Página 1 dos resultados de 149 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Avaliação de doze cultivares de laranja doce de maturação precoce na região sudoeste do Estado de São Paulo.; Evaluation of twelve early maturing sweet orange cultivars in the southwestern São Paulo State

Caputo, Marina Maitto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
77.976636%
É restrito o número de cultivares utilizado nos pomares comerciais, embora a diversidade de gêneros, espécies, cultivares e clones de citros seja grande. No entanto, o processamento industrial baseia-se em quatro cultivares principais, a Hamlin, como precoce, a Pêra como meia estação e a Natal e Valência como tardias. Alicerçada nestas quatro cultivares, o processamento industrial de sucos utiliza-se de frutos de junho a dezembro, com maior intensidade, e até fevereiro do ano seguinte quando a oferta diminui, sendo março a maio o período da entressafra. Por esse motivo, é de extrema importância selecionar cultivares que produzam nesse período. O objetivo, este trabalho foi avaliar o desempenho horticultural de doze cultivares de laranja doce de maturação precoce e identificar aquelas superiores à laranja Hamlin, com intuito de oferecer ao citricultor da região sudoeste do Estado de São Paulo, novas opções que produzam frutos de qualidade, tanto para fruta in natura como para processamento industrial e que tenham produção antecipada. As cultivares avaliadas foram Hamlin (cultivar precoce padrão), Westin, Pineapple, Rubi, Seleta Vermelha, Mayorca, Valência 2, Olivelands, Kawatta, IAPAR 73, Salustiana e Valência Americana. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado...

Desenvolvimento, produção e qualidade de frutos de abacateiro cv. "Hass" sobre dois porta-enxertos nas condições edafoclimáticas da região central do Estado de São Paulo; Growth, fruit yield and quality of 'Hass' avocado budded onto two rootstocks in the central region of São Paulo State

Moraes, Ana Flávia Garcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
88.41873%
A produção comercial brasileira de abacates ocorre em pomares implantados sobre porta-enxertos oriundos de sementes, o que resulta em grande desuniformidade das plantas com relação a tamanho da copa, produção, qualidade de frutos e suscetibilidade a patógenos do solo, principalmente Phytophthora cinnamomi, agente causal da podridão radicular, principal doença da cultura. Enquanto em outros países já é adotado o uso de porta-enxertos com características superiores que são propagados clonalmente visando minimizar esses problemas, no Brasil estes materiais ainda não foram avaliados. Durante os anos de 2010 a 2013 foi conduzido um experimento na Fazenda Jaguacy, município de Bauru, SP, com o objetivo de avaliar o desenvolvimento, produção e qualidade de frutos de abacateiro 'Hass' sobre dois porta-enxertos, sendo um proveniente de sementes ('Seedling') (T1) e o outro da cultivar Dusa obtido por propagação clonal (T2). O experimento foi conduzido seguindo um delineamento em blocos casualizados, com dois tratamentos, 5 repetições e 10 plantas por parcela, totalizando 100 plantas em avaliação. O desenvolvimento vegetativo foi obtido pela medição da altura e diâmetro das plantas, utilizados para o cálculo do volume de copa. A produção foi avaliada a partir da contagem e pesagem de todos os frutos de cada planta e também pelo cálculo da eficiência produtiva e da alternância produtiva entre anos. A qualidade dos frutos foi avaliada a partir da massa...

Caracterização química de resíduo de café (borra) e seu efeito em cafeeiro orgânico adensado e em plântulas de cafeeiro e tomateiro

Brito, Adjaci Dias de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
77.12638%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2013.; Como consequência da atividade humana e do aumento populacional, têm aumentado o volume de resíduos urbanos derivados da agricultura. Estima-se que a produção mundial de café supere 85 milhões de toneladas anuais (até 2013), originando considerável quantidade do resíduo proveniente da elaboração da bebida, conhecido como borra de café. Considerando sua alta disponibilidade, e o fato de que o emprego in natura deste resíduo tem sido pouco praticado no meio agrícola, tem-se a oportunidade de, além de transformá-lo numa opção agrícola sustentável, diminuir o seu descarte e a poluição ambiental ocasionada pelo mesmo. Neste trabalho foram analisados os atributos químicos e a influência do resíduo de café (borra) como fertilizante orgânico e/ou condicionador do solo no desenvolvimento do cafeeiro produzido organicamente e no estabelecimento e desenvolvimento de plântulas de cafeeiro e de tomateiro. Os resíduos de café (borra) utilizados no estudo foram coletados em órgãos públicos e privados do Distrito Federal, ficando apropriado para utilização após as etapas de processamento descritas no item 2.2. No primeiro capítulo...

