Página 1 dos resultados de 10454 itens digitais encontrados em 0.468 segundos

Deficiência Primária Da Secreção De Insulina De Ilhéus Isolados De Ratos Goto-Kakizaki, Um Modelo Animal De Diabetes Tipo 2 Não Obesa; Impaired Insulin Secretion In Isolated Islets Of Goto-Kakizaki Rats, An Animal Model Of Non Obese Type 2 Diabetes, Is A Primary Event

Seiça, Raquel M.; Suzuki, K. I.; Santos, Rosa M.; Rosário, Luís M. do
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
A deficiente secreção de insulina é factor determinante da diabetes tipo 2. Para avaliar a evolução da resposta secretora, foi feito um estudo cronológico comparativo entre ratos Wistar normais (W) e ratos Goto-Kakizaki (GK), um modelo genético de diabetes tipo 2 não obesa, da dinâmica da secreção de insulina de ilhéus de Langerhans isolados em resposta à glicose e à arginina, por técnicas de isolamento e de perfusão de ilhéus e técnica de ELISA competitiva. Foi igualmente avaliada a glicémia e a insulinémia em jejum, e a tolerância à glicose. Observámos, nos ratos W, uma moderada intolerância à glicose nas duas primeiras semanas de vida. Os ratos GK foram sempre intolerantes à glicose e com hiperglicémia e hiperinsulinémia em jejum, após o primeiro mês. Os ilhéus de ratos W foram insensíveis à glicose (11mM glicose) nas duas primeiras semanas de vida mas exibiram depois uma resposta com características bifásicas bem definidas. Os ilhéus de ratos GK foram sempre irresponsivos à glicose e não adquiriram as características bifásicas da resposta normal. A arginina induziu um aumento da secreção de insulina em qualquer idade e em ambos os modelos animais; mas a resposta dos animais diabéticos foi sempre quantitativamente inferior. Em conclusão:1) nos ratos normais...

Avaliação de várias concentrações de flúor na formação óssea ectópica em ratos jovens e velhos ; Effects of various fluoride concentrations on ectopic bone formation in young and old rats

Carvalho, Juliane Guimarães de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
O presente trabalho avaliou as concentrações de 0 (controle), 5, 15 e 50 ppm de flúor na água na indução ectópica de osso em ratos jovens (90dias) e velhos (365 dias). Para tanto, 80 ratos Wistar, sendo 40 com 90 dias e 40 com 365 dias receberam implantes de matriz óssea alógena desmineralizada. Depois de 28 dias, os animais foram mortos e os implantes radiografados e analisados morfometricamente. Também foram obtidas amostras do fêmur e plasma dos animais, para análise de flúor com o eletrodo. A análise de flúor na superfície do fêmur foi feita pelo método direto e no fêmur e no plasma foi feita após difusão facilitada por HMDS. Os dados foram analisados por ANOVA e teste de Tukey, teste t e regressão linear (p<0,05). A concentração média (±DP) de F no plasma (µg/mL) para os ratos de 90 dias foi de 0,025±0,002a, 0,037±0,007ab, 0,057±0,011b, 0,145±0,029c, na superfície do fêmur (µg/g) foi de 564±122a, 961±357ab, 1415±546bc, 3194±502c e no fêmur(µg/g) foi de 207±21a, 481±76a, 1217±188b, 2735±355c, para as concentrações de 0(controle), 5, 15 e 50 ppm, respectivamente . Para os ratos de 365 dias, a concentração de flúor no plasma (µg/mL) foi de 0,031±0,003a, 0,045±0,010ab, 0,063±0,016b...

