Página 1 dos resultados de 76 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Um framework para coordenação do tratamento de exceções em sistemas tolerantes a falhas; A framework for exception handling coordination in fault-tolerant systems

Pereira, David Paulo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
116.36%
A adoção em larga escala de redes de computadores e gerenciadores de banco de dados contribuiu para o surgimento de sistemas de informação complexos. Atualmente, estes sistemas tornaram-se elementos essenciais na vida das pessoas, dando suporte a processos de negócio e serviços corporativos indispensáveis à sociedade, como automação bancária e telefonia. A utilização de componentes na estruturação destes sistemas promove maior qualidade e flexibilidade ao produto e agiliza o processo de desenvolvimento. Entretanto, para que estes benefícios sejam totalmente observados, é fundamental que os provedores de componentes de prateleira projetem especificações precisas, completas e consistentes. Geralmente, as especificações omitem ou negligenciam o comportamento dos componentes nas situações de falha. Desta forma, a utilização de componentes não confiáveis, cujos comportamentos não podem ser inteiramente previstos, compromete seriamente o projeto de sistemas tolerantes a falhas. Uma estratégia para a especificação de componentes tolerantes a falhas é informar a ocorrência de erros através de exceções e realizar a recuperação dos mesmos por rotinas de tratamento correspondentes. A especificação deve separar claramente o comportamento normal do excepcional...

Ambiente de testes utilizando verificação de componentes java com tratamento de exceções; Test environment using property checking of Java components with exception handling

Xavier, Kleber da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
116.18%
Um sistema de software que apresente problemas em sua execução pode gerar conseqüências desde um simples incômodo ao usuário, até desastres como a perda de uma sonda da NASA em Marte. As atividades de teste visam identificar erros nos sistemas de software, prevenindo estas conseqüências indesejáveis. Porém, os testes podem envolver entre 30% e 40% do esforço de desenvolvimento do sistema, e em sistemas críticos, seu custo pode ser de 3 a 5 vezes maior do que o custo combinado das demais atividades. Para tentar reduzir estes custos podemos automatizar parte das atividades. No presente caso, pretende-se minimizar os casos de teste gerados manualmente, utilizando uma técnica denominada verificação de modelos. Esta técnica consiste em verificar propriedades definidas formalmente através de expressões matemáticas, utilizando uma ferramenta de verificação que simula a execução do código. Além disso, um sistema que utilize um tratamento de condições excepcionais eficiente, tem sua manutenibilidade, robustez e confiabilidade melhoradas. Por isso, definimos propriedades relacionadas ao tratamento de exceções, como ponto de entrada para a verificação de modelos. Apresentamos um ambiente de testes criado para permitir a verificação destas propriedades com o verificador Java PathFinder e a exibição das estatísticas de cobertura de testes de acordo com o critério selecionado. Este ambiente facilita a execução dos testes...

Implementação do arcabouço WED-flow para controle de processos transacionais; An Implementation of WED-flow for Controlling Transactional Processes

Garcia Ortega, Marcela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
86.1%
A área de gerenciamento de processos de negócio apresenta-se ativa e tem recebido atenção tanto da comunidade de pesquisa como da indústria. Uma das principais preocupações nessa área é a escolha da melhor abordagem para modelagem e implementação de processos de negócio. Atualmente, organizações possuem processos de negócio com complexas estruturas que são reavaliados e ajustados com frequência, exigindo flexibilidade das linguagens para modelagem de processos. Além disso, processos de negócio atuais também exigem ambientes para implementação capazes de garantir confiabilidade na execução de instâncias do processo modelado, especialmente em caso de falhas. Embora diversos modelos transacionais tenham sido propostos com o objetivo de garantir propriedades transacionais adaptadas ao contexto de processos de negócio, a implementação de processos transacionais ainda oferece um cenário com desafios teóricos e práticos. Neste trabalho apresentamos uma implementação da abordagem WED-flow para controle de processos transacionais. A WED-flow é uma abordagem que combina conceitos de modelos transacionais avançados, eventos e estados de dados com o objetivo principal de reduzir a complexidade no tratamento de exceções. A ferramenta de software desenvolvida é capaz de controlar a execução de instâncias de processos de negócio...

