Página 1 dos resultados de 2519 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

Proposta de um modelo de planejamento agregado da produção numa usina de açúcar e álcool vinculado à flutuação de preços em mercados à vista e no mercado futuro.; A model of aggregate production planning in a sugar mill and alcohol linked the decisions of prices in future markets and present markets.

Carvalho, Marcelo Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.33%
O objetivo de estudo desta dissertação é o desenvolvimento de um modelo de planejamento agregado da produção que apóie as decisões de nível gerencial e de diretoria das usinas de açúcar e álcool no que tange às variedades de cana colhidas em cada semana, às compras de cana-de-açúcar de terceiros, ao tipo de transporte (próprio ou terceirizado) a se utilizar em cada semana, ao total de cana moída por semana para atendimento da demanda e aos processos (industrial e comercial) que se devem escolher para produzir e comercializar açúcar e álcool. As decisões devem ocorrer em função de preços nos mercados interno, externo e mercado futuro, do fluxo de caixa da empresa, da capacidade da usina para armazenar açúcar e álcool e da possibilidade de uso de estoque de terceiros. As decisões por compra de cana, escolha de processos e venda de produtos são tomadas semanalmente num horizonte móvel de planejamento de 52 semanas, que inclui o tempo de safra no centro-sul do Brasil (meados de março a meados de dezembro, aproximadamente 36 semanas) mais o período de entressafra (aproximadamente 16 semanas, de meados de dezembro a meados de março). A procura por melhores estratégias de comercialização de tal forma a auxiliar a tomada de decisões é uma necessidade constante dos empresários do setor...

Análise da relação entre contratos futuros agropecuários e mercado de ações com foco em períodos de crise; An analysis of the relationship between commodity futures contracts and the stock market focused on crisis periods

Grola, Mariângela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.39%
Mais do que uma ferramenta para gestão do risco de preços para produtores e consumidores, os contratos futuros agropecuários tem se tornado uma importante opção de investimento principalmente em períodos de crise quando os riscos no mercado de ações aumentam. No Brasil, a participação de investidores no mercado futuro agropecuário ainda é pequena, mas há um considerável potencial de crescimento, posto que o país é um importante player no mercado internacional das principais commodities agropecuárias como café, soja, milho, açúcar, etanol e carne. Neste contexto, será analisada neste trabalho a relação entre os retornos resultantes de posições compradas em contratos futuros agropecuários negociados na BM&FBOVESPA e o retorno apresentado pelo mercado de ações, representado pelo Índice Bovespa com atenção especial aos períodos de crise. Para isso, utilizou-se uma metodologia similar a desenvolvida por Baur e Lucey (2009) buscando identificar em qual categoria porto seguro, hedge ou diversificador - os dois principais contratos futuros negociados na BM&FBOVESPA - boi gordo e café arábica se encaixam. Os comportamentos de tais contratos foram analisados de forma isolada e também considerando carteiras formadas pelo ponto de mínimo risco da teoria do portfólio de Markowitz. Como resultado identifcou-se que o contrato futuro do boi gordo atua como hedge em relação ao mercado de ações...

Análise de volatilidade spillover entre commodities agrícolas e o mercado de energia: um estudo do mercado de etanol brasileiro; Analysis of volatility spillover between agricultural commodities and energy market: a market study of Brazilian ethanol

Bellinghini, Débora Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
O objetivo desta dissertação foi avaliar a possível ocorrência de contágio de volatilidade no mercado de energia combustível, com foco em etanol, analisando commodities agrícolas e de energia. São examinados dois cenários. O Cenário I teve como objetivo identificar a presença de volatilidade spillover entre os preços futuros de petróleo e milho, cotados no mercado internacional, e o preço futuro de etanol, cotado no Brasil. Ou seja, se propôs a identificar a presença de volatilidade spillover no mercado futuro de etanol brasileiro. O Cenário II teve como objetivo identificar a presença de volatilidade spillover entre os preços futuros de petróleo e açúcar cotados no mercado internacional em relação ao preço físico de açúcar no Brasil. Neste caso o objetivo foi identificar a presença de volatilidade spillover no mercado físico de etanol brasileiro. As séries de preços trabalhadas abrangem o período de 18/05/10 a 29/12/11 e 20/05/03 a 29/12/11, para cada cenário respectivamente. Utilizou-se para análise uma modelagem GARCH multivariada, em função da robustez de seus resultados e da possibilidade de sua aplicação prática por profissionais do mercado. Concluiu-se que apenas no Cenário II foi possível identificar transmissão de volatilidade entre as estruturas analisadas. Porém...

