Página 1 dos resultados de 6269 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

Mobilidade Urbana Sustentável - A Experiência da Província de Bolonha (Itália)

Neves, André Ribeiro
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.062686%
Atualmente, as cidades apresentam um conjunto de características que as tornam insustentáveis na sua forma física, bem como na qualidade de vida que oferecem aos seus habitantes. Este fato deve-se a um crescimento desproporcional das cidades que provocou um crescimento das necessidades de mobilidade de uma forma exponencial e de maneira desequilibrada, o que levou a uma alteração dos seus padrões durante as últimas décadas, especialmente nas áreas urbanas, em consequência do desenvolvimento económico e social. Estas mudanças vieram exigir novas formas de planeamento das áreas urbanas e da mobilidade urbana. Surge então a necessidade de abordar o conceito de mobilidade numa nova perspetiva, em que se devem estabelecer abordagens estruturais inovadoras que privilegiem sistemas integrados entre os diversos meios de transporte, permitindo a deslocação contínua de pessoas, bens e serviços, com menor impacto ambiental, económico e social, ou seja, a Mobilidade Urbana Sustentável. Assim, a Mobilidade Urbana Sustentável surge como um novo desafio às políticas ambientais e urbanas e como solução aos problemas existentes nas cidades relativamente à mobilidade e à sua sustentabilidade. Dentro deste contexto de mudança e de adaptação a novas realidade e a novos modos de pensar e executar a mobilidade dentro das áreas urbanas...

Medidas e determinantes da mobilidade dos rendimentos do trabalho no Brasil ; Measures and drivers of the earnings mobility in Brazil

Nascimento, Marcos Aurelio do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.095894%
Este estudo realiza uma análise da evolução da mobilidade dos rendimentos reais do trabalho no Brasil para o período de 1984 a 2001. A partir dos dados da PME, Pesquisa Mensal de Emprego, calcula-se a evolução temporal de cinco indicadores de mobilidade dos rendimentos reais do trabalho, destacando suas principais diferenças entre subgrupos da amostra (gênero, faixa etária, faixa de educação e região metropolitana). Através do Método de Efeitos Fixos, aplicado a indicadores de mobilidade calculados para células da amostra, compostas por indivíduos de características semelhantes, estima-se os determinantes econômicos e demográficos da mobilidade dos rendimentos reais do trabalho no Brasil. Dentre as variáveis econômicas, o rendimento médio real, a taxa básica de juros real e o salário mínimo real afetam positivamente a mobilidade dos rendimentos; a taxa inflação, quando controlada pelos outros fatores econômicos, apresenta apenas efeitos distributivos sobre os rendimentos, fato corroborado pelo efeito negativo do Plano Real sobre os indicadores de mobilidade baseados nas trocas entre os indivíduos; a taxa de desemprego também desempenha um papel importante na determinação da mobilidade, apresentando impactos diferentes...

Um sistema de suporte à decisão na internet para o planejamento da mobilidade urbana; A web-based decision support system for urban mobility planning

Magagnin, Renata Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.07521%
Alguns dos problemas enfrentados pelas cidades que ainda sofrem com um crescimento rápido são, não raro, conseqüência da falta de políticas públicas que possam orientar o crescimento espacial de forma sustentável e com qualidade de vida. Há uma clara necessidade de instrumentos efetivos de controle e monitoramento da mobilidade urbana, bem como de políticas mais sustentáveis destinadas a orientar o crescimento e ordenamento espacial. Neste contexto, a elaboração de um sistema de suporte à decisão através de uma interface on-line pode proporcionar novas perspectivas para um planejamento da mobilidade mais participativo e sustentável. Assim, um dos objetivos desta pesquisa foi desenvolver uma ferramenta computacional destinada a promover um processo integrado e sustentável para elaboração e monitoramento de planos diretores de mobilidade urbana. A proposta focou no processo de tomada de decisão participativo envolvendo múltiplos segmentos da sociedade, sobretudo em cidades pequenas e médias. Outro objetivo foi verificar se, através da utilização do sistema proposto, os avaliadores (especialistas ou não-especialistas), modificariam significativamente seu nível de percepção com relação à mobilidade urbana. Para atingir a estes objetivos...

