Página 1 dos resultados de 14 itens digitais encontrados em 0.025 segundos

Um modelo estocástico para o apreçamento de derivativos com penalidades em vendas a descoberto.; Contingent claim valuation with penalty costs on short selling positions.

Queiroz Filho, Edivar Vilela de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.26%
Neste trabalho, apresentamos uma Teoria de Mercados Financeiros com custos de penalidade. Os custos de penalidade sao atribuídos a posicoes vendidas a descoberto. Estes custos diferem dos custos de transacao, pois nao dependem de mudancas nas estrategias de negociacao. No caso da venda de acoes a descoberto, o agente aluga a ação e depois realiza a venda; nesse caso, o custo de penalidade representa o custo do aluguel. Para o caso do título livre de risco, o custo de penalidade representa o diferencial ou spread no custo para o agente tomador de recursos (credito). O trabalho e desenvolvido em um espaco de estados discreto e finito; a matematica envolvida e a mesma dos textos tradicionais de finanças e envolve conceitos de algebra linear, programacao linear e calculo estocastico discreto. A utilizacao dessa estrutura vem ao encontro dos objetivos deste trabalho que consistem em introduzir uma nova teoria sem perder a intuicao financeira ou a capacidade de implementação computacional, ou seja a aplicacao pratica dos conceitos desenvolvidos. Iniciamos o estudo para o caso Uni-Período e em seguida estendemos os resultados para o caso Multi-Período. Em particular, apresentamos as condicoes necessarias e suficientes para a nao existencia de arbitragem; vale notar que essas condicoes se tornam as mesmas do modelo tradicional quando os custos sao nulos. Mostramos ainda que a condicao necessaria e suficiente para que o modelo seja completo e a mesma no modelo com penalidade e tradicional. A introducao do custo de penalidade implica na existencia de uma diferenca no valor da estrategia replicante do título contingente -X e X; os precos iniciais destas estrategias serao denominados preco de compra e preco de venda...

Short selling and inside information; Venda a descoberto e informação privilegiada

Fazio, Dimas Mateus
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.32%
Using data on all lending deals in the Brazilian stock market from 2009 to 2011, we provide answers to the following questions: i) are short-sellers informed in Brazil?, ii) which short sellers are informed?, and iii) how are they informed? The answer to the first question is positive, the average Brazilian short-seller is informed. Among these short-sellers, individual investors appear to be as informed as investment funds. To provide an answer to the third question, the approach is to observe how short-selling behaves around days when relevant corporate news is disclosed. This paper shows that funds are more informed just after the disclosure of news, an indication that these investors decide their short-selling operations after processing the news. On the other hand, individual investors increase short-selling prior to bad news and decrease short-selling prior to good news. This last result could be a sign of information leakages from insiders.; Usando-se de dados relativos à totalidade dos contratos de empréstimos de ações no mercado brasileiro de 2009 a 2011, este trabalho responde às seguintes questões: i) vendedores a descoberto são mais informados no Brasil?, ii) quais desses vendedores a descoberto são informados?...

Estudo de anomalias em modelos de formação de preços e o efeito sobre as empresas de diferentes classificações de risco; A study of asset pricing anomalies and the effect over companies of different credit ratings

Martins, Clarice Carneiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
45.73%
Este trabalho procura aprofundar o estudo de anomalias ao CAPM no mercado acionário brasileiro e explorar as relações destas anomalias com a característica dificuldade financeira, a qual é representada pela classificação de risco das empresas, usando estratégias de compra e venda a descoberto baseadas nas anomalias. As anomalias estudadas serão o efeito de momento, momento nos lucros, a volatilidade idiossincrática, o crescimento dos ativos, o investimento em capital e o efeito contrário. Nosso objetivo é examinar o impacto da característica dificuldade financeira sobre o retorno esperado das ações de empresas do grupo de menor classificação de risco. Para cumprir nosso objetivo, inicialmente usamos todas as ações da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) para comparar estas com a amostra de empresas que possuem classificação de crédito de longo prazo. O período estudado é de Janeiro de 2000 a Dezembro de 2012. Os métodos usados foram baseados em ordenação de carteiras e regressões univariadas e multivariadas de corte transversal. Encontramos algumas evidências de que empresas com classificação de crédito sugerem retornos anormais diferentes daqueles da amostra de todas as empresas. Este resultado foi significante...