Translocação bacteriana na isquemia-reperfusão hepática com e sem estase venosa intestinal: estudo experimental em ratos; Bacterial translocation in liver ischemia-reperfusion injury with and without intestinal venous stasis: experimental model in rats

Heijden, Karin Marie Van Der
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
Atualmente, define-se como translocação bacteriana o deslocamento de bactérias e/ou seus produtos, como as endotoxinas, da luz do TGI para sítios estéreis. A ocorrência de translocação bacteriana tem sido sugerida em diversos estudos experimentais e clínicos. Apesar de todos estes estudos sustentarem a hipótese da ocorrência de translocação bacteriana, eles não demonstram que a bactéria detectada no sangue e em sítios estéreis tem efetivamente origem no TGI do animal ou paciente. Portanto, o objetivo da primeira fase deste trabalho, consistiu no desenvolvimento de um modelo experimental que comprovasse que bactérias isoladas em sítios estéreis são realmente de origem intestinal e que pudesse posteriormente viabilizar o estudo da translocação bacteriana. Para isto, realizou-se a colonização de ratos através da inoculação, via gavagem, de solução de Enterococcus faecalis resistente a vancomicina (ERV) e E. coli produtora de Beta-lactamase de espectro estendido (ESBL). O perfil de resistência destas cepas foi utilizado como marcador. Posteriormente, este estudo avaliou a translocação bacteriana em ratos submetidos a isquemia-reperfusão hepática com e sem estase venosa intestinal, utilizando o modelo de colonização. Quarenta e seis animais foram divididos nos seguintes grupos: Grupo I (n=15) ratos submetidos a isquemia hepática e estase intestinal por 30 minutos...

Influência da idade, sexo e dos hormônios gonadais na percepção dolorosa em modelo de dor neuropática em ratos; Influence of age, sex and gonadal hormones on pain perception in neuropathic pain model in rats

Palmeira, Claudia Carneiro de Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.90221%
Os fatores idade e sexo modificam a experiência dolorosa em animais e seres humanos. Os efeitos dos hormônios gonadais têm sido estudados em diversos modelos experimentais de dor, no entanto, o efeito do envelhecimento na percepção à dor carece de mais investigação. O efeito do envelhecimento na dor neuropática ainda não está bem estabelecido. Neste estudo se procurou avaliar possíveis variações na percepção da dor da hiperalgesia mecânica, em função da idade, presença e ausência de hormônios gonadais e sexo em ratos Wistar machos e fêmeas, jovens e idosos no modelo de dor neuropática, ligadura da quinta raiz lombar. Os animais foram divididos nos seguintes grupos: ratos jovens orquiectomizados e não-orquiectomizados, ratos idosos orquiectomizados e não-orquiectomizados, ratas jovens ooforectomizadas com ou sem reposição de 17beta-estradiol e ratas idosas. Foi testado o limiar de retirada da pata após estímulo mecânico antes da ligadura e no 7º, 14º, 21º e 28o dias após a ligadura. Os resultados mostraram que todos os animais apresentaram comportamento hiperalgésico após ligadura da quinta raiz lombar durante os 28 dias de observação. A hiperalgesia ocorreu independentemente do sexo do animal...

Estudo das alterações morfofuncionais cardíacas secundárias ao enfisema pulmonar induzido por elastase pancreática de porco em ratos diabéticos; Study of morphofunctional cardiac changes secondary to pulmonary emphysema induced by porcine pancreatic elastase in Diabetic Rats

Di Petta, Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
Introdução: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) está freqüentemente associada a comorbidades crônicas como a doença cardiovascular, o diabetes mellitus e a hipertensão. O presente estudo tem por objetivo investigar as alterações morfológicas e funcionais no coração secundárias ao enfisema pulmonar em ratos diabéticos. Métodos: Ratos Wistar machos adultos (200 ± 20 g, n = 36) foram destinados à avaliação ecocardiográfica, análise morfométrica do coração e pulmões e análise da taxa de sobrevida. O diabetes mellitus foi induzido por aloxana (42 mg/kg, iv) 10 dias antes da indução do enfisema pulmonar por instilação de elastase (0,25 UI/100 g de peso corpóreo). Um grupo de ratos diabéticos recebeu tratamento com insulina NPH (4 UI antes da elastase, seguido de 2 UI/dia, 50 dias). Os experimentos foram realizados 50 dias após a instilação. Resultados: Ratos diabéticos e respectivos controles instilados com elastase apresentaram aumentos similares no diâmetro médio alveolar, cujos valores correlacionam-se positivamente com aumentos na espessura da parede (p=0,0022), na área da cavidade (p=0,0001) e espessura dos cardiomiócitos (p=0,0001) do ventriculo direito (VD). Ratos tornados diabéticos por injeção de aloxana exibiram redução na espessura da parede do ventrículo esquerdo (VE)...

