Página 1 dos resultados de 121 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Tomato (Lycopersicon esculentum P. Miller) compression due to "K" wood box closing; Compressão de tomate (Lycopersicon esculentum P. Miller) em função do fechamento da caixa de madeira tipo "K"

LUENGO, Rita de Fátima Alves; CALBO, Adonai Gimenez; JACOMINO, Angelo Pedro
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.206274%
Wood boxes kind "k" are the most used in table tomato (Lycopersicon esculentum P. Miller) commercialization in Brazil. Due to the fruit accommodation process that occurs during the transport from the production place to the commercialization point, producers fill tomato boxes a little bit over its physical capacity, and they close it with wood strips fixed with nails. In order to prevent strips from cracking, it is common to keep them inside water before using, to increase flexibility. When boxes are opened, many fruits are cracked or kneaded in a significant part of their total area, and normally they are thrown away. The purpose of this paper was to quantify the compression tomato fruits are exposed to in consequence of the "k" box fill / closing system. For this study a special instrumented box was constructed with a scales plate located at the bottom, with a hydraulic load cell instrumented in the box. This instrument was then used to study the compression of fruits as the box is filled and the compression increase caused by the addition of its wooden lid. The "k" box closing system caused an initial compression increase 3.5 times the compression of the open tomato box, and during time as the fruits are substantially deformed. This compression was reduced two about two times de initial reference value. The consequence of this observed fruit compression is compatible with the fruit deformations and even cracks observed in the market...

Biochemical and agronomical responses of grapevines to alteration of source-sink ratio by cluster thinning and shoot trimming; Respostas bioquímicas e agronômicas de videiras à alteração da razão fonte-dreno pelo desbaste de cachos e desponte de ramos

MOTA, Renata Vieira da; SOUZA, Claudia Rita de; SILVA, Camila Pinheiro Carvalho; FREITAS, Gustavo de Faria; SHIGA, Tânia Misuzu; PURGATTO, Eduardo; LAJOLO, Franco Maria; REGINA, Murillo de Albuquerque
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
87.80984%
The control of leaf to fruit ratio by the practice of entire clusters removal from the vine upon berry set has been used in traditional vineyards in order to regulate yield and to improve chemical composition of the berries. Although this practice has been settled in temperate zones, little is known about grapevines behavior in tropical growing areas. The aim of this work was to evaluate the biochemical and agronomical responses of two Vitis vinifera cultivars (Merlot and Cabernet Sauvignon) grown in Caldas, Minas Gerais, Brazil, a new winegrape region. Grapevines were submitted to cluster thinning (0%, 50% and 75% of cluster removal) and trimming treatments (trimmed and untrimmed) imposed at pea size stage. The source-sink alteration by fruit removal and shoot trimming had impact on yield, leaf sugar metabolism and grape composition. Although there was an improvement in color intensity of the berries with reduction of fruit load, the cluster thinning practice should be avoided in vineyards grown in the south of Minas Gerais State without impairment of wine grape quality. On the other hand, shoot trimming practice should be recommended only for Merlot in order to improve sugar grapes from vines with no cluster removal.; O controle da razão folhas:frutos pela prática da remoção de cachos inteiros após o estabelecimento das bagas tem sido utilizado nos vinhedos tradicionais...

Índice glicêmico e carga glicêmica de frutos brasileiros; Glycemic index and glycemic load of Brazilian fruits

Souza, Alessandra Gonçalves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2005 Português
Relevância na Pesquisa
88.57643%
Os carboidratos presentes nos alimentos são responsáveis por mais da metade do valor energético da alimentação do homem. Além do aporte energético, esse nutriente tem importante função na manutenção da glicose sanguínea e na integridade e funcionamento do trato gastrintestinal. Os produtos finais da digestão de carboidratos consistem, quase que exclusivamente, em glicose, frutose e galactose. Os carboidratos digeridos e absorvidos no intestino delgado provocam alterações na resposta glicêmica; essa elevação, ao longo do tempo, depende de fatores que interferem na velocidade de digestão e de difusão dos produtos de hidrólise no intestino delgado. Os carboidratos podem ser classificados de acordo com a glicemia pós prandial produzida. O índice glicêmico (IG) expressa de forma indireta, como cada alimento se comporta em termos de velocidade de digestão e absorção de seus carboidratos. A partir dos valores de IG dos alimentos pode-se calcular a carga glicêmica (CG), a qual inclui tanto a quantidade como a qualidade dos carboidratos ingeridos. O presente estudo teve como objetivo avaliar o IG e a CG de cinco frutos nacionais em indivíduos saudáveis. Em cada ensaio foram elaboradas as curvas glicêmicas produzidas após a ingestão de porções contento exatamente 25g ou 50g de carboidrato disponível dos seguintes frutos: abacaxi pérola (Ananas comosus); amora silvestre (Rubus rosaefoluis); morango oso grande (Fragaria ananassa Duch) e bananas (Musa spp.) mysore e nanica. A partir da relação entre a área abaixo da curva glicêmica dos alimentos teste e a área do pão (controle) foi calculado o IG. A CG foi calculada para cada fruto de acordo com o seu IG e a quantidade de alimento consumida habitualmente pela população. Tanto o cerne quanto a polpa de abacaxi apresentaram alto IG. A banana nanica apresentou IG médio e os demais frutos...