O pessegueiro em pomar compacto: X. Comportamento de cultivares e seleções sob poda de encurtamento dos ramos pós-colheita

BARBOSA,WILSON; CAMPO-DALL’ORTO,FERNANDO ANTONIO; OJIMA,MÁRIO; NOVO,MARIA DO CARMO DE SALVO SOARES; CARELLI,MARIA LUIZA CARVALHO; AZEVEDO FILHO,JOAQUIM ADELINO DE
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 Português
Relevância na Pesquisa
87.7713%
Pesquisou-se o comportamento vegetativo e reprodutivo de 14 cultivares e seleções de pêssego e nectarina, cultivados no sistema de pomar compacto, em espaçamento de 4 m x 1,5 m (1.667 plantas.ha-1), sob poda de encurtamento dos ramos, em pós-colheita. Essa poda, caracterizada pelo corte dos ramos produtivos a 20-30 cm de sua inserção, foi realizada no final de novembro, logo após a colheita de frutos do ciclo anterior. A partir dos resultados obtidos no biênio 1997-98, verificou-se que os cultivares e seleções mais produtivos foram (média bienal do número e kg de frutos por planta respectivamente): Aurora-1 (161, 13,9); IAC 680-13 (142, 12,4); Régis (156, 12,2); Talismã (128, 11,9) e IAC 680-178 (130, 10,1). Os cultivares Delicioso Precoce, Jóia-1, Tropical, Flordaprince e IAC 2380-55, com produção intermediária, obtiveram índices entre 6,0 e 8,8 kg de frutos por planta. Durante os dois anos do experimento, as váriáveis fisiológicas analisadas - área de secção transversal do tronco, volume da copa, número e massa dos frutos por cm² de tronco - apresentaram diferenciação estatística entre cultivares e seleções. A poda de encurtamento dos ramos, em pós-colheita, evitou a alternância de produção dos cultivares e seleções pesquisados.

Aplicação de agrotóxicos em eucalipto utilizando pulverizador pneumático

Mewes,Walter Luis Castro; Teixeira,Mauri Martins; Fernandes,Haroldo Carlos; Zanuncio,José Cola; Alvarenga,Cleyton Batista de
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
77.117227%
O trabalho foi desenvolvido visando avaliar os parâmetros da pulverização em culturas arbóreas. A eficiência e a deposição de gotas sobre o alvo são importantes para elevar a rentabilidade na produção de madeira, diminuindo os riscos ambientais, e para a saúde do aplicador, aumentando a eficácia no combate de pragas e doenças. O objetivo deste trabalho foi avaliar os parâmetros operacionais de um pulverizador pneumático para aplicação em florestas adultas de eucalipto, através do estudo da densidade de gotas, da porcentagem de cobertura, do diâmetro da mediana volumétrica, do coeficiente de homogeneidade, da amplitude relativa e da uniformidade de distribuição volumétrica da calda. O pulverizador utilizado mostrou-se eficiente para a aplicação de agrotóxicos em árvores adultas de eucalipto. Observou-se que todos os tratamentos avaliados apresentaram densidade e tamanho de gotas satisfatórias para a pulverização. Quanto aos parâmetros porcentagem de cobertura, deposição e uniformidade de distribuição volumétrica, os melhores resultados ocorreram quando foram utilizados os índices volumétricos de 27 e 20,2 mL m³ de dossel. O índice volumétrico de 20,2 mL m³ de dossel foi o indicado para pulverização.

