Página 1 dos resultados de 186 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Host colonization differences between citrus and coffee isolates of Xylella fastidiosa in reciprocal inoculation; Diferenças em colonização do hospedeiro por isolados de Xylella fastidiosa de citros e cafeeiro em inoculações recíprocas

PRADO, Simone de Souza; LOPES, João Roberto Spotti; DEMÉTRIO, Clarice Garcia Borges; BORGATTO, Adriano Ferreti; ALMEIDA, Rodrigo Piacentini Paes de
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.91%
Citrus variegated chlorosis (CVC) and coffee stem atrophy (CSA) are important diseases in Brazil associated with closely-related strains of Xylella fastidiosa, but little is know about host aoverlappingnd importance of citrus and coffee as inoculum sources of these strains. In this study, reciprocal-inoculation experiments were performed to determine if CVC and CSA isolates are biologically similar within citrus and coffee plants. These two hosts were mechanically inoculated with a CVC and a CSA isolate of X. fastidiosa at four concentrations ranging between10³ and 10(9) colony forming units CFU mL-1. At two, four and eight months after inoculation, the infection efficiency and bacterial populations of the isolates in each host were determined by culturing. The CVC isolate infected both citrus and coffee plants, but developed lower populations in coffee. The CSA isolate did not colonize citrus. Inoculation of coffee plants with the CVC isolate resulted in low rates of infection and required an inoculum concentration ten-fold higher than that necessary to obtain a similar (25%) rate of infection in citrus. The relatively low infection rates and bacterial numbers of the CVC isolate in coffee plants compared with those observed in citrus suggest that coffee is not a suitable host to serve as a source of inoculum of the CVC strain for primary spread to citrus or within coffee plantations.; Clorose variegada dos citros (CVC) e atrofia dos ramos do cafeeiro (ARC) são doenças importantes no Brasil...

Characterization of electrical penetration graphs of Bucephalogonia xanthophis, a vector of Xylella fastidiosa in citrus

MIRANDA, M. P.; FERERES, A.; APPEZZATO-DA-GLORIA, B.; LOPES, J. R. S.
Fonte: WILEY-BLACKWELL PUBLISHING, INC Publicador: WILEY-BLACKWELL PUBLISHING, INC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
77.06%
The sharpshooter Bucephalogonia xanthophis (Berg) (Homoptera: Cicadellidae) is a vector of the xylem-limited bacterium, Xylella fastidiosa (Wells, Raju, Hung, Weisburg, Mandelco-Paul, and Brenner), which causes citrus variegated chlorosis. Despite the importance of citrus variegated chlorosis, the probing behavior of vectors on citrus and its implications for transmission of X. fastidiosa have not been studied. Here we studied electrical penetration graph (EPG-DC system) waveforms produced by B. xanthophis on Citrus sinensis (L.) Osbeck (Rutaceae), and their relationships with stylet activities and xylem ingestion. Electrical penetration graph waveforms were described based on amplitude, frequency, voltage level, and electrical origin of the observed traces during stylet penetration on plant tissues. The main waveforms were correlated with histological observations of salivary sheaths in plant tissues and excretion analysis, in order to determine stylet activities and their precise position. Six waveforms and associated activities are described: (S) secretion of salivary sheath and intracellular stylet pathway, (R) resting during stylet pathway, (Xc) contact of stylets with xylem vessels, (Xi) active xylem ingestion, (N) interruption within the xylem phase (during Xc or Xi)...

Transmission efficiency of Xylella fastidiosa by sharpshooters (Hemiptera : Cicadellidae) in coffee and citrus

