Página 1 dos resultados de 142 itens digitais encontrados em 0.001 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Universidade Federal do Paraná

Avaliação dos compostos bioativos e caracterização das pectinas do fruto de Physalis angulata L.

Camlofski, Ana Mery de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 124f. : il., tabs., grafs., algumas color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.459302%
Orientadora : Profª Drª Rosemary Hoffmann Ribani; Co-orientadora : Profª. Drª. Carmen Lúcia de Oliveira Petkowicz; Co-orientadora : Profª. Drª. Trust Beta (University Manitoba); Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos. Defesa: Curitiba, 04/12/2014; Inclui referências; Resumo: A biodiversidade é considerada uma forte estratégia para a manutenção da segurança alimentar, econômica e ecológica da humanidade. A flora brasileira constitui uma das maiores biodiversidades do planeta, elevando o Brasil ao posto de maior nação entre os dezessete países de maior biodiversidade possuindo milhares de espécies já catalogadas, dentre elas, muitas fruteiras silvestres. O gênero Physalis é uma frutífera silvestre, pertencente à família Solanaceae, ocorrendo em regiões temperadas, quentes e subtropicais, devido à sua adaptação a diferentes climas e tipos de solo. As espécies de ampla adaptação ecológica e comumente encontradas no Brasil são a Physalis angulata (P. angulata) e Physalis peruviana (P. peruviana), sendo o Rio Grande do Sul o principal produtor de P. peruviana in natura . Popularmente conhecido como camapu, é um fruto exótico...

Extração, caracterização química e propriedades reológicas de pectinas da casca de Caryocar brasiliense cambess

Provin, Louise
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.869187%
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo a caracterização química de polissacarídeos solúveis em água extraídos da casca de frutos de Caryocar brasiliense (pequi), bem como a avaliação das propriedades reológicas das soluções formadas por estes polissacarídeos. O fruto da espécie Caryocar brasiliense Cambess, conhecido popularmente como pequi, apresenta grande importância na cultura alimentar da população do cerrado, região onde se desenvolve naturalmente. Para os objetivos propostos, os diferentes constituintes da casca (pericarpo) foram desidratados e submetidos à sucessivas extrações aquosas. Todos os extratos resultantes apresentaram alto rendimento de polissacarídeos e elevada concentração de ácido galacturônico, arabinose e galactose, monossacarídeos característicos de pectinas. Os espectros de RMN de 13C sugeriram a presença de homogalacturonanas ?-(1?4) ligadas, além de galactanas ?-(1?4) ligadas. Espectros de RMN de 1H revelaram um alto grau de metoxilação e baixo grau de acetilaçao das homogalacturonanas. Após sucessivas diálises, as frações foram purificadas de sais e moléculas de baixa massa molecular, o que aumentou a concentração de ácidos urônicos como conseqüência do aumento na concentração de pectina. A estrutura proposta para as homogalacturonanas...