Um índice de mobilidade urbana sustentável; An index of sustainable urban mobility

Costa, Marcela da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.07521%
Esta pesquisa tem como objetivos: identificar os conceitos que estruturam o referencial de mobilidade urbana sustentável, desenvolver uma ferramenta para diagnóstico e monitoração da mobilidade urbana e realizar a sua avaliação a partir de uma aplicação em uma cidade de médio porte. O processo de construção do referencial de mobilidade urbana sustentável, feito a partir de workshops realizados em onze cidades brasileiras através da metodologia multicritério de apoio à decisão construtivista (MCDA-C), revelou questões-chave que devem ser consideradas para a implementação do conceito. Ao mesmo tempo, forneceu as bases para a construção da ferramenta denominada de índice de mobilidade urbana sustentável - IMUS. O índice é constituído de uma hierarquia de critérios que agrega nove domínios, trinta e sete temas e oitenta e sete indicadores. Seu sistema de pesos permite identificar a importância relativa de cada critério de forma global e para cada dimensão da sustentabilidade (social, econômica e ambiental). Seu método de agregação permite a compensação entre critérios bons e ruins. O índice apresenta ainda escalas de avaliação para cada indicador, permitindo verificar o desempenho em relação a metas pré-estabelecidas e realizar análises comparativas entre diferentes regiões geográficas. A aplicação do IMUS para a cidade de São Carlos...

Mobilidade urbana sustentável e o caso de Curitiba; Sustainable urban mobility and the case of Curitiba

Miranda, Hellem de Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.031472%
O atual modelo de planejamento dos transportes é constantemente confrontado com novos ideais associados à mobilidade sustentável. Assim, inúmeros pesquisadores debruçam-se em busca de indicadores e índices capazes de avaliar e monitorar o desempenho de políticas públicas relacionadas ao tema. Dessa forma foi desenvolvido o Índice de Mobilidade Urbana Sustentável (IMUS), uma ferramenta pautada nos preceitos da mobilidade sustentável com a proposta de tornar-se um apoio à gestão municipal. Por ser um método recente, sua aplicação ainda é limitada. Assim, o objetivo deste estudo concentra-se em realizar o cálculo do índice na cidade de Curitiba, muito conhecida por suas soluções urbanas que associam o planejamento dos transportes ao uso do solo. A aplicação do método na cidade fundamentou-se não apenas em obter o simples score relacionado ao desempenho das condições da mobilidade local, mas também possibilitaram avaliar o próprio método. O valor resultante alcançado foi correspondente a 0,747, confirmando Curitiba como uma cidade com características bastante positivas quanto às políticas urbanas voltadas à mobilidade. Por outro lado, foram identificadas algumas deficiências, especialmente quanto aos modos não motorizados de transporte. O cálculo do IMUS permitiu encontrar também indicadores que não foram capazes de identificar aspectos reconhecidamente favoráveis da cidade...

Mobilidade urbana e padrões sustentáveis de geração de viagem: um estudo comparativo de cidades brasileiras; Urban mobility and sustainable trip generation patterns: a comparative study of Brazilian cities

Oliveira, Gláucia Maia de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.07521%
O objetivo geral deste estudo é identificar desafios e perspectivas para avaliação e melhoria da mobilidade urbana através de padrões sustentáveis de geração de viagens. A investigação se baseia na aplicação de procedimentos específicos, que têm início com o cálculo do Índice de Mobilidade Urbana Sustentável (IMUS), em seis cidades brasileiras selecionadas: Belém, Curitiba, Goiânia, Juazeiro do Norte, Uberlândia e Itajubá. Além de permitir comparações entre as cidades, a aplicação do índice em vários locais serve também para identificar as mudanças que poderiam ser implementadas em sua estrutura para torná-lo mais flexível na utilização em distintos contextos. O estudo também se concentra em estratégias de planejamento para a melhoria da mobilidade urbana sustentável, com duas abordagens. Na primeira, uma avaliação simultânea de custo, prazo e risco político é levada em conta. Na segunda abordagem, um cenário hipotético é utilizado para avaliar os impactos de padrões sustentáveis de geração de viagem sobre a mobilidade urbana. Os resultados do índice indicaram que Curitiba, Uberlândia e Goiânia tiveram um desempenho melhor do que Itajubá...

