Página 1 dos resultados de 160 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Visita domiciliária de enfermagem como estratégia na prevenção de úlceras de pressão no idoso dependente

Coroas, Ana Carina Magalhães
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.16%
Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau Licenciada em Enfermagem.; A prevenção das úlceras de pressão é uma preocupação dos profissionais de saúde que prestam cuidados ao idoso dependente em contexto domiciliário, sendo a sua prevenção um desafio para a equipa de Enfermagem. Assim sendo, pelas razões supracitadas, definiu-se como tema a abordar, “Visita domiciliária de enfermagem como estratégia na prevenção de úlcera de pressão no idoso dependente”. Para obter um estudo aprofundado acerca do tema em questão, será necessário conhecer a realidade das estratégias adoptadas pelos enfermeiros nas visitas domiciliárias como prevenção de úlceras de pressão nos idosos dependentes. O presente estudo tem com objectivo questionar os enfermeiros que prestam cuidados ao idoso dependente no domicílio, acerca das estratégias para a prevenção de úlceras de pressão, recorrendo à realização e análise de um questionário. Para este estudo de investigação o investigador baseou-se nas seguintes perguntas de partida: - Quais as intervenções para prevenção de úlcera de pressão no idoso dependente, desenvolvidas pelo enfermeiro na visita domiciliária? - Qual a importância atribuída pelo enfermeiro à visita domiciliária como estratégia de prevenção de úlceras de pressão...

Visita domiciliária de enfermagem no puerpério

Claro, Marisa Fernandes
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.22%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem; O puerpério é considerado por muitos como um momento de adaptação física, psicológica e social. O período pós-parto demonstra-se ser uma fase onde a puérpera se depara com bastantes dificuldades e dúvidas quanto à sua condição. É momento cheio de peculiaridade e de vulnerabilidade na vida da mulher, em que a mesma precisa ser orientada quanto às mudanças e às adaptações que esse período impõe. A visita domiciliária tem-se demonstrado ao longo do tempo, uma estratégia adotada pelos enfermeiros para um melhor acompanhamento da puérpera e da família nesta fase. Esta permite aos profissionais de saúde, guiar, apoiar e aconselhar os pais a adquirir atitudes atitudes e comportamentos que lhe permite vivenciar este período sem complicações. Face a estas constatações surgiu a inquietação de conhecer a perceção das mulheres quanto à visita domiciliária de enfermagem no puerpério, assim como a relação desta com a idade, as habilitações literárias, a vigilância pré-natal e a frequência do curso de preparação para o parto/parentalidade. De forma a dar resposta a estas questões...

Visita domiciliária : contributos da enfermagem na manutenção da amamentação

Filipe, Maria de Fátima Serafim Soares
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67.18%
A visitação domiciliária é uma estratégia comunitária que permite o estudo e intervenção nas famílias no seu próprio espaço vital. Assim, o visitador domiciliário consegue ter uma perspectiva global da família e dos seus recursos e pode atuar de forma holística. A visitação domiciliária à puérpera e ao recém-nascido é defendida pela OMS, pelo PNS e pelo Programa de Saúde Infantil como uma medida para contribuir para a saúde da família, sendo ainda importante na promoção do aleitamento materno. Este estudo teve como objetivo avaliar o contributo da visita domiciliária na prevalência do aleitamento materno. Para isso, comparámos dois grupos, um alvo de visitação domiciliária e o outro não. Estabelecemos ainda como objectivos deste estudo calcular a prevalência do aleitamento materno aos 3 e aos 6 meses, e avaliar a influência das variáveis sóciodemográficas e obstétricas nesta prevalência. Este é um estudo quantitativo, correlacional de nível II. A colheita de dados foi feita através da aplicação de um questionário às mulheres inscritas na USF Buarcos e USF S. Julião, que tiveram parto no período de 1 de Janeiro de 2009 a 31 de Dezembro de 2010. A nossa amostra foi composta por 108 mulheres...

