Página 1 dos resultados de 1921 itens digitais encontrados em 0.035 segundos

Characterization and quantification of phenolic compounds in four tomato (Lycopersicon esculentum L.) farmer’ varieties in Northeastern Portugal homegardens.

Barros, Lillian; Dueñas, Montserrat; Pinela, José; Carvalho, Ana Maria; Ferreira, Isabel C.F.R.
Fonte: Springer Publicador: Springer
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Tomato (Lycopersicon esculentum L.) is one of the most widely consumed fresh and processed vegetables in the world, and contains bioactive key components. Phenolic compounds are one of those components and, according to the present study, farmers’ varieties of tomato cultivated in homegardens from the northeastern Portuguese region are a source of phenolic compounds, mainly phenolic acid derivatives. Using HPLC-DAD-ESI/MS, it was concluded that a cis p-coumaric acid derivative was the most abundant compound in yellow (Amarelo) and round (Batateiro) tomato varieties, while 4-O-caffeolyquinic acid was the most abundant in long (Comprido) and heart (Coração) varieties. The most abundant flavonoid was quercetin pentosylrutinoside in the four tomato varieties. Yellow tomato presented the highest levels of phenolic compounds (54.23 μg/g fw), including phenolic acids (43.30 μg/g fw) and flavonoids (10.93 μg/g fw). The phenolic compounds profile obtained for the studied varieties is different from other tomato varieties available in different countries, which is certainly related to genetic features, cultivation conditions, and handling and storage methods associated to each sample.

Comportamento do tomate (Lycopersicon esculentum Mill.) aos indutores de resistência à seca; Tomato performance to the resistance inductors in drought

Silva, Renato Agnelo da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
68.97332%
O presente trabalho teve por objetivo estudar a influência de um ativador de plantas e de dois fungicidas sobre o comportamento de plantas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), cultivadas em vasos no interior de casa-de-vegetação, no município de Piedade, SP, e submetidas a diferentes condições de fornecimento de água. Os produtos químicos aplicados de forma isolada foram respectivamente dois fungicidas, a piraclostrobina (PRT) e a azoxistrobina (AZT); um ativador de plantas, o acibenzolar-s-metil (ASM). Foi incluída uma testemunha, sem aplicações de produtos. Todos os tratamentos mantiveram-se sob quatro níveis de água (90%, 72 %, 54% e 36% da capacidade de recipiente do substrato). Foram realizadas quatro aplicações dos produtos, sendo a primeira um dia antes do plantio definitivo das mudas, a segunda aos 10 dias após o plantio (DAP), seguindo-se mais duas aplicações com intervalo de 10 dias entre as mesmas. As avaliações foram efetuadas medindo os seguintes parâmetros: a) peso da massa seca da raiz, da parte aérea e total de cada planta aos 30 e 50 DAP; b) determinação do teor de clorofila das plantas aos 35 DAP, tomando-se como padrão o segundo folíolo da primeira folha abaixo do primeiro cacho floral; c) altura das plantas aos 29 e 49 DAP; d) número de folhas abaixo do primeiro cacho floral...

Anatomia do caule de Lycopersicon Esculentum Mill., submetido a diferentes tratamentos com reguladores vegetais

Martins, Maria Bernadete Gonçalves; Castro, Paulo Roberto de Camargo e
Fonte: Brazilian Archives of Biology and Technology Publicador: Brazilian Archives of Biology and Technology
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
The effects of plant growth regulators GA3 50 mg. L-1, NAA 100 mg. L-1, CCC 1500 mg.L-1 and SADH 3000 mg.L-1 on stem anatomy of Lycopersicon esculentum Mill cv. Ângela Gigante were studied. Two sets of experiments were carried out in greenhouse during two separte periods. Anatomical studies , revealed that growth promotors induced increased xylem thickness and increased the number of tracheary elements while the growth retardants decreased xylem thickness and induced fiber formation.

Métodos de remoção da mucilagem e qualidade fisiológica de sementes de tomate (Lycopersicon esculentum, Mill.)

