Página 1 dos resultados de 23 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

Considerações analíticas e operacionais sobre a abordagem territorial em políticas públicas

Silva, Sandro Pereira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
56.28%
Este artigo tem como objetivo trazer alguns elementos conceituais e analíticos que auxiliem no entendimento do que se convencionou denominar de abordagem territorial das políticas públicas nacionais. Nesse sentido, busca debater a formação do conceito de território e as dimensões que este abrange, as transformações recentes na relação entre Estado e sociedade que propiciaram a emergência desta temática na agenda governamental, os meios pelos quais o conceito de território passa a ser operacionalizado para fins de planejamento e implementação de políticas públicas e, por fim, a caracterização das experiências recentes de planejamento territorial no Brasil.; p. 549-570

Saúde

Paiva, Andrea Barreto de (Colaboradora); Sá, Edvaldo Batista de (Colaborador); Barros, Elisabeth Diniz (Colaboradora); Servo, Luciana Mendes (Colaboradora); Nogueira, Roberto Passos (Colaborador); Piola, Sérgio Francisco (Colaborador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
86.03%
Este capítulo examina a evolução recente da política de saúde à luz deste novo direcionamento, dando ênfase às tentativas de mudança do modelo de atenção e de gestão, e ressalta alguns temas relevantes ocorridos no período. Destaca a paralisia na tramitação do projeto de lei (PL) que cria as fundações estatais, o plano de cooperação entre os denominados hospitais filantrópicos de excelência e os hospitais públicos do SUS e as mudanças no protocolo de detecção e de tratamento do câncer de mama. Como tem sido feito nas últimas edições deste periódico. Mostra análise baseada nos blocos que norteiam a alocação dos recursos federais destinados ao custeio das ações e dos serviços prestados pelo SUS: i) atenção básica; ii) atenção de média e alta complexidade; iii) vigilância em saúde; e iv) gestão do SUS.; p. 77-113

Políticas para APLS : a experiência do BNDES

Lastres, Helena Maria Martins; Lemos, Cristina; Magalhães, Walsey; Silva, Marcelo Machado da; Falcón, Maria Lúcia; Pessoa, José Eduardo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim Regional, Urbano e Ambiental - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
115.95%
Apresenta-se a experiência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no apoio ao desenvolvimento produtivo e de inovação, com sugestões para o aperfeiçoamento das práticas orientadas para o desenvolvimento regional.; p. 19-33

A Implementação municipal das políticas sociais : uma análise espacial; Social policies implementation : a spatial analysis; Implementación políticas sociales municipales : un análisis espacial; La Mise en oeuvre des politiques sociales : une analyse spatiale

Cavalcante, Pedro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Planejamento e Políticas Públicas (PPP) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
56.07%
O objetivo deste artigo é desenvolver uma abrangente análise exploratória de dados acerca do desempenho das prefeituras na implementação das políticas de educação, saúde, assistência social e habitação. Neste sentido, o estudo formula índices sintéticos das dimensões de capacidade institucional – aspectos como estruturação dos órgãos, articulação e instrumentos de gestão, e de provisão de serviços, mediante a aplicação de análise de componentes principais. Com base nestes indicadores, procede-se à análise descritiva básica, bem como de dependência espacial global e local, visando identificar o grau e os padrões de concentração espacial. Os resultados confirmam o alto grau de variabilidade no desempenho das prefeituras, desigualdades entre regiões do país e baixo padrão de dependência espacial entre os municípios, tanto nas dimensões quanto nas políticas públicas selecionadas.; p. 238-269, il.

Redes de relações no desenvolvimento de políticas públicas : notas de pesquisa sobre as ações do Governo Federal voltadas à economia solidária

Cunha, Gabriela Cavalcanti
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
56.11%
Esta nota técnica trata, especificamente, da rede de políticas públicas de economia solidária no plano federal, considerando não apenas as relações que se estabelecem no âmbito do programa setorial a cargo da Senaes, mas também de outros programas, ações e projetos espalhados pelos órgãos federais e voltados total ou parcialmente para a economia solidária, e que compõem a rede mais ampla de políticas direcionadas ao tema.; p. 71-79