Efeito de níveis de desbaste de frutos do cafeeiro na incidência da ferrugem, no teor de nutrientes, carboidratos e açúcares redutores

Costa,Mauro J.N.; Zambolim,Laércio; Rodrigues,Fabrício A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
68.615%
A ferrugem do cafeeiro causa prejuízos quando as plantas atingem o ciclo de alta carga de frutos pendentes. Diante destes fatos o presente trabalho teve por objetivo avaliar o desenvolvimento da doença em plantas com diferentes níveis de desbaste de frutos (0, 25, 50, 75, e 100%) e os efeitos nos teores de nutrientes e carboidratos nas folhas nos anos de 2001 e 2002, em plantas da cultivar Catuaí Vermelho, com 5 anos de idade. A incidência da doença aumentou à medida que os níveis de desbaste de frutos aumentava nas plantas. A ferrugem iniciou o crescimento a partir de janeiro, atingindo o pico na época da colheita, em julho e não evoluiu em plantas com zero por cento de frutos. Plantas que produziram 62,75 sc. de café ben./ha teve 95% de folhas doentes no final do experimento. Plantas com produção abaixo de 15 sc. ben./ha, permaneceu com aproximadamente 10% de incidência da doença. A medida que se aumentou a carga pendente de frutos nas plantas (0-100%), o teor médio de potássio reduziu 34 %; o de cálcio aumentou 37%; o de cobre decresceu 17% e o de boro aumentou 29%. Os outros elementos químicos não variaram. O teor de amido reduziu em torno de 30% nas plantas sem carga para aqueles com 50-100% de frutos. Os teores de açúcares redutores...

Crescimento de frutos do meloeiro sob diferentes relações fonte: dreno

Duarte,Tatiana da S; Peil,Roberta MN; Montezano,Eduardo M
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
88.10835%
Um experimento foi realizado em ambiente protegido, de setembro de 2004 a janeiro de 2005, para avaliar o efeito da densidade de plantio e do número de frutos por planta no aumento da biomassa de frutos de meloeiro cultivado em substrato de casca de arroz crua e fertirrigado com solução nutritiva recirculada. Três densidades de plantio (1,7; 2,4 e 3,0 plantas m-2) e dois números de frutos por planta (3 e 4) foram estudados. A partir dos dados de matéria seca e fresca, aos 68 dias após o transplante, foram determinadas à produção e a distribuição de biomassa para os frutos. A matéria seca alocada nos frutos variou de 57 a 62% ao final do ciclo de cultivo, confirmando que, no meloeiro, estes são os maiores drenos de assimilados. A área foliar do meloeiro conduzido verticalmente e podado, ao final do cultivo, é relativamente baixa, o que associado a uma alta disponibilidade radiativa, evitou o excesso de sombreamento mútuo entre as plantas, mesmo na maior densidade de plantio. Assim, a maior densidade não afetou a distribuição de matéria seca e fresca para os frutos, aumentou a produção absoluta, por unidade de área, da biomassa da cultura e dos frutos. O aumento do número de frutos reduziu a matéria seca média dos frutos...