Cavariani, C.; Piana, Z.; Tillmann, M.A.A.; Minami, K.
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 43-46
Português
Relevância na Pesquisa
69.16558%
Objetivando estudar diferentes métodos de remoção da mucilagem e a qualidade de sementes de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), conduziu-se um experimento, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Após extração manual, sementes e mucilagens foram submetidas aos seguintes tratamentos de remoção: lavagem imediata, fermentação por três dias, ácido clorídrico a 2,5% (25 ml/kg, durante 2 horas), ácido acético a 10% (25 ml/kg de material) e hidróxido de amônia a 2,5% (25 ml/kg, durante 2 horas). Seguiu-se a avaliação da qualidade fisiológica das sementes através das determinações de porcentagem de germinação e vigor, pela porcentagem de emergência em areia, condutividade elétrica e pesos das matérias verde e seca de plântulas. Os resultados permitiram concluir que os métodos de remoção por lavagem imediata, fermentação, ácido clorídrico e ácido acético comercial não afetaram a qualidade fisiológica de sementes de tomate; a porcentagem de germinação não foi afetada pelos diferentes métodos de remoção e o método hidróxido de amônia prejudica o vigor das sementes.; Different methods of mucilage remotion and quality of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) seeds were studied...

Efeito da profundidade de semeadura na emergência de plântulas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.)

Tillmann, M.A.A.; Piana, Z.; Cavariani, C.; Minami, K.
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 260-263
Português
Relevância na Pesquisa
69.16558%
Com o objetivo de avaliar o efeito da profundidade de semeadura na emergência de plântulas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), utilizou-se sementes da cultivar Tropic à profundidade de 0,5; 1,5; 2,5; 3,5; 4.5 e 5,5 cm em substrato solo e areia na proporção de 3:1, mantendo-se constante o teor de água do mesmo em 70% da capacidade de campo. O delineamento experimental empregado foi inteiramente casualizado com quatro repetições de 50 sementes por tratamento, quantificando-se os efeitos das profundidades através das determinações de índice e velocidade de emergência e estande final em porcentagem. Os resultados revelaram que a profundidade de semeadura de 1,5 cm proporcionou índice de velocidade de emergência e estande final, significativamente superiores às demais, razão por que pode ser considerada como a mais indicada à semeadura de tomate.; The effect of seeding depth on the emergence of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) seedlings variety Tropic was tested for 0.5; 1.5; 2.5; 3.5; 4.5, and 5.5 cm depth of seeding in soil and sand medium, at a 3:1 ratio with a constant water content around 70% of field capacity. The experimental design was totally randomized with four replications of 50 seeds per treatment...

Stem anatomy of Lycopersicon esculentum Mill. treated with different plant growth regulators

Martins, MBG; Castro, PRDE
Fonte: Inst Tecnologia Parana Publicador: Inst Tecnologia Parana
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 258-267
Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
The effects of plant growth regulators GA(3) 50 mg. L-1, NAA 100 mg. L-1, CCC 1500 mg.L-1 and SADH 3000 mg.L-1 on stem anatomy of Lycopersicon esculentum Mill cv. Angela Gigante were studied. Two sets of experiments were carried out in greenhouse during two separte periods. Anatomical studies,revealed that growth promoters induced increased xylem thickness and increased the number of tracheary elements while the growth retardants decreased xylem thickness and induced fiber formation.

Atividade moluscicida de princípios ativos de folhas de Lycopersicon esculentum (Solanales, Solanaceae) em Biomphalaria glabrata (Gastropoda, Planorbidae)

Leyton,Vilma; Henderson,Thomas O.; Mascara,Douglas; Kawano,Toshie
Fonte: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Publicador: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Foram obtidos extratos aquosos e alcoólicos a partir de pó de folhas secas de tomateiro (Lycopersicon esculentum, Mill.) c.v. Cereja. Por extração metanólica e precipitação alcalina, foi obtido um produto que denominamos "glicoalcalóide esteroidal bruto" (GEb), no qual foi caracterizada a presença de tomatina. Em ensaios laboratoriais, os extratos aquosos, alcoólicos e o GEb apresentaram atividade moluscicida em Biomphalaria glabrata (Say, 1818). O "glicoalcalóide esteroidal bruto" apresentou alta atividade moluscicida (CL50 = 8,01 ppm e CL90 = 13,17 ppm), comparável à atividade da tomatina. Desovas de B. glabrata mostraram-se resistentes aos extratos testados. Os níveis de atividade moluscicida apresentados pelos diversos extratos e o GEb, apontam apenas o GEb como candidato para a continuação dos estudos visando a sua possível utilização em campo.