Teste estrutural de tratamento de exceções em programas OA: representação, critérios e avaliação; Structural test of exception handling on AO programs: representation, criteria and evaluation

Carvalho, Luciano Augusto Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
106.32%
O mecanismo de tratamento de exceções disponível em linguagens orientadas a objetos está sendo cada vez mais utilizado e representa cerca de 8% das linhas de código em programas escritos com linguagens de terceira geração, de acordo com algumas pesquisas. No entanto, este mecanismo está entre os menos compreendido pelos desenvolvedores e menos testado. A dificuldade de testar exceções aumenta na fase de teste de integração, porque exceções lançadas em um determinado nível e não tratadas podem subir na hierarquia de chamada. O uso de aspectos também pode introduzir novos tipos de defeitos, como por exemplo um adendo pode inserir lançamentos de exceções no programa sem que exista algum tratamento previsto para elas. Este trabalho apresenta uma proposta para testes de integração estrutural de fluxos de exceções de programas Java e AspectJ. Isto é feito propondo-se alterações na representação do fluxo de exceção no grafo de fluxo de controle integrado e propondo-se novos critérios baseados no fluxo de exceção. Além disso, essas propostas foram implementadas e geraram uma extensão da ferramenta chamada Ja-BUTi/AJ. Para avaliar a proposta deste trabalho, um estudo de caso e um experimento formal foram conduzidos. O estudo de caso teve como objetivo validar a extensão da JaBUTi/AJ desenvolvida e fazer uma avaliação inicial do custo de aplicação dos critérios propostos. O experimento formal realizou uma comparação entre as ferramentas JaBUTi/AJ e VITTAE no contexto do teste do fluxo de exceções. Ambos os estudos são apresentados e discutidos nesta dissertação; Exception handling mechanisms available in object-oriented languages have become increasingly used and account for about 8% of the lines of code in modern programs according to some empirical researches. Yet...

Uma abordagem transacional para o tratamento de exceções em processos de negócio.; A transactional approach to exception handling in business process.

Silva, Pedro Paulo de Souza Bento da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
116.34%
Com o intuito de tornarem-se mais eficientes, muitas organizações -- empresas, órgãos governamentais, centros de pesquisa, etc. -- optam pela utilização de ferramentas de software para apoiar a realização de seus processos. Uma opção que vem se tornando cada vez mais popular é a utilização de sistemas de Gestão de Processos de Negócio (GPN), que são ferramentas genéricas, ou seja, não são específicas a nenhuma organização, altamente configuráveis e ajustáveis às necessidades dos objetos de atuação de cada organização. Uma das principais responsabilidades de um sistema de GPN é prover mecanismos de tratamento de exceções à execução de instâncias de processos de negócio. Exceções, se forem ignoradas ou se não forem corretamente tratadas, podem causar o aborto da execução de instâncias e, dependendo da gravidade da situação, podem causar falhas em sistemas de GPN ou até mesmo em sistemas subjacentes (sistema operacional, sistema gerenciador de banco de dados, etc.). Sendo assim, mecanismos de tratamento de exceções têm por objetivo resolver a situação excepcional ou conter seus efeitos colaterais garantindo, ao menos, uma degradação controlada (graceful degradation) do sistema. Neste trabalho...

Tratamento de exceções em ambientes modulares

Azeredo, Paulo Alberto de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.21%
É estudado o problema de tratamento de exceções, com vistas a ambientes modulares. É feita uma caracterização inicial do problema, sendo identificados os requisitos que um mecanismo de tratamento de exceções em ambientes modulares deve possuir. A seguir, são discutidas e analisadas as propostas recentemente feitas para resolver o problema, sendo, cada uma delas, confrontada com os requisitos antes mencionados. É proposto, então, um mecanismo que assegura tais requisitos. A ênfase principal dada ao mecanismo proposto e a sua aplicabilidade a ambientes modulares e sua capacidade de verificação.; The exception handling problem is studied, especially in the case of modular environments. The problem is characterized, and the requirements that a mechanism for handling exceptions in such environments must have are identified. Current approaches for dealing with the problem are analized and evaluated with respect to those requirements. A mechanism for handling exceptional conditions in modular environments that fits the requirements is proposed. The main characteristics of the mechanism are its applicability in modular environments and the enforcement of verifiability.

