Página 1 dos resultados de 125 itens digitais encontrados em 0.046 segundos

Reação de variedades de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg) a bacteriose causada por Xanthomonas campestris pv. passiflorae. ; Reaction of varieties of yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) to bacterial spot caused by Xanthomonas campestris pv. passiflorae.

Miranda, Jaqueline Fogaça
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2004 Português
Relevância na Pesquisa
115.3359%
O presente trabalho teve por objetivo avaliar a reação de oito variedades comerciais e dois acessos selvagens de maracujá amarelo (P.edulis Sims f. flavicarpa), quanto à resistência a Xanthomonas campestris pv. passiflorae e elaborar uma escala diagramática de sintomas para auxiliar na avaliação da severidade da mancha bacteriana. A escala foi desenvolvida a partir de 100 folhas com sintomas da doença. Desta amostra foram estabelecidos cinco níveis de severidade utilizados na escala (2%, 5%; 11%, 26% e 59%). A escala foi validada por sete avaliadores, que utilizaram 48 folhas com diferentes níveis de severidade. A validação da escala mostrou que os avaliadores apresentaram alta precisão nas suas avaliações, com coeficientes de determinação (R2) variando de 0,86 a 0,95. A maioria dos avaliadores apresentou uma leve tendência em superestimar a severidade da doença. A escala mostrou-se útil ao trabalho, permitindo avaliações com alta precisão e boa acurácia. Para avaliar a reação das dez populações (oito variedades comerciais e dois acessos selvagem) de maracujá amarelo em relação a X. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a reação de oito variedades comerciais e dois acessos selvagens de maracujá amarelo (P.edulis Sims f. flavicarpa)...

Conservação de sementes de maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.): interferências do teor de água das sementes e da temperatura do ambiente.; Conservation of yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) seeds: interference of water content and environment temperature.

Fonseca, Samara Camargo Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2004 Português
Relevância na Pesquisa
136.58852%
As sementes de maracujá-amarelo perdem rapidamente o poder germinativo quando são arbitrariamente armazenadas; assim, buscando embasamento para a definição de alternativas tecnológicas voltadas à desaceleração da deterioração durante o armazenamento, o objetivo da pesquisa foi o de estudar, através de variações no teor de água das sementes e na temperatura do ambiente, o comportamento fisiológico de sementes de maracujazeiro. A experimentação, realizada entre julho de 2002 e agosto de 2003 no Laboratório de Análise de Sementes localizado na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/ USP, foi conduzida com sementes de maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) produzidas em Mogi Mirim/ SP a partir de polinização aleatória entre plantas da Série IAC 270. Após a retirada da mucilagem das sementes, foi determinado o grau de umidade inicial do lote e, paralelamente, obtida a amostra representante do tratamento com o maior teor de água estudado (31%); as sementes remanescentes foram submetidas à secagem, em estufa com circulação de ar a 30°C ± 3°C, para a obtenção dos demais tratamentos referentes aos teores de água desejados (27%, 21%, 17%, 11% e 7%). Posteriormente, os tratamentos...

Enxertia de mesa de Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg. sobre Passiflora alata Curtis, em ambiente de nebulização intermitente

