Página 1 dos resultados de 1295 itens digitais encontrados em 0.038 segundos

A estratégia e o empreendedorismo : o caso de uma microempresa

Oliveira, Joana Beatriz Carriço de
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
75.84%
Na busca pelo sucesso e na procura de boas oportunidades a gestão estratégica torna- -se imprescindível para apoiar a tomada de decisão. Contundo, em mercados altamente dinâmicos e tendo em conta os seus recursos e capacidades, a organização tem de sonhar e criar novas iniciativas. Isto é, será necessário que as organizações sejam empreendedoras para alcançar vantagem competitiva. É entre a essência destes dois conceitos que nasce o tema deste relatório, de modo a traduzir os serviços empresariais da Stratbond Consulting Lda., que pretendem “contribuir para transformar a gestão organizacional em algo sublime, gratificante e eticamente responsável.” Assim, juntamente com o cliente, com o conhecimento qualificado dos seus profissionais e através de diversas metodologias e ferramentas estratégicas, ajuda a desenvolver as soluções adequadas a cada desafio. Deste modo, este relatório de estágio faz todo o sentido, por exprimir os objetivos e o contacto com esta atividade ao longo desta etapa curricular. Fica ainda a esperança de que o mundo empresarial seja educado para aproximar a estratégia aos empreendedores portugueses, e que vejam nela uma das linhas para a criação de valor.; Relatório de estágio do mestrado em Gestão...

Sistemas locais de apropriação dos recursos e suas implicações para projetos de manejo comunitário: um estudo de caso numa comunidade tradicional da floresta nacional do Tapajós - PA.; Local resource use e tenure system and their implication to community management projects: a case study in traditional community in the tapajós national forest.

Freire, Renata Mauro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2002 Português
Relevância na Pesquisa
65.86%
O objetivo desta dissertação é analisar, a partir de um estudo de caso em uma comunidade tradicional da FLONA do Tapajós, os sistemas locais de apropriação e uso dos recursos e suas implicações para os projetos de manejo comunitário. Foram utilizados métodos convencionais e participativos, com ênfase no mapeamento comunitário. Em geral, os projetos de manejo comunitário assumem que as populações rurais, sob regime de propriedade comum, manejam de forma coletiva todos os recursos. Entretanto, existe um gradiente de apropriação e uso dos recursos, que vai desde o acesso aberto, uso comum até o uso individual. Também concebem as comunidades rurais como unidades sociais indiferenciadas, sem diversidade de interesses e necessidades. Partindo desses pressupostos, os projetos tendem a idealizar a alocação dos recursos como sendo coletivistas, ou seja, todos os moradores de uma mesma comunidade teriam capacidades iguais de poder e recursos. Seguindo essa lógica, muitas intervenções são planejadas visando o uso coletivo dos recursos, quando na realidade existem regras locais e variáveis sociais como: origem das famílias, parentesco, etnicidade, religião, idade e relações de gênero; que definem a apropriação dos recursos e a organização do trabalho nestas comunidades. No caso de Piquiatuba...

Influência da gestão socioambiental no desempenho da eco-inovação empresarial; Influence of social and environmental management in the performance of corporate eco-innovation abstract

Galvão, Henrique Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
75.95%
O presente estudo objetivou entender a influência das práticas de gestão socioambientais para o desempenho da eco-inovação empresarial. Para tanto, desenvolveu-se, numa primeira fase, pesquisa bibliográfica que permitiu construir o modelo teórico da pesquisa baseado nas práticas para programas e objetivos para a sustentabilidade, recursos e capacidades, cooperação com stakeholders, inovação ambiental em processos e no desempenho eco-inovador da competência organizacional, em eco-inovação em processos e em eco-inovação em produtos. Com base nesses temas, o estudo pretendeu responder a seguinte questão: qual a relação entre a adoção das práticas de gestão socioambientais orientadas para a sustentabilidade e o desempenho da eco-inovação nas indústrias? A segunda fase do estudo envolveu pesquisa de campo com 95 empresas do setor industrial, associadas ao CIESP e localizadas nas regiões do Vale do Paraíba e Alto Tietê, no Estado de São Paulo. Os dados quantitativos foram obtidos por meio da aplicação de um questionário a respeito da intensidade da adoção das práticas de gestão socioambientais para a sustentabilidade. Análises posteriores foram feitas com o uso das técnicas estatísticas descritivas e de correlações e com o uso da técnica de modelagem de equações estruturais...