Desenvolvimento de competências parentais no puerpério através da Visita Domiciliária de Enfermagem: Revisão Integrativa

Sim-Sim, Margarida; Barros, Maria da Luz; Martins, Maria Antónia
Fonte: Unidade local de Saúde do Baixo-Alentejo. Moura Publicador: Unidade local de Saúde do Baixo-Alentejo. Moura
Tipo: Aula
Português
Relevância na Pesquisa
67.07%
Objetivo: Analisar a perceção de desenvolvimento de competências parentais das puérperas através da visita domiciliária de enfermagem . Desenvolvimento: Revisão de literatura a partir da formulação de uma pergunta de partida que orientou a pesquisa. Foi realizada entre janeiro e fevereiro de 2012, nas bases de dados eletrónicas da Medline, Academic Search Complete, Pub-Med. Critérios de inclusão: estudos publicados na década de 2000 e até á presente data, com evidência científica, de carácter empírico e primário, disponíveis em texto completo, escritos em português, inglês e francês, de acesso livre, cujos sujeitos/participantes são puérperas em ambiente domiciliar, foco no desenvolvimento de competências fruto da visita domiciliária de enfermagem, usando como palavras-chave home visiting, postpartum, puerperium, maternal satisfaction, motherhood satisfaction. Encontraram-se 20 artigos, selecionados 12. Principais Conclusões: da análise dos estudos selecionados, percebeu-se que mulheres de baixa renda beneficiam com o seguimento da visita, mulheres mais visitadas recorrem menos a Serviço de Urgência por problemas com os filhos, problemas de aleitamento materno relacionados com posição e pega inadequada podem ser resolvidos com visitas precoces. A primeira visita domiciliar deve ocorrer na 1ª semana pós-alta hospitalar...

Abordagem familiar em visita domiciliária em enfermagem de saúde mental e psiquiatria

Pedroso, Benvinda Maria Marques
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67%
Considerando a família como foco de atenção em enfermagem de saúde mental e psiquiatria, foi realizada a análise da prática clínica de enfermagem no âmbito da prestação de cuidados em visita domiciliária, através dos registos de enfermagem existentes nesse contexto. Partindo dos conceitos de enfermagem de saúde mental e psiquiatria, família, modelos teóricos de avaliação e intervenção familiar e visita domiciliária; procurou-se compreender que modelos de abordagem familiar emergem dos registos de enfermagem das visitas domiciliárias, assim como identificar intervenções dirigidas a utentes e familiares numa perspectiva sistémica. Embora sem identificação completa com modelos teóricos existentes, concluímos que existe, sem dúvida, atenção dada aos familiares, sendo realizada frequentemente avaliação de relacionamentos, padrões de interacção, apoios e recursos, necessitando de melhorias que permitam que seja realizada de uma forma sistematizada, criteriosa, fundamentada e claramente documentada; ABSTRACT: Considering family care central, in psychiatric mental health nursing, an analyses of nursing clinical practice in home care context, was accomplished; using the nursing notes existents in that context. Based on concepts of psychiatric mental health nursing...

A importância da visita domiciliária de enfermagem na qualidade de vida dos doentes com coxartrose submetidos a Artroplastia Total da Anca

Pinto, António Manuel da Rocha Fonseca
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67.16%
Dissertação de Mestrado em Enfermagem Comunitária; No decurso do envelhecimento populacional, e com o aumento das doenças crónicas, surge a coxartrose com indicação para artroplastia total da anca. Após a artroplastia total da anca, no seu regresso a casa, o utente apresenta-se ainda limitado nas suas atividades de vida diária, o que torna essencial a implementação de um programa de visita domiciliária de enfermagem, para promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida destes utentes. Objetivo: O presente estudo teve como objetivo geral avaliar o efeito da visita domiciliária de enfermagem, na qualidade de vida dos utentes, submetidos a artroplastia total da anca. Metodologia: Trata-se de um estudo quasi-experimental não aleatório, com um grupo de controlo (GC) (n=23) e um grupo experimental (GE) (n=21) de utentes do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro EPE, Unidade de Vila Real. Para avaliar a qualidade de vida foi aplicado o Questionário HOOS LK 2.0. A análise dos resultados foi realizada através do SPSS, recorrendo à estatística descritiva e inferencial. Considerou-se o nível de significância de 5%. Principais resultados: A média da pontuação dos domínios HOOS aumentou da Observação 1 para a Observação 2 nos dois grupos...

