Página 1 dos resultados de 12 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Um Aporte ao sistema contábil gerencial ambiental

Nunes, João Paulo de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 241 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
30.31046%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2010; A necessidade de gestão ambiental nas organizações abordando as dimensões do desenvolvimento sustentável deve utilizar sistemas que lhe possibilitem trabalhar com estas variáveis e gerando informações aos gestores. Assim, o estudo da metodologia destes sistemas é uma forma de buscar melhores formas de gerar estas informações. Sendo assim, esta pesquisa tem como objetivo geral analisar o SICOGEA (Sistema Contábil Gerencial Ambiental) propondo melhorias ao sistema. Neste sentido, o estudo enquadra-se metodologicamente como descritivo e metodológico, com análise de dados qualitativa. Já, sua trajetória metodológica consistiu em primeiramente realizar uma fundamentação teórica acerca do tema abordado, seguindo para uma análise das convergências e divergências das aplicações do SICOGEA, e análise da estrutura do método, apresentando a estrutura metodológica do SICOGEA Geração 2, com outras formas de indicadores e nova estrutura da lista de verificação. E, para verificar a efetividade dos itens modificados, mais precisamente em sua Etapa 3, Primeira Fase Ação 1; realizou-se uma aplicação em uma instituição hospitalar...

Contribuições ao desenvolvimento do Sistema Contábil Gerencial Ambiental - Geração 2

Uhlmann, Vivian Osmari
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 130 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
50.710684%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2011; A literatura tem destacado a importância do desenvolvimento de modelos gerenciais para a gestão ambiental capazes de retratar uma realidade das empresas e de contribuir com um instrumento de gestão de efetiva utilidade. Busca-se, então, aperfeiçoar os métodos de gestão ambiental com o intuito precípuo de suprir as necessidades informativas dos gestores de modo a subsidiar a tomada de decisão e harmonizar a interação entre empresa e meio ambiente. Neste contexto, este trabalho buscou responder à seguinte pergunta de pesquisa: como podem ser realizadas contribuições para o aperfeiçoamento da aplicação do Sistema Contábil Gerencial Ambiental # SICOGEA - Geração 2, com ênfase na Contabilidade Ambiental? Sendo assim, o objetivo do presente estudo consistiu em fornecer uma contribuição para o desenvolvimento do SICOGEA - Geração 2, buscando sua exequibilidade por meio de estudos de caso. Para responder aos objetivos da pesquisa, foi realizado um estudo exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa dos dados. A coleta dos dados consistiu de um estudo de viabilidade...

Análise da sustentabilidade ambiental: um estudo de caso em um hospital privado situado na Grande Florianópolis

Fontes, Sílvia Andrade da Luz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: f.; 81 f.
Português
Relevância na Pesquisa
29.868628%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Ciências Contábeis; O objetivo geral deste trabalho é Analisar a gestão Ambiental de um hospital em Florianópolis, aplicando o método SICOGEA geração 3. Para atender a este objetivo são cumpridos os seguintes objetivos específicos: Analisar o processo de funcionamento do hospital; mensurar a qualidade da Gestão Ambiental e medir o índice se Sustentabilidade do hospital.A metodologia quanto aos objetivos é descritiva e exploratória. No que se refere a abordagem do problema, considera-se quali-quantitativa e, quanto aos procedimentos técnicos trata-se de estudo de caso. Para a metodologia, foi aplicado um questionário, seguido de entrevista, como forma de coleta de dados primários. A trajetória metodológica se cumpre em três fases: a primeira foi da escolha da instituição a ser analisada, levando-se em conta a acessibilidade; na segunda fase o método SICOGEA de estudo. Foram realizados estudos em relação ao SICOGEA geração 1 (PFITSCHER, 2004), geração 2 (NUNES, 2010) e geração 3 (UHLMANN, 2011). Após o aprofundamento, a escolha recaiu sobre o SICOGEA geração 3. Em continuidade a coleta de dados do questionário e da entrevista...