Uma abordagem arquitetural com tratamento de exceções para sistemas de software baseados em componentes

Vinicius Asta Pagano
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
76.23%
A especificação da arquitetura de software é fundamental para a construção de um sistema de software que atenda a requisitos de confiabilidade e que seja baseado em componentes de software reutilizáveis. Componentes reutilizáveis podem ser implementados sem o conhecimento de um sistema onde serão reutilizados. A arquitetura de software deste sistema deve fornecer o contexto de utilização de componentes de modo que eles possam ser devidamente identificados e integrados a este sistema, atendendo aos requisitos de confiabilidade. Para isto, a arquitetura deve ser bem organizada e apresentar tanto a especificação normal quanto a especificação excepcional de seus componentes, além dos conectores que interligam esses componentes. Este trabalho propõe uma solução centrada na arquitetura baseada em um método para a especificação de componentes da arquitetura de um sistema e de seu comportamento excepcional (MECE). O método MECE promove a definição de uma arquitetura com a especificação normal e excepcional de seus componentes e a identificação de conectores. Através da especificação excepcional identifica-se quais exceções cada componente deve lançar em suas interfaces providas, e quais exceções associadas as suas interfaces requeridas o componente deve tratar. Mesmo com uma arquitetura bem especificada pode ser que não se encontre um componente reutilizável que atenda à sua especificação excepcional...

Modularização de tratamento de exceções usando programação orientada a aspectos

Raquel de Albuquerque Maranhão Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
96.37%
Programação Orientada a Aspectos (POA) tem sido considerada uma abordagem interessante para modularizar o comportamento excepcional de um sistema. Porém, ainda existem algumas questões em aberto sobre o uso de POA com este objetivo. Nenhum trabalho na literatura tentou verificar se POA realmente promove melhorias em atributos de qualidade quando usada para modularizar código de tratamento de exceções não-trivial, objetivando: avaliar a escalabilidade dos aspectos ao modularizar tratamento de exceções em sistemas com um número significativo de tratadores; e avaliar a interação entre aspectos de tratamento de exceções e aspectos de outros interesses como, por exemplo, distribuição, persistência, segurança etc. Este trabalho apresenta um estudo quantitativo da adequação de POA para modularizar código de tratamento de exceções em sistemas que possuem um número significativo de tratadores não-triviais, e também em sistemas nos quais interesses transversais diferentes de tratamento de exceções, no caso distribuição e persistência, já foram modularizados com aspectos. Este estudo consistiu na refatoração de dois sistemas orientados a objetos e um sistema orientado a aspectos, que tiveram seu código responsável pelo tratamento de exceções movido para aspectos. Foi utilizado um conjunto de métricas para avaliar atributos de qualidade das versões original e refatorada desses sistemas. Observou-se que POA promoveu a separação de interesses entre o código de tratamento de exceções e o código normal dos sistemas. Porém...

Método Ágil aplicado ao desenvolvimento de software confiável baseado em componentes; Reliable component-based software development with Agile Method