Estratégia socioambiental baseada em recursos e ambiguidade causal : estabelecendo a relação teórico-empírica

Sousa Filho, José Milton de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.09%
O presente estudo trata da “Estratégia Socioambiental Baseada em Recursos e seu Impacto na Criação de Ambiguidade Causal” e se propôs a responder a seguinte pergunta de pesquisa: Qual a relação entre estratégia socioambiental baseada em recursos e ambiguidade causal? Mais especificamente, trata criação de ambiguidade causal através da estratégia socioambiental baseada em recursos e capacidades, desta forma, faz sentido teórico considerar a ambiguidade causal como variável dependente, sendo as capacidades socioambientais variáveis independentes (preditoras). Nessa linha, as capacidades baseadas em recursos socioambientais possuem as características causalmente ambíguas preconizadas por Reed e DeFillippi (1990), a saber, tacitividade, complexidade e especificidade. Tais características são essenciais para que o recurso ou capacidade tenha o potencial de gerar ambiguidade causal. Com base no referencial teórico foi estabelecido quais recursos e capacidades tem estreita ligação com as questões socioambientais, ao mesmo tempo em que possuem características causalmente ambíguas. Assim, os seguintes recursos e capacidades emergiram do campo teórico, (a) orientação socioambiental, (b) engajamento com stakeholders...

Análise de recursos e capacidades em empresas de serviços profissionais: análise comparativa em escritórios de arquitetura paulistas consolidados

Perez, Ana Paula Wey
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
76.02%
O mercado de arquitetura atende a um nicho específico de pessoas de poder econômico e gosto, ou seja, é uma atividade de luxo, que conta com uma concorrência acirrada. O presente trabalho tenta entender como alguns escritórios de arquitetura, mesmo diante de tais barreiras, conseguem se sobressair perante outros. O projeto tenta identificar quais os recursos e capacidades mais relevantes dentro desses escritórios de arquitetura de sucesso. O estudo está centrado na teoria dos recursos (RBV) e nos conceitos relativos a empresas de serviços profissionais. A metodologia utilizada foi qualitativa, através de estudo exploratório com coleta de dados realizada por meio de entrevista semiestruturada, seguida de uma análise comparativa. Os escritórios de arquitetura foram selecionados por um painel com os critérios de sucesso, elaborado a partir de entrevistas com especialistas do mercado de arquitetura. Os resultados mostraram a relação entre a dimensão dos escritórios escolhidos (número de arquitetos, de projetos em andamento e de obras concluídas) e os recursos e as capacidades encontrados (o papel da liderança, a centralização da criação, a prospecção, a gestão do escritório e a terceirização).; The architecture´ market takes care of a specific type of people with economic power and taste...

A GESTÃO ESTRATÉGICA E A TEORIA DOS RECURSOS E CAPACIDADES NA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU E NA UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ

Andrade, Arnaldo Rosa de; Noriler, Ida Luciana Martins
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.11%
A formulação de estratégias tem sido, comumente, levada a cabo a partir da consideração das condições do ambiente externo e, sobretudo, da análise do setor em que a empresa está inserida. De acordo com este enfoque, o exame das influências do meio externo caracteriza-se como o principal instrumento de apoio à obtenção de informações necessárias para que se possam definir os rumos possíveis para o alcance dos resultados pretendidos pela organização. Assim, a análise das possíveis conjunturas e ameaças futuras, com o objetivo de explorá-las ou combatê-las respectivamente, constitui o cerne da maior parte dos trabalhos que tratam deste tema. Surge recentemente, uma abordagem alternativa, denominada de teoria dos recursos e capacidades (enfoque interno ou análise interna). Esta teoria propõe que a formulação de estratégias deve ocorrer a partir do potencial dos recursos e das capacidades internas da empresa, e não a partir da análise externa. Portanto, ainda que a abordagem do enfoque externo seja predominante na literatura especializada em estratégia, a mesma vem sendo confrontada pela teoria dos recursos e capacidades. Quando se trata de instituições universitárias, pode-se dizer que estas se diferenciam das organizações empresarias porque possuem características próprias...