Percepções de mães primíparas sobre a visita domiciliária do enfermeiro na adaptação à maternidade: um estudo qualitativo

Rodrigues, Natália Alves
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.22%
Mestrado em Psicologia Comunitária e Protecção de Menores; O nascimento de um filho implica um processo de adaptação à maternidade. A fase do puerpério é uma fase particularmente crítica dado que implica um conjunto de mudanças significativas nas mães, nomeadamente a nível físico e emocional. A visita domiciliária realizada por um enfermeiro não é ainda uma prática sistemática no nosso país, mas vários estudos têm evidenciado que o mesmo tem um papel fundamental ao nível do desenvolvimento de competências parentais nos cuidados às crianças e com importantes implicações a longo prazo. É neste sentido que o objectivo do presente estudo consistiu não só em explorar a experiência vivida pelas mães após o nascimento do bebé (e.g. mudanças sentidas), mas também em explorar o modo como estas percepcionam a visita domiciliária e particularmente o papel do enfermeiro na fase do puerpério. Para responder a estes objectivos foram conduzidas dez entrevistas individuais com mães primíparas, na fase do puerpério, e que tiveram a visita domiciliária do enfermeiro na primeira semana de vida do bebé. De uma maneira geral, os resultados indicam que as mães revelam como principais mudanças as físicas. Todas as mães entrevistadas expressaram uma atitude positiva face à visita domiciliária. Os resultados do presente estudo puseram...

Visita domiciliária: um olhar da enfermagem psiquiátrica

Labate,Renata Curi; Galera,Sueli Aparecida Frari; Avanci,Rita de Cássia
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
A visita domiciliária é tema de interesse em diversas áreas da enfermagem. Em psiquiatria, com a implantação de serviços psiquiátricos na comunidade, a necessidade de realizar visita domiciliaria tornou-se evidente. Por um período de um ano estivemos envolvidos com esta atividade, solicitando-a ou realizando-a para pacientes atendidos no Núcleo de Saúde Mental. O objetivo deste trabalho é relatar esta experiência, destacando os seguintes aspectos: O Espaço Público e o Privado da família e a articulação entre visitadores e os recursos da comunidade. A visita domiciliaria aproxima a equipe do contexto do doente e favorece a articulação entre o doente, sua família, o serviço de saúde e os recursos da comunidade.

A visita domiciliária na Estratégia de Saúde da Família: conhecendo as percepções das famílias

Cruz,Mariene Mirian; Bourget,Monique Marie Marthe
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67%
Entendendo as visitas domiciliárias enquanto tecnologia de interação no cuidado à saúde da família, este artigo teve por objetivo compreender os significados atribuídos por essas famílias à visita domiciliária realizada pela Estratégia Saúde da Família (ESF), com a intenção de reconhecer as dificuldades e potencialidades dessa prática. Nessa perspectiva, utilizou-se abordagem qualitativa, em que os dados foram coletados através de entrevista aberta e analisados segundo a Teoria das Representações Sociais. A pesquisa foi realizada no território de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) localizada na zona leste do município de São Paulo, sendo selecionadas cinco famílias aleatoriamente (sorteio). Os resultados mostraram que a visita domiciliária, apesar de apresentar limitações devido à concentração em torno de práticas curativistas direcionadas aos indivíduos, que tornam secundárias a produção de autonomia e a corresponsabilização das famílias no cuidado à saúde, foi concebida como importante meio de aproximação entre as famílias e a ESF, favorecendo o acesso às ações e aos serviços de saúde, sendo apontada como instrumento de humanização da atenção à saúde ao propiciar a construção de novas relações entre usuários e profissionais e a formação de vínculo entre esses.

Impacto de la visita domiciliaria familiar en el aprendizaje de los estudiantes de medicina en el área de Pediatría Social

Cárdenas,Leonor Angélica Galindo; Kambourova,Miglena; Arango,Liliana Zuliani; Peña,María Eugenia Villegas
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Este artículo reporta resultados de una investigación realizada con estudiantes de pregrado de Medicina de la Universidad de Antioquia para evaluar el impacto de la visita domiciliaria familiar la cual favorece los procesos de formación integral a partir de aprendizajes significativos. La investigación fue cualitativa-interpretativa, estudio de caso, de sistematización y con instrumentos: entrevistas, encuestas, grupos focales, análisis de documentos, observación participante (2006-2011). Los hallazgos demostraron que cuando la consulta medica se complementa con la visita domiciliaria familiar, los estudiantes se sensibilizan, se motivan más y se activa su predisposición de aprender significativamente. Además se evidenció que la visita domiciliaria familiar tiene eslabones de estrategia didáctica activa que al trabajarla intencionadamente impacta el perfil humanístico-social de los estudiantes como futuros profesionales del área de salud. Su aplicación es pertinente para la enseñanza de la pediatría social y de la medicina general.