MARUCCI, Rosangela C.; LOPES, Joao R. S.; CAVICHIOLI, Rodney R.
Fonte: ENTOMOLOGICAL SOC AMER Publicador: ENTOMOLOGICAL SOC AMER
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
77.09%
Xylella fastidiosa (Wells, Raju, Hung, Weisburg, Mandelco-Paul, and Brenner) is a bacteria] pathogen transmitted by several Sharpshooters in two tribes of Cicadellinae (Proconiini and Cicadellini). Here, we compared the transmission efficiency of X. fastidiosa in coffee (Coffea arabica L) and citrus [Citrus sinensis (L) Osbeck] by Cicadellini [Bucephalogonia xanthophis (Berg) and Dilobopterus costalimai Young] and Proconiini [Homalodisca ignorata Melichar and Oncometopia facialis (Signoret) I sharpshooters that Occur in both crops. At different seasons, healthy adults of each species were submitted to a 48-h acquisition access period on citrus or coffee source plants infected with X. fastidiosa isolates that cause Citrus variegated chlorosis (CVC) and Coffee leaf scorch (CLS), respectively, and then confined on healthy seedlings of the corresponding host plant for a 48-h inoculation access period. No significant effect of inoculation season was observed when comparing infection rates of citrus or coffee plants inoculated by vectors at different times of the year. In Citrus, the transmission rate by single insects was significantly higher for H. ignorata (30%) in relation to B. xanthophis (5%) and O. facialis (1.1%) but there was no difference among vector species in coffee...

Role of healthy nursery plants in orange yield during eight years of Citrus Variegated Chlorosis epidemics

GONCALVES, Fabricio Packer; STUCHI, Eduardo Sanches; SILVA, Simone Rodrigues da; REIFF, Eduardo Toiler; AMORIM, Lilian
Fonte: ELSEVIER SCIENCE BV Publicador: ELSEVIER SCIENCE BV
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
97.02%
The production and commercialization of citrus seedlings inspected and produced in protected screen-houses has become mandatory in Sao Paulo State, Brazil since January 2003. This law was intended to avoid the dispersion of Citrus Variegated Chlorosis (CVC), disease caused by Xylella fastidiosa. Our objective was to compare the yield over 8 years of `Natal` sweet orange trees grafted onto Rangpur lime obtained from healthy nursery plants and from plants artificially inoculated with X. fastidiosa. Yield was evaluated in an orchard planted in February 1999 with two treatments: (i) trees from healthy nursery plant, and (ii) trees from plants artificially inoculated with X. fastidiosa. The mean yield was 21% higher in trees from healthy nursery plants, as compared to trees from inoculated nursery plants. This difference represents a gain of approximately 203 boxes of 40.8 kg each, considering a planting density of 550 plants per hectare. (C) 2011 Elsevier B.V. All rights reserved.; The Brazilian Council for Scientific and Technological Development (CNPq)

Epidemiologia da clorose variegada dos citros no Estado de São Paulo.; Epidemiology of citrus variegated chlorosis in state of São Paulo.

Barbosa, Francisco Ferraz Laranjeira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2002 Português
Relevância na Pesquisa
96.99%
O presente trabalho objetivou estudar tanto o progresso da Clorose Variegada dos Citros no tempo, quanto o arranjo espacial das plantas afetadas, visando caracterizar a dinâmica da doença em três regiões do Estado de São Paulo (Noroeste, Centro e Sul). Por meio de avaliação de sintomas visuais, foram mapeados, bimensalmente, três talhões de laranja-doce Pêra enxertada em limão Cravo, em três regiões do Estado de São Paulo, desde julho de 1998 até dezembro de 2000. O progresso no tempo foi avaliado por meio de ajuste a modelos matemáticos e análise das curvas de derivada. As curvas de progresso da CVC não puderam ser ajustadas a modelos conhecidos. O progresso da CVC apresentou diversos picos de derivada, em sua maioria coincidindo com a primavera e o verão. Para o estudo da dinâmica espacial, foram aplicadas as seguintes análises: seqüências ordinárias; áreas isópatas; lei de Taylor modificada; índice de dispersão e análise de dinâmica e estrutura de focos. Essas análises demonstraram pouca diferença no padrão espacial da doença entre as regiões, que pode ser considerado levemente agregado. Por meio de análise de autocorrelação, de densidade espectral, análise discriminante, e correlação de lags...

Adubação boratada em pomar de laranja Pêra Rio afetado pela clorose variegada dos citros.; Boron fertilization in pêra rio sweet orange affected by citrus variegated chlorosis.