A inibição da enzima dipeptidil peptidase IV  melhora a função cardiorrenal de ratos com insuficiência cardíaca; Dipeptidyl peptidase IV inhibition ameliorates cardiorrenal function of heart failurerats

Arruda Junior, Daniel Francisco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.961653%
Dados recentes do nosso laboratório sugerem que a enzima dipeptidil peptidase IV (DPPIV), uma serino-protease que pode ser encontrada ancorada na membrana celular de diversos tipos celulares ou na forma solúvel no plasma, possui um papel importante na fisiopatologia da insuficiência cardíaca (IC). Mais especificamente, demonstramos que a atividade da DPPIV circulante está associada com piores desfechos cardiovasculares em modelo experimental e pacientes com IC. Ademais, observamos que a inibição crônica da DPPIV atenua o desenvolvimento e/ou a progressão da IC em ratos submetidos à injúria do miocárdio. Entretanto, não é sabido se a inibição desta peptidase é capaz de reverter a disfunção cardiorrenal em ratos com IC estabelecida. Assim, este trabalho teve como objetivo testar a hipótese que a inibição da DPPIV exerce efeitos terapêuticos em ratos com IC. Para tal, ratos com IC foram tratados diariamente com o inibidor da DPPIV Vildagliptina (80 ou 120 mg/kg/dia) ou veículo (HF) durante quatro semanas. Ratos Sham não-tratados foram utilizados como controle. Análises ecocardiográficas demonstraram que ratos HF exibiram área fracional (FAC) menor e tempo de relaxamento isovolumétrico (TRIV) maior que ratos Sham. Por sua vez...

Efeitos da hipertensão renovascular sobre a função reprodutiva de ratos machos Wistar

Breigeiron, Marcia Koja
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.90221%
O presente estudo investiga a função reprodutiva de ratos machos com hipertensão induzida pelo modelo dois-rins, um-clipe (2R/1C), e de ratos 2R/1C normotensos devido ao tratamento com o bloqueador de canais de Ca2+ nifedipina. O aumento da AngII periférica/central é característico do modelo 2R/1C. Parâmetros de comportamento sexual (latência e freqüência de monta com intromissão, latência de ejaculação e duração do intervalo pós-ejaculatório) e de espermatogênese (quociente espermático e trânsito epidimário), e hormônios plasmáticos (LH, FSH, PRL e testosterona) foram utilizados para a avaliação da função reprodutiva dos animais. Noventa e nove ratos Wistar foram utilizados neste estudo, divididos em seis grupos: 2R/1C- ratos com hipertensão induzida pelo modelo 2R/1C; FICT- ratos com cirurgia fictícia; 2R/1C+V- ratos 2R/1C que usaram veículo; 2R/1C+N- ratos 2R/1C que foram tratados com nifedipina; FICT+V- ratos FICT que usaram veículo; FICT+N- ratos FICT que foram tratados com nifedipina. Os animais permaneceram “clipados” na artéria renal durante vinte e oito dias. O tratamento oral com nifedipina (10mg/kg/rato) foi iniciado no primeiro dia após o “clipamento” da artéria renal. O comportamento sexual foi registrado por vídeo e a pressão arterial média (PAM) foi aferida por cateter inserido na artéria femoral. Após o registro de PAM...

Desenvolvimento de modelo de malária experimental em ratos wistar e avaliação da influência da infecção no perfil farmacocinético e na distribuição tecidual da quinina