A Teoria dos Recursos e Capacidades Como Base Para a Gestão de Universidades

Andrade, Arnaldo Rosa de
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.09%
Na literatura administrativa predominam as abordagens que consideram que a chave do êxito das organizações reside na sua adaptação às condições do ambiente externo. Deste modo, a análise ambiental tem sido considerada como um dos principais “elementos chave” para a obtenção das informações necessárias para se definir o curso de ação que possa conduzir a organização ao alcance dos resultados desejados. Assim, de acordo com este enfoque, as estratégias devem ser formuladas principalmente a partir do desenvolvimento de uma sistemática de análise do ambiente externo com a finalidade de buscar o máximo de informações possível a respeito das condições ambientais que constituem o cenário no qual a organização está inserida e o relacionamento entre ambos (organização-ambiente). Embora este entendimento seja largamente difundido e aceito pela maioria dos executivos e estudiosos da área da administração estratégica, ele vem sendo confrontado pela teoria dos recursos e capacidades. Esta teoria propõe uma visão alternativa segundo a qual as estratégias devem ser formuladas a partir do “estoque” de recursos e capacidades internos da organização, e não a partir da análise do meio externo.Com o intuito de iniciar um debate sobre a aplicação desta nova tendência no mundo universitário...

Como ter sucesso usando as vantagens sustentáveis do território em proveito próprio : o caso Queijos Matias

Santos, J. Freitas; Ribeiro, J. Cadima
Fonte: Princípia Editora Publicador: Princípia Editora
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
65.82%
Que recursos e capacidades locais devem as pequenas empresas localizadas em territórios economicamente frágeis mobilizar para se manterem competitivas? O que devem fazer para se inserir num mundo onde os negócios se processam cada vez mais a uma escala internacional? Terão as políticas de desenvolvimento regional algum papel a desempenhar no sentido de tornar estas empresas mais competitivas? Através do estudo de caso de uma empresa de produção e comercialização de queijos Serra da Estrela (Denominação de Origem Protegida) procura-se ilustrar não só os contributos do território onde a empresa está inserida para o seu sucesso, mas também as dificuldades acrescidas colocadas pela sua pequena dimensão (seis pessoas ao serviço) quando se trata de enfrentar a concorrência global e os riscos de se estar localizado numa região do interior do país (Seia, Beira Interior).; What resources and capabilities should small companies located in less developed areas mobilize to keep their competitiveness? What should they do to fit into a world where businesses are increasingly conducted at an international scale? Should the regional development policies play a role in turning these companies more competitive? Through the study of the case of a Portuguese firm producing and selling Serra da Estrela cheese (Protected Designation of Origin)...

A perspetiva estratégica dos recursos humanos em empresas multinacionais numa abordagem dos recursos e capacidades

Rodrigues, Paula do Carmo
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
76%
Este estudo tem como objetivo analisar a estratégia de recursos humanos no desenvolvimento de capacidades nas empresas a partir da resource-based view (RBV). Neste sentido, foi feita uma revisão da literatura sobre os estudos relativos à RBV, principais contribuições e desenvolvimentos da teoria, dado que a RBV tem tido um grande interesse no pensamento estratégico e conhecimento organizacional, como sendo um recurso estratégico de vantagem competitiva sustentável. Para alcançar o objectivo de estudo foi adotada uma metodologia qualitativa por meio do estudo de caso múltiplos em empresas multinacionais. Os dados foram recolhidos através visitas às empresas, de entrevistas semi-estruturadas com questões abertas e observação directa, sendo posteriormente analisados e tratados com o apoio do software WebQDA de forma a combinar os métodos qualitativos usados para a validez e confiabilidade da investigação na questão de analisar e mensurar a importância dos recursos e capacidades, sob uma perspetiva estratégica das empresa como factores de diferenciação e vantagem competitiva. Os resultados demonstraram que as empresas geram vantagem competitiva através do capital humano, quando implementadas estrategicamente as práticas de Gestão de Recursos Humanos (GRH) distintas...