Silva, Flávia Matos; Corrêa, Luiz de Souza; Boliani, Aparecida Conceição; Santos, Pedro César dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 98-101
Português
Relevância na Pesquisa
135.25525%
O maracujazeiro é uma cultura típica de países tropicais, sendo estes responsáveis por cerca de 90% da produção mundial. A propagação vegetativa do maracujazeiro permite a obtenção de pomares uniformes, bem como de porta-enxertos altamente produtivos ou resistentes a doenças. O experimento teve como objetivo verificar a viabilidade da enxertia de mesa do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) sobre o maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis), conduzido em telado com 50% de sombreamento, dotado de sistema de nebulização intermitente. Foi conduzido de agosto de 2001 a maio de 2002, na Fazenda de Ensino e Pesquisa da UNESP - Câmpus de Ilha Solteira, localizada no município de Selvíria - MS. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso, esquema de parcelas subdivididas no tempo, totalizando quatro tratamentos (T1 - enxertia tipo fenda cheia, com o garfo do ponteiro dos ramos; T2 - enxertia tipo inglês simples, com o garfo do ponteiro dos ramos; T3 - enxertia tipo fenda cheia, com o garfo da parte mediana dos ramos; T4 - enxertia tipo inglês simples, com o garfo da parte mediana dos ramos), cinco repetições e 25 estacas enxertadas por parcela. Foram avaliados: a) porcentagem de sobrevivência das estacas enxertadas; b) porcentagem de estacas enxertadas enraizadas; c) número de brotos emitidos por estaca enxertada; d) número de folhas emitidas por estaca enxertada; e) massa da matéria seca da raiz...

Maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.): aspectos relativos à fenologia, demanda hídrica e conservação pós-colheita

Silva, Ana Alexandrina Gama da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xii, 98 f. : il., gráfs.
Português
Relevância na Pesquisa
154.16879%
Pós-graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA; Neste trabalho avaliaram-se os aspectos relativos à fenologia, à demanda hídrica e à conservação pós colheita, durante o primeiro ano de produção do maracujá amarelo, seleção Sul-Brasil, cultivado sob irrigação localizada, no município de Botucatu-SP (22o 51’ S, 48o 26’ W). Os aspectos fenológicos da cultura foram caracterizados em função do crescimento da cultura, do comprimento e diâmetro dos entrenós e do período decorrido da antese das flores até a colheita dos frutos. A demanda hídrica da cultura (ETc) e a demanda climática local - evapotranspiração de referência (ETo) foram medidas em lísimetros de nível do lençol freático constante, durante o período de 29 de setembro de 2000 a 20 de julho de 2001. A conservação pós colheita foi avaliada através do armazenamento dos frutos à temperatura de 10 ± 1oC e umidade relativa de 80 ± 5 % UR, utilizando-se a cera Molbicer C nas diluições 1:1, 1:2 e 1:3, filmes de PVC do tipo Magipack e filmes de polietileno com espessura de 0,05 micra, nas condições com e sem vácuo. Observou-se que a taxa de crescimento das plantas até a ocasião em que estas atingiram o fio de condução, à 2 m de altura da superfície foi de 4...

Demanda Hídrica do Maracujazeiro Amarelo (passiflora Edulis Sims F. Flavicarpa Deg.)

Gama Silva, Ana Alexandrina; Klar, Antonio Evaldo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
133.69139%
Determinou-se à demanda hídrica e o coeficiente de cultivo (Kc) do maracujá amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.), seleção Sul-Brasil, cultivado sob irrigação localizada, no município de Botucatu-SP (22o 51’ S, 48o 26’ W). A evapotranspiração máxima da cultura (ETc) e a evapotranspiração de referência (ETo) foram medidas em lisímetros de nível de lençol freático constante, durante o período de 29 de setembro de 2000 a 20 de julho de 2001. Os valores da ETc e ETo foram de 954,98 mm e 1.069,21 mm, respectivamente, durante todo o período medido. Os valores de Kc variaram de 0,42 a 1,12, com os valores máximos registrados entre 150 e 210 dias após o transplantio das mudas no campo (DAT), período correspondente aos estádios fenológicos de florescimento e formação dos frutos.; Crop water demand and crop water coefficient (Kc = ETc/ETo) of yellow passion fruit were evaluated in constant level lysimeters under drip irrigation from September 21, 2000 to July 31, 2001 in Botucatu-SP. The maximum crop water demand (ETc) and the Reference Evapotranspiration (ETo), measured by lysimeters, were 954.98 mm and 1,069.21 mm, respectively, during all period measured. The values of Kc varied from 0.42 to 1.12 with maximum values registered from 150 to 210 days following transplanting during flowering and fruit formation phases.