Brasil em desenvolvimento 2014: Estado, planejamento e políticas públicas

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Brasil em Desenvolvimento (BD)
Português
Relevância na Pesquisa
76.02%
Apresenta contribuições para as políticas públicas que possam ser implementadas no horizonte da próxima década, nas mais diversas áreas. Traz a evolução da estrutura da produção, do emprego e do investimento no Brasil entre a segunda metade dos anos 1990 e a década de 2000. Discute possíveis trajetórias de crescimento do produto interno bruto (PIB) brasileiro, no período 2014-2030. Propõe a criação da Comissão Nacional de Produtividade, tendo por finalidade, contribuir para o desenvolvimento do Estado de bem-estar social e ambiental, por intermédio da promoção da eficiência, da eficácia e da produtividade nas atividades governamentais e empresariais. Estuda as fontes convencionais de financiamento dos projetos de infraestrutura no Brasil e a experiência internacional de securitização de ativos públicos como instrumento de capitalização dos projetos de infraestrutura a partir de casos selecionados dos BRICS. Demonstra sucintamente o atual estágio da educação brasileira quanto aos seus principais indicadores e desafios. Realiza revisão da literatura existente a respeito dos impactos da previdência social brasileira sobre equidade, eficiência (incentivos) e estabilidade macroeconômica, propondo reformas que ampliem a solvência fiscal de longo prazo da previdência social brasileira. Discute possíveis ações regulatórias do trabalho médico. Avalia a renúncia de arrecadação fiscal em saúde. Traça um panorama da relação entre o salário mínimo e o mercado de trabalho brasileiro nas últimas décadas. Verifica aspectos relevantes para a gestão da biodiversidade brasileira e dos serviços ecossistêmicos por ela providos...

Planejamento estratégico do desenvolvimento e as políticas macroeconômicas; Texto para Discussão (TD) 1346: Planejamento estratégico do desenvolvimento e as políticas macroeconômicas; Development strategic planning and the macroeconomic policies

Sicsú, João
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
65.92%
Este artigo busca apresentar as bases de uma estratégia de desenvolvimento para o Brasil. Para tanto, parte de algumas premissas básicas. A primeira é a de que não haverá desenvolvimento sem mobilização social. A segunda é que o desenvolvimento é fruto do planejamento, no qual o Estado tem papel fundamental. Ademais, uma estratégia de desenvolvimento deve conter pelo menos três partes: a descrição do Brasil que queremos, a definição de uma política macroeconômica para atingi-lo, e um conjunto de políticas públicas para realizar objetivos sociais abrangentes. Por fim, o texto destaca algumas intervenções macroeconômicas necessárias para atingir os objetivos propostos: política monetária de juros baixos, política cambial de taxas competitivas e política fiscal de tipo keynesiana.; 25 p.

O Programa Trabalho Autogestionado da Argentina

Venturi, Franca
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
145.96%
O Programa Trabalho Autogestionado foi criado pela Resolução n. 203, de 26 de março de 2004, do Ministério do Trabalho, Emprego e Seguridade Social da Argentina, e regulamentado pela resolução no 552, de 2 de setembro de 2008, da Secretaria de Emprego deste ministério, com o objetivo de contribuir para a geração de novas fontes de trabalho e a manutenção dos postos existentes, por meio da promoção e do fortalecimento de unidades produtivas autogestionadas e da melhoria de sua competitividade e sustentabilidade.; p. 45-50

A Política de economia solidária e as diretrizes da Conaes : uma contribuição crítica

Bertucci, Jonas de Oliveira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
56.14%
As conferências públicas são espaços novos de debate com a sociedade na construção de políticas públicas em vários campos. Mesmo que incipiente e limitado, trata-se, sem dúvidas, de um processo de exercício da democracia participativa que influencia a orientação e a concepção de políticas em todos os níveis. Isto se torna ainda mais evidente em um campo cujas principais definições vêm sendo formuladas num período bem recente da história do Brasil. Nesse contexto, procura-se discutir o sentido prático no qual a concepção de política pública de economia solidária vem se conformando. Para isto, toma-se como ponto de partida a análise do documento final da I Conferência Nacional de Economia Solidária (Conaes, realizada em 2006) e do documento-base preparatório para a segunda conferência (a ser realizada em junho de 2010). Embora as conferências ofereçam diretrizes e não a política em si, estes documentos permitem perceber claramente sua orientação, dado que além de serem elaborados num espaço plural como o Conselho Nacional de Economia Solidária, apresentam também um balanço sobre o que já foi realizado.; p. 49-57