O Conteúdo informacional das transações no mercado futuro de câmbio : uma investigação do caso brasileiro

Sulzbach, Vanessa Neumann
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
Modelos de microestrutura da taxa de câmbio têm recebido especial atenção nos últimos anos por capturarem de forma mais acurada as nuances deste mercado e evidenciarem a existência de informação assimétrica entre os agentes que transacionam nele. Os dados das operações do primeiro vencimento dos contratos futuros de câmbio Real/Dólar da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) foram utilizados para testar se as transações impõem efeitos informativos sobre os preços. Os resultados do modelo de vetor-autoregressivo (VAR) estrutural apontaram para a existência de informação assimétrica no mercado futuro de câmbio brasileiro, indicando que aproximadamente 50% da variação do preço eficiente é resultado da informação privada contida no fluxo de ordem. Além disso, a análise do fluxo de ordem permitiu a estimação das taxas de chegada de ordens de agentes informados e não informadas no mercado, utilizadas para calcular a probabilidade de uma transação ser informativa (PIN). Altos valores de PIN implicam spreads mais amplos que reduzem a liquidez do mercado. O resultado de 1,53% indica que o mercado de câmbio brasileiro é bastante líquido, o que impõe menores custos aos agentes menos informados.

O conteúdo informacional das transações no mercado futuro de câmbio: uma investigação do caso brasileiro

Valls, Pedro Luiz; Sulzbach, Vanessa Neumann; Mergulhão, João Filipe Bernardes Volkmann de Mendonça
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
Modelos de microestrutura da taxa de câmbio têm recebido especial atenção nos últimos anos por capturarem de forma mais acurada as nuances deste mercado e evidenciarem a existência de informação assimétrica entre os agentes que transacionam nele. Os dados das operações do primeiro vencimento dos contratos futuros de câmbio Real/Dólar da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) foram utilizados para testar se as transações impõem efeitos informativos sobre os preços. Os resultados do modelo de vetor-autoregressivo (VAR) estrutural apontaram para a existência de informação assimétrica no mercado futuro de câmbio brasileiro, indicando que aproximadamente 50% da variação do preço e ciente é resultado da informação privada contida no uxo de ordem. Além disso, a análise do uxo de ordem permitiu a estimação das taxas de chegada de ordens de agentes informados e não informadas no mercado, utilizadas para calcular a probabilidade de uma transação ser informativa (PIN). Altos valores de PIN implicam spreads mais amplos que reduzem a liquidez do mercado. O resultado de 1,53% indica que o mercado de câmbio brasileiro é bastante líquido, o que impõe menores custos aos agentes menos informados que chegam ao mercado.

Efetividade do cross hedging dos novilhos argentinos e uruguaios no mercado futuro do boi gordo brasileiro

Oliveira Neto, Odilon José de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.46%
Na Argentina e no Uruguai, diversas tentativas de negociação de contratos futuros e de índice de preços de carne bovina foram frustradas ao longo dos anos, tendo os derivativos lançados fracassado, em um curto espaço de tempo, por falta de liquidez. Esse cenário, somado a outras particularidades do mercado físico da carne bovina, torna o gerenciamento de risco de preços um problema para os agentes econômicos que atuam nessa cadeia produtiva. Nesse contexto, emergiu a seguinte questão: a proteção cruzada com contratos futuros de boi gordo brasileiro da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBovespa) é efetiva para a administração do risco de preços dos novilhos de corte no mercado a vista argentino e uruguaio? Com a finalidade de responder a essa questão, propôs-se a verificar se é possível mitigar o risco da volatilidade de preços no mercado a vista dos novilhos de corte argentinos e uruguaios por meio do cross hedging no mercado futuro do boi gordo brasileiro na BM&FBovespa. Para tanto, foram utilizados modelos estáticos e dinâmicos de estimação da razão de cross hedge ótima e efetividade em mitigação do risco. Os resultados do teste de hipóteses de mitigação do risco permitiram assegurar que são fortes as evidências de efetividade do mercado futuro do boi gordo brasileiro na proteção contra o risco de preços do mercado a vista dos novilhos argentinos e uruguaios. Complementarmente...

