Página 1 dos resultados de 266 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Curva de crescimento e exportação de nutrientes e sódio por frutos de mangueira Palmer, Haden e Tommy Atkins

Souza, Flávia Vieira de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 54 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
49.744175%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - FCAV; Objetivou-se com o presente estudo determinar a curva de crescimento e a extração de nutrientes e sódio por frutos de mangueira Haden, Palmer e Tommy Atkins. O estudo foi conduzido em uma área de produção comercial de mangas em Janaúba-MG. O delineamento experimental para cada variedade de manga foi inteiramente casualizado, com cinco repetições e os tratamentos corresponderam as épocas de amostragem das panículas . Cada unidade experimental foi composta por cinco plantas. Durante o pleno florescimento, foram demarcadas seis panículas por planta, iniciando a coleta quando os frutos atingiram o estádio de chumbinho, aproximadamente cinco dias após a antese, e finalizando quando os frutos atingiram o ponto de colheita, totalizando 15, 19 e 19 amostragens, para as variedades Haden, Palmer e Tommy Atkins, respectivamente. Após cada coleta, determinaram-se a massa fresca, massa seca e os teores de nutrientes e sódio . A variedade Haden atingiu o ponto de colheita aos 92 dias após a antese, seguida pela variedade Tommy Atkins aos 115 dias e Palmer aos 117 dias. As curvas de crescimento dos frutos para as três variedades de mangueira apresentaram padrão sigmoidal. A ordem decrescente de extração de nutrientes e sódio pelos frutos da mangueira Haden foi: K>N>Ca>Mg>S>P>Mn>Fe>Na>B>Zn>Cu. Na mangueira variedade Palmer: K>N>Ca>P>Mg>S>Mn>Na>Fe>Cu>B>Zn e na mangueira Tommy Atkins foi: K>N>Ca>P>Mg>S>Mn>Fe>Na>Cu>B>Zn. Os nutrientes extraídos em maiores quantidades pelas três variedades foram: K>N>Ca. A variedade Haden extrai maior quantidade de todos os nutrientes...

Extração de macro e micronutrientes por frutos de quatro variedades de manga (Mangifera indica L.)

Haag,H.P.; Souza,M.K.P.; Carraello,Q.A.C.; Dechen,A.R.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1990 Português
Relevância na Pesquisa
49.135947%
Determinou-se o crescimento e a extração de nutrientes pelos frutos das variedades, Haden, Sensation, Tommy-Atkins e Edward, colhidos em sete épocas distintas, de um pomar de nove anos situado sobre uma "terra roxa estruturada" em Piracicaba, SP. Os frutos foram lavados, pesados e analisados para macro e micronutrientes. O crescimento dos frutos nas variedades obedece a seguinte ordem decrescente: Edward, Haden, Tommy-Atkins e Sensation. O conteúdo total de nutrientes nas variedades foi em ordem decrescente: Haden , Tommy-Atkins, Edward e Sensation.

Estimativa da área foliar da mangueira (Mangifera indica L.) cvs. Tommy Atkins e Haden, utilizando dimensões lineares

Araújo,Eugênio Celso Emérito; Santos,Elizandra Paulino dos; Prado,Carlos Henrique Britto de Assis
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
49.135947%
Os trabalhos existentes sobre a estimativa da área foliar da mangueira são raros e de resultados pouco convergentes. O objetivo deste trabalho foi determinar as equações que melhor descrevem a relação entre as dimensões lineares (comprimento e largura máxima) e a área da folha da mangueira, cultivares Tommy Atkins e Haden, possibilitando a estimativa rápida e não-destrutiva da área foliar (AF) utilizando apenas o comprimento (C), a largura máxima (L), ou ambos. A área foliar da mangueira pode ser estimada multiplicando-se o parto do comprimento pela largura, pelo fator 0,74 (para a cultivar Tommy Atkins) ou 0,78 (para a cultivar Haden), bem como pelas equações: AF= 4,96349 C - 33,42976 (R²=0,86); AF= 17,02964 L - 18,88065 (R²=0,85) e AF= 0,73499 (CxL) + 0,59459 (R²=0,92) para a cultivar Tommy Atkins ou AF= 5,35282C - 33,17061(R²=0,88); AF= 19,09951L - 24,61777(R²=0,89) e AF= 0,76015(CxL) + 0,43257(R²=0,99) para a cultivar Haden.