Pedroni, Helen Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
Objetivos: Desenvolver modelo de malária experiemtnal em ratos Wistar e avaliar a influência da infecção noperfil farmacocinético e na distirbuição tecidual da quinha (QN) Metodologia: No desenvolvimento da infecção exerimental de ratos Wistar por Plasmodium berghei foram testados diferente inóculos pela via i.v. e i.p. em diferentes idades. A adequabilidade do protocolo proposto foi avaliada utilizando cloroquina. Neste modelo, as doses efetivas da QN foram estabelecidas após administração oral, utilizando protocolo de tratamento padronizado. Os perfis famacocinéticos da QN após administração i.v. de 50 mg/kg a ratos sadios e oral de 250 mg/kg a ratos sadios e infectados por P. berghei, com baixa e alta parasitemia, foram avaliados após quantificação da QN através de metodologia por cromatografia em líquido de alta eficiência validada. A distribuição hepática e muscular do fármaco emr atos sadios e com alta parasitemia foi avaliada por microdiálise. Resultados e Discussão: O protocolo para desenvolver malária experimental em ratos Wistar utiliando inoculação i.v. de 10ª hemáceas parasitas por P. berghei em animais de 5 semanas mostrou-se adequado quando testado com cloroquina. As doses de QN de 50 e 250 mg/kg foram efetivas na cura da malária experimental. Após adminsitração i.v. de QN a ratos sadios...

Investigação sobre o comportamento alimentar na vida adulta de ratos submetidos a regime de superalimentação no período de lactação

Portella, André Krumel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
Alimentação hedônica e homeostática são fatores independentes envolvidos no desenvolvimento da obesidade. Apesar de já se saber que a superalimentação precoce altera a alimentação não hedônica na vida adulta, pouco se sabe sobre seu impacto sobre a preferência por alimentos doces. O objetivo deste trabalho foi o de verificar o comportamento alimentar de ratos superalimentados no período de lactação, com foco principalmente no comportamento alimentar hedônico, e correlacionar com o funcionamento do sistema dopaminérgico mesolímbico, que sabidamente está envolvido na sua regulação. Ninhadas de ratos foram reduzidas a 4 filhotes (ninhada pequena - SL) ou 8 filhotes (ninhada normal - NL) no dia 1 de vida. O desmame ocorreu no dia 21, e todos os testes foram realizados a partir do dia 84 de vida. O consumo de ração foi realizado em condições basais, em resposta à jejum de 24h, na presença de comida palatável (doce), durante isolamento social, e em resposta ao teste de pinçamento da cauda (tail-pinch). Antes de testados com alimento doce, os ratos foram habituados a esse alimento. Locomoção foi aferida em um aparato automatizado. A Área Tegmentar Ventral (VTA) e o Núcleo Accumbens (Acc) foram dissecados a partir de microfatias congeladas. Tecido muscular foi dissecado e processado para medida da fosforilação de AKT (p-AKT) em resposta à insulina. AKT...

As origens e a evolução histórica do cultivo da melancia no município de Arroio dos Ratos - RS

Lima, Letícia de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.886616%
O desenvolvimento das atividades agrícolas foi fundamental para a economia do município de Arroio dos Ratos, após a paralisação da extração carbonífera, na primeira metade do século XX. O cultivo da melancia foi uma das práticas agrícolas mais importantes, e gradativamente foi alcançando resultados promissores, desde os primeiros produtores, cujas origens estão pautadas na agricultura familiar até chegar aos produtores de lavouras comerciais. O surgimento e a evolução do cultivo da melancia, a partir da compreensão da evolução dos Sistemas Agrários locais, fornecem uma dimensão cronológica da história agrária local, relevante para a inserção de Arroio dos Ratos ao título de capital estadual da melancia. O entendimento a cerca da temática baseia-se num estudo de campo, com utilização de entrevistas não - estruturadas, procurando destacar todos os segmentos que diretamente contribuíram para tornar a melancia o carro – chefe da economia local e de referências bibliográficas. Compreender os fatores e os condicionantes que permitiram o surgimento e a expansão do cultivo de melancia em Arroio dos Ratos é perceber de que maneira os atores sociais estiveram envolvidos no processo, a atuação dos gestores e das políticas públicas para a valorização da produção. As perspectivas e potencialidades para a produção de melancia em Arroio dos Ratos...

