Página 1 dos resultados de 1914 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

O posicionamento da marca vinho do Porto no panorama nacional

Loureiro, Norberto
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.40595%
A vitivinicultura desempenhou sempre um papel muito importante na agricultura portuguesa, exercendo o vinho um papel relevante na economia nacional. A produção de vinho em Portugal é já uma tradição antiga, sendo desde sempre uma aposta do Estado Português para desenvolvimento da economia nacional. O cultivo da vinha está praticamente disseminado por todo o território português, estando o mesmo dividido em diversas regiões vitivinícolas, sendo o vinho produzido nessas regiões naturalmente diferente. De entre os vinhos portugueses, aquele que mais sucesso conheceu em Portugal e além fronteiras foi o Vinho do Porto. O Vinho do Porto é uma bebida licorosa produzida na Região Demarcada do Douro. Este vinho apresenta uma riqueza e intensidade de aromas, um teor alcoólico elevado bem como uma vasta gama de doçuras e uma grande diversidade de cores. O Vinho do Porto é uma imagem de marca de Portugal e serviu de pilar para cimentar a imagem dos vinhos portugueses além fronteiras. Tendo em conta o sucesso alcançado pelo Vinho do Porto, o objectivo deste trabalho passa pela análise do posicionamento da marca do Vinho do Porto no panorama nacional. A marca do Vinho do Porto é reconhecida nacional e internacionalmente...

O posicionamento da marca vinho do porto no panorama nacional

Loureiro, Norberto; Fernandes, Paula O.
Fonte: Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional Publicador: Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.3323%
A vitivinicultura desempenhou sempre um papel muito importante na agricultura portuguesa, exercendo o vinho um papel relevante na economia nacional. De entre os vinhos portugueses, aquele que mais sucesso conheceu em Portugal e além fronteiras foi o Vinho do Porto. O Vinho do Porto é uma bebida licorosa produzida na região demarcada do Douro, região situada a Nordeste de Portugal, na bacia hidrográfica do Douro. As condições singulares (mesológicas e climatéricas) verificadas na região, a selecção criteriosa de castas, a delimitação geográfica, os processos de fabrico são alguns dos factores que contribuem para a elevada qualidade dos produtos marca Vinho do Porto. Já a longevidade da marca e a confiança dos consumidores garantem-lhe um posicionamento de destaque na hora de escolha do produto. Tendo em conta o sucesso alcançado pelo Vinho do Porto, os autores procuraram, neste artigo, posicionar a marca Vinho do Porto no contexto das marcas de vinho portuguesas, através da aplicação de alguns indicadores e instrumentos de gestão estratégica. Da análise concluiu-se que o Vinho do Porto apresenta-se numa posição de destaque no mercado dos vinhos, desempenhando um papel importante na economia nacional, cuja qualidade e preços superiores orienta a estratégia da marca para o mercado internacional.

Modulação da hipertensão pulmonar induzida por monocrotalina através da administraçao de suco de uva e vinho tinto

Lopes, Gilberti Helena Hübscher
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.3323%
Foram realizados estudos in vitro para verificar a presença de componentes fenólicos, capacidade antioxidante total (TRAP) e a reatividade antioxidante total do suco de uva e vinho tinto. Também foi verificada a propriedade destas bebidas de inibir a produção de ânion superóxido (O2 •-) pela xantina oxidase in vitro. Estes estudos comprovaram que o vinho tinto apresenta maior quantidade (TRAP) e qualidade (TAR) de antioxidantes em relação ao suco, assim como maior porcentagem de inibição de produção de O2 •-. Em conseqüência, foi realizado um estudo in vivo, utilizando um modelo de insuficiência cardíaca direita (ICD) através da administração de monocrotalina (MCT) na dose de 60mg/kg. Foram utilizados ratos machos Wistar, onde foram investigados os efeitos da administração do suco de uva preta e vinho tinto Cabernet Franc durante 45 dias. Foram avaliados parâmetros morfométricos através da hipertrofia cardíaca direita, esquerda e nível de congestão hepática e pulmonar, parâmetros hemodinâmicos do VD medindo a pressão intraventricular sistólica direita (PSVD), diastólica final ventricular direita (PDFVD) e as respectivas derivadas (+dP/dt e –dP/dt). Seis grupos experimentais foram estabelecidos: Controle (GC)...