Plantas de cobertura de solo em pomar de pessegueiro (Prunus persica L. Batsch) conduzido no sistema de produção integrada

Rufato,Leo; De Rossi,Andrea; Picolotto,Luciano; Fachinello,José Carlos
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
77.77575%
O presente trabalho foi realizado no Pomar Didático do Centro Agropecuário da Palma do Departamento de Fitotecnia da Faculdade de Agronomia "Eliseu Maciel" da UFPEL, com o objetivo de verificar os efeitos de espécies vegetais e algumas consorciações, em cobertura de solo, sobre a cultura do pessegueiro no Sul do Brasil, em pomares conduzidos no sistema de Produção Integrada de Pêssego (PIP). Foi utilizado pomar de pessegueiro da cultivar Maciel implantado no ano de 1999, em espaçamento de 5,0 x 1,5m, com dois sistemas de condução, Líder Central (LC) e Ypsilon (Y). Os tratamentos constaram de cinco espécies de plantas para cobertura vegetal de inverno, quatro consorciações entre estas espécies, mais a testemunha (vegetação espontânea). Foram analisadas as variáveis incremento no diâmetro do tronco das plantas, incremento no volume de copa, índice de fertilidade, produção por planta, matéria fresca e matéria seca das coberturas vegetais. Os maiores benefícios em termos de produtividade foram obtidos pela associação das coberturas vegetais, com a maior média alcançada com a associação de aveia preta + ervilha forrageira. As coberturas vegetais não tiveram efeito sobre o diâmetro do tronco das plantas de pessegueiro...

Componentes primários e secundários do rendimento de óleo de pinhão-manso

Spinelli,Victor Mouzinho; Rocha,Rodrigo Barros; Ramalho,André Rostand; Marcolan,Alaerto Luiz; Vieira Júnior,José Roberto; Fernandes,Cléberson de Freitas; Militão,Júlio Sancho Linhares Teixeira; Dias,Luiz Antônio dos Santos
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
77.775146%
A definição dos critérios para seleção de materiais é especialmente importante para o cultivo do pinhão-manso (Jatropha curcas L.), pois subsidia a caracterização dos ideótipos mais adequados para o plantio e o progresso genético com a prática da seleção. O objetivo deste trabalho foi estimar, por meio de análise de trilha com diagrama em cadeia, os efeitos diretos e indiretos de sete características vegetativas e quatro características de qualidade da matéria-prima sobre o rendimento de óleo de pinhão-manso com 38 meses de cultivo. A produtividade de grãos e o teor de óleo apresentaram efeito direto e positivo sobre o rendimento de óleo, e o volume de copa mostrou-se como um dos principais componentes de efeito indireto e positivo sobre a variável principal. Na população de melhoramento avaliada, as estimativas dos efeitos diretos e indiretos indicaram que a seleção de plantas de maior rendimento de óleo deve considerar genótipos de maior produtividade de grãos e maior volume de copa, mantendo-se a variabilidade para as outras características avaliadas.

Aplicação da análise espacial na avaliação de experimentos de seleção de clones de laranjeira Pêra

Maia,Emanuel; Siqueira,Dalmo Lopes de; Carvalho,Sérgio Alves de; Peternelli,Luiz Alexandre; Latado,Rodrigo Rocha
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
77.12105%
Em experimentos de competição de cultivares de citros, geralmente são utilizados muitos tratamentos, o que requer o emprego de grandes blocos e parcelas com poucas plantas. Tem sido debatido que, nessas condições, pode ocorrer a correlação entre parcelas vizinhas, violando assim a pressuposição de erros independentes da análise de variância. O presente trabalho teve por objetivo avaliar diferentes parametrizações de modelos, considerando ou não a dependência espacial entre parcelas, em dois experimentos de competição de clones de laranjeira Pêra (Citrus sinensis L. Osbeck). Foi utilizada a estrutura auto-regressiva separável de primeira ordem (AR1 x AR1) como modelo de dependência espacial entre os erros. Os resultados encontrados apontam que a modelagem espacial dos erros utilizando modelos auto-regressivos separáveis de primeira ordem para experimentos de seleção de clones de laranjeira Pêra, normalmente trazem pequenos ganhos em termos de qualidade de ajuste. A análise desconsiderando o fator blocos mais o ajuste espacial auto-regressivo separável de primeira ordem apresentou melhor qualidade de ajuste entre os modelos avaliados.