Padrão de identidade e qualidade do tomate (Lycopersicon esculentum Mill.) de mesa

Ferreira,Sila Mary Rodrigues; Freitas,Renato João Sossela de; Lazzari,Elisa Noemberg
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2004 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
O valor comercial do tomate, Lycopersicon esculentum Mill., é definido pelas características de identidade e qualidade presentes no fruto que podem ser avaliadas pela classificação do produto. A presente revisão de literatura teve como objetivo descrever o padrão de identidade e qualidade do tomate de mesa, através da classificação. O tomate de mesa é classificado em grupos, subgrupos, classes e tipos. De acordo com o formato do fruto, o tomate é classificado em dois grupos: oblongo, quando o diâmetro longitudinal é maior que o transversal e redondo, quando o diâmetro longitudinal é menor ou igual ao transversal. Em função do estádio de maturação, o tomate é classificado em cinco subgrupos: verde maduro, pintado, rosado, vermelho e vermelho maduro. A classe é definida em função do maior diâmetro transversal do fruto em relação ao grupo a que pertença. O tomate oblongo é classificado em três classes: grande, médio e pequeno. O tomate redondo é classificado em quatro classes: gigante, grande, médio e pequeno. De acordo com os índices de ocorrência de defeitos graves e leves presentes nos frutos, o tomate é classificado também em tipo: extra, especial ou selecionado e comercial. São considerados defeitos graves: podridão...

Métodos de remoção da mucilagem e qualidade fisiológica de sementes de tomate (Lycopersicon esculentum, Mill.)

Cavariani,C.; Piana,Z.; Tillmann,M.A.A.; Minami,K.
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1994 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Objetivando estudar diferentes métodos de remoção da mucilagem e a qualidade de sementes de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), conduziu-se um experimento, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Após extração manual, sementes e mucilagens foram submetidas aos seguintes tratamentos de remoção: lavagem imediata, fermentação por três dias, ácido clorídrico a 2,5% (25 ml/kg, durante 2 horas), ácido acético a 10% (25 ml/kg de material) e hidróxido de amônia a 2,5% (25 ml/kg, durante 2 horas). Seguiu-se a avaliação da qualidade fisiológica das sementes através das determinações de porcentagem de germinação e vigor, pela porcentagem de emergência em areia, condutividade elétrica e pesos das matérias verde e seca de plântulas. Os resultados permitiram concluir que os métodos de remoção por lavagem imediata, fermentação, ácido clorídrico e ácido acético comercial não afetaram a qualidade fisiológica de sementes de tomate; a porcentagem de germinação não foi afetada pelos diferentes métodos de remoção e o método hidróxido de amônia prejudica o vigor das sementes.

Efeito da profundidade de semeadura na emergência de plântulas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.)

Tillmann,M.A.A.; Piana,Z.; Cavariani,C.; Minami,K.
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1994 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Com o objetivo de avaliar o efeito da profundidade de semeadura na emergência de plântulas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), utilizou-se sementes da cultivar Tropic à profundidade de 0,5; 1,5; 2,5; 3,5; 4.5 e 5,5 cm em substrato solo e areia na proporção de 3:1, mantendo-se constante o teor de água do mesmo em 70% da capacidade de campo. O delineamento experimental empregado foi inteiramente casualizado com quatro repetições de 50 sementes por tratamento, quantificando-se os efeitos das profundidades através das determinações de índice e velocidade de emergência e estande final em porcentagem. Os resultados revelaram que a profundidade de semeadura de 1,5 cm proporcionou índice de velocidade de emergência e estande final, significativamente superiores às demais, razão por que pode ser considerada como a mais indicada à semeadura de tomate.

Anatomia do caule de Lycopersicon Esculentum Mill., submetido a diferentes tratamentos com reguladores vegetais

Martins,Maria Bernadete Gonçalves; Castro,Paulo Roberto de Camargo e
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
The effects of plant growth regulators GA3 50 mg. L-1, NAA 100 mg. L-1, CCC 1500 mg.L-1 and SADH 3000 mg.L-1 on stem anatomy of Lycopersicon esculentum Mill cv. Ângela Gigante were studied. Two sets of experiments were carried out in greenhouse during two separte periods. Anatomical studies , revealed that growth promotors induced increased xylem thickness and increased the number of tracheary elements while the growth retardants decreased xylem thickness and induced fiber formation.