Os valores pessoais dos consumidores internacionais de vinho orgânico : um estudo comparativo entre grupos

Callegaro-de-Menezes, Daniela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.30486%
O presente trabalho busca desenvolver um estudo comparativo entre três culturas distintas buscando identificar os valores pessoais dos consumidores de vinho orgânico. Percebe-se, atualmente, entre os países em desenvolvimento um grande avanço na internacionalização da comercialização de sua produção agroalimentar. Esses países estão cada vez mais conscientes de sua interdependência global e reconhecem neste contexto oportunidades de expansão de seus mercados. Estas oportunidades podem ser efetivas, uma vez que em países com alto grau de industrialização, as limitações para produção agrícola é uma realidade. Dentre as diferentes transformações que estão ocorrendo nos sistemas de produção e nos comportamentos de consumo, pode-se realçar a produção orgânica. Desta forma, este estudo tem como objetivo realizar um estudo comparativo entre consumidores de três diferentes nacionalidades (brasileira, francesa e espanhola), tendo como base seus valores pessoais. Tomou-se como base teórica para este estudo, conceitos relacionados principalmente à internacionalização (BASSI, 1997), cadeias produtivas (CHRISTOPHER, 1997), cultura (HOFSTEDE, 1980) e valores pessoais (KAHLE, 1983). Com isso, identificou-se que o método mais adequado a ser utilizado nesta pesquisa seria desenvolvido em duas etapas. A primeira etapa teve como objetivo fornecer subsídios para a elaboração do questionário aplicado. Foram realizadas vinte e cinco entrevistas nas localidades pesquisadas no Brasil (Porto Alegre)...

Avaliação do poder antioxidante do chocolate amargo : um comparativo com o vinho tinto

Pimentel, Fernanda A.
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.35524%
Um chocolate amargo com alto teor de cacau (71%) foi desenvolvido e codificado como D71. Previamente, foi realizada a seleção da amostra de liquor de cacau mais rica em polifenóis e flavonóides, dentre três amostras recebidas de fornecedores diferentes. Como comparativo, quatro variedades de vinho tinto foram estudadas (Merlot, Cabernet Sauvignon, Pinot-Noir e Tannat) e o vinho Tannat selecionado. Para caracterizar o produto D71 sua quantidade de polifenóis e flavonóides foi comparada a amostras de chocolate amargo comerciais contendo diferentes percentuais de cacau: 50%, 70%, 72%, 86% e 99%. Em um segundo passo, efetuou-se a comparação do D71 com diferentes tipos de chocolate comerciais: branco (WC), ao leite (MC) e meio amargo (D40). O produto D71 demonstrou menor quantidade de polifenóis em relação às amostras comerciais de chocolate amargo, porém similar quantidade de flavonóides. Quando as amostras de WC, MC e D40 foram comparadas ao D71, este produto mostrou superioridade significativa em relação aos teores de polifenóis e flavonóides. Comparando a quantidade de flavonóides presentes no D71 e no vinho tinto Tannat verificou-se que para obtenção da mesma quantidade de flavonóides de 196 mL deste vinho seria necessário o consumo de 49g do chocolate desenvolvido (D71). Esta relação foi utilizada para o ensaio in vivo com ratos da raça Wistar...

As rotas dos vinhos em Portugal: estudo de caso da rota do vinho da Bairrada

Correia, Luís Manuel Mendes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.3323%
Vários estudos realizados apresentam os benefícios que o enoturismo pode proporcionar aos aderentes das rotas do vinho, às comunidades locais, às regiões vitivinícolas e às indústrias do vinho e do turismo. Neste ponto de vista, as rotas do vinho poderão ser instrumentos privilegiados de organização e divulgação do enoturismo e contribuírem para diversificar as economias regionais, aumentar a reputação e a imagem das regiões vitivinícolas. O enoturismo, em Portugal, ainda está na sua “infância”, apesar de se ter verificado algum desenvolvimento nos últimos anos. Até ao momento foram criadas 11 rotas de vinho em Portugal, cada uma com a sua organização e estágio de desenvolvimento. Apesar de tudo a investigação nesta área ainda é escassa. Esta investigação é um estudo de caso da Rota do Vinho da Bairrada e pretende fazer a sua primeira avaliação. Na sua realização foram recolhidos dados para fazer a caracterização dos aderentes e conhecer os seus objectivos iniciais, os problemas e constrangimentos que a rota tem enfrentado, o nível de satisfação dos aderentes, os investimentos realizados e os postos de trabalho criados, o modelo de gestão da rota, as vantagens que a Rota do Vinho da Bairrada pode trazer...

