Página 1 dos resultados de 49 itens digitais encontrados em 0.042 segundos

Da negação do manicômio à construção de um modelo substitutivo em saúde mental: o discurso de usuários e trabalhadores de um núcleo de atenção psicossocial; From the asylum denial to the development of a substitutive model in mental health: the users and workers discursion of a psychosocial care center

Koda, Mirna Yamazato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
55.84%
Tendo em vista a passagem do paradigma asilar para um paradima antimanicomial no âmbito da Atenção à Saúde Mental e a necessidade de avaliar aquilo que está a se produzir a partir da implementação de um modelo substitutivo ao Hospital Psiquiátrico, investigou-se, através das práticas discursivas de usuários e trabalhadores de um serviço substitutivo em Saúde Mental, os sentidos que se produzem no que diz respeito à compreensão sobre o projeto antimanicomial, ao trabalho desenvolvido pela instituição, às relações entre profissionais e usuários e à noção de doença mental. Foram realizadas entrevistas em um Núcleo de Atenção Psicossocial (NAPS) do município de Santos. A análise do material foi sustentada a partir da perspectiva do Construcionismo Social. Os sentidos produzidos pelos sujeitos entrevistados revelaram a efetivação de transformações coerentes com o projeto antimanicomial, no que diz respeito às ações desenvolvidas, à relação entre usuários e trabalhadores e à concepção de doença mental. Por outro lado, foram encontrados conflitos e ambigüidades na construção discursiva sobre o tratamento realizado. Tais aspectos são associados às dificuldades enfrentadas pelo desinvestimento nas políticas públicas por parte do poder municipal e ao confronto entre um discurso político (posição de militante) e um discurso clínico (posição de técnico). Se o aprisionamento e medicalização da loucura foram gerados a partir de transformações sobre o significado dado à loucura e àquilo que é da ordem do humano...

Análise da política do Ministério da Saúde do Brasil para a atenção integral dos usuários de álcool e outras drogas; Analysis of the policy of ministry of health of brazil on alcohol and other drugs

Pereira, Maria Odete
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
65.77%
O estudo objetivou apresentar: diretrizes, potencialidades, fragilidades, fatores que inviabilizam, estratégias adotadas e a serem adotadas, da Política Nacional de Álcool e outras Drogas, do Ministério da Saúde do Brasil, na fala do Gestor Estadual e Municipal e de dois Centros de atenção psicossocial a usuários de álcool e outras drogas - nível II, municipal e estadual paulista; e contribuir na produção de novas estratégias de enfrentamento, na tentativa de subsidiar novos programas que contemplem o fortalecimento da rede de assistência aos usuários de álcool e outras drogas. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa. O estudo foi realizado com dois gestores de saúde mental, um estadual e outro municipal e dois coordenadores de CAPS ad, também nos âmbitos estadual e municipal. Foram observadas as determinações éticas prescritas na Resolução CONEP/MS nº 196/06. O estudo foi realizado em duas fases: revisão bibliográfica e coleta de dados. A coleta de dados foi realizada no período de maio de 2008 a agosto de 2009. As autoras elaboraram instrumento não estruturado para a caracterização sociodemográfica dos serviços e das colaboradoras, e para os dados obtidos na entrevista gravada. Os dados foram transcritos...

A reinserção social do usuário do centro de atenção psicossocial após alta

Cardozo, Angélica Rozisky
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
55.97%
Este estudo teve como objetivo analisar a reinserção social dos usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) após a alta, através da identificação de suas redes sociais, do impacto do preconceito e do estigma em seu cotidiano, da reinserção pela via do trabalho, da contribuição do CAPS no preparo para a alta e, também, quanto à questão da cidadania. Trata-se de um estudo qualitativo descritivo, do tipo exploratório. A coleta de informações foi realizada através de entrevista semi-estruturada e ecomapa e, a análise, foi realizada através da técnica de análise de conteúdo temática. Identificou-se que a alta do CAPS ainda está centrada no modelo biomédico e que, atualmente, possui pouco apoio de políticas públicas para a inclusão do usuário na sociedade. Também foi identificado que o estigma é a maior barreira para a entrada do portador de sofrimento psíquico no mundo do trabalho. Quanto à rede social, verificou-se o quanto é fundamental o vínculo do usuário com outros espaços terapêuticos e sociais, que a família é uma importante instância na sua rede social e que a maioria conseguiu ampliar o seu leque de relacionamentos. Quanto à questão da cidadania, alguns usuários estão cientes dos seus direitos e os estão reivindicando na sociedade. O estudo mostrou que para ocorrer reinserção social é necessário interdisciplinaridade e intersetorialidade...

