Página 1 dos resultados de 731 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Elasticidade de juros e seleção adversa na concessão de empréstimos para pessoas físicas no Brasil : o caso do crédito atrelado ao cartão de crédito

Vieira, Rodrigo Luiz
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
96.36%
O trabalho consiste em um estudo sobre sensibilidade a juros e seleção adversa por meio de ofertas de empréstimo pessoal atrelado ao cartão de crédito para dois públicos de rendas diferentes realizado por uma grande instituição financeira brasileira. Cada um dos públicos foi dividido aleatoriamente em subgrupos que receberam ofertas de empréstimo pessoal idênticas, alterando-se apenas a taxa de juros. Foi analisada a taxa de resposta para cada subgrupo, assim como as características de todos os clientes até um ano após a oferta do empréstimo. Para os dois públicos foi constatado que clientes que aceitam o empréstimo possuem maior risco de crédito em comparação com os clientes que não contratam o mesmo. Para o público de renda mais alta, a taxa de juros mostrou ser fator importante tanto na aceitação do empréstimo quanto no nível de risco dos clientes. Taxas de juros mais baixas converteram uma maior quantidade de clientes em contratos de empréstimo, sendo que estes possuíam menor risco de crédito do que aqueles que contratam o empréstimo com taxas mais altas. Para o público de renda mais baixa, a taxa de juros mostrou ser insensível tanto na taxa de aceitação do empréstimo quanto no nível de risco dos clientes...

Ensaios sobre a estrutura a termo da taxa de juros

Glasman, Daniela Kubudi
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
96.35%
Esta tese é composta de três artigos que analisam a estrutura a termo das taxas de juros usando diferentes bases de dados e modelos. O capítulo 1 propõe um modelo paramétrico de taxas de juros que permite a segmentação e choques locais na estrutura a termo. Adotando dados do tesouro americano, duas versões desse modelo segmentado são implementadas. Baseado em uma sequência de 142 experimentos de previsão, os modelos propostos são comparados à benchmarks e concluí-se que eles performam melhor nos resultados das previsões fora da amostra, especialmente para as maturidades curtas e para o horizonte de previsão de 12 meses. O capítulo 2 acrescenta restrições de não arbitragem ao estimar um modelo polinomial gaussiano dinâmico de estrutura a termo para o mercado de taxas de juros brasileiro. Esse artigo propõe uma importante aproximação para a série temporal dos fatores de risco da estrutura a termo, que permite a extração do prêmio de risco das taxas de juros sem a necessidade de otimização de um modelo dinâmico completo. Essa metodologia tem a vantagem de ser facilmente implementada e obtém uma boa aproximação para o prêmio de risco da estrutura a termo, que pode ser usada em diferentes aplicações. O capítulo 3 modela a dinâmica conjunta das taxas nominais e reais usando um modelo afim de não arbitagem com variáveis macroeconômicas para a estrutura a termo...

Previsão da estrutura a termo de taxa de juros aplicando o Filtro de Kalman ao modelo Vasicek : o caso brasileiro

Hiroki, Marcelo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
96.31%
Este trabalho tem o objetivo de testar a qualidade preditiva do Modelo Vasicek de dois fatores acoplado ao Filtro de Kalman. Aplicado a uma estratégia de investimento, incluímos um critério de Stop Loss nos períodos que o modelo não responde de forma satisfatória ao movimento das taxas de juros. Utilizando contratos futuros de DI disponíveis na BMFBovespa entre 01 de março de 2007 a 30 de maio de 2014, as simulações foram realizadas em diferentes momentos de mercado, verificando qual a melhor janela para obtenção dos parâmetros dos modelos, e por quanto tempo esses parâmetros estimam de maneira ótima o comportamento das taxas de juros. Os resultados foram comparados com os obtidos pelo Modelo Vetor-auto regressivo de ordem 1, e constatou-se que o Filtro de Kalman aplicado ao Modelo Vasicek de dois fatores não é o mais indicado para estudos relacionados a previsão das taxas de juros. As limitações desse modelo o restringe em conseguir estimar toda a curva de juros de uma só vez denegrindo seus resultados.