Alan Braz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
86.19%
Os Métodos Ágeis, ou Desenvolvimento Ágil de Software (DAS), tem se popularizado, na última década, por meio de métodos como Extreme Programming (XP) e Scrum e isso fez com que fossem aplicadas no desenvolvimento de sistemas computacionais de diversos tamanhos, complexidades técnica e de domínio, e de rigor quanto à confiabilidade. Esse fato evidencia a necessidade de processos de desenvolvimento de software que sejam mais rigorosos e que possuam uma quantidade adequada de modelagem e documentação, em especial no que concerne ao projeto arquitetural, com o objetivo de garantir maior qualidade no seu resultado final. A confiabilidade pode ser alcançada adicionando elementos de tratamento de exceções às fases iniciais do processo de desenvolvimento e à reutilização de componentes. O tratamento de exceções tem sido uma técnica muito utilizada na verificação e na depuração de erros em sistemas de software. O MDCE+ é um método que auxilia a modelagem do comportamento excepcional de sistemas baseados em componentes que, por ser centrado na arquitetura, melhora a definição e a análise do fluxo de exceções entre os componentes do sistema. Este trabalho propõe uma solução para guiar o desenvolvimento de sistemas confiáveis baseados em componentes por meio da adição de práticas do MDCE+ ao Scrum...

An Exploratory Study on Exception Handling Bugs in Java Programs

Ebert, Felipe; Castor, Fernando (orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
76.43%
Several studies argue that exception handling code is usually of poor quality and that it is commonly neglected by developers. Moreover, it is said to be the least understood, documented, and tested part of the implementation of a system. In spite of this scenario, there are very few studies that analyze the actual exception handling bugs that occur in real software systems and no study that attempts to understand developers’ perceptions about these bugs. In this work we present an exploratory study on exception handling bugs that employs two complementary approaches: a survey of 154 developers and an analysis of 220 bugs from the repositories of Eclipse and Tomcat. Respondents of our survey believe that exception handling bugs are more easily fixed than other kinds of bugs. There is also a significant difference in the opinion of the respondents pertaining to the quality of the exception handling code: more experienced developers tend to believe that it is worse. Analysis of the repositories of Eclipse and Tomcat revealed conflicting results. The fix time for exception handling bugs in Eclipse is significantly shorter than for other bugs. However, exception handling bugs have a significantly greater number of discussion messages than non-exception handling bugs. On the other hand...

Caracterizando os fluxos excepcionais em linhas de produto de software: um estudo exploratório

Melo, Hugo Faria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação; Ciência da Computação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação; Ciência da Computação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.32%
The Exception Handling (EH) is a widely used mechanism for building robust systems. In Software Product Line (SPL) context it is not different. As EH mechanisms are embedded in most of mainstream programming languages (like Java, C# and C++), we can find exception signalers and handlers spread over code assets associated to common and variable SPL features. When exception signalers and handlers are added to an SPL in an unplanned way, one of the possible consequences is the generation of faulty family instances (i.e., instances on which common or variable features signal exceptions that are mistakenly caught inside the system). In this context, some questions arise: How exceptions flow between the optional and alternative features an LPS? Aiming at providing answers to these questions, this master thesis conducted an exploratory study, based on code inspection and static analysis code, whose goal was to categorize the main ways which exceptions flow in LPSs. To support the study, we developed an static analysis tool called PLEA (Product Line Exception Analyzer) that calculates the exceptional flows of LPSs, and categorize these flows according to the features associated with handlers and signalers. Preliminary results showed that some types of exceptional flows have more potential to yield failures in exceptional behavior of SLPs; O mecanismo de tratamento de exceções é amplamente utilizado para a construção de sistemas robustos. No contexto de Linhas de Produto de Software (LPSs) não é diferente. Uma vez que mecanismos de tratamento de exceções estão embutidos nas principais linguagens de programação da atualidade (como Java...

Uma abordagem para a verificação do comportamento excepcional a partir de regras de designe e testes

Sales Junior, Ricardo José
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação; Ciência da Computação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação; Ciência da Computação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.28%
Checking the conformity between implementation and design rules in a system is an important activity to try to ensure that no degradation occurs between architectural patterns defined for the system and what is actually implemented in the source code. Especially in the case of systems which require a high level of reliability is important to define specific design rules for exceptional behavior. Such rules describe how exceptions should flow through the system by defining what elements are responsible for catching exceptions thrown by other system elements. However, current approaches to automatically check design rules do not provide suitable mechanisms to define and verify design rules related to the exception handling policy of applications. This paper proposes a practical approach to preserve the exceptional behavior of an application or family of applications, based on the definition and runtime automatic checking of design rules for exception handling of systems developed in Java or AspectJ. To support this approach was developed, in the context of this work, a tool called VITTAE (Verification and Information Tool to Analyze Exceptions) that extends the JUnit framework and allows automating test activities to exceptional design rules. We conducted a case study with the primary objective of evaluating the effectiveness of the proposed approach on a software product line. Besides this...