Projovem urbano : perspectivas sobre inserção dos beneficiados no sistema educacional e mercado de trabalho

Jaeger, Augusto Fernando
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
55.88%
Esta monografia trata de investigar as perspectivas que os alunos egressos do programa Projovem Urbano tinham antes de iniciar o curso, e se essas foram cumpridas ao término das aulas, principalmente, no quesito reinserção no sistema de ensino e inserção no mercado de trabalho. O programa Projovem Urbano beneficia jovens da faixa etária de 18 a 29 anos, com o único pré-requisito de serem alfabetizados. Os modelos explicativos sobre políticas públicas nos remetem a uma análise sobre o problema que o Projovem Urbano visa solucionar, nesse caso, é o problema da exclusão social vivenciada por jovens menos favorecidos. Dessa forma, o programa propicia o término do ensino fundamental, e paralelamente às aulas regulares, existe um aprendizado de um ofício, o chamado arco ocupacional. Utilizando-se de entrevistas em profundidade para obtenção de dados qualitativos para a análise de conteúdo, podemos compreender que as perspectivas dos participantes da pesquisa contrariam as afirmações presentes em trabalhos anteriores sobre o assunto. Apesar de um índice de evasão alto, e de problemas de implementação do programa, os alunos abordados avaliam de forma proveitosa a participação na política pública em questão.; This monograph investigates the perspectives of former students of Projovem Urban Program had before initiating the course to see if they had been fulfilled. It addresses the question of reinsertion in the education system and insertion in the labour market. The Projovem Urbano Program targets young literate people from 18 to 29 years. The models on public policies induce us to think about an analysis of the problem that Projovem Urbano aims to solve: the social exclusion of poor young people. The Program helps them to finish basic education and to learn a professional skill...

As políticas públicas de juventude em descontinuidades : uma análise das práticas de evasão no ProJovem Urbano de Porto Alegre

Dias, Ana Lucélia Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.98%
O presente trabalho investigou o ProJovem Urbano, tendo como objetivo analisar como a evasão se torna um problema para o Programa Nacional de Inclusão de Jovens. Desde sua implementação, em 2005, o ProJovem é apresentado como uma das principais iniciativas articuladas pela Política Nacional de Juventude para, dentre outros motivos, dar conta do grande número de jovens que estariam precocemente fora da escola. O ProJovem Urbano, uma das novas modalidades do programa que unificou outros projetos para juventude a partir de 2007, atende jovens de 18 a 29 anos, alfabetizados, mas que não concluíram o Ensino Fundamental. Apesar de configurar novas estratégias para reinserção escolar, o acompanhamento do ProJovem Urbano no município de Porto Alegre evidenciou que a grande desistência dos jovens atendidos adquire centralidade, mobilizando-se como problema a ser combatido pelos gestores e educadores. Nesse contexto, a partir dos referenciais de Michel Foucault, tomamos o procedimento genealógico como princípio analítico, apreendendo-o enquanto estratégia de pensamento. A partir do operador analítico “práticas”, domínio de análise Foucaulteana, buscamos desnaturalizar o conceito de evasão, problematizando como se constituem as práticas de criação...

Desintoxicar e reinserir : perspectivas no tratamento dos usuários de drogas

Barroso, Priscila Farfan
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.99%
O objetivo desse estudo é compreender os elementos acionados para intervenção e tratamento aos usuários de drogas no contexto do que estamos considerando como dois modelos de atenção com ênfase: hospitalar e psicossocial. Diante de uma suposta “epidemia do crack”, as políticas públicas de saúde estabelecem novas orientações a partir dos modelos existentes, a fim de que cada vez mais esses usuários sejam percebidos como doentes mentais. Com base na Antropologia da Saúde, pretende-se analisar os modelos de atenção vigentes, no âmbito da saúde mental, tendo como foco dois serviços de saúde no Rio Grande do Sul - Brasil. Esses modelos são constituídos por concepções e propostas terapêuticas que perpassam a composição da equipe profissional e a estrutura institucional. Foram contrastados os simbolismos presentes em cada modelo a partir da discussão sobre a desintoxicação, o uso de medicamentos, a reinserção social e a abordagem multidisciplinar na proposta terapêutica dos serviços de saúde. Os acionamentos em questão refletem aspectos da autonomia, da credibilidade e do comprometimento aos usuários de drogas.; The aim of this study is to understand the elements utilized for intervention and treatment to drug users in the context of what we are considering as two models of care with emphasis: hospital and psychosocial. Faced with an alleged "crack epidemic...