Sustentabilidade ambiental: reavaliação de um estudo de caso realizado em 2008 em uma estação de tratamento de água do estado de Santa Catarina

Ceolato, Cristiane Fernandes
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
40.085999%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis; A água é um recurso muito valioso para humanidade, por isso formas para sua preservação vêm sendo cada vez mais estudadas. Sabe-se que sem água não é possível existir vida no planeta Terra, embora mesmo ciente disso o homem cada vez mais a utilize de forma incorreta, degradando e poluindo este recurso natural tão importante. Desta forma, este estudo tem por objetivo reavaliar a sustentabilidade ambiental de uma Estação de Tratamento de Água do estado de Santa Catarina, utilizando para isso a aplicação da Primeira Fase da Terceira Etapa do método SICOGEA - Geração 2. Nesta pesquisa utiliza-se o estudo de caso através da aplicação de um questionário semi-estruturado, baseado no questionário empregado em 2008, para posterior análise dos resultados através do SICOGEA # Geração 2. Com isso a trajetória metodológica divide-se em cinco fases: na primeira apresenta-se a Revisão Teórica, que aborda conceitos de contabilidade ambiental, gestão ambiental e desenvolvimento sustentável, GAIA e SICOGEA; na segunda, é iniciado o estudo de caso com a apresentação de um breve histórico da empresa estudada e seu processo de tratamento de água; já na terceira fase demonstra-se o estudo realizado em 2008 por Ceolato e Cunha que posteriormente gerou o artigo publicado no #XII Congresso de Contabilidade e Auditoria...

Análise da sustentabilidade ambiental de uma instituição de ensino segundo o Sistema Contábil Gerencial Ambiental

Keunecke, Gabriela Rossi
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 14 f.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.862524%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis.; Este estudo teve como objetivo analisar o grau de sustentabilidade de uma instituição de ensino com base no método SICOGEA (Sistema Contábil Gerencial Ambiental) - Geração 2 e propor medidas para minimizar os danos causados pelo processo de prestação de serviços da instituição de ensino ao meio ambiente e à sociedade. No processo de coleta dos dados, utilizou-se uma lista de verificação composta por 153 questões dispostas em grupos-chave e subgrupos, tendo sido respondida pela contadora da instituição pesquisada. A instituição de ensino apresentou uma sustentabilidade ambiental global de 41%, que é considerada fraca pelo método adotado neste estudo. O grupo-chave Marketing obteve o melhor índice de sustentabilidade ambiental, com 73,66%. Em contrapartida, o grupo chave Contabilidade e Finanças apresentou o menor índice de sustentabilidade ambiental, com apenas 17,72%, o que ensejou a elaboração do plano resumido de gestão ambiental. Observou-se pouca preocupação e conscientização com as questões sociais e ambientais, não tendo sido observada uma política de qualidade ambiental por parte da instituição. Além disso...

Análise da sustentabilidade em uma empresa do setor elétrico

Maestri, Ricardo Roberto
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 61 f.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
29.498252%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis.; A Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD), realizada no Rio de Janeiro em 1992, foi um evento marcante para as questões ambientais mundiais. A partir desse movimento, conceitos como "ambientalmente correto" e "desenvolvimento sustentável" passaram a fazer parte do cotidiano da sociedade, que começou a exigir das organizações posturas e práticas ambientalmente menos impactantes. Esta pesquisa tem como objetivo avaliar os aspectos e impactos ambientais das Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A., com base no método SICOGEA - Geração 2, buscando identificar o grau de sustentabilidade. Os objetivos específicos consistem em verificar as medidas de gestão ambiental praticadas pela empresa, identificar os índices de sustentabilidade ambiental da empresa através do SICOGEA - Geração 2, especificamente a primeira fase da terceira etapa, identificar os aspectos com os menores resultados de sustentabilidade ambiental e propor um plano resumido de gestão ambiental que contemple os pontos críticos quanto à sustentabilidade. A metodologia utilizada foi a descritiva-exploratória com análise de dados qualitativa. A trajetória metodológica consistiu em uma fundamentação teórica...

sustentabilidade ambiental: estudo em uma indústria e comércio de artigos esportivos

