Página 1 dos resultados de 5780 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Línguas e culturas nas comunicações de exportação : para uma política de línguas estrangeiras ao serviço da internacionalização da economia portuguesa

Salomão, Ricardo
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.11963%
Tese de Doutoramento em Estudos Portugueses na especialidade de Política de Língua apresentada à Universidade Aberta; O processo de globalização a que assistimos tem vindo a provocar transformações profundas. A crescente internacionalização das economias vem determinar uma crescente importância – e valor – às competências em Línguas e Culturas. Especialmente num contexto global que impele fortemente a economia portuguesa para a internacionalização, as Línguas e Culturas nas Comunicações de Exportação revelam-se um factor vital para o necessário desenvolvimento das trocas comerciais além das nossas fronteiras. A provisão destas competências tem sido tradicionalmente concebida a nível dos sectores da educação e da formação. Propõe-se neste estudo uma intervenção mais centrada no seio dos exportadores, procurando sensibilizá-los para a sua importância, intervindo assim no âmbito da procura, de forma a dinamizar igualmente a oferta. Tendo em conta a ausência de estudos de necessidades destas competências junto dos exportadores portugueses, tornou-se necessário caracterizar a realidade portuguesa neste domínio e identificar instrumentos de acção que garantam a identificação, a análise e a validação dos recursos necessários no domínio das Línguas e Culturas...

Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense; Contributions of portuguese and african languages Bini and Kongo and the formation of creole spoken in the Democratic Republic of São Tomé and Príncipe

Barretto, Marcus Vinicius Knupp
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.071455%
O objetivo desta dissertação é apresentar e discutir alguns processos fonológicos de adição e subtração de elementos (metaplasmos) na língua sãotomense. Neste trabalho, faremos uma comparação entre as contribuições das línguas portuguesa, quicongo e bini. Entre os séculos XV e XVI, diversas línguas nasceram do contato entre europeus e povos da África, Ásia e América. Chamadas de pidgins e crioulos, essas línguas contam com contribuições linguísticas da língua do povo dominador (língua de superstrato) e com contribuições da(s) língua(s) do(s) povo(s) dominado(s) (língua(s) de substrato). O sãotomense, língua falada atualmente na República de São Tomé e Príncipe, é uma dessas línguas, classificada como crioulo de base portuguesa, e conta com o português seiscentista como língua de superstrato e com línguas africanas, dentre elas o quicongo e o bini como línguas de substrato. Ao longo deste trabalho, analisaremos algumas das influências das línguas de substrato e superstrato na constituição do sãotomense. As contribuições das línguas de superstrato estão, majoritariamente, relacionadas à composição do léxico e as das línguas de substrato na fonologia, morfologia e sintaxe, embora também haja traços inovadores. No caso do sãotomense...

Representações hierárquicas de vocábulos de línguas indígenas brasileiras: modelos baseados em mistura de Gaussianas; Hierarchical representations of words of brazilian indigenous languages: models based on Gaussian mixture

Sepúlveda Torres, Lianet
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.086045%
Apesar da ampla diversidade de línguas indígenas no Brasil, poucas pesquisas estudam estas línguas e suas relações. Inúmeros esforços têm sido dedicados a procurar similaridades entre as palavras das línguas indígenas e classificá-las em famílias de línguas. Seguindo a classificação mais aceita das línguas indígenas do Brasil, esta pesquisa propõe comparar palavras de 10 línguas indígenas brasileiras. Para isso, considera-se que estas palavras são sinais de fala e estima-se a função de distribuição de probabilidade (PDF) de cada palavra, usando um modelo de mistura de gaussianas (GMM). A PDF foi considerada um modelo para representar as palavras. Os modelos foram comparados utilizando medidas de distância para construir estruturas hierárquicas que evidenciaram possíveis relações entre as palavras. Seguindo esta linha, a hipótese levantada nesta pesquisa é que as PDFs baseadas em GMM conseguem caracterizar as palavras das línguas indígenas, permitindo o emprego de medidas de distância entre elas para estabelecer relações entre as palavras, de forma que tais relações confirmem algumas das classificações. Os parâmetros do GMM foram calculados utilizando o algoritmo Maximização da Expectância (em inglês...