Contribuições das teorias da agência e dos recursos e capacidades no corporate entrepreneurship e implicações no desempenho

Martins, Inês Isabel Barata
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
65.95%
O presente trabalho desenvolve um quadro teórico integrativo da Teoria da Agência, da Teoria dos Recursos e Capacidades, do Corporate Entrepreneurship e do Desempenho Organizacional, com o propósito de, por um lado, encontrar evidências sobre as implicações das Teorias mencionadas no Corporate Entrepreneurship e, por outro, perceber qual a influência deste no desempenho organizacional. Para descortinar as eventuais relações estabelecidas entre estas teorias e conceitos, é concebido e testado um modelo de investigação mediante o desenvolvimento e aplicação de um questionário, a uma amostra de 114 empresas multinacionais portuguesas. Os dados recolhidos são tratados segundo uma abordagem estatística, com recurso a dois tipos de software (SPSS e XLSTAT), foram aplicadas técnicas estatísticas multivariadas (Análise Fatorial Exploratória, Análise de Fiabilidade, Análise de Correlação e Análise de Trajetórias). Os resultados evidenciam uma relação positiva entre as variáveis que compõem o modelo, ou seja, as Teorias da Agência e dos Recursos e Capacidades têm uma influência positiva no Corporate Entrepreneurship e, por sua vez, o Corporate Entrepreneurship tem implicações positivas no desempenho das empresas.

A influência dos recursos e capacidade da empresa e da orientação empreendedora na fomação de alianças: uma perspectiva de empreendedorismo colaborativo

Manteigueiro, Patrícia Isabel do Carmo Pereira Costa
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.03%
O ambiente complexo, turbulento e em constante mudança, em que as empresas operam, intensificou-se consideravelmente. Assim, o empreendedorismo é visto como um processo no qual os empresários procuram oportunidades sem considerar os recursos que têm sob controlo. O reconhecimento de oportunidades inclui actividades, tais como, a exploração da envolvente externa para novos mercados, necessidades não satisfeitas, problemas existentes nos processos de trabalho, bem como novas ideias de produtos. Neste sentido, o empreendedorismo requer a cooperação e a colaboração entre várias partes. De facto, um número crescente de empresas depende da formação de alianças para aceder aos recursos necessários para atingir os seus objectivos estratégicos. Até ao momento, o papel do empreendedorismo na investigação dentro da área das alianças, ou vice-versa, tem recebido uma atenção muito limitada. Em particular, a influência da orientação empreendedora e dos recursos das empresas na decisão de entrar numa aliança é um campo de investigação pouco explorado. Consequentemente, o objectivo deste estudo é preencher esta advertência. Ao fazer-se isso, uma das contribuições deste estudo está no desenvolvimento de teoria e numa melhor compreensão de como usar alianças como uma abordagem de empreendedorismo colaborativo. No presente estudo considerou-se como população/universo todas as empresas portuguesas inseridas numa base de dados fornecida pelo AICEP – Porto. A recolha de dados foi feita através de um questionário aplicado durante o mês de Abril de 2011. Este questionário online foi administrado com links personalizados e códigos de controlo de resposta. Das 1.620 empresas contactadas (amostra inicial)...

Conhecimento compartilhado, recursos de TI e desempenho de processos de negócios

Moreno Junior,Valter de Assis; Cavazotte,Flávia de Souza Costa Neves; Arruda,Ricardo Reis
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
75.99%
Esta pesquisa investiga os efeitos de recursos e capacidades associados à Tecnologia da Informação (TI), e do conhecimento compartilhado entre gestores das áreas de TI e de negócios, no alinhamento operacional entre essas áreas e, por conseguinte, no desempenho de processos de negócios. O estudo baseia-se em dados coletados nas áreas de TI e de retaguarda (back office) de 39 empresas prestadoras de serviços do Rio de Janeiro. Resultados observados por meio da análise de equações estruturais sugerem que o alinhamento operacional afeta positivamente o desempenho de processos de back office, e este, a satisfação de seus clientes. Embora recursos e capacidades de TI, assim como o compartilhamento de conhecimento, não tenham efeito direto sobre o nível de alinhamento operacional, quanto maior o compartilhamento de conhecimento entre as áreas de TI e de negócio, mais intensa e positiva a associação entre a flexibilidade da infraestrutura de TI e o alinhamento operacional entre as áreas. O artigo discute as implicações teóricas e práticas dessas observações.