Mobilidade social e agricultura familiar no Brasil do século XXI; Mobilidade social e agricultura familiar no Brasil do século 21; Mobilidade social e agricultura familiar no Brasil do século vinte um

Neves, Jonas Anderson Simões das
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.048262%
Considerando-se o contexto brasileiro da primeira década do século XXI, de intensa mobilidade social, busca-se verificar em que medida tais dinâmicas de mobilidade se fizeram presentes entre os jovens agricultores familiares, definindo-se como campo empírico para o estudo o município de São Lourenço do Sul – RS. Assim sendo, estabelece-se como objetivo principal da tese a análise das dinâmicas de mobilidade social entre os jovens agricultores familiares, a partir do plano dos indivíduos, tomandose as famílias dos jovens como unidade analítica. Busca-se, então, nas trajetórias intergeracionais percorridas pelas famílias dos jovens tanto verificar as dinâmicas de mobilidade social ocorridas quanto compreender os elementos que contribuíram com sua concretização. Para balizar a construção desta tese utiliza-se o referencial teórico proposto por Archer (1998), a partir do qual a realidade social é concebida a partir de três diferentes temporalidades, interdependentes entre si, mas que permitem a análise independente de cada uma delas, definindo-se como contexto de imersão social dos jovens – anterior à ação - tanto as dinâmicas de mobilidade social ocorridas no país durante a primeira década do século XXI...

A mobilidade sócio-espacial dos imigrantes : o caso dos brasileiros, ucranianos e guineenses, em Portugal

Costa, Paula Lopes
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.031472%
A presente investigação tem como objetivo conhecer a mobilidade sócio-espacial dos imigrantes brasileiros, ucranianos e guineenses que se encontram a trabalhar em Portugal a fim de compreender as suas trajetórias geográficas e profissionais, pois cada imigrante apresenta um trajeto migratório diferente a nível profissional, familiar, económico e de inserção em determinadas redes sociais. Este trajeto resulta de determinadas características dos imigrantes e dos contextos sociais em que estão inseridos, sendo determinantes na mobilidade geográfica e profissional (mobilidade sócio-espacial). Para o efeito, analisa-se um conjunto de variáveis e indicadores (capital humano, capital social, capital financeiro), como sejam a idade, a nacionalidade, o género, os níveis de escolaridade, a composição da estrutura familiar, as razões que motivam a sua mobilidade, o seu percurso relativamente ao estatuto legal, às condições laborais no país de origem e em Portugal, entre outras. Pretende-se, também, identificar os principais fatores condicionantes da mobilidade sócio-espacial, nas três nacionalidades. Os imigrantes que vieram para Portugal não viveram sempre no mesmo lugar. A mobilidade geográfica afetou cerca de 30% dos inquiridos. Os imigrantes que apresentam maior mobilidade geográfica são do género masculino...

Mobilidade sustentável em aglomerados urbanos de municípios de pequena e média dimensão : sistema de avaliação da mobilidade proporcionada pelos transportes públicos