Métodos para replicação de índices : revisão e aplicação ao IBOVESPA

Sheng, Hsia Hua
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.03%
#Administração contábil#Financeira#Este trabalho revisa os principais métodos numencos utilizados para reproduzir o comportamento de um índice, implementa quatro desses modelos ao caso brasileiro (Índice Bovespa) e discute a aplicação e os pontos favoráveis e desfavoráveis de cada modelo. Em uma primeira etapa, a vantagem da. administração passiva e a potencialidade de uso de uma carteira espelho são descritas. Em seguida, os modelos de replicação existentes na literatura no tocante a suas respectivas hipóteses, suas derivações matemáticas e suas propriedades teóricas são apresentados. Após essa revisão, os modelos de replicação plena, de carteira de rrururna vanancia global, de Black e de minimização quadrática sem venda a descoberto são implementados. Os resultados são verificados sob os parâmetros de tracking errar, beta, R-quadrado e semelhança de série em relação à média e à variância. A conclusão é de que existem diferentes objetivos ao se replicar um índice e que, para cada um destes objetivos, diferentes abordagens ou ferramentas são adotadas. Por exemplo, o administrador que busca o retorno de um índice de mercado, deve conseguir os melhores resultados utilizando o modelo de replicação plena. Já para aquele que visa arbitragem de índice, através de ativos do mercado à vista, a recomendação é aplicar os modelos que utilizam a otimização quadrática para montar a carteira espelho.#Mercado de capitais - Modelos matemáticos#Avaliação de ativos - Modelo (CAPM)#Bolsa de valores - Índices - Estudo de casos#Investimentos - Administração#Bolsa de Valores de São Paulo - Índices
Este trabalho revisa os principais métodos numencos utilizados para reproduzir o comportamento de um índice, implementa quatro desses modelos ao caso brasileiro (Índice Bovespa) e discute a aplicação e os pontos favoráveis e desfavoráveis de cada modelo. Em uma primeira etapa, a vantagem da. administração passiva e a potencialidade de uso de uma carteira espelho são descritas. Em seguida, os modelos de replicação existentes na literatura no tocante a suas respectivas hipóteses, suas derivações matemáticas e suas propriedades teóricas são apresentados. Após essa revisão, os modelos de replicação plena, de carteira de rrururna vanancia global, de Black e de minimização quadrática sem venda a descoberto são implementados. Os resultados são verificados sob os parâmetros de tracking errar, beta, R-quadrado e semelhança de série em relação à média e à variância. A conclusão é de que existem diferentes objetivos ao se replicar um índice e que, para cada um destes objetivos, diferentes abordagens ou ferramentas são adotadas. Por exemplo, o administrador que busca o retorno de um índice de mercado, deve conseguir os melhores resultados utilizando o modelo de replicação plena. Já para aquele que visa arbitragem de índice...

Determinantes da taxa de aluguel de ações no Brasil

Minozzo, Cezar Augusto Salvadeo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
45.74%
Esse trabalho analisa as características do mercado de aluguel de ações no Brasil entre agosto de 2007 e agosto de 2010, e busca identificar quais fatores contribuem, ou influenciam, na formação do preço cobrado para se alugar uma ação. Os resultados mostram que o volume de negócios das ações, a variável de risco relativo ao mercado, o fato de possuírem opções negociadas com base no ativo objeto, se estão prestes a pagar juros sobre capital próprio, se consideradas empresas de pequeno porte, e se pertencem a determinados setores de negócios, apresentam influencia estatística sobre a formação da taxa de aluguel.

Empréstimo de ações no Brasil

Fraga, João Batista
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
Este trabalho investiga a atividade de empréstimo de ações no Brasil e sua conexão com operações de venda a descoberto em bolsa de valores. Descreve a organização do mercado, identifica fatores que determinam o nível de empréstimos e analisa os efeitos na eficiência da formação de preços das ações. Conclui que os vendedores atuam como contrários e que a atividade tem relação direta com o volume de negociação e inversa com a amplitude diária dos preços. Períodos de lock up e estabilização, esses após os IPOs, e o que antecede às ofertas subsequentes também influenciam o saldo de empréstimos, assim como a arbitragem tributária na distribuição, pelas empresas, de juros sobre capital próprio que tem efeito disruptivo sobre os preços das ações. Investidores a descoberto posicionam-se de modo a auferir excesso de retornos negativos e preferem ações com betas mais elevados. Os resultados também demonstram que o acréscimo de posições long-short a portfólio de investimento já existente aumentaria o retorno e reduziria o risco de mercado. Sobre a eficiência do mercado brasileiro, o estudo mostra que os preços das ações com saldos elevados de empréstimos ajustam-se com mais rapidez aos movimentos do mercado do que aquelas com menor saldo. O trabalho contribui...

Títulos de dívida corporativa de empresas brasileiras: investir em emissões do mercado interno ou externo?

