utilizado para o enriquecimento dos náuplios de artemia com tirosina. No Experimento 2...

Influência do tempo de exposição à obesidade sobre a expressão gênica e protéica do sistema regulador do trânsito de cálcio miocárdico

Leopoldo, Ana Paula Lima
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 161 f.
Português
Relevância na Pesquisa
47%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; Atualmente mais de um bilhão de pessoas apresentam sobrepeso, sendo que, mais de 30% desta população é obesa. Diversas alterações estruturais e funcionais do coração em humanos tem sido frequentemente associadas com a obesidade. Modelos experimentais, por dieta hiperlipídica, têm sido utilizados para estudar a relação obesidade e coração. O trânsito de cálcio miocárdico tem sido extensivamente estudado em diversos modelos experimentais e frequentemente relacionado com disfunção cardíaca. Entretanto, a literatura mostra escassez de estudos que avaliaram a relação entre o tempo de exposição à obesidade por dieta hiperlipídica, o RNAm e as proteínas envolvidas na homeostase de Ca+2 miocárdico. Além disso, pesquisas relatam a influência dos hormônios tireoidianos nestas proteínas, podendo acarretar alterações na contração e relaxamento cardíaco.O objetivo principal desse estudo foi testar a hipótese que o aumento no tempo de exposição à obesidade acarreta diminuição na expressão e/ou fosforilação das proteínas e dos respectivos níveis de RNAm relacionados com o trânsito de Ca+2 miocárdico. Este estudo teve como objetivo secundário constatar se a diminuição na expressão gênica foi acompanhada de redução dos níveis hormonais tireoidianos. Os períodos de dieta hiperlipídica...

Mecanismo de ação não-genômico dos hormônios tireoidianos em testículos de ratos imaturos

Royer, Carine
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xvi, [115] f.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
67.12%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmácia.; Os hormônios tireoidianos (HT) regulam a esteroidogênese e a espermatogênese. O mecanismo clássico de ação dos HT ocorre através da ligação com receptores nucleares específicos. Todavia, as iodotironinas podem atuar por vias não-genômicas ou extranucleares, caracterizadas pela rapidez da resposta (de segundos a minutos), e desta forma sinalizam distintas vias de regulação celular. O objetivo do presente estudo foi estudar o envolvimento dos canais de cloreto no efeito hiperpolarizante do T4 em células de Sertoli de túbulos seminíferos de ratos imaturos, e investigar a ação dos HT na captação de cálcio em testículos de ratos imaturos, assim como a caracterização das vias de entrada deste íon estimuladas por iodotironinas. Para isto foram utilizadas as técnicas eletrofisiológica e de captação de 45Ca2+. Nos estudos eletrofisiológicos, os túbulos seminíferos foram mantidos em uma câmara de perfusão com KRb a 32 ºC, pH 7,4 em atmosfera carbogênica (O2:CO2; 95:5 v/v). Quando usado o ácido carboxílico 9-antraceno (9-AC), este era adicionado e após 30 segundos o T4...

Hipotireoidismo na criança: diagnóstico e tratamento

Setian,Nuvarte
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
46.97%
OBJETIVO: Apresentar dados relevantes e atualizados referentes ao quadro de hipotireoidismo do recém-nascido ao adolescente. FONTES DE DADOS: Artigos, revisões e livros contendo informações atualizadas e de interesse. SÍNTESE DOS DADOS:Esta revisão aborda dados sobre etiopatogenia do hipotireoidismo. A triagem para o hipotireoidismo congênito é importante para o diagnóstico e tratamento precoce do recém-nascido. Aponta as dificuldades na conduta do hipotireoidismo subclínico. Destaca a importância do diagnóstico da tireoidite auto-imune de Hashimoto, sua alta incidência entre os adolescentes, principalmente meninas, e a existência de um quadro neurológico grave, a encefalopatia de Hashimoto. Aponta para situações em que o hipotireoidismo grave pode levar a distúrbios da puberdade com situações de precocidade e retardo puberal. Descreve a importância dos fatores de transcrição na embriogênese da tireóide. Critérios diagnósticos e terapêuticos são abordados. CONCLUSÃO: Os hormônios tireoidianos são necessários para o crescimento e desenvolvimento normal desde a vida fetal. Sua produção insuficiente ou sua ação inadequada em nível celular ou molecular levam ao hipotireoidismo. Esses hormônios são necessários para o desenvolvimento do cérebro na vida fetal e pós-natal. Neonatologistas e pediatras deparam-se com problemas do desenvolvimento da criança...

Perfil dos hormônios tireoidianos nas síndromes coronarianas agudas

Pimentel,Rodrigo Caetano; Cardoso,Gilberto Perez; Escosteguy,Claudia Caminha; Abreu,Luiz Maurino
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
57.09%
OBJETIVO: Descrever o perfil hormonal tireoidiano em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCA), e nos grupos: 1) angina instável e/ou infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento de segmento ST (AI/IAM sem supra ST); 2) infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento (IAM com supra ST), e nos pacientes que evoluíram ou não a óbito conforme os grupos. MÉTODOS: Foram estudados prospectivamente setenta pacientes portadores de SCA, internados na unidade coronariana do Hospital dos Servidores do Estado/RJ. As amostras sangüíneas foram coletadas nos primeiro, quarto e sétimo dias de internação. Exame clínico e eletrocardiograma foram realizados no período de internação. RESULTADOS: Dos 70 pacientes admitidos, 13 (18,6%) apresentaram a "síndrome do eutireoidiano doente" (SED), que consiste na queda do hormônio T3 e ou T3 livre, aumento do hormônio T3 reverso (rT3) e inalteração dos hormônios TSH, T4 e T4 livre. Nos pacientes do grupo IAM com supra ST, observaram-se elevação precoce e maiores médias do hormônio tireoidiano T3 reverso (rT3) e menores médias dos hormônios T3 e T3 livre. Nos coronariopatas que evoluíram a óbito, observamos achados hormonais condizentes com os encontrado na SED...

