Página 1 dos resultados de 141 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

Uma análise de discurso da política pública federal de educação ambiental; A discourse analysis of the Brazilian public policy on environmental education.

Luca, Andréa Quirino de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
156.05%
Esta pesquisa, que se localiza no terreno da Educação Ambiental, tem como perspectiva teórico-metodológica a Análise de Discurso de linha materialista, e visa à discussão das políticas públicas federais em Educação Ambiental. Procuramos compreender a historicidade de documentos referenciais dessa política pública de educação ambiental do Brasil, entre eles o Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global, o Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA), o Programa de Formação de Educadoras(es) Ambientais: por um Brasil educado e educando ambientalmente para a sustentabilidade (ProFEA), e Coletivos Educadores. Procuramos, também, dar visibilidade aos pré-construídos e condições de produção que sustentam esse discurso. Realizamos também uma análise materialista do discurso de educadores ambientais que participaram do processo de formação de um Coletivo Educador (instrumento da política pública federal de EA), mais especificamente do COEDUCA (Coletivo Educador Ambiental de Campinas, SP). Tal análise buscou compreender se houve abertura de processos simbólicos de deslocamento no sentido de coletividade, em oposição aos sentidos da individualidade colocados por esta sociedade capitalista. Apresentamos os pressupostos do referencial teórico-metodológico...

Programa de revialização de nascentes em ambiente urbano: estudo de caso do processo de criação e consolidação de uma política pública em São José dos Campos, SP; Revitalization program of springs in urban environment: a case-study of the consolidation and creation process of a public policy in São José dos Campos, SP

Penido, Andrea Sundfeld
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
95.89%
O estudo de caso do processo de criação e consolidação do Programa de Revitalização de Nascentes (PRN) analisa uma política pública para revitalizar nascentes em ambiente urbano por intermédio de práticas conservacionistas, iniciada no município de São José dos Campos SP, em 2006. A pesquisa abrange o período de 6 anos, de 2006 a 2012. Segundo a Prefeitura Municipal de São José dos Campos/Secretaria de Meio Ambiente (2012) estão em processo de revitalização 33 áreas de preservação permanente (APPs) de nascentes, onde foram plantadas mais de 45.000 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, totalizando, aproximadamente, 230.000 m2 de áreas reflorestadas no ambiente urbano do Município. O PRN possui um Programa de Educação Ambiental específico, do qual participaram no período de análise 29 escolas da rede pública de ensino (estadual e municipal), duas Unidades da Fundação Hélio Augusto de Souza - Fundhas e uma Organização Não Governamental. A pesquisa visa, então, contribuir para a definição de bases conceituais e metodológicas para o estabelecimento de políticas públicas para revitalização de nascentes pautadas em processos participativos. Para avaliar o desempenho do PRN, inicialmente...

O lugar do diálogo nas políticas públicas de educação ambiental; The place of dialogue in environmental education public policies.

Andrade, Daniel Fonseca de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
115.8%
Políticas públicas em âmbito nacional no Brasil estimulam o envolvimento de educadores e educadoras ambientais nos processos de elaboração e implantação de políticas públicas no campo por meio de processos dialógicos. A justificativa é a transcendência dos processos brutais de construção do bem comum por pequenas elites iluminadas com o envolvimento das diversidades nos processos de construção de seus próprios futuros. Isso demanda o desvelamento desse conceito bem como melhor entendimento sobre métodos e práticas dialógicas. O objetivo deste trabalho é compreender a ocorrência do diálogo em um processo de construção de política publica em educação ambiental em um município do interior do estado de São Paulo, SP. Para tal, utilizou quatro técnicas de levantamento de dados: a observação participante, análise de documentos, entrevistas e um grupo focal. Os resultados encontrados demonstram que há barreiras que se colocam nas dimensões institucional, política, intersubjetiva e individual. Em geral, tais barreiras são heranças da cultura ocidental fragmentada que considera as partes mas não as relações entre elas. Do ponto de vista institucional, não há mecanismos que garantam encontros entre os diferentes atores que lidam com a EA no município...