Efeito da carga de frutos e concentrações salinas no crescimento do meloeiro Cultivado em substrato

Duarte,Tatiana da S; Peil,Roberta MN; Bacchis,Sidnei; Strassburguer,André S
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
98.38106%
O objetivo foi avaliar o efeito do número de frutos por planta e de concentrações salinas em solução nutritiva recirculante, no crescimento do meloeiro cultivado em ambiente protegido e em substrato de casca de arroz crua, durante os meses de fevereiro a maio de 2003. Três números de frutos por planta (2, 3 e 4) e três concentrações salinas da solução nutritiva (1,9; 2,3 e 2,9 dS m-1) foram estudados. A partir dos dados da matéria seca (MS) e fresca (MF) e da área foliar, acumuladas aos 62 dias após o transplante, foi determinada a produção e a distribuição de biomassa entre as diferentes partes da planta. Os frutos compreenderam de 49 a 55% da MS aérea total produzida pela planta, demonstrando que estes são os órgãos drenos de assimilados mais potentes. O aumento do número de frutos reduziu o peso médio dos frutos, sem afetar a produção e a distribuição de MS total, vegetativa e generativa. Entretanto, aumentou levemente a produção de MF dos frutos e da parte aérea como um todo, favorecendo a distribuição de MF para os frutos. Portanto, o acúmulo de água nos frutos ocorreu em uma proporção diferente do acúmulo da MS. A menor concentração salina da solução nutritiva testada pode ser indicada para o cultivo do meloeiro em substrato de casca de arroz crua durante o outono...

Relações fonte: dreno e crescimento vegetativo do meloeiro

Duarte,Tatiana da S; Peil,Roberta MN
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.01649%
Avaliou-se o efeito de diferentes relações fonte:dreno, determinadas a partir de variações da densidade de plantio e do número de frutos/planta, sobre o crescimento vegetativo de plantas de meloeiro. Foram realizados dois experimentos no período de primavera-verão de 2004/2005, em estufa plástica. Em um dos experimentos, 3 densidades de plantio (1,7; 2,4 e 3,0 plantas m-2) e dois números de frutos/planta (3 e 4) foram estudados. No outro experimento estabeleceu-se dois tratamentos: remoção de todos os frutos e três frutos/planta, a fim de avaliar o efeito da ausência de frutos na planta. A partir dos dados de matéria seca e fresca e da área foliar (AF), aos 68 dias após o transplante, foi determinada a produção e a distribuição de matéria seca para a fração vegetativa, bem como o índice de área foliar (IAF), a área foliar específica (AFE) e os teores de matéria seca do caule e das folhas. O aumento da densidade de plantio não incrementou a força de fonte, não alterando o crescimento vegetativo em épocas de alta disponibilidade de radiação solar. A AF alcançada ao final do cultivo foi relativamente baixa, o que diminuiu o efeito de maior sombreamento mútuo e permitiu a penetração de radiação solar no interior do dossel...

Produ????o e parti????o de biomassa, produtividade e qualidade de mini melancia em hidroponia; Production and biomass partitioning, yield and quality of mini watermelon in hydroponics

RODRIGUES, Silvana
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
78.84908%
The mini watermelons growing in greenhouses can be a more viable alternative crop to be used in rotation or soilless systems under protected cultivation. Greenhouse cultivation and staking require the use and suitability of various other crop management practices, such as increasing plant density and fruit thinning. Two experiments were performed at the Universidade Federal de Pelotas, RS from November 2010 to January 2011, in order to study plant growth (dry matter production and partitioning), fruit yield and quality of mini watermelon Rapid Fire under greenhouse and NFT hydroponic system conditions. The first experiment aimed to study different plant densities (1.8, 2.4, 2.9, 3.4 and 3.9 plants m-2), setting four fruits per plant. The second experiment was conducted to verify the effect of sink demand (number of fruits per plant) in five levels (01, 02, 03, 04 and 05 fruits per plant). Fresh and dry matter of leaves, stems, roots and fruits, leaf area, average fruit weight, soluble solids content and pulp colour were evaluated. Regarding the results obtained in the first experiment, it was observed that increasing plant density from 1.8 to 3.9 plants m-2 reduced linearly growth of all organs and fruit yield per plant (from 9.58 to 7.47 kg) and presented no effect on fruit sugar content and pulp colour. However...