Avaliando a robustez e manutenibilidade do comportamento excepcional de aplicações C#; Software System. Quality. Exception Handling. Exception Handling Mechanisms. Reliability. Maintainnability

Sousa Neto, Eliezio Soares de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação; Ciência da Computação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação; Ciência da Computação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
106.31%
Mainstream programming languages provide built-in exception handling mechanisms to support robust and maintainable implementation of exception handling in software systems. Most of these modern languages, such as C#, Ruby, Python and many others, are often claimed to have more appropriated exception handling mechanisms. They reduce programming constraints on exception handling to favor agile changes in the source code. These languages provide what we call maintenance-driven exception handling mechanisms. It is expected that the adoption of these mechanisms improve software maintainability without hindering software robustness. However, there is still little empirical knowledge about the impact that adopting these mechanisms have on software robustness. This work addresses this gap by conducting an empirical study aimed at understanding the relationship between changes in C# programs and their robustness. In particular, we evaluated how changes in the normal and exceptional code were related to exception handling faults. We applied a change impact analysis and a control flow analysis in 100 versions of 16 C# programs. The results showed that: (i) most of the problems hindering software robustness in those programs are caused by changes in the normal code...

Uma abordagem arquitetural para o desenvolvimento rigoroso de sistemas confiáveis baseados em componentes; A rigorous architectural approach to development component-based software systems

Patrick Henrique da Silva Brito
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
86.12%
A incorporação de tolerância a falhas em sistemas de software normalmente acarreta em um aumento da complexidade, o que consequentemente torna a sua análise mais difícil. Além disso, o uso de mecanismos de tratamento de exceções de uma maneira não-sistemática pode acarretar na adição de novas falhas ao sistema. Esta tese apresenta uma abordagem rigorosa e centrada na arquitetura para o desenvolvimento de sistemas de software tolerantes a falhas. Dependendo do modelo de falhas e da disponibilidade de recursos, abstrações arquiteturais diferentes podem ser utilizadas para representar explicitamente questões relacionadas a tolerância a falhas, tais como detecção e tratamento de erros e tratamento de falhas. Essas abstrações arquiteturais e os seus respectivos detalhamentos internos podem ser instanciados em componentes e conectores concretos durante o projeto de arquiteturas de software tolerantes a falhas. De forma complementar, a solução proposta também define atividades que combinam o uso e métodos formais e casos de teste baseados em modelos para sistematizar a verificação e validação do comportamento do sistema relativo à programação e tratamento de erros e tratamento de falhas no nível arquitetural. A verificação e validação de software ocorrem em duas fases complementares do processo de desenvolvimento do software...

Tratamento de exceções no desenvolvimento de sistemas tolerantes a falhas baseadas em componentes; Exception handling in the development of fault-tolerant component-based systems