Um estudo sobre os impactos da surpresa dos indicadores macroeconômicos de atividade e inflação no mercado futuro brasileiro de juros

Coelho, Bruno
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
As diretrizes de política monetária são definidas com base em resultados dos indicadores macroeconômicos divulgados ao mercado periodicamente. Os agentes deste mercado respondem rapidamente às alterações de cenário, com o objetivo de obter lucro ou evitar perdas financeiras expressivas. Com este motivacional, a proposta deste trabalho é avaliar como reage o mercado futuro de juros diante da divulgação de surpresas em determinados indicadores macroeconômicos, propondo um indicador de surpresa agregado para prever os impactos causados. Através dos dados extraídos da Bloomberg e da BM&F Bovespa, foi construída uma base de dados simplificada pela adoção de premissas para mensuração do impacto das surpresas divulgadas no preço do DI Futuro. A padronização dos parâmetros, a realização dos testes de média e as regressões otimizadas pelo método OLS possibilitaram ponderar os indicadores econômicos de acordo com a oscilação que os mesmos causam a este mercado. Por fim, o teste de comparação mostrou que o indicador de surpresa proposto foi mais eficiente nas previsões da reação do mercado do que um indicador que pondere de forma igualitária todos os indicadores macroeconômicos.; The monetary policy guidelines are defined based on macro indexes released to the market periodically. The agents of this market react quickly to any changes in macroeconomic environment...

Assimetria de informação no período que antecede o COPOM: uma análise a partir do mercado futuro de taxa de juros no Brasil

Mateus, Thiago
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.3%
Com base nos dados históricos do bid-ask spread dos ativos do mercado futuro de taxas de juros no Brasil, este estudo analisa se há evidência de presença de investidores com informação superior no período que antecede o COPOM. A partir de testes do Componente de Assimetria de Informação (CAI) medidos às vésperas de 21 reuniões do COPOM, realizadas entre outubro de 2011 e maio de 2014, encontramos evidências que: o CAI apresenta patamar superior para períodos que antecedem reunião cuja decisão não foi bem antecipada pelo mercado, sugerindo a presença de investidores com informação superior nessas circunstâncias. Contudo, não encontramos evidência de que haja qualquer relação entre o comportamento do CAI com o volume de negócios, nem que haja relação entre o comportamento do CAI com o posicionamento de determinados players, especificamente Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas Não Financeiras. Por outro lado, encontramos evidência de expressiva redução na CAI no dia seguinte ao COPOM, sinalizando a eficácia da comunicação do BC na ancoragem de expectativas e reforçando a reunião como evento propício para atuação de players com informação superior. Os resultados se tornam ainda mais relevantes quando se considera o contexto do período analisado...

Comportamento dos preços dos contratos agropecuários negociados na BM&F : a hipótese de "normal backwardation" no mercado futuro brasileiro

Ende, Marta von
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.33%
O presente trabalho objetivou a realização de testes a fim de verificar a hipótese de normal backwardation no mercado futuro brasileiro dos contratos agropecuários negociados no período compreendido entre os anos de 1994 a 2001. Foram analisados os preços de ajuste de seis contratos: soja, milho, boi gordo, açúcar cristal, café e algodão. Tal hipótese foi defendida primordialmente por Keynes, e preconiza que os preços futuros são uma estimativa viesada do preço à vista no futuro e devem crescer até a data de vencimento, momento em que se equiparam ao preço à vista. A justificativa para esse comportamento centra-se no fato de que os especuladores exigem um prêmio pelo risco que incorrem, e somente aceitarão negociar mediante um desconto nos preços. Os resultados desse estudo mostram indícios para a confirmação da hipótese de normal backwardation no mercado futuro brasileiro, principalmente pelos resultados do teste de proporções e da regressão.