CARGA ÓTIMA DE FRUTOS NA MACIEIRA ‘PRINCESA’ DE BAIXO REQUERIMENTO EM FRIO INVERNAL:RESULTADOS PRELIMINARES

CASTRO,DAMIÁN CÉSAR; MICHELOUD,NORMA; BUYATTI,MARCELA; GARIGLIO,NORBERTO FRANCISCO
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
88.8228%
O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da carga de frutos sobre a produção total, calibre, massa média, comprimento dos ramos e intensidade da frutificação no ano seguinte, em plantas de macieira (Malus × domesticaBorkh.) cv. ‘Princesa’. Durante os anos de 2009 e 2010, as infrutescências foram submetidas a raleio manual, deixando nas árvores uma carga de 1 a 9 frutos por centímetro quadrado de superfície do tronco (FCQ). A produção total aumentou com o incremento da carga frutífera desde 1 a 9 FCQ, enquanto a massa média dos frutos diminuiu no mesmo intervalo. A quantidade de frutos pequenos aumentou até atingir 10% do total nas plantas de maior carga e a proporção de frutos de tamanho médio cresceu, alcançando 35% do total da produção. No entanto, a quantidade de frutos grandes não foi afetada pelo nível de carga, mantendo-se em maior proporção com relação ao total colhido (˜66%). O crescimento dos ramos, até 60 dias após a colheita, esteve negativamente afetado pela intensidade de carga. Observouse que não houve alternância de safra no ano seguinte ao experimento. A carga ótima para minimizar a produção de frutos pequenos, alcançando a maior produção total sem debilitar as árvores...

Pollination and fruit set in pumpkin (Cucurbita pepo) by honey bees; Polinização e estabelecimento de fruto em abóbora (Cucurbita pepo) por abelhas

VIDAL, Maria das Graças; JONG, David de; WIEN, Hans Chris; MORSE, Roger A.
Fonte: Sociedade Botânica de São Paulo Publicador: Sociedade Botânica de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
77.515444%
Species of Cucurbitaceae are cultivated worldwide and are depend on bee pollination for fruit set. Field and lab experiments were conducted at Cornell University, Ithaca, NY, during 1996 and 1997 to determine "Howden" pumpkin (Cucurbita pepo L.) pollen removal and deposition by honeybees and factors relating to male flower attractiveness. Several parameters were evaluated in flowers at anthesis: (1) removal of pollen from anthers by honey bees, (2) pollen deposition on the stigma by honey bees, (3) amount of pollen on the body of honey bees, (4) fruit set after bee pollination, and (5) male flower nectary's pores and flower attractiveness. Honey bees carried between 1,050 to 3,990 pollen grains and 13,765 were removed from an anther after one visit. The amount of pollen deposited on the stigma by the honey bees varied according to the number of visits, from 53 grains with one visit, to 1,253 grains with 12 visits, and the mean number of grains in each visit varied from 53 to 230 grains. The percentage of established fruits was higher (100%) when the flowers received 12 visits of Apis mellifera, corresponding to a load 1,253 pollen grains. The attractiveness of the male flower for pollen and nectar collection was increased by the degree of opening of the access pore to the nectary in the flower.; Espécies de Cucurbitáceas são cultivadas mundialmente e são dependentes de abelhas para polinizacão e estabelecimento de fruto. Experimentos de campo e laboratório foram conduzidos na Universidade de Cornell...

Balanço de carboidratos e nitrogênio na planta : efeito de carga de frutos e sua relação com o desenvolvimento reprodutivo em laranjeira `Valência¿; Carbohydrate and nitrogen balance in plant : effects of fruit load and their relationship with reproductive development of sweet orange `Valencia¿

Verónica Lorena Dovis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
78.02041%
As hipóteses deste estudo foram: a presença de frutos nas variedades de laranja tardia e as variações sazonais no ambiente afetam o desenvolvimento reprodutivo, o metabolismo de carbono e nitrogênio e o acúmulo e remobilização de reservas nos órgãos da planta; cada estádio fenológico tem necessidades nutritivas específicas, que afetariam a assimilação de CO2 e o metabolismo de carboidratos e nitrogênio. Estas hipóteses foram testadas em plantas que sofreram ou não desbaste total de frutos com o intuito de induzir variações na demanda de assimilados. O experimento foi executado em Cordeirópolis (SP) em plantas de laranjeira "Valência? de 2,5 anos de idade, crescidas em vasos de 100 L. Em maio de 2009, a metade das plantas foi completamente desbastada de frutos. A partir de julho e ao longo do ciclo produtivo avaliaram-se a dinâmica de assimilação de CO2, carboidratos e compostos nitrogenados, e a atividade de enzimas da assimilação de nitrogênio. O experimento foi inteiramente casualizado com três ou quatro repetições, segundo o parâmetro avaliado, o tratamento estatístico dos dados foi como parcelas subdivididas no tempo. Em relação à primavera a fotossíntese é reduzida no inverno e no verão, como consequência da ocorrência de temperaturas mais baixas e mais altas...