Domínios conceituais das construções locativas, existenciais, comitativas e possessivas em línguas bantas; Conceptual domains of locative, existential, comitative and possessive constructions in Bantu languages

Araújo, Paulo Jeferson Pilar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.034468%
Esta tese se concentra sobre os debates referentes à relação entre as construções locativas, existenciais e possessivas nas línguas do mundo, dando especial atenção para o caso particular das línguas bantas, para as quais o entendimento mais completo da relação entre aquelas construções só se dá se o domínio conceitual do comitativo for levado em conta. A tese se desenvolve na linha de três grandes questionamentos, que constituem três partes. A primeira se ocupa de questões referentes ao trabalho de campo ou o campo da pesquisa, o da descrição de línguas africanas no Brasil, nesse caso, o de uma linguística africana na Diáspora. São apresentados os principais aspectos gramaticais das línguas do estudo, com ênfase das línguas bantas das zonas H, K e R, englobando assim todo o território de Angola. A segunda parte trata das questões teóricas, apresentando as diversas propostas que almejaram analisar as construções possessivas e outras a elas relacionadas, sendo classificadas em duas: (i) as propostas localistas, para as quais o domínio de possessivos e existenciais são em última instância locativos; e (ii) as propostas não localistas, que buscaram identificar outros fatores na relação de possessivos e as demais construções. Apresentam-se também os questionamentos epistemológicos seguindo as reflexões de um anarquismo epistemológico em linguística. Partindo dos pressupostos da Gramática Cognitiva...

Linguas de fronteira e politica de linguas : uma hitoria das ideias linguisticas; The borderlaine languages and politics of languages : the history of the linguistics ideas

Eliana Rosa Sturza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.086045%
A obra Dialecto Fronterizo en el Norte del Uruguay (1965), de José Pedro Rona, funda um discurso sobre as línguas praticadas na fronteira do Brasil com o Uruguai. A história das idéias lingüísticas sobre as línguas de fronteira se constitui nos discursos acadêmicos sobre o cruzamento das línguas portuguesa e espanhola nas zonas de fronteira. O espaço de enunciação fronteiriço se define como um espaço no qual se enunciam dizeres sobre as línguas. Esses dizeres têm sentidos políticos que determinam uma distribuição para as línguas, atribuindo-lhes uma hierarquia. Mas, no conjunto das línguas de fronteira, incluem-se práticas lingüísticas que resultam do cruzamento entre as línguas dominantes na fronteira, o português e o espanhol. Desse modo, as designações, tomadas neste trabalho como categoria de análise, significam politicamente, porque uma vez nomeadas, as práticas do cruzamento entram também no quadro das línguas de fronteira. Nessa fronteira é a língua portuguesa e os dialetos de base portuguesa que determinam uma política de línguas; The work Dialecto Fronterizo en el Norte del Uruguay (1965), written by José Pedro Rona, generates a discourse concerning the languages spoken on the border between Brazil and Uruguay. The history of the linguistic ideas with regard to the borderline languages is constituted in the academic discourses related to the interplay between the Portuguese and the Spanish languages within the borderland. The borderline space of enunciation is defined as a space where utterances are enunciated about the languages. Those utterances present political meaning and determine an allocation to the languages while...

A linguística de corpus no ensino-aprendizagem de línguas

Oliveira, Ednei Nunes de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.054478%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Linguística.; Nas últimas décadas, no cenário mundial, tem sido grande a quantidade de projetos de utilização de corpus computadorizado na aprendizagem de línguas estrangeiras. Entretanto, no Brasil, as experiências desenvolvidas nesse campo, em uma avaliação informal, sugerem que a utilização dos recursos do computador no ensino de língua materna ou mesmo estrangeira nem sempre tem sido feita de forma satisfatória, o que pode dever-se à falta de treinamento adequado dos professores, pressuposto que justifica uma investigação sistemática dessa realidade. O presente estudo, fundamentado na Lingüística de Corpus e no ensino de línguas mediado pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), teve o objetivo de descrever e analisar as práticas de ensino de multiplicadores do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) e de professores de escolas públicas em Dourados-MS. Especificamente, foi verificado como estavam sendo desenvolvidas a capacitação docente e a execução de projetos de ensino com alunos, tendo o corpus computadorizado como suporte do ensino de línguas, assim como procurou-se identificar as concepções metodológicas que fundamentam tanto a capacitação como a prática docente. Foram elaboradas as seguintes questões de pesquisa: 1) com relação à capacitação docente - (a) como são realizados os cursos de capacitação docente no que concerne ao ensino de línguas...