Avaliação de políticas públicas no Brasil: uma análise de seus impactos regionais

Resende, Guilherme Mendes (Editor)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
55.89%
Aborda a temática da avaliação das políticas públicas em uma perspectiva territorial. Avalia as disparidades regionais no Brasil, enumerando alguns resultados observados nos anos mais recentes. Apresenta algumas tendências do desenvolvimento regional brasileiro na atualidade. Discute o padrão do desenvolvimento regional no Brasil nos anos 2000, analisando-se alguns fatos sobre a distribuição espacial dos investimentos, do crescimento econômico setorial, dos recursos de algumas políticas públicas, a evolução dos indicadores socioeconômicos, além da convergência do PIB per capita em múltiplas escalas regionais, migração de estudantes, turismo regional, entre outros. Traz considerações sobre os desafios e as oportunidades para as políticas públicas de planejamento e desenvolvimento regional. Examina o impacto do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) sobre questões distributivas regionais, Mais especificamente, os transbordamentos da política previdenciária sobre a distribuição regional de renda no Brasil em distintas escalas. Verifica os impactos regionais do PNCF sobre o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBPA) entre 2006 e 2012. Analisa espacialmente a localização do deficit habitacional intraurbano metropolitano e a localização da oferta de habitação de interesse social nas Regiões Metropolitanas de Belém (RMB)...

Desenvolvimento econômico solidário e segurança pública na cidade do Rio de Janeiro : estratégias para a ação

Costa, Marcelo Henrique da; Castilho, Sérgio Ricardo Rodrigues
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
156.06%
O Rio de Janeiro encontra-se, neste início de 2011, diante de um dos maiores desafios de suas últimas décadas: realizar o combate ao tráfico de drogas e suas danosas consequências, por meio da criação de condições econômicas, sociais e culturais que permitam aos que vivem sob o jugo de tal atividade melhorar suas vidas e se tornarem cidadãos de fato. A convicção é que a economia solidária pode ajudar a estabelecer os contornos de um novo modelo de desenvolvimento para a cidade. O início da execução do Programa Rio Economia Solidária, com ação em quatro territórios carentes da cidade (Morro Santa Marta, Complexo do Alemão, Complexo de Manguinhos e Conjunto Habitacional Cidade de Deus), apresenta uma nova série de desafios para essa perspectiva ao estabelecer estratégias de ação que articulem as necessidades imediatas (a repressão ao tráfico e seu desbaratamento) com outras de médio e longo prazo. Sendo necessárias políticas de segurança pública de novo tipo, acopladas a um novo entendimento do que são as relações econômicas e do que é o desenvolvimento econômico.; p. 57-61

Microcrédito como instrumento de desenvolvimento econômico e social

Valente, Rita
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
95.96%
A experiência do Banco do Nordeste com o programa de crédito popular CrediAmigo, implementado em parceria com o governo federal, tem revelado que é possível prestar serviços financeiros ao segmento microempresarial de forma sustentável, independentemente de subsídios. A proposta baseou-se na constatação de que a atividade produtiva informal de pequeno porte, centrada no núcleo familiar e notadamente nas pequenas propriedades, não estava sendo plenamente atendida pela ação de financiamento do banco, em função principalmente das restrições da regulamentação do sistema bancário brasileiro para operações dessa natureza.; p. 15-20 : il.

Violência e segurança pública em 2023 : cenários exploratórios e planejamento prospectivo; Violence and public security in 2023 : exploratory scenarios and prospective planning

Ferreira, Helder Rogério Sant'Ana; Marcial, Elaine Coutinho
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
56.18%
Apresenta síntese dos resultados do projeto A Segurança Pública no Brasil em 2023: uma Visão Prospectiva, visando contribuir, por meio da construção e análise de cenários prospectivos, com o planejamento do governo federal na área de segurança pública. Além disso, teve como objeto adicional a apresentação de um método de planejamento com base em cenários que possa ser utilizado para outros temas relacionados a políticas públicas. O estudo contou com a participação de 122 pessoas, pertencentes às equipes do Ipea e da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE/PR); colaboradores do Ipea, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) e do Ministério da Justiça (MJ); e especialistas em segurança pública. O livro aborda quatro cenários: prevenção social; repressão qualificada; violência endêmica; e repressão autoritária. Com base neles, pode-se formular o cenário desejado e o cenário-alvo, considerando trajetórias irregulares, aproveitando as oportunidades e reduzindo o risco dos cenários abordados. Para tanto, foram analisados o contexto, as justificativas e os objetivos do estudo. Descreve no capítulo 1, o método utilizado e o processo de trabalho. Os principais resultados são apresentados e debatidos no capítulo 2. O capítulo 3 apresenta as considerações finais e as recomendações ao MJ. Por fim...

