Página 1 dos resultados de 22 itens digitais encontrados em 0.001 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp

Metabolismo da sacarose em frutos de cafe; Sucrose metabolism in coffee fruit

Clara Geromel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
70.882446%
Sabendo-se que a produtividade da cultura de café está diretamente ligada a três fatores básicos de produção, climáticos, genéticos e fisiológicos, nesse estudo foram abordados alguns aspectos do metabolismo de carboidratos envolvidos no processo de enchimento dos frutos de café ao longo do seu desenvolvimento. A composição de carboidratos, principalmente de polissacarídeos do grão (endosperma) de café é conhecida, assim como a importância dos açúcares sobre a qualidade da bebida, porém a importação de sacarose a partir de folhas e seu desdobramento nos frutos ainda não são completamente esclarecidos. Os açúcares utilizados no metabolismo das sementes são de extrema importância, tendo como exemplo a regulação da relação fonte-dreno, além de controlar a expressão de genes que codificam algumas enzimas envolvidas no metabolismo de açúcares. O trabalho teve como principal objetivo estudar o metabolismo de sacarose nos frutos de café, ao longo do desenvolvimento. Análises histológicas e fornecimento de compostos marcados mostraram que não existem conexões vasculares entre os tecidos, pericarpo,perisperma e endosperma, mas vasos condutores que percorrem o funículo chegam até o perisperma, permitindo um descarregamento direto de fotoassimilados produzidos nas folhas e dele a transferência para o endosperma...

Redes de regulação gênica do metabolismo de sacarose em cana-de-açúcar utilizando redes bayesianas; Gene regulatory networks of the sucrose metabolism in sugarcane using bayesian networks

Natália Faraj Murad
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
29.507861%
A cana-de-açúcar é uma das mais importantes plantas cultivadas no Brasil, que é o maior produtor e exportador mundial. Seu valor econômico é devido principalmente a sua capacidade de estocar sacarose nos colmos. Os padrões de expressão gênica podem regular processos de desenvolvimento da planta e influenciar no acúmulo de sacarose em tecidos de reserva. A regulação desses padrões ocorre através de complexos sistemas de interações entre muitos genes e seus produtos, resultando em uma complexa rede de regulação gênica. Modelos gráficos probabilísticos têm sido amplamente utilizados para inferência e representação dessas redes. Dentre eles, as redes bayesianas são o principal por ser considerado o método mais flexível e também requererem um número reduzido de parâmetros para a descrição do modelo. Sendo assim, este estudo utilizou a metodologia de redes bayesianas para inferência de interações regulatórias entre genes de metabolismo e sinalização de sacarose a partir de dados de expressão gênica, obtidos através de microarrays, disponíveis no Gene Expression Omnibus (GEO). As redes foram obtidas através de softwares para inferência de redes e então analisadas quanto aos genes que as compõem e padrões de expressão. Os genes foram agrupados em clusters considerando-se seus padrões de coexpressão. Os genes mais representados no cluster da enzima sacarose fosfato sintase (SPS) em cana são genes de relacionados à tradução...

Metabolismo de carboidratos e a tolerancia de frutos citricos a baixas temperaturas

Nely Holland
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/1998 Português
Relevância na Pesquisa
29.925918%
Foi estudada a influência do metabolismo de carboidratos na aclimatação de frutos cítricos ao estresse pelo frio. Foram utilizados frutos susceptíveis à injúria pelo frio, tais como as tangerinas 'Fortune' e laranjas 'Navelate', e tolerantes ao mo como as laranjas 'Pinalate', em distintos estádios de maturação. Metade destes frutos foi submetida ao tratamento de cura e armazenada a mo (2 e 12°C) e a outra metade foi armazenada sem ser submetida ao pré-tratamento de cura. O nível de amido e açúcares redutores aumentou no flavedo com a maturidade das tangerinas 'Fortune' de novembro a março, mas diminuiu quando os frutos atingiram o amadurecimento interno (suco). A atividade da enzima sacarose fosfato sintase (SPS) no flavedo foi mais baixa neste estádio. A atividade da SPS Vmáx foi maior que a da sacarose sintase (SS) nos frutos menos maturos, e a da SS foi maior nos mais maturos. A taxa de produção de CO2 e etileno aumentou quando as tangerinas 'Fortune' foram expostas' ao acondicionamento a alta temperatura (cura). A cura evitou os sintomas de injúria pelo mo no flavedo das tangerinas e os inibiu nas laranjas 'Navelate'. Os resultados gerais mostram que o metabolismo de carboidratos pode ser um dos mecanismos envolvidos na aclimatação de frutos cítricos ao estresse pelo mo. Nos frutos curados e armazenados a 2°C a sacarose manteve-se mais elevada. Entretanto...