A linguística de corpus no ensino-aprendizagem de línguas

Oliveira, Ednei Nunes de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.054478%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Linguística.; Nas últimas décadas, no cenário mundial, tem sido grande a quantidade de projetos de utilização de corpus computadorizado na aprendizagem de línguas estrangeiras. Entretanto, no Brasil, as experiências desenvolvidas nesse campo, em uma avaliação informal, sugerem que a utilização dos recursos do computador no ensino de língua materna ou mesmo estrangeira nem sempre tem sido feita de forma satisfatória, o que pode dever-se à falta de treinamento adequado dos professores, pressuposto que justifica uma investigação sistemática dessa realidade. O presente estudo, fundamentado na Lingüística de Corpus e no ensino de línguas mediado pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), teve o objetivo de descrever e analisar as práticas de ensino de multiplicadores do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) e de professores de escolas públicas em Dourados-MS. Especificamente, foi verificado como estavam sendo desenvolvidas a capacitação docente e a execução de projetos de ensino com alunos, tendo o corpus computadorizado como suporte do ensino de línguas, assim como procurou-se identificar as concepções metodológicas que fundamentam tanto a capacitação como a prática docente. Foram elaboradas as seguintes questões de pesquisa: 1) com relação à capacitação docente - (a) como são realizados os cursos de capacitação docente no que concerne ao ensino de línguas...

Imagens das línguas estrangeiras de alunos universitários portugueses

Pinto, Susana Maria Almeida
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.086045%
O presente estudo é o resultado de um projecto em Didáctica de Línguas, cujo objectivo é a descrição das imagens das línguas estrangeiras em estudo dos alunos da turma do 3º ano do curso de Línguas e Relações Empresariais da Universidade de Aveiro, no ano lectivo de 2003/2004. O conceito de imagem é constituído na intersecção de quadros teóricos que mobilizam a Psicologia Social, as Ciências da Linguagem e a Didáctica de Línguas, sendo entendido neste estudo como um objecto de discurso, que se forma, transforma e transmite através da comunicação, criado por indivíduos e grupos e através do qual constroem conhecimento acerca da realidade, de acordo com as experiências de vida de cada um e o contexto (social, económico, político…) em que se inserem. No campo em que nos movemos, problematiza a relação entre o aluno e a língua/cultura estrangeiras e o aluno e a sua identidade. Os dados foram recolhidos segundo diferentes métodos e instrumentos. Inicialmente foi traçada a biografia linguística dos alunos, através de um inquérito por questionário. Num segundo momento, foi concebida, com os professores das diferentes disciplinas de línguas, uma actividade didáctica desencadeadora da expressão das imagens dos alunos relativamente às línguas estrangeiras...

Imagens das línguas e afectividade em contexto escolar

Schmidt, Alexandra Fidalgo das Neves Montalvão
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.071455%
Enquadrado numa perspectiva sócio-construtivista em Didáctica de Línguas (DL), o presente trabalho propõe-se identificar e descrever as imagens face às línguas estrangeiras, em particular à língua Alemã, e sua aprendizagem, que se manifestam numa determinada comunidade escolar. Com base nas imagens identificadas, pretende-se compreender de que forma elas se relacionam com a dimensão afectiva presente no processo de ensinoaprendizagem, nomeadamente no que diz respeito à relação afectiva que o aprendente vai construindo com o alemão, objecto de estudo. Neste quadro, foram traçadas as seguintes questões de investigação para este trabalho: (1) Que imagens face às línguas escolares (inglês, francês, espanhol, português e, em particular, alemão), se manifestam numa determinada comunidade escolar (considerando os alunos, encarregados de educação, professores, administração da escola e funcionários)?; Como se (inter-) relacionam estas imagens nos diferentes públicos considerados?; (2) De que forma se manifestam as imagens face à língua alemã e sua aprendizagem na interacção em sala de aula de Alemão (LE)? Quais as marcas discursivas que as identificam e tecem?; De que forma estão estas imagens associadas às emoções e (3) Quais as emoções associadas às imagens do Alemão e sua aprendizagem em contexto de sala de aula? A investigação recente em DL sugere que as imagens que um determinado sujeito constrói face a uma dada língua permitem compreender as suas atitudes e comportamentos face à mesma...

Línguas em Timor-Leste: que gestão escolar do plurilinguismo?