Bologna, Isabela Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
97.04%
A cultura dos citros é extremamente dependente de uma nutrição mineral adequada para atingir maiores patamares de produção a menores custos, especialmente sob condições adversas, como no caso da ocorrência da clorose variegada dos citros (CVC). Neste contexto, o boro influencia diretamente a produção por proporcionar maior desenvolvimento radicular, aumentando o volume de solo explorado pelas raízes, maximizando o aproveitamento da água e dos fertilizantes, bem como por estar diretamente envolvido na formação da parede celular, contribuindo para aumento da resistência geral da planta. O presente trabalho foi desenvolvido a partir de um experimento de campo, conduzido no período de setembro de 2001 a agosto de 2002, em área de campo comercial localizada no município de Comendador Gomes (MG). Utilizou-se a variedade Pêra Rio enxertada sobre Limão Cravo no oitavo ano de produção, cultivada em LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO Distrófico psamítico. O objetivo do estudo foi avaliar o uso de fontes de boro aplicadas ao solo em diferentes dosagens e sua influência na produção e qualidade do citros afetado pela CVC. Foram avaliados o estado nutricional das plantas, atributos químicos do solo, produtividade...

Eficiência de infecção e multiplicação de estirpes de Xylella fastidiosa de citros [Citrus sinensis (L.) Osbeck] e de cafeeiro (Coffea arabica L.) em inoculações cruzadas.; Infection efficiency and multiplication of citrus [Citrus sinensis (L.) Osbeck] and coffee (Coffea arabica L.) strains of Xylella fastidiosa in cross inoculations.

Prado, Simone de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
76.95%
O trabalho teve por objetivo avaliar a capacidade de infecção e multiplicação de estirpes de Xylella fastidiosa de citros [Citrus sinensis (L.) Osbeck] e de cafeeiro (Coffea arabica L.) em inoculações cruzadas, para investigar a possibilidade de disseminação deste patógeno de pomares cítricos infectados para cafezais ou vice versa. As inoculações foram realizadas mecanicamente com um isolado (CCT6570) de X. fastidiosa proveniente de árvore cítrica com clorose variegada dos citros (CVC) e um isolado (CCT6756) de planta de café com sintomas de atrofia dos ramos do cafeeiro (ARC). Quatro concentrações de células de cada isolado, variando de 10 3 a 10 9 unidades formadoras de colônias (UFC) por mL, foram inoculadas por agulha em citros e cafeeiro, para determinação de curvas de titulação e doses efetivas para infecção em cada combinação estirpe/hospedeiro. As plantas foram avaliadas por “polymerase chain reaction” (PCR) e isolamento em meio de cultura quanto à infecção por X. fastidiosa e população bacteriana, após 0,5; 2; 4 e 8 meses da inoculação. A estirpe de cafeeiro (ARC) de X. fastidiosa não colonizou citros nas concentrações de inóculo testadas. A inoculação da estirpe de citros (CVC) em cafeeiro resultou em baixas taxas de infecção...

Estudos básicos para a utilização de plantio-isca visando ao controle de cigarrinhas vetoras de Xylella fastidiosa em pomares cítricos; Establishment of a trap cropping strategy for controlling sharpshooter vectors of Xylella fastidiosa in citrus groves

Marques, Rodrigo Neves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
76.93%
Clorose Variegada dos Citros (CVC), causada pela bactéria Xylella fastidiosa Wells et al., tem causado grandes perdas na citricultura do estado de São Paulo, afetando cerca de 40% das plantas de laranja doce. A bactéria é transmitida por 12 espécies de cigarrinhas sugadoras de xilema (Hemiptera: Cicadellidae) da subfamília Cicadellinae. O manejo da CVC é baseado no plantio de mudas sadias, poda ou eliminação de árvores infectadas no campo, assim como o controle químico dos vetores. No entanto, as cigarrinhas vetoras possuem hábitats e hospedeiros alternativos que servem como refúgio, particularmente na vegetação adjacente aos pomares cítricos. Esta característica ecológica explica a rápida reinfestação dos pomares de laranja pelas cigarrinhas após a aplicação de inseticidas. O uso de plantas hospedeiras atrativas às cigarrinhas em uma estratégia de plantio-isca poderia reduzir a imigração de vetores da vegetação adjacente. O objetivo deste trabalho foi selecionar plantas hospedeiras adequadas para serem usadas neste tipo de estratégia, assim como testar a eficácia do plantio-isca em reduzir a população de cigarrinhas em um pomar de laranja. Experimentos de livre escolha foram conduzidos sob condições de casa-de-vegetação para avaliar a preferência de dois importantes vetores...