Fernando José Castor de Lima Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
86.41%
Mecanismos de tratamento de exceções foram concebidos com o intuito de facilitar o gerenciamento da complexidade de sistemas de software tolerantes a falhas. Eles promovem uma separação textual explícita entre o código normal e o código que lida com situações anormais, afim de dar suporte a construção de programas que são mais concisos fáceis de evoluir e confáveis. Diversas linguagens de programação modernas e a maioria dos modelos de componentes implementam mecanismos de tratamento de exceções. Apesar de seus muitos benefícios, tratamento de exceções pode ser a fonte de diversas falhas de projeto se usado de maneira indisciplinada. Estudos recentes mostram que desenvolvedores de sistemas de grande escala baseados em infra-estruturas de componentes têm hábitos, no tocante ao uso de tratamento de exceções, que tornam suas aplicações vulneráveis a falhas e difíceis de se manter. Componentes de software criam novos desafios com os quais mecanismos de tratamento de exceções tradicionais não lidam, o que aumenta a probabilidade de que problemas ocorram. Alguns exemplos são indisponibilidade de código fonte e incompatibilidades arquiteturais. Neste trabalho propomos duas técnicas complementares centradas em tratamento de exceções para a construção de sistemas tolerantes a falhas baseados em componentes. Ambas têm ênfase na estrutura do sistema como um meio para se reduzir o impacto de mecanismos de tolerância a falhas em sua complexidade total e o número de falhas de projeto decorrentes dessa complexidade. A primeira é uma abordagem para o projeto arquitetural dos mecanismos de recuperação de erros de um sistema. Ela trata do problema de verificar se uma arquitetura de software satisfaz certas propriedades relativas ao fluxo de exceções entre componentes arquiteturais...

Tratamento de exceções em sistemas concorrentes orientados a objetos

Alessandro Fabricio Garcia
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2000 Português
Relevância na Pesquisa
76.36%
Sistemas orientados a objetos confiáveis devem incorporar atividades de tratamento de exceções de forma a comportarem-se adequadamente sob uma grande variedade de situações, inclusive na presença de erros. Nesse contexto, um mecanismo de tratamento de exceções é fundamental para detecção e recuperação de erros bem como para ativação das medidas necessárias para restaurar a atividade normal do sistema. O desenvolvimento de um mecanismo de tratamento de exceções é uma tarefa difícil especialmente quando a concorrência é uma das características dos sistemas de software. O principal objetivo desta dissertação é o projeto e implementação de um mecanismo de tratamento de exceções para a construção de sistemas orientados a objetos confiáveis. Na construção do mecanismo proposto, nós utilizamos técnicas de estruturação de software, tais como reflexão computacional e padrões de projeto. Duas contribuições são consideradas principais. A primeira delas, caracterizada por aspectos técnicos e usos práticos, é o projeto e implementação de um mecanismo de exceções utilizando a linguagem de programação Java e uma' arquitetura de software reflexiva chamada Guaraná. O mecanismo proposto especialmente oferece suporte a tratamento de exceções concorrentes. A outra contribuição...

Variabilidade em tratamento de exceções em linha de produtos de software; Variability of exception handling software product line

Bruno de Abreu Iizuka
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
116.34%
Atualmente, muitos esforços vêm sendo feitos para se obter um maior grau de reutilização durante o desenvolvimento de sistemas. Linha de Produtos de Software (LPS) é uma abordagem que promove a reutilização de software. A Arquitetura de Linha de Produtos (ALP) provê uma perspectiva global das variabilidades da linha, ao passo que engloba os conceitos tradicionais de uma arquitetura de software. Devido às variabilidades de software de uma ALP, a evolução arquitetural é ainda mais complexa, do que quando comparado com evolução de arquiteturas de software convencionais. Tratamento de exceções é uma técnica bastante conhecida para a detecção e tratamento de erros em sistemas de software. Porém, apesar da sua popularidade, o seu projeto e a sua implementação são constituídos de tarefas muito complexas que não recebem uma atenção adequada dos processos de desenvolvimento existentes. Separação de interesses é um dos objetivos do tratamento de exceções para separar o comportamento normal e excepcional do sistema de software. No contexto de uma LPS, a separação de interesses é importante para o design das variabilidades de software relacionadas às estratégias do comportamento normal e do comportamento excepcional...