Efeito da adição de sesquiterpenóides e quitosana e aplicação de alta pressão hidrostática na proliferação de leveduras e actividade antioxidante de vinho branco

Nunes, C.; Rocha, S. M.; Saraiva, J. A.; Lopes da Silva, J. A.; Mendo, S.; Coimbra, M. A.
Fonte: Universidade dos Açores, SPQ Publicador: Universidade dos Açores, SPQ
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
37.35524%
A adição de sulfuroso nas diferentes etapas de vinificação tem por objectivo impedir o crescimento de microrganimos nocivos ao vinho, bem como actuar como antioxidante, mantendo as características sensoriais do vinho. Contudo, os produtores têm procurado reduzir a utilização de sulfuroso dada a sensibilidade alérgica a este composto por cerca de um terço dos consumidores. Neste trabalho foram testados diferentes tratamentos com o objectivo de desenvolver tecnologias para a substituição total ou parcial do sulfuroso adicionado na vinificação. Foram estudados três tratamentos diferentes em vinho branco de forma isolada e em combinação: adição de um sesquiterpenóide, adição de quitosana e a utilização da tecnologia de alta pressão hidrostática. Para fins de comparação, também foi preparado e analisado um vinho com sulfuroso e outro sem nenhum tipo de tratamento. Os vinhos tratados com quitosana e alta pressão, ao fim de um mês de armazenamento, ainda apresentavam ausência de leveduras. Contudo, no vinho sem tratamento e no vinho em que só foi adicionado o sesquiterpenóide verificou-se crescimento de leveduras (5x1 04-6x1 o4 UFCJmL). A actividade antioxidante foi superior no vinho branco tratado com o sesquiterpenóide (28%)...

Estabilização tartárica do vinho por adição da carboximetilcelulose

Ferreira, Soraia Raquel Rodrigues
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.374705%
A estabilização tartárica dos vinhos é uma etapa importante durante o processo de produção do vinho, que impede a precipitação de cristais de bitartarato de potássio, após engarrafamento. A autorização da adição da carboximetilcelulose (CMC) ao vinho, desde 2009, veio disponibilizar um novo campo de ação na estabilização tartárica do vinho. A concentração máxima da carboximetilcelulose admitida por lei no vinho é de 100 mg/L. A utilização da CMC é uma das técnicas de estabilização com menores custos associados e com menor impacto ambiental. O principal objetivo deste trabalho, desenvolvido na Aliança – Vinhos de Portugal S.A., foi estudar o efeito de diferentes soluções comerciais de CMC, das marcas Enartis, Proenol e Vienol, na estabilização tartárica de quatro vinhos produzidos nesta empresa: um branco, um rosé e dois tintos. Primeiramente, fez-se uma caracterização físico-química dos vinhos e verificou-se que todos os parâmetros se encontravam dentro dos limites legais. Após introdução das referidas soluções de CMC repetiu-se a determinação dos parâmetros com influência na estabilidade tartárica, nomeadamente a concentração de potássio e cálcio, e o pH, tendo-se verificado que não se alteraram. Determinou-se a estabilidade tartárica de cada vinho...