O comportamento do volume de crédito a pessoa física no Brasil — de junho/2000 à fevereiro/2004

Alves, Cristiano de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 57 f.
Português
Relevância na Pesquisa
106.24%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Neste trabalho procura-se verificar de que forma as variações nas taxas de juros e na renda afetam o comportamento do volume de crédito à pessoa física. Utilizando-se as teorias do ciclo da vida, a teoria da renda permanente e a restrição intertemporal do orçamento, nesta busca. Faz-se uma análise do volume de crédito para o período estudado. 0 mesmo é feito em relação as taxas de juros das modalidades de crédito estudadas, procurando também. estabelecer a relação de sua variação com a variação na taxa de juros Se lic. Também se procura observar o comportamento da renda para pessoa fisica para o refericio período, com o objetivo de identificar possíveis aumentos e reduções na renda. Finalmente, após análise destes dados, verificou-se haver pouca relação, entre o volume de crédito, as taxas de juros e a renda, em relação ao que defende as teorias aqui abordadas.

Uma avaliação da integração financeira a partir da paridade descoberta de juros

Dorneles, Lisandro Dias
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 108 f.
Português
Relevância na Pesquisa
96.31%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho de conclusão de curso procura verificar a hipótese de integração financeira entre os mercados financeiros da Argentina, do Brasil e do Chile com relação aos EUA durante o período de janeiro de 1996 a setembro de 2004 com base na avaliação da Paridade Descoberta de Juros. Baseado na revisão teórica procura-se estabelecer uma relação entre integração financeira e a Condição da Paridade Internacional de Juros, destacando os principais pressupostos para a sua validade e as diferentes versões na qual ela se apresenta. Revisa-se também de forma breve, o conjunto de transformações que sofreu o Sistema Financeiro Internacional ao longo das últimas décadas, principalmente após o fim do sistema de taxas de câmbio fixas de Bretton Woods no início dos anos 1970. Destaca-se que a partir de então os mercados financeiros passaram a mostrar-se mais integrados e internacionalizados e tornou-se uma tendência adotada por quase todos os países o processo de liberalização e desregulamentação das atividades financeiras. Na medida que vários controles que haviam sido impostos com o objetivo de dar estabilidade ao sistema de câmbio fixo passaram a ser desnecessários...

A estrutura temporal das taxas de juros no Brasil

Carvalho Junior, José Lemos de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 52 f.
Português
Relevância na Pesquisa
116.28%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho examina as principais características da Estrutura Temporal das Taxas de Juros no Brasil. Após uma breve revisão acerca das teorias que buscam explicar a relação taxa de juros e maturidade, estabeleceu-se que a ETTJ brasileira mais adequada à análise financeira é formada pelos contratos futuros de juros (DI-Futuro e Swap DI x Pré). Em seguida, demonstrou-se como obter a representação gráfica da ETTJ e um método para interpolação de seus vértices. Por fim, baseando-se no trabalho de Tabak (2003), utilizando uma regressão linear procurou-se estimar a resposta das taxas de juros de mercado às decisões de política monetária representadas pela meta SELIC estabelecida pelo COPOM. Este teste empírico trouxe evidências de que as taxas de curto prazo respondem, pelo menos parcialmente, às variações na taxa básica de juros.

A importância do mercado de ações para o crescimento econômico do país

Toledo, Cristiane Samuel de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 62 f.
Português
Relevância na Pesquisa
106.18%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O investimento e a poupança são a base do crescimento de um país. É através deles que o país consegue garantir a geração de empregos, melhores rendas e qualidade de vida. Com o crescimento das negociações e para dinamizar os investimentos é que surgiram os sistemas financeiros. Através deles os tomadores e poupadores conseguem alocar de forma mais eficiente seus recursos, pois com uma melhor estruturação das formas de transações o sistema financeiro proporciona maior transparência e segurança nas negociações. O mercado de ações tem papel importante na promoção do investimento e crescimento da poupança apresentando grandes vantagens para atrair todos os tipos de investidores e proporcionar as empresas que buscam capitalização via mercado acionário uma melhor estruturação administrativa, aumento da capacidade competitiva dos negócios e concretização dos seus projetos. Apesar das inúmeras vantagens que o mercado de ações proporciona se tem notado grandes dificuldades de sua atuação no seu papel de alocador dos investimentos. São identificados três fatores que prejudicam o papel do mercado de ações: as altas taxas de juros...