Alterações vasculares em ratos obesos por dieta rica em gordura: papel da Via L-arginina/NO Endotelial

Nascimento, Thiago Bruder; Baptista, Rafaela de Fátima Ferreira; Pereira, Priscila Cristina; Campos, Dijon Henrique Salomé; Leopoldo, André Soares; Leopoldo, Ana Paula Lima; Oliveira Júnior, Silvio A.; Padovani, Carlos Roberto; Cicogna, Antônio Carlo
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 40-45
Português
Relevância na Pesquisa
36.886616%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 07/57495-0; Processo FAPESP: 07/59747-7; FUNDAMENTO: Mecanismos subjacentes a anormalidades vasculares na obesidade ainda não estão completamente esclarecidos. OBJETIVO: Foi avaliada a via do óxido nítrico/L-arginina na resposta vascular de ratos obesos por dieta rica em gordura, enfocando as células endoteliais e do músculo liso. MÉTODOS: Ratos com 30 dias de vida foram divididos em 2 grupos: controle (C) e obeso (OB, ratos sob dieta rica em gordura por 30 semanas). Após 30 semanas, foram registrados o peso corporal, índice de adiposidade, pressão arterial e perfis metabólicos e endócrinos dos animais. Foram obtidas curvas para noradrelanina na ausência e presença de inibidor de óxido nítrico sintase (L-NAME, 3x10-4M) em aorta torácica intacta e com desnudamento em ratos C e OB. RESULTADOS: As medidas de peso corporal, índice de adiposidade, leptina e insulina aumentaram nos ratos OB, enquanto a pressão arterial permaneceu inalterada. A obesidade também produziu tolerância à glicose e resistência à insulina. A reatividade à noradrenalina da aorta intacta foi similar em ratos C e OB. A presença de L-NAME produziu um aumento similar nas respostas máximas...

Efeito do L-Name na expressão de iNOS, MPO e na perda óssea alveolar em ratos diabéticos com periodontite experimental

Gomes, Débora Aline Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 104 f. : il. + Anexo
Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
Pós-graduação em Odontologia - FOAR; Mediadores inflamatórios como mieloperoxidase (MPO) e óxido nítrico (NO) participam do processo inflamatório da doença periodontal e na associação ao diabetes. Inibidores da Óxido Nítrico Sintase (NOS), como o L-NAME têm sido administrados na tentativa de minimizar danos teciduais decorrentes da inflamação. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do L-NAME sobre os níveis da isoforma induzível de óxido nítrico (iNOS), sobre a perda óssea alveolar e sobre os níveis de mieloperoxidase (MPO) em ratos diabéticos com periodontite induzida. Foram utilizados 192 ratos divididos em grupos de 24 animais cada: grupo C: Controle com ingestão de água; grupo C-L: Controle com ingestão de LNAME; grupo D: Ratos diabéticos com ingestão de água; grupo D-L: Ratos diabéticos com ingestão de L-NAME; grupo P: Ratos com periodontite experimental e ingestão de água; grupo P-L: Ratos com periodontite experimental e ingestão de L-NAME; grupo DP: Ratos diabéticos com periodontite experimental e ingestão de água; e grupo DP-L: Ratos diabéticos com periodontite experimental e ingestão de L-NAME. O sacrifício dos animais foram realizados aos 3,7,15,e 30 dias após a indução da periodontite experimental. Foram realizadas análises da taxa glicêmica...

Fatores genéticos e ambientais envolvidos com o consumo de Etanol e seus possíveis correlatos comportamentais nas linhagens de ratos lewis e shr

Oliveira, Ligia Fuhrmann Gonçalves de
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 75
Português
Relevância na Pesquisa
36.937437%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.; O alcoolismo tem etiologia complexa, onde a participação de fatores genéticos é bem estabelecida. Estudos clínicos sugerem que existam diversas comorbidades presentes conjuntamente com o alcoolismo. As linhagens de ratos Lewis (LEW) e SHR diferem em relação a diversos modelos de ansiedade e de consumo de etanol. Assim, nosso estudo avaliou alguns fatores comportamentais e farmacológicos que podem estar envolvidos com o controle do consumo de etanol nestes animais. No primeiro bloco experimental (PBE), 44 ratos LEW e SHR (11/linhagem/sexo), isolados em gaiolas individuais com 8-9 semanas de idade, foram submetidos aos testes comportamentais de preferência de lugar (PL); campo aberto (CA); labirinto em cruz elevado (LCE); armazenamento de comida (AC); consumo de sacarina, quinino e etanol; e perda do reflexo postural (PRP) em resposta ao etanol, com coleta de sangue no momento da recuperação do reflexo. No segundo bloco experimental (SBE), avaliamos o efeito do isolamento social (IS) sobre o comportamento destas duas linhagens. Para isso, um grupo foi mantido em condições normais de agrupamento (4 animais/caixa) e outro foi submetido ao IS (1 animal/caixa) a partir de 8 semanas de idade (N=8/linhagem/sexo/tratamento). Posteriormente...

