Página 1 dos resultados de 49 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Um caminho para a (trans)formação – intervindo na promoção da vinculação precoce

Gomes, Cristiana Maria Marinho
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.53%
Introdução: O Estágio de Natureza Profissional abarcou a assistência especializada à mulher e família durante o ciclo vital, quer em cuidados primários quer hospitalares, especialmente no período pré-natal e nascimento, com ênfase para a promoção da vinculação precoce. O processo de enfermagem e a teoria das transições de Meleis sustentaram a prática de cuidados empreendidos. Objetivos: Desenvolver competências para o exercício profissional especializado em enfermagem de saúde materna e obstetrícia; corresponder às necessidades pessoais e institucionais, validando-as através do diagnóstico de situação, de forma a contribuir para a mudança/inovação da prática de cuidados; promover a vinculação precoce pais-filhos, contribuindo para a promoção da transição para a parentalidade. Metodologia: Prestação de cuidados à mulher e família ancorada no modelo teórico da transição para a parentalidade na presença de patologia materno-fetal, durante o trabalho de parto e parto em contexto hospitalar e durante todo o ciclo vital no âmbito dos cuidados de saúde primários. Intervenção de promoção da vinculação precoce através da realização de entrevista de avaliação inicial a 12 parturientes e 5 pais na admissão ao bloco de partos e observação de comportamentos promotores da vinculação precoce no puerpério imediato...

Conhecimento contraceptivo no puerpério precoce e seu uso efetivo após seis meses; Knowledge of contraceptive methods in postpartum and its effective use after six months

MINANNI, Carlos André; CHEKIN, Giovana; NAKANO, Cláudio Gilberto Yuji; RIBEIRO, Alessandra Lorenti; MAGALHÃES, JArbas; TAMANAHA, Sônia; ALDRIGHI, José Mendes
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.77%
Objetivo: Avaliar o conhecimento sobre métodos anticoncepcionais em mulheres no puerpério, bem como analisar a escolha e seu uso efetivo decorrido seis meses do parto. Método: Estudo prospectivo, transversal, realizado por entrevistas no puerpério precoce e após seis meses, com 107 mulheres internadas que aceitaram participar do estudo após a leitura do consentimento livre e esclarecido. Avaliaram-se os indicadores socioeconômicos, o conhecimento em anticoncepção, a orientação recebida, a oferta e uso de contraceptivos após seis meses do parto. Resultados: Os métodos anticoncepcionais mais conhecidos de forma espontânea foram a pílula (89%) e o condom masculino (65%). O DIU com hormônio foi o menos lembrado espontaneamente. Perto de 95% das puérperas referiram desejar evitar nova gravidez. Os métodos mais escolhidos foram a pílula (24%) e a ligadura tubária (18%). Ao se perguntar sobre o interesse em outros métodos contraceptivos após o questionário, 48% demonstraram interesse, sendo o mais citado o DIU (26%). Apenas um quarto das mulheres que disseram conhecer o DIU, faria a opção pelo método. Após seis meses, apenas 47 mulheres foram contatadas, e somente 31 delas haviam recebido orientação sobre anticoncepção (em média sobre três métodos diferentes). Houve apenas uma inserção de DIU de cobre...

"Assistência de enfermagem à mulher no período puerperal: uma análise das necessidades como subsídios para a construção de indicadores de gênero" ; Asistencia de enfermería a la mujer en el período puerperal: un analice de las necesidades como subsidios para la construcción de indicadores de genero.