Santos, Paulo Jorge Pereira dos
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.062686%
Dissertação de mestrado integrado em Engenharia Civil; O conceito de mobilidade urbana sustentável está ligado à circulação de pessoas num determinado perímetro urbano. No entanto, esta perspetiva é limitativa quando se pretende efetivamente abordar o problema da sustentabilidade de um sistema de transportes, seja numa grande urbe, ou, como no caso do presente trabalho, em aglomerados urbanos de municípios como de pequena e média dimensão, nomeadamente na avaliação de aspetos económicos, sociais, ambientais e institucionais da mobilidade. A avaliação da mobilidade pressupõe a caracterização do objeto de estudo, nomeadamente no aspeto geográfico e socioeconómico, elencando alguns dos itens necessários para realizar o enquadramento do sistema de transportes à dimensão dos municípios. É necessário caracterizar os diferentes modos de transporte do sistema de mobilidade, bem como conhecer a legislação existente, e caracterizar a oferta e a procura desse sistema de modo a identificar os principais problemas de sustentabilidade da mobilidade urbana. O conceito de mobilidade urbana sustentável implica o conhecimento dos fatores que influenciam a mobilidade urbana, a forma como se integra a sustentabilidade nas suas quatro dimensões...

A cultura da mobilidade sustentável no Instituto Politécnico de Leiria

Ferreira, Dora Isabel Rodrigues
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.048262%
Apesar de não ser uma abordagem recente, tem-se vindo a assistir à intensificação da utilização dos discursos a propósito da mobilidade sustentável, em particular, num contexto de planeamento e ordenamento dos territórios, com vista a alcançar o desenvolvimento sustentável, onde a alteração de mentalidades e das opções de mobilidade são essenciais, uma vez que os actuais padrões de mobilidade indicam uma clara dependência da população em relação ao automóvel privado. A presente dissertação surge com o objectivo de analisar o potencial das estratégias de gestão de mobilidade, como solução para a redução dos impactos ambientais, económicos e sociais, da crescente motorização da sociedade actual. Ao mesmo tempo, pretende-se alertar para a necessária alteração dos padrões de mobilidade apoiada em sistemas de mobilidade menos exigentes em energia, desde os modos suaves, promoção dos transportes públicos e incentivar a práticas de racionalização do transporte individual (como o exemplo da prática de carpooling). Esta problemática é transposta para o caso do Campus 2 do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), onde se tenta perceber a influência da adopção de estratégias de mobilidade sustentável...

Mobilidade e desenvolvimento local: o caso do concelho da Lousã

Ferreira, José Manuel Rodrigues
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.048262%
O presente trabalho propõe-se divulgar a forma como a mobilidade pode influenciar o desenvolvimento local, nomeadamente no que ao concelho da Lousã diz respeito. A mobilidade, hoje mais que nunca, é um dos factores preponderantes no desenvolvimento. Também a sustentabilidade dessa mesma mobilidade está intrinsecamente ligada à sustentabilidade do desenvolvimento. Uma mobilidade sustentável, onde as deslocações se tornem aprazíveis, confortáveis, rápidas e seguras, onde as acessibilidades a qualquer sítio sejam efectuadas de uma forma segura e também confortável, levando sempre em atenção as crianças, os idosos e pessoas com mobilidade reduzida, onde se dê primazia à deslocação pedonal e ciclável, num meio ambiente saudável é o caminho perfeito para que o desenvolvimento sustentável seja uma realidade. Este desenvolvimento sustentável aplicado e adequado correctamente a cada região poderá ser o elemento propulsor de um forte desenvolvimento local. Qualquer região é única com os seus saberes ancestrais, com o seu modo de vida, com os seus hábitos e culturas muito próprios. Um modelo de mobilidade sustentável aplicado numa dada região pode não ser o mais adequado aplicado noutra região. Nesse caso o modelo de mobilidade sustentável que se quer para o concelho da Lousã tem que ir de encontro às características inatas da região...