Análise do mercado de vinho e das zonas vitivinícolas nacionais. Posicionamento, segmentação, preferências e atitudes. Caso particular: as sub-regiões do Alentejo

Silvério, Marta da Conceição Soares da Silva Cruz
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.40595%
"Sem resumo feito pelo autor"; Com este trabalho procurou-se caracterizar o mercado do vinho, de acordo com dados secundários e primários, sendo estes últimos obtidos através de um processo de amostragem não probabilística dirigida, logo os resultados não poderão ser transportados para a população. Através dos dados secundários, concluiu-se que o vinho é produzido, essencialmente, na Europa É também neste continente que se encontram os países com maior consumo per capita. Verificou-se que Portugal é um país tradicionalmente produtor e consumidor e que, nos últimos anos, tem visto as suas produções diminuírem, assim como o consumo. O decréscimo do consumo é devido em parte às campanhas anti-álcool, que invadem os consumidores diariamente e ao aumento bastante significativo do consumo de cerveja, nos últimos anos. Com o objectivo de criarem-se dados primários, foram efectuadas 1247 entrevistas a indivíduos, que tivessem consumido do vinho, nos últimos dois meses, das quais foram validados 1001. 0 questionário foi construído de forma a que os seguintes objectivos fossem alcançados:  estabelecer uma relação entre as percepções face ao consumo do vinho e às zonas vitivinícolas;  analisar as zonas vitivinícolas mais importantes do mercado nacional...

Efeito da desoxigenação na qualidade do vinho

Rodrigues, Susete Fernanda de Sousa
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.40595%
Dissertação de Mestrado em Enologia; Compreender a forma como o oxigénio afeta o vinho nas diferentes operações de produção é um fator determinante para a elaboração de vinhos com um elevado nível de qualidade. Numa perspetiva química a presença de oxigénio dissolvido no vinho poderá resultar numa oxidação, diminuindo a sua qualidade e consequentemente o seu tempo de vida útil. Controlar as etapas nas quais há uma maior probabilidade de entrada de oxigénio no vinho é importante, assim como o controlo dos níveis de oxigénio dissolvido. O transporte de vinho a granel é uma etapa na qual o oxigénio pode entrar em contacto com o vinho. Por isso, é muito importante manter os níveis de oxigénio dissolvido reduzidos, mas por outro lado é muito difícil que esse contacto não se verifique e que não haja um aumento do oxigénio dissolvido durante a trasfega de vinho da adega para a cisterna de transporte e na descarga. Assim, o principal objetivo deste estudo foi efetuar a monitorização das concentrações de oxigénio dissolvido presentes no vinho antes do transporte (Etapa 0), depois do transporte (Etapa 1) e após desoxigenação (Etapa 2); bem como o acompanhamento dos vinhos durante um período de nove meses. Assim...

Estudo exploratório das preferências dos consumidores de vinho do Porto em Portugal

Pires, Mafalda Janete Ladeira
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.35524%
Mestrado em Marketing; Este estudo centra-se no comportamento do consumidor de vinho do Porto em Portugal, com o intuito de perceber as preferências do mesmo na escolha deste produto. O foco deste estudo é identificar quais os atributos mais valorizados pelo consumidor aquando da escolha deste vinho. A revisão de literatura efetuada tem como objetivo primário enquadrar o tema, permitindo estruturar o modelo conceptual e formular as questões de pesquisa e hipóteses. Optou-se pela realização de um questionário presencial, aplicado a consumidores, portugueses e estrangeiros, de vinho do Porto numa garrafeira situada na Baixa de Lisboa. De forma a alcançar o objetivo proposto, elaboraram-se combinações preferenciais na escolha de um vinho do Porto, com base em cinco atributos-chave, através da técnica Análise Conjunta. A avaliação que os inquiridos atribuíram às combinações, permitiu concluir que o atributo mais valorizado na escolha de um vinho do Porto é a idade, seguida do preço, recomendação, marca conhecida e tipo de vinho do Porto. Concluiu-se que um vinho do Porto mais velho tem mais utilidade do que um mais recente, que um preço baixo apresenta maior utilidade do que um preço mais elevado e que o tipo de vinho do Porto com mais utilidade são os especiais. Observou-se também que os consumidores preferem um vinho do Porto de marca conhecida ou que tenha sido recomendado. A identificação destes atributos é de extrema importância para o sector...