Política nacional de educação ambiental: contradições e disputas

Janke, Nadja
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 221 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
105.92%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação para a Ciência - FC; O estudo das políticas públicas representa uma tendência das pesquisas contemporâneas, tornando-se um objeto de investigação pertinente, tanto para os sistemas sociais. A análise dessas políticas, que veem buscando projetos e ações nas diversas áreas, representa o entendimentoda conjuntura político-estrutual em que foram criadas, tanto do ponto de vista das manifestações téorico-metodológicas em que se baseiam, como das lutas destas mesmas concepções na consolidação objetivo-material de suas ações. Isso significa dizer que as políticas públicas se constituem em objetivos intencionais explícitos, baseados em conceitos teóricos, políticos, econômicos que se revelam tanto no discurso da lei como nas ações por ela pautadas. Assim, analisar o contexto das políticas, tanto de sua criação como implementação, seria compreender as possibilidades de sua atuação pública. Para nortear as políticas públicas em educação ambiental no Brasil, em 27 de abril de 1999, o então Presidente do Brasil, Fernando Henrique Cardoso sancionou a Lei nº 9.795 que dispõe sobre a educação ambiental e institui a Política Nacional de Educação Ambiental (PNEA). A PNEA é fruto de um Projeto de Lei proposto pelo então Deputado Federal Fábio Feldman em 1993...

A Implementação da Política de Educação Ambiental do município de Florianópolis

Nunes, Letícia Soares
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 228 p.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
95.89%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; A presente dissertação tem como objetivo analisar a implementação da Política de Educação Ambiental do município de Florianópolis (PMEA) e as suas contradições. Busca contribuir no conjunto das produções teóricas interdisciplinares, para o avanço do conhecimento no campo da pesquisa em Educação Ambiental (EA) à luz da teoria marxista, bem como debater acerca da relação estabelecida entre essa temática e o Serviço Social. Para alcançar os objetivos propostos, a pesquisa tem no materialismo dialético a sua corrente investigativa. Classifica-se como um estudo descritivo delineado como pesquisa bibliográfica, documental e empírica com abordagem qualitativa, utilizando-se, enquanto principais recursos técnicos a aplicação de formulário e a entrevista semiestruturada. Optou-se por uma amostragem não probabilística por acessibilidade ou por conveniência, onde se entrevistou 17 (dezessete) funcionários (as) de órgãos da administração pública do município de Florianópolis que desenvolvem projetos de EA. A dissertação está estruturada em cinco (5) seções. A primeira seção consiste na introdução do trabalho. A segunda seção foi dividida em duas subseções: na primeira apresenta-se...

A política pública de educação ambiental : sentidos e contradições na experiência dos gestores/educadores da Diretoria de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente : gestão do governo Lula (2003-2006)

Tamaio, Irineu
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
146.07%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2007.; Esta pesquisa desenvolve uma análise e interpretação do campo de significações que se manifestou na política pública da Diretoria de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, na gestão 2003-2006, no período do primeiro mandato do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Visa interpretar e problematizar as concepções de educação ambiental e sustentabilidade em um campo da política pública no âmbito do Estado brasileiro, a partir de documentos oficiais e entrevistas sobre as trajetórias de vida de educadores ambientais que assumiram o papel de gestores e produziram sentidos que se materializaram em ações. O estudo tem as seguintes indagações: como atuar na mudança de um paradigma? A política pública proposta possibilita a emergência de práticas sociais que contribuam para gerar processos contra-hegemônicos de construção de uma nova visão? A pesquisa está ancorada nos referenciais teóricos do conhecimento complexo, a partir de Edgar Morin, e nas concepções de emancipação, participação, formas de luta e hegemonia desenvolvidas por Boaventura de Sousa Santos. O pesquisador foi um dos protagonistas na formulação da política pública estudada...

Oceano verde - uma práxis de educação ambiental : análise da experiência desenvolvida numa escola pública de ensino médio de Brasília

Melo, Marise Jardim de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
135.93%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2009.; Considerando a atual situação da juventude no Brasil e que a Educação Ambiental no Ensino Médio é uma emergência e um paradoxo que precisa ser investigado e compreendido, esta pesquisa buscou relatar e analisar a experiência desenvolvida no projeto Oceano Verde, do CEAN – Centro de Ensino Médio de Brasília. Uma experiência de Educação Ambiental Crítica que vem se constituindo há 14 anos em uma escola pública do DF. Um estudo de caso, numa abordagem, qualitativa que procurou reconstruir e analisar a experiência da escola, de dentro, através da fala dos principais protagonistas, apoiadas em entrevistas, pesquisa documental e observação participante. A experiência relatada e analisada exemplifica a complexidade do enraizamento desta prática nesse nível de ensino. Aspectos observados demonstram que é preciso voltar-se sobre o Ensino Médio e construir um projeto de Educação Ambiental que considere a cultura e a potencialidade da juventude, para a experimentação e para a ação política, orientada para uma vida/sociedade sustentável. Uma política pública de educação ambiental orientada para a educação formal nesse nível de ensino. O estudo...