Almeida, Mariza Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.54%
Entendendo que o gênero perpassa todos os espaços sociais, este estudo foi desenvolvido sob tal enfoque, objetivando identificar a visão das puérperas sobre os cuidados de enfermagem recebidos por elas, durante sua internação; analisar as necessidades das puérperas que demandam cuidados de enfermagem, durante a internação, e identificar subsídios para a construção de indicadores de gênero para o cuidado de enfermagem à puérpera, durante a internação, com base nas necessidades identificadas. Para viabilizar os objetivos desta tese, adotamos uma metodologia qualitativa, tendo o gênero como abordagem teórica e metodológica principal. O estudo foi realizado com 58 mulheres que se encontravam nos primeiros 10 dias pós-parto normal, sem intercorrência clínica ou obstétrica, numa maternidade pública de Salvador – Bahia, sendo que 25 delas participaram do primeiro momento das entrevistas e 33, no segundo momento, por meio das oficinas de reflexão. Para operacionalizar a técnica e tratar os dados coletados, optamos por utilizar a análise de conteúdo, modalidade temática norteada por Bardin (1977). O interesse em conhecer as necessidades de gênero das mulheres e os cuidados de enfermagem necessários para o seu atendimento...

"Contato precoce e amamentação em sala de parto na perspectiva da mulher" ; Early contact and breastfeeding in the delivery room – a woman’s perspective

Monteiro, Juliana Cristina dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.43%
Em razão das inúmeras vantagens do aleitamento materno, as instituições que seguem as normas da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) adotam os chamados “Dez passos para o sucesso do aleitamento materno”. O quarto passo recomenda o contato pele-a-pele precoce e prolongado no período pós-parto imediato, que deve durar até a primeira mamada ou pelo tempo que a mãe desejar. O objetivo deste estudo foi conhecer e analisar as vivências por parte das mulheres em relação ao quarto passo, no contexto de um Hospital Amigo da Criança, no município de Ribeirão Preto. Para tanto, foi utilizada a abordagem qualitativa, e os dados foram coletados por meio de observação durante o momento do parto e pós-parto imediato, e de entrevistas semi-estruturadas gravadas um dia após o parto. Participaram do estudo 23 mulheres que tiverem seus filhos colocados em contato pele-a-pele na primeira meia hora após o parto, e que concordaram em participar, após assinarem o consentimento livre e esclarecido. Os dados foram analisados utilizando a análise de conteúdo, modalidade temática. Através dos depoimentos foi possível depreender que o modelo de assistência que separa a mãe de seu filho na hora do nascimento, ainda está presente na visão das mulheres deste estudo. Para elas...

Manejo do terceiro período do parto e suas repercussões no puerpério; Management of the third stage of labor and its repercussions on puerperium

Ruiz, Mariana Torreglosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.72%
O terceiro período do parto inicia-se após a expulsão do feto e termina com o desprendimento da placenta. A perda sanguínea pós-parto está diretamente associada com o tempo de desprendimento placentário e a contratilidade uterina. A recomendação do manejo ativo do terceiro período do parto pela ICM/FIGO e OMS se pauta nas evidências científicas do seu potencial em reduzir morbimortalidade materna. Este compreende as seguintes intervenções: administração profilática de ocitócitos, após o nascimento do bebê, clampeamento e secção do cordão umbilical precoces; tração controlada do cordão e massagem em fundo uterino, com a finalidade de reduzir a perda sanguínea pós-parto. Objetivo: identificar como é realizado o manejo do terceiro período clínico na condução de partos normais em uma maternidade-escola e analisar os resultados obstétricos no puerpério imediato. Metodologia: A amostra constituiu-se de 142 parturientes. A coleta de dados foi realizada por meio de observação não participante, respaldada por formulário testado previamente em estudo piloto. Resultados: A dequitação foi espontânea em 98,6% dos partos, com duração média de 8,79 ± 7,48 minutos. O clampeamento e secção precoces do cordão umbilical foram a intervenção mais realizada (93...