Estruturas de governança e recursos estratégicos em destilarias do estado do Paraná: uma análise a partir da complementaridade da ECT e da VBR

Augusto,Cleiciele Albuquerque; Souza,José Paulo de; Cario,Silvio Antonio Ferraz
Fonte: Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
65.83%
Neste artigo, apresenta-se como objetivo compreender como se configuram as estruturas de governança, ao se considerarem custos de transação (ECT) e recursos estratégicos (VBR), nas relações envolvendo produtores e processadores em destilarias no estado do Paraná. Sua compreensão justifica-se quando se tem em vista a forte interdependência produtiva dessas partes. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa, descritiva e de corte transversal, com perspectiva longitudinal. O estudo envolveu entrevistas semiestruturadas com gerentes agrícolas e produtores contratados de cinco, das sete, destilarias presentes no estado do Paraná. Os resultados demonstraram forte tendência para estruturas tendendo à integração vertical, que se dão, em sua expressiva maioria, por meio de parceria do tipo arrendamento. A segunda opção de arranjo organizacional tem sido o contrato de parceria agrícola, seguido pelo contrato de fornecimento. A integração vertical e o mercado não são normalmente empregados. Em relação aos recursos estratégicos capazes de gerar vantagens competitivas para as destilarias, a localização e a distância média das propriedades contratadas foram os mais citados. Além desses, a capacidade de expansão (devido a fertilidade do solo...

Papel das relações interorganizacionais e da capacidade de inovação na propensão para exportar

Boehe,Dirk Michael; Larentis,Fabiano; De Toni,Deonir; Mattia,Adilene Álvares
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
75.92%
Os recursos organizacionais, como fatores internos que impulsionam o desempenho das organizações, constituem também uma base conceitual para explicar a propensão para exportar das organizações. Esta pesquisa apresenta algumas hipóteses em que alguns recursos, tais como a capacidade de inovação, o tamanho da empresa, a afiliação da empresa a uma associação local, a orientação para o mercado e a capacidade de relacionamento com fornecedores, são positivamente associados com a propensão para exportar. Utilizando-se da técnica de regressão logística multinominal e de cruzamentos com testes Chi²; em uma amostra de 223 empresas do setor moveleiro do Rio Grande do Sul, sendo 96 exportadoras e 127 não-exportadoras, identificaram-se dois grandes fatores relevantes na propensão para exportar: o tamanho das e as relações interorganizacionais locais. Com base nos resultados, ressalta-se que, dentre os recursos estudados, as relações interorganizacionais locais são provavelmente mais importantes, pois podem possibilitar às empresas o acesso a diversos outros tipos de recursos e capacidades.

Internacionalização de pequenas e médias empresas familiares : um contributo à compreensão das potencialidades e limitações destas empresas num processo de expansão internacional

Mealha, Carlo Bruno Hulscher
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
65.78%
Mestrado em Ciências Empresariais; No âmbito da Internacionalização e das Empresas Familiares, reflectimos sobre as potencialidades e limitações que influem na capacidade das PMEF em empreender um processo de internacionalização. Por um lado, baseámo-nos nos recursos intangíveis e idiossincráticos destas empresas, uma vez que à luz da Teoria dos Recursos e Capacidades, constituem uma fonte de vantagem competitiva. Por outro lado, abordámos factores determinantes na internacionalização empresarial, de modo a avaliar, dedutivamente, as condições de internacionalização a priori das PMEF. Recorrendo a uma ferramenta de gestão estratégica por nós adaptada, agrupámos as preposições obtidas atrás com a finalidade de avaliar a capacidade de internacionalização de PMEF. Os resultados sugerem existir uma relação positiva entre a posse e gestão eficaz de recursos "familiares", a posse de factores facilitadores da internacionalização e o compromisso internacional, traduzindo-se numa capacidade de expansão internacional favorável por parte destas empresas.; In the ambit of Internationalization and Family Businesses, we reflect about the potentialities and limitations that influence the capacity of Small to Medium-Sized Family Businesses in undertaking a process of Internationalization. On the one hand...

