Página 1 dos resultados de 1339 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Economia do terrorismo: análise de sua teoria e consequências

Monteiro, Lia Ramos Mello
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Neste trabalho propõe- se o debate de teorias econômicas sobre o terrorismo. Objetiva-se debater as diferentes abordagens da literatura bem como demonstrar suas influências e consequências na economia de um país. Mostram-se ainda dados e trabalhos empíricos dos efeitos do terrorismo na economia americana, espanhola e israelense

Terrorismo e contra-terrorismo na América do Sul : as políticas de segurança de Argentina, Colômbia e Peru

Poletto, Ricardo dos Santos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2009.; Esta dissertação busca entender o fenômeno do terrorismo e contra-terrorismo espacialmente localizado na América do Sul por meio da análise paralela de três países: Argentina, Colômbia e Peru. Por meio do método comparado, a pesquisa se propõe a analisar as variáveis causais que incidem sobre a conformação de políticas contra-terrorismo no pós-Guerra Fria naquela região, tomando por base históricos de violência política, perfil da ameaça terrorista, aparato jurídicoinstitucional, opinião pública e regimes e tratados internacionais. O estudo incorre na utilização de vários conceitos operacionais para apresentar um quadro abrangente e significativo desse espaço regional sobre a temática do terrorismo. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This dissertation attempts to understand the phenomenon of terrorism and counterterrorism in South America through a guided analysis on Argentina, Colombia and Peru. Built on comparative method, the research argues that some variables – political violence background, profile of the terrorist threat, juridical and institutional framework...

O fundamentalismo islâmico e o terrorismo

Ramos, Roberto Carlos
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Este estudo visa conhecer o fundamentalismo islâmico e a sua simbiose com o terrorismo. Procurarei caracterizar o fundamentalismo islâmico idêntico e identificar a tipologia essencial do terrorismo jihadista, a mutação ocorrida na forma atual de fazer terrorismo, identificando a natureza, as motivações, os objetivos e as consequências para o mundo global contemporâneo, principalmente com a entrada de novos atores assimétricos, como a Al- Qaeda. O terrorismo tem provocado muita insegurança na sociedade ocidental. A ameaça difusa do terrorismo fundamentalista islâmico é percebida como usurpadora da liberdade e tem comprometido seriamente a segurança coletiva, sendo capaz de colocar em causa as estruturas basilares do estado-nação. Naturalmente, perceberemos que, da parte dos fundamentalistas islâmicos, existe ódio ao ocidente, principalmente aos Estados Unidos da América e a Europa, pois as suas políticas de imposição cultural, o regime político imposto a países do Médio Oriente e, principalmente, os interesses económicos, motivados pelo petróleo, tem provocado uma grande revolta no mundo árabe, acompanhada da consequente expansão do islamismo. Por isso, vemos islamitas radicais, prontos a entregar sua vida em nome de Deus...

O Papel das Forças Especiais Portuguesas no Combate e Prevenção do Terrorismo no Afeganistão

Lopes, João
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.5%
O presente Trabalho de Investigação Aplicada encontra-se subordinado ao tema «O papel das forças especiais portuguesas no combate e prevenção do terrorismo n o Afeganistão» Pretende-se estudar o emprego das forças especiais portuguesas, mais especificamente as forças dos Comandos, no combate e na prevenção do terrorismo no Teatro de Operações do Afeganistão, numa área conhecida como o berço do terrorismo moderno, onde estão ou estiveram instalados alguns dos principais e mais perigosos grupos terroristas do mundo. O terrorismo é um dos assuntos mais discutidos e debatidos a nível mundial, no entanto, em Portugal, denota -se um certo esconhecimento/desinteresse sobre o tema. O facto de não existir uma definição global de terrorismo torna todo o processo de combat e e de prevenção mais demorado, pois o que para uns pode ser entendido como terrorismo para outros não é. A temática do terrorismo destaca-se pela s suas imprevisibilidade, dificuldade ou até impossibilidade de controlo, nunca se sabendo quando e quais as razões do próxi mo ataque terrorista. A violência e a falta de visibilidade dos terroristas são os principais fatores que tornam o terrorismo numa das principais ameaças dos dias de hoje. Para combater esta ameaça torna -se necessário aplicar um conjunto de ações...