Políticas públicas educacionais no âmbito do sistema penitenciário: aplicações e implicações no processo de (re)inserção social do apenado

Serrado Júnior, Jehu Vieira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 103 f.
Português
Relevância na Pesquisa
66.11%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação - FCT; Esta pesquisa está vinculada à linha de pesquisa “Políticas Públicas, Organização Escolar e Formação de Professores” e discute a relação entre as políticas públicas educacionais para o sistema penitenciário, suas implicações e contribuições no processo de reinserção social de pessoas que cumprem pena restritiva de liberdade. Assim, tivemos como objetivos compreender, em um dado sistema penitenciário, quais são as contradições objetivas do ponto de vista da aprendizagem e da promoção humana neste sistema, como essas contradições se materializam e se desdobram na prática, dentro de uma Unidade Prisional do interior do Estado de Mato Grosso do Sul. E ainda, quais são as possibilidades, e os limites, dentro do sistema penitenciário, de se oferecer uma educação que recupere o sentido histórico da EJA, e o que é necessário para que essas possibilidades de concretizem. Para alcançarmos nossos objetivos elaboramos um estudo de caso qualitativo devido ao contato direto com o ambiente e com a situação que está sendo investigada, bem como pela possibilidade de analisar como o objeto analisado teoricamente se manifesta na prática através das atividades...

As políticas de educação de jovens e adultos no Brasil e suas formas institucionais e históricas no município de Paulínia-SP : as contradições e potencialidades do conceito de trabalho como princípio educativo emancipatório; Education policies for youth and adults in Brazil and its forms in institutional and historic town of Paulinia-SP : the contradictions and potentialities of the concept of work as an educational principle emancipatory

Nadeje Martins Rocha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
55.89%
A formação do trabalhador nas últimas décadas tem sido alvo de discussões e polêmicas, entre a sociedade civil e política, envolvendo a categoria trabalho. Isto porque neste período a crise estrutural do capital exigiu do campo produtivo um processo de reestruturação, que foi acrescido pelos avanços tecnológicos da automação e da informação. Suas conseqüências no campo social e educacional foram solicitações, cada vez maiores, ao desenvolvimento de capacidades intelectuais e multifuncionais promulgando um novo trabalhador ao mesmo tempo em que criou o desemprego estrutural, a intensificação e a precarização dos postos de trabalho restantes. Neste contexto encontram-se os alunos da EJA e esta, como política educacional denuncia que os desdobramentos da ação do Estado têm se dado por meio de políticas compensatórias. Historicamente sabemos que estas não garantem aos alunos a reinserção ao mundo do trabalho como produtores autônomos, tampouco o exercício de uma cidadania crítica e participativa, afirmam somente o compromisso com o capital, deixando assim, a mercê da manutenção de sua lógica os trabalhadores como dependentes da pobreza e da exclusão. A afirmação destas políticas tem ainda, como escopo ideológico...

A implementação de políticas públicas de prevenção da criminalidade: estudo de Caso no Centro Educativo da Bela Vista e no Centro Educativo Padre António de Oliveira

Quade, Mariano
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
126.09%
Dissertação de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas; Com o presente estudo, pretende-se compreender o processo de implementação de políticas públicas de prevenção criminal nos centros educativos. A alocação dos meios adequados bem como a selecção dos recursos necessários de forma a corresponder às expectativas que foram criadas aos seus destinatários, justifica um acompanhamento eficiente, de forma a não desvirtuar os seus propósitos. Aos centros educativos é cometida a responsabilidade de pôr em prática as políticas de prevenção criminal, prosseguindo a ressocialização dos jovens infractores. Sustentam a sua intervenção técnica na Lei Tutelar Educativa, no Regulamento Geral e Disciplinar dos Centros Educativos, que por sua vez remetem para o Regulamento Interno e o Projecto de Intervenção Educativa. O processo de implementação sofre influências de variáveis sociais do contexto envolvente, dos destinatários, dos participantes, que agem de acordo com os seus interesses. No estudo em presença utiliza-se uma metodologia de Estudo de Caso, que incide sobre: Centro Educativo Padre António de Oliveira e Centro Educativo da Bela Vista. Utiliza inspirações teóricas advindas da Teoria da Implementação...