Nunes, Ricardo Machado
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
35.73%
O objetivo deste trabalho é analisar a diferença de rentabilidade entre emissões de títulos de dívida corporativa de empresas brasileiras nos mercados local e externo. Sob a ótica do investidor interessado em comprar esses títulos, busca-se responder se, protegendo-se contra oscilações de fatores como câmbio e juros e controlando pelo prazo de vencimento, seria mais rentável em média adquirir um título local (debênture) ou externo (bond) de um mesmo emissor. Para isso, analisamos 177 emissões de debêntures e 119 emissões de bonds de 31 companhias não financeiras brasileiras no período entre janeiro de 2004 e abril de 2013. Regressões em painel com efeitos fixos para controlar pelas características de cada emissor verificam que, em média, o título do mercado externo paga de 164 a 197 bps a mais que o do mercado local, e que tal diferença é estatisticamente significante. A diferença deve-se à maior oferta e variedade de títulos de dívida corporativa no mercado externo, à existência de uma demanda cativa de investidores institucionais por debêntures no mercado local e à falta de integração entre os mercados. A participação de pessoas físicas no mercado externo também é identificada como fator relevante...

Limites da arbitragem no mercado de capitais : abordagem das finanças comportamentais; Limits to arbitrage in the capital market : behavioral finance approach

Vitor Kamada
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.19%
Esta dissertação trata dos limites à arbitragem no mercado de capitais. A idéia básica subjacente ao processo de arbitragem é comprar ativos financeiros desvalorizados e vender ativos financeiros supervalorizados. A finalidade é obter ganhos pecuniários mediante o diferencial dos preços. A economia neoclássica supõe que a arbitragem é processo instantâneo sem custos e riscos realizado por agentes atomísticos. No presente trabalho, essa hipótese é contestada com base nos avanços teóricos das Finanças Comportamentais. Na realidade, a arbitragem é sofisticada estratégia de investimento planejada por poucos profissionais altamente especializados em determinados mercados. Não obstante a arbitragem envolver substanciais custos e riscos, não há garantias de sucesso. A análise de casos concretos sugere que a concepção de arbitragem proposta pelas Finanças Comportamentais é mais realista. Três casos paradigmáticos foram analisados neste trabalho, a saber: I) empresas controladoras que valiam menos do que suas subsidiárias, como o exemplo da 3Com/Palm; II) ações gêmeas cujos preços desviavam-se da paridade teórica, como o exemplo da Royal Dutch/Shell; e III) o colapso do hedge fund Long-Term Capital Management (LTCM). No primeiro caso...

Impactos da Introdução de Fundos Imobiliários em Portfólios Ótimos de Média-Variância e Mínima-Variância

Tessari, Juliana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 50 f.
Português
Relevância na Pesquisa
35.74%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho realiza uma comparação entre uma carteira de ações vs. uma carteira mista, composta por ações e fundos de investimento imobiliário (FIIs) com base no desempenho fora da amostra das estratégias quantitativas de otimização para a construção de carteiras. O desempenho das carteiras otimizadas será comparada ao desempenho do portfólio ingênuo igualmente ponderado e a carteira teórica do índice Ibovespa. Para obtenção dos portfólios ótimos, restritos para venda a descoberto, foram utilizadas matrizes de covariâncias estimadas com base em nove abordagens alternativas: matriz de covariância amostral, matriz RiskMetrics, três estimadores propostos por Ledoit e Wolf (2003), Ledoit e Wolf (2004a) e Ledoit e Wolf (2004b) e os modelos GARCH CCC, DCC, DECO e AsyDCC. Os resultados indicam que a carteira mista é a melhor opção de investimento, pois esta possui índices de Sharpe e retornos médios muito superiores aos das carteiras otimizadas contendo somente ações. Este resultado pode ser justificado pelo fato de que os FIIs são pouco correlacionados com os fatores de mercado, de modo que sua inclusão acaba reduzindo significativamente a variância da carteira. Ademais...