A estrutura a termo das taxas de juros e estratégia de imunização de uma carteira de renda fixa via duration

Cuppari, Alexandre Marçon
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 37 f.
Português
Relevância na Pesquisa
116.21%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O presente estudo buscou apresentar o mercado de renda fixa brasileiro, dividido entre ativos públicos e privados, a Estrutura a Termo das Taxas de Juros, os conceitos de duration e Imunização. O objetivo foi buscar, através da composição de uma carteira formada por títulos públicos federais, uma estratégia de imunização para proteção desta carteira contra flutuações nas taxas de juros futuras. Essa estratégia, conhecida por imunização via duration, busca assumir uma posição contrária em derivativos, chamados Futuros de DI, igualando-se a duration e a posição da carteira com a duration e posição da carteira de derivativos

A utilização do mercado de juros futuros para hedge da variação das taxas de juros em uma carteira de renda fixa: o exemplo da Lft Sintética

Santana, Victor Machado
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 75 f.
Português
Relevância na Pesquisa
116.35%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O objetivo do presente estudo foi apresentar como proteger uma carteira de renda fixa da volatilidade imposta pelo movimento das taxas de juros no mercado e buscar evidenciar sua eficácia. Primeiramente foi apresentado o conceito de ativo de renda fixa e alguns dos principais exemplos destes, tanto de emissão pública como de emissão privada. Com foco nos títulos públicos, foram detalhadas as fórmulas de cálculo das LTN, LFT e NTN-B, cujo correspondem atualmente a mais de 80% da dívida pública mobiliária federal negociados no mercado de capitais brasileiro. Para entender o movimento das taxas de juros, foi trazido o conceito e a explicação de como se forma a Estrutura Temporal das Taxas de juros. Posto isto, introduziu-se o mercado juros futuros, mostrando algumas de suas várias utilidades, dentre elas, e a que será mais abordada neste trabalho, a de hedge. Logo em seguida abordaram-se os conceitos de imunização e hedge, seguidos por um resumo sobre risco e alguns de seus indicadores. O trabalho foi finalizado com um exemplo prático e simples, comparando como se comportam dois portfólios distintos, um apenas com um lote de LTN e outro com um lote idêntico do mesmo ativo...

Verificação do poder preditivo do spread entre as taxas de juros de longo e curto prazos na variação das taxas de curto prazo no Brasil

Silva, Arlete da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
96.37%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006.; A Hipótese das Expectativas (HE) é testada na Estrutura a Termo das Taxas de Juros brasileira (ETTJ) no sentido de se verificar se a inclinação da curva de juros, representada pelo spread entre as taxas de juros de longo e curto prazos, pode explicar as variações das taxas de juros de curto prazo no Brasil. Foram utilizadas séries com médias mensais das taxas de juros de um, três e seis meses, de janeiro de 1995 a janeiro de 2006, empregando metodologia baseada em regressões individuais. Os resultados apontam para a não rejeição da HE, principalmente no período posterior à adoção do Regime de Metas para a Inflação, no qual observou-se menor volatilidade das taxas de juros. Apurou-se, ainda, que as variações das taxas de juros de curtíssimo prazo apresentam maior poder de previsão. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The Expectation Hypothesis is tested on the Brazilian term-structure of interest rates, in order to verify whether the slope of the yield curve, wich is represented by the spread between short and long terms interest rates, can explain short term interest rates variations. A monthly average time series of one...

A revisão judicial de taxas de juros em contratos bancários : uma análise crítica sob o prisma do direito econômico

Jantalia, Fabiano
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
116.35%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, 2010.; Estuda-se a revisão judicial de taxas de juros remuneratórios estipuladas em contratos de operações de crédito contratadas por pessoas físicas em instituições que integram o sistema financeiro nacional. De modo específico, busca-se analisar a efetividade da proteção das decisões judiciais que determinam a redução das taxas de juros contratualmente estipuladas, sob o fundamento de sua abusividade, bem como efeitos potenciais dessa tutela revisional sobre o funcionamento do mercado de crédito. Para tanto, são analisados os fundamentos das literaturas jurídica e econômica acerca dos juros, estudando-se como a questão das taxas de juros vem sendo enfrentada pelos órgãos encarregados da regulação do mercado de crédito no Brasil. São também examinados os fundamentos e parâmetros consagrados na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal e pelo Superior Tribunal de Justiça no tocante à limitação e possibilidade de revisão de taxas de juros. O autor sustenta que a revisão judicial das taxas de juros bancários, nos moldes atualmente contemplados, é orientada por fundamentos e parâmetros inconsistentes e contraditórios, e, além de não contribuir para o bom funcionamento do mercado...

