Página 1 dos resultados de 2187 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Reputação em organizações públicas brasileiras

Pahins, Sílvia Letícia Lara.
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
Em um contexto de mudança da sociedade brasileira surgem novas demandas às organizações públicas. Como consequência, uma reflexão sobre os fatores que influenciam a percepção do cidadão em relação ao serviço público nacional torna-se fundamental para a ampliação de mecanismos de interação com a sociedade, bem como a melhoria e modernização da gestão pública. Nesse sentido, este trabalho investiga a avaliação da reputação das organizações públicas brasileiras, mais especificamente, a reputação do Ministério Público do Estado do Amazonas, perante seu público interno. Trata-se, portanto de um estudo exploratório, que utiliza como fundamentos, conceitos relacionados a cultura, identidade e imagem organizacionais, além da abordagem centrada na reputação. Os resultados obtidos indicam que o MPE-AM possui uma reputação favorável perante seu público interno, explicada essencialmente pelas dimensões «serviços» e «cidadania», ambas de influência positiva, e «ambiente de trabalho», de influência negativa. Algumas características da instituição foram identificadas como, prestar serviços importantes para sociedade; ter respeito à autoridade; ser ética; contribuir para o desenvolvimento social; não se preocupar com a saúde e bem-estar aos funcionários; e...

A dinâmica da lentidão: organizações públicas como inibidoras do desenvolvimento

Andrade, Gustavo Guberman de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
O objetivo da tese é o de analisar a relação entre a dinâmica social das organizações integrantes da gestão pública e a promoção do desenvolvimento por projetos financiados por Bancos Multilaterais. Para buscar comprová-lo, realizou-se pesquisa cujo enfoque foi no PROAP-II, programa de desenvolvimento urbano financiado pelo BID. A pesquisa utilizou-se de diversos meios, como entrevistas, consulta a documentos e observação. Partindo-se da premissa de que o Estado tem papel fundamental na promoção do desenvolvimento, vê-se que grupos de interesse, dispondo de poder e via os processos democráticos, conseguem capturar o estado – principalmente porque a baixa cultura cívica no Brasil propicia tal oportunidade. Neste panorama ocorre a dinâmica social das organizações públicas, objeto da pesquisa. Os principais resultados encontrados foram a constatação do patrimonialismo, do personalismo e do formalismo na forma de se gerenciar o Programa, resultando numa atuação focada no curto prazo, caracterizada por disputas de poder, tentativa de apresentação da atuação como legítima, criação de domínio exclusivo – a feudalização organizacional, gerando fragmentação de recursos e atuação e um quadro de baixa cooperação interna. Estes elementos...

A influência das especificidades das organizações públicas na implementação da gestão de processos

Trapp, Claudete Terezinha
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
Este estudo objetivou identificar de que forma as especificidades das organizações públicas influenciam a implementação da Gestão de Processos em seu âmbito. Para isso foi realizada uma análise de referenciais teóricos com a finalidade de delinear, principalmente, questões relevantes para entender as diferenças entre a administração pública e a privada e que impactam na implementação da Gestão de Processos naquelas organizações, e de subsidiar a elaboração de um roteiro de entrevistas estruturado. A partir dessa etapa, foi efetuada uma pesquisa de campo constituída por oito entrevistas com especialistas brasileiros de destaque no mundo acadêmico nos quadros de empresas ou instituições que atuam com Gestão por Processos, em consultorias nessa área e/ou profissionais com certificação internacional em processos, bem como com experiência na implantação da Gestão de Processos em organizações da Administração Pública Direta Federal. O resultado dessas entrevistas foi analisado, consolidado e examinado à luz da posição dos autores do referencial teórico. Na percepção dos especialistas consultados nesta pesquisa, a menor maturidade apresentada pelas organizações públicas, relacionada à medição de resultados e ao acompanhamento do desempenho...