Políticas de combate ao terrorismo: segurança colectiva versus direitos individuais - O panorama português

Costa, Fátima
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
Este trabalho de investigação subordinado ao tema "Políticas de Combate ao Terrorismo: Segurança Colectiva Vs Direitos Individuais – O Panorama Português" tem como objectivos principais: identificar a necessidade de uma definição global de terrorismo; enunciar uma possível definição de terrorismo; encontrar as medidas que Portugal deve adoptar para a prevenção e combate do terrorismo; demonstrar a necessidade do emprego das Forças Armadas no combate ao terrorismo sendo ele uma ameaça de índole interna ou externa e que afecta a integridade física do território nacional e verificar se Portugal está preparado para combater o terrorismo. Para se conseguir determinar esses objectivos foi empregue o método qualitativo, por intermédio de entrevistas e pesquisa documental queseguiram um tratamento através da técnica de análise do conteúdo horizontal. Após o tratamento conclui-se que arranjar uma definição global de terrorismo é uma tarefa urgenteno seio da comunidade internacional, no entanto difícil e isto devido à complexidade do fenómeno. Da análise das diversas definições, resulta a existência de um denominador comum que possibilitou a elaboração de uma definição operativa. Apesar de Portugal não ser um alvo prioritário dos terroristas é fundamental que tome precauções para que não seja surpreendido. Não existem soluções milagrosas na prevenção e combate do terrorismo...

Data mining no contra-terrorismo: uma abordagem para a compreensão dos factores determinantes do terrorismo

Morais, Ana Isabel Pereira Santos Figueiredo
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.44%
Mestrado em Gestão de Sistemas de Informação; O trabalho apresentado procurou constituir uma abordagem ao estudo do terrorismo no sentido de estabelecer mais um passo para a compreensão dos processos ou indicadores subjacentes à radicalização nas suas formas mais extremas. Definiram-se como objectivos a identificação dos factores determinantes do terrorismo e a concepção de um modelo explicativo e preditivo para a ocorrência e impacto de actos terroristas. Entraram em análise como potenciais factores explicativos variáveis das dimensões económica, sociodemográfica, política, religiosa e de carácter multidimensional, integradas no âmbito de uma amostra de 173 países, organizada segundo modelo de dados em painel, por um período de 20 anos decorridos entre 1990 e 2010. Através da aplicação de Árvores de Regressão com o algoritmo CART, uma das várias técnicas de data mining que são particularmente adequadas quando se têm muitos dados de origem multidimensional, foram identificados diversos factores considerados como determinantes do terrorismo, pertencentes às cinco dimensões de variáveis, tendo-se confirmado a hipótese que sustenta que os factores sociodemográficos são os que melhor explicam a actividade terrorista. Os modelos explicativos para os três indicadores de terrorismo não traduziram capacidades explicativas e preditivas muito elevadas...

A segurança nacional e o terrorismo no processo de globalização

Cescon, Cláudia Vanessa de Jesus Loureiro
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais, área de especialização em Globalização e Ambiente; Esta dissertação visa analisar, no novo cenário internacional, as acções realizadas, recomendadas e planificadas pelas organizações internacionais (ONU, NATO, UE e OSCE) para enfrentar o terrorismo internacional, especialmente no contexto aberto após o 11 de Setembro de 2001, tanto na sua forma de contestação da estrutura do mundo, como na sua forma arrogante de terrorismo de Estado. Procura-se defender a hipótese de que o terrorismo não deve mais ser enfrentado como uma questão de Estado; que deixou de pertencer exclusivamente ao campo das relações entre Estados; e que ultrapassou as fronteiras nacionais, por mais que continue a enraizar-se em experiências nacionais concretas e a encontrar nelas boa parte das suas determinações. Considerando que as questões colocadas apontam para um objecto de estudo de natureza essencialmente interpretativa, a pesquisa é qualitativa, enfatizando a descrição e a análise. A metodologia privilegiará: definições conceptuais e caracterização dos factores que determinam a nova constituição do mundo; a caracterização do terrorismo como uma ameaça à segurança nacional...