Avaliação das medidas de restrição do shortselling nos mercados em crise: qual o impacto das restrições de shortselling no preço dos activos

Gonçalves, Luís Filipe Seixas Parada
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
45.73%
Mestrado em Economia Monetária e Financeira; O ano de 2008 foi um ano de crise e pânico nos mercados financeiros, a falência de reputadas e influentes empresas com grande história no sector financeiro causou o pânico nos mercados devido ao possível efeito de contágio que poderia emergir. Uma das principais medidas tomadas na altura em diversas praças foi a proibição de shortselling com o argumento de restabelecer a confiança nos mercados e minorar os efeitos da crise. Esta dissertação analisa o impacto das restrições de shortselling no mercado accionista de Taiwan, para isso analisamos a relação de equilíbrio com base no capital asset pricing model. O trabalho conclui que o volume de shortselling tem uma relação contemporânea com a rendibilidade dos títulos, na maior parte dos casos positiva. Durante a crise há uma alteração no nível de risco sistemático medido pelo beta de mercado.; The year of 2008 was a year of crisis and panic on the financial markets, the bankruptcy of reputable and influent financial corporates with great and historical past, caused panic on the markets because the possible systemic risk. One of the principal measures taken in that time on several stock markets was the shortselling forbidden with the argument that was to establish the markets confidence and reduce the crisis effects. This dissertation analysis the impact of shortselling restrictions measures on the stock market of Taiwan...

Emenda sobre venda a descoberto deve ficar fora da MP 442

Pavini , Angelo
Fonte: Senado Federal do Brasil Publicador: Senado Federal do Brasil
Tipo: Notícia
Português
Relevância na Pesquisa
35.76%

Análise de métodos de replicação: o caso IBOVESPA

Hua Sheng,Hsia; Saito,Richard
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
35.74%
Este artigo apresenta e implementa os principais métodos quantitativos para replicar o Índice Bovespa. Os modelos utilizados são: replicação plena, carteira de mínima variância global, Black e minimização quadrática sem venda a descoberto, cujos critérios de análise incluem os parâmetros de tracking error, beta, R-quadrado e semelhança de série em relação à média e à variância. Concluiu-se que não existe o melhor modelo na aplicação ao Ibovespa, porque todos mostraram seus méritos e suas limitações nas diversas condições simuladas, além do fato de cada administrador poder ter necessidades diferentes, mutáveis no espaço e no tempo.

Avaliação de retornos e riscos na comercialização de milho: estudo de caso usando value-at-risk

Moreira,Vilmar Rodrigues; Souza,Alceu; Duclós,Luiz Carlos
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.15%
Em cada um dos elos da cadeia produtiva do agronegócio, encontrar estratégias viáveis para mitigação de riscos não é uma tarefa trivial. Usualmente são adotadas estratégias genéricas de redução do risco pela diversificação de culturas e/ou estratégias que objetivam a transferência ou diluição do risco por meio de seguros e contratos futuros. Este artigo tem por objetivo avaliar retornos e riscos de três estratégias de comercialização do milho: compra e venda simultânea, estocagem e venda a descoberto. A pesquisa é descritiva quanto ao seu objetivo, estudo de caso quanto à abordagem do problema e documental quanto ao procedimento de coleta de dados, com período de abrangência para as safras de 2003 a 2010. As métricas utilizadas foram o Value at Risk (VaR) e o índice de Sharpe modificado, que é uma variação do índice de Sharpe original. Os resultados apontam que os maiores retornos para a estocagem seriam obtidos durante as safras de inverno e para horizontes de tempos menores. Para a venda a descoberto, as médias dos retornos são próximas entre si para todos os horizontes de tempo. A compra e venda simultânea apresentou a melhor relação retorno/risco em relação às outras estratégias de comercialização.

Seleção de carteiras com modelos fatoriais heterocedásticos: aplicação para fundos de fundos multimercados

Caldeira,João Frois; Moura,Guilherme Valle; Santos,André Alves Portela; Tessari,Cristina
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
35.73%
A teoria moderna do portfólio é baseada na noção de que a diversificação de uma carteira de investimento gera portfólios com uma melhor relação entre risco e retorno. Ultimamente, gestores vêm tentando ampliar a diversificação de suas carteiras por meio do investimento em cotas de diferentes fundos de investimento que, por sua vez, já contêm portfólios diversificados. Com isso, vem crescendo o interesse acadêmico e de participantes do mercado na seleção de carteiras formadas por fundos de investimento. Neste trabalho, a aplicabilidade e o desempenho fora da amostra de estratégias quantitativas de otimização para a construção de carteiras de fundos serão analisados. O desempenho dessas carteiras de fundos otimizadas será comparado ao desempenho do portfólio ingênuo igualmente ponderado, da carteira teórica do Ibovespa e do Índice de Mercado de Renda Fixa (IRF-M). Para a obtenção de portfólios ótimos, restritos para venda a descoberto, formula-se um problema de otimização de portfólios compostos por 388 fundos de investimento multimercado brasileiros ao longo de cinco anos. Para a modelagem da matriz de covariâncias dos retornos desses 388 fundos, é empregado um modelo fatorial heterocedástico parcimonioso. Tomando como base diferentes frequências de rebalanceamento dos pesos...