Efeito do vinho tinto associado ao exercício físico no sistema cardiovascular de ratos espontaneamente hipertensos

Soares Filho,Paulo Roberto; Castro,Iran; Stahlschmidt,Adriene
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.3323%
FUNDAMENTO: Prática de exercício físico (EF) é eficiente no tratamento e na prevenção da hipertensão, associada à melhora do perfil lipídico e da função contrátil cardíaca. Consumo moderado e regular de bebidas alcoólicas, como vinho tinto, desempenha efeito cardiovascular protetor. Polifenóis da bebida apresentam propriedades antioxidantes, beneficiando vasos sanguíneos. Há poucas evidências sobre o consumo de vinho tinto associado ao EF e as influências no sistema cardiovascular. OBJETIVO: Investigar o efeito da interação entre o EF e o consumo moderado de vinho tinto na pressão arterial sistólica (PAS), lipoproteína de alta densidade (HDL), desempenho físico e fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) de ratos espontaneamente hipertensos (SHR). MÉTODOS: Amostra de 32 SHR distribuídos em quatro grupos: grupo vinho e exercício (GVE), grupo vinho (GV), grupo exercício (GE) e grupo controle (GC). Doses de vinho tinto, equivalentes ao consumo moderado em humanos, foram administradas por gavagem, durante dez semanas, simultâneas ao período de EF, realizado em esteira. Os SHR receberam 3,715 ml/kg/dia de vinho. O desempenho físico foi analisado por teste de esforço (TE), e a FEVE foi obtida por medidas ecocardiográficas. A aferição da PAS ocorreu antes e após o protocolo do EF. RESULTADOS: Demonstrou-se redução significativa da PAS nos grupos de intervenção...

Contribuições da Embrapa Uva e Vinho à inovação tecnológica no cultivo de pequenas frutas de clima temperado.

HOFFMANN, A.
Fonte: In: SEMINÁRIO BRASILEIRO SOBRE PEQUENAS FRUTAS, 4., 2007, Vacaria. Anais... Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho, 2007. Publicador: In: SEMINÁRIO BRASILEIRO SOBRE PEQUENAS FRUTAS, 4., 2007, Vacaria. Anais... Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho, 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: il., color.; p. 35-37.
Português
Relevância na Pesquisa
47.009365%
2007; Editado por Alexandre Hoffmann e Sandra de Souza Sebben.

Acção e património da Junta Nacional do Vinho: 1937-1986

Pereira, Maria da Conceição Freire de Brito
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 24286592 bytes; application/pdf
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.391428%
Dissertação de Mestrado em Estudos do Património apresentada à Universidade Aberta; Resumo - A história recente da vitivinicultura em Portugal, passa pelos documentos, objectos e edifícios deixados pela Junta Nacional do Vinho, pois este organismo de coordenação económica conduziu o sector vitivinícola, durante décadas (1937-1986). Quando foi extinta, a JNV deixou um extenso património herdado pelo Instituto da Vinha e do Vinho que urge salvaguardar. Com esse objectivo foi elaborado o presente estudo, abordando as seguintes questões: A justificação para a criação da Junta Nacional do Vinho, cuja função principal era a regularização de mercado, remonta ao início do século XX quando surgiram os problemas no sector vitivinícola, devido ao excesso de produção de vinho, a falta de escoamento e de qualidade do produto, bem como a desorganização de mercados. A acção da JNV desenvolveu-se no âmbito dos vinhos comuns em torno destas vertentes. Ao longo da sua actividade contribuiu para a modernização e organização do sector, para a divulgação e conhecimentos em torno do vinho e para o fomento de adegas cooperativas vitivinícolas, em termos nacionais. Os vestígios das actividades desenvolvidas pela JNV...

Study of the influence of high hydrostatic pressure on wine chemical and sensorial characteristics; Estudo da influência de alta pressão hidrostática nas características químicas e sensoriais de vinho

Santos, Mickael da Costa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.418682%
During the last years, the use of high hydrostatic pressure (HHP) as a non-thermal technology for preservation or aging of wine has increased substantially in the academic community. However, HHP treated wine has been only analysed after the pressure treatment, with no knowledge available on the effects of HHP during subsequent storage. The results presented in this thesis showed that HHP treatments influence the chemical and sensorial properties of wine during storage. The application of high hydrostatic pressure treatments in winemaking for wine preservation, as an alternative to sulphur dioxide, was evaluated studying the effect of HHP in the physicochemical and sensorial properties of red and white wines during bottle storage. High pressure treatments with 5 min of processing time and pressures of 425 and 500 MPa were shown to influence on both red and white wine physicochemical and sensorial characteristics. However, the effects were only perceptible after, at least, 6 months of storage. The alterations that occurred on the pressurized red wine characteristics, such as the more orange-red colour and the lower antioxidant activity (15-27% less), total phenolic content (9% less), and anthocyanins content (45–61% less), were due to an increase of condensation reactions of phenolic compounds. The increase of these condensation reactions lead to the formation of compounds with higher degree of polymerisation that became insoluble along storage...