A legislação brasileira de combate e prevenção do terrorismo quatorze anos após 11 de Setembro: limites, falhas e reflexões para o futuro

Lasmar,Jorge Mascarenhas
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.41%
Resumo O presente artigo diagnostica e analisa o desenho institucional e jurídico brasileiro na prevenção e combate ao terrorismo internacional bem como busca entender suas limitações. Para isso, foram utilizadas entrevistas com membros do governo brasileiro, incluindo as polícias Militar e Federal, bem como a pesquisa primária em documentos desclassificados e de fonte aberta além da legislação relevante. Concentrando-se no terrorismo internacional pós 11 de Setembro, observamos que o problema do terrorismo internacional também ocorre em território brasileiro. Em seguida, foi mapeada a estrutura e desenho do atual aparato de prevenção e combate ao terrorismo internacional existente no Brasil e identificadas suas limitações. Em sequência, foram analisadas as sérias deficiências do atual sistema normativo brasileiro de combate ao terrorismo. Tendo traçado o desenho da estrutura legal e institucional existente sobre o assunto, verificou-se que as atuais propostas de legislação em debate no Congresso Nacional não responde às necessidades reais desse problema. Essas falhas refletem a falta de uma estratégia e legislação específica de combate e prevenção do terrorismo no Brasil. Por isso...

Sobre el terrorismo y sus víctimas; On terrorism and its victims

Rodríguez Uribes, José Manuel
Fonte: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson Publicador: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/article
Publicado em /06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
El presente trabajo pretende ofrecer algo de luz sobre las nociones de terrorismo y de víctima. En este sentido, se proponen dos puntos de vista en relación con el primero, uno más propio o estricto, el terrorismo como fin que solo puede darse en sociedades democráticas y otro más impropio o amplio, el terrorismo como método, o el método terrorista, susceptible de explicar muchos más fenómenos violentos contemporáneos o históricos. En relación con la noción de víctima se relata su mejor situación normativa a partir de la comprensión del terrorismo como un peligro global tras el 11-S y se justifica por una toma de posición relevante y novedosa de la comunidad internacional en relación con ellas: las víctimas del terrorismo, hoy, son consideradas víctimas del violaciones de derechos humanos y no solo víctimas de un delito particular. A partir de ahí, se comprende que tengan reconocidos genuinos derechos y que ocupen un lugar relevante tanto en el espacio público como en el proceso penal.; This paper aims to provide some light on the concepts of terrorism and victim. Here, we propose two views in relation to the first, a more proper or strict, terrorism as an end that can only happen in democratic societies...

Terrorismo e prisão cautelar: eficiência e garantismo; Terrorism and provisional detention: efficiency and guaranteeism

Maluf, Elisa Leonesi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Nas últimas décadas, a questão do terrorismo encontra-se em crescente debate, especialmente no âmbito jurídico. O tema apresenta aspectos tortuosos, a começar pela dificuldade em conceituar e tipificar o fenômeno. Partindo da premissa de que o terrorismo é um crime grave, com amplitude internacional, pretende-se nesse estudo abordá-lo sob um enfoque processual. A tarefa não seria possível sem antes buscar conceitos para o terrorismo, classificá-lo como um crime internacional e identificar a posição do terrorista, como criminoso, tanto em contexto de conflito armado quanto em situações de paz. A esse aspecto, enfatiza-se a necessidade de aplicação das normas protetivas de Direitos Humanos e de Direito Humanitário, afastando a denominação de combatente inimigo e, com isso, o limbo jurídico a que estaria reservado o terrorista. Essas questões preliminares contextualizam o debate central de nosso trabalho: a prisão cautelar de terroristas, à luz da eficiência e garantismo. Para a abordagem do tema, especial atenção é dada às mudanças ocorridas nas legislações e jurisprudências dos Estados Unidos, Reino Unido e Espanha, Estados fortemente afetados por atos terroristas, especialmente após os atentados de 11 de setembro de 2001. A apresentação é feita com base nos julgamentos de casos paradigmáticos...

O branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo como ameaças à Segurança Nacional

Dominguez, José
Fonte: IESM.CRC Publicador: IESM.CRC
Tipo: Outros
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Este trabalho centra-se na análise do crime organizado e do terrorismo como ameaças à segurança nacional de cada um dos Estados soberanos que compõem a comunidade internacional. O branqueamento de capitais é o processo cíclico que permite que os benefícios, das atividades ilícitas das organizações criminosas retornem, sob aparência de legalidade, aos líderes e membros dessas organizações. A capacidade de desfrutar desses benefícios, aparentemente legais, na sociedade civil é a principal motivação que mantém a continuidade e crescimento desta forma perniciosa de associação humana. Mediante a reformulação e a adaptação de um modelo teórico sistémico de dados criminais e da análise de vários casos de estudo procura-se confirmar a hipótese segundo a qual, se fora eliminada a capacidade de lavagem de dinheiro das organizações criminosas, estas perderiam a sua motivação e a sua força, e como consequência o nível das suas atividades diminuiria drasticamente. O terrorismo é o flagelo de alguns Estados e uma ameaça contínua para todos eles, mas a sua força vital está constituída por fundos económicos que lhes permitem manter as suas estruturas, a sua logística e o seu pessoal, ou seja...

Cooperação civil-militar no combate ao terrorismo: o papel das Informações Militares

Bartolomeu, José
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
O terrorismo ganhou maior dimensão com o fenómeno da globalização. Com o propósito de desenvolver linhas de ação para estimular a cooperação entre as Forças Armadas (FA) e as Forças e Serviços de Segurança (FSS) no combate ao terrorismo, formulando orientações concretas para otimizar o contributo do Sistema de Informações Militares (SIM), seguiram-se as fases do procedimento metodológico preconizadas por Quivy e Campenhoudt (1998). Com recurso ao método dedutivo, analisou-se informação e obtiveram-se conclusões, que depois de incorporadas em matrizes de análise “SWOT”, permitiram atingir o nosso desiderato. Iniciou-se este relatório com uma classificação da ameaça terrorista e do fenómeno terrorista em Portugal, seguiu-se um resumo do papel das Informações e o contributo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), da União Europeia (UE) e de Portugal no combate ao terrorismo, foi feita uma análise ao SIM, e por fim escrutinaram-se os mecanismos de cooperação entre as FA e as FSS. Verificou-se que as redes terroristas incluem normalmente nós e ramificações de âmbito criminal e apoios diversos. Portugal poderá constituir-se como refúgio, local de passagem, fonte de recrutamento...

Anotações e reflexões sobre o terrorismo de Estado

Leite Filho, Jaime de Carvalho
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.41%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito; O objeto desta dissertação é o terrorismo de Estado. Trata-se de uma pesquisa, primordialmente, empírica, posto que são analisados exemplos da violência institucionalizada pelo Estado, que, em princípio não podem ser denominados de terrorismo, mas que possuem as mesmas características do terrorismo praticado pelos grupos clandestinos. A única diferença reside no fato de que violência estatal é justificada e sancionada pela lei. A teoria de base é o estudo da violência simbólica de Pierre Bourdieu, segundo a qual a violência monopolizada pelo Estado se legitima simbolicamente e passa ser aceita como normal. O método de abordagem será o comparativo. Na primeira parte da obra serão analisadas as características do terrorismo dos grupos clandestinos. Na segunda parte serão reunidos vários exemplos da violência institucionalizada pelo Estado, com o objetivo de evidenciar que não existem diferenças substanciais entre a violência dos grupos e praticada pelo Estado. Na terceira parte da dissertação será apresentado o estudo dos eventos referentes aos atentados de 11 de setembro de 2001 nos EUA e a guerra no Afeganistão...

Terrorismo jihadista e contra - terrorismo: estudo comparado entre a União Europeia e a Indonésia

Gomes, Andreia Filipa Nogueira
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Tese de Mestrado em Relações Internacionais; O terrorismo jihadista tem sido uma das ameaças mais perigosas neste milénio um pouco por todo o mundo. Esta dissertação pretende comparar a evolução nos últimos anos do terrorismo jihadista na União Europeia e na Indonésia. É igualmente nosso propósito apresentar medidas anti-terroristas levadas a cabo nas duas regiões, bem como o trabalho que tem sido feito em conjunto para enfrentar este fenómeno. Este trabalho visa assim responder à seguinte pergunta: que lições podem trocar a UE e a Indonésia na luta anti-terrorista? No primeiro capítulo, justificaremos a escolha do tema e apresentaremos algumas considerações metodológicas para a realização deste trabalho. No segundo capítulo, apresentaremos alguns conceitos relativos à temática em análise e explanaremos a problemática em torno do terrorismo jihadista actual a nível global. No terceiro capítulo, analisaremos a situação do terrorismo jihadista na União Europeia desde final do século passado e ainda várias medidas anti-terroristas tomadas na região e a nível global. No quarto capítulo, será a vez de falar da mesma temática aplicada à Indonésia, não esquecendo a região do Sudeste Asiático...