Educação ambiental em unidades de conservação: políticas públicas e a prática educativa

Valenti,Mayla Willik; Oliveira,Haydée Torres de; Dodonov,Pavel; Silva,Maura Machado
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
115.8%
O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo exploratório sobre as ações de educação ambiental desenvolvidas em unidades de conservação (UCs) brasileiras em relação a público, parcerias, linha pedagógica, objetivos, atividades, temas, avaliação e documentos de referência. Além disso, analisamos uma possível influência do Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA) nessas práticas. Utilizamos dados de 56 UCs brasileiras coletados em questionário distribuído em 2007. Analisamos o total de UCs e dois grupos distintos: as que citaram e as que não citaram o ProNEA como referência. As ações educativas apresentam alguns princípios das novas tendências da educação ambiental e das políticas públicas elaboradas nos últimos anos no Brasil. Concluímos que embora uma política pública de larga escala, como o ProNEA, seja importante para orientar as mudanças desejadas, não é suficiente para que essas mudanças sejam incorporadas às práticas educativas.

O encontro da política nacional da educação ambiental com a política nacional do idoso

Machado,Rosangela Fátima de Oliveira; Garcia Velasco,Fermin de La Caridad; Amim,Valéria
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
105.9%
Neste artigo discutimos a possível convergência entre a Política Nacional da Educação Ambiental (PNEA) e a Política Nacional do Idoso (PNI). Apresentamos um quadro comparativo de semelhanças e contradições na aplicação dessas políticas por parte da Administração Pública. A análise das políticas indica possibilidades de trabalhos comunitários e institucionais em que o idoso tenha papel de relevância na sociedade a partir de suas experiências passadas e presentes, para contribuir com a conscientização de outras gerações sobre questões ambientais. Neste sentido, a proposta é ter o idoso - partindo de sua experiência acumulada - como eixo de um trabalho ambiental, que possa oferecer às outras gerações um caminho para mudar os conceitos internalizados sobre o que é preservar o meio ambiente, constituindo-se em uma perspectiva interdisciplinar de caráter inclusivo. Trabalhar essas duas políticas públicas concomitantemente é tornar mais clara e rápida a execução de práticas primordiais para a melhora da qualidade de vida individual, da qualidade do ambiente onde vivem e da qualidade das relações interpessoais.

Educação ambiental e diálogo de saberes em região de nascentes do Pantanal: Reserva do Cabaçal, Mato Grosso, Brasil

Santos,Edna de Laet Ferreira; Medeiros,Heitor Queiroz de; Silva,Carolina Joana da
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
95.76%
Este artigo é parte das atividades desenvolvidas junto ao mestrado em Ciências Ambientais, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), que pesquisou as ações implementadas no município de Reserva do Cabaçal, desenvolvidas a partir das articulações e atividades de EducaçãoAmbiental do coletivo educador "Movimento pelas Águas de Reserva do Cabaçal", consolidado a partir da parceria entre a UNEMAT, Prefeitura Municipal de Reserva do Cabaçal, WWF-Brasil, organizações da sociedade civil e a população do município, sendo que os dados foram obtidos e analisados por meio de análise documental, pesquisa-ação-participante e da história oral. Os resultados da pesquisa demonstram que o processo de educação ambiental, articulado com atividades de recuperação de área degradada, mostra uma intencionalidade na construção de um processo virtuoso onde o empoderamento da comunidade local foi o foco na implementação dos processos de ensino-aprendizagem em educação ambiental vivenciados nessa região de nascentes do Pantanal Mato-grossense.