Estudos anatomicos e ultra-estruturais da organogenese in vitro de Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg; Anatomy and structural studies of in vitro organogenesis of Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg

Juliana Aparecida Fernando
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
135.69709%
As células dos meristemóides são responsáveis pela expressão da via organogênica in vitro. Esses meristemóides podem ser formados no explante ou no calo originado do explante, caracterizando a organogênese direta e indireta, respectivamente. Tendo em vista que a organogênese in vitro é um pré-requisito ao desenvolvimento de estratégias de micropropagação e à transformação genética de plantas, o monitoramento histológico e ultra-estrutural das células envolvidas nesse processo de regeneração fornece subsídios para a otimização desses protocolos. Nesse contexto, a população FB ? 100 de Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg. foi avaliada quanto ao processo de diferenciação dos meristemóides, à fonte de explante e à adição de água de coco ao meio de cultura. Para análises dos meristemóides, explantes foliares e hipocotiledonares foram inoculados em meio de cultura MS contendo 1,0 mg L-1 de BA e 5% de água de coco. Os estudos anatômicos dos explantes hipocotiledonares mostraram que os meristemóides eram formados a partir da camada epidérmica e das subepidérmicas. Os meristemóides originaram primórdios foliares e, esporadicamente, gemas. Em geral, os meristemóides continuavam o processo de divisão originando protuberâncias. Essas protuberâncias eram constituídas pela camada epidérmica e pelas subepidérmicas meristemáticas e células centrais parenquimáticas...

Técnicas de cultivo in vitro e microenxertia ex vitro visando a eliminação do Cowpea Aphid-Borne Mosaic virus em Maracujazeiro-Azedo

Ribeiro, Leonardo Monteiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
124.74228%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2006.; O maracujazeiro-azedo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) é uma das principais frutíferas brasileiras e seu cultivo apresenta boas perspectivas de expansão. O desenvolvimento da cultura tem sido dificultado por doenças, especialmente a doença do endurecimento dos frutos, causada pelo Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV). A eliminação de vírus pela cultura de tecidos tem sido uma alternativa viável para muitas espécies e pode contribuir para a propagação vegetativa de genótipos superiores. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a organogênese in vitro em plantas de maracujazeiro amarelo infectadas com o Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV) e avaliar o efeito de meios de cultura utilizados sobre o ponto da enxertia na microenxertia ex vitro visando a eliminação do vírus CABMV. No estudo da organogênese foram avaliados cinco acessos: MAR-2003, MAR-2021, MAR-2024, MAR-2048, Rubi Gigante (RG) e quatro fontes de explantes: ápice caulinar, segmento internodal, segmento nodal e fragmento foliar. Foi utilizado para indução o meio MS suplementado por 2 mg.L-1 de 6-benzilaminopurina (BAP). O segmento nodal apresentou melhor desempenho no cultivo enquanto os piores resultados foram obtidos com o fragmento foliar. Os acessos apresentaram comportamento semelhante em relação ao percentual de explantes organogênicos e à produção de brotos. Foram observados em cortes histológicos meristemóides em explantes de nó e ápice. No trabalho envolvendo a eliminação de vírus por microenxertia ex vitro...

Efeito dos substratos artificiais no enraizamento e no desenvolvimento de estacas de maracujazeiro-azedo; Effect of the artificial substrates on the rooting and budding of passion fruit (passiflora edulis sims f. flavicarpa deg.) cuttings