Enhanced biosynthesis of quercetin occurs as A photoprotective measure in Lycopersicon esculentum mill. under Acute UV-B exposure

Shourie,Abhilasha; Tomar,Pushpa; Srivastava,Deepika; Chauhan,Rahul
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.99663%
Lycopersicon esculentum respond to UV-B by enhanced synthesis of flavonoid quercetin, a strong antioxidant that helps the plants to well acclimatize to UV-B stress. Three weeks old plants of L. esculentum were subjected to acute UV-B irradiation for 20, 40 and 60 minutes daily until 28 days and analyzed for the morphological and biochemical changes. UV-B exposure for 40 and 60 minutes considerably affected the growth and biomass of L. esculentum. The leaves were deformed, developed chlorosis and abscised early as compared to the unexposed plants. Biomass declined by 35% and total chlorophyll decreased by 24.7% due to disintegration of chloroplasts. Enhancement was seen in the content of carotenoids, anthocyanins and total flavonoids by 15, 33.3 and 22.8%, respectively, which was attributed to the photoprotective role of these compounds as potential quenchers of excess excitation energy. Quercetin content decreased on UV-B exposure to 20 and 40 min, and thereafter increased significantly by 5.19% on 60 min of exposure. This pattern probably indicated that the over-expression of genes involved in its biosynthesis such as phenylalanine ammonia lyase (PAL), chalcone synthase (CHS), flavanone 3-hydroxylase (F3H) and dihydroflavonol 4-reductase (DFR) occurred only after certain threshold exposure (60 min)...

A reliable begomovirus inoculation method for screening Lycopersicon esculentum lines

Inoue-Nagata,Alice K; Nagata,Tatsuya; Ávila,Antonio C de; Giordano,Leonardo de B
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Due to failures of infection after mechanical inoculation of begomovirus on tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) plants, an efficient and reliable begomovirus inoculation method was developed using the whitefly vector (Bemisia tabaci). Virus acquisition was carried out using a 'Tube-cage', made of a polypropylene tube, containing one to two day-old whiteflies and a tomato plant apex infected with a begomovirus isolate. After 48 h of acquisition access period, inoculation was done using a 'Ring-cage', containing viruliferous whiteflies, attached to the abaxial side of the leaf of young tomato plants. 48 hours after acquisition, the whiteflies were eliminated and the inoculated plants were incubated for 28 days under greenhouse conditions. Three viruliferous whiteflies per plant were enough to cause infection in susceptible tomato cv. Viradoro. This procedure was applied to test the resistance of tomato line 486-1 (resistant line) in comparison with 'Viradoro' (susceptible cultivar). Dot blot hybridization confirmed the susceptibility of 'Viradoro' and the resistance of the line 486-1, showing the efficiency of this method for screening plants for disease resistance. This method is also a useful tool in detecting the presence of virus in inoculated (lower leaves) and in non-inoculated (upper leaves) in a given plant. Using this procedure...

Response of superoxide dismutase isoenzymes in tomato plants (Lycopersicon esculentum) during thermo-acclimation of the photosynthetic apparatus

Carnejo López, Daymi Mercedes; Martí Ruíz, María del Carmen; Nicolás Nicolás, Emilio; Alarcón Cabañero, Juan José; Jiménez Hurtado, Ana María; Sevilla Valenzuela, Francisca G.
Fonte: John Wiley & Sons Publicador: John Wiley & Sons
Tipo: Artículo Formato: 579917 bytes; image/jpeg
Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Seedlings of Lycopersicon esculentum Mill. var. Amalia were grown in a growth chamber under a photoperiod of 16 h light at 25°C and 8 h dark at 20°C. Five different treatments were applied to 30-day-old plants: Control treatment (plants maintained in the normal growth conditions throughout the experimental time), heat acclimation (plants exposed to 35°C for 4 h in dark for 3 days), dark treatment (plants exposed to 25°C for 4 h in dark for 3 days), heat acclimation plus heat shock (plants that previously received the heat acclimation treatment were exposed to 45°C air temperature for 3 h in the light) and dark treatment plus heat shock (plants that previously received the dark treatment were exposed to 45°C air temperature for 3 h in the light). Only the heat acclimation treatment increased the thermotolerance of the photosynthesis apparatus when the heat shock (45°C) was imposed. In these plants, the CO2 assimilation rate was not affected by heat shock and there was a slight and non-significant reduction in maximum carboxylation velocity of Rubisco (Vcmax) and maximum electron transport rate contributing to Rubisco regeneration (Jmax). However, the plants exposed to dark treatment plus heat shock showed a significant reduction in the CO2 assimilation rate and also in the values of Vcmax and Jmax. Chlorophyll fluorescence measurements showed increased thermotolerance in heat-acclimated plants. The values of maximum chlorophyll fluorescence (Fm) were not modified by heat shock in these plants...

Influence of nitrate level on nitrate assimilation in tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) plants under saline stress.

