Página 1 dos resultados de 13 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Produção da microalga Nannochloropsis oculata em fotobiorreator airlift

Gris, Lara Regina Soccol
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.762974%
Microalgas são micro-organismos fotossintetizantes que convertem CO2 majoritariamente em lipídios, proteínas e carboidratos. A produção de microalgas é indicada atualmente como alternativa para biomitigação de CO2 e para geração de biocombustíveis, a partir da conversão da biomassa através de processos químicos e biotecnológicos. As vantagens das microalgas estão na sua maior velocidade de crescimento em relação a vegetais oleaginosos superiores e em seu teor lipídico, que para algumas espécies pode chegar a valores maiores que 50%. Apesar do potencial envolvendo as microalgas, muitos desafios ainda precisam ser superados para tornar viável a aplicação desses micro-organismos para fins energéticos. São necessários desenvolvimentos nas mais diversas áreas, abordando os seguintes aspectos: seleção e melhoramento genético de espécies, alcance de maior eficiência fotossintética, desenvolvimento de sistemas de produção e de seu escalonamento, desenvolvimento de sistemas e processos de colheita, extração e processamento, aproveitamento de nutrientes provenientes de resíduos, otimização de condições operacionais, dentre outros. Este trabalho teve por objetivo determinar as melhores condições de crescimento da microalga marinha Nannochloropsis oculata em um fotobiorreator airlift. Os experimentos foram realizados seguindo um delineamento composto central rotacional com temperatura...

Estrategias hibridas para um problema de planejamento e escalonamento de atividades florestais em curto prazo; Hybrid heuristic strategies for planning and scheduling forest harvest and transportation activities in short term

Rafael Augusto Scaraficci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
38.80951%
Este trabalho de mestrado procurou estudar e resolver um problema real de planejamento e escalonamento de atividades de colheita e de transporte de madeira. Trata-se de um problema típico de grandes empresas do setor de celulose e papel. Ele consiste em planejar, para um horizonte de curto prazo, a colheita de madeira em diferentes áreas florestais e também o transporte da madeira colhida para uma unidade de produção de celulose e papel. O planejamento das atividades florestais considera um conjunto complexo de restrições operacionais, que envolvem, por exemplo, a organização das áreas florestais, propriedades da madeira cortada, a organização das equipes de colheita e a degradação das estradas com as chuvas. Neste projeto, desenvolvemos e analisamos algumas estratégias algorítimas híbridas baseadas em princípios da metaheurística GRASP (Greedy Randomized Adaptive Search Procedure) combinada com elementos de memória de longo prazo, métodos de recombinação de soluções e também modelos lineares. Testes computacionais mostraram que nossas estratégias são robustas e capazes de produzir soluções de alta qualidade em um curto intervalo de tempo; This thesis aimed at studying and solving a planning and scheduling problem stemming from forest harvest and wood transportation activities. Our approach treated a real problem faced by large pulp and paper companies in Brazil. It consists in planning...

CONTROLE DA MATURAÇÃO PRÉ-COLHEITA DE MAÇÃS ‘ROYAL GALA’ PELA INIBIÇÃO DA AÇÃO OU SÍNTESE DO ETILENO

SCOLARO,ANDREIA MARIA TOMAZINI; ARGENTA,LUIZ CARLOS; AMARANTE,CASSANDRO VIDAL TALAMINI DO; PETRI,JOSÉ LUIZ; HAWERROTH,FERNANDO JOSÉ
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
58.66467%
RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da inibição da ação (pela pulverização de 1-metilciclopropeno em meio aquoso; 1-MCP) e da síntese (pela pulverização de aminoetoxivinilglicina; AVG) do etileno, sobre a maturação pré-colheita de maçãs. Macieiras ‘Royal Gala’ foram pulverizadas com 1-MCP (50 ou 100 mg L-1) em meio aquoso ou com AVG (124 mg L-1), sete e 28 dias antes do ponto de colheita comercial dos frutos, respectivamente. Macieiras não tratadas com 1-MCP nem com AVG foram usadas como testemunha. As maçãs foram colhidas semanalmente, durante cinco semanas, a partir do sétimo dia após a aplicação do 1-MCP, e analisadas quanto à maturação e qualidade, um dia após a colheita. Índices de maturação e qualidade das maçãs, na data em que os frutos atingiram firmeza de 71,1 N, foram estimados por análise de regressão, para cada tratamento. Os tratamentos 1-MCP (50 e 100 mg L-1) e AVG atrasaram a maturação das maçãs, diminuindo as taxas de produção de etileno, degradação do amido, perda de firmeza da polpa e da acidez...