Oliveira, Jaime Abrão de; Junqueira, Nilton Tadeu Vilela; Peixoto, José Ricardo; Pereira, Ailton Vitor
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
123.32725%
Os ensaios foram instalados em casa de vegetação na Embrapa Cerrados, Planaltina-DF, em agosto de 1999. Nos primeiros 30 dias, estacas da cultivar MSC (Marília Seleção Cerrados) foram mantidas sob nebulização com duas regas diárias. Avaliaram-se os seguintes parâmetros: percentagens de estacas brotadas, enraizadas, com fungos, peso de matéria fresca e seca da parte aérea e das raízes, aos 90 dias após o plantio. O estudo foi composto de dois experimentos. No primeiro, utilizaram-se estacas coletadas em agosto de 1999, e oito tipos de substratos. O Plantmax Florestal EstacaÒ proporcionou maior brotação e enraizamento, e ainda menor incidência de estacas contaminadas por Colletotrichum gloeosporioides, comparativamente ao substrato à base de Plantmax Hortaliças.Ò O aditivo NutriplantaÒ quando combinado com o fertilizante OsmocoteÒ, no substrato à base de Plantmax Florestal EstacaÒ, proporcionou maior brotação e enraizamento e também menor incidência de estacas contaminadas com C. gloeosporioides. No segundo ensaio, utilizaram-se estacas do híbrido RC1 ((F1: Marília x Roxo Australiano) x Marília), coletadas em agosto de 2000, tratadas com 2.000 ppm de AIB, plantadas em bandejas de poliestireno expandido com doze tipos de substratos. Para enraizamento das estacas do Híbrido RC1...

Influência de diversos substratos no desenvolvimento de mudas de maracujazeiro azedo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa DEG); The substrate influence on the development of seedlings of yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa DENEGER)

Silva, Rogério Pereira da; Peixoto, José Ricardo; Junqueira, Nilton Tadeu Vilela
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
134.550205%
Objetivando avaliar a influência de diversos substratos no desenvolvimento de mudas de maracujazeiro-azedo, conduziu-se um experimento em casa de vegetação da Emprapa Cerrados. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 4 x 3 x 2, totalizando 48 tratamentos, 18 plantas úteis por parcela e 4 repetições. Os tratamentos constituíram-se das combinações de: dois substratos comerciais (PlantmaxR ¾ à base de vermiculita mais casca de Pinus sp e VermiculitaR); três fontes orgânicas (f.o.) (húmus, esterco de curral e NutriplantaR (produto à base de bactérias) e ausência de f.o., na proporção de 3:1 do substrato básico para a f.o.); duas formulações de adubo [OsmocoteR na fórmula 14-14-14 (produto de lenta liberação de nutrientes) e 4-14-8 (de liberação normal)], além da ausência de adubo; e Glomus etunicatum, ausência e presença. O substrato comercial PlantmaxR foi superior à VermiculitaR em todas as características analisadas. Dentre as f.o., o NutriplantaR junto com o esterco proporcionaram o melhor desempenho. O OsmocoteR promoveu o maior desenvolvimento das mudas, seguido pelo 4-14-8. A presença ou ausência de f.o. combinada com PlantmaxR praticamente não influenciou nas características analisadas. Não se deve utilizar o Glomus etunicatum associado a PlantmaxR...

Microenxertia ex vitro para eliminação do vírus CABMV em maracujá-azedo; Ex vitro micrografting aiming the CABMV virus elimination in passion fruit plant

Ribeiro, Leonardo Monteiro; Peixoto, José Ricardo; Andrade, Solange Rocha Monteiro de; Fonseca, Rúbia Santos; Vieira, Lorena Melo; Pereira, Wilson Vicente Souza
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
124.74228%
O objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes meios de cultura, utilizados sobre o ponto da enxertia, na microenxertia ex vitro para a eliminação do Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV), em plantas de maracujá-azedo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). Ápices caulinares, provenientes de plantas infectadas, foram microenxertados em plântulas obtidas pela germinação de sementes em substrato comercial esterilizado. Foram conduzidos experimentos com a microenxertia realizada no hipocótilo e no epicótilo, e foram utilizados cinco meios de cultura, que diferiam na concentração de fitorreguladores, aplicados no local da enxertia. O índice médio de microenxertos com folha expandida foi de 27,22 e 32,22%, quando a microenxertia foi realizada no hipocótilo e no epicótilo, respectivamente. Na microenxertia realizada no hipocótilo, não houve efeito da aplicação de meios de cultura. Na microenxertia realizada no epicótilo, o meio MS acrescido de 0,1 mg L-1 de AIB e 1 mg L-1 de BAP proporcionou 53,3% de microenxertos com folha expandida, número superior aos demais tratamentos e maior desenvolvimento das brotações. A indexação realizada pelo teste ELISA indireto, 80 a 100 dias após a microenxertia, mostrou que 93% das plantas testadas não apresentavam vírus detectável. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The objective of this work was to evaluate the effect of different culture media...