Projeto e implementação de um mecanismo de tratamento de exceções coordenadas para arquiteturas de componentes de serviços; Design and implementation of a coordinated exception handling mechanism for service component architecture

Douglas Siqueira Leite
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
106.22%
Arquitetura Orientada a Serviços (Service-Oriented Architecture - SOA) _e um modelo arquitetural que visa melhorar a eficiência, agilidade e a produtividade de aplicações empresariais através do uso de serviços e composições de serviços, as quais podem ser executadas tanto de forma síncrona quanto assíncrona. Diferentes tecnologias de software podem ser usadas para implementar SOA, tais como Web services e Arquitetura de Componentes de Serviços (Service Component Architecture - SCA). A primeira _e baseada em padrões XML, ao passo que a segunda provê um modelo de componentes para implementação de serviços e composições de serviços. Em particular, quando composições de serviços assíncronos são executadas, um ou mais erros podem ocorrer concorrentemente nos diferentes serviços, possivelmente ao mesmo tempo, afetando a dependabilidade da composição. Dessa forma, mecanismos de tolerância a falhas são necessários a _m de prevenir que um defeito se manifeste na composição. Neste trabalho, apresentamos o projeto e implementação de um mecanismo de tratamento de exceções coordenadas para arquiteturas orientadas a serviços que permite a criação de composições de serviços assíncronos tolerante a falhas de uma forma flexível. Mais especifiçamente...

Validação do fluxo excepcional a partir do diagrama de atividades da UML 2.0; Validation of exceptional flow in UML 2.0 acitivity diagram

Jeferson Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
86.26%
Para a construção de sistemas robustos, devem ser utilizadas técnicas de tolerância a falhas que podem ser implementadas através de mecanismos de tratamento de exceções. Esses mecanismos possibilitam o tratamento de possíveis exceções, ou até mesmo a continuação da execução das funcionalidades do sistema mesmo na presença de uma exceção. O uso dos mecanismos de tratamento de exceções para desenvolver sistemas de software em larga escala, juntamente com o fato de ser implementado por diversas linguagens modernas, confirma a importância desta prática de desenvolvimento. Por outro lado, o uso desses mecanismos tem suas desvantagens, impactando principalmente na complexidade dos sistemas. Um problema que ocorre com muita frequência é efetuar a validação do fluxo excepcional somente na fase de implementação. A detecção de um problema de especificação nesta etapa do processo, pode acarretar em um aumento nos custos e prazos para a entrega do software. Este trabalho apresenta uma abordagem que utiliza as técnicas de análise estática, normalmente empregadas para detectar falhas no código fonte, para antecipar a validação do fluxo excepcional de um componente de software durante o ciclo de desenvolvimento. A solução proposta utiliza as informações do fluxo de controle e fluxo de dados obtidas a partir de um modelo comportamental. O modelo utilizado nesta abordagem é o diagrama de atividades da UML...

Tratamento de exceções no desenvolvimento de sistemas confiaveis baseados em componentes

Gisele Rodrigues de Mesquita Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2001 Português
Relevância na Pesquisa
96.01%
A adoção de uma metodologia adaptada à realidade de uma organização produtora de software é um fator decisivo para a geração de sistemas de alta qualidade que atinjam as necessidades dos clientes dentro de cronogramas e orçamentos previsíveis. Este trabalho apresenta uma metodologia para construção de sistemas tolerantes a falhas que faz uso de técnicas de tratamento de exceções para lidar com o comportamento excepcional do sistema e manter a confiabilidade e disponibilidade dos serviços. Tal metodologia mantém a preocupação com as situações excepcionais e seus tratadores desde a especificação dos requisitos do sistema, se estendendo pelas atividades de projeto e implementação. Esta metodologia é chamada MDCE, um acrônimo para Metodologia para Definição do Comportamento Excepcional de um sistema confiável. A metodologia MDCE traz diretrizes e guias importantes de serem observados pelos analistas em cada fase de projeto de sistemas tolerantes a falhas. A notação adotada pela MDCE foi a UML estendida com novos estereótipos com semânticas e restrições específicas de sistemas tolerantes a falhas. Além disto, este trabalho apresenta como usar os próprios diagramas da UML para representar o comportamento excepcional de um sistema. MDCE é uma metodologia genérica que pode ser aplicada a modernos processos de desenvolvimento. Em particular...