Cinética de secagem de manga variedade Tommy Atkins com e sem pré-tratamento osmótico.

CABRAL, A. C. P. L. F.; AZOUBEL, P. M.; SILVA, F. O. da; SOUSA, R. M. de; CAMPOS, A. B.
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p 27-31. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p 27-31.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
O processo de secagem de manga variedade Tommy Atkins com e sem prétratamento osmótico foi conduzido em um secador de leito fixo em três diferentes temperaturas (50, 60 e 70°C). O aumento da temperatura favoreceu a transferência de massa e as amostras que sofreram pré-tratamento atingiram a condição de equilíbrio em menor tempo, entretanto com valores de umidade superiores à fruta in natura.; 2006

Aplicação pós-colheita de aminoetoxivinilglicina (AVG) em manga ?Tommy Atkins? armazenada em temperatura ambiente.

SANTOS, A. C. N. dos; LIMA, M. A. C. de; PAES, P. de C.; TRINDADE, D. C. G. de; SILVA, A. L. da; SOUZA, S. O. de.
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p 33-38. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p 33-38.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação pós-colheita de Aminoetoxivinilglicina (AVG) em manga ?Tommy Atkins? armazenada sob temperatura ambiente (23,3 ± 1,9ºC e 52 ± 6% UR) e avaliada aos 0, 3, 6, 8, 10, 11 e 12 dias. Os frutos foram submetidos à imersão, durante 2 minutos, em solução contendo AVG, nas concentrações de 0 (controle), 200, 400 e 800 µg g-1. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em fatorial 4x7 (doses de AVG x tempo de armazenamento), com 4 repetições, correspondendo cada uma a 4 frutos. Nas concentrações testadas, o AVG não foi eficiente em atrasar os eventos da maturação associados ao amaciamento da polpa, mudanças nos pigmentos e acúmulo de sólidos solúveis. Contudo, a aplicação pós-colheita de 200 mg g-1 resultou em frutos com menor perda de massa, maior acidez titulável e melhor aparência.; 2006

Aplicação de revestimentos à base de carboidratos e armazenamento refrigerado de manga ?Tommy Atkins?

PAES, P. de C.; LIMA, M. A. C. de; BAÉZ-SAÑUDO, R.; TRINDADE, D. C. G. de; SANTOS, A. C. N. dos.
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p. 213-218. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p. 213-218.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
58.596074%
O objetivo desse trabalho foi avaliar a eficiência do uso de revestimentos solúveis sobre a qualidade e vida útil pós-colheita da manga ?Tommy Atkins? armazenada sob refrigeração. Mangas em estádio de maturação 3 foram submetidas aos tratamentos: aplicação de revestimentos solúveis e tempo de armazenamento. Os revestimentos solúveis foram testados quanto às concentrações: A= 0,1% de carboximetilcelulose (CMC), 0,05% de sacarose, 0,3% de ácidos graxos, 0,01% de sorbato de potássio, 0,05% de álcool etílico e 0,01% de surfactante; B= 0,15% de CMC, 0,04% de sacarose, 4,5% de ácidos graxos, 0,0,1% de sorbato de potássio, 0,05% de álcool etílico e 0,01% de surfactante; e controle. Os tempos de armazenamento foram 0, 9 e 19 dias sob refrigeração (10,9 ± 2,0ºC e 79 ± 5% UR), seguidos de 2, 4 e 6 dias em temperatura ambiente (23,9 ± 2,8ºC e 46 ± 6% UR). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em fatorial 3 x 6, com quatro repetições. A aplicação de revestimentos solúveis não atrasou a maturação, uma vez que houve equivalência com o controle nos valores de firmeza, cores da casca e da polpa e acidez total titulável. O teor de sólidos solúveis totais foi maior nos frutos que receberam os revestimentos...