Cultivos intercalares e controle de plantas daninhas em plantios de maracujá-amarelo

Lima,Adelise de Almeida; Caldas,Ranulfo Corrêa; Borges,Ana Lúcia; Ritzinger,Cecília Helena Silvino Prata; Trindade,Aldo Vilar; Pires,Mônica de Moura; Midlej,Moema Maria Badoró Cartibani; Mata,Henrique Tomé da Costa; Souza,José da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
133.69139%
Objetivou-se identificar cultivos intercalares e métodos integrados de controle de plantas daninhas em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) como fatores que viabilizem a sua produção e rentabilidade. O experimento foi instalado em maio de 1999, conduzido em espaldeira vertical com um fio de arame a 2,0m do solo, no espaçamento de 2,5m x 5,0m, em blocos casualizados, com seis tratamentos e quatro repetições, sendo T1: milho (Zea mays L. - BR 106) como cultura intercalar; T2: feijão (Phaseolus vulgaris L. - cultivar Pérola) como cultura intercalar; T3: feijão-de-porco nas entrelinhas e capina com enxada nas linhas; T4: feijão-de-porco nas entrelinhas e controle químico nas linhas (glifosate a 1,5 kg/ha); T5: planta daninha controlada quimicamente (em toda a parcela com alachlor a 2,8 kg/ha + diuron a 1,2 kg/ha em pré-emergência e glifosate a 1,5 kg/ha em pós-emergência); e T6: testemunha (capina com enxada em área total). Os dados analisados, no período de produção (maio de 1999 a abril de 2000), mostraram que não houve diferenças estatísticas entre os tratamentos para produtividade (indústria), peso médio, comprimento e diâmetro dos frutos, sólidos solúveis totais e acidez. Contudo...

Enxertia de mesa de Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg. sobre Passiflora alata Curtis, em ambiente de nebulização intermitente

Silva,Flávia Matos; Corrêa,Luiz de Souza; Boliani,Aparecida Conceição; Santos,Pedro César dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
134.0818%
O maracujazeiro é uma cultura típica de países tropicais, sendo estes responsáveis por cerca de 90% da produção mundial. A propagação vegetativa do maracujazeiro permite a obtenção de pomares uniformes, bem como de porta-enxertos altamente produtivos ou resistentes a doenças. O experimento teve como objetivo verificar a viabilidade da enxertia de mesa do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) sobre o maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis), conduzido em telado com 50% de sombreamento, dotado de sistema de nebulização intermitente. Foi conduzido de agosto de 2001 a maio de 2002, na Fazenda de Ensino e Pesquisa da UNESP - Câmpus de Ilha Solteira, localizada no município de Selvíria - MS. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso, esquema de parcelas subdivididas no tempo, totalizando quatro tratamentos (T1 - enxertia tipo fenda cheia, com o garfo do ponteiro dos ramos; T2 - enxertia tipo inglês simples, com o garfo do ponteiro dos ramos; T3 - enxertia tipo fenda cheia, com o garfo da parte mediana dos ramos; T4 - enxertia tipo inglês simples, com o garfo da parte mediana dos ramos), cinco repetições e 25 estacas enxertadas por parcela. Foram avaliados: a) porcentagem de sobrevivência das estacas enxertadas; b) porcentagem de estacas enxertadas enraizadas; c) número de brotos emitidos por estaca enxertada; d) número de folhas emitidas por estaca enxertada; e) massa da matéria seca da raiz...