Avaliação ecocardiográfica evolutiva do infarto do miocárdio em ratos jovens e adultos

Pabis,Francisco Cesar; Miyague,Nelson Itiro; Francisco,Julio César; Woitowicz,Vinícius; Carvalho,Katherine Athayde Teixeira de; Faria-Neto,José Rocha; Moisés,Valdir Ambrósio; Guarita-Souza,Luiz César
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
FUNDAMENTO: A regeneração dos cardiomiócitos após o infarto do miocárdio (IM) é mais evidente em animais jovens; entretanto, não se sabe se é acompanhada de melhora funcional. OBJETIVO: Realizar a análise funcional pela ecocardiografia (eco) de ratos jovens e adultos submetidos a IM. MÉTODOS: Setenta e dois animais foram incluídos no estudo: 35 ratos jovens (grupo J) com 28 dias, e 37 ratos adultos (grupo A) com 153 dias. Os ratos foram subdivididos em dois subgrupos: infartado (JI e AI) e controle (JC e AC). Os animais foram avaliados por meio de ecocardiograma no 7º e 30º dias de pós-operatório para análise da fração de ejeção (FE) e dos volumes sistólico (VSF) e diastólico (VDF) finais do ventrículo esquerdo. Foram incluídos no grupo de estudo somente animais com FE menor que 40%. RESULTADOS: Na comparação dos VDF e VSF entre infartados e controles, observou-se aumento significativo nos animais adultos infartados nas duas fases analisadas. Nos animais jovens, apenas o VSF, no 7º dia, foi significativamente maior. Na evolução intragrupo, observou-se aumento do VDF e do VSF nos dois subgrupos jovens, proporcional ao crescimento, e somente aumento do VDF no grupo adulto infartado. Houve melhora da FE nos ratos jovens...

Alterações vasculares em ratos obesos por dieta rica em gordura: papel da Via L-arginina/NO Endotelial

Nascimento,Thiago Bruder; Baptista,Rafaela de Fátima Ferreira; Pereira,Priscila Cristina; Campos,Dijon Henrique Salomé; Leopoldo,André Soares; Leopoldo,Ana Paula Lima; Oliveira Júnior,Silvio A.; Padovani,Carlos Roberto; Cicogna,Antônio Carlos; Cordel
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.886616%
FUNDAMENTO: Mecanismos subjacentes a anormalidades vasculares na obesidade ainda não estão completamente esclarecidos. OBJETIVO: Foi avaliada a via do óxido nítrico/L-arginina na resposta vascular de ratos obesos por dieta rica em gordura, enfocando as células endoteliais e do músculo liso. MÉTODOS: Ratos com 30 dias de vida foram divididos em 2 grupos: controle (C) e obeso (OB, ratos sob dieta rica em gordura por 30 semanas). Após 30 semanas, foram registrados o peso corporal, índice de adiposidade, pressão arterial e perfis metabólicos e endócrinos dos animais. Foram obtidas curvas para noradrelanina na ausência e presença de inibidor de óxido nítrico sintase (L-NAME, 3x10-4M) em aorta torácica intacta e com desnudamento em ratos C e OB. RESULTADOS: As medidas de peso corporal, índice de adiposidade, leptina e insulina aumentaram nos ratos OB, enquanto a pressão arterial permaneceu inalterada. A obesidade também produziu tolerância à glicose e resistência à insulina. A reatividade à noradrenalina da aorta intacta foi similar em ratos C e OB. A presença de L-NAME produziu um aumento similar nas respostas máximas, mas um desvio maior à esquerda das respostas nas aortas intactas dos ratos C em relação aos ratos OB [EC50 (x10-7M): C = 1...