Estudo da eletrodiálise na composição catiónica de um vinho ao longo da vinificação

Mello, Vânia Sofia Alves de Sousa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.418682%
A produção de um vinho espumante, segundo o método Champanhês, consiste na produção de um vinho base, a partir do qual se realiza uma segunda fermentação alcoólica em garrafa pela adição de leveduras e açúcar com produção de CO2. A eletrodiálise é um processo usado para a estabilização tartárica do vinho base, que consiste na remoção de iões, tais como potássio e hidrogeno tartarato, de forma a evitar a formação de precipitados, durante a vinificação e armazenamento do vinho. Porém, este processo pode levar à remoção de outros iões que são essenciais para o crescimento da levedura S. cerevisiae durante a segunda fermentação alcoólica, para a produção de vinho espumante. O primeiro objetivo deste trabalho consistiu em avaliar o impacto da eletrodiálise nos parâmetros enológicos nos vinhos base para espumante e na sua composição em catiões, tais como potássio, magnésio, manganês, cálcio, cobre, ferro, zinco, molibdénio e cobalto. O segundo objetivo do trabalho foi avaliara influência nas características físico-químicas e sensoriais do vinho da adição de produtos enológicos, constituídos por extratos de levedura inativa, como suplementos durante a primeira e segunda fermentação. Dois vinhos espumantes brancos...

Characterization of bioactive compounds of dealcoholized wine: valuation of distillation process; Caracetrização dos compostos bioativos do vinho desalcoolizado: valorização do processo de destilação

Gonçalves, Fernando Jorge Andrade
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.456997%
O vinho tinto é uma importante fonte de compostos fenólicos com atividade antioxidante e que estão relacionados com a prevenção de doenças cardiovasculares e cancro. Estes compostos são um sub-produto do processo de destilação vínica utilizado para produzir aguardente necessária para a produção de Vinho do Porto. Esta tese tem como objetivo valorizar os compostos fenólicos resultantes das destilarias de vinho, através do estudo da sua composição, das interações com o material polimérico do vinho, da sua estabilidade durante o armazenamento e avaliação dos seus potenciais efeitos biológicos in vitro. Isto irá permitir definir aplicações para estes compostos como ingredientes alimentares com propriedades funcionais. Dois vinhos tintos (RW1 e RW2) foram utilizados como fonte de compostos fenólicos. A fim de estudar estes compostos, cada vinho foi evaporado à pressão atmosférica, permitindo obter o respetivo vinho desalcolizado (DW1 e DW2). Os polissacarídeos e compostos fenólicos presentes nos vinhos desalcolizados foram fracionados por extração em fase sólida utilizando cartuchos C18 sep-pak. A fração hidrofóbica, rica em compostos fenólicos, foi separada em frações ricas em ácidos fenólicos...

O Comportamento de consumo de Vinho do Porto dos portugueses – recomendações para o aumento da procura interna

Barros, Rita Isabel Morais
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.42993%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Marketing Digital, sob orientação de Doutor António Correia de Barros; O Vinho do Porto é um elemento-chave que define a cultura portuguesa projetando-a a nível internacional. Este vinho licoroso, de aromas intensos, está pensado para a exportação; contudo, sendo produzido na Região Demarcada do Douro, em Portugal, merece um lugar de destaque no panorama nacional. Este estudo visa perceber o comportamento de consumo do consumidor português de Vinho do Porto, bem como os fatores influenciadores da frequência de consumo deste vinho. Pretende-se ainda sugerir recomendações para o aumento da procura interna do produto. Realizou-se uma revisão bibliográfica do sector de Vinho do Porto em Portugal e do consumidor português deste vinho. Posteriormente realizou-se uma entrevista exploratória que clarificou a questão de investigação e ajudou à idealização das hipóteses de investigação. Seguidamente, lançaram-se questionários online e presenciais à população portuguesa residente em Portugal Continental e Arquipélagos, com idade igual ou superior a 16 anos. Este estudo concluiu que o consumidor português de Vinho do Porto é do sexo feminino e jovem...