Identificação de híbridos entre cultivares de mangueira via marcador de DNA AFLP.

RODRIGUES, M. A.; SANTOS, C. A. F.; LIMA, R. S. N. de; LIMA NETO, F. P.
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 2., 2007, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2007. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 2., 2007, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
49.48061%
O programa de melhoramento genético da mangueira na Embrapa Semi-Árido visa desenvolver novas cultivares da espécie, tendo como um dos parentais a ?Tommy Atkins?. O objetivo do presente trabalho foi a identificação de indivíduos resultantes de polinização cruzada com a ?Tommy Atkins? e de autofecundação da ?Haden?, provenientes de frutos colhidos de uma única planta ?Haden? circundada exclusivamente por plantas de ?Tommy Atkins?, através do uso do marcador de DNA AFLP, para orientação dos trabalhos de genética e melhoramento da mangueira no Vale do São Francisco. O DNA de 124 indivíduos e dos parentais foi digerido com as enzimas Eco R1 e Mse1 e fenotipado com quatro combinações de primers de AFLP. O número total de bandas polimórficas observadas foi de sete/primers de AFLP. Sete bandas de AFLP presentes na ?Tommy Atkins? e ausentes na ?Haden? foram anotadas para identificação dos híbridos e estimação da taxa de polinização cruzada. Das sete bandas de AFLP anotadas, cinco apresentaram a segregação de 1:1 e duas de 3:1. A taxa de polinização cruzada foi estimada em 87%, sendo que, dos 124 indivíduos analisados, 108 foram identificados como híbridos de ?Haden? x ?Tommy Atkins?, os quais serão incorporados ao processo de seleção para o desenvolvimento de novas cultivares e empregados em estudos genéticos.; 2007

Avaliação de híbridos de mangueira da variedade TOMMY ATKINS, em ciclo, no Semiárido brasileiro.

LIMA NETO, F. P.; SANTOS, C. A. F.; VIEIRA, P. F.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
A diversificação de variedades é essencial para a consolidação da mangicultura brasileira direcionada tanto ao competitivo mercado internacional como ao abrangente mercado nacional. As freqüentes flutuações constatadas na preferência dos consumidores e os eventuais riscos geralmente relacionados à ocorrência de disseminação de pragas e doenças em pomares caracterizados pela uniformidade genética são fatores que motivam o desenvolvimento de novas variedades. O objetivo do presente trabalho consistiu na avaliação de híbridos completos da variedade Tommy Atkins, em uma safra (2010-2011), no Semiárido Brasileiro, considerando-se parâmetros associados aos frutos.; 2012

Qualidade de frutos de híbridos de mangueira gerados a partir das variedades Van Dyke, Haden e Tommy atkins

ROSATTI, S. R.; SILVA, E. E. L. de S.; RISTOW, N. C.; LIMA, M. A. C. de; LIMA NETO, F. P.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-COLHEITA DE FRUTAS, HORTALIÇAS E FLORES, 4.; ENCONTRO NACIONAL SOBRE PROCESSAMENTO MÍNIMO DE FRUTAS E HORTALIÇAS, 7., 2013, Ribeirão Preto. Internacionalizar para não perecer: anais. Ribeirão Preto: USP-Faculdade de Cências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, 2013. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-COLHEITA DE FRUTAS, HORTALIÇAS E FLORES, 4.; ENCONTRO NACIONAL SOBRE PROCESSAMENTO MÍNIMO DE FRUTAS E HORTALIÇAS, 7., 2013, Ribeirão Preto. Internacionalizar para não perecer: anais. Ribeirão Preto: USP-Faculdade de Cências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, 2013.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade dos frutos de 18 híbridos de mangueira gerados a partir das variedades Van Dyke e Haden com Tommy Atkins, nas condições do Semiárido Brasileiro.; 2013

Plant regulators on vegetative growth of Tommy Atkins mangoes.