De la visita domiciliaria al encuentro con el grupo familiar de niñas y niños que concurren a un CAI

Fonte: Buenos Aires : Ministerio de Educación de la Nación Publicador: Buenos Aires : Ministerio de Educación de la Nación
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Este texto tiene el objetivo de hacerle lugar, en los diferentes espacios CAI, a la reflexión acerca de una práctica más o menos habitual en esos espacios, que en la mayoría de las jurisdicciones se nombra como “visita domiciliaria”. En este documento convertimos a la visita domiciliaria en objeto de nuestro análisis para comprender de qué se trata y en qué sentido deben realizarse los ajustes necesarios que, a dos años de iniciado el recorrido, seguramente requiere.

A NECESSIDADE DE VISITA DOMICILIÁRIA DE ENFERMAGEM NO PUERPÉRIO PRECOCE

Pereira, Mónica Isabel Farinha Lopes
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
O nascimento de um filho é uma etapa importante do ciclo vital da mulher caracterizada por sucessivas transformações psicossociais, estados de desequilíbrio biofísico, consolidação da relação mãe/filho, pais/filho e de reorganização do relacionamento familiar e conjugal. Com internamentos cada vez mais curtos nas unidades hospitalares de puerpério, a mulher, por vezes, não consegue assimilar todo o leque de informação que lhe é transmitida em tão curto espaço de tempo, tanto no que se refere aos seus cuidados como aos do seu filho recém-nascido. Na chegada ao domicílio, após a alta hospitalar a mulher experiencia uma situação nova que é o puerpério precoce e ser mãe de alguém que depende de si para viver. A pergunta orientadora do estudo foi: Qual a necessidade de cuidados de enfermagem no domicílio das puérperas no puerpério precoce? São objectivos desde estudo: Conhecer a necessidade de cuidados de enfermagem no domicílio das puérperas no puerpério precoce; Compreender a importância atribuída pela puérpera aos cuidados de enfermagem no domicílio. Adoptou-se uma metodologia qualitativa numa perspectiva fenomenográfica. Participaram quarenta e três puérperas que se disponibilizaram a relatar a sua experiência no domicílio no puerpério precoce...

Contributo da visita domiciliária do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, para os cuidados maternos prestados ao recém-nascido, nos seus primeiros 28 dias de vida.

Ribeiro, Lúcia Marisa Rodrigues dos Anjos
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.12%
A transição para a maternidade é um processo complexo, difícil e cansativo, principalmente, no primeiro mês, marcado por grandes mudanças e dificuldades das puérperas em responder às necessidades do recém-nascido. Neste sentido o presente trabalho tem como objetivo avaliar o contributo da visita domiciliária do Enfermeiro Especialista em Saúde Materna e Obstétrica para os cuidados maternos ao recém-nascido, nos 28 dias pós-parto. Utilizou-se a metodologia qualitativa, realizando-se um estudo exploratório-descritivo, tipo estudo de caso, a partir de entrevista semi-directivas realizadas a oito puérperas, com consequente análise de conteúdo. Os resultados revelam a importância da visita domiciliária para a puérpera e para o recém-nascido, esta importância é demostrada nas diferentes categorias analisadas, sendo um apoio e orientação para a mãe. Evidenciamos influências da visita nos cuidados prestados ao recém-nascido, especificamente na higiene, alimentação, conforto, bem-estar, segurança e transporte. No que conserne à mãe são referidas influêcias na gestão do tempo, coordenação de atividades e interação com família e mesmo comunidade próxima. Concluímos que a visita domiciliária contribui para um maior conhecimento sobre os cuidados prestados ao recém-nascido.

Contributos da visita domiciliária de enfermagem obstétrica no sucesso do aleitamento materno e ansiedade estado aos três meses após o parto

Ribas, Carla Augusta Gonçalves
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Introdução: A importância da iniciação e a manutenção do aleitamento materno exclusivo encontra-se documentada por várias entidades nacionais e internacionais, pois os ganhos que se lhe associam justificam o investimento na sua promoção. A ansiedade e a depressão são comuns durante a gravidez e após o parto revelando consequências prejudiciais para a mulher e para o desenvolvimento da criança. Objetivos: Este estudo teve como objetivo analisar o contributo da visita domiciliária da enfermeira especialista em saúde materna, obstétrica e ginecológica, no sucesso do aleitamento materno e na ansiedade estado em primíparas. Metodologia: Estudo pré-experimental, realizado numa amostra de 20 primíparas com ansiedade traço ≥ 40, que frequentaram curso de preparação para o parto e parentalidade distribuídas em dois grupos: experimental e controlo. A variável independente foi a visita domiciliária da enfermeira especialista realizada entre o quarto e o oitavo dias do pós-parto. As variáveis dependentes foram o sucesso em aleitamento materno, onde se considerou a sua duração aos três meses de vida da criança, a gestão de intercorrências mamárias e a satisfação com o aleitamento materno; e a saúde mental da mulher...