DETERMINAÇÃO DE ACETOÍNA E METANOL EM VINAGRES DE VINHO BRASILEIROS

RIZZON, LUIZ ANTENOR; MIELE, ALBERTO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.374705%
Visou-se a caracterização do vinagre de vinho brasileiro, mediante determinação do teor de acetoína e de metanol. Analisaram-se 29 amostras de diferentes marcas comerciais de vinagre de vinho tinto e 18 de vinagre de vinho branco. As análises de acetoína e de metanol foram efetuadas mediante cromatografia a gás. Constatou-se variabilidade acentuada no teor de acetoína e de metanol do vinagre de vinho brasileiro. Detectou-se que 61,0% dos vinagres de vinho branco e 39,4% dos vinagres de vinho tinto apresentaram menos de 40 mg/L de acetoína. Observou-se, também, que 66,6% dos vinagres de vinho branco apresentaram menos de 25 mg/L de metanol e 53,6% dos vinagres de vinho tinto menos de 50 mg/L. O estabelecimento de limite mínimo pela legislação brasileira para a acetoína e o metanol do vinagre de vinho contribuiria para a determinação da genuinidade desse produto. A cromatografia a gás mostrou-se adequada para a determinação da acetoína e do metanol nos vinagres de vinho. DETERMINATION OF ACETOIN AND METHANOL IN BRAZILIAN WINE VINEGARS Abstract The aim of this work was to characterize Brazilian wine vinegars, by determination of acetoin and methanol content. Twenty-nine samples of different commercial red wine vinegars and 18 samples of white wine vinegars were analysed. The analyses of acetoin and methanol were made by gas chromatography. High variability in the acetoin and methanol contents were observed. It was remarked that 61.0% of the white wine vinegars and 39.4% of the red wine vinegars showed less than 40 mg/L of acetoin. It was showed that 66.6% of the white wine vinegars showed less than 25 mg/L of methanol and 53.6% of the red wine vinegars had less than 50 mg/L of this alcohol. The setting up of limitation by Brazilian legislation for the acetoin and methanol in the vinegar components contribute to its genuinity. The gas chromatography showed to be suitable...

INFLUÊNCIA DA CLARIFICAÇÃO DO MOSTO NA COMPOSIÇÃO E NA QUALIDADE DO VINHO BRANCO; INFLUENCE OF MUST CLARIFICATION IN THE COMPOSITION AND QUALITY OF WHITE WINE

ZZONRI, LUIZ A.; EMBRAPA Centro Nacional de Pesquisa de Uva e Vinho; MENEGUZZO, JULIO; EMBRAPA Centro Nacional de Pesquisa de Uva e Vinho
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.229907%
In order to study the effect of must settling upon the composition and the quality of white wine some small scale fermentations were done with Vitis vinifera cv. Trebbiano. Besides the sensorial evaluation, analysis for density, alcohol, volatile acidity, pH, dry extract, total sugars, alcohol/reduced dry extract ratio, ashes, collor index and total sulfur dioxide were run. The mineral elements, K, Na, Ca, Mg, Mn, Fe, Cu, Li, P and the volatile compounds, acetaldehyde, ethyl acetate, methanol, propanol-1, methyl-2 propanol-1 and methyl-2 + methyl-3 butanol-1, were also analysed. The chemical analysis showed important differences in the wine made by the settled must in comparison with the unsettled. The wine obtained from settled must had less higher alcohols. The 2-methyl 1-propyl was the higher alcohol that showed more dependence of the settled system. In the qualitative aspect the wine obtained from the must settled was better than the others.; Com a finalidade de estudar o efeito de diferentes sistemas de clarificação do mosto na composição e na qualidade do vinho branco, foram realizadas vinificações experimentais com a cultivar Trebbiano. Além da avaliação sensorial dos vinhos foram efetuadas análises de densidade...