MOUCO, M. A. do C.; ONO, E. O.; RODRIGUES, J. D.; SILVA, G. J. N.
Fonte: Acta Horticulturae, Leuven, n. 992, p. 187-192, may, 2013. Publicador: Acta Horticulturae, Leuven, n. 992, p. 187-192, may, 2013.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
49.135947%
Paclobutrazol applied to the soil is used for the production management of mango in most of orchards on the semiarid region. However, it is necessary to identify other plant growth regulators that might be applied to the leaves, so as to minimize the risk of residues in the soil and plant. The present paper has the purpose to evaluate the effect of plant regulators in the management of vegetative growth on mangoes Tommy Atkins. Three plant growth regulators, sprayed to the leaves, were evaluated: prohexadione-Ca, ethyl-trinexapac and chlormequat chloride, applied in two dosages, and compared to paclobutrazol applied to the soil. In order to compare the effects of the treatment, data were recorded on the vegetative growth (number and length of the shoots). Furthermore, the levels of gibberellins in the apical area of the shoots of Tommy Atkins were quantified, from the beginning of the experiment until the beginning of floral induction. The results showed that sprayings with prohexadione-Ca, trinexapac-ethyl and chlormequat chloride in a dosage of 1.5 g a.i. plant-1 plant was as efficient as a dose of 4.0 g a.i. plant-1 of paclobutrazol applied to the soil, regarding the regulation of vegetative growth of Tommy Atkins.; 2013; Edição do Proceedings of the IX International Mango Symposium...

Classificação de mangas Tommy Atkins y-irradiadas: Um modelo metabolômico

Santos, Maria de Jesus Lessa; Navarro, Daniela Ferraz (Orientadora); Silva, Ricardo Oliveira da (Orientador); Silva, Josenilda Maria da (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
49.135947%
Neste trabalho foram investigadas as composições dos voláteis a partir de mangas da cultivar Tommy Atkins expostas à radiação gama na dose de 0,5 kGy quando comparadas à composição de voláteis obtidos a partir de mangas que não passaram por este tratamento fitossanitário. O objetivo foi construir um modelo metabolômico para classificar as mangas através de modelo não invasivo. Foram analisadas 80 amostras classificadas com grau de maturação entre 4 e 5, segundo classificação da Embrapa. Os voláteis foram coletados após 18 dias de armazenamento sob temperatura de 12°C, usando um sistema Headspace Dinâmico (HD) e submetidos à corrida cromatográfica em fase gasosa seguida de detecção por espectrometria de massas (GC/MS). Os compostos foram identificados a partir da determinação do Índice de Retenção Van den Dool and Kratz e do espectro de massas, que foram comparados aos descritos na biblioteca de espectros do ADAMS. Foram identificados 16 compostos já mencionados na literatura e classificados como terpenos (mono e sesquiterpenos) e ésteres. Entre os terpenos, o α-Pineno e o 3-Careno foram os majoritários tanto para as mangas irradiadas, como para as não irradiadas. Após a identificação dos mesmos...

Comportamento dos carboidratos e amilases de mangas Tommy Atkins durante o desenvolvimento.

LUCENA, E. M. P. de; ASSIS, J. S. de; ALVES, R. E.; ENÉAS FILHO, J.
Fonte: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 54, p. 109-112, 2011. Publicador: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 54, p. 109-112, 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
Opresente trabalho teve como objetivo caracterizar as mudanças na concentração de carboidratos e atividade de amilase durante o desenvolvimento de mangas cv. Tommy Atkins, desde a antese até a colheita comercial, visando a definição do ponto de colheita ideal.; 2011

Estudo das pectinas e pectinases durante o desenvolvimento de mngas Tommy Atkins.

LUCENA, E. M. P. de; ASSIS, J. S. de; ALVES, R. E.; ENÉAS FILHO, J.
Fonte: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 53, p. 52-56, 2011. Publicador: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 53, p. 52-56, 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
O presente trabalho teve como objetivo caracterizar as alterações no contéudo de pectinas e na atividade das pectinases durante o desenvolvimento de manga (Mangifera indica L.), cultivar Tommy Atkins, da antese até a colheita comercial, levando em consideração o ponto de colheita ideal.; 2011

Alterações físicas e químicas durante o crescimento e desenvolvimento de manga Tommy Atkins produzidas no Vale do São Francisco, Brasil.