A Dinâmica recente do setor de defesa no Brasil : notas sobre o comportamento da demanda e o perfil das firmas contratadas

Schmidt, Flávia de Holanda; Moraes, Rodrigo Fracalossi de; Assis, Lucas Rocha Soares de
Fonte: Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
146.02%
Este estudo tem o propósito de contribuir com o esforço de informar sobre a demanda e as características selecionadas das firmas fornecedoras de produtos de defesa no Brasil. E tem como objetivo maior balizar o processo de análise das políticas governamentais em relação à indústria e ao aproveitamento dos seus benefícios, sendo esta uma etapa exploratória na produção de documentos técnicos que possam colaborar com os esforços de aprimoramento da ação governamental para a área.; p. 21-34 : il.

PPA 2012-2015 : a experiência subnacional de planejamento no Brasil; 2012-2015 Pluriannual Plan : the subnational experience of planning in Brazil

Cardoso Jr., José Celso (Organizador); Santos, José Carlos dos (Organizador); Pires, Roberto Rocha (Organizador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
136.06%
Este livro agrupa e sintetiza relatórios de pesquisa do projeto Planejamento e gestão governamental na esfera estadual: uma análise comparativa dos processos, conteúdos e sistemas de acompanhamento dos PPAs, coordenado pelo Ipea em parceria com o Ministério do Planejamento, ao longo do biênio 2012/2014, e instituições de pesquisa e ensino nos estados brasileiros. De modo geral, o objetivo da pesquisa consiste em apreender, analisar e apresentar, em perspectiva comparada, as experiências recentes das administrações estaduais concernentes à utilização do instrumento de planejamento consubstanciado no PPA referente ao período 2012-2015. Buscou-se construir uma visão panorâmica – porém qualificada – acerca da conexão entre os planos de governo e a condução das atividades governativas em cada um dos estados e demais âmbitos investigados. Para tanto, as análises enfatizaram três dimensões principais: os processos de elaboração dos PPAs, as concepções e os conteúdos programáticos do documento nas respectivas experiências subnacionais, e o desenho e funcionamento dos sistemas de monitoramento e avaliação das programações propostas.; 317 p. : il.

Modelagem de sistemas complexos para políticas públicas; Modeling complex systems for public policies

Furtado, Bernardo Alves (Editor); Sakowski, Patrícia A. M. (Editora); Tóvolli, Marina H. (Editora)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
56.16%
O livro visa construir uma ponte entre complexidade e políticas públicas, reunindo um grupo internacional de pesquisadores renomados. Inclui contribuições de vários dos principais estudiosos no campo de sistemas complexos. Introduz os conceitos e as ferramentas de sistemas complexos. Demonstra a relevância da teoria da complexidade para políticas públicas. Contrasta a abordagem da complexidade para políticas públicas em relação aos métodos tradicionais; e apresenta estudos de caso e exemplos que demonstram provas da validade do conceito, concentrando-se em políticas específicas no Brasil e no exterior. Introduz os principais conceitos, métodos e o estado da arte da pesquisa na área, buscando constituir-se em uma contribuição seminal para a aplicação da abordagem de complexidade às políticas públicas, assim como uma porta de entrada para o mundo da complexidade.; 436 p. : il.

Planejamento Brasil século XXI : inovação institucional e refundação administrativa : elementos para o pensar e o agir; Planning Brazil XXI century : institutional innovation and administrative reform : elements to consider and act