O mercado futuro de suco de laranja concentrado e congelado : um enfoque analítico

Tavares, Maria Flávia de Figueiredo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.36%
O presente estudo teve como objetivo analisar porque as indústrias processadoras de suco concentrado e congelado de laranja não estão negociando na New York Board of Trade, considerando que o risco de preços é alto neste setor, e preferindo utilizar o preço de Rotterdam como base para as suas negociações. Os mercados derivativos de commodities agrícolas são utilizados na administração do risco de preços e a maioria dos contratos negociados em Bolsas de Commodities no mundo inteiro tem tido sucesso, mas no caso do suco de laranja concentrado e congelado, negociado na NYBOT, o volume de negociação de contratos é baixo em comparação com outras commodities. Mas, os custos de transação relacionados ao mercado futuro de SLCC aliados com a concentração das empresas brasileiras processadoras de suco concentrado de laranja, acabaram induzindo um modo alternativo de governança neste setor: o mercado a termo. As empresas processadoras estão administrando o risco de preços e a governança do mercado vem sendo feita por meio dos contratos a termo onde ocorre a entrega física do produto, sendo que nas negociações entre as empresas brasileiras e os seus clientes não é utilizado o preço futuro e sim o seu próprio preço...

Mercado futuro brasileiro : distribuição estatística e eficiência das previsões

Gava, Alexandre Majola
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.3%
Esta dissertação investigou algumas das características do mercado futuro brasileiro. Para tanto, pesquisou-se em primeiro lugar a aderência da distribuição estatística das alterações dos preços dos contratos negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros - BM&F - à curva normal ou log-normal. Posteriormente, procurou-se determinar a existência ou não de eficiência fraca no mercado futuro brasileiro, através de testes de autocorrelação. Os resultados indicam, inicialmente, que a distribuição estatística das alterações percentuais dos preços dos contratos futuros testados não adere à distribuição normal ou à log-normal, com a possível exceção dos contratos futuros de IBOVESPA. Quanto à eficiência, há sugestão de que a utilização de informações passadas na determinação de tendências futuras poderia se revelar eficaz no estabelecimento de estratégias para obtenção de retornos em excesso, novamente com a possível exceção dos contratos de IBOVESPA.; This dissertation examines the Brazilian futures market. First, it investigates the distributional properties of daily futures price changes. The results suggests that the distribution of futures price changes is not normal, with the possible exception of the IBOVESPA futures contract. Next...

A FORMAÇÃO DA TAXA DE CÂMBIO NO BRASIL: Uma abordagem sobre a especulação e arbitragem no mercado de câmbio futuro

Brasil, Mauricio Zeilmann
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 72 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.42%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho apresenta a abordagem microestrutural sobre a especulação e a arbitragem no mercado de câmbio futuro para formação taxa de câmbio, baseando-se na literatura recente sobre o tema. Ao analisar os fatores microestruturais do mercado de câmbio futuro no Brasil constatou-se que as instituições financeiras, em especial os bancos, continuam agindo negativamente correlacionados com a taxa de câmbio e que a hipótese de que os investidores estrangeiros e institucionais são formadores de tendências ao apostar em ganhos especulativos no mercado de câmbio futuro deve ser considerada, bem como os ganhos de arbitragem realizados pelos bancos. Dessa forma essas operações de arbitragem constituem-se como canais de transmissão da pressão especulativa do mercado futuro para o mercado à vista, distanciando a formação da taxa de câmbio de seus fundamentos econômicos.

Mercados futuro e à vista de câmbio no Brasil: o rabo abana o cachorro

Ventura,André; Garcia,Márcio
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.45%
Com base na nova literatura de microestrutura de mercados, comparamos os dois principais mercados cambiais no Brasil - o mercado à vista e o mercado futuro de curta maturidade - buscando identificar em qual dos mercados se dá a formação da taxa de câmbio. Analisa-se o funcionamento do mercado cambial no seu nível micro, isto é, nas suas instituições e nas assimetrias entre seus participantes, através da abordagem da microestrutura de mercados. Utiliza-se uma base de dados inédita que contém 100% das propostas de compra, venda e dos negócios fechados dos pregões de dólar futuro e do mercado interbancário de dólar à vista entre 01/02/2006 a 31/05/2007. Mostra-se que o mercado de dólar futuro é muito mais líquido do que o mercado à vista no Brasil. Demonstra-se também que a cotação da taxa de câmbio se forma primeiro no mercado futuro, sendo então transmitida por arbitragem para o mercado à vista. Assim sendo, os mercados cambiais no Brasil possuem uma configuração absolutamente atípica no mundo. Breve análise histórica do desenvolvimento do mercado de câmbio explica por que tal idiossincrasia desenvolveu-se no Brasil.