Efeito da poda, raleio de frutos e uso de fitorreguladores na produção de tangerinas (Citrus deliciosa Tenore) cv. montenegrina

Sartori,Ivar Antonio; Koller,Otto Carlos; Theisen,Sergiomar; Souza,Paulo Vitor Dutra de; Bender,Renar João; Marodin,Gilmar Arduino Bettio
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
88.70044%
O experimento aqui relatado teve o propósito de estudar a poda de ramos, raleio de frutos e uso de fitorreguladores para diminuir a alternância de produção e melhorar a qualidade físico-química dos frutos de tangerineiras 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore). São plantas enxertadas sobre laranjeira 'Caipira'(Citrus sinensis L. Osbeck) e estão em um pomar comercial de 6 anos de idade, da empresa Panoramas Citrus, situada no município de Butiá-RS, na latitude 29º57'S e longitude 51º40'W. Neste experimento, foram realizados os seguintes tratamentos: A) Testemunha nº1: plantas com carga excessiva; B) Testemunha nº2: plantas sem carga; C) Raleio manual de 66% dos frutos em plantas com carga excessiva, em fevereiro; D) Pulverizações de plantas excessivamente carregadas, utilizando-se de 200 mg.L-1 de Ethrel (24% ethephon), em novembro; E) Poda de frutificação, em plantas excessivamente carregadas, em dezembro; F) Idem "E" acrescido de raleio manual de 33 % dos frutos, em fevereiro; G) Idem "E" acrescido de pulverização com 50 mg.L-1 de 2,4-DP (95% de 2,4 diclorofenoxipropiônico), no final da queda natural de frutos, em dezembro; H) Poda de plantas com alternância de produção, em dezembro; I) Idem "H" acrescido de pulverização com 15 mg.L-1 de ácido giberélico (10% de AG3)...

Efeito da carga pendente na qualidade de frutos de laranjeira 'Valência'

Duarte,Thiago Franco; Bron,Ilana Urbano; Ribeiro,Rafael Vasconcelos; Machado,Eduardo Caruso; Mazzafera,Paulo; Shimizu,Miton Massao
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
78.87593%
Algumas espécies de citros apresentam produção irregular ao longo dos anos. Além da safra irregular, a alternância de produção pode interferir na qualidade dos frutos, característica cada vez mais valorizada pelo mercado citrícola. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da carga pendente na qualidade dos frutos da laranjeira 'Valência'. O experimento foi conduzido com laranjeiras 'Valência' enxertadas em tangerineiras 'Cleópatra' em condição de campo. Em janeiro de 2007, metade das plantas teve todos os seus frutos retirados, enquanto a outra metade permaneceu intacta. As plantas que tiveram seus frutos retirados apresentaram, em setembro de 2007, floração mais intensa e, portanto, uma Alta Carga de frutos (AC, 752 frutos/árvore) em 2008, quando comparadas às plantas que não tiveram seus frutos retirados, que apresentaram Baixa Carga de frutos (BC, 317 frutos/árvore). Os frutos maduros, colhidos em dezembro de 2008, foram analisados quanto à massa, teor de sólidos solúveis, acidez titulável, espessura e cor da casca, teor de suco e número de sementes. Na safra seguinte, de 2009, as avaliações das características físicoquímicas dos frutos foram repetidas nas mesmas árvores, mas durante quatro momentos entre o período de frutificação e a colheita...

Florescimento e frutificação em laranjeiras 'valência' com diferentes cargas de frutos e submetidas ou não à irrigação

Prado,Ana Karina de Souza; Machado,Eduardo Caruso; Medina,Camilo Lázaro; Machado,Daniela Fávero São Pedro; Mazzafera,Paulo
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
78.05662%
O objetivo do presente estudo foi avaliar como a quantidade de frutos (carga pendente) em laranjeira 'Valência' em um ano afeta o teor de carboidratos em folhas, o crescimento vegetativo, o florescimento, a frutificação e a produção de frutos na safra do ano seguinte, em plantas submetidas ou não à irrigação. O experimento foi desenvolvido em duas fases. Na primeira fase do experimento, em metade das laranjeiras irrigadas e não irrigadas foram retirados todos os frutos. O experimento foi realizado em um delineamento fatorial 2 x 2 com seis repetições. Analisaram os resultados por meio de análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste Tukey a 5%. A presença de frutos afetou o crescimento vegetativo e a intensidade de florescimento. Na segunda fase de experimento, as mesmas laranjeiras em que se retiraram os frutos tiveram maior produção. Em laranjeiras com maior produção de frutos, observou-se menor intensidade de florescimento, demonstrando que foi parcialmente inibido por eles. Nos resultados não houve evidências de que o teor de carboidratos tivesse limitado o florescimento. Não houve evidências também que a menor intensidade de florescimento foi devida à competição por carboidratos com os frutos. As baixas temperaturas do inverno foram suficientes para induzir o florescimento nas plantas irrigadas. Porém...