Os desafios para o uso do planejamento estratégico nas organizações públicas: uma visão de especialistas

Ota, Eric Tatsuya
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.53%
O objetivo desta pesquisa foi estudar os desafios para o uso do planejamento estratégico em organizações públicas. Com base na literatura sobre planejamento estratégico e administração pública, buscou-se o arcabouço teórico das limitações e barreiras para o uso do planejamento estratégico em organizações públicas. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com administradores públicos que lidam diretamente com o planejamento estratégico em suas organizações públicas, além de entrevistas com especialistas em gestão pública (acadêmicos e prestadores de assessoria técnica em gestão). Como resultado da análise, foram identificadas cinco dimensões que agrupam os principais desafios para o uso do planejamento estratégico em organizações públicas: (1) Garantir engajamento e compromisso dos envolvidos com o planejamento estratégico; (2) Compreender que processo decisório deve considerar diferentes percepções e expectativas; (3) Ter flexibilidade para lidar com fatores políticos e a rotatividade; (4) Ter sensibilidade com a cultura organizacional e princípios da administração pública; e (5) Compreender a dinâmica do provimento dos recursos humanos e financeiros das organizações públicas.; The purpose of this research was to study the challenges to the use of strategic planning in public organizations...

Gestão por processo em organizações públicas : uma análise sobre obstrutores e facilitadores do mapeamento de processo em organizações públicas

Silva, Jorge Gonçalves
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
Essa dissertação analisa os pontos críticos alertados pela bibliografia e que causam obstruções ou que facilitam a implantar a gestão de BPM, verifica suas incidências nos casos estudados e as variantes que esses pontos sofreram por decorrência do cenário distinto do ambiente privado, visualizando a aplicação do estudo para projetos em organizações públicas e mistas. A análise foi efetuada através dos relatos extraídos das entrevistas com os gestores e consultores de três organizações que contrataram projetos de mapeamentos de processos pela FGV-Projetos: SEBRAE-RJ – Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas; FAETEC – Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro; e uma SECRETARIA MUNICIPAL. O foco dessa dissertação está limitado à fase de mapeamento do processo existente (AS-IS) o reflexo em outras fases. O estudo fornece um conjunto de comparações, que ora corrobora a incidência dos fatores e observações constantes na literatura técnica, e em outros casos, constata-se que na prática houve um comportamento diferente. As avaliações feitas nesse trabalho podem sofrer variantes decorrentes do quantitativo de ambientes pesquisados que representam três amostras de organizações onde tiveram respostas aos projetos realizados diferentes umas das outras...

Os principais desafios da implantação e maturação de escritórios de projetos em organizações do governo brasileiro

Silva, Marcus Vinicius de Miranda
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.42%
Os Escritórios de Gerenciamento de Projetos (EGPs) têm um papel cada vez mais relevante nas organizações, contribuindo para o sucesso dos projetos, no interesse dos objetivos organizacionais. A atuação dos EGPs, entrementes, transcorre repleta de percalços e desafios, que ocorrem desde a sua implantação nas organizações, percorrendo todo o seu ciclo de vida. Nas organizações públicas, alguns projetos apresentam uma complexa rede relacional, que afeta um grande número de stakeholders, em razão de sua exposição ao escrutínio público, tornando bastante difícil a coordenação e gestão de todos esses atores, o que pode afetar o sucesso dos projetos. Dessa forma, este estudo se propõe a responder ao seguinte problema de pesquisa: quais os principais desafios da implantação e maturação de escritórios de projetos em organizações do governo brasileiro? Para esse fim, foi realizada uma pesquisa qualitativa, com estudos de casos múltiplos, aplicada a dez representantes de oito organizações do governo brasileiro, por meio de entrevistas semiestruturadas. A partir dos resultados encontrados na pesquisa, foram identificados os códigos Burocracia, Capacitação, Comunicação, Cultura da Organização, Dedicação Parcial aos Projetos...

Orientação para inovação em organizações públicas de serviços de alto desempenho : uma análise comparativa entre Brasil e Portugal

Resende Junior, Pedro Carlos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, Doutorado em Administração/Universidade Técnica de Lisboa, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Doutorado em Ciências Sociais - Administração Pública, 2012.; O setor de serviços tem assumido uma importância crescente na economia de países em geral, o que tem impulsionado pesquisas sobre inovação em serviços, que se configura como um campo de estudos na área de administração. A tese tem como objetivo avaliar a orientação para inovação em organizações públicas de serviços de alto desempenho, no Brasil e Portugal, considerando as práticas de gestão. A inovação pode ser definida como a introdução de um bem ou serviço novo ou significativamente melhorado em suas características ou usos previstos, podendo ser de quatro tipos: de produto (bens e serviços); de processo (métodos de produção e de distribuição); organizacional, (práticas de negócios); e, de marketing (design, embalagem, promoção, disponibilização, precificação). A inovação, nesta tese, é percebida pela busca, descoberta, experimentação, desenvolvimento, imitação e adoção de novos produtos...