Contribuições das teorias da agência e dos recursos e capacidades no corporate entrepreneurship e implicações no desempenho

Martins, Inês Isabel Barata
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
65.95%
O presente trabalho desenvolve um quadro teórico integrativo da Teoria da Agência, da Teoria dos Recursos e Capacidades, do Corporate Entrepreneurship e do Desempenho Organizacional, com o propósito de, por um lado, encontrar evidências sobre as implicações das Teorias mencionadas no Corporate Entrepreneurship e, por outro, perceber qual a influência deste no desempenho organizacional. Para descortinar as eventuais relações estabelecidas entre estas teorias e conceitos, é concebido e testado um modelo de investigação mediante o desenvolvimento e aplicação de um questionário, a uma amostra de 114 empresas multinacionais portuguesas. Os dados recolhidos são tratados segundo uma abordagem estatística, com recurso a dois tipos de software (SPSS e XLSTAT), foram aplicadas técnicas estatísticas multivariadas (Análise Fatorial Exploratória, Análise de Fiabilidade, Análise de Correlação e Análise de Trajetórias). Os resultados evidenciam uma relação positiva entre as variáveis que compõem o modelo, ou seja, as Teorias da Agência e dos Recursos e Capacidades têm uma influência positiva no Corporate Entrepreneurship e, por sua vez, o Corporate Entrepreneurship tem implicações positivas no desempenho das empresas.

A influência dos recursos e capacidade da empresa e da orientação empreendedora na fomação de alianças: uma perspectiva de empreendedorismo colaborativo

Manteigueiro, Patrícia Isabel do Carmo Pereira Costa
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.03%
O ambiente complexo, turbulento e em constante mudança, em que as empresas operam, intensificou-se consideravelmente. Assim, o empreendedorismo é visto como um processo no qual os empresários procuram oportunidades sem considerar os recursos que têm sob controlo. O reconhecimento de oportunidades inclui actividades, tais como, a exploração da envolvente externa para novos mercados, necessidades não satisfeitas, problemas existentes nos processos de trabalho, bem como novas ideias de produtos. Neste sentido, o empreendedorismo requer a cooperação e a colaboração entre várias partes. De facto, um número crescente de empresas depende da formação de alianças para aceder aos recursos necessários para atingir os seus objectivos estratégicos. Até ao momento, o papel do empreendedorismo na investigação dentro da área das alianças, ou vice-versa, tem recebido uma atenção muito limitada. Em particular, a influência da orientação empreendedora e dos recursos das empresas na decisão de entrar numa aliança é um campo de investigação pouco explorado. Consequentemente, o objectivo deste estudo é preencher esta advertência. Ao fazer-se isso, uma das contribuições deste estudo está no desenvolvimento de teoria e numa melhor compreensão de como usar alianças como uma abordagem de empreendedorismo colaborativo. No presente estudo considerou-se como população/universo todas as empresas portuguesas inseridas numa base de dados fornecida pelo AICEP – Porto. A recolha de dados foi feita através de um questionário aplicado durante o mês de Abril de 2011. Este questionário online foi administrado com links personalizados e códigos de controlo de resposta. Das 1.620 empresas contactadas (amostra inicial)...