Raleio manual de frutos em tangerineiras 'Montenegrina'.

RODRIGUES, L.R.; SCHWARZ, S.F.; RECKZIEGEL, V.P.; KOLLER, O.C.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.8, p.1315-20, ago.1998. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.8, p.1315-20, ago.1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.197607%
Utilizando-se o desbaste manual de 66,6% e de 83,3% dos frutos jovens em diferentes periodicidades, procurou-se eliminar a alternancia de producao e melhorar a qualidade de frutos da tangerineira 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore). O experimento envolveu quatro safras de plantas com 10 anos de idade, enxertadas sobre limoeiro 'Cravo', com espacamento 3X6 m, em pomar situado na Estacao Experimental Agronomica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, municipio de Eldorado do Sul, RS. O raleio nas duas intensidades testadas reduziu a alternancia de producao. O desbaste na intensidade de 66,6% foi o mais eficiente na estabilizacao da producao de frutos comercializaveis em plantas com carga inicial mediana, e o raleio na intensidade de 83,3% proporcionou melhores resultados em plantas com carga inicial alta, ambos exigindo repeticao a cada dois anos.; 1998

Sistemade Transporte Mecanizado para la Cosecha de Frutos en Laderas de Cerros

Sismika Eirl; Claudia Andrea Gotschlich Stoffel
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em 25/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
68.220522%
El Problemalos Huertos de Paltos en Laderas de Cerros en Chile Representan una Producción de Cerca de 100. 000 Ton/año de las Cuales un 75% Es Exportada por un Valor de U$ 100 Millones Aproximadamente. La Cosecha de la Palta Es un Proceso Manual de Alto Costo Relativo al Costo Total de Producción y de Baja Productividad. Para el Trabajador Temporero Es una Faena Fatigante Pues Debe Subir y Bajar el Cerro Cargando una Alforja o Capacho con 20 Kg de Paltas en Cada Viaje durante Toda una Jornada en la que Realiza unos 25 Viajes Además de la Labor de Desprender las Paltas de los Arboles. En Promedio Cada Trabajador Cosecha unos 500 Kg de Paltas al Día. Además de Fatigosa Esta Labor Es Riesgosa Pues en ella se Producen Frecuentemente Accidentes Como Caidas y Resbalones que Originan Torceduras y Fracturas Debidos a las Fuertes Pendientes de los Cerros de unos 45 Grados o Más. El Costo Directo de la Mano de Obra Es Considerado Alto por el Exportador Debido a la Baja Productividad y a la Competencia de Otros Países Productores Como México y Perú. Desde el Punto de Vista del Temporero Chileno la Remuneración Es Baja en Especial al Compararla con lo que se Paga en Minería y Construcción y su Disponibilidad para Cosechar ha Bajado Consistentemente en el Tiempo. En Consecuencia el Productor Frutícola Enfrenta Situaciones Nuevas para Él:debe Mejorar su Productividad y Bajar sus Costos los que se Han Duplicado en una Década y Resolver los Problemas Planteados por la Aguda Escasez y el Costo de la Mano de Obra por la Depreciación del Dólar por el Alto Costo de Otros Insumos Como la Energía y por la Entrada Paulatina al Mercado Internacional de Países Competidores Como Perú Argentina y Otros. La Escasez de Mano de Obra para Estas Tareas ha Sido Reconocida Recientemente por un Estudio de la Odepa (min. De Agricultura) y por el Min. Del Trabajo lo que Es de Conocimiento Público. Los Productores Necesitan un Sistema Seguro Confiable y Económico para Remover y Transportar los Frutos en sus Plantaciones en Laderas de Cerrosla Solucionse Propone Diseñar un Sistema Mecanizado para el Transporte de Frutos en Pendientes con el Objeto de Aumentar la Productividad Individual de Cada Trabajador Alivianando su Tarea de Cosecha y Aumentando Asi la Productividad de la Cosecha y de la Producción de Paltas y Consecuentemente Incrementando la Competitividad Global de la Empresa Productora / Exportadora. El Sistema de Acarreo Mecanizado a Diseñar Deberá Permitir al Trabajador Desplazarse con su Carga Fundamentalmente a lo Largo de las Curvas de Nivel Horizontales del Área Donde Está Trabajando Eliminando o Disminuyendo en Forma Significativa los Desplazamientos con Carga hacia Arriba o hacia Abajo del Cerro. Además Tal Sistema Reducirá los Riesgos de Accidentes Laborales Presentes en el Desplazamiento del Cosechero Cargado. La Solución agrocable que se Propone Es un Sistema de Acarreo de Frutos en Pendiente Basado en el Principio de la torre de Madereo (cable Logging o Cable Yarding en Inglés Usado en el Sur de Chile para la Explotación de Bosques en Cerros) con las Modificaciones y Adaptaciones Tecnológicas que se Requieran en este Nuevo Ámbito de Utilización. Será Necesario Investigar este Concepto y Explorar Alternativas Factibles de Realización y Estudiar y Desarrollar un Diseño Óptimo en sus Aspectos de Ingeniería Básica Ergonomía Montaje y Desmontaje Movilidad y Portabilidad Anclajes Motorizacion Costeo Etc. Todo ello Adaptado a las Condiciones Reales de una Plantación de Paltos en Cerro a Fin de Obtener una Solución Tecnológica Válida una Innovación que Pueda Ser Eventualmente Valorizada y Aceptada por el Mercado. Se Pretende que el Costo Unitario del Sistema para el Productor Frutícola Sea Inferior al Ingreso que Obtiene al Exportar la Producción de una Hectárea de Paltos unos U$ 20. 000/añoimpactosla Solución Ideada de Transporte Mecanizado Agrocable Permitirá Rebajar Sustancialmente el Costo Directo de la Cosecha Mitigará el Problema de la Escasez de Cosecheros y Contribuirá a Disminuir la Accidentabilidad Laboral en Esta Faena. Se Estima que el Costo Total Nacional de una Cosecha de 100. 000 Toneladas de Paltas Podría Bajar de Us$ 20 Millones a Us$ 12 Millones por Año con un Ahorro Neto Anual de Us$ 8 Millones Asumiendo que la Nueva Tecnología que se Propone Es Exitosa y Es Adoptada por Toda la Industria. La Disminución de Accidentes Laborales Es un Valor Adicional a Cuantificar. Pero el Impacto Económico que se Viabiliza con la Introducción del Agrocable Es Aún Mayor Si se Proyecta su Posible Uso en Otras Plantaciones en Cerros en nuestro País Como Cítricos Olivares Uva de Mesa Viñedos. Además el Eventual Éxito del Sistema Propuesto Posibilitaría su Patentamiento Internacional lo que Avalaría Realizar un Esfuerzo para Comercializarlo en Otros Países con Plantaciones Frutales en Laderas de Cerros Como California México Argentina; El Objetivo General del Proyecto Es Estudiar Diseñar Fabricar y Probar en Terreno en Condiciones Reales un Prototipo del Sistema Agrocable hasta Obtener un Producto/servicio que Sea Patentable Internacionalmente y que Sea Reconocido y Comercializable en Chile y el Extranjero Como una Solución Efectiva y Valiosa para el Problema ya Descrito de Cosechar Frutos en Laderas de Cerros.; Corporación de Fomento de la Producción