LUCENA, E. M. P. de; ASSIS, J. S. de; ALVES, R. E.; ENÉAS FILHO, J.
Fonte: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 53, p. 48-51, 2011. Publicador: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 53, p. 48-51, 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
O presente trabalho teve por objetivo caracterizar as alterações fisicas e químicas durante o crescimento e desenvolvimento de manga (Mangifera indica L.), cv. Tommy Atkins, desde a antese até colheita comercial, tendo como meta a determinação do ponto de colheita ideal.; 2011

Alterações na cor, vitamina C, fenólicos e atividade de enzimas oxidativas durante o desenvolvimento de manga Tommy Atkins.

LUCENA, E. M. P. de; ASSIS, J. S. de; ALVES, R. E.; ENÉAS FILHO, J.
Fonte: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 54, p. 113-117, 2011. Publicador: Journal of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture, Leuven, v. 54, p. 113-117, 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
Este estudo teve como objetivo caracterizar as mudanças na cor da polpa, conteúdo de clorofila, carotenôides, vitamina C e fenólicos, bem como determinar a atividade da cultivar oxidado durante o desenvolvimento do fruto da mangueira cv. Tommy Atkins, da antese até a colheita comercial, considerando a definição do ponto de colheita ideal.; 2011

Ocorrência de danos mecânicos durante as operações pós-colheita e qualidade de manga Tommy Atkins destinada ao mercado americano.

LIMA, M. A. C. de; AMORIM, T. B. F.
Fonte: In: CONGRESO IBEROAMERICANO DE TECNOLOGÍA POSTCOSECHA Y AGROEXPORTACIONES, 5., 2007, Cartagena. Tecnologia, calidad y seguridad hortofrutícola... Cartagena: AITEP; Universidad Politécnica de Cartagena, 2007. Publicador: In: CONGRESO IBEROAMERICANO DE TECNOLOGÍA POSTCOSECHA Y AGROEXPORTACIONES, 5., 2007, Cartagena. Tecnologia, calidad y seguridad hortofrutícola... Cartagena: AITEP; Universidad Politécnica de Cartagena, 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1565-1579.
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
Objetivou-se reconhecer e caracterizar os principais danos mecânicos em manga Tommy Atkins, identificando pontos ou etapas do processo pós-colheita que favoreçam sua ocorrência, e avaliar a qualidade comercial da fruta após o armazenamento.; 2007

Uso de revestimentos à base de dextrina na conservação pós-colheita de manga Tommy Atkins.

RIBEIRO, T. P.; LIMA, M. A. C. de; TRINDADE, D. C. G. da; SANTOS, A. C. N. dos; AMARIZ, A.
Fonte: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 31, n. 2, p. 343-351, jun. 2009. Publicador: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 31, n. 2, p. 343-351, jun. 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.840522%
O presente trabalho objetivou avaliar a qualidade de mangas Tommy Atkins após a aplicação de revestimentos com diferentes concentrações de dextrina, associadas ou não a fonte lipídica, em armazenamento refrigerado seguido de temperatura ambiente.; 2009

Extração de macro e micronutrientes por frutos de quatro variedades de manga (Mangifera indica L.); Quantities of nutrients removed by the fruits of four mango varieties

Haag, H.P.; Souza, M.K.P.; Carraello, Q.A.C.; Dechen, A.R.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1990 Português
Relevância na Pesquisa
49.67542%
Determinou-se o crescimento e a extração de nutrientes pelos frutos das variedades, Haden, Sensation, Tommy-Atkins e Edward, colhidos em sete épocas distintas, de um pomar de nove anos situado sobre uma "terra roxa estruturada" em Piracicaba, SP. Os frutos foram lavados, pesados e analisados para macro e micronutrientes. O crescimento dos frutos nas variedades obedece a seguinte ordem decrescente: Edward, Haden, Tommy-Atkins e Sensation. O conteúdo total de nutrientes nas variedades foi em ordem decrescente: Haden , Tommy-Atkins, Edward e Sensation.; Quantities of nutrients removed by the harvest of mango fruits (Mangifera indica L.) of four varieties (Haden, Sensation, Tommy-Atkins and Edward) are presented. The orchard was nine years old, situated on an alfison in Piracicaba, SP, Brazil. The fruits were harvested 39, 55, 97, 108, 125 and 144 days from the initial stage of growth. The fruits were rinsed, dried, weighed, and analyzed for nutrient content by laboratory conventional methods. The authors concluded: Fruit growth followed the decreasing order: Edward, Haden, Tommy-Atkins and Sensation; The total amount of nutrients (macro and micronutrients) removed by each variety for the production of 15,000kg of fresh fruits by hectare amounted to: Haden 44kg...