Avaliação da resistência a Xylella fastidiosa Wells et al. e Xanthomonas axonopodis pv. citri Vauterin et al. em plantas transgênicas de Citrus sinensis L. Osbeck expressando os genes atacina A ou Xa21; Evaluation of Xylella fastidiosa Wells et al. and Xanthomonas axonopodis pv. citri Vauterin et al. resistance in transgenic Citrus sinensis L. Osbeck plants expressing the attacin A or Xa21 genes

Cardoso, Suane Coutinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
76.93%
A citricultura brasileira vem sendo constantemente ameaçada por doenças que causam sérios prejuízos à produção e a qualidade dos frutos, a exemplo da clorose variegada dos citros e do cancro cítrico. A transformação genética de plantas tem sido considerada uma importante ferramenta para os programas de melhoramento de citros, principalmente com relação à resistência a doenças. Este trabalho teve como objetivo avaliar a resistência a Xylella fastidiosa e Xanthomonas axonopodis pv. citri em plantas de Citrus sinensis transformadas com os genes atacina A (attA) ou Xa21. Plantas transgênicas de laranja doce, cvs. 'Hamlin', 'Natal', 'Pêra' e 'Valência', contendo o gene attA ou Xa21 foram propagadas por enxertia em limão 'Cravo' para avaliação de resistência aos patógenos. A resistência a X. fastidiosa foi avaliada com a inoculação mecânica com alfinete da suspensão de bactéria nas plantas transgênicas contento o gene attA. As plantas foram avaliadas em quatro experimentos distintos, sendo oito plantas de laranja 'Hamlin' (H), sete de laranja 'Natal' (N), cinco de laranja 'Pêra' (P) e nove de laranja 'Valência' (V). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 10 repetições e cada experimento foi repetido duas vezes. Aos quatro e oito meses da inoculação foram determinadas as populações bacterianas de todas as plantas por isolamento em meio de cultura e sete plantas (Hat8...

Progresso poliético e quantificação de danos da Clorose Variegada dos Citros em laranjeiras 'Natal' submetidas a déficits hídricos; Polyetic progress and quantification of damages caused by Citrus Variegated Chlorosis in Natal Orange trees submitted to water deficits

Gonçalves, Fabrício Packer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.95%
A Clorose Variegada dos Citros (CVC), causada pela bactéria Xylella fastidiosa, é atualmente a doença de maior incidência no Estado de São Paulo. A incidência e a severidade da doença são maiores nas regiões Norte e Noroeste do Estado, onde o clima é predominantemente quente e com déficit hídrico, principalmente no inverno. Embora não haja nada comprovado, alguns estudos indicam que o déficit hídrico aumenta a severidade dos sintomas nas plantas afetadas pela CVC. Além disso, até hoje não foi estabelecida uma função que relacione doença e dano. Dessa forma, o estudo presente objetivou avaliar o efeito de diferentes níveis de irrigação no progresso poliético da CVC, avaliar métodos de avaliação da doença e determinar uma função de dano para a CVC. Para isso, um experimento foi instalado no município de Bebedouro, região Norte do Estado de São Paulo sob o delineamento blocos ao acaso no esquema fatorial 3 x 2, com os seguintes tratamentos: sem irrigação, irrigado com 50% e 100% da evapotranspiração da cultura (ETc), combinados com inoculação natural e artificial de X. fastidiosa. Cada parcela foi constituída de 6 plantas úteis, havendo 4 repetições de cada tratamento, totalizando 144 plantas úteis. As variáveis quantificadas em cada árvore do experimento foram: (a) produção...