Soares, Lúcia Maria Moreira Caniço Vidal Pereira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.09871%
O presente estudo tem por objetivo compreender, no contexto geopolítico de Timor-Leste, quais as imagens, funções e estatutos das línguas que aí circulam e, simultaneamente, percecionar de que modo a Escola gere essa pluralidade linguística. Para o efeito, tivemos em conta as representações/imagens relativamente às línguas, às suas funções e estatutos, não só dos alunos e dos diferentes atores educativos (professores, diretores de escola e formadores do 1.º e 2.º ciclo), mas também aquelas que circulam em contexto social alargado, onde incluímos os intervenientes e os responsáveis pelas políticas educativas e outros elementos da população. Foi deste modo que procurámos perceber de que forma tais representações se influenciam reciprocamente e se refletem na Escola. O estudo realizado foi de cariz etnográfico. Assim, o investigadorobservador, colocado no terreno, foi produzindo um diário do observador e recolhendo informação etnográfica, através da sua convivência com a sociedade timorense (escritos do quotidiano, questionário à polícia, observação de aula, entre outros), auscultando as “vozes” quer dos alunos (por meio de biografias linguísticas e desenhos), quer dos atores educativos (através de biografias linguísticas e entrevistas)...

A educação intercultural na formação contínua de professores de línguas

Bastos, Mónica Sofia de Almeida
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.09871%
Situado entre o discurso investigativo e o profissional da Didática de Línguas, o presente estudo assenta: num entendimento da educação em línguas como um processo valorizador da diversidade linguística e cultural, tendo como fim último a promoção da intercompreensão e do diálogo intercultural, dentro dos pressupostos de uma didática das línguas e do plurilinguismo; na conceção do professor de línguas como um dos principais atores na educação de cidadãos / comunicadores interculturais, vendo-se, portanto, a braços com novas exigências, para as quais, muitas vezes, não se sente preparado; e nos pressupostos de que a identidade profissional condiciona fortemente a forma como o professor desempenha a sua ação didática, sendo este processo de se tornar professor contínuo e dependente, quer do sujeito-professor e dos seus percursos profissionais e formativos, quer do contexto (profissional, local, nacional, global) em que este se insere. Pretende-se, com este estudo, contribuir para que a educação intercultural seja uma realidade nas nossas escolas, potenciando a sua migração contextualizada dos documentos orientadores das políticas linguísticas e educativas nacionais e transnacionais e dos discursos da investigação em Didática de Línguas. Para o efeito...

Intercompreensão e poesia no 1º CEB: os sons das línguas

Gomes, Catarina Salomé Santos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.034468%
O Relatório Final de Estágio que aqui se apresenta teve como objetivo de estudo compreender as potencialidades educativas de um trabalho em torno da Intercompreensão, com recurso ao texto poético, em diferentes línguas românicas, no 1º ciclo do Ensino Básico (1º CEB). Parte-se do pressuposto de que no 1º CEB é fundamental proporcionar aos alunos alicerces que permitam a construção de um percurso educativo variado e enriquecedor, sendo uma etapa ideal para levar até aos alunos o conhecimento sobre/de outras línguas e culturas. Nesse sentido, a Intercompreensão, no contexto de uma educação plurilingue, pode construir-se a partir do reconhecimento e da valorização da diversidade linguística e cultural que nos rodeia, estabelecendo pontes entre línguas e culturas. Por forma a proporcionar aos nossos alunos um contacto diferente com a diversidade linguística, surgiu a oportunidade de abordar a poesia, potenciadora do desenvolvimento e consolidação de várias competências linguísticas e de estratégias de compreensão, atendendo aos sons das línguas, um dos aspetos sobre o qual recaiu este trabalho. Partindo deste pressuposto e desta oportunidade, desenvolveu-se um estudo, no âmbito da unidade curricular de Seminário de Investigação Educacional A1 e A2 em articulação com a unidade curricular de Prática Pedagógica Supervisionada A1 e A2...