Caracterização agronômica e carpométrica de cultivares de oliveira

Silva,Luiz Fernando de Oliveira da; Oliveira,Adelson Francisco de; Pio,Rafael; Zambon,Carolina Ruiz
Fonte: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos/UFG Publicador: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos/UFG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.117305%
O cultivo de oliveira, no Brasil, é recente e os seus atributos produtivos, bem como cultivares disponíveis, ainda não são muito conhecidos. A caracterização agronômica e carpométrica dos frutos de diferentes cultivares são primordiais para o avanço da olivicultura brasileira. Este trabalho objetivou realizar a caracterização agronômica e carpométrica de 35 cultivares de oliveira. O experimento foi conduzido na fazenda experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), em Maria da Fé (MG). Para a caracterização agronômica, foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com três repetições, sendo uma planta por parcela, e a produção, produtividade, número de frutos por planta, seção de tronco, volume e superfície externa de copa foram avaliados. Para a caracterização carpométrica, foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com 10 repetições, sendo um fruto ou caroço por parcela, e o comprimento, largura, massa e volume de frutos e caroços e, também, a relação polpa/caroço foram avaliados. As características agronômicas das plantas variaram entre as cultivares, com destaque para a Negroa, que apresentou maior produção (18,42 kg planta-1), produtividade (7...

Componentes primários e secundários do rendimento de óleo de pinhão-manso.

SPINELLI, V. M.; ROCHA, R. B.; RAMALHO, A. R.; MARCOLAN, A. L.; VIEIRA JUNIOR, J. R.; FERNANDES, C. de F.; MILITÃO, J. S. T.; DIAS, L. A. dos S.
Fonte: Ciência Rural, Santa Maria, v. 40, n.8, p. 1752-1758, 2010. Publicador: Ciência Rural, Santa Maria, v. 40, n.8, p. 1752-1758, 2010.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
77.77575%
A definição dos critérios para seleção de materiais é especialmente importante para o cultivo do pinhão-manso (Jatropha curcas L.), pois subsidia a caracterização dos ideótipos mais adequados para o plantio e o progresso genético com a prática da seleção. O objetivo deste trabalho foi estimar, por meio de análise de trilha com diagrama em cadeia, os efeitos diretos e indiretos de sete características vegetativas e quatro características de qualidade da matéria-prima sobre o rendimento de óleo de pinhão-manso com 38 meses de cultivo. A produtividade de grãos e o teor de óleo apresentaram efeito direto e positivo sobre o rendimento de óleo, e o volume de copa mostrou-se como um dos principais componentes de efeito indireto e positivo sobre a variável principal. Na população de melhoramento avaliada, as estimativas dos efeitos diretos e indiretos indicaram que a seleção de plantas de maior rendimento de óleo deve considerar genótipos de maior produtividade de grãos e maior volume de copa, mantendo-se a variabilidade para as outras características avaliadas.; 2010

Morfologia de plantas e biometria de frutos em clones enxertados de murucizeiro cultivados em Belém, Pará.

GURGEL, F. de L.; NASCIMENTO, W. M. O. do; CARVALHO, J. E. U. de; COSTA, R. R. da S.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE FRUTICULTURA SUSTENTÁVEL DO NORDESTE PARAENSE, 1., 2014, Capitão Poço. Fruticultura no Nordeste paraense: oportunidades e desafios para uma sustentabilidade eficiente: anais. Capitão Poço: UFRA, 2014. Publicador: In: SIMPÓSIO DE FRUTICULTURA SUSTENTÁVEL DO NORDESTE PARAENSE, 1., 2014, Capitão Poço. Fruticultura no Nordeste paraense: oportunidades e desafios para uma sustentabilidade eficiente: anais. Capitão Poço: UFRA, 2014.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
87.11723%
O murucizeiro é uma espécie bastante estudada na Amazônia, contudo ainda não existem genótipos selecionados que possam sem recomendados para as áreas produtoras. O objetivo deste trabalho foi caracterizar preliminarmente clones de murucizeiro cultivados em Belém, Pará, quanto a aspectos vegetativos e de produção. Em virtude de não existir na literatura recomendações de genótipos adaptados e produtivos para a região Norte do Brasil, os tratamentos consistiram de clones oriundos do BAG- murucizeiro da Embrapa Amazônia Oriental: Açu, Cristo, Guataçara, Igarapé-açu-1, Maracanã-2, Santarém-1, Santarém-2, São José, Tocantins-1 e Tocantins-2. Foram avaliados nos anos de 2013 e 2014 os seguintes caracteres morfológicos: altura de planta, volume de copa e diâmetro do caule. No período da safra avaliou-se o número de frutos por racemo no início (novembro de 2013) e final do período de chuva (maio de 2014). Observou-se que há variabilidade genética entre os clones de murucizeiro para caracteres morfoagronômicos, com destaque para o clone Açu nos caracteres de produção; 2014

Desenvolvimento inicial de clones enxertados de murucizeiro em Igarapé-Açu, Pará.