Distribution of Xylella fastidiosa in citrus rootstocks and transmission of citrus variegated chlorosis between sweet orange plants through natural root grafts

He, C. X.; Li, W. B.; Ayres, A. J.; Hartung, J. S.; Miranda, V. S.; Teixeira, D. C.
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 622-626
Português
Relevância na Pesquisa
97.08%
To study translocation of Xylella fastidiosa to citrus rootstocks, budsticks from citrus variegated chlorosis (CVC)-affected cv. Pera sweet orange (Citrus sinenesis (L.) Osb.) were top grafted on 15 citrus rootstocks. Disease symptoms were conspicuous 3 months later on all 15 rootstocks tested. The presence of X. fastidiosa was confirmed by light microscopy, double-antibody sandwich enzyme-linked immunosorbent assays, and polymerase chain reaction in rootlets and main roots of CVC-symptomatic Pera sweet orange in 11 of the 15 rootstocks tested. These results suggest that bacterial translocation from the aerial plant parts to the root system occurs but is not essential for X. fastidiosa to induce symptoms in the aerial parts. Bacterial translocation to the roots was not correlated with CVC leaf-symptom severity in the Pera scion. To determine if CVC disease could be transmitted by natural root grafts, two matched seedlings of each of four sweet orange cultivars (Pera, Natal, Valencia, and Caipira) were transplanted into single pots. One seedling rootstock of each pair was inoculated by top grafting with a CVC-contaminated budstick while the other seedling rootstock was cut but not graft inoculated. Transmission of X. fastidiosa from an inoculated plant to a noninoculated plant sharing the same pot was observed in all four sweet orange cultivars tested. Transmission was confirmed by observation of natural roots grafts between the two plants...

Proteoma comparativo de folhas de laranja pêra (Citrus sinensis) e de tangerina poncan (Citrus reticulata) infectadas com Xylella fastidiosa versus não infectadas; Comparative analysis of proteome of sweet orange and ponkan infected with Xylella fastidiosa

Karina Kleinfelder Fontanesi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
76.92%
O sistema citrícola no Brasil representa um setor de grande importância econômica. O Estado de São Paulo é o principal produtor de citros, fazendo do país o maior exportador de suco de laranja concentrado congelado. Apesar do Brasil ocupar uma posição de destaque no cenário mundial de citricultura, o país não consegue aumentar a sua produtividade devido à ocorrência simultânea de pragas e doenças, sendo que a clorose variegada dos citros (CVC) se mostra como uma das mais limitantes sobre esta produção. Ela é causada pela bactéria Xylella fastidiosa, que é capaz de infectar todas as variedades de laranja doce (Citrus sinensis L. Osbeck), embora a tangerina Poncan (Citrus reticulata Blanco) seja considerada tolerante à sua infecção. Apesar de muitos estudos já tenham sidos realizados a fim de se compreender melhor os mecanismos da sua patogenicidade, questões ainda permanecem em aberto acerca dos mecanismos que controlam o seu processo de infecção e o desenvolvimento da doença. Desse modo, foi realizado um estudo comparativo do proteoma das folhas de laranja Pêra e de tangerina Poncan após 30 dias da inoculação com a X. fastidiosa e o dos obtidos de folhas não infectadas, empregando a técnica de eletroforese bidimensional (2DE) e espectrometria de massas (MS). Foram confeccionados mapas 2DE com o intuito de se verificar proteínas diferencialmente expressas que por ventura poderiam estar relacionadas aos mecanismos de defesa e resistência da planta. Entre as proteínas (spots) de laranja Pêra...