Saudades de casa e estratégias de adaptação em estudantes em mobilidade internacional : determinantes e consequências

Silva, Sandra Isabel Costa
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.031472%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; A globalização contemporânea conduz à eliminação de fronteiras nacionais e à expansão de ligações transnacionais, incentivando a mobilidade geográfica. O processo de globalização repercute-se também no contexto universitário. Com a internacionalização das universidades, constata-se a crescente expansão da mobilidade internacional dos estudantes. As saudades de casa constituem uma consequência frequente no processo de mobilidade geográfica. O presente estudo visa compreender o fenómeno das Saudades de Casa, explorando o efeito preditor de fatores de vulnerabilidade, com especial enfoque para o Estilo de Vinculação, as Estratégias de Adaptação e a Mobilidade Relacional, e as suas consequências para o Bem-estar Psicológico. Neste estudo participaram estudantes universitários residentes em Portugal a realizarem programas de mobilidade internacional, no primeiro semestre (amostra 1: N = 176) e no segundo semestre (amostra 2: N = 114). Foi desenvolvido um instrumento novo e original para avaliar as estratégias de adaptação dos estudantes em mobilidade internacional (QEAEMI). Os resultados indicaram que (a) o estilo de vinculação Preocupada tem uma influência sobre as Saudades de Casa e o Mal-estar Psicológico...

Política de mobilidade sustentável e inclusiva em Ribeirão preto, SP: uma análise do transporte público por ônibus

Barioni, André
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.031472%
A Mobilidade Urbana é um atributo associado à cidade e corresponde à facilidade de deslocamento de pessoas e bens no espaço. O objetivo da pesquisa foi o de estudar o Transporte Público (operado por ônibus) e a Mobilidade Urbana do município de Ribeirão Preto-SP, com ênfase no conceito de Mobilidade Urbana Sustentável, discutido e adotado pelo Ministério das Cidades, no Brasil. Foram analisadas as políticas públicas de mobilidade vigentes para identificar e avaliar o que vem sendo trabalhado e como vem sendo aplicado pela Administração Pública do município. Para esta análise procurou-se entender o transporte público no processo de urbanização, na reestruturação urbana e no planejamento urbano. Acreditamos que a não compreensão do processo de urbanização e a sua dinâmica urbana impossibilitaria entender a aplicação das políticas públicas de mobilidade. Assim, buscamos entender o planejamento urbano e os instrumentos e meios que a Administração Pública tem para intervir no espaço, passando então a analisar o Plano Diretor e as suas Leis Complementares. A pesquisa se iniciou com o processo de aprimoramento teóricometodológico, quando foram feitas leituras que reforçaram o conceito de sustentabilidade urbana e o de inclusão social...

Indicadores de mobilidade urbana sustentável para a cidade de Uberlândia, MG; Indicators of sustainable urban mobility for the city of Uberlândia, MG

Assunção, Miriellen Augusta da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.07521%
À medida que se ampliam os problemas ambientais, econômicos e sociais responsáveis pelo declínio da qualidade de vida nas cidades evidencia-se a necessidade de implantação de princípios e diretrizes de sustentabilidade, bem como a monitoração dos elementos que caracterizam o ambiente urbano. Assim, indicadores de mobilidade tornam-se instrumentos fundamentais para promover o conhecimento e a informação necessários para a compreensão dos problemas e particularidades presentes nos centros urbanos. O principal objetivo desta pesquisa foi identificar indicadores de mobilidade urbana para a cidade de Uberlândia, MG, onde foi utilizado o Índice de Mobilidade Urbana Sustentável – IMUS, ferramenta de análise da mobilidade urbana sustentável. Os objetivos específicos visaram conceituar desenvolvimento sustentável, compreender a mobilidade urbana, identificar a mobilidade urbana sustentável e a acessibilidade, definir indicadores de mobilidade sustentável, calcular o IMUS para cidade de Uberlândia e avaliar os resultados encontrados. Foram calculados 80 dos 87 indicadores estabelecidos pelo Guia de indicadores do IMUS. O valor encontrado para o IMUS Global, 0,717, numa escala que varia de 0,00 a 1,00, pode indicar que a cidade tem adotado políticas públicas com ações favoráveis à mobilidade urbana. Os principais aspectos que podem indicar a preocupação com a mobilidade urbana sustentável são os Aspectos Sociais...