As políticas públicas de (re) inserção socioprofissional de toxicodependentes: Uma avaliação de painel no acesso aos mercados de trabalho na região do Algarve

Marujo, Paula Maria Martins
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
86.11%
Tese de Mestrado em Gestão e políticas Públicas; A toxicodependência é um dos principais e mais complexos desafios com que se confrontam as sociedades, muito em especial pelos impactos negativos ao nível da saúde, do desenvolvimento económico e social, da segurança e paz social. Com a finalidade de reduzir o consumo de drogas e a toxicodependência e minimizar estes problemas, tem havido uma aposta, por parte dos governos, nas políticas contra a droga e toxicodependência. No âmbito destas políticas, os programas e medidas na área da (re) inserção socioprofissional são tidos como cruciais no processo de tratamento da toxicodependência e também no combate à exclusão social e profissional de toxicodependentes. No atual contexto económico e social, em que vários países, entre os quais se inclui Portugal, reequacionam as suas políticas sociais, nomeadamente as políticas contra a droga e toxicodependência, é fundamental conhecer em que medida estas políticas contribuem para a efetiva (re) inserção socioprofissional das pessoas com problemas de toxicodependência. Com este intuito, propusemo-nos estudar o Programa Vida-Emprego,que visa a (re) inserção socioprofissional das pessoas com problemas de toxicodependência. Com o objetivo de descrever e avaliar os efeitos do Programa na vida socioprofissional dos indivíduos por ele abrangidos – beneficiários diretos do Programa...

A percepção profissional e comunitária sobre a reinserção social dos usuários de drogas

Paiva,Fernando Santana de; Ferreira,Maira Leon; Martins,Maria Zilda Fernandes; Barros,Selma Luísa César de Farias; Ronzani,Telmo Mota
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
96.1%
O processo de reinserção social de usuários de substâncias psicoativas tem se configurado como uma das principais estratégias da Política Nacional sobre Drogas. Haja vista que o uso de substâncias emerge como um dos principais problemas de saúde pública na atualidade, o presente artigo teve como objetivo compreender as percepções dos atores sociais inseridos nas políticas da saúde, assistência social e lideranças comunitárias acerca do processo de reinserção social dos usuários de drogas. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, onde foram realizadas doze entrevistas semiestruturadas com diferentes informantes-chave, inseridos em um território com elevados indicadores de uso de drogas. Os resultados apontam para os desafios no processo de inserção efetiva dos usuários de drogas em razão da existência de uma rede assistencial multissetorial, um profundo processo de estigmatização social, a naturalização do uso de drogas, a responsabilização da família, além da sobrecarga de trabalho nas políticas públicas.

Eu acho que a pessoa doente mental pode trabalhar ; Eu trabalho e não sou doente mental? : o processo de reinserção da pessoa com transtorno mental no mercado de trabalho

da Silva Frazão, Iracema; Cristina Brito Arcoverde, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
55.99%
A tese em apreço surgiu a partir da necessidade de compreender melhor como ocorre a reinserção de pessoas com transtorno mental no mercado de trabalho, na cidade do Recife, Pernambuco. Como ponto de partida, considerou-se que a reestruturação produtiva que promove a redução significativa dos postos de trabalho torna cada vez mais difícil o acesso aos referidos postos e em muitos casos inviabiliza a participação de pessoas com vulnerabilidades. Por outro lado, o transtorno mental não deve ser considerado um impeditivo para o trabalho, e partindo desse pressuposto, questionou-se quais seriam os fatores que além do biológico poderiam interferir no reengajamento de pessoas com transtornos mentais em atividades produtivas geradoras de renda. Para obter tais respostas, foram ouvidas 44 pessoas, sendo 16 usuários, 12 familiares e 14 técnicos de serviços de saúde mental tipo CAPS no segundo semestre de 2006. Através da análise do conteúdo das falas dos entrevistados, com auxílio do software ALCESTE, foi possível concluir que apesar do trabalho ser considerado um direito e um elemento de suma importância na vida dos seres humanos, quando se trata de pessoas com transtorno mental, o estigma e a falta de conhecimento sobre o assunto...

Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad) : Lei n. 11.243, de 23 de agosto de 2006, e legislação correlata

Brasil. [Lei antidrogas (2006)]
Fonte: Brasília : Edições Câmara Publicador: Brasília : Edições Câmara
Tipo: livro; legislação Formato: 43 p.
Português
Relevância na Pesquisa
65.87%
Lei n. 11.343, de 23 de agosto de 2006, que institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad); prescreve medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de drogas; estabelece normas para repressão à produção não autorizada e ao tráfico ilícito de drogas; define crimes e dá outras providências.; Disponível também os arquivos de outras edições.

A proteção social da pessoa idosa: desafios e estratégias para enfrentamento da violência familiar em Caxias do Sul

Tsuruzono, Eleni Raquel da Silva
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.02%
As políticas públicas de enfrentamento à violência familiar, contra a pessoa idosa, constituem a temática central da presente dissertação. Com base na fundamentação teórica, realizou-se uma analisa crítica das refrações da questão social e de seus rebatimentos, na organização das políticas públicas, dando destaque às políticas de atenção ao idoso, sua trajetória de regulamentação e materialização em diferentes âmbitos, nacional, estadual e municipal. Discutiu-se, ainda, o processo do envelhecimento humano, a longevidade, a qualidade de vida na velhice e os desafios do século XXI para enfrentamento da violência familiar contra a pessoa idosa. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, em que se apropria do método dialético crítico para subsidiar o caminho do conhecimento, através das categorias teóricas do método (historicidade, totalidade e contradição), permitindo apreender, desvelar e realizar aproximações sucessivas da realidade pesquisada. As categorias teóricas que nortearam a busca de explicação da realidade foram: envelhecimento humano, idoso, família, violência familiar e políticas públicas. No trabalho de campo, foram entrevistados 13 idosos e 10 cuidadores, tendo sido aplicados 40 questionários aos profissionais da área e a dois gestores. Além disso...

Abrigos e políticas públicas: as contradições na efetivação dos direitos da criança e do adolescente

Janczura, Rosane
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
76.01%
O abrigo é a sétima medida de proteção prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (BRASIL, 1990), que deve ser aplicada, sempre que os direitos da criança e do adolescente forem ameaçados ou violados, respeitando-se os princípios de brevidade, expecionalidade e provisoriedade, priorizando a reintegração ou reinserção familiar, conforme a legislação vigente. Com este estudo, pretende-se conhecer o modo como se efetiva, em Santa Maria – RS, a garantia aos direitos sociais preconizados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente por meio da medida de proteção abrigo às crianças e aos adolescentes que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Para isso, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, com os principais atores do Sistema de Garantia de Direitos no Município. O referencial epistemológico que orientou este trabalho foi a abordagem dialético-crítica. Os dados foram analisados qualitativamente, a partir da análise de conteúdo proposta por Bardin (1995). Constatou-se que, quanto mais complexa é a situação social da criança e do adolescente, mais as incertezas (dilemas) aumentam para os atores envolvidos no processo de decisão sobre o abrigamento. Além disso, a pobreza continua sendo um motivo (14% dos enunciados) para a colocação da criança e do adolescente nas instituições. Surgiram outros motivos como o abandono...

A atenção em saude mental em municipios de pequeno e medio portes : ressonancias da reforma psiquiatrica

Cristina Amelia Luzio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2003 Português
Relevância na Pesquisa
55.89%
Esse estudo busca conhecer as ressonâncias da Reforma Psiquiátrica em municípios de pequeno e médio portes, situados na região oeste do Estado de São Paulo. A partir da análise da Política Nacional de Saúde Mental formulada nos últimos anos e das experiências desenvolvidas, após 1987, São Paulo (capital), Santos e Campinas procura-se: compreender como o Sistema Único de Saúde tem contribuído para o avanço da Reforma Psiquiátrica nos municípios; verificar como a assistência oferecida nesses municípios, está viabilizando os princípios da Reforma Psiquiátrica e a melhora das condições de vida dos usuários, bem como pesquisar o papel dos trabalhadores e dos gestores na construção de novas práticas de cuidado em Saúde Mental. A análise das práticas discursivas encontradas nos textos, documentos, bem como de entrevistas semi-estruturadas com gestores, trabalhadores, usuários dos serviços de saúde mental apontam que os vários segmentos sociais envolvidos na Saúde Mental conhecem os princípios e propostas da Reforma Psiquiátrica. No entanto, as gestões municipais não assumem integralmente as propostas do Ministério da Saúde para a área, sob a alegação de :falta de recursos financeiros para a contrapartida exigida. No município menor o serviço de Saúde Mental se organiza no Centro de Saúde...