GURGEL, F. de L.; CARVALHO, J. E. U. de; NASCIMENTO, W. M. O. do; COSTA, R. R. da S.; REIS, A. H. A. dos.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE FRUTICULTURA SUSTENTÁVEL DO NORDESTE PARAENSE, 1., 2014, Capitão Poço. Fruticultura no Nordeste paraense: oportunidades e desafios para uma sustentabilidade eficiente: anais. Capitão Poço: UFRA, 2014. Publicador: In: SIMPÓSIO DE FRUTICULTURA SUSTENTÁVEL DO NORDESTE PARAENSE, 1., 2014, Capitão Poço. Fruticultura no Nordeste paraense: oportunidades e desafios para uma sustentabilidade eficiente: anais. Capitão Poço: UFRA, 2014.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
77.992925%
O murucizeiro é uma espécie frutífera que vem demandando nos últimos anos informações sobre materiais que possam ser recomendados as diversas regiões de cultivo. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi caracterizar clones de murucizeiro cultivados em Igarapé-Açu, Pará, quanto a aspectos vegetativos em seu primeiro ano de desenvolvimento. Os tratamentos consistiram de clones oriundos do BAG-murucizeiro da Embrapa Amazônia Oriental: Açu, Cristo, Guataçara, Igarapé-açu-1, Maracanã-1, Maracanã-2, Santarém-1, Santarém-2, São José, Tocantins-1 e Tocantins-2. Foram avaliados os seguintes caracteres morfológicos: altura de planta, diâmetro do caule, número de ramos e volume de copa. Observou-se que há variabilidade genética entre os clones de murucizeiro para os caracteres altura de planta, com destaque para os clones São José, Cristo e Maracanã 2, e também para o volume de copa, com destaque para o clone Maracanã 2. Apesar de não ter havido diferença significativa entre os clones para os caracteres diâmetro do caule e número de ramos, estudos fenológicos continuarão a ser realizados semestralmente, a fim de se identificar os clones que apresentam maior sustentação de copa.; 2014

Produção de limas ácidas, tangerineira e híbridos sobre diferentes porta-enxertos no Estado do Acre.

LEDO, A. da S.; OLIVEIRA, T. K. de; RITZINGER, R.; AZEVEDO, F. F. de
Fonte: Revista de Ciências Agronômica, Fortaleza, v. 39, n. 2, p. 263-268, abr./jun. 2008. Publicador: Revista de Ciências Agronômica, Fortaleza, v. 39, n. 2, p. 263-268, abr./jun. 2008.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
77.765205%
O objetivo deste trabalho foi de avaliar o comportamento das limas ácidas ?Tahiti? (Citrus latifólia Tanaka) e ?Galego? (Citrus aurantifolia Swingle), da tangerina (Citrus reticulata Blanco) ?Cravo?, e dos híbridos tangelo ?Lee? e tangor ?Murcott?, enxertadas sobre quatro porta-enxertos: limão ?Cravo? (Citrus limonia Osb.), citrange ?Carrizo? (Citrus sinensis (L.) Osb. x Poncirus trifoliata Raf.) e tangerinas ?Sunki? (Citrus sunki Hort. Ex Tan.) e ?Cleópatra? (Citrus reshni ex Hort. Tan.). Os experimentos foram conduzidos no campo experimental da Embrapa Acre, Amazônia, Brasil. A lima ácida ?Tahiti? apresentou a maior produção média de frutos (115,14 kg/planta), produção por volume de copa (2,49 kg m-3) e número de frutos (836,80/planta), quando enxertada sobre a tangerina ?Sunki?. A lima ácida ?Galego? apresentou a maior produção média de frutos (126,81 e 85,80 kg/planta), produção por volume de copa (1,82 e 1,28 kg m-3) e número de frutos (2.619,93 e 1.810,80/planta) quando enxertada, respectivamente, sobre o citrange ?Carrizo? e limão ?Cravo?. O porta-enxerto limão ?Cravo? induziu uma maior produção média (90,65 kg/planta) em todas as cultivares de tangerina e híbridos. Apesar das copas apresentarem comportamentos semelhantes para todas as características avaliadas...