Análise da perda hemática durante o processo de parturição; Analysis of the hematic loss during the parturition process

Ruiz, Mariana Torreglosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.47%
Hemorragia pós-parto (HPP) é tradicionalmente definida como perda sanguínea maior ou igual a 500 ml em partos vaginais e acima de 1000 ml em partos cesarianos e/ou queda de 10% do hematócrito comparado ao exame feito à admissão da parturiente e/ou sangramento importante que requeira hemotransfusão. Estima-se que 25 a 30% das mortes maternas são decorrentes da HPP. Além disso, este quadro pode causar impacto na qualidade de vida de mulheres e neonatos, devido às complicações, além da necessidade de intervenções. Objetivo: Estimar prevalência de HPP, efeito do tipo de parto e intervenções obstétricas sobre os valores hematimétricos (hematócrito e hemoglobina) em uma amostra de mulheres primíparas atendidas em hospital de ensino. Metodologia: A amostra constituiu-se de 100 primíparas, independente da via de parto. A coleta de dados foi realizada a partir de dados retrospectivos obtidos de prontuários (impresso e eletrônico), cartão de pré-natal, dentre outras fontes de consulta, respaldadas por formulário testado previamente em estudo piloto. Resultados: A prevalência de HPP na amostra de estudo foi de 16%. Através da análise simples (teste F), encontrou-se significância estatística para as seguintes variáveis: diabetes...

Perfis de progesterona no puerpério de vacas leiteiras analisados com o auxílio do radioimunoensaio e do enzimimunoensaio

Kozicki, L. E.; Bostedt, H.; Arnstadt, K. I.
Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 507-510
Português
Relevância na Pesquisa
26.47%
Quatro tipos fundamentais de curvas de progesterona foram observadas no puerpério de 49 vacas leiteiras analisadas com o auxílio do radioimunoensaio (RIE) ou enzimimunoensaio (EIE). O perfil de progesterona deixou transparecer frequências variáveis em cada tipo de curva. De acordo com a primeira atividade ovariana pós-parto (p.p.), fez-se a classificação em: 1. Precoce início da fundação ovariana, entre o 15° e 21° dia p.p. (20,4% dos animais). 2. Início retardado da atividade ovariana, em tomo de 30° dia pp. (34,7% dos animais). 3. Pico de progesterona muito após o término do puerpério clínico, em torno do 60° dia p.p. (40,8% dos animais). 4. Sem pico de progesterona até o 72° dia p.p. (4,1% dos animais).

Efeito do cloprostenol sódico sobre a involução uterina de bovinos e bubalinos pós-parto

Camargos, Aline Souza
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 124 f.
Português
Relevância na Pesquisa
36.47%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; Este estudo foi dividido em três experimentos. No experimento 1, objetivou-se avaliar e comparar o efeito da administração de análogo sintético de prostaglandina em diferentes períodos do puerpério de bubalinos. 45 búfalas pluríparas foram distribuídas aleatoriamente em três grupos: CON (controle) – soro fisiológico na primeira e terceira semanas pós-parto; CLO1 – cloprostenol sódico na primeira semana e; CLO3 – cloprostenol sódico na terceira semana. Os animais foram avaliados nos dias 7, 14, 21, 28 e 35 após o parto quanto ao grau de involução uterina, acúmulo de fluido intrauterino, concentração de progesterona plasmática, período de serviços e intervalo entre partos. Não houve diferença entre os grupos quanto ao grau de involução uterina e concentração de progesterona plasmática. Os animais dos grupos CLO1 e CLO3 apresentaram menor acúmulo de fluido intrauterino, período de serviços e intervalo entre partos em relação ao grupo controle. O protocolo com aplicação de cloprostenol na primeira semana apresentou os melhores resultados sobre a eficiência reprodutiva de búfalas pós-parto. No experimento 2...