Flores, Pilar; Botella, M. Ángeles; Cerdá, Antonio; Martínez, Vicente
Fonte: National Research Council Canada Publicador: National Research Council Canada
Tipo: Artículo Formato: 100864 bytes; application/msword
Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
This experiment was conducted to study the effect of salinity and different NO3– concentrations on NO3– uptake, transport, and reduction. To avoid the significant effect of plant size, the main difference from other studies was the short time period of treatment application. Tomato plants (Lycopersicon esculentum Mill. 'Asun') were grown for 11 d in half-strength Hoagland solution (with 7 mmol/L NO3–) in a growth chamber under controlled conditions. After that, the different NO3– treatments were 0.5, 2, and 4 mmol/L NO3–, and saline treatments consisted of two levels of NaCl: 0 (control) and 75 mmol/L. Under control conditions, an increase in NO3– concentration in the nutrient solution resulted in greater NO3– uptake, NO3– xylem flux, NO3- concentrations in tissues, and leaf and root nitrate reductase activity. However, when plants were exposed to salinity for a short period of time and the plant size or the shoot/root ratio was not an additional factor affecting the physiological parameters, the NO3– concentration in the solution slightly affected the different steps of NO3– assimilation.; Peer reviewed

Temporal and spatial expression of hexose transporters in developing tomato (Lycopersicon esculentum) fruit

Dibley, Stephen J; Gear, Michael L; Yang, Xiao; Rosche, Elke; Offler, Christina E; McCurdy, David W; Patrick, John W
Fonte: CSIRO Publishing Publicador: CSIRO Publishing
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
Correlative physiological evidence suggests that membrane transport into storage parenchyma cells is a key step in determining hexose levels accumulated in tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) fruit (Ruan et al. 1997). Expression of three previously identified hexose transporter genes (LeHT1, 2 and 3) demonstrated that LeHT3, and to a lesser extent LeHT1, are the predominant transporters expressed in young fruit (10 d after anthesis; DAA). Expression of both transporters dropped sharply until 24 DAA, after which only LeHT3 expression remained at detectable levels through to fruit ripening. LeHT2 was not expressed substantially until the onset of fruit ripening. For fruit at both 10 and 30 DAA, LeHT3 transcripts were detected in storage parenchyma cells of the outer pericarp tissue, but not in vascular bundles or the first layer of parenchyma cells surrounding these bundles. In contrast to LeHT gene expression, hexose transporter protein levels were maximal between 20 and 30 DAA, which corresponded to the period of highest hexose accumulation. The delayed appearance of transporter protein is consistent with some form of post-transcriptional regulation. Based on these analyses, LeHT3 appears to be responsible for the rapid hexose accumulation in developing tomato fruit.

Métodos de remoção da mucilagem e qualidade fisiológica de sementes de tomate (Lycopersicon esculentum, Mill.); Methods of mucilage remotion and physiological quality of tomato (Lycopersicon sculentum Mill.) seeds

Cavariani, C.; Piana, Z.; Tillmann, M.A.A.; Minami, K.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/1994 Português
Relevância na Pesquisa
69.235083%
Objetivando estudar diferentes métodos de remoção da mucilagem e a qualidade de sementes de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), conduziu-se um experimento, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Após extração manual, sementes e mucilagens foram submetidas aos seguintes tratamentos de remoção: lavagem imediata, fermentação por três dias, ácido clorídrico a 2,5% (25 ml/kg, durante 2 horas), ácido acético a 10% (25 ml/kg de material) e hidróxido de amônia a 2,5% (25 ml/kg, durante 2 horas). Seguiu-se a avaliação da qualidade fisiológica das sementes através das determinações de porcentagem de germinação e vigor, pela porcentagem de emergência em areia, condutividade elétrica e pesos das matérias verde e seca de plântulas. Os resultados permitiram concluir que os métodos de remoção por lavagem imediata, fermentação, ácido clorídrico e ácido acético comercial não afetaram a qualidade fisiológica de sementes de tomate; a porcentagem de germinação não foi afetada pelos diferentes métodos de remoção e o método hidróxido de amônia prejudica o vigor das sementes.; Different methods of mucilage remotion and quality of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) seeds were studied...