Variação transcardíaca da concentração dos hormônios tireoidianos induzida por hipóxia miocárdica em pacientes submetidos à circulação extracorpórea; Transcardiac thyroid hormone variation induced by myocardial hypoxia in patients undergoing cardiopulmonary bypass.

Paolino, Bruno de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
57.69%
As doenças cardíacas são a principal causa de morte em todo o mundo. Os hormônios tireoidianos desempenham um papel chave no metabolismo miocárdico e na fisiologia do sistema cardiovascular. A doença cardíaca aguda ou crônica promove uma queda sistêmica da concentração dos hormônios tireoidianos que se associa a um prognóstico pior da doença e aumento da sua mortalidade. Essa redução dos hormônios tireoidianos pode ocorrer na presença de função normal da tireóide, entidade clínica conhecida por síndrome da doença não-tireoidiana ou síndrome do enfermo eutireoideo (SEE). A participação do músculo cardíaco na patogênese da SEE é desconhecida. O entendimento do papel do músculo cardíaco na SEE é essencial para o tratamento das doenças cardíacas. Este estudo se propõe a avaliar a variação dos hormônios tireoidianos promovida pelo metabolismo cardíaco nos pacientes submetidos a cirurgias cardíacas com diferentes graus de isquemia miocárdica aguda, bem como estudar os principais mecanismos envolvidos nessa variação. Para avaliar a variação sistêmica de hormônios tireoideanos induzida pela cirurgia cardíaca com e sem circulação extracorpórea (CEC), 35 pacientes com estenose aórtica grave e doença coronariana submetidos à cirurgia com CEC e 12 pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica sem CEC tiveram as concentrações sistêmicas dos hormônios tireoidianos dosadas no início do procedimento cirúrgico...

Influencia dos hormonios tireoidianos na densidade ossea e na periodontite : estudo em ratos; The influence of thyroid hormones on bone density and periodontitis : a study in rats

Daniela da Silva Feitosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.33%
Os hormônios tireoidianos desempenham um papel crítico no metabolismo ósseo. Entretanto, dados relacionados ao efeito das alterações nos níveis destes hormônios na densidade mineral óssea mandibular e na progressão da doença periodontal são limitados. O objetivo do presente estudo foi avaliar, em ratos, a influência de diferentes níveis séricos dos hormônios tireoidianos: (1) na densidade radiográfica e na proporção dos componentes cortical e medular na mandíbula em comparação com a tíbia; e (2) na taxa de perda óssea resultante da periodontite induzida e na qualidade do osso alveolar, bem como no número de células com capacidade de reabsorção em sítios inflamados e não-inflamados por meio de análise histológica. Trinta e seis ratos Wistar machos foram aleatoriamente designados para os seguintes grupos: G1 (n=12) - controle saudável; G2 (n=12) - hipotireoidismo (1 g propiltiouracil / 1 l água); G3 (n=12) - hipertireoidismo (800 µg T4 e 180 µg T3 / 1 l água). Três meses após o início da indução das disfunções tireoidianas, as alterações nos níveis séricos de T3 e T4 total foram confirmadas por radioimunoensaio. Para indução da periodontite, as ligaduras foram posicionadas em um dos primeiros molares inferiores e...

Efeitos dos hormônios tireoidianos sobre a regulação da expressão de proteínas envolvidas com a lipólise no tecido adiposo branco subcutâneo e visceral.; Effects of thyroid hormones on the regulation of the expression of proteins involved on lipolysis in subcutaneous and visceral white adipose tissue.

Silva, Mariana de França Oliveira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
46.97%
Os hormônios tireoidianos (HT) executam um papel lipolítico importante no Tecido Adiposo Branco (TAB), sendo este efeito mediado por meio do aumento da expressão de receptores beta adrenérgicos na membrana do adipócito, o que aumenta a sensibilidade deste tecido as catecolaminas. Sabe-se que os principais efetores da ação lipolítica nesse tecido são a lipase hormônio sensível (LHS) e a lipase dos triglicerídeos dos adipócitos (ATGL), as quais hidrolisam os triglicerídeos em ácidos graxos e glicerol. Além disso, outros componentes estão envolvidos na atividade lipolítica, como as perilipinas, proteínas estas que envolvem a gota de gordura, formando uma barreira contra a ação da LHS e ATGL, de modo que precisam ser fosforiladas para que a LHS e ATGL possam exercer seu efeito lipolítico. Considerando: (a) a importância do tecido adiposo na homeostase energética e como fonte de citocinas, as quais estão relacionadas com a sensibilidade tecidual à insulina; (b) que a função e o metabolismo do tecido adiposo variam com a sua distribuição regional, e (c) que as ações lipolíticas dos HT, importantes reguladores da homeostase energética, têm sido muito pouco exploradas, pretendemos investigar, em ratos, (i) se os HT interferem na expressão da LHS...