O Desenvolvimento e a inserção da bicicleta na política de mobilidade urbana brasileira

Xavier, Giselle Noceti Ammon
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.104531%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas; O objetivo deste estudo interdisciplinar é situar o desenvolvimento como processo e utilizar este conhecimento para contextualizar a inserção da bicicleta na política nacional de mobilidade urbana, buscando compreender os fatores deste processo que inibem as iniciativas e estratégias dos setores e agentes dedicados a evidenciar os diversos aspectos positivos dessa inserção. Para atender ao objetivo proposto foram adotados os seguintes procedimentos metodológicos: pesquisa bibliográfica; pesquisa documental; levantamento de dados e pesquisa participante. A pesquisa bibliográfica e documental envolveu publicações técnicas e científicas, magazines, textos publicados por instituições governamentais e leis e/ou projetos de lei federais, decretos referentes à mobilidade urbana, pela pesquisa nos sítios eletrônicos de entidades nacionais e internacionais. Os atores/agentes abordados fazem parte dos setores governamental, técnico, indústria e comércio, e da sociedade civil relacionados à inserção da mobilidade por bicicleta na política nacional de mobilidade urbana...

A graduação superior como meio de mobilidade social : percepções e discursos de afro-brasileiros

Paula, Joanna D'Arc de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 23/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.062686%
Tese de doutoramento em Ciências da Comunicação (área de especialização em Psicologia da Comunicação); A mobilidade social tem a importante função de promover as vias e possibilidades de troca, ascensão ou rebaixamento que um determinado indivíduo possui no meio em que estabelece suas relações. Para os alunos afro-brasileiros, a graduação superior é um investimento, pois representa oportunidades de mobilidade social por meio de carreiras profissionais mais promissoras quanto aos retornos salariais, direitos sociais, posição social e à realização pessoal. O principal objetivo desta pesquisa é analisar as percepções e discursos de afro-brasileiros residentes na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, sobre a mobilidade social por meio da graduação superior. Os pressupostos teóricos que nortearam este trabalho de investigação baseiam-se na mobilidade social segundo Jannuzzi (2000), Osório (2004), Pastore e Silva (2000), Scalon (1999), Sorokin (1927), Tajfel (1981). Procuramos identificar suas expectativas, averiguar que fatores contribuíram para a mobilidade social e como é que o processo ocorreu. Neste sentido, aferiu-se como foram as suas condições de acesso, a trajetória na graduação e caracterizou-se o estilo de vida desses entrevistados. Foi analisado o tipo de mobilidade social referente à sua ocupação atual em relação à ocupação dos pais (mobilidade intergeracional). Além disso...

Estudo para uma mobilidade flutuante na Ria de Aveiro

Gaspar, Licínia
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.048262%
O presente estudo desenvolve uma estratégia orientada à criação de um novo sistema de mobilidade fluvial que promove a Ria de Aveiro, no sentido de ampliar a mobilidade na Ria, bem como reafirmar a natureza desse território, proporcionando o conhecimento de uma vasta área lagunar. Numa análise à mobilidade fluvial em Aveiro, que foi suporte para o crescimento e desenvolvimento da cidade, constatou-se a ausência de uma mobilidade diversificada assente na oferta de um serviço diário mais abrangente, e que promovesse a realização de atividades e circuitos turísticos distintos. Nessa abordagem estuda-se o papel do turismo e da mobilidade para atração e valorização dos territórios, e a sua capacidade de criar riqueza, revitalizando assim a economia da região. Apresentam-se alguns casos de estudo de mobilidade fluvial num contexto global e local, cujo potencial permite equacionar uma possível intervenção, e construir uma base de dados pertinente à construção do projeto “estudo de uma mobilidade flutuante para a Ria de Aveiro”. Apresenta-se uma nova solução de transporte adequada às condições físicas da Ria, que surge com o intuito de proporcionar uma nova visão da navegabilidade nesse espaço, cobrindo as carências encontradas na mobilidade existente...