Didática de línguas e cultura linguística no Colégio D. José I

Jesus, Daniel Ferreira de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.09871%
Parti do pressuposto de que uma Cultura Linguística construída de forma sólida em todas as suas vertentes favorece o conhecimento e o contacto com o Outro, proporcionando o enriquecimento cultural e linguístico. Seguro de que a actual orientação plural da Didática das Línguas desempenha um papel fulcral numa sociedade global como aquela em que vivemos e que a escola é um lugar de encontro de alunos, de culturas e línguas, decidi que era importante identificar as imagens das línguas escolares que se manifestam na comunidade educativa do Colégio D. José I em Aveiro. Este trabalho é realizado com a colaboração de um grupo de alunos de Espanhol do sétimo ano de escolaridade para seguidamente perceber como reagem os mesmos ao tratamento da temática das imagens das línguas e se é possível obter como resultado as transformações da Cultura Linguística. Para tal, segui uma metodologia de investigação com características de investigação-acção, já que o estudo iria decorrer no terreno com o intuito de tentar perceber para agir em conformidade com a realidade e tendo como universo os alunos de Espanhol do sétimo ano de escolaridade. Foram utilizados quatro instrumentos de recolha de dados: frases construídas pelos alunos de Espanhol relativas às línguas escolares; o registo áudio da aula em que se debateram ideias e os resultados do trabalho de campo; um inquérito por questionário adaptado de estudos anteriores; uma revisitação das frases dos alunos sobre as línguas escolares. Os dados foram analisados com recurso ao programa Excel e as questões abertas sujeitas a análise de conteúdo. A análise permitiu concluir que o panorama relativo às imagens das línguas escolares tem sofrido subtis alterações ao longo da última década...

Análise da ideação, avaliatividade e tematização em narrativas de aprendizagem de línguas

Rodrigues-Júnior,Adail Sebastião
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.034468%
Nos últimos anos, narrativas de aprendizagem de línguas têm revelado alguns aspectos do processo de aquisição de língua estrangeira que nem a observação comum ou a pesquisa êmica tem sido capaz de demonstrar. Isso porque os múltiplos aspectos do sistema de aprendizagem de línguas não são apreendidos exclusivamente por técnicas de observação, sobretudo aquelas que se limitam a investigar a concepção que os aprendizes têm acerca do processo do qual eles fazem parte. Narrativas de aprendizagem de línguas têm muito a dizer sobre os sentimentos, desejos e pontos de vista dos aprendizes, além do que, essas narrativas expressam informações que são, de certo modo, parecidas com as experiências de aprendizes de línguas do mundo todo. A importância das narrativas de aprendizagem de línguas para a Pesquisa em Aquisição de Segunda Língua motivou-me a compreendê-las como um gênero com traços discursivos típicos e, ao mesmo tempo, distintos, quando comparadas às narrativas investigadas por Labov (1972). Este artigo, pois, pretende analisar as narrativas de aprendizagem de línguas a partir de uma perspectiva de gêneros do discurso, usando, para tal, a teoria de gênero da Linguística Sistêmico-Funcional, com o objetivo de explicar os estágios funcionais que frequentemente aparecem nas narrativas estudadas. Os dados são compostos por trinta e sete transcrições de narrativas de aprendizagem de línguas de brasileiros disponíveis na homepage do Projeto AMFALE. Seguindo a posição de Halliday & Hasan (1985) de que todo contexto está no texto...

Diversidade linguística brasileira, as línguas páno e suas características ergativas

Abreu, Paulo Sérgio Reis de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.054478%
This work focuses on Brazilian linguistic diversity and, within it, the Páno family, from which was pointed out, under the grammatical point of view, the operation of the case systems. The study consists of an introduction, three chapters, a conclusion, bibliography and three appendices. Chapter 1 brings historical information on the linguistic diversity in Brazil at the time of the Portuguese incursion, the present situation of our languages, the methods for linguistic classification and its application on the Brazilian indigenous languages, and also aims at pointing out the importance of the descriptive linguistic studies of our autochthonous languages. Chapter 2 deals specifically with the Páno family, with the history of how the region where it is situated in South-West Amazonia was populated, with the various Páno people situated in Brazil, with classificatory efforts, with studies already carried out by Brazilian researchers, and also searches for establishing a vision of the genetic relationships between those different languages. The chapter 3 brings theoretical information on the study of ergativity, based on Dixon (1994), as well as an analysis of this grammatical phenomenon carried out by Lyons (1968). Afterwards...