Densidade de plantas e métodos de colheita na multiplicação de batata-semente em vasos

Corrêa,Ricardo M; Pinto,José Eduardo BP; Reis,Érika S; Monteiro,Aline B; Pinto,César Augusto BP; Faquin,Valdemar
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.37187%
Por apresentar volume limitado de substrato, o plantio em vasos pode levar a uma reduzida taxa de multiplicação de tubérculos de batata. Objetivou-se estudar a multiplicação de tubérculos-semente pré-básicos de batata em vasos, em função da densidade de plantas e dos métodos de colheita. Os ensaios foram conduzidos em ambiente protegido com tela antiafídeo, em vasos de 3 L. Em ambos os ensaios foram utilizadas plântulas livres de vírus. No primeiro ensaio foram avaliadas as cultivares Monalisa e Ágata e dois métodos de colheita (única e escalonada, com colheitas a cada 30 dias), em um fatorial 2 x 2 em delineamento inteiramente ao acaso, com seis repetições e parcelas de quatro vasos, com uma plântula por vaso. No segundo ensaio, foi utilizada apenas a cultivar Monalisa e foram avaliadas cinco densidades de plantio, de 1 a 5 plantas por vaso (25 a 125 plantas m-2) nas épocas de primavera/verão e outono/inverno. Estes ensaios foram conduzidos em delineamento inteiramente ao acaso, com quatro repetições de quatro vasos cada. Não houve efeito significativo do método de colheita sobre o número total de brotos. Ao contrário, maior comprimento e massa fresca de tubérculos foram obtidos na colheita única. A cultivar Ágata produziu significativamente mais tubérculos por planta que a cultivar Monalisa...

Manejo de campos de produção de sementes de Brachiaria humidicola "comum?": I - efeito de doses de nitrogênio1.

PERES, R. M.; SOUZA, F. H. D. de; COUTINHO FILHO, J. L. V.; JUSTO, L.
Fonte: Boletim de Industria Animal, Nova Odessa, v. 67, n. 1, p. 27-34, 2010. Publicador: Boletim de Industria Animal, Nova Odessa, v. 67, n. 1, p. 27-34, 2010.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
38.644126%
As baixas produtividades obtidas em áreas de produção de sementes de Brachiaria humidicola ?comum?, uma gramínea tropical usada como pastagem cultivada, são causadas por associação do curto período de retenção das sementes nas inflorescências e do marcante sincronismo da emergência das inflorescências. Em conseqüência, o período de disponibilidade das sementes puras à colheita é pequeno. O escalonamento da produção de sementes entre e dentro de campos permitiria estender os períodos de colheita e de uso de equipamentos em sistemas comerciais de produção dessas sementes. Neste trabalho foram avaliados os efeitos de doses de N para estender o período de colheita. Foram avaliadas cinco doses de N (0, 25, 50, 75 e 100 kg ha-1de N) aplicadas em cobertura na forma de uréia, no início da estação chuvosa do ano 2.000. Amostras de sementes foram colhidas após 66, 69 e 72 dias da aplicação do N. Os efeitos dos tratamentos foram estimados em termos de produtividade potencial de sementes puras e germináveis e de vários componentes da produção de sementes. A época de maior disponibilidade de sementes puras à colheita e o período da disponibilidade variaram em função da dose de N. A maior produtividade potencial (295 kg ha-1) foi obtida com 75 kg ha-1de N. A máxima produtividade resultante da aplicação de 50 kg ha-1de N foi 16% menor e foi alcançada quatro dias mais tarde. Apesar dos efeitos sobre a disponibilização à colheita haverem ocorrido à custa de redução da produtividade...

Uniconazole no florescimento e produção da mangueira (Mangifera indicaL.) cv. Palmer.

SILVA, K. K. A.; ONO, E. O.; MOUCO, M. A. do C.; SILVA, G. J. N.; SOUZA, R. J. M. de; SILVA, N. C. da; SILVA, R. de C. B. da
Fonte: Magistra, Cruz das Almas, v. 26, n. 4, p. 507-517, out./dez. 2014. Publicador: Magistra, Cruz das Almas, v. 26, n. 4, p. 507-517, out./dez. 2014.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
57.845215%
O uso de reguladores vegetais tem sido uma prática amplamente empregada nas condições tropicais semiáridas do país no cultivo da mangueira, para viabilizar o escalonamento da produção, visando à obtenção de maiores lucros. Assim, este trabalho teve como objetivo estudar a eficiência de diferentes concentrações do regulador vegetal, uniconazole (UCZ) aplicado via solo evia foliar na indução do florescimento de mangueiras da cultivar Palmer, sob as condições semiáridas da região do Submédio São Francisco, em pomar comercial da cidade de Petrolina, PE. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso, contendo cinco tratamentos: T1 =testemunha absoluta (água); T2= 500 mg L-1de UCZ via foliar; T3= 1000 mgL-1 de UCZ via foliar; T4= 1500 mg L-1de UCZ via foliar e T5= 6000 mg L-1de UCZ via solo,em quatro repetições. Foram avaliados o tamanho do fluxo vegetativo, tamanho de panícula, número