Métodos para análise da comunicação e mediação da informação em organizações públicas por meio de redes sociais mapeadas a partir de publicações oficiais

Soares, Rafael Henrique Santos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.31%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, 2014.; Investiga a utilização de fontes de dados abertas para estudo da comunicação e mediação da informação entre as organizações públicas brasileiras usando a análise de redes sociais. A maioria as decisões das organizações públicas somente produzem efeito legal após sua publicação, sendo o Diário Oficial da União o principal veículo para essa publicação. O fluxo de informações estabelecido, portanto, entre os órgãos da administração pública e aquele veículo revela uma rede social decorrente essa comunicação. A hipótese desse trabalho é que essa rede pode ser mapeada (ainda que parcialmente) por meio da adequada extração e modelagem de dados e pelo emprego dos métodos da análise de redes sociais. A pesquisa apresenta uma metodologia exploratória para coleta de dados usando como fonte principal as publicações veiculadas no Diário Oficial da União e explora a modelagem de redes sociais e métricas que podem contribuir para a condução de estudos sobre comunicação e mediação da informação usando essa base empírica. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT; Investigates the use of open sources data for the study of communication and mediation of information between the Brazilian public organizations using social network analysis . Most decisions of public organizations only produce legal effect after its publication and the Official Gazette is the main vehicle for this publication. The flow of information thus established between the public administration bodies and that vehicle reveals a social network resulting from this communication . The hypothesis of this paper is that this network can be mapped ( even partially ) through proper extraction and data modeling and the use of methods of social network analysis . The research presents an exploratory methodology for data collection using as the main source publications circulated in the Official Gazette and explores the modeling of social networks and metrics that can contribute to the conduct of studies on communication and mediation of information using this empirical basis.

A aprendizagem organizacional: a mudança como crescimento nas organizações públicas

Serra, Leila Maria Chagas; Oliveira, Agna Suely Gomes de
Fonte: Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão do Instituto Politécnico do Porto Publicador: Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão do Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
O presente artigo pretende contribuir para a pertinência do estudo sobre a aprendizagem organizacional. Tal abordagem visa remeter para futuras pesquisas neste âmbito, tendo em vista a sua relevância num mundo contemporâneo considerado competitivo e dinâmico. Está baseado em fundamentações teóricas, tendo como objetivo apresentar conceitos sobre o processo de aprendizagem organizacional, ressaltando a sua importância no contexto das organizações públicas. Para isso, enfatizou-se a importância da prática da aprendizagem e do conhecimento nas organizações públicas, demonstrando como estas organizações podem aprender e transformar os seus espaços num ambiente de aprendizagem, para investir no desenvolvimento das competências e habilidades do seu capital intelectual. Destaca-se, deste modo, a importância dos gestores públicos no processo de aprendizagem da organização, visto que sua confiança e aderência às mudanças propicia um clima organizacional equilibrado e de confiança para os funcionários, motivando-os a aplicar os novos conceitos e promover uma efetiva mudança organizacional. Para clarificar o tema, apresenta-se uma experiência de aprendizagem organizacional numa empresa pública brasileira, demonstrando de que maneira se deu a “internalização” do conhecimento adquirido e aplicação prática dos mesmos no dia a dia da organização. A conclusão evidenciou que a mudança e a flexibilidade nas organizações públicas são objetivos centrais para a aplicação da aprendizagem organizacional...

Utilização do algoritmo Self-Organizing Map na caracterização de organizações públicas portuguesas.

Almeida, João Teixeira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.31%
Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do grau de mestre em Estatística e Gestão de Informação.; Em muitas organizações com finalidades lucrativas e não lucrativas, têm sido aplicadas técnicas para extrair conhecimento de dados que contêm um considerável número de variáveis. Esse conhecimento serve, na fase seguinte, para ajudar os responsáveis por uma determinada área ou pela organização na sua globalidade a tomar decisões. Áreas como, marketing, logística, finanças entre outras, são potenciais clientes destas técnicas. Técnicas essas que fazem parte dos “sistemas de suporte à decisão”. Este trabalho caracteriza um conjunto de Organizações Públicas Portuguesas (OPP), utilizando múltiplas variáveis, com base em dados financeiros. Para conseguir esse objectivo é utilizado o algoritmo de clustering1, Self-Organizing Map (SOM). O Self-Organizing Map é uma técnica de rede neuronal inventada por Teuvo Kohonen que cria informação visual simplificada de dados com múltiplas variáveis (Deboeck & Kohonen, 2000). Esta técnica permite perceber padrões nos dados. A utilização de redes neuronais na caracterização de dados financeiros é relativamente recente (Peng, 2008)...