Efeito protetor da acetamida sobre as intoxicações experimentais em ratos por monofluoroacetato de sódio e por algumas plantas brasileiras que causam morte súbita

Peixoto,Tiago C.; Oliveira,Laura I.; Caldas,Saulo A.; Catunda Junior,Francisco E.A.; Carvalho,Mário G.; França,Ticiana N.; Peixoto,Paulo V.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.946448%
O objetivo deste trabalho é avaliar e comparar o efeito protetor da acetamida nas intoxicações por monofluoroacetato de sódio (MF) e por oito plantas brasileiras que causam "morte súbita" (PBCMS) (Palicourea marcgravii, P. juruana, Pseudocalymma elegans, Arrabidaea bilabiata, Amorimia (Mascagnia) rigida, M. pubiflora, Amorimia (Mascagnia) exotropica e M. aff. rigida) em ratos, bem como descrever o quadro clínico-patológico nos animais intoxicados. Foram utilizados 33 ratos da linhagem Wistar (Rattus norvegicus albinus), nove dos quais ingeriram espontaneamente folhas frescas de P. marcgravii nas doses de 2,0 e 4,0g/kg. Dois desses ratos receberam doses únicas de acetamida de 2,0 e 4,0g/kg, por via oral um minuto antes do fornecimento da planta. Outro rato recebeu 4,0g/kg de acetamida após ingerir 4,0g/kg da planta e manifestar sintomas graves. Nos experimentos com MF, foram administradas a quatro ratos doses de 4,0 e 8,0mg/kg; o intervalo de tempo entre a administração da acetamida e dos extratos concentrados ou do MF variou entre 2 a 4 horas. A dose de acetamida utilizada variou de 2,0 a 8,0g/kg. Nos experimentos com extratos concentrados das oito PBCMS, 20 ratos foram intoxicados por via oral com doses únicas ou repetidas. A acetamida...

Modelo de carcinogênese gástrica utilizando piloroplastia de Finney: estudo experimental em ratos

Kaminski,Eliane de Marco Ferreira; Kruel,Cleber Dario Pinto
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
RACIONAL: O refluxo duodenogástrico tem sido implicado como potencial carcinógeno para o estômago e esôfago e é um dos fatores que podem explicar o desenvolvimento de câncer no coto gástrico. Modelos experimentais de carcinogênese no estômago ressecado ou nas gastrojejunoanastomoses estão bem definidos. OBJETIVOS: Desenvolver um modelo experimental de carcinogênese gástrica através de piloroplastia à Finney, avaliar a influência da ingestão de nitrito de sódio nesse modelo, analisar as concentrações de ácidos biliares e o valor do pH gástrico. MÉTODOS: Foram operados 110 ratos Wistar divididos em quatro grupos: Grupo I (15 ratos) submetidos à laparotomia (grupo Sham); Grupo II (15 ratos) submetidos à laparotomia (Sham) e à ingestão de nitrito de sódio na água de beber; Grupo III (40 ratos) submetidos à piloroplastia à Finney; Grupo IV (40 ratos) submetidos à piloroplastia à Finney e à ingestão de nitrito de sódio na água de beber. Após 50 semanas da operação, os ratos foram sacrificados, coletadas amostras de suco gástrico para análise do pH, dosagem dos ácidos biliares, e realizada análise histológica. RESULTADOS: A mortalidade pós-operatória imediata foi de 9% e, ao longo do experimento...