Influencia de la intensidad de poda en olivos variedad coratina sobre las características del aceite de oliva

Morales Cepeda, Andrea Paz
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
68.21687%
Memoria para optar al Título Profesional de Ingeniero Agrónomo Mención Agroindustria; La poda en los olivos se realiza, entre otros motivos, para manejar la alternancia de producción de los árboles ya que, afecta la disponibilidad de materia prima para la producción de aceite. Este estudio evaluó la influencia de la intensidad de poda sobre las características químicas y sensoriales del aceite de oliva variedad Coratina en dos huertos olivícolas. El estudio consideró a cada huerto como ensayos independientes entre sí y se utilizó una metodología común para ambos huertos. Se realizaron tres tratamientos: Sin poda (T1), 33,3% poda (T2) y 50% de poda (T3). Las mediciones al árbol fueron: área de sección transversal de tronco (ASTT), carga frutal, eficiencia productiva y número de frutos por árbol. Las mediciones realizadas a los frutos fueron: peso, tamaño, índice de madurez, relación pulpa/carozo, contenido de aceite y humedad de la pulpa y, polifenoles pormenorizados en pulpa por HPLC. Las variables medidas en los aceites fueron: acidez libre, índice de peróxidos, coeficiente de extinción UV, polifenoles totales, índice de amargor, contenido de α- tocoferol, polifenoles pormenorizados en aceite por HPLC...