Crianças, adolescentes e transições ecológicas : instituições de abrigo e família como contextos de desenvolvimento

Siqueira, Aline Cardoso
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.12%
Este estudo investigou a problemática da institucionalização, verificando as características pessoais e familiares de crianças e adolescentes abrigados, sua percepção quanto às figuras parentais, seu desenvolvimento emocional, cognitivo e social e, por fim, o processo de reinserção familiar. O Estudo I investigou o perfil dessas crianças e adolescentes, focalizando as características individuais, familiares e sociais de 155 jovens, de sete a 16 anos, da região metropolitana de POA/RS. Foram utilizados: entrevista estruturada, Teste de Desempenho Escolar, Escala Multidimensional de Satisfação de Vida e Mapa dos Cinco Campos. Os resultados indicaram a presença de fatores de risco no nível da pessoa (precoce experimentação de drogas e baixo desempenho escolar) e no nível do microssistema familiar (monoparentalidade e trabalho informal), além de diferenças entre os tipos de abrigos nos escores dos instrumentos. O Estudo II investigou como estes jovens percebem as figuras parentais em sua rede de apoio. Os dados indicam que a maioria dos participantes tem contato familiar freqüente e a existência de uma percepção positiva associada à família, sugerindo a idealização das relações familiares. Observou-se, também...

Políticas públicas de apoio ao empoderamento das charuteiras do Recôncavo da Bahia: um olhar de afirmação.

Brianti, Luciana Xavier de Brito
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Português
Relevância na Pesquisa
66.15%
O objetivo desta dissertação foi apresentar a percepção das charuteiras e outros atores para subsidiar políticas públicas adequadas recomendáveis para duplamente apoiar o empoderamento das charuteiras no agronegócio de charutos no Recôncavo da Bahia, bem como elevar a reinserção da mão de obra feminina no complexo agroindustrial de charutos do Recôncavo da Bahia. E tem como tema o empoderamento das charuteiras do Recôncavo da Bahia, trata do empreendedorismo das charuteiras em razão do forte desemprego que esse setor vem experimentando em decorrência da perda de competitividade da indústria de charutos no Recôncavo da Bahia - maior região produtora de charutos no Brasil, de excelente prestígio nos mercados internacionais; sob a hipótese de que sua reabilitação recupere empregos perdidos com a evolução do desemprego decorrente da crise setorial e fechamento de fábricas de charuto na região. A metodologia baseou-se em estudo de caso e representação social para captar os olhares e narrativas das charuteiras, para exprimir as experiências e inquietações, com a legitimidade de expressar e recolocar, no centro das preocupações atuais sobre mecanismos de integração social, valores tradicionalmente transmitidos pelas mulheres e realidades geralmente vivenciadas por elas: manutenção da vida...

“ Ativação ” : o atual rumo da política social para o trabalho no mundo

Britto, Marcelo Almeida de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
55.78%
O artigo segue no intento de uma compreensão do que seriam as características gerais da nova política social e de como ela efetivamente é um passo à frente em relação aos CCTs, por contemplar a reinserção através do trabalho de grupos sociais antes excluídos, no bojo de um efetivo “Estado de investimento social”.; p. 13-17

Reinserção social: processo que implica continuidade e cooperação

Ganev, Eliane; Lima, Wagner de Lorence
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Bibliográficooooo Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
76.12%
O presente artigo propõe uma reflexão em torno do conceito de reinserção social de indivíduos que se tornaram dependentes de drogas, com o objetivo de oferecer uma contribuição na construção de políticas públicas sobre drogas capazes de fazer frente a este importante problema de saúde pública na contemporaneidade. Além dos aspectos conceituais da reinserção social, discutimos seus pressupostos e objetivos; seu contexto sempre atravessado pelas complexidades e singularidades características da dependência de drogas; aspectos tais como abstinência, riscos de recaídas, desconstrução e reconstrução de estilos de vida; o caráter multidisciplinar e a necessidade do trabalho continuado e metódico, no curto, médio e longo prazos, exigindo a cooperação de distintos agentes e sujeitos implicados nos desafios da reinserção social. Abstract: In this paper, we propose an analysis about the concept of social reinsertion of individuals who have become drug addicts. We want to help in planning public actions about drugs which can face this important public health problem nowadays. Apart from the conceptual aspects of social reinsertion, we hereby discuss its proposals, objectives and its context which is permanently affected by the complexities and peculiarities of drug dependency; aspects such as withdrawal...