A adolescente precoce : aspectos relacionados ao parto, puerperio imediato e recem-nascido, comparativamente as não-precoces e as gestantes adultas

Nelson Lourenço Maia Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/1993 Português
Relevância na Pesquisa
36.47%
Este trabalho foi realizado com pacientes internadas na Maternidade do "Hospital de Clínicas Especializadas" de Franco da Rocha, ERSA - 14, atual Hospital-Escola da Faculdade de Medicina de Jundiaí, entre março de 1989 e dezembro de 1991. Estudaram-se 846 pacientes, divididas em três grupos, o grupo de estudo, constituído por 204 adolescentes precoces, de 11 a 15 anos; o grupo-controle, representado por 320 adolescentes não-precoces, de 16 a 19 anos; e outro, incluindo 322 gestantes adultas, de 20 a 25 anos. Todas as pacientes estudadas eram primíparas, para tornar mais uniforme a amostragem do trabalho, já que outras variáveis como condição social, econômica, cultural, educacional e habitacional eram comuns. Os três grupos foram analisados comparativamente, quanto aos seguintes parâmetros: tipo de apresentação fetal, período de internação antes do parto, duração do período de dilatação, duração do período expulsivo, tipo de parto, indicações dos fórceps, indicações das cesáreas, complicações maternas do parto e puerpério imediato, índices de Apgar ao primeiro e quinto minuto, peso dos recém-nascidos, idade fetal, relação idade e peso dos recém-nascidos e complicações dos recém-nascidos. Após análise dos resultados e confrontação com a literatura...

Riscos ocupacionais que influenciam no desmame precoce de filhos de trabalhadoras que retornam ao trabalho após licença maternidade

Teske, Maria José Santos
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 78 f.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.37%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; O objetivo deste estudo é avaliar os fatores de riscos ocupacionais que influenciam no desmame precoce de crianças em faixa etária de zero a dois anos de idade, filhos de trabalhadoras que retornam as suas atividades pós-licença maternidade. Para que este objetivo fosse alcançado considerou-se aspectos relevantes que circunda a vida pessoal da mulher e dados ocupacionais do grupo entrevistado. Esta pesquisa foi efetivada com um grupo de 10 mulheres que trabalham em setores diferentes. Os dados foram coletados através de um questionário que foi elaborado através de observação do desenvolvimento das atividades em seus postos de trabalho em período puerpério. As entrevistas para avaliação do instrumento de coleta de dados, deram-se em uma indústria, onde as atividades são totalmente diferentes, mas as situações das mulheres em período puerperal e o trabalho realizado, é igual para todas. Esta pesquisa trata-se de um estudo exploratório e descritivo, com abordagem qualitativa em análise transversal e a escolha da população pesquisada é intencional. Os índices dos desmames que foram levados em consideração são referentes as crianças de zero a dois anos de idade. A faixa etária está relacionada com a investigação dos fatores que colaboram com o desmame precoce desta população. Os fatores de riscos identificados junto ao estudo ergonômico foram: a postura em pé ou sentada que contribuiu para o desconforto quando referiam-se ao ingurgitamento mamário ou as mamas túrgidas...

Influência da assistência de enfermagem na prática da amamentação no puerpério imediato

Batista,Kadydja Russell de Araújo; Farias,Maria do Carmo Andrade Duarte de; Melo,Wanderson dos Santos Nunes de
Fonte: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Publicador: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.34%
Com o objetivo de compreender a prática do enfermeiro, como suporte social, em relação ao aleitamento materno, esta pesquisa qualitativa investigou 16 mulheres que viveram a amamentação. Com roteiro estruturado, os dados foram coletados, analisados através da temática tradicional e discutidos à luz da literatura. Os resultados revelam que, para a maioria das entrevistadas, a contribuição da enfermeira não foi satisfatória, pois esteve ausente no enfrentamento das dificuldades, resultando no desmame precoce. Almejamos que haja assistência de enfermagem no puerpério imediato com ações comunitárias de promoção à saúde, a fim atingir o recomendado pelo Ministério da Saúde, acerca da amamentação.