Diagnóstico e desempenho recente dos programas federais de transporte público e mobilidade urbana; Diagnosis and recent performance of federal programs for public transport and urban mobility

Pereira, Rafael Moraes; Barros, Ana Paula; Morais, Maria da Piedade; Rego, Paulo Augusto
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Brasil em Desenvolvimento (BD) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
37.062686%
Este capítulo apresenta análise de dois dos principais programas desenvolvidos pelo Ministério das Cidades (MCidades) no âmbito da Política Nacional de Mobilidade Urbana Sustentável: o Programa Mobilidade Urbana e o Programa de Descentralização dos Sistemas de Transporte Ferroviário Urbano de Passageiros. Inicialmente, resgatam-se três aspectos relevantes para a compreensão da atual situação da mobilidade urbana nas médias e grandes cidades brasileiras, tais como: i) mudança de abordagem da política federal no enfrentamento da questão do transporte e da mobilidade urbana observada nas últimas três décadas; ii) avanço das leis e normas jurídicas que tratam deste tema; e iii) breve diagnóstico das condições de mobilidade neste grupo de cidades entre 2003 e 2007. Em seguida, apresenta-se análise sintética dos programas do MCidades supracitados. Esta abarca o período 2004-2008 e destaca, além de características básicas dos programas – objetivo, público alvo, tipo de ações envolvidas etc. –, a coerência com a Política Nacional de Mobilidade Urbana Sustentável e o desempenho em termos financeiros. O presente trabalho apresenta-se mais como exercício de análise da política ao longo destes últimos anos do que como avaliação de política pública propriamente dita. O estudo expõe que a trajetória da política de mobilidade foi marcada por certa instabilidade institucional...

Mobilidade intergeracional de educação no Brasil; Intergenerational mobility of education in Brazil

Ferreira, Sergio Guimarães; Veloso, Fernando A.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
37.048262%
Neste artigo, apresentamos evidências detalhadas sobre mobilidade intergeracional de educação no Brasil, com base no suplemento de mobilidade da PNAD de 1996. Os resultados mostram que o grau de mobilidade intergeracional de educação no Brasil é menor que o observado nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, com exceção da Colômbia. O grau de mobilidade varia entre regiões e raças. Em particular, a mobilidade é menor no Nordeste que no Sudeste, e é mais baixa entre negros do que entre brancos. Os resultados mostram que a mobilidade tem se elevado de modo significativo para as coortes mais jovens. Apresentamos também evidências de que a mobilidade é menor para filhos de pais com pouca escolaridade do que para filhos de pais com escolaridade mais elevada, com exceção de pais no topo da distribuição educacional. Especialmente, o comportamento da mobilidade do grupo de filhos de pais sem nenhuma escolaridade é crucial para entendermos diferenças no grau de mobilidade entre raças e regiões e a dinâmica da mobilidade entre coortes.; p. 421-513 : il.

A contribuição dos elementos da forma urbana na construção da mobilidade sustentável; The contribution of urban form in the construction of sustainable mobility

Gentil, Caroline Duarte Alves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
37.062686%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pesquisa e Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2015.; O trabalho discute e apresenta a contribuição que os elementos da forma urbana desempenham na construção da mobilidade sustentável. Parte do entendimento desenvolvido nesta pesquisa sugere que a mobilidade envolve tanto o estudo das diferentes modalidades de transporte e tipos de acesso às funções da cidade por meio da infraestrutura urbana, como também a relação entre estes aspectos e a forma urbana, em que, a consideração dos arranjos espaciais que conformam as cidades dispersa e compacta ganham destaque. As questões colocadas pela pesquisa podem ser resumidas da seguinte forma: tendo em vista as características das cidades compacta e dispersa, quais elementos definidores da forma urbana contribuem para a mobilidade sustentável? Como objetivar a discussão da mobilidade na tomada de decisão do planejamento urbano por meio de uma ferramenta espacial? Como resultado identificaram-se os elementos da forma urbana compacta à mobilidade urbana sustentável capazes de apoiar o projeto urbano como: alta densidade, menor fragmentação urbana, diversidade de usos do solo e característica do desenho urbano. Definidos esses elementos...