Efeito da profundidade de semeadura na emergência de plântulas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.); Effect of seeding depth on the emergence of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) seedlings

Tillmann, M.A.A.; Piana, Z.; Cavariani, C.; Minami, K.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1994 Português
Relevância na Pesquisa
69.304434%
Com o objetivo de avaliar o efeito da profundidade de semeadura na emergência de plântulas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), utilizou-se sementes da cultivar Tropic à profundidade de 0,5; 1,5; 2,5; 3,5; 4.5 e 5,5 cm em substrato solo e areia na proporção de 3:1, mantendo-se constante o teor de água do mesmo em 70% da capacidade de campo. O delineamento experimental empregado foi inteiramente casualizado com quatro repetições de 50 sementes por tratamento, quantificando-se os efeitos das profundidades através das determinações de índice e velocidade de emergência e estande final em porcentagem. Os resultados revelaram que a profundidade de semeadura de 1,5 cm proporcionou índice de velocidade de emergência e estande final, significativamente superiores às demais, razão por que pode ser considerada como a mais indicada à semeadura de tomate.; The effect of seeding depth on the emergence of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) seedlings variety Tropic was tested for 0.5; 1.5; 2.5; 3.5; 4.5, and 5.5 cm depth of seeding in soil and sand medium, at a 3:1 ratio with a constant water content around 70% of field capacity. The experimental design was totally randomized with four replications of 50 seeds per treatment...

Evaluación de características de interés agronómico de siete genotipos nativos de jitomate (Lycopersicon esculentum Mili.) cultivados en hidroponía

Juárez-López,Porfirio; Castro-Brindis,Rogelio; Colinas-León,Teresa; Sandoval-Villa,Manuel; Ramírez-Vallejo,Porfirio; Reed,David Wm.; Cisneros-Zevallos,Luis; King,Stephen
Fonte: Universidad Autónoma Chapingo Publicador: Universidad Autónoma Chapingo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.68951%
México es considerado el centro de domesticación del jitomate (Lycopersicon esculentum Mill.). Sin embargo, existe escasa información que permita el aprovechamiento de las formas nativas de esta especie. El objetivo de la presente investigación fue evaluar algunas características de interés agronómico de siete genotipos provenientes de los estados de Guerrero y Puebla, cultivados en invernadero e hidroponía, y compararlos con un híbrido comercial de jitomate "cherry" (H-790). Se evaluaron días a floración y días a madurez en el primer racimo, altura de planta, diámetro de tallo, largo y ancho de fruto, número de lóculos y peso de fruto. También se evaluaron el número de frutos y el rendimiento en seis racimos. En las características días a floración y días a madurez del primer racimo, altura de planta, largo y ancho de fruto, número de lóculos, peso de fruto y rendimiento, al menos un genotipo nativo superó (P ≤ 0.05) al testigo (H-790). En número de frutos en seis racimos, los genotipos JCPRV-43 y JCPRV-05 fueron similares (P ≤ 0.05) al testigo (43.9). El diámetro de tallo fue la única característica donde el testigo (18.1 mm) fue mejor (P ≤ 0.05) en comparación con los genotipos nativos evaluados. Se considera que...

Calidad de frutos de tomates silvestres (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme Dunal) de Oaxaca, México

Crisanto-Juárez,Andrés U.; Vera-Guzmán,Araceli M.; Chávez-Servia,José L.; Carrillo-Rodríguez,José C.
Fonte: Sociedad Mexicana de Fitogenética A.C. Publicador: Sociedad Mexicana de Fitogenética A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.83126%
México posee diversos acervos genéticos de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.) que fueron generados durante largos procesos de domesticación y diversificación, pero poco documentados en cuanto a calidad de frutos. Para evaluar la calidad física, química y nutricional de frutos de tomate silvestre (L. esculentum var. cerasiforme Dunal), se hizo una colecta de 17 muestras en ocho municipios del estado de Oaxaca, México. Las semillas de las muestras se sembraron, bajo un diseño de bloques al azar con tres repeticiones, en invernadero durante el ciclo primavera-verano 2009. En cada parcela experimental se tomó una muestra de frutos maduros (rojos), firmes y sanos, en la que se evaluaron los contenidos de licopeno, vitamina C, sólidos solubles, pH, azúcares reductores, acidez titulable, y las coordenadas cromáticas L*, a* y b*. Mediante un análisis de componentes principales se determinó que los contenidos de licopeno, sólidos solubles, pH, azúcares reductores, acidez titulable, y los parámetros de color, fueron las variables más importantes para describir la variabilidad evaluada. Un análisis de conglomerados reveló la presencia de tres grupos entre las colectas evaluadas. Se presentaron diferencias (P < 0.05) entre grupos y entre colectas en todas las variables. Las colectas L-063 y L-073...