Doses e fontes de nitrogênio em fertirrigação no cultivo do maracujá-amarelo

Borges,Ana Lúcia; Caldas,Ranulfo Corrêa; Lima,Adelise de Almeida
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
133.69139%
Vários fatores influenciam na produtividade do maracujazeiro, dentre os quais o clima, o solo e as práticas de adubação e de irrigação. A nutrição mineral é essencial para elevar a produtividade e melhorar a qualidade dos frutos, e o nitrogênio é o nutriente mais absorvido pelo maracujazeiro. O trabalho objetivou avaliar doses e fontes de nitrogênio, aplicadas em fertirrigação, em 17 meses de produção do maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.), na produção e qualidade dos frutos, em Latossolo Amarelo de Tabuleiro Costeiro do Estado da Bahia. Estudaram-se, em blocos casualizados com parcelas subdivididas, duas fontes de N (uréia e nitrato de cálcio), nas parcelas, e cinco doses de N (0; 100; 200; 400 e 800 kg ha-1), nas subparcelas, com três repetições. O maracujá-amarelo foi plantado no espaçamento de 3,00 x 1,25 m, contendo a subparcela oito plantas úteis, com bordadura simples, e avaliado no período de janeiro de 2000 a janeiro de 2002. Os resultados mostraram que a produtividade máxima de frutos, 34,3 t ha-1, foi obtida com aplicação de 457 kg de N ha-1, na forma de uréia. Contudo, a adubação nitrogenada e as fontes utilizadas não influenciaram nas características do fruto e na qualidade do suco.

Conservação de sementes de maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.)

Martins,Leila; Silva,Walter Rodrigues da; Meletti,Laura Maria Molina
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
133.99951%
Empregando variações no grau de umidade das sementes e na temperatura do ambiente, a pesquisa objetivou estudar o comportamento das sementes de maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) durante o armazenamento. Para tanto, as sementes, uma vez extraídas dos frutos, receberam turbilhonamento hídrico e foram atritadas sobre peneira de arame trançado, durante a lavagem em água corrente, para a retirada parcial da mucilagem. Após a eliminação da água aderida externamente às sementes, através de secagem à sombra, foi obtido o tratamento com 26% de H2O; as sementes restantes foram submetidas à secagem em estufa para a obtenção dos demais tratamentos (20, 14, 10 e 8% de H2O). As sementes, embaladas em sacos de polietileno, foram armazenadas em ambiente com temperatura controlada de 10 e 20°C; no início do armazenamento, e após 35, 70, 105, 140, 175, 210, 245, 280 e 315 dias, as sementes foram submetidas às avaliações da qualidade. A conservação das sementes, considerando os intervalos estudados, é favorecida pela combinação do grau de umidade de 10% com a temperatura de 20°C. O desempenho fisiológico, por outro lado, apresenta variações temporais sugestivas de efeitos de dormência. Entretanto...

Biological aspects of Tetranychus marianae McGregor (Acari, Tetranychidae) reared on yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) leaves

Noronha,Aloyséia C. da S.
Fonte: Sociedade Brasileira de Zoologia Publicador: Sociedade Brasileira de Zoologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
134.15373%
The passion fruit plant is a host for several different phytophagous mites, mainly those belonging to the Tarsonemidae, Tenuipalpidae and Tetranychidae families. Among the Tetranychidae species are Tetranychus mexicanus (McGregor, 1950) and Tetranychus desertorum Banks, 1900. The occurrence of Tetranychus marianae McGregor, 1950 was detected on yellow passion fruit Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Degener plants under field and greenhouse conditions at the headquarters of Embrapa Cassava & Fruits Tropical Research in Cruz das Almas County, State of Bahia, Northeast Brazil. Prior records of T. marianae on the passion fruit crop in Brazil as well as the biological aspects of this species are unknown. The study on the biology of T. marianae on P. edulis f. flavicarpa was carried out under controlled environmental condition of 25 ± 1ºC temperature, 80 ± 10% RH and 12 hours photophase. The egg to adult time span lasted 10.73 ± 0.18 days, with a 92% survival figure. The sexual ratio was 81% females. The mean female longevity was 24.53 days and the daily mean oviposition was 3.69 eggs/female. The intrinsic rate of increase (r m) was 0.172; the finite rate of increase (l) was 1.187 individuals/female/day; the mean time span of one generation (T) was 22.81 days; and the net rate of reproduction (Ro) was 50.14.