Deposição de calda aplicada em folhas de cafeeiro com diferentes volumes e pontas de pulverização; Spray deposition in coffee leaves with different volumes and spray nozzles

Silva, João Eduardo Ribeiro da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.28799%
A cafeicultura é no Brasil uma importante atividade agrícola e econômica. O País é o maior produtor e exportador mundial, tendo o estado de Minas Gerais como o principal produtor nacional. Um dos grandes problemas enfrentados pelos cafeicultores é a suscetibilidade das plantas a várias pragas e doenças. Dentre estas, destaca-se o bicho-mineiro, considerado praga-chave da cultura, ocorrendo em praticamente todas as regiões produtoras. Para o manejo desta praga, tem sido empregado o controle químico, no entanto a cultura apresenta diversos desafios para a tecnologia de aplicação dos produtos fitossanitários; as plantas apresentam densa folhagem e variações nos aspectos da copa. O objetivo deste trabalho foi estudar a deposição de calda pulverizada em folhas de cafeeiro (Coffea arábica L.) e a perda para o solo proporcionada pela aplicação com dois volumes de calda e dois tipos de pontas de pulverização. O trabalho foi conduzido na Fazenda do Glória, de propriedade da Universidade Federal de Uberlândia, em Uberlândia-MG, em lavoura de café arábica cultivar Catuaí IAC 99 com 11 anos de idade, em setembro de 2012. O experimento foi instalado em delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e oito repetições...

COMPORTAMENTO ESPACIAL DAS VARIÁVEIS PRODUÇÃO, VOLUME DE COPA E DIÂMETRO DE CAULE DA VARIEDADE MAXI GALA COM A UTILIZAÇÃO DA TÉCNICA DE COKRIGAGEM SOBRE POMAR COMERCIAL EM VACARIA-RS

BUENO,MÁRCIO EDUARDO BOEIRA; ABREU,JARDEL TALAMINI DE; MEYER,GERALDINE DE ANDRADE; RUFATO,LEO; BIFFI,LEONARDO JOSOÉ
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
98.12085%
A Agricultura de Precisão (AP) permite a utilização de diferentes ferramentas na obtenção de informações, e estas otimizam a tomada de decisão por parte do produtor, impactando positivamente na receita final. O objetivo do trabalho foi verificar o comportamento das variáveis produção (PROD), volume de copa (VC) e diâmetro de caule (DC) da variedade Maxi Gala com a utilização da técnica da cokrigagem. O experimento foi conduzido em uma área de 0,90 hectare de produção comercial da variedade Maxi Gala, na Fazenda São Paulino, da empresa RASIP, em Vacaria-RS, apresentando como coordenadas geográficas 28º31’17” de latitude sul e 50º49’17” de longitude oeste, durante as safras de 2010/2011 e 2011/2012. Coletaram-se 75 amostras para cada variável, em uma malha de 12 m na entrelinha e 10 m na linha. As variáveis avaliadas foram produção por planta , volume de copa e diâmetro de caule. Foram feitas a análise estatística descritiva dos dados e a análise espacial através dos semivariogramas. De posse dos modelos ajustados, realizou-se a interpolação pelo método da krigagem. Após, foi realizada a correlação simples dos parâmetros e elaborado os semivariogramas cruzados para interpolação...

AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO VEGETATIVO DE PEREIRAS ‘HOSUI’ E ‘ROCHA’ EM DIFERENTES ESPAÇAMENTOS NO SISTEMA DE CULTIVO ORGÂNICO

HENNERICH,JUÇARA ELZA; BOTELHO,RENATO VASCONCELOS; WATZLAWICK,LUCIANO FARINHA; FERREIRA,SILVANA GIROTTO MARTINS; SATO,ALESSANDRO JEFFERSON
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.331226%
RESUMO O objetivo deste trabalho foi verificar a influência de diferentes espaçamentos de plantio sobre o crescimento vegetativo de pereiras das cvs. Rocha e Hosui, em sistema orgânico de produção. As mudas das pereiras ‘Rocha’ e ‘Hosui’ enxertadas sobre o marmeleiro ‘CP’ foram plantadas em setembro de 2009. Os espaçamentos utilizados foram: 1,0; 0,8; 0,6 e 0,4 m, entre plantas por 3,5 m entre linhas, equivalendo às densidades de plantio de 2.857; 3.571; 4.762 e 7.143 plantas ha-1, respectivamente. Por dois ciclos consecutivos - 2011/2012 e 2012/2013 -, referentes ao terceiro e ao quarto anos após o plantio, respectivamente, foram avaliadas as variáveis diâmetro detronco, diâmetro de ramos e número de ramos. No segundo ciclo, foram avaliados o volume de copa, a área foliar estimada, a cobertura do dossel e os teores de clorofila a, b e total. Considerando as variáveis: projeção vertical de área foliar estimada, volume de copa e diâmetro de tronco e ramos, para a cv. Hosui, observou-se maior vigor vegetativo em relação à cv. Rocha. A cv. Rocha apresentou redução dos teores de clorofila no menor espaçamento entre plantas, enquanto na cv. Hosui os teores de clorofila não variaram com o espaçamento. Ocorreu aumento da área foliar estimada em função do adensamento para as duas cultivares; para o volume de copa...

Produtividade de laranjeira Folha Murcha enxertada em limoeiro Cravo sob adensamento de plantio

Azevedo,Fernando Alves; Pacheco,Camilla de Andrade; Schinor,Evandro Henrique; Carvalho,Sérgio Alves de; Conceição,Patrícia Marluci da
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
77.768022%
A citricultura brasileira passa por mudanças no padrão tecnológico, destacando-se o adensamento dos plantios. Dentro desse contexto, implantou-se em 1982 experimento para avaliação de cinco espaçamentos entre plantas (2,0; 3,0; 4,0; 5,0 e 6,0 metros) para laranjeira Folha Murcha, enxertada em limoeiro Cravo. O ensaio foi conduzido sem irrigação, fixando-se o espaçamento entrelinhas em 6,5 metros. Em complementação aos dados obtidos entre os anos de implantação e estabilização do pomar (1982 a 1993), são apresentados e discutidos neste trabalho resultados de avaliações realizadas do 12.o ao 22.º ano de cultivo (1994 a 2004). Calculou-se volume de copa a partir dos dados de altura e diâmetro das plantas, em 1995. Além disso, avaliou-se a produção de frutos por planta, produção acumulada e projeção da produtividade média (t ha–1) para cada espaçamento proposto. No espaçamento mais adensado (6,5×2,0 m), as plantas apresentaram menor volume de copa; em contrapartida, maior produtividade da laranjeira Folha Murcha foi observada nesse tratamento. Houve queda de produção nos anos mais avançados de cultivo...

Características vegetativas de pereiras enxertadas sobre marmeleiro e Pyrus calleryana.; Vegetative characteristics of pear trees grafted on quince and Pyrus calleryana.

FRANCESCATTO, Poliana
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de Pós-Graduação em Fruticultura de Clima Temperado; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de Pós-Graduação em Fruticultura de Clima Temperado; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
78.428525%
Quince has been used as an alternative of rootstock for pear trees because of its dwarfing effect which allows better tree vigor control, fruiting precocity and yield influence. However, highlighting the issue of rootstock versus cultivar, some combinations show severe problems regarding graft incompatibility. The main characteristics seen by incompatible combinations are cell necrosis and vascular discontinuity at the graft interface, leading to a rupture of the union or a slow tree decline. Therefore, the study aimed to evaluate the influence of different quince and Pyrus calleryana on vegetative growth of pear trees through combination performance, scion x rootstock. The work was carried out at the Centro Agropecuário da Palma in Capão do Leão, RS, from March 2007 to March 2009. The assessed cultivars were Carrick, Packham s Triumph and Williams, and the rootstocks were: P. calleryana and the quinces Adams, Alaranjado, Alongado, BA29, Berreckzi, Champion, D Angers, D Vranja, De Patras, Du Lot, Inta267, MC, Meliforme, Pineapple, Portugal and Smyrna. Tree height, increment of tree height; canopy volume; rootstock, union and scion diameters; diameters increment of rootstock, union and scion; fresh pruning weight and specific leaf area. The rootstock P. calleryana showed superior vigor for the three cultivars whether compared with all evaluated quince rootstocks. Incompatibility between plants is not individually defined only by the overgrowth at the graft union. Both observation and comparison of the all tree characteristics due scion/rootstock combination is of fundamental importance to diagnose incompatibility. Tree height...