Fenología, producción y contenido de almidón en árboles de mango en Guanacaste, Costa Rica

Gamboa-Porras,Jimmy R.; Marín-Méndez,Walter
Fonte: Agronomía Mesoamericana Publicador: Agronomía Mesoamericana
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
49.135947%
El objetivo de este trabajo fue determinar la variación estacional del contenido de almidón en árboles de mango y relacionarla con sus patrones fenológicos y de producción. Se estudiaron árboles de las variedades Tommy Atkins (TA) y Keitt (K), en Guanacaste, Costa Rica. Los estados fenológicos evaluados fueron: (1) aparición de brotes vegetativos, (2) brotes florales y (3) producción de frutos. Esta última se registró como peso de frutos por árbol. El almidón se determinó mediante hi- drólisis enzimática de madera de raíces, troncos y ramas en cuatro estados fenológicos durante 2004 y 2005. Además se registró la temperatura y la precipitación. Los contenidos de almidón fluctuaron a través del período analizado. Se obser- vó que estuvieron influenciados por las etapas fenológicas de producción de flores y frutos. El contenido de almidón pre- sentó concentraciones más altas (TA: 11,7%, K: 14,4%) en la etapa de reposo y prefloración, entre agosto y noviembre. Los menores niveles (6,1%) se observaron en poscosecha en mayo para las dos variedades. La variedad Tommy Atkins presentó la mayor producción en el 2006 con 208,5 kg/árbol y la menor producción en 2005 con 34,9 kg, mientras que en la variedad Keitt...

Análisis de crecimiento y absorción de nutrimentos de frutos de mango, cultivares Tommy Atkins y Keith

Fallas,Róger; Bertsch,Floria; Miranda,Enaldo; Henríquez,Carlos
Fonte: Agronomía Costarricense Publicador: Agronomía Costarricense
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
49.336074%
Frutos de mango de cultivares Tommy Atkins y Keith fueron colectados en diferentes bloques de la Finca Manga Rica, Guanacaste, Costa Rica, a lo largo del ciclo de desarrollo durante la temporada 2008-2009. Aproximadamente cada 15 días, a los frutos colectados se les midió su ancho y largo, peso fresco y seco y se analizó la concentración de nutrimentos. Se determinó que el fruto presenta 2 fases de desarrollo, una de expansión, que abarca desde el inicio hasta los 79 días después de floración en Tommy Atkins y hasta los 93 días para Keith, y otra posterior de llenado. Se obtuvieron las curvas de absorción para macro y microelementos y se detalla información para adaptarlas a diferentes localidades. Se determinó que cada kg de fruta fresca de Tommy Atkins y Keith, respectivamente, consume 1,54 y 1,59 g de K; 1,07 y 1,06 g de N; 0,20 y 0,12 g de P; 0,29 y 0,14 g de Ca; 0,19 y 0,15 g de Mg; 0,07 y 0,09 g de S; 8,5 y 2,5 mg de Fe; 3,5 y 2,1 mg de Mn; 0,7 y 1,6 mg de B; 1,2 y 0,97 mg de Zn; y 1,1 y 0,9 mg de Cu. Se sugieren etapas adecuadas para realizar fertilizaciones foliares y se encontró que algunos elementos no deben aplicarse simultáneamente, por posibles antagonismos. Para obtener frutos de Tommy Atkins con peso fresco entre 400 y 500 g se debe cosechar cuando el diámetro fluctúe entre 8...