Influência do substrato na germinação e desenvolvimento inicial de plantas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg)

Wagner Júnior,Américo; Alexandre,Rodrigo Sobreira; Negreiros,Jacson Rondinelli da Silva; Pimentel,Leonardo Duarte; Silva,José Osmar da Costa e; Bruckner,Claudio Horst
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
154.51788%
Na maioria das vezes, a muda de maracujazeiro amarelo é produzida a partir de sementes. Neste sentido, o êxito no estabelecimento da cultura depende de vários fatores, entre os quais está a utilização de sementes de boa qualidade e a escolha do melhor substrato. Com este trabalho, objetivou-se avaliar a influência de quatro substratos na germinação e desenvolvimento inicial de plantas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg), cultivar IAC 277. O trabalho foi realizado no Departamento de Fitotecnia, da Universidade Federal de Viçosa, de abril a junho de 2004. Foram testados quatro substratos: Plantmax® ; Plantmax® + Areia (1:1 v/v); Plantmax® + Latossolo Vermelho (1:1 v/v); Plantmax® + Latossolo Vermelho + Areia (1:1:1 v/v). Foi utilizado o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro tratamentos e três repetições, considerando-se como unidade experimental, cada 5 recipientes plásticos. Após 48 dias da semeadura foram analisados: porcentagem de germinação; comprimento total, da parte aérea e de raiz das plantas e a massa da matéria seca total das plantas. Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey (a = 0,05). Pelos resultados obtidos não foram observadas diferenças significativas entre os substratos em todas as variáveis analisadas. Com isso...

An Improved Micropropagation Protocol by Ex Vitro Rooting of Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Deg. through Nodal Segment Culture

Shekhawat, Mahipal S.; Manokari, M.; Ravindran, C. P.
Fonte: Hindawi Publishing Corporation Publicador: Hindawi Publishing Corporation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
133.69139%
A procedure for rapid clonal propagation of Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Deg. (Passifloraceae) has been developed in this study. Nodal explants were sterilized with 0.1% HgCl2 and inoculated on Murashige and Skoog (MS) basal medium. The addition of 2.0 mgL−1 6-benzylaminopurine (BAP) to MS medium caused an extensive proliferation of multiple shoots (8.21 ± 1.13) primordial from the nodal meristems. Subculturing of these multiple shoots on the MS medium augmented with 1.0 mgL−1 of each BAP and Kinetin (Kin) was successful for the multiplication of the shoots in vitro with maximum numbers of shoots (25.73 ± 0.06) within four weeks of incubation. Shoots were rooted best (7.13 ± 0.56 roots/shoots) on half strength MS medium supplemented with 2.0 mgL−1 indole-3 butyric acid (IBA). All in vitro regenerated shoots were rooted by ex vitro method, and this has achieved 6-7 roots per shoot by pulsing of cut ends of the shoots using 200 as well as 300 mgL−1 IBA. The plantlets were hardened in the greenhouse for 4-5 weeks. The hardened plantlets were shifted to manure containing nursery polybags after five weeks and then transferred to a sand bed for another four weeks for acclimatization before field planting with 88% survival rate.