La convención interamericana contra el terrorismo, el Cicte y Colombia

Instituto de Estudios Geoestratégicos y Asuntos Políticos
Fonte: Universidad Militar Nueva Granada; Instituto de Estudios Geoestratégicos y Asuntos Políticos Publicador: Universidad Militar Nueva Granada; Instituto de Estudios Geoestratégicos y Asuntos Políticos
Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
El Instituto de Estudios Geoestratégicos entrega a la comunidad universitaria y a los interesados en los asuntos de carácter mundial, un documento informativo1 sobre la situación actual de la Convención Interamericana contra el Terrorismo, instrumento diseñado para unificar y armonizar criterios y políticas para enfrentar el desafío proveniente de organizaciones que han privilegiado al terrorismo como la expresión de su actividad política. En la “Declaración de Salamanca”, suscrita el 15 de octubre pasado en la XV Cumbre Iberoamericana, no existe una mención específica sobre ni contra el terrorismo; a pesar de que uno de los comunicados especiales suscritos en el desarrollo de la reunión está dedicado a ese asunto, con el título “Apoyo a la lucha contra el terrorismo”, y que en él se convocó a los gobiernos “a formar parte, urgentemente, de todas las convenciones y protocolos relativos al terrorismo”, no encontramos una alusión específica ni directa a la Convención Interamericana contra el Terrorismo.

El problema de conceptualización del terrorismo dentro de la disciplina de las Relaciones Internacionales: Un análisis desde la perspectiva histórico conceptual

Hidalgo Nieto, Clara Catalina
Fonte: Facultad de Relaciones Internacionales Publicador: Facultad de Relaciones Internacionales
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.41%
Los hechos ocurridos durante el 11 de septiembre de 2001 se constituyeron como un momento fundamental en los intentos de conceptualización del terrorismo internacional dentro de la disciplina de las Relaciones Internacionales. A raíz del 9/11 tuvo lugar la resemantización del concepto de terrorismo internacional en función del terrorismo religioso y del fundamentalismo islámico. Lo anterior, marco una ruptura en el campo de experiencia y en el horizonte de expectativas del concepto mismo, pues este último adquirió un nuevo uso discursivo, y por ende, político. Por eso, ante la necesidad de emprender un análisis discursivo de los usos del concepto de terrorismo internacional, se evidencia cómo al estar inmersos en determinados juegos del lenguaje, el uso discursivo de este concepto termina por convertirse en una herramienta de acción política que promueve una forma de vida.; The events occurred during September 11, 2001 are considered as a essential moment in the attempts of conceptualization of international terrorism within the discipline of International Relations. Following the 9/11 it took place the resemantization of the concept of international terrorism based on religious terrorism and Islamic fundamentalism. This marked a break in the field of experience and the horizon of expectations of the concept itself...

La ambigüedad, las creencias y los estereotipos que rodean a lo que hoy en día se conoce como terrorismo: Una revisión de literatura

Echeverri Escobar, Alejandra
Fonte: Escuela de Medicina y Ciencias de la Salud Publicador: Escuela de Medicina y Ciencias de la Salud
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.44%
El terrorismo en la actualidad es considerado como uno de los conceptos más controversiales en los campos social, académico y político. El término se empieza a utilizar después de la Revolución Francesa, pero recientemente, a raíz de los atentados del 11 de septiembre de 2001, ha tomado suma relevancia y ha motivado numerosas investigaciones para tratar de entender qué es terrorismo. Aunque a la fecha existen varias revisiones sistemáticas, este trabajo tiene como propósito revisar, agrupar y concretar diferentes teorías y conceptos formulados por los autores que han trabajado sobre el concepto de “terrorismo” con el fin de entender las implicaciones de su utilización en el discurso, y cómo esto afecta la dinámica interna de las sociedades en relación con la violencia, las creencias, los estereotipos entre otros elementos. Para lograrlo, se revisaron 56 artículos, publicados entre los años 1985 y 2013; 10 fuentes secundarias entre noticias y artículos de periódicos correspondientes a los años 1995-2013 y 10 estudios estadísticos cuyos resultados nos aportan a la comprensión del tema en cuestión. La búsqueda se limitó al desarrollo histórico del terrorismo, sus diferentes dimensiones y el concepto social de la realidad de terrorismo. Los hallazgos demuestran que la palabra “terrorismo” constituye un concepto que como tal es un vehículo lingüístico que puede ser utilizado con fines...