A biografia linguística no 1º ciclo do ensino básico: potencialidades na aprendizagem de línguas

Silva, Juliana Marques da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.054478%
O presente estudo resulta de um projecto desenvolvido numa turma de 4º ano com 19 alunos, no ano lectivo de 2007-2008, em torno da utilização da estratégia da biografia linguística na sensibilização à aprendizagem de línguas desde os primeiros anos de escolaridade. A finalidade do estudo foi compreender quais as potencialidades de aplicação da biografia linguística e qual a relevância do recurso a este instrumento para a aprendizagem de línguas e para a (re)construção de representações, conhecimentos e atitudes dos alunos perante as línguas do Mundo, perante si próprios e perante os outros. Após uma revisão bibliográfica, alicerçada em autores de referência, delineámos e implementámos um projecto de intervenção baseado na utilização de biografias linguísticas, com o objectivo de conhecer representações dos alunos do 1º ciclo em relação às línguas e de os consciencializar para a diversidade linguística e cultural do mundo. Os dados foram recolhidos a partir das biografias linguísticas dos alunos e das reflexões sobre as actividades realizadas. Para o tratamento dos dados recolhidos enveredámos por uma metodologia qualitativa, centrada na análise de discurso e na análise de conteúdo. As categorias de análise foram construídas com base no conhecimento teórico adquirido e no confronto com os dados recolhidos e foram as seguintes: representações das línguas como objectos...

Koropó, puri, kamakã e outras línguas do Leste Brasileiro

Ramirez, Henri; Vegini, Valdir; França, Maria Cristina Victorino de
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.054478%
In this study, we carry out a thorough examination of extinct languages located in Eastern Brazil (from São Paulo to Salvador). There is a tradition in placing Koropó with Puri (Coroado), and both of them in a Macro-Jê superfamily. Firstly we argue against any affinity between Koropó and Puri languages. Secondly we give a set of reasons which leads us to the exclusion of Puri-Coroado from Macro-Jê languages. Going then in a northerly direction, we detail the Maxakali family in order to get a tentative classification of its members and to carefully compare this family with its linguistic neighbours (Kamakã, Jê and Krenak families). In doing such a comparison, we finally conclude that Maxakali shows a very close relationship with Kamakã, which most likely suggests a genetic connection between these two groups. However, there is no proof of genetic relationship between all these four families (Maxakali, Kamakã, Jê, Krenak), since we are in an area where a long history of interethnic contacts suggests that languages also share a large number of linguistic loans.Keywords: Indigenous languages of Eastern Brazil; Comparison of extinct languages; Koropó and Puri; Maxakali, Kamakã, Krenak and Jê families.Neste estudo, realizamos uma análise aprofundada de línguas extintas localizadas no Leste do Brasil (de São Paulo a Salvador). Tradicionalmente...

Línguas Indígenas Brasileiras: O novo campo de provas dos universais linguísticos

Gomes, Ana Quadros
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.01053%
The aim of this paper is to point out the new centrality of Brazilian languages. Formal studies of Indigenous languages are moving forward linguistics theories. The insertion of those languages in universal models is changing the view of natural languages. Three Brazilian cases stand out: (i) Pirahã, which is the star of a debate about recursivity; (ii) Karajá, which has been subject of sophisticated psycholinguistics experiments; and (iii) Karitiana, which has received semantics analysis, the ulitmate level of grammar anlysis a laanguage may receive.O objetivo deste artigo é apontar a centralidade que as línguas indígenas brasileiras estão alcançando. O estudo científico das línguas indígenas está impulsionando a linguística teórica. A integração dessas línguas aos modelos universais tem levado a revisões nas teorias sobre as línguas naturais. No Brasil, três casos sobressaem: Pirahã, pelo debate sobre a recursividade; Karajá, por ser alvo de sofisticados experimentos psicolinguísticos; e Karitiana, por ter chegado à análise semântica, o último nível de análise gramatical que se pode obter.

FARGETTI, Cristina Martins (Org.) (2012). Abordagens sobre o léxico em línguas indígenas. Campinas, SP. Pp. 399. ISBN 9788599944363.

Oliveira, Caroline Pereira de; Corbera Mori, Angel Humberto
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.898833%
 Resenha do livro organizado e publicado pela professora Cristina Martins Fargetti (2012) intitulado "Abordagens sobre o léxico em línguas indígenas". A maioria dos artigos incluídos nesse livro focalizam estudos do léxico das linguas indígenas, mas também outros aspectos das culturas indígenas.

À guisa de introdução: nas trilhas da produção científica sobre línguas ameríndias - contribuições do III Simpósio Internacional de Linguística Ameríndia da ALFAL

Soares, Marília Lopes da Costa Facó
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
46.898833%
Apresentação e reflexões sobre os rumos que vem tomando a investigação científica em uma amostra representativa de línguas ameríndias na atualidade.