Percepção das mulheres acerca do contato precoce e da amamentação em sala de parto

Monteiro,Juliana Cristina dos Santos; Gomes,Flávia Azevedo; Nakano,Ana Márcia Spanó
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
26.1%
OBJETIVO: conhecer e analisar as vivências das mulheres relacionadas ao quarto passo da Iniciativa Hospital Amigo da Criança, em uma maternidade de Ribeirão Preto. MÉTODOS: Foi utilizada a abordagem qualitativa. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas e analisados através da análise de conteúdo, modalidade temática. RESULTADOS: Participaram 23 mulheres que relataram que, mesmo estando em situação inadequada devido ao cansaço e à dor, elas aceitam com resignação e entendem o momento como importante para o bebê. Além disso, receber a criança pela primeira vez causa impacto e surpresa. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A assistência mostra-se limitada aos aspectos práticos do cumprimento do quarto passo, sem considerar os reais sentimentos das mulheres, sendo necessário o desenvolvimento de habilidades de comunicação e empatia pelo profissional de saúde.

Diástase dos retos abdominais em puérperas e sua relação com variáveis obstétricas

Leite,Ana Cristina da Nóbrega Marinho Torres; Araújo,Kathlyn Kamoly Barbosa Cavalcanti
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Paraná Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.34%
INTRODUÇÃO: Durante a gravidez, ocorrem intensas modificações no organismo materno, desencadeadas por alterações hormonais. À medida que a gestação progride, a ação hormonal em tecidos conjuntivos, associada a alterações biomecânicas para crescimento uterino podem causar o afastamento da musculatura abdominal (diástase dos músculos retos abdominais), que se estende no período pós-parto, sendo considerada diástase a separação maior que 3 cm. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi confrontar a relação entre o valor das medidas da diástase dos abdominais com variáveis obstétricas em puérperas de maternidades públicas de João Pessoa. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram selecionadas 100 puérperas de acordo com os critérios de inclusão: idade fértil, em puerpério imediato e que durante a internação não tenham recebido atendimento fisioterapêutico para correção da diástase. Fez-se o levantamento dos antecedentes obstétricos e clínicos por meio de um questionário. Posteriormente, avaliou-se a diástase com um paquímetro digital. Para analisar a correlação significativa entre o evento e as variáveis, foi aplicado o teste do qui-quadrado. RESULTADOS: As puérperas que apresentaram a diástase eram multíparas...

Cortisol salivar e depressão pós-parto

Montenegro, Ana Carla; Sougey, Everton Botelho (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.6%
A associação de alterações do eixo neuroendócrino (hipotalâmico-pituitário-adrenal) com transtornos psiquiátricos é conhecida, entretanto há poucos relatos na literatura a respeito das mudanças no eixo HPA no período puerperal e depressão pós-parto. O puerpério é caracterizado pelo aumento na vulnerabilidade de transtornos psiquiátricos (depressão e transtornos de ansiedade), entretanto, não se sabe exatamente qual a participação das variações hormonais neuroendócrinas, e como se comportam estes hormônios na depressão pós-parto. Estima-se que a depressão pós-parto (DPP) afete entre 10-15% das mulheres no puerpério A DPP é muitas vezes associada com intenso sofrimento emocional e pode representar conseqüência negativa para mãe e recém nascido. Há inúmeros fatores de risco para DPP, entre eles, destacam-se história pessoal e familiar de transtornos psiquiátricos, fatores socioeconômicos, relação familiar conturbada e também fatores relacionados com o parto, puerpério precoce, fatores biológicos, genéticos e hormonais. A gestação humana influencia de forma importante o eixo hipotalâmico-pituitário-adrenal (HPA). O cortisol parece ser um bom marcador biológico da atividade do HPA. As mudanças que ocorrem na gestação e no puerpério alteram os parâmetros utilizados pelas técnicas laboratoriais que medem o cortisol. A persistência da globulina carreadora de cortisol (GCG) no pós-parto altera a medida do cortisol plasmático. A utilização do cortisol salivar para avaliação do eixo HPA tem sido muito estudada...