Transplante intraportal por via percutânea de células-tronco da medula óssea em ratos cirróticos: exequibilidade e eficácia

Bettio, Jurandi A.
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.868242%
Introdução: Evidências crescentes têm demonstrado que o transplante de células-tronco pode tornar-se uma terapia eficaz em hepatopatias. A injeção sistêmica de células-tronco tem demonstrado que um percentual significativo dessas células fica retido no pulmão e no baço. Assim, a punção percutânea da veia porta orientada por ultrassonografia com Doppler colorido, em ratos, para administração de células-tronco apresenta-se como uma alternativa. O objetivo deste estudo foi avaliar a exequibilidade da técnica de punção percutânea da veia porta e a eficácia do transplante intraportal de células mononucleares de medula óssea em ratos com cirrose induzida. Metodologia: Para a execução do experimento, foram selecionados 24 ratos fêmeas da raça Wistar com cirrose induzida através da ligadura do ducto biliar. Quatorze dias após a ligadura, os animais foram preparados com tricotomia abdominal, sedação e orientação do procedimento por ecografia abdominal com Doppler colorido para facilitar a localização da veia porta. A fração mononuclear obtida da medula óssea de ratos machos doadores foi infundida utilizando uma agulha de gauge 30, com punção direta pela parede abdominal por via transhepática até a veia porta...

Efeito da angiotensina-(1-7) livre ou incorporada ? ciclodextrina e do an?logo n?o pept?tico ave-0991 sobre a ere??o peniana de ratos.

Batista, Kamila Felipe
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Farmac?uticas. CIPHARMA, Escola de Farm?cia, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Farmac?uticas. CIPHARMA, Escola de Farm?cia, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.90221%
A ere??o peniana ? resultado da complexa intera??o nervosa central e perif?rica que induz mudan?as nos tecidos er?teis penianos. O mecanismo da ere??o inicia com o aumento da atividade parassimp?tica com libera??o de neurotransmissores vasodilatadores levando ao relaxamento do m?sculo liso peniano e arteriolar. Esse relaxamento permite um aumento do influxo sangu?neo peniano e da press?o intracarvernosa e consequente rigidez peniana. O NO ? o principal neurotransmissor vasodilatador respons?vel pela dilata??o peniana. Dados anteriores do nosso grupo mostraram que o pept?deo Ang-(1-7) apresenta efeito pr?-er?til devido a vasodilata??o do tecido peniano com libera??o do NO. Este estudo tem como objetivo comparar o efeito pr?-er?til da Ang-(1-7) livre, da Ang-(1-7) incorporada ? ciclodextrina [HP?CD/Ang-(1-7)] e de seu an?logo n?o-pept?dico AVE 0991. Visa ainda avaliar a participa??o do receptor Mas, por meio de bloqueio competitivo com o pept?deo A-779 em ratos Wistar machos de 270-300g. Para isso foram utilizadas duas metodologias: a avalia??o da resposta er?til, em ratos conscientes, atrav?s do modelo de ere??o induzido por apomorfina e avalia??o do ?ndice de ere??o induzidos por estimula??o ganglionar em ratos anestesiados. Em ratos conscientes...

Análise quantitativa do envelhecimento renal em ratos : estudo estereológico

Melchioretto, Eduardo Fellippe
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 55f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.90221%
Orientador: Prof. Dr. Rogério de Fraga; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa: Curitiba, 08/05/2015; Inclui referências; Área de concentração : Clínica cirurgia; Resumo: Introdução: O envelhecimento é um processo inevitável, complexo e que culmina na redução funcional de quase todos os órgãos e sistemas. Os rins são órgãos responsáveis pela manutenção da homeostase do organismo. Embora identifiquemos os processos fisiológicos envolvidos em seu envelhecimento, os mecanismos pelos quais estes eventos ocorrem permanecem desconhecidos. Objetivo: Avaliar a função renal e as alterações histológicas renais por meio da estereologia e morfometria em ratos submetidos ao processo natural de envelhecimento. Métodos: Estudo experimental utilizando 72 ratos Wistar, divididos em 6 grupos com 12 animais. Cada grupo foi sacrificado em uma idade diferente: 3, 6, 9, 12, 18 e 24 meses. Após a eutanásia, foi realizada nefrectomia direita, análise estereológica e morfométrica do tecido renal (volume e peso renal, densidade de volume (Vv[glom]) e densidade numérica (Nv[glom]) dos glomérulos renais e volume médio (Vol[glom]) glomerular) e também foi avaliada a função renal pela dosagem de creatinina e uréia séricas. Resultados: Houve decréscimo da função renal significativa nos ratos mais velhos. O peso renal foi menor nos animais do grupo de 3 meses (média de 1...