Página 1 dos resultados de 22 itens digitais encontrados em 0.001 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP

Purificação, caracterização parcial e expressão da sacarose-fosfato sintase durante o amadurecimento de banana.; Purification, partial characterization and expression of sucrose phosphate synthase during banana ripening

Nascimento, João Roberto Oliveira do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/1997 Português
Relevância na Pesquisa
40.712295%
A enzima sacarose-fosfato sintase foi parcialmente purificada de bananas fisiologicamente imaturas (70 dias após a antese), fisiologicamente maturas pré-climatéricas (110 dias após a antese) e climatéricas (130 dias após a antese). De acordo com os resultados apresentados a SPS de banana é uma enzima constituída de subunidade de 116 kD, apresentando peso molecular nativo de 440 kD por filtração em gel e bandas de 180, 240 e 686 kD por eletroforese em gel de poliacrilamida, nos três estágios estudados. Uma sequência parcial do gene da SPS foi amplificado através de PCR, donado e seu sequenciamento indicou que a enzima de banana apresenta elevada homologia com as de outras fontes vegetais. A análise dos níveis de proteina e mRNA durante o desenvolvimento e amadurecimento do fruto permitem correlacionar o aumento de atividade com o aumento na expressão do gene da SPS. Não foram observadas alterações significativas no estado de ativação, sugestivas de modificação covalente como mecanismo de ativação durante o amadurecimento.; Sucrose-phosphate synthase (SPS) was purified ITom bananas at different deveIopmental stages (70, 110 and 130 days after anthesis), corresponding to tissue with different composition. Banana SPS have a subunit of 116 kD and the native enzyme have a molecular weight around 440 kD by gel fiItration and bands of 180...

Efeito do ácido giberélico no metabolismo amido-sacarose durante o amadurecimento da banana (Musa acuminata var. Nanicão); Effects of gibberellic acid on metabolism starch-sucrose during banana ripening (Musa acuminta var. Nanicão)

Rossetto, Maria Rosecler Miranda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2001 Português
Relevância na Pesquisa
30.456648%
O amadurecimento é uma etapa exclusiva do estágio de desenvolvimento dos frutos, que envolve uma série de transformações metabólicas a partir de diferentes fontes de energia. Ele é mediado por um dinâmico complexo enzimático, resultando em síntese/degradação e conversão de compostos que tornarão o fruto aceitável para o consumo. Dependendo do tipo de fruto, essa fonte de energia pode ser na forma de ácidos orgânicos, sacarose vinda da própria planta e na forma de amido. A banana (Musa acuminata) é uma fruta de comportamento climatérico que utiliza como principal fonte de carbono o amido, que é reduzido durante o climatério de teores que variam de 12 a 20% a menos de 1 %. Concomitante à esta degradação, o teor de sacarose pode atingir até 15%, dependendo da cultivar. O ácido giberélico (GA3) é um fitohormônio da família das giberelinas que tem sido muito estudado em cereais por aumentar a transcrição gênica das α-amilase. Em frutos, ele é responsável por manter a textura firme e o teor de sólidos solúveis, e atrasar o amadurecimento. Ao estudar a influência do GA3 no metabolismo amido-sacarose em fatias de banana, observou-se neste trabalho que o fitohormônio não alterou o pico respiratório nem a síntese de etileno. Entretanto...

Ocorrência e biossíntese de frutooligossacarídeos em banana; Occurrence and biosynthesis of fructooligosaccharides in banana

Agopian, Roberta Ghedini Der
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
40.20271%
A banana tem sido comumente indicada como uma boa fonte de frutooligossacarídeos (FOS), que são considerados componentes funcionais de alimentos. Contudo, diferenças significantes em suas quantidades têm sido referidas na literatura. Portanto, uma parte do trabalho foi destinada à identificação e quantificação de FOS durante o amadurecimento de cultivares de bananas pertencentes aos grupos genômicos mais comumente cultivados no Brasil. Considerando as diferenças de cultivar, estágio do amadurecimento e metodologia usada para análise de FOS, os conteúdos dos açúcares foram analisados por cromatografia líquida de alta performance (HPAEC-PAD) e cromatografia a gás (CG-MS). Uma pesquisa inicial entre oito cultivares no estágio maduro, mostrou acúmulo de 1-cestose, primeiro membro da série de FOS, em todas elas (quantidades entre 297 e 1600 µg/g M.S). A nistose, o segundo membro, foi detectado somente na cultivar Prata. Com bases nestes dados, foram escolhidas cinco cultivares, para que fossem analisadas durante todo o amadurecimento. Os resultados mostraram uma forte correlação entre a chegada a um nível específico de sacarose (~200 mg/g M.S) e a síntese de 1-cestose. Em uma segunda fase, os níveis de sacarose e FOS total foram quantificados em diferentes fases de amadurecimento de banana Prata...

Perfil de carboidratos de diferentes cultivares de manga durante o desenvolvimento e amadurecimento; Different carbohydrate profile of mango cultivars during development and maturation

Silva, Ana Paula Fioravante Bernardes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2000 Português
Relevância na Pesquisa
30.748296%
A manga é um fruto ainda considerado exótico, onde quase tudo relativo ao seu amadurecimento está por ser esclarecido. Pouco se conhece da sua fisiologia e bioquímica pós colheita. Os objetivos deste trabalho foram avaliar algumas variedades de mangas durante o crescimento e amadurecimento; quanto aos açúcares solúveis, amido e ácido ascórbico; a atividade das enzimas sacarose-fosfato sintase e sacarose sintase durante este mesmo período na manga Van Dyke e o perfil de respiração e etileno das variedades Van Dyke, Tommy Atkins e Haden após a colheita. Os resultados mostraram que os perfis dos açúcares solúveis relativos ao adoçamento e seu metabolismo são altamente dependentes do cultivar e da maturidade fisiológica da manga. A sacarose foi o açúcar predominante em todas as variedades analisadas, sendo que o maior valor encontrado foi de aproximadamente 5% na manga Van Dyke. A frutose foi a hexose predominante na manga madura, e sua relação com a glicose variou de 2,5 a 48 vezes. Os teores de amido existentes quando a manga é colhida, independente da variedade, são muito baixos, menores que 3,0%. As enzimas ligadas ao metabolismo da sacarose, saca rose-fosfato sintase (SPS) e sacarose sintase (SS), tiveram a atividade aumentada na fase de amadurecimento pós colheita no cultivar Van Dyke. O teor de ácido ascórbico...