Análise da eficiência do mercado futuro brasileiro de boi gordo usando co-integração

Moraes,André Steffens; Lima,Ricardo Chaves; Melo,André de Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
A hipótese de que os preços futuros são preditores não viesados dos preços à vista é uma hipótese conjunta de que os mercados são eficientes e que não existe prêmio ao risco. Entretanto, na presença de prêmio ao risco, a hipótese de não viés pode ser rejeitada mesmo quando o mercado é eficiente. Este artigo testa a eficiência do mercado futuro brasileiro do boi gordo na presença de prêmio ao risco, usando técnicas de co-integração. Os resultados mostram que o mercado futuro do boi gordo é eficiente e não viesado no longo prazo, independente da presença de prêmio ao risco.

ESPECULAÇÃO E ARBITRAGEM NO MERCADO BRASILEIRO DE CÂMBIO FUTURO

Rossi,Pedro
Fonte: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
Esse artigo propõe uma metodologia para tratar da formação da taxa de câmbio real/dólar com base na identificação das categorias de agentes responsáveis pela arbitragem e pela especulação no mercado futuro. A análise desenvolvida identifica a correlação entre a posição de câmbio de grupos de agentes na BM&F e a variação cambial no intervalo de um mês. Os resultados encontrados são compatíveis com a hipótese de que os estrangeiros e investidores institucionais formam tendências no mercado de câmbio futuro com objetivo de obter ganhos especulativos, e que os bancos atuam para realizar ganhos de arbitragem transmitindo a pressão especulativa oriunda do mercado futuro para o mercado à vista.

Análise Multicritério no mercado do futuro: seleção de fruta

de Freitas Almeida, Danielly; Teixeira de Almeida Filho, Adiel (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
O agronegócio vem assumindo um alto grau de formalização e profissionalização no cenário econômico mundial, necessitando, assim, de um gerenciamento adequado aos riscos para produtos agrícolas, seja por parte dos produtores, seja por parte dos comerciantes. Assim, este trabalho surge com o objetivo de estruturar uma abordagem adequada através da aplicação de um modelo multicritério compatível ao problema de seleção de uma fruta, que melhor se adequaria às negociações no mercado futuro. O método PROMETHEE I foi o escolhido, visto ser este um método não compensatório, analisando-se as seguintes alternativas: banana, goiaba, laranja, maçã, mamão, manga, tangerina e uva; e investigando os seguintes critérios: perecibilidade, oscilação dos preços e tamanho do mercado. Após a aplicação do modelo, chegou-se à conclusão de que a uva é a fruta que melhor se adéqua às negociações no mercado futuro. Por último, realizaram-se variações nos pesos dos critérios (+10%, -10%, +20% e -20%), e foi observado que o resultado encontrado, como sendo a alternativa uva a fruta mais adequada a ser negociada no mercado futuro, não foi alterado; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Estrutura a termo da volatilidade em mercados de juros e futuros: características gerais e o mercado futuro de DI

De La Rocque, Eduarda C.
Fonte: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV Publicador: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV
Tipo: Relatório
Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
São dois os objetivos deste artigo. O primeiro constitui-se em formalizar e formatar a resposta à questão acerca de como se comporta a volatilidade dos preços de titulos, futuros e derivativos de forma geral ao loogo do tempo. Com isto mostra-se que a abordagem empírica tradicional usada para analisar-se o comportamento estatístico de uma série de futuros não é apropriada para economias "instáveis" onde os prazos são curtos (ou para qualquer economia onde haja liquidez nos contratos próximos da maturidade, caso até hoje do Brasil). O segundo objetivo é analisar o mercado futuro de depósitos intemnanceiros (DIfuturo)-- um dos mais importantes mercados financeiros da economia brasileira. Provar-se-á que, do ponto de vista de apreçamento de ativos, este mercado COI'J1>Orta-se exatamente da mesma forma que um mercado à vista detitulos, ao invés de futuro de juros. Analisam-se as implicações empíricas desta constatação no que diz respeito à estrutura a termo da volatilidade, tema da primeira parte do artigo. É um artigo exclusivamente teóric.o, sobre qual deve ser a abordagem empírica correta para mercados de juros e futuros. Na verdade, ele faz parte de um artigo mais amplo, que incorpora, dentre outras análises...