A autoeficácia de gestantes e puérperas em amamentar

Chaves, Andréa Cristina de Morais
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 96f. : il., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.63%
Orientadora: Profª Drª Marilene Loewen Wall; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 18/11/2014; Inclui referências; Área de concentração : Prática profissional de enfermagem; Resumo: CHAVES, A. C. M. A autoeficácia de gestantes e puérperas em amamentar. 97p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014. Introdução: A prática da amamentação deve ser uma ação prioritária para melhoria da saúde e qualidade de vida da criança e sua família. As estratégias de promoção devem fortalecer a autoeficácia da gestante e da puérpera que devem ser fundamentadas nas quatro fontes de informações: experiência direta, experiência vicária, persuasão verbal, estado físico e emocional. Objetivo: Analisar a autoeficácia das gestantes e puérperas quanto ao seu potencial em amamentar. Materiais e Método: Trata-se de uma pesquisa quantitativa analítica, com delineamento longitudinal do tipo painel realizado no município de São José dos Pinhais/PR, no período de novembro 2013 a junho de 2014. A amostra foi de 51 participantes. Adotou-se como critérios de inclusão...

A NECESSIDADE DE VISITA DOMICILIÁRIA DE ENFERMAGEM NO PUERPÉRIO PRECOCE

Pereira, Mónica Isabel Farinha Lopes
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.13%
O nascimento de um filho é uma etapa importante do ciclo vital da mulher caracterizada por sucessivas transformações psicossociais, estados de desequilíbrio biofísico, consolidação da relação mãe/filho, pais/filho e de reorganização do relacionamento familiar e conjugal. Com internamentos cada vez mais curtos nas unidades hospitalares de puerpério, a mulher, por vezes, não consegue assimilar todo o leque de informação que lhe é transmitida em tão curto espaço de tempo, tanto no que se refere aos seus cuidados como aos do seu filho recém-nascido. Na chegada ao domicílio, após a alta hospitalar a mulher experiencia uma situação nova que é o puerpério precoce e ser mãe de alguém que depende de si para viver. A pergunta orientadora do estudo foi: Qual a necessidade de cuidados de enfermagem no domicílio das puérperas no puerpério precoce? São objectivos desde estudo: Conhecer a necessidade de cuidados de enfermagem no domicílio das puérperas no puerpério precoce; Compreender a importância atribuída pela puérpera aos cuidados de enfermagem no domicílio. Adoptou-se uma metodologia qualitativa numa perspectiva fenomenográfica. Participaram quarenta e três puérperas que se disponibilizaram a relatar a sua experiência no domicílio no puerpério precoce...

Tristeza pós-parto - importância do diagnóstico precoce

Amorim, Sónia Patrícia Torres
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.34%
Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau Licenciada em Enfermagem; A “Tristeza pós-parto” tem vindo a merecer atenção de vários estudiosos, pois é uma alteração de humor contemporânea, que resulta do processo de adaptação da nova mãe ao papel materno e de acordo com a literatura afecta cerca de 80% das puérperas. Assim, os profissionais de enfermagem podem assumir um papel preponderante na prevenção da instalação desta alteração de humor, assim como,quando está estabelecida, prevenir que a mesma evolua para situações mais complicadas (depressão pós-parto). O presente trabalho aborda esta temática e apresenta um estudo descritivo simples, com o recurso ao método quantitativo, desenvolvido numa amostra de puérperas, que se deslocaram ao centro de saúde. Utilizou-se como instrumento de colheita de dados, um questionário que inclui uma escala que mede a propensão que cada puérpera tem em desenvolver tristeza. Os dados foram informaticamente tratados, recorrendo à análise estatística, utilizando como instrumento para o tratamento de dados estatísticos o programa Excel e estes foram apresentados em gráficos e em tabelas. Dos resultados obtidos salienta-se que: uma percentagem considerável das puérperas inquiridas respondeu já ter recorrido à toma de anti-depressivos...