A educação ambiental e as políticas educacionais: um estudo nas escolas públicas de Teresópolis (RJ)

Lamosa,Rodrigo de Azevedo C.; Loureiro,Carlos Frederico B.
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
115.84%
Este artigo tem como objeto a inserção da educação ambiental (EA) nas escolas públicas, utilizando como estudo de caso a rede municipal de Teresópolis (RJ). A EA crítica é o referencial teórico adotado, o qual permitiu compreender esse processo no ensino formal, em suas relações com as políticas públicas educacionais federais e municipais. No aspecto metodológico, a pesquisa foi desenvolvida inicialmente por meio da análise da Política Nacional de Educação Ambiental (PNEA) e dos documentos oficiais da educação da cidade. Em um segundo momento, priorizou-se o estudo dos projetos oficiais de EA da Secretaria Municipal de Educação e a pesquisa realizada diretamente nas escolas por meio da aplicação de um questionário construído com base em modelo utilizado pelo Ministério da Educação (MEC) em sua pesquisa "O que fazem as escolas que dizem que fazem educação ambiental?", realizada em 2006. Ao término do estudo, mesmo considerando a pertinência das iniciativas de professores e alunos no cotidiano escolar, as quais materializam práticas relevantes, foi possível concluir que questões fundamentais - currículo (diretrizes, arranjo e conteúdo), reorganização da carga horária docente (gestão escolar) e formação inicial e continuada de professores - ainda precisam ser contempladas pelas políticas públicas a fim do efetivo enraizamento da EA no contexto escolar.

Educaçao ambiental

Collere, Maria Alice de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
95.83%
Resumo: As questões ambientais tem ocupado grande espaço nas discussões educacionais seja ela formal ou informal e, a Educação Ambiental tem sido defendida como um dos meios capazes de gerar reflexões e ações que levam a novas posturas diante da realidade sócio-ambiental. Instigada a desvendar como se sustentam as ações dos professores em relação às suas práticas ambientais, essa pesquisa buscou analisar os projetos de Educação Ambiental desenvolvidos nas escolas da rede pública municipal, localizadas em Colombo/PR. A presente pesquisa teve por objetivo analisar as ações e concepções dos professores em relação à prática ambiental proposta nos projetos escolares. Buscou-se analisar o contexto teórico-metodológico dos projetos de Educação Ambiental desenvolvidos nas escolas envolvidas na pesquisa, traçando um paralelo com as finalidades, objetivos e princípios da Educação Ambiental apontados nos documentos produzidos nos diversos encontros e debates nacionais e internacionais. Verificou-se que as discussões estabelecidas nesses debates, estão distantes do ambiente e da realidade escolar. Os professores, despreparados em relação à temática, devido a falta de cursos de formação ambiental, à burocratização e superficialidade da Educação Ambiental encontram-se mergulhados num emaranhado de dúvidas e perdidos na complexidade das questões e conceitos ambientais. Concluise que uma verdadeira política educacional...

Educação ambiental: mediações sociais e políticas e a indolência do Poder Público à sua inclusão no ensino formal

Macedo Filho, Francisco Dutra de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
116.03%
As a result of the prediction of irreversible changes on necessary conditions to maintain life, including human, on the planet, environmental education got the spotlight in the political scenario, due to social pressure for the development of individual and collective values, knowledge, skills, attitudes and competences towards environmental preservation. In Brazil, only in 1999 the right for environmental education was officially granted to people, having the status of essential and permanent component in the country s education. Since then, it has been Government s duty, in each federal branch, to plan actions to make it happen, in an articulate way in all levels and modalities of the education process, both formally and informally. This work of research has environmental education in the school as subject matter, and aims on analyzing social and political mediations established between this National Environmental Education policy and the contexts associated to the legislative production process, the political nature of the conceptions about environmental education that underlie Law 9.795/99 (Brazil, 2009c) and also Rio Grande do Norte Government s actions and omissions related to the imperative nature of the insertion of environmental education in the schools ran by the state...

Prática pedagógicas de educaçao ambiental:dez anos (1999 a 2009) da Política Nacional de Educação Ambiental no Município de Catalão (GO) CAIC São Francisco de Assis; Pedagogical practices of environmental education: ten years (1999 the 2009)of the National Politics of Environmental Education in the city of Catalão (GO)-CAIC São Francisco de Assis.

MELO NETO, Gabriel de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Geografia - Campus Catalão; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Geografia - Campus Catalão; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
125.88%
Thematic the ambient one if has transformed into a recurrent question in the last few decades,consequence of the ambient crisis deflagrate by the process of expropriation of the natural resources inside of the hegemonic socioeconomic structure, characterized as society of consumption based in the Rationality of the Capital and the object of the nature. In this context, the Ambient Education has been presented as an important tool for mitigation of the situation in screen, but the form in which the same one is implemented through practical the pedagogical ones applied for the teachers and the results externalized for pupils and felt by the society, the real effectiveness of this educative process has rank under questioning, as well as generated conceptual divergences in the agreement of the terminology. In such a way, this work aims at to evaluate the education of Ambient Education in the municipal public net of the city of Catalão (GO), having for reference the final series of Grammar school of the CAIC São Francisco de Assis, by means of the analysis of the application of the National Politics of Environmental Education (NPEA), Federal Law 9,795/99, throughout the period of 1999 the 2009. Different elements instrumentalize the research aiming at to elucidate to the maximum the questions related to the subject and to minimize possible mistakes...