Terrorismo: Un problema de estado. Tratamiento jurídico en la legislación comparada. Especial referencia a los delitos de terrorismo en las legislaciones de Chile y España.

Villegas Díaz, Myrna
Fonte: Universidad de Chile; Universidad de Chile. Programa Cybertesis Publicador: Universidad de Chile; Universidad de Chile. Programa Cybertesis
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Tesis doctoral (doctorado en derecho); Por todo ello pensamos que un estudio jurídico del terrorismo ha de conducir a la reducción de la esfera de la intervención penal solo hacia aquellas conductas mas graves y que atacan bienes jurídicos de la mayor trascendencia. La reacción del Estado frente al terrorismo, cualquiera que sea su manifestación, es necesaria. Y ello porque el terrorismo es esencialmente contrario a los derechos humanos. Pero, a su vez, el Estado debe ejemplificar frente a este fenómeno, respetando estos derechos humanos en su respuesta legislativa.

Derecho de gracia y derecho premial en los delitos de terrorismo

Sarrazin Valdovinos, Francisca; Vergara González, Luis Rodrigo
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.54%
Memoria (licenciado en ciencias jurídicas y sociales); Una de las similitudes del Derecho de Gracia y del Derecho Penal Premial es que el Estado, que siempre ha tenido la facultad de imponer una pena a una determinada persona que ha cometido un delito, renuncia a tal facultad por diferentes razones que analizaremos en estas páginas y también con diferentes consecuencias. Generalmente esta decisión de renuncia del Estado al “Ius Puniendi” se fundamenta en consideraciones del fin de la pena. Empezaremos entonces analizando en el primer capítulo y en primer lugar, desde dónde podemos observar el sistema penal como un sistema completo regulado por normas y las distintas perspectivas desde el cual puede ser apreciado. Dentro de estas perspectivas nos detenemos a observar al Derecho Penal desde una perspectiva subjetiva con lo cual llegamos a sus sanciones. Posteriormente analizaremos someramente las distintas teorías de la pena y su relación con las normas jurídico penales. Comenzaremos ese análisis buscando el concepto de pena y sus características. Luego analizaremos las distintas teorías de la pena dividiéndolas, como es común, en teorías absolutas, teorías relativas, teorías mixtas y sus críticas. Luego de analizar estos conceptos básicos del Derecho Penal...

Alcances del "ciber-terrorismo" en la sociedad contemporánea

Reyes Benz, Arlette Belén
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Memoria (licenciado en ciencias jurídicas y sociales); El objetivo del presente trabajo consiste en analizar la problemática que se genera en torno al concepto emergente de ciber-terrorismo y la tendencia de explotar los medios de comunicación de masas, especialmente Internet, para causar gran impacto en la población. El planteamiento del problema aborda el desarrollo histórico de los diferentes medios de comunicación de masas (libros, diarios, revistas, radio, cine y televisión) y un análisis particular del caso de Internet, que se presenta en la actualidad como un fenómeno en el cuál convergen todas las formas de comunicación de masas estudiadas. Luego se analizan las escasas construcciones teóricas existentes sobre ciber-terrorismo, intentando distinguir este concepto de los delitos informáticos comunes, para establecer sus características particulares en base a lo que se ha definido tradicionalmente como terrorismo. A continuación, se desarrolla un análisis de casos prácticos que se han asociado con el ciber-terrorismo para delimitar si éstos corresponden a una manifestación de este fenómeno propiamente tal. Este trabajo finaliza con el planteamiento de las formas de regular Internet para controlar los efectos del uso del mismo en delitos informáticos...