Cardoso Jr., José Celso (organizador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
56.22%
Discute temas relacionados ao pensamento estratégico nacional de longo prazo, à emergência de novos padrões de relacionamento socioestatal na quadra atual de adensamento democrático do país e aos aspectos ligados ao desafio brasileiro de se legislar para o desenvolvimento. Formula propostas práticas ao PPA 2020-2023 e provavelmente a seus subsequentes. Reforça a necessidade de se buscar maior proximidade entre os processos formais (niti) e reais (nyaya) de governo. Esclarece sobre os arranjos institucionais e as carreiras públicas principais a comporem parte indispensável das capacidades estatais federais de planejamento e gestão na atualidade brasileira. Apresenta reflexões e propostas com vistas a: i) tornar a administração pública brasileira mais permeável e participativa, ou até mesmo deliberativa, tanto em seus métodos cotidianos de trabalho como em seus objetivos estratégicos; ii) tornar a participação popular, em particular a vertente propositiva das conferências nacionais, parte integrante do processo de formulação e planejamento estratégico de governo; e iii) valendo-se, para tanto, de metodologias e ferramentas de diálogo e pactuação sociais, ser capaz de ajudar nos momentos específicos de formulação dos PPAs...

A Propósito da avaliação do PPA : lições da primeira tentativa

Barbosa, Frederico; Garcia, Ronaldo Coutinho
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
116.09%
O Plano Plurianual 2000/2003 nasceu com o compromisso de utilizar a avaliação como um instrumento de gestão e aperfeiçoamento da ação governamental. Em outubro de 2000, iniciou-se a organização do primeiro esforço sistêmico para avaliar o conjunto dos programas (cerca de 380) e o próprio plano. Em meados de abril de 2001, o relatório da avaliação do PPA foi encaminhada ao Congresso Nacional. a sumária avaliação aqui feita traz as marcas das concepções, das posições situacionais, das experiências e das subjetividades dos que a fazem. Considerando a avaliação como em essência, um julgamento de valor, a partir de um quadro referencial estabelecido anteriormente.; p. 121-125

Megatendências mundiais 2030 : o que entidades e personalidades internacionais pensam sobre o futuro do mundo? : contribuição para um debate de longo prazo para o Brasil; Global megatrends in 2030 : what do international institutions and personalities think about the world's future? : a contribution to a long term debate for Brazil

Marcial, Elaine C. (Organizadora)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
126.08%
Apresenta o levantamento de sementes de futuro que devem moldar o contexto mundial até 2030 a respeito do futuro, nas áreas de população e sociedade, de geopolítica, de ciência e tecnologia (C&T), de economia e de meio ambiente. Traz os principais conceitos e a metodologia utilizada para o melhor entendimento do futuro, assim como a síntese dos principais resultados e a bibliografia-base consultada sobre o futuro. Descreve as megatendências ligadas à dimensão população e sociedade, cuja ideia principal é a transição demográfica para um novo perfil populacional mundial, com peso maior da classe média. Destaca redistribuição do poder global com a entrada de novas potências emergentes e o desgaste relativo dos Estados Unidos e da Europa. Mostra as megatendências na dimensão ciência e tecnologia (C&T). As tecnologias da informação e comunicação (TICs) modificarão cada vez mais a natureza das relações humanas, desde o trabalho ao lazer. Cada vez mais interdisciplinar, a C&T proporcionará melhor qualidade de vida e mais empoderamento dos cidadãos do mundo. Trata a dimensão econômica apontando as incertezas para as próximas décadas. Todas essas questões envolvem grande incerteza mundial e impactam diretamente a dimensão meio ambiente...

Brasil em desenvolvimento 2015 : Estado, planejamento e políticas públicas; Brazil in development 2015 : State, planning and public policies

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Brasil em Desenvolvimento (BD)
Português
Relevância na Pesquisa
76.26%
Aborda temas específicos de comércio exterior, de investimentos estrangeiros diretos, de política externa, da posição brasileira em regimes internacionais e como esses regimes são implementados no país. Apresenta a evolução das exportações brasileiras no período recente, com foco na importância do ganho de competitividade. Analisa o grau de integração entre o Brasil e os países da região. Aborda a política de importação brasileira e seus efeitos sobre a produtividade da indústria no período 1999-2012. Mostra a importância do papel desempenhado por filiais de multinacionais estrangeiras nos investimentos em atividades tecnológicas. Traz modelo teórico básico e rationale do financiamento de projetos de PPP. Aborda temas de política externa. Trata da interação entre os regimes internacionais e a política brasileira. Por fim, traz informações do processo em curso de preparação e inserção do Brasil nas negociações para a III Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III). Essa ampla gama de temas reflete a riqueza da produção de pesquisa do Ipea e de sua contribuição para o aprimoramento das políticas públicas do Brasil. Desta forma, reforça o comprometimento da instituição com o apoio ao Estado em decisões estratégicas.; 288 p. : il.