Genes derivados da planta e do patógeno : diferentes abordagens em transgenia visando resistência a Xylella fastidiosa em Citrus sinensis = Genes from the plant and pathogen: different approaches in transgenesis aiming resistance against Xylella fastidiosa in Citrus sinensis; Genes from the plant and pathogen : different approaches in transgenesis aiming resistance against Xylella fastidiosa in Citrus sinensis

Raquel Caserta Salviatto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
76.93%
A produção do suco de laranja concentrado é uma das commodities mais importantes para o agronegócio brasileiro, entretanto, os constantes problemas fitossanitários que afetam a citricultura vem aumentando os custos de produção e consequentemente a rentabilidade econômica deste setor. É urgente a busca por alternativas para solucionar os problemas fitossanitários da citricultura, nesse sentido, a utilização de transgenia mostra-se uma ferramenta promissora, pois possibilita a obtenção de plantas com genes exógenos que conferem resistência a doenças. Uma das doenças que afetam a citricultura brasileira é a clorose variegada dos citros (CVC), causada pela bactéria Xylella fastidiosa, onde todas as variedades de Citrus sinensis mostram-se suscetíveis a doença. Uma estratégia que vem sendo utilizada para resistência a X. fastidiosa que afeta a cultura de uva na Califórnia-EUA envolve a chamada "confusão do patógeno" onde utiliza-se genes do próprio patógeno visando a alteração da sinalização molecular entre as células bacterianas, interferindo em sua patogenicidade. Neste trabalho foram abordadas as transformações de Nicotiana tabacum e Citrus sinensis com o gene rpfF de X. fastidiosa causadora da CVC...

Uso de Nicotiana tabacum e Arabidopsis thaliana como plantas modelo para estudo funcional de genes associados à resistência a clorose variegada dos citros; Nicotiana tabacum and Arabidopsis thaliana as model plants for functional study of genes associated with resistance to citrus variegated chlorosis

Willian Eduardo Lino Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
97.08%
A citricultura brasileira representa um setor comercial muito rico, porém a produtividade brasileira é baixa, sobretudo em razão de pragas e doenças, como a Clorose Variegada do Citros (CVC), causada pela bactéria Xylella fastidiosa que afeta todas as variedades de laranja doce (Citrus sinensis). O melhoramento genético de citros é um desafio em virtude da baixíssima variabilidade genética e do grande avanço de pragas e doenças. Uma alternativa para acelerar a obtenção de plantas resistentes a doenças seria a obtenção de plantas transgênicas. A seleção de genes candidatos em citros seria uma excelente estratégia, não fossem dificuldades para transformação genética como escapes, enraizamento, enxertia e longo ciclo da cultura. A solução para acelerar o conhecimento do potencial do gene em conferir resistência ao patógeno seria então o uso de hospedeiros alternativos como Nicotiana tabacum e Arabidopsis thaliana, pois possuem grande informação genética, protocolos simples de transformação e ciclo de vida curto. Devido à identificação prévia por transcritoma de genes possivelmente associados à resistência de Citrus reticulata a X. fastidiosa, torna-se necessário o estudo da função desses genes para aplicação por transgenia visando resistência em C. sinensis. Assim...

Host colonization differences between citrus and coffee isolates of Xylella fastidiosa in reciprocal inoculation

Prado,Simone de Souza; Lopes,João Roberto Spotti; Demétrio,Clarice Garcia Borges; Borgatto,Adriano Ferreti; Almeida,Rodrigo Piacentini Paes de
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
76.91%
Citrus variegated chlorosis (CVC) and coffee stem atrophy (CSA) are important diseases in Brazil associated with closely-related strains of Xylella fastidiosa, but little is know about host aoverlappingnd importance of citrus and coffee as inoculum sources of these strains. In this study, reciprocal-inoculation experiments were performed to determine if CVC and CSA isolates are biologically similar within citrus and coffee plants. These two hosts were mechanically inoculated with a CVC and a CSA isolate of X. fastidiosa at four concentrations ranging between10³ and 10(9) colony forming units CFU mL-1. At two, four and eight months after inoculation, the infection efficiency and bacterial populations of the isolates in each host were determined by culturing. The CVC isolate infected both citrus and coffee plants, but developed lower populations in coffee. The CSA isolate did not colonize citrus. Inoculation of coffee plants with the CVC isolate resulted in low rates of infection and required an inoculum concentration ten-fold higher than that necessary to obtain a similar (25%) rate of infection in citrus. The relatively low infection rates and bacterial numbers of the CVC isolate in coffee plants compared with those observed in citrus suggest that coffee is not a suitable host to serve as a source of inoculum of the CVC strain for primary spread to citrus or within coffee plantations.