A estrutura a termo de juros e o modelo dos novos keynesianos : uma aplicação no Brasil

Araújo, Luiz Alberto D´Ávila de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
116.41%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Economia, Doutorado em Economia, 2011.; O objetivo desta tese de doutorado é estudar os movimentos das taxas de juros de curto, médio e longo prazo. Em particular, esclarecendo como são influenciados pelas variáveis macroeconômicas e como influencia os parâmetros estruturais da economia brasileira. A tese inicia apresentando a importância da não existência de oportunidades de arbitragem livres de risco e como influencia o equilíbrio do mercado. Em seguida, discrimina os principais modelos que esclarecem o comportamento da estrutura a termo das taxas de juros. O importante no primeiro capítulo é perceber os modelos de Cox, Ingersoll e Ross (CIR) e de Diebold, Rudebusch e Aruoba (DRA), os quais serão utilizados na análise empírica da economia brasileira dos capítulos 2 e 3. O capítulo 2 mostra que a relevância de analisar a estrutura a termo de juros no Brasil é esclarecer como as mudanças nas expectativas da condução da política monetária e da política fiscal podem modificar as taxas de longo prazo e, também, verificar se os movimentos verificados de longo prazo estão em desacordo com a atuação da autoridade monetária no curto prazo. Note que as taxas de juros de longo prazo podem embutir um prêmio de risco associado ao vencimento dos títulos...

O prêmio de risco endógeno e a relação entre taxa de juros e variáveis fiscais : um estudo utilizando dados em painel

Leitão Neto, Paulo de Oliveira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
106.07%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação,Departamento de Economia, 2012.; Visando entender o mecanismo determinante das altas taxas de juros reais brasileiras, este trabalho utiliza um painel de dados para 49 países emergentes, com o objetivo de encontrar evidências de que o prêmio de risco seria determinado endogenamente, variando de maneira não linear conforme o aumento do endividamento e do déficit público. Os resultados encontrados corroboram com tal tese, com a ressalva de que os resultados pra o efeito não linear do déficit público não se mostraram estatisticamente significantes ao nível de 10%. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; In order to understand the mechanism that determines the high real interest rates in Brazil, this study uses a panel data of 49 emerging countries trying to find evidence that the risk premium would be endogenously determined and would have a nonlinear correspondence with increasing debt to GDP and public deficit to GDP ratio. The results corroborate with this thesis, with the caveat that the outcome for nonlinear effect of the public deficit were not statistically significant at 10%.

Abundância de liquidez e crise financeira em Roma: questões jurídicas e econômicas em torno das taxas de juros na época de Augusto e de Tibério

Gaia,Deivid Valério
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
106.27%
Após ter vencido Antônio e Cleópatra na Batalha do Ácio em 31 a.C., Otaviano levou o tesouro dos reis do Egito a Roma, criando uma abundância de riquezas que contribui, consideravelmente, para estabilizar as finanças romanas, públicas e privadas, e que provocou a alta do preço da terra e a baixa das taxas de juros. Durante o Principado de Augusto, a economia romana conheceu um período de equilíbrio financeiro. No entanto, este equilíbrio foi rompido no início da década de 30 d.C. quando, de acordo com os relatos de Tácito, Suetônio e Dion Cássio, eclodiu a primeira crise financeira do Império Romano, crise de inopia nummorum (insuficiência de moedas em circulação), no Principado de Tibério. Partindo do estudo dos autores citados e de uma perspectiva comparativa com outras crises financeiras no Império romano, o meu objetivo neste artigo é de apresentar: na primeira parte, algumas considerações sobre as taxas de juros do fim da República ao Principado; na segunda parte, um quadro geral das questões dos empréstimos de dinheiro e das taxas de juros na época de Augusto; para, na terceira parte, propor uma nova leitura da crise de 33 d.C.