Comissões de meio ambiente e qualidade de vida na escola: os desafios da educação ambiental como política pública

Garcia, Áurea da Silva
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
95.83%
As escolas culturalmente se constituem em espaços onde pessoas depositam sonhos de uma vida, de uma geração. Na atualidade, com as Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida nas Escolas (Com-Vida) parte desses sonhos pode ser suscitada e sistematizada. A Com-Vida surge em 2003 a partir de demandas da I Conferência Nacional Infanto-Juvenil de Meio Ambiente, momento em que jovens de todo o país solicitaram a organização de conselhos jovens de meio ambiente e a elaboração da Agenda 21 Escolar. Desta forma, o Órgão Gestor de Educação Ambiental (Ministérios da Educação e do Meio Ambiente) busca desencadear processos permanentes de Educação Ambiental (EA) propondo o programa: Vamos Cuidar do Brasil com as Escolas, sob responsabilidade do MEC. Neste programa, uma das ações estruturantes é a Com-Vida, que tem como um dos objetivos a elaboração da Agenda 21 Escolar, que se traduz em um planejamento participativo, com o envolvimento da comunidade escolar. Nessa construção coletiva, espera-se que a comunidade escolar expresse seus sonhos e desafios e, a partir deles, elabore um plano de ação visando uma escola animada, participativa e saudável. Este trabalho apresenta uma pesquisa de cunho qualitativo, um Estudo de Caso...

O financiamento público da política nacional de educação ambiental : do veto do artigo 18 às novas estratégias de financiamento

Sotero, João Paulo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2008.; A educação ambiental (EA) tem forte raiz no movimento ambientalista, sendo um dos instrumentos de contestação do modo de produção e consumo, hegemônico na contemporaneidade, estabelecida por um modelo de desenvolvimento que prioriza o TER, a propriedade privada e o capital em detrimento do SER, do bem comum, da qualidade de vida e sustentabilidade socioambiental das sociedades humanas. Sua institucionalização no Estado brasileiro tem seu marco inicial em 1973 com a criação da Secretaria Especial do Meio Ambiente – SEMA. Atualmente é reconhecida como um direito social fundamental da sociedade brasileira (artigo 225 da Constituição Federal) e é tratada como Política Nacional (Lei 9.795/99). Nesse sentido, a prática da EA vem sendo experimentada e executada em diferentes espaços públicos e privados, com atores distintos e diversos. Embora a EA venha conquistando espaço na agenda das instituições, o seu financiamento, enquanto política pública, ainda é precário, evidenciando, portanto, uma assimetria. Desta forma, podemos afirmar que o acesso aos recursos públicos não acompanhou o avanço e o amadurecimento das práticas metodológicas...

Construção de política pública em educação ambiental : processo ocorrido no estado do Rio Grande do Sul de 1999 a 2002

Esmério, Milton
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
116.03%
O objetivo deste trabalho é mostrar, por meio de análise, os avanços e limites do processo de construção da Política Pública de Educação Ambiental, no Estado do Rio Grande do Sul, no período de 1999 a 2002. É um resultado do processo de construção/reconstrução e fortalecimento do papel da Escola Pública, via Constituinte Escolar, na direção de uma Escola Democrática e Popular. Esse processo traz a memória da Educação Ambiental e sua constituição enquanto política pública nas escolas, no dia-a-dia de educadores e educandos, em seu fazer político-pedagógico e nas comunidades, articulando as questões sociais e ambientais locais, contextualizando-as. Para tanto, apresentam-se a autobiografia formadora do autor desta dissertação e outras biografias e narrativas, com o processo em que os educadores/as se formam e se transformam em educadores/as ambientais. Na práxis, o educador/a ambiental está construindo a sua identidade, refletindo o cotidiano e percebendo entraves e limites à prática de uma educação ambiental dialógica, crítica, política e de intervenção. A educação ambiental, em sintonia com a educação freireana na perspectiva da geração de ambiências, pode ser considerada uma "educação menor" se possibilitar uma ampliação dos trânsitos pela multiplicidade dos saberes. Assim...

A educação ambiental e as políticas educacionais: um estudo nas escolas públicas de Teresópolis (RJ); Environmental education and education policies: a study in public schools of Teresópolis (RJ)

Lamosa, Rodrigo de Azevedo C.; Loureiro, Carlos Frederico B.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
115.84%
Este artigo tem como objeto a inserção da educação ambiental (EA) nas escolas públicas, utilizando como estudo de caso a rede municipal de Teresópolis (RJ). A EA crítica é o referencial teórico adotado, o qual permitiu compreender esse processo no ensino formal, em suas relações com as políticas públicas educacionais federais e municipais. No aspecto metodológico, a pesquisa foi desenvolvida inicialmente por meio da análise da Política Nacional de Educação Ambiental (PNEA) e dos documentos oficiais da educação da cidade. Em um segundo momento, priorizou-se o estudo dos projetos oficiais de EA da Secretaria Municipal de Educação e a pesquisa realizada diretamente nas escolas por meio da aplicação de um questionário construído com base em modelo utilizado pelo Ministério da Educação (MEC) em sua pesquisa "O que fazem as escolas que dizem que fazem educação ambiental?", realizada em 2006. Ao término do estudo, mesmo considerando a pertinência das iniciativas de professores e alunos no cotidiano escolar, as quais materializam práticas relevantes, foi possível concluir que questões fundamentais - currículo (diretrizes, arranjo e conteúdo), reorganização da carga horária docente (gestão escolar) e formação inicial e continuada de professores - ainda precisam ser contempladas pelas políticas públicas a fim do efetivo enraizamento da EA no contexto escolar.; This article has as its object the insertion of environmental education (EE) in public schools...

A joining between two public policies on environmental education and on old aged people; O encontro da política nacional da educação ambiental com a política nacional do idoso

Machado, Rosangela Fátima de Oliveira; Garcia Velasco, Fermin de La Caridad; Amim, Valéria
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
105.87%
Neste artigo discutimos a possível convergência entre a Política Nacional da Educação Ambiental (PNEA) e a Política Nacional do Idoso (PNI). Apresentamos um quadro comparativo de semelhanças e contradições na aplicação dessas políticas por parte da Administração Pública. A análise das políticas indica possibilidades de trabalhos comunitários e institucionais em que o idoso tenha papel de relevância na sociedade a partir de suas experiências passadas e presentes, para contribuir com a conscientização de outras gerações sobre questões ambientais. Neste sentido, a proposta é ter o idoso - partindo de sua experiência acumulada - como eixo de um trabalho ambiental, que possa oferecer às outras gerações um caminho para mudar os conceitos internalizados sobre o que é preservar o meio ambiente, constituindo-se em uma perspectiva interdisciplinar de caráter inclusivo. Trabalhar essas duas políticas públicas concomitantemente é tornar mais clara e rápida a execução de práticas primordiais para a melhora da qualidade de vida individual, da qualidade do ambiente onde vivem e da qualidade das relações interpessoais.; In this paper we discuss the convergence of two public policies: the National Policy of Environmental Education and the National Policy for Old Adults. We show a comparative view of the similarities and the contradictions in the application of those policies by the public administration. Analysis of those policies indicates possibility of communitarian and institutional works where old aged ones could develop a relevant social role based on their past and present experiences...

POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES E DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POSSÍVEIS ARTICULAÇÕES?

G. Oliveira, Maira; Universidade Federal do Rio de Janeiro - Brasil; Carvalho, Luiz Marcelo
Fonte: Revista Contemporânea de Educação Publicador: Revista Contemporânea de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
115.79%
Considerando o significado da temática ambiental para as sociedades contemporâneas e as possibilidades e limites de processos educativos relacionados a essa temática, procuramos, nesse texto, explorar alguns aspectos relativos às políticas de formação de professores para educação ambiental. Assim, procuramos sistematizar e discutir os dados relativos à análise, de um lado, de documentos oficiais que explicitam políticas públicas de formação de professores e que fazem referência à temática e educação ambiental e, de outro, de documentos que explicitam políticas de educação ambiental e que fazem referências a processos de formação de professores, procurando explorar aproximações e distanciamentos entre esses níveis diferentes de formulação das políticas educacionais.