Nonlinear models for describing the Citrus Variegated Chlorosis in groves of two counties at Northwestern Paraná State, Brazil

Ueda,Clara Matiko; Yamamoto,Akemi Yamagata; Nunes,William Mário de Carvalho; Scapim,Carlos Alberto; Guedes,Terezinha Aparecida
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
86.93%
In Brazil, the production of sweet oranges has been threatened by the Citrus Variegated Chlorosis (CVC) incited by the gram-negative bacterium Xylella fastidiosa (Wells). Commercial citrus groves in two counties at the Northwestern Paraná state were evaluated to estimate the disease progression by using parameterizations of nonlinear models. Groves of Citrus sinensis Osbeck, variety "Pêra", "Valência", "Natal" and "Folha Murcha" had all the plants evaluated for the presence of disease symptoms. Thereafter, different parameterizations of the Logistic and Gompertz models were fitted to these data. The goodness of fit was evaluated by the intrinsic (IN) and parameter-effects (PE) curvatures of Bates and Watts, the bias of Box and the Hougaard measures of skewness. In Loanda, the best model was the Fermi-Dirac, and in Nova Esperança the data were best fitted to the parameterization L5, which is also a parameterization from the Logistic model.

Uso do DRIS na avaliação do estado nutricional de plantas cítricas afetadas pela clorose variegada dos citros.; Use of DRIS to evaluate nutritional status of citric plants affected by citrus variegated chlorosis.

Salvo, Juliano Gullo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2002 Português
Relevância na Pesquisa
97.06%
Dentre os diversos fatores que afetam a produção e qualidade de frutos em plantas cítricas, os fatores fitossanitários destacam-se pela grande importância. Entre as diversas doenças que afetam a cultura dos citros, a Clorose Variegada dos Citros (CVC) é uma das mais severas e destrutivas, provocando tanto perdas em produção quanto em qualidade. Pelo fato desta doença ser causada por uma bactéria que se aloja no xilema, toda a dinâmica da água e nutrientes é afetada, resultando em uma série de sintomas visuais em diferentes graus. Buscou-se avaliar o estado nutricional de plantas cítricas sem sintomas vis uais de CVC e, com sintomas em diferentes níveis, através do Critério de Faixas de Suficiência, tradicionalmente utilizado na Citricultura Paulista e, através do Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação, denominado pela sigla DRIS. O estudo foi realizado em pomares comerciais de laranjeira 'Pera' enxertada em limão 'Cravo', com sete anos de idade, no município de Araraquara – SP. Foram selecionadas em dois talhões, plantas com três níveis de CVC e plantas sem sintomas visuais, determinando-se os teores dos macronutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S) e dos micronutrientes (B, Cu, Fe, Mn e Zn) em folhas de ramos frutíferos...

Influência da temperatura na fotossíntese de laranjeira 'Pêra' com clorose variegada dos citros.; Influence of temperature on photosynthesis of sweet orange 'Pêra' with citrus variegated chlorosis.