Visita domiciliária no puerpério

Serranito, Maria Ângela Baleizão
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67.22%
A Visita Domiciliária é encarada como uma estratégia de intervenção às famílias no seu ambiente de conforto. O puerpério é uma fase da vida da mulher onde ocorrem inúmeras alterações no seu contexto social, relacional, emocional e físico. A Visita Domiciliária no Puerpério pode assim ser vista como de extrema importância, pois é no regresso a casa que as responsabilidades e competências têm que ser desempenhadas pelas figuras parentais. Contextualizado no Serviço de Obstetrícia/Ginecologia do Hospital do Espírito Santo de Évora-Entidade Pública Empresarial, apresenta-se o Relatório de um Projeto desenhado na perspetiva da oferta da visita domiciliária no puerpério. Surge, face à realidade de curtos internamentos hospitalares pós-parto e por ocorrer uma procura da instituição em dias posteriores à alta. Em termos metodológicos, considerando-se como grupos-alvo as enfermeiras e as puérperas, definiram-se objetivos e cumpriram-se as consequentes atividades dirigidas aos prestadores e beneficiárias dos cuidados. Junto das enfermeiras, partindo da atividade de sensibilização para o assunto, seguiu-se a conceção de documentos, tais como uma Norma de Atuação, uma Check List e um documento para comunicação Inter-Institucional entre os Cuidados de Saúde Diferenciados e os Cuidados de Saúde Primários. Junto das beneficiárias...

As necessidade dos cuidadores familiares no cuidar de pessoas idosas: o contributo da visita domiciliária

Simão, Claudia Sofia
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Relatório de Estagio apresentado para obtenção do grau de Mestre na Especialidade em Enfermagem Comunitária; Ao longo do estágio contemplado no Curso de Mestrado em Enfermagem Comunitária de 2009/2011, a que se reporta este registo, procurei avaliar as necessidades/dificuldades dos cuidadores familiares de pessoas idosas em situação de dependência, planear, executar e avaliar os resultados sensíveis aos cuidados de enfermagem. Deste modo, emergiu o desenvolvimento do presente relatório, como meio de reflexão e análise da prática baseada na evidência, com o intuito de alcançar as competências de Enfermeira Especialista em Enfermagem Comunitária e de Saúde Pública. Com a elaboração deste trabalho, pretende-se refletir sobre um tema com marcadas implicações na enfermagem, e na eficácia dos cuidados prestados na comunidade, ou seja, a visita domiciliária. O objetivo do estudo consiste em compreender se a visita domiciliária enquanto estratégia de intervenção de enfermagem, influencia as necessidades dos cuidadores familiares no cuidar de pessoas idosas em situação de dependência. Como metodologia, foi efetuada, após a formulação da pergunta PI[C]O, uma pesquisa na EBSCO (CINAHL Plus with Full Text e MEDLINE with Full Text)...

A VISITA DOMICILIÁRIA COMO INSTRUMENTO DE ASSISTÊNCIA DE SAÚDE; HOME VISIT AS A MEANS GOR HEALTH ASSISTANCE

Mazza, Márcia Maria Porto Rossetto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/1994 Português
Relevância na Pesquisa
67%
O presente trabalho pretende propiciar uma reflexão sobre as razões aparentes do desuso da visita domiciliária no contexto da Saúde Pública. Para isto, buscou-se identificar bibliografias que permitissem vislumbrar a situação atual da visita domiciliária, destacando-se o contexto familiar em que ela se desenvolveu.Procurou-se caracterizar seu processo histórico no mundo, destacando-o no Brasil, focalizando suas ligações com o surgimento da Enfermagem.; The present study intends to pose a reflection about lhe apparent reasons of lhe disuse of lhe home visit in lhe Public Health context. To do so, lhe author tried to identify bibliografias that provided a notion of lhe current situation of home visit,pointing out lhe family context in which it developed. The study also describes the historical process of this practice in the world, with special attention to Brazil, and its relation with the arising of Nursing in this country.