Cardoso, Josué Antonio
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 16 f.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.862524%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis.; Esta pesquisa tem como objetivo analisar a sustentabilidade ambiental em uma indústria e comércio de artigos esportivos. A metodologia aplicada, quanto aos objetivos é classificada como descritiva e exploratória; Quanto aos procedimentos técnicos classifica-se como estudo de caso, bibliográfica e documental e; Quanto a abordagem do problema é quali-quantitativa. A trajetória metodológica dividiu-se em três fases: A primeira, tem-se a revisão teórica, onde são estudados os temas pertinentes ao pesquisado. Na segunda fase, trata-se do caso estudado, onde faz-se um breve histórico da empresa, e através de informações coletadas in loco, pesquisas bibliográficas e na internet, no sítio da empresa e de seus licenciados, aplicou-se a lista de verificação SICOGEA - Geração 2. Na terceira e última fase apresenta-se um plano resumido de gestão ambiental - 5W2H. Como resultado do estudo, conclui-se que a empresa desenvolve vários projetos ambientais e sociais, evidenciados no presente artigo, e outros não divulgados pela mesma. Verifica-se que a empresa encontra-se no nível de sustentabilidade global de 75...

Sustentabilidade Ambiental: estudo em uma instituição de ensino público no oeste catarinense

Souza, Vanessa Duarte de
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
29.343218%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis.; Este estudo teve por objetivo analisar a sustentabilidade ambiental de uma instituição de ensino do Estado de Santa Catarina. Como objetivos específicos têm-se: apresentar a atuação da empresa estudada nas áreas sociais e ambientais; verificar os índices de sustentabilidade ambiental por meio da aplicação parcial do SICOGEA - Geração 3; apresentar uma proposta de melhoria com a criação de um plano resumido de gestão ambiental e investigar a aderência desta instituição à Agenda Ambiental de Administração Pública (A3P). A metodologia quanto aos objetivos trata-se de pesquisa exploratória; no que se refere aos procedimentos técnicos trata-se de pesquisa bibliográfica e estudo de caso. Quanto à abordagem do problema, utiliza-se uma análise qualitativa. A trajetória metodológica divide-se em três fases, a primeira trata da "Revisão Teórica", onde são estudados os temas: Responsabilidade Social; Ética Profissional; Sistema de Gestão Ambiental (GAIA- Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais; SICOGEA- Sistema Contábil Gerencial Ambiental- Geração 2 e 3), e Agenda Ambiental na Administração Pública. Na segunda fase...

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: ESTUDO EM UM INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

Soncini, Bruno da Silva; Pfitscher, Elisete Dahmer; Nilson, Marisa; Silveira, Maria Luiza Gesser da; Coelho, Tainá Terezinha; Klaes, Luiz Salgado
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
17.862524%
Este estudo tem como objetivo analisar a sustentabilidade ambiental de um instituto federal de educação, aplicando parcialmente o método SICOGEA (Sistema Contábil Gerencial Ambiental) – Geração 3. No trabalho utilizou-se de pesquisa exploratória e descritiva e a abordagem do problema teve cunho quali-quantitativo. Para a coleta de dados buscou-se responder uma lista de verificação com 108 questões que possibilitaram analisar os índices de sustentabilidade ambiental da instituição de ensino. Para a análise foram atribuídos índices a seis critérios, entre os resultados apresentados o critério com o melhor resultado foi o de gestão estratégica da instituição, com índice de 93,8%. Por outro lado, o critério 2, auditoria ambiental, apresentou um resultado fraco com índice de 37%. Por fim, a instituição obteve um resultado regular, com um índice geral de sustentabilidade ambiental de 58% o que segundo a classificação proposta, atende a legislação. O trabalho ainda apresenta um plano resumido de gestão ambiental, procurando desenvolver ações que visem a melhora do índice de sustentabilidade ambiental da instituição.