Uma investigação sobre moeda, meios de pagamentos e crédito no Brasil utilizando simulações nas taxas de juros: o que podemos dizer sobre as recentes contribuições em economia monetária?

Ferreira Frascaroli, Bruno; Leitão Paes, Nelson (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
106.26%
O presente trabalho faz uma exploração dos mais importantes mercados financeiros e monetários no Brasil sob a ótica de simulações nas taxas de juros da economia e é composto por três estudos. No primeiro estudo foi analisado como são formadas as taxas de juros e os spreads que incidem sobre os cartões de pagamentos, em especial sobre os cartões de crédito no Brasil. No segundo, foram desenvolvidos aspectos microeconômicos do problema de racionamento de crédito e foi analisado como os bancos comerciais, numa atitude racional de maximizar seus lucros esperados, aumentaram sua aversão ao risco em relação às operações de financiamentos destinadas às indústrias. No terceiro e último estudo, foi realizada uma abordagem macroeconômica de política monetária no Brasil num ambiente de fricções nominais de preços e salários na qual se utilizou modelagem dinâmica estocástica de equilíbrio geral (DSGE) para simular a influência de choques na taxa de juros sobre as variáveis macroeconômicas como inflação, investimento, consumo, emprego, produto marginal do capital e oferta total de moeda, taxa de crescimento da moeda, taxa de juros, entre outras variáveis consistentes com os comportamentos microeconômicos dos agentes encontrando efeitos persistentes desses choques; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

As taxas de juros praticadas nas operações de microcrédito : um dos elementos da inadimplência e inviabilidade do segmento das microfinanças

José Bezerra Neto, Joaquim; Santana de Souza, Evaldo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
116.28%
Objetivou-se com esta dissertação, demonstrar a relação existente entre as taxas de juros praticadas nas operações de concessões do microcrédito e aquelas praticadas pelo mercado financeiro do crédito livre, destinada as operações de crédito direto ao consumidor, contas-garantidas das pessoas jurídicas e com cheques especiais das pessoas físicas, no sentido de confirmar a contribuição dessas taxas de juros como um fator de inviabilidade das operações de microcredito, bem como para o aumento da inadimplência nas mesmas operações. O foco do estudo foi dirigido para o mercado de crédito e para as diversas instituições de microcredito existentes no Brasil. Para o intento, focalizou -se as operações de crédito realizadas no período dos dois últimos anos disponibilizadas pelo Banco Central do Brasil, contemplando uma análise comparativa entre as taxas atuais praticadas pelas instituições bancárias comerciais, no crédito livre, e as instituições de microcredito que atuam no Brasil, subordinadas ou não as regras do Sistema Financeiro Nacional de responsabilidade do Banco Central do Brasil. Do conjunto de dados analisados, concluiu-se pela inadequabilidade das dimensões das taxas de juros praticas no microcredito no Brasil e...

Estudo comparativo de previsão entre redes neurais, máquina de suporte vetorial e modelos lineares : uma aplicação à estrutura a termo das taxas de juros

Amaral Júnior, João Bosco
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
106.24%
A tarefa de prever o comportamento das taxas de juros sempre esteve no círculo de interesse de economistas, profissionais de mercado e governo. Pensando na gestão eficiente dos seus recursos, esses agentes econômicos precisam prever adequadamente a estrutura a termo das taxas de juros (ETTJ). Tendo em vista, então, a importância do assunto, uma vasta literatura que trata da estimação e da previsão da ETTJ pode ser encontrada. Esta pesquisa pretende contribuir na área de previsão de juros ao fazer uso de duas técnicas não-lineares cuja aplicação ainda é escassa no mercado brasileiro de renda fixa: Redes Neurais Artificiais (RNA) e Máquina de Suporte Vetorial (MSV). A fim de investigar se o desempenho preditivo dessas duas técnicas é melhor que o de modelos baseados na hipótese da linearidade, foram estimados modelos do tipo Vetor Autorregressivo com correção de erros (VEC) e ARIMA. Com a intenção de se examinar a significância dos resultados, o teste de Diebold e Mariano (1995) – para avaliar a precisão da previsão – foi aplicado. Os principais resultados são que os modelos não-lineares se mostraram mais precisos que os lineares, na previsão; e a MSV superou a RNA para cinco de seis maturidades da ETTJ. Investigando a literatura relacionada...