Cultura organizacional em organizações públicas no Brasil

Pires,José Calixto de Souza; Macêdo,Kátia Barbosa
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
Este artigo apresenta e discute conceitos e abordagens que contribuem para a compreensão de aspectos e traços relacionados à cultura organizacional de organizações públicas no Brasil. Inicialmente, são tratados os conceitos e diferentes abordagens de cultura e cultura organizacional, especificamente de Fleury, Frost, Schein e Hofstede. A seguir, o artigo aborda a cultura de organizações públicas, apresentando um pequeno histórico das organizações públicas no Brasil, bem como seus conceitos e características, entre as quais se destacam a burocracia, o autoritarismo centralizado, o paternalismo, a descontinuidade e a ingerência política. Essas características interferem no modo como os trabalhadores atuam nessas organizações, observando-se o apego às regras e rotinas, a supervalorização da hierarquia, o paternalismo nas relações e o apego ao poder. Isso é importante na definição dos processos internos, na relação com inovações e mudança, na formação dos valores e crenças organizacionais e nas políticas de recursos humanos. Na conclusão, o artigo salienta os aspectos fundamentais a serem considerados ao se lidar com a cultura de organizações públicas no Brasil.

Liderança e processos intersubjetivos em organizações públicas de saúde

Azevedo,Creuza da Silva
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
56.3%
O presente trabalho explora a temática da liderança, reconhecendo-a como fator fundamental para enfrentar as dificuldades de implementação de processos de mudança nas organizações públicas de saúde - incluindo aspectos relativos à organização da assistência, sua humanização e a busca de maiores níveis de responsabilidade institucional para com os seus resultados. Neste sentido, é necessário admitir os limites das ferramentas gerenciais para viabilizar tais processos, especialmente no que se refere à problemática da relação dos indivíduos nas organizações, subjacente às questões da participação, compromisso e adesão dos funcionários a um determinado projeto institucional. O presente trabalho procura articular a leitura do fenômeno da liderança presente na sociologia das organizações e as questões que suscitam, com a compreensão da dimensão intersubjetiva, grupal e inconsciente presente nas organizações e no exercício da liderança, advinda da abordagem da psicossociologia francesa e da leitura psicanalítica dos fenômenos grupais e organizacionais.

Burocracia e inserção social: uma proposta para entender a gestão das organizações públicas no Brasil

Helal,Diogo Henrique; Neves,Jorge Alexandre Barbosa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
Este artigo se propõe a refletir, com base nas abordagens institucional e da sociologia econômica, a gestão das organizações públicas no Brasil. Sabe-se que a gestão destas é influenciada pela ação de grupos de interesse, principalmente em nosso país, caracterizado, dentre outras coisas, por traços patrimonialistas. Tal contexto faz com que aqueles que atuam na esfera pública se deparem constantemente com o dilema da ação coletiva, resumido na seguinte pergunta: em tais condições de pressão, como as organizações públicas conseguirão agir em prol do interesse coletivo? Para esta questão, própria do tema estrutura/agência, o seguinte trabalho sugere duas respostas: uma que destaca a agência, racionalidade e formação de preferências e outra, estrutural, centrada no insulamento burocrático e na inserção social. Após tal reflexão e com o propósito de ilustrar a pertinência das duas respostas, o artigo apresenta o exemplo do Programa Bolsa Família, destacando a contribuição da Caixa Econômica Federal e das Prefeituras para seu sucesso. Finalmente, apresenta as considerações finais e recomendações para estudos futuros.

Teorias de motivação de pessoas, aplicadas nas organizações públicas fortemente hierarquizadas