ACESSIBILIDADE E SUSTENTABILIDADE: ESTUDO EM UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR

Luz, Alexandre dos Santos; Pfitscher, Elisete Dahmer
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
27.862524%
Considerada as legislações brasileiras sobre acessibilidade este trabalho tem por objetivo verificar a acessibilidade e a sustentabilidade uma Instituição de Ensino Federal pela percepção de acadêmicos portadores de deficiência.Quanto aos procedimentos metodológicos utilizados, o objetivo desta pesquisa é caracterizado como descritivo, quanto aos procedimentos de pesquisa é realizado através de um estudo de caso, já à abordagem do problema é qualitativa. A obtenção dos dados utilizados na análise foi feita por meio de questionário adotado pelo Sistema Contábil Gerencial Ambiental SICOGEA – Geração 2. Para fins deste estudo optou-se pela aplicação de questionário junto a duas acadêmicas com deficiência. De acordo com o que foi constatado pelos questionários aplicados e de acordo com a percepção das acadêmicas entrevistadas, um dos centros foi classificado como regular, obtendo 35,4 pontos de um total de 55 pontos possíveis, o que corresponde a 64% do total de pontos possíveis, e o outro centro obteve apenas 19% dos pontos possíveis e obteve uma classificação péssima, pois alcançou apenas 10,6 pontos de 55 possíveis.

GESTÃO E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: ESTUDO EM UM ÓRGÃO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA; GESTÃO E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: ESTUDO EM UM ÓRGÃO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

Souza, Paula de; Universidade Federal de Santa Catarina Endereço: Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima Bairro: Trindade – Cidade: Florianópolis Estado: Santa Catarina – País: Brasil – CEP: 88040-970; Pfitscher, Elisete Dahmer;
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
28.93597%
Nas últimas décadas, a população tem exigido políticas de controle, preservação e recuperação ambiental por parte das organizações. Dessa maneira, os eventos ambientais precisam ser analisados de modo a produzirem informações necessárias para as decisões de gestão ambiental.Por tal razão, as informações ambientais devem ser gerenciadas por sistemas de gestão ambiental, a fim de possibilitar um diagnóstico confiável dos fatos ambientais que impactam o meio ambiente. Nesse contexto, este trabalho tem por objetivo geral verificar a gestão e sustentabilidade ambiental de um Órgão Público do Estado de Santa Catarina. Realizou-se uma análise de conteúdo, a partir das informações obtidas nos relatórios publicados no sítio do Órgão e da lista de verificação da terceira etapa do SICOGEA – Geração 2 com 76 questões, com aplicação in loco.O processo de identificação dos critérios e subcritérios que compõem a referida lista são definidos conforme literatura nacional e internacional e legislação pertinente. Os resultados apontaram que o Órgão em estudo está em um nível regular de desempenho ambiental no percentual de 49,32%, o que indica que as práticas ambientais aplicadas estão mais destinadas a atender a legislação acerca da gestão e sustentabilidade ambiental. Os grupos-chaves Fornecedores/Compras...

Análise da sustentabilidade ambiental de uma instituição de ensino segundo o Sistema Contábil Gerencial Ambiental – Geração 2

Keunecke, Gabriella Rossi; Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC; Uhlmann, Vivian Osmari; Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC; Pfitscher, Elisete Dahmer; Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
69.16156%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n3p179 Este estudo teve como objetivo analisar o grau de sustentabilidade de uma instituição de ensino com base no método SICOGEA (Sistema Contábil Gerencial Ambiental) – Geração 2 e propor medidas para minimizar os danos causados pelo processo de prestação de serviços da instituição de ensino ao meio ambiente e à sociedade. No processo de coleta dos dados, utilizou-se uma lista de verificação composta por 153 questões dispostas em grupos-chave e subgrupos, tendo sido respondida pela contadora da instituição pesquisada. A instituição de ensino apresentou uma sustentabilidade ambiental global de 41%, que é considerada fraca pelo método adotado neste estudo. O grupo-chave Marketing obteve o melhor índice de sustentabilidade ambiental, com 73,66%. Em contrapartida, o grupo-chave Contabilidade e Finanças apresentou o menor índice de sustentabilidade ambiental, com apenas 17,72%, o que ensejou a elaboração do plano resumido de gestão ambiental. Observou-se pouca preocupação e conscientização com as questões sociais e ambientais, não tendo sido observada uma política de qualidade ambiental por parte da instituição. Além disso, não foi constatada na instituição a economia de insumos e/ou matérias-primas...