Choques não antecipados de política monetária e a estrutura a termo das taxas de juros no Brasil; Unanticipated monetary policy shocks and the term structure of interest rates in Brazil

Oliveira, Fernando Nascimento de; Ramos, Leonardo de Oliveira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
116.26%
Este artigo tem dois objetivos. O primeiro é identificar choques não antecipados de política monetária por meio dos Contratos Futuros de Depósitos Interbancários de 1 Dia (DI de 1 dia). O segundo é estudar a relação entre estes choques e a estrutura a termo das taxas de juros. Encontramos evidências empíricas que sugerem que o mercado antecipa, ao menos parcialmente, as decisões de taxa de juros do Banco Central do Brasil (BCB). O artigo mostra também que choques não antecipados de política monetária são, de uma forma geral, capazes de afetar a estrutura a termo das taxas de juros.; p. 433-470 : il.

A estrutura a termo da taxa de juros: uma síntese; Texto para Discussão (TD) 447: A estrutura a termo da taxa de juros: uma síntese; The term structure of interest rates: an overview

Rossi, José W.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
96.35%
O artigo inicia com uma discussão sobre o uso das taxas de juros e do spread entre taxas de juros como variáveis úteis em estudo de previsão seja da atividade econômica ou da variação na taxa de juros de curto prazo, ou da própria taxa de inflação. Em seguida discute-se a relação entre as taxas de juros de curto e longo prazos através da chamada curva de retorno (yield curve). Mostra-se, também, como realizar o teste empírico da relação entre essas taxas. As dificuldades na realização do teste empírico é, então, apresentada à luz de duas experiências distintas: a dos Estados Unidos e a do Brasil. No primeiro caso o teste empírico é dificultado por uma particularidade da política operacional do Federal Reserve que. por ser voltada mais para a taxa de juros de médio prazo, acaba eliminando o elemento passível de previsão no meio da curva de retorno dos ativos. Já no caso do Brasil, a dificuldade com o teste está ligada ao fato de não se dispor, em vista da longa experiência vivida pelo país até recentemente com as altas taxas de inflação de aplicações financeiras de longo prazo. De qualquer maneira, mostra-se que mesmo neste caso pode-se realizar um teste envolvendo a relação entre a taxa de juros do over (diário) e aquela para aplicações de um mes...

A política fiscal e as taxas de juros domésticas nos países emergentes; Texto para Discussão (TD) 1438: A política fiscal e as taxas de juros domésticas nos países emergentes; Fiscal policy and domestic interest rates in emerging markets

Moreira, Ajax; Rocha, Katia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
116.32%
O objetivo deste trabalho é analisar o efeito da política fiscal sobre as taxas de juros domésticas, utilizando um painel de 23 países emergentes no período de 1996 a 2008. Entre os países analisados, estão África do Sul, Argentina, Brasil, Bulgária, Cazaquistão, Chile, China, Colômbia, Egito, Equador, Filipinas, Hungria, Índia, Indonésia, Malásia, México, Peru, Polônia, Rússia, Tailândia, Turquia, Ucrânia e Venezuela. Foram utilizadas diversas taxas de juros domésticas, relativas a dois bancos de dados: i) International Finance Statistics (IFS): government bond yield, deposit rate, discount rate/bank rate, treasury bill rate, money market rate; e ii) J.P.Morgan (2006): yield do índice Government Bond Index – Emerging Markets. A variável fiscal baseou-se na medida de austeridade fiscal proposta por Fávero e Giavazzi (2004) para a necessidade de financiamento do governo, que leva em consideração a acumulação de superávit primário necessário para manter a relação dívida/produto interno bruto (PIB) constante. O resultado principal mostra que não é possível rejeitar a hipótese de que a austeridade fiscal determina o nível das taxas de juros, e que o efeito tem o sinal esperado, ou seja, um aumento de 1% na acumulação do superávit primário reduz a taxa de juros em aproximadamente 100 pontos-base em média – uma estimativa coerente com estudos similares realizados em países emergentes.; 18 p. : il.