Vitório, Elias Ely Gomes
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
Esta tese teve por objetivo identificar os principais fatores de motivação de pessoas que trabalham em organizações públicas fortemente hierarquizadas, como as do Exército Brasileiro, preenchendo uma lacuna de conhecimento existente em pesquisas acadêmicas sobre o tema. Diferentes trabalhadores possuem diferentes fatores de motivação, fatores estes que liberam a motivação que está dentro dessas pessoas.Estudou-se dezoito teorias sobre motivação dentre as mais citadas no meio acadêmico. Estas teorias permitiram estruturar um roteiro de entrevistas que foi aplicado em trinta e três militares do Exército Brasileiro.Estas entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo, o que permitiu a identificação dos principais fatores de motivação desses profissionais.Concluiu-se que os principais fatores de motivação das pessoas que trabalham em organizações fortemente hierarquizadas, em ordem de importância, são: 1) valorização, 2) fazer o que se gosta, 3) exemplo do chefe, 4) importância do que se faz, 5) realização, 6) confiança e 7) justiça. Os três primeiros fatores formam um primeiro grupo e os outros quatro fatores formam um segundo grupo. Essa divisão se fez necessária porque os fatores do primeiro grupo se revelaram muito mais fortes que os fatores do segundo grupo...

A Contribuição da gestão do conhecimento no processo de supervisão de estágio em organizações públicas

Silva, Mirian Torquato
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 213 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
66.26%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal da Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2010; Esta pesquisa tem como objetivo demonstrar a contribuição da Gestão do Conhecimento para a Supervisão de Estágio na Secretaria de Estado da Infraestrutura, a partir da prática dos supervisores de estágio do Programa #Novos Valores# do Governo do Estado de Santa Catarina. Este programa tem como finalidade assegurar oportunidade de aprendizado para inserção no mercado de trabalho do estudante residente no Estado de Santa Catarina e matriculado em curso regular de ensino médio, educação profissional, ensino superior e educação especial. Utilizou-se o método de Estudo de Caso, adotando-se como campo de pesquisa o Departamento da Infra-Estrutura (DEINFRA) e Departamento de Transportes e Terminais (DETER), em especial os supervisores de estágio, os estagiários e os responsáveis pelos setores de estágio nas gerências de Recursos Humanos dos respectivos órgãos. Observou-se a necessidade do tripé (pessoas, processos e tecnologia) para o desenvolvimento de um ambiente em que os supervisores do Programa #Novos Valores# serão encorajados a criar...

Assédio Moral no trabalho: Especificidades em Organizações Públicas e Privadas.

Dias, Tamna Ribeiro dos Santos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
66.46%
O presente estudo objetivou desvelar, mediante um levantamento teórico no período do ano 2000 ao ano de 2012 as especificidades encontradas entre organizações públicas e privadas sobre Assédio Moral no trabalho. Para tanto, adotou-se como abordagem metodológica, a pesquisa de levantamento bibliográfico. Em um primeiro momento foi realizado um levantamento histórico sobre o trabalho. Na sociedade medieval o trabalho nem era cogitado, a nobreza não trabalhava, o trabalho era para os escravos e menos favorecidos. Durante o passar das décadas o trabalho vai ser tornando comum entre a sociedade e necessário. Em um segundo momento foi realizado um estudo sobre a conceituação do termo assédio moral, e os seus tipos: ascendentes, descentes e horizontal. O assédio moral é um fenômeno circular. A busca pela causa do conflito acaba não levando a nada. As razões pelas quais se está sofrendo as agressões são até esquecidas. Ocorre uma sequência de atitudes deliberativas por meio do agressor, causando no agredido ansiedade, atitudes defensivas, proporcionando novas agressões. O que começa a fazer com que o sujeito que sofre a agressão crie uma fobia ao ver o agressor, medo do que pode acontecer dessa vez. Foram selecionadas seis pesquisas sobre o assédio moral no trabalho...

Gestão do conhecimento em organizações públicas de saúde; Texto para Discussão (TD) 1316: Gestão do conhecimento em organizações públicas de saúde; Knowledge management in public health

Batista, Fábio Ferreira; Xavier, Antonio Carlos da R.; Mendes, Luiz Carlos; Rosenberg, Gerson
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
Esta pesquisa avalia como o tema Gestão do Conhecimento (GC) é tratado em organizações públicas de saúde.1 Centros de pesquisa clínica (unidades vinculadas a hospitais universitários e a outras organizações de saúde) e organizações adesas ao Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (GesPública) responderam, em parte ou totalmente, a três instrumentos: i) o Método da American Productivity and Quality Center (APQC), que analisa o grau de institucionalização da GC; ii) o questionário desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) para avaliar a implantação e o alcance de 27 práticas de GC; e iii) os requisitos do item 4.3 Gestão do conhecimento do instrumento de avaliação do GesPública, que verifica como a organização identifica, desenvolve, cultiva, protege e compartilha conhecimento. O trabalho – realizado por técnicos do Ipea e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/MS) – contou com o apoio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (Decit-SCTIE/MS) e da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seges/MP). Os resultados mostram que a maior parte dos centros de pesquisa clínica e das organizações adesas ao GesPública estão em um estágio inicial do processo de institucionalização da GC. Apenas 26% (seis de 23) das organizações pesquisadas encontram-se no estágio mais avançado do método da APQC (estágio 5 – institucionalização da GC). Somente três das 24 instituições que preencheram o questionário relativo às práticas de GC adotam mais da metade do total de iniciativas (27). Além disso...