Desenvolvimento de mudas de maracujazeiro amarelo e tubetes; Development of yellow passion fruit seedlings in tubettes

Silva, Ana Paula Pereira da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
124.74228%
Grande parte do sucesso de uma cultura está em implantá-la com mudas de qualidade. Na literatura, encontram-se informações escassas quanto a determinados fatores da produção de mudas de maracujazeiro amarelo em tubetes, dificultando a atividade dos viveiristas. O presente trabalho teve por objetivo geral ampliar os conhecimentos na produção de mudas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) em tubetes, estudando formas de semeadura, quebra de dormência em sementes, tipos de estacas, uso de hormônio enraizador, além do volume e granulometria de substrato, visando à obtenção de mudas de qualidade nas condições de Uberlândia-MG. No primeiro capítulo, são apresentadas informações a respeito da importância da cultura do maracujazeiro amarelo e alguns procedimentos adotados nos capítulos subseqüentes. No segundo capítulo, o objetivo foi avaliar a influência do volume e da granulometria do substrato comercial sobre o desenvolvimento vegetativo das mudas. Concluiu-se que a redução do volume e da granulometria do substrato afetou a aeração e a drenagem, diminuindo o crescimento e desenvolvimento das mudas de maracujazeiro amarelo. As mudas produzidas no substrato comercial, na granulometria original e no volume de 180 mL...

Influência do substrato na germinação e desenvolvimento inicial de plantas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg)

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Português
Relevância na Pesquisa
154.51788%
Na maioria das vezes, a muda de maracujazeiro amarelo é produzida a partir de sementes. Neste sentido, o êxito no estabelecimento da cultura depende de vários fatores, entre os quais está a utilização de sementes de boa qualidade e a escolha do melhor substrato. Com este trabalho, objetivou-se avaliar a influência de quatro substratos na germinação e desenvolvimento inicial de plantas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg), cultivar IAC 277. O trabalho foi realizado no Departamento de Fitotecnia, da Universidade Federal de Viçosa, de abril a junho de 2004. Foram testados quatro substratos: Plantmax® ; Plantmax® + Areia (1:1 v/v); Plantmax® + Latossolo Vermelho (1:1 v/v); Plantmax® + Latossolo Vermelho + Areia (1:1:1 v/v). Foi utilizado o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro tratamentos e três repetições, considerando-se como unidade experimental, cada 5 recipientes plásticos. Após 48 dias da semeadura foram analisados: porcentagem de germinação; comprimento total, da parte aérea e de raiz das plantas e a massa da matéria seca total das plantas. Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey (a = 0,05). Pelos resultados obtidos não foram observadas diferenças significativas entre os substratos em todas as variáveis analisadas. Com isso...

Produtividade e qualidade de frutos do maracujazeiro-amarelo submetido à poda de ramos produtivos

Hafle,Oscar Mariano; Ramos,José Darlan; Lima,Luiz Carlos de Oliveira; Ferreira,Ester Alice; Melo,Paulo César de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
133.69139%
A determinação da forma inicial a ser dada a uma planta é decisia para o manejo cultural e fitosanitário, assim como apresenta efeitos na produtividade e qualidade dos frutos colhidos. O presente trabalho teve como objetivo estabelecer o número adequado de ramos produtivos (terciários) e conhecer o seu efeito na produção, produtividade e qualidade dos frutos de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). O experimento foi instalado e conduzido em pomar comercial no município de Lavras-MG (21º 14' S; 45º 58' W; 910 m de altitude), entre os meses de setembro de 2005 a julho de 2006, utilizando plantas oriundas de sementes, plantadas no espaçamento de 4m entre plantas e 3m entre as linhas, conduzidas em espaldeira vertical com um fio de arame na altura de 180 cm. Os tratamentos constaram de diferentes números de ramos produtivos, sendo eles: 40; 30; 24; 20 e 14 ramos por planta. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, sendo a parcela composta por três plantas. Avaliaram-se a produtividade e o rendimento de suco (t/ha), número de frutos por planta, peso médio dos frutos, diâmetro longitudinal e transversal do fruto (mm), espessura da casca (mm), porcentagem de casca...