Vigor, produtividade e qualidade de frutos de quatro tangerineiras e híbridos sobre quatro porta-enxertos; Vegetative growth, yield and fruit quality of four mandarin and hybrid cultivars on four rootstocks

STUCHI, Eduardo Sanches; ESPINOZA-NÚÑEZ, Erick; MOURÃO FILHO, Francisco de Assis Alves; ORTEGA, Edwin Moisés Marcos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
78.21843%
Avaliaram-se o desenvolvimento vegetativo, a produção e a qualidade de frutos das cultivares-copa 'Swatow' (Citrus reticulata Blanco), 'Ellendale' [C. reticulata x C. sinensis (L.) Osbeck], 'Fortune' (C. clementina hort. ex Tanaka x C. tangerina hort. ex Tanaka) e 'Nova' [C. clementina x (C. paradisi Macfad. x C. reticulata)] sobre limoeiro 'Cravo' (C. limonia Osbeck), citrumeleiro 'Swingle' (C. paradisi x P. trifoliata (L.) Raf.), tangelereiro 'Orlando' (C. reticulata x C. paradisi) e tangerineira 'Cleópatra' (C. reshni hort. ex Tanaka), de 2000 a 2006. O experimento foi instalado em Bebedouro-SP, em outubro de 1997. As variáveis analisadas foram: produção anual e produção acumulada de todas as cultivares para todos os anos (2000 a 2006), qualidade de frutos em 2005 e 2006 (massa, sólidos solúveis totais, acidez total, ratio), volume da copa, diâmetro do tronco da copa, eficiência de produção (Kg frutos/m³ copa) e índice de alternância de produção. A produção acumulada e a qualidade de frutos das cultivares testadas não foram influenciadas pelos porta-enxertos. O citrumelo 'Swingle' induziu menor porte às plantas das cultivares-copa. O tangelo 'Nova' apresentou características adequadas à comercialização in natura. A tangerineira 'Swatow' produziu frutos de qualidade semelhante aos de tangerineira 'Ponkan'. O tangor 'Ellendale' e a tangerineira 'Fortune' apresentaram produção de frutos baixa e irregular.; Plant growth...

Modelos para estimativa de volume de árvores individuais pela morfometria da copa obtida com lidar

Figueiredo,Evandro Orfanó; d'Oliveira,Marcus Vinicio Neves; Fearnside,Philip Martin; Papa,Daniel de Almeida
Fonte: UFLA - Universidade Federal de Lavras Publicador: UFLA - Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
78.348047%
A estimativa volumétrica, a partir do escaneamento digital de florestas por meio do uso do LIDAR, potencializa o emprego de técnicas de manejo de precisão no planejamento da exploração nas florestas tropicais. A utilização dessa tecnologia de sensoriamento remoto permite a incorporação de variáveis da morfometria de copa, ainda pouco empregadas e menos conhecidas em decorrência da dificuldade de coleta em campo. O objeto deste estudo foi construir equações capazes de estimar o volume do fuste de árvores individuais dominantes e codominantes, a partir da morfometria da copa obtida por meio do LIDAR aerotransportado, considerando duas situações de inventário florestal: a) com a coleta do DAP, conjuntamente com as variáveis morfométrica da copa obtidas pelo LIDAR e b) apenas com os dados de morfometria de copa. Para seleção dos modelos foram considerados: a matriz de correlação das variáveis preditoras e a combinação das variáveis que geraram os melhores resultados estatísticos pelos critérios Syx , Syx(%) e Press p, e que foram homocedásticos e com disposição dos resíduos normais e independentes. Para as melhores equações foram realizadas análise de influência. Os resultados estatísticos do ajuste dos modelos para as duas situações permitiram selecionar equações com e sem DAP...