A visita domiciliária na Estratégia de Saúde da Família: conhecendo as percepções das famílias; Home visiting in the Family Health Strategy: investigating families' perceptions

Cruz, Mariene Mirian; Bourget, Monique Marie Marthe
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67%
Entendendo as visitas domiciliárias enquanto tecnologia de interação no cuidado à saúde da família, este artigo teve por objetivo compreender os significados atribuídos por essas famílias à visita domiciliária realizada pela Estratégia Saúde da Família (ESF), com a intenção de reconhecer as dificuldades e potencialidades dessa prática. Nessa perspectiva, utilizou-se abordagem qualitativa, em que os dados foram coletados através de entrevista aberta e analisados segundo a Teoria das Representações Sociais. A pesquisa foi realizada no território de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) localizada na zona leste do município de São Paulo, sendo selecionadas cinco famílias aleatoriamente (sorteio). Os resultados mostraram que a visita domiciliária, apesar de apresentar limitações devido à concentração em torno de práticas curativistas direcionadas aos indivíduos, que tornam secundárias a produção de autonomia e a corresponsabilização das famílias no cuidado à saúde, foi concebida como importante meio de aproximação entre as famílias e a ESF, favorecendo o acesso às ações e aos serviços de saúde, sendo apontada como instrumento de humanização da atenção à saúde ao propiciar a construção de novas relações entre usuários e profissionais e a formação de vínculo entre esses.; Understanding home visiting as interaction technology in family healthcare...

Características, efectividad y desafíos de la visita domiciliaria en programas de intervención temprana

Kotliarenco,María A; Gómez,Esteban; Muñoz,María M; Aracena,Marcela
Fonte: Instituto de Salud Publica, Faculdad de Medicina -Universidad Nacional de Colombia Publicador: Instituto de Salud Publica, Faculdad de Medicina -Universidad Nacional de Colombia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.04%
Se revisaron artículos publicados entre 1999 y 2009, en revistas indexadas en PubMED, EBSCO y ProQuest, sobre las características, efectividad y desafíos de los programas de visita domiciliaria orientados a la intervención en infancia temprana, clarificando los alcances y limitaciones de la investigación y sus ámbitos de aplicación. La visita domiciliaria se ha mostrado efectiva para una variedad de áreas relevantes, especialmente sobre el desarrollo de competencias parentales y la relación cuidadorinfante. En términos generales, los programas más efectivos comenzaban en el embarazo, duraban más de un año, contaban con personal especialmente entrenado y se focalizaban en construir una relación de confianza y en modelar la interacción cuidador-infante. Se identificó la importancia de considerar en su diseño las características de la población objetivo, del modelo de visita usado y del agente visitador. A pesar de la evidencia acumulada en estudios anglosajones, los costos asociados a estos programas pueden ser muy altos, implicando barreras que pueden hacer dificultosa su diseminación en los países latinoamericanos. Los autores plantean la necesidad de desarrollar y evaluar otras variantes (por ejemplo, incorporando monitoras comunitarias)...

Impacto de la visita domiciliaria familiar en el aprendizaje de los estudiantes de medicina en el área de Pediatría Social

Cárdenas,Leonor Angélica Galindo; Kambourova,Miglena; Arango,Liliana Zuliani; Peña,María Eugenia Villegas
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Este artículo reporta resultados de una investigación realizada con estudiantes de pregrado de Medicina de la Universidad de Antioquia para evaluar el impacto de la visita domiciliaria familiar la cual favorece los procesos de formación integral a partir de aprendizajes significativos. La investigación fue cualitativa-interpretativa, estudio de caso, de sistematización y con instrumentos: entrevistas, encuestas, grupos focales, análisis de documentos, observación participante (2006-2011). Los hallazgos demostraron que cuando la consulta medica se complementa con la visita domiciliaria familiar, los estudiantes se sensibilizan, se motivan más y se activa su predisposición de aprender significativamente. Además se evidenció que la visita domiciliaria familiar tiene eslabones de estrategia didáctica activa que al trabajarla intencionadamente impacta el perfil humanístico-social de los estudiantes como futuros profesionales del área de salud. Su aplicación es pertinente para la enseñanza de la pediatría social y de la medicina general.