Ribeiro, Rafael Vasconcelos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2002 Português
Relevância na Pesquisa
97.02%
A clorose variegada dos citros (CVC) é um dos principais problemas que assolam a citricultura brasileira nos últimos dez anos. Essa doença, causada pela bactéria Xylella fastidiosa, determina menor produção das plantas infectadas e tem estreita relação com as condições climáticas, sendo sua severidade agravada em regiões com baixa disponibilidade hídrica, alta demanda atmosférica e elevadas temperaturas. A fotossíntese, que possue relação direta com a produtividade das plantas, é um dos processos fisiológicos afetados pela CVC. Esse trabalho visou investigar os efeitos da temperatura na fotossíntese de plantas infectadas pela X. fastidiosa e determinar como o processo fotossintético é afetado pela presença da bactéria. Para tanto, foram utilizadas mudas de laranjeira 'Pêra' (Citrus sinensis (L.) Osbeck), com aproximadamente 9 meses de idade, cultivadas em vasos plásticos de 3L. Foram realizados dois experimentos. No experimento I, mudas sadias e doentes foram dispostas em câmara de crescimento e submetidas por 7 dias a regimes de temperatura de 25/20 e 35/20ºC (dia/noite), com concentrações de CO2 e O2 atmosféricas, 14h de fotoperíodo, densidade de fluxo de fótons fotossintéticos (DFFF) de 600umol m -2 s -1 e déficit de pressão de vapor do ar de 1kPa. Foram realizadas medidas simultâneas de trocas gasosas [assimilação de CO2 (A); transpiração (E) e condutância estomática (gs)] e fluorescência da clorofila a [eficiência quântica potencial (Fv/Fm) e efetiva ( F/Fm')do fotossistema II...

Transformação de Xylella fastidiosa com GFP, colonização em citros e implementação do sistema de dieta artificial para o inseto vetor : novas abordagens no estudo do patossistema CVC; Xylella fastidiosa GFP transformation, its colonization process in citrus and implementation of artificial diet system for insect vector : new approaches in the study of CVC pathosystem

Bárbara Caroline Niza Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
76.91%
A citricultura brasileira é um importante setor para a economia do país, contribuindo com superávits comerciais e geração de empregos, entretanto, o setor passa por uma grave crise econômica em decorrência do alto custo de produção e do baixo valor pago pela caixa de laranja no Brasil. O principal motivo do alto custo de produção é a alta incidência de pragas e doenças que atingem essa cultura. Dentre as doenças, a Clorose Variegada do Citros (CVC) causada pela bactéria Xylella fastidiosa e transmitida a seus hospedeiros por cigarrinhas vetoras, é a que até hoje causou mais danos à citricultura brasileira. O mecanismo de patogenicidade da X. fastidiosa permanece não conclusivo porém a hipótese mais aceita está relacionada à facilidade da bactéria em colonizar o hospedeiro, ou seja, em se movimentar e multiplicar dentro dos vasos do xilema da planta infectada, seguido da formação do biofilme. O conhecimento da doença bem como das interações planta-patógeno e vetor-patógeno estão muito avançados para a doença de Pierce (PD), doença causada pela X. fastidiosa em videiras nos Estados Unidos. Esse avanço no conhecimento para PD ocorreu principalmente devido à obtenção de estirpes geneticamente modificadas da bactéria...

Characterization of electrical penetration graphs of Bucephalogonia xanthophis, a vector of Xylella fastidiosa in citrus

Miranda, M. P.; Fereres, Alberto; Appezzato-da-Gloria, B.; Lopes, J. R. S.
Fonte: Netherlands Entomological Society Publicador: Netherlands Entomological Society
Tipo: Artículo Formato: 1042648 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
77.06%
12 pages, and tables.; The sharpshooter Bucephalogonia xanthophis (Berg) (Homoptera: Cicadellidae) is a vector of the xylemlimited bacterium, Xylella fastidiosa (Wells, Raju, Hung, Weisburg, Mandelco-Paul, and Brenner), which causes citrus variegated chlorosis. Despite the importance of citrus variegated chlorosis, the probing behavior of vectors on citrus and its implications for transmission of X. fastidiosa have not been studied. Here we studied electrical penetration graph (EPG-DC system) waveforms produced by B. xanthophis on Citrus sinensis (L.) Osbeck (Rutaceae), and their relationships with stylet activities and xylem ingestion. Electrical penetration graph waveforms were described based on amplitude, frequency, voltage level, and electrical origin of the observed traces during stylet penetration on plant tissues. The main waveforms were correlated with histological observations of salivary sheaths in plant tissues and excretion analysis, in order to determine stylet activities and their precise position. Six waveforms and associated activities are described: (S) secretion of salivary sheath and intracellular stylet pathway, (R) resting during stylet pathway, (Xc) contact of stylets with xylem vessels, (Xi) active xylem ingestion...