A perspetiva estratégica dos recursos humanos em empresas multinacionais numa abordagem dos recursos e capacidades

Rodrigues, Paula do Carmo
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
76%
Este estudo tem como objetivo analisar a estratégia de recursos humanos no desenvolvimento de capacidades nas empresas a partir da resource-based view (RBV). Neste sentido, foi feita uma revisão da literatura sobre os estudos relativos à RBV, principais contribuições e desenvolvimentos da teoria, dado que a RBV tem tido um grande interesse no pensamento estratégico e conhecimento organizacional, como sendo um recurso estratégico de vantagem competitiva sustentável. Para alcançar o objectivo de estudo foi adotada uma metodologia qualitativa por meio do estudo de caso múltiplos em empresas multinacionais. Os dados foram recolhidos através visitas às empresas, de entrevistas semi-estruturadas com questões abertas e observação directa, sendo posteriormente analisados e tratados com o apoio do software WebQDA de forma a combinar os métodos qualitativos usados para a validez e confiabilidade da investigação na questão de analisar e mensurar a importância dos recursos e capacidades, sob uma perspetiva estratégica das empresa como factores de diferenciação e vantagem competitiva. Os resultados demonstraram que as empresas geram vantagem competitiva através do capital humano, quando implementadas estrategicamente as práticas de Gestão de Recursos Humanos (GRH) distintas...

THE LIMITS OF THE GROWTH BY INNOVATION: THE CASE OF GAMA COSMETICS; OS LIMITES DO CRESCIMENTO PELA INOVAÇÃO: O CASO DA EMPRESA GAMA COSMÉTICOS DOI: 10.5585/rai.v5i3.188

Bontempo, Paulo Cesar; Coimbra, Fábio Claro; Polo, Edison Fernandes
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
75.88%
The aim of this article is to analyze under the resource based view lens, the utilization of strategic innovations as a mean to obtain growth. We did a qualitative research and applied the case study methodology at a median company of the cosmetics bazillian sector. The data were collected in two different moments: in 2002 and in 2007. Based on data collection and analysis we identified two moments of the company in it’s pursue of growth. In the year 2000 we used semi-structured interviews with the directors of the company and in 2007 only the president was interviewed. After the analysis of the data collected we concluded that the changes could be classified as innovations. In the year 2000, the financial resources generated from the selling of assets made possible for the company to implement strategies of market penetration by reinvention of essential processes (HAMEL, 2000). On the other hand, during 2002 and 2003 the company was not capable of implement the proposed innovations related to the new definition of the desired product and market scope (MARKIDES, 1997).; O objetivo deste trabalho é analisar, sob a ótica da teoria de recursos e capacidades, a utilização de inovações estratégicas para viabilização do crescimento de uma empresa. Para alcançar o objetivo proposto...

Estruturas de governança e recursos estratégicos em destilarias do estado do Paraná: uma análise a partir da complementaridade da ECT e da VBR; Estructuras de gobernanza y recursos estratégicos en destilerías del estado de Paraná: un análisis a partir de la complementariedad de la ECT y de la VBR; Governance structures and strategic resources in distilleries located in the state of Paraná: an analysis based on TCE and RBV complementarity

Augusto, Cleiciele Albuquerque; Souza, José Paulo de; Cario, Silvio Antonio Ferraz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
65.98%
El objetivo en este trabajo es comprender cómo se configuran las estructuras de gobernanza cuando se tienen en cuenta los costos de transacción (ECT - economía de los costos de transacción) y los recursos estratégicos (VBR - visión de la empresa basada en recursos), en las relaciones entre productores y elaboradores de destilerías en el estado de Paraná. Dicha comprensión se hace necesaria delante de la fuerte interdependencia productiva de las partes. Con este fin, se llevó a cabo un estudio cualitativo, descriptivo y transversal, con perspectiva longitudinal. El estudio incluyó entrevistas semiestructuradas con directivos agrícolas y productores contratados de cinco de las siete destilerías presentes en el estado de Paraná. Los resultados demostraron una fuerte tendencia hacia estructuras proclives a la integración vertical, que se configuran, en su mayor parte, por medio de colaboraciones de tipo contrato de arrendamiento. La segunda opción de arreglo organizacional es el contrato de colaboración agrícola, seguido del contrato de suministro. Con relación a los recursos estratégicos que pueden generar ventajas competitivas para las destilerías, la ubicación y la distancia media de las propiedades contratadas fueron los más frecuentemente citados. Asimismo...