Price discovery no mercado de câmbio brasileiro: o preço é formado no mercado à vista ou futuro?; Texto para Discussão (TD) 1976: Price discovery no mercado de câmbio brasileiro: o preço é formado no mercado à vista ou futuro?; Price discovery in the Brazilian foreign exchange market: the price is formed on the spot market or the future?

Santos, Francisco Eduardo de Luna Almeida; Garcia, Márcio Gomes Pinto; Medeiros, Marcelo Cunha
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
56.5%
Este estudo tem como objetivo analisar a descoberta de preços no mercado cambial brasileiro e indicar qual dos mercados, à vista ou futuro, se ajusta mais rapidamente à chegada de novas informações. Utilizando-se dados em alta frequência entre janeiro de 2008 e junho de 2013, estimaram-se as seguintes medidas de descoberta de preços: Information Share (IS), Component Share (CS) e Price Discovery Efficiency Loss (PDEL). Concluiu-se que o mercado futuro domina a descoberta de preços, uma vez que responde por 66,2% da variação do preço comum e por 97,4% de sua composição. A medida dinâmica indica que o mercado futuro também é o mais eficiente, haja vista que, quando os mercados estão sujeitos a um choque unitário no preço comum, ele atinge o equilíbrio de forma mais rápida. Quando se divide a amostra por semestre, os valores de price Discovery confirmam a dominância do mercado futuro em todas as subamostras. Desequilíbrios entre oferta e demanda no mercado à vista, intervenções do Banco Central do Brasil (BCB) e pressão de investidores institucionais externos no mercado futuro são potenciais fatores explicativos para as variações das medidas de price discovery entre semestres.; 38 p. : il.

Política monetária e formação das expectativas de inflação : quem acertou mais, o governo, ou o mercado futuro?

Garcia, Marcio G. P.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
66.48%
Este artigo analisa a performance relativa do mercado futuro e do governo enquanto previsores de inflação Os principais resultados são: a) o mercado futuro saiu-se substancialmente melhor que o governo; b) os valores da série de "previsões" do mercado futuro são quase sempre superiores aos valores da série de "previsões" oriundas da OTNFIBTNF; e c) as "previsões" inflacionárias embutidas na taxa overnight tiveram melhor desempenho que as da OTNF/BTNF. Tais resultados sugerem que o governo divulgava sempre uma expectativa bastante conservadora (viesada para baixo) da inflação esperada, através dos anúncios da OTNF/BTNF. Este procedimento pode encontrar justificativa na tentativa de taxar parte do lucro financeiro inflacionário, ou na crença de que ao divulgar um número para a inflação o governo exerceria um papel de coordenador das expectativas do mercado, o que viria a reduzir a inflação. Os resultados aqui obtidos, entretanto, não corroboram tal crença. 0 comportamento do mercado futuro mostra também que a volatilidade deste mercado tem importância menor do que o viés do prego futuro. Isto pode significar que o mercado futuro é pouco eficiente na agregação das expectativas inflacionárias.; p. 475-500 : il.

ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO MERCADO FINANCEIRO SOBRE O MERCADO FUTURO AGROPECUÁRIO NO BRASIL

Araujo da Silva, Viviane; Universidade Federal de Viçosa; Bornacki de Mattos, Leonardo; Universidade Federal de Viçosa; Bragança Coelho, Alexandre; Universidade Federal de Viçosa
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.46%
A trajetória altista dos preços das commodities, iniciada em 2002, tem sido acompanhada pelo aumento do volume de negociações nos mercados futuros. Nesse contexto, a migração de investimentos dos mercados financeiros para os mercados futuros tem sido apontada como um dos fatores responsáveis pelo aumento dos preços e da volatilidade no mercado de alimentos. Isto posto, objetivou-se neste trabalho analisar a influência do mercado financeiro sobre o mercado futuro agropecuário no Brasil. Os resultados mostram ter ocorrido transmissão de volatilidade do mercado financeiro internacional para o mercado futuro de milho, café arábica e soja; e do mercado financeiro nacional para o mercado futuro de milho. Com exceção da relação Ibovespa-mercado futuro de boi gordo, não há relação de causalidade entre a volatilidade dos mercados, assim como não há relação linear causal partindo da variação de volume de contratos futuros negociados em direção aos retornos dos preços.