ESCALA DE ORIENTAÇÃO PARA INOVAÇÃO EM ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS: ESTUDO EXPLORATÓRIO E CONFIRMATÓRIO NO BRASIL E EM PORTUGAL DOI: 10.5773/rai.v1i1.1111

Resende Junior, Pedro Carlos; Guimarães, Tomás de Aquino; Bilhim, João Abreu de Faria
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
O objetivo deste trabalho foi elaborar e validar uma Escala de Orientação para Inovação (EOI) em organizações públicas. O estudo se deu em 10 organizações públicas brasileiras e 18 portuguesas. Foram entrevistados 32 indivíduos e outros 123 preencheram um questionário contendo 42 itens. Foram realizadas análises fatoriais exploratória e confirmatória. A Escala validada contém 19 itens, distribuídos em dois fatores: Ambiente de Estímulo à Aprendizagem, com oito itens e, Gestão de Competências e Monitoramento do Ambiente Externo, com 11 itens. O processo de construção e validação da Escala é apresentado e os principais resultados são discutidos.

Os Vínculos de Comprometimento e Entrincheiramento Presentes nas Organizações Públicas

Grillo Rodrigues, Ana Paula; Universidade do Estado de Santa Catarina; Bastos, Antonio Virgílio Bittencourt; Universidade Federal da Bahia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica de Campo Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.31%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n36p143 Esta pesquisa analisou a relação de vínculos de comprometimento, entrincheiramento e variáveis sociodemográficas estabelecidas entre servidores públicos e as organizações onde trabalham. O instrumento de coleta de dados foi um questionário contendo itens abertos e fechados incluindo questões referentes ao comprometimento e entrincheiramento organizacionais e dados sociodemográficos. A amostra contou com 400 trabalhadores de nove organizações públicas, situadas em Florianópolis. Os principais resultados apontaram servidores públicos mais comprometidos do que entrincheirados. Dentro deste resultado foram encontradas algumas peculiaridades relevantes, como: indivíduos casados, com filhos e alto grau de responsabilidade financeira, na sua maioria, foram caracterizados com nível de comprometimento e entrincheiramento altos. Percebeu-se, ainda, que quanto maior o nível educacional, maior o nível de entrincheiramento.

QUEM DISSEMINA SABER, APRENDE COM O CONHECIMENTO QUE CONSTRÓI? UM ESTUDO DE MÚLTIPLOS CASOS EM ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS DO NORDESTE DO BRASIL

Castro, Ahiram Brunni Cartaxo de; Brito, Lydia Maria Pinto; Varela, Jedidja Hadassa de Santana
Fonte: Universidade Federal da Paraíba Publicador: Universidade Federal da Paraíba
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares"; Estudo de casos múltiplos e pesquisa de campo Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
Gerir o conhecimento ainda é um desafio para as organizações contemporâneas, já que o conhecimento não se limita a temporalidade ou espaço geográfico e reside nas pessoas. A administração pública também passa por esse desafio, principalmente devido a saída de profissionais experientes em processo de aposentadorias e remoções. Diante disso, a questão principal de pesquisa é: na percepção de gestores de organizações públicas do Nordeste do Brasil, como as organizações aprendem? A pesquisa se justifica pela possibilidade de levantar medidas quantitativas que permitam observar onde estão as lacunas à aprendizagem organizacional e os caminhos percorridos que trouxeram resultados, bem como, compreender as estratégias que as organizações utilizam para viabilizar o aprendizado do conhecimento. O objetivo geral é verificar a partir da percepção de gestores de organizações públicas do Nordeste do Brasil como elas aprendem. Optou-se por um estudo de casos múltiplos e de campo, de abordagem quantitativo-descritiva. Os dados foram tabulados em planilhas eletrônicas. Os resultados sinalizam uma contradição: organizações que disseminam saberes para os produtores rurais e para a academia na área de saúde (universidade)...