Efecto de la carga frutal y época de cosecha sobre la productividad y calidad del fruto en ciruelo europeo variedad d'agen

Tapia Carreño, Francisca Ilse
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
68.27975%
Memoria para optar al Título Profesional de Ingeniera Agrónoma; Durante la temporada 2009/2010 se realizó un ensayo en árboles de ciruelo europeo variedad D‟Agen, de 18 años de edad, injertados sobre patrón Marianna 2624, establecidos a una distancia de 5x5m, en un huerto ubicado en El Principal de Pirque, Comuna de Pirque, Región Metropolitana. El objetivo fue determinar el efecto de la carga frutal y la época de cosecha sobre la productividad y calidad del fruto. Para esto se seleccionaron 27 árboles y, durante la temporada invernal, fueron podados con tres niveles: severo, medio y suave, para regular su carga frutal. La cosecha se realizó diferenciada, en tres tipos: temprana, tardía o tres “floreos”, que fueron realizados al principio, al medio y al final de la temporada de cosecha. El tamaño de los árboles se midió como área de sección transversal de tronco y como fracción de PAR interceptado. En cosecha se evaluó la producción total, número de frutos, peso medio, firmeza y concentración de sólidos solubles. Luego, la fruta fue secada al sol sobre mallas raschel y se evaluó el tiempo de secado, calibre, relación pulpa/carozo, humedad y defectos. Con una poda suave se alcanzó la mayor carga frutal...

Evaluación de diferentes sistemas de conducción de granados (Punica granatum L.) var. wonderful en diferentes zonas de Chile

Benvenuto Acevedo, Angelo de Paoli
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
68.604697%
Memoria para optar al Título Profesional de Ingeniero Agrónomo; Durante la temporada 2010/2011 se realizó un ensayo con granados ´Wonderful´ en Huechún conducido como multieje a 5 x 3 m, región Metropolitana; Cerrillos de Tamaya como copa a 6 x 4 m y Vicuña como copa y eje a 3 x 1,5 m en la región de Coquimbo. El objetivo fue evaluar las relaciones entre el peso promedio de frutos, productividad, intercambio gaseoso, incidencia de golpe de sol, partidura, color y ramaleo en diferentes sistemas de conducción y localidades. Para ello, se seleccionaron diez plantas para cada combinación sistema de conducción-localidad, cada uno sometido a diferentes niveles de carga frutal, regularmente distribuidos entre muy baja y muy alta, ajustad luego del cuaje de la segunda cohorte de floración. La carga frutal se expresó como frutos por unidad de superficie de suelo, área de sección transversal de tronco (ASTT) y fracción de radiación interceptada (FI). La FI se midió con un Ceptómetro lineal un mes después del ajuste de carga frutal. El intercambio gaseoso se registró mediante un analizador de gases infrarrojo portátil durante la mañana (AM), el mediodía (MD) y el atardecer (PM) durante el período de activo crecimiento del fruto y pre-cosecha. La fruta cosechada...

Depresión Exogámica y Biología reproductiva de Talinum Paniculatum(Jacq.) Gaertner (Portulacaceae)

VALERIO,Rosanna; RAMÍREZ,Nelson
Fonte: Fundación Instituto Botánico de Venezuela Dr. Tobías Lasser Publicador: Fundación Instituto Botánico de Venezuela Dr. Tobías Lasser
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 Português
Relevância na Pesquisa
68.02246%
La biología reproductiva de Talinum paniculatum (Portulacaceae), una hierba hermafrodita, fue estudiada en un remanente de bosque semideciduo del Arboretum de la Escuela de Biología, Caracas, Venezuela. Las flores de T. paniculatum son actinomorfas, pequeñas, amarillas, y con una longevidad floral de cuatro horas, características que concuerdan con el tipo y tamaño de los visitantes florales, los cuales fueron principalmente abejas de diferentes familias (Apidae y Halictidae). La carga de polen depositada naturalmente sobre los estigmas fue 2,94 veces mayor que el número de óvulos por flor y el porcentaje de granos de polen germinados fue bajo (24,9%). La producción natural de frutos por flor y semillas por óvulo fue de 60,4% y 86,5%, respectivamente. Los bajos niveles de óvulos abortados y la ausencia de semillas abortadas contribuyeron a una producción de semillas formadas por óvulos por inflorescencia relativamente alta (52,3%). T. paniculatum exhibió un sistema de apareamiento con predominancia de autogamia, el cual estaba correlacionado con una baja relación polen/óvulo (136,1), baja asignación de biomasa masculina pre- (0,39) y post-cigótica (0,03) en la flor y una baja relación pericarpo/ semilla (0,57). La proporción de frutos y semillas producidos por autofertilización fue significativamente mayor que la proporción producida por fertilización cruzada...