Assistência de enfermagem na hemorragia pós-parto precoce

Aguiar, Ana Cláudia
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
36.37%
O trabalho foi elaborado com base na assistência de enfermagem, na principal complicação do puerpério, a hemorragia pós-parto precoce. A função do enfermeiro foi abordada considerando seus aspectos teóricos, práticos e contextualizada sóciopoliticamente. A fim de possibilitar uma compreensão e reflexão sobre o assunto aos futuros acadêmicos de enfermagem e demais interessados. Foi realizada uma revisão bibliográfica no período de março a maio do ano de 2007, as fontes utilizadas na pesquisa constaram-se de livros, revistas e artigos científicos publicados no período de 1985 a 2005. Inicialmente foi dada uma explanação teórica quanto ao conceito, causas, fatores predisponentes, avaliação, intervenção e assistência de enfermagem. Em seguida, foram apresentados dados epidemiológicos mundiais e brasileiros e também a política adotada pelo governo brasileiro e pela OMS referente a saúde e direitos da mulher. A partir do conhecimento e da visão critica a respeito da assistência de enfermagem obstétrica é que se pode esperar bons resultados no combate a mortalidade materna.

External causes and maternal mortality: proposal for classification; Causas externas e mortalidade materna: proposta de classificacao

Alves, Mercia Maria Rodrigues; Alves, Sandra Valongueiro; Antunes, Maria Bernadete de Cerqueira; Santos, Dirce Luiza Pereira dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.72%
OBJECTIVE To analyze deaths from external causes and undefined causes in women of childbearing age occurring during pregnancy and early postpartum. METHODS The deaths of 399 women of childbearing age, resident in Recife, Northeastern Brazil, in the period 2004 to 2006, were studied. The survey utilized the Reproductive Age Mortality Survey method and a set of standardized questionnaires. Data sources included reports from the Institute of Legal Medicine, hospital and Family Health Strategy records and interviews with relatives of the deceased women. External causes of death during pregnancy were classified according to the circumstance of death, using the O93 code (ICD) and maternal mortality ratios before and after the classification were calculated. RESULTS Eighteen deaths during pregnancy were identified. The majority were aged between 20 and 29, had between 4 and 7 years of schooling, were black and single parents. Fifteen deaths were classified using the O93 code as pregnancy related death (13 for homicide – code 93.7; 2 by suicide – code 93.6) and three were classified as indirect obstetric maternal deaths (one homicide – code 93.7 and two by suicide – code 93.6). There was an average increment of 35% in the RMM after classification. CONCLUSIONS Deaths from undefined causes in and in early postpartumdid not occur by chance and their exclusion from the calculations of maternal mortality indicators only increases levels of underreporting.; OBJETIVO: Analizar los óbitos por causas externas y causas mal definidas en mujeres en edad fértil ocurridos en el embarazo y en el puerperio precoz. MÉTODOS: Se estudiaron 399 óbitos en mujeres en edad fértil de Recife...

CAUSES OF EARLY WEANING IN BRAZIL; CAUSAS DE DESTETE PRECOZ EN BRASIL; CAUSAS DE DESMAME PRECOCE NO BRASIL

Sales, Cibele de Moura; Seixas, Sandra Cristina
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.46%
Literature review aiming to identify the causes of early weaning in Brazil. Sixteen research articles wereselected after search in the Virtual Health Library, Bireme, SciELO, Medline and Lilacs databases. The factors related toearly weaning were: use of pacifier, child’s hospitalization, parents’ educational level, mothers’ depressive symptoms,grandmothers’ influence, breast complications in puerperium, mothers’ beliefs and values, among others. Early detectionof risk factors to breastfeeding interruption is necessary for guidance and appropriate clinical management as well as themonitoring by health professionals of mother/son dyad during the period of exclusive breastfeeding.; Se trata de una investigación bibliográfica con el objetivo de identificar y agrupar las causas del desteteprecoz en el país. Fueron seleccionados 16 artículos de investigación encontrados a partir de investigación en la bibliotecavirtual de salud, la BVS, en bases de datos de la Bireme, SciELO, Medline y Lilacs. Los factores relacionados con el desteteprecoz encontrados fueron uso del chupete, hospitalización del niño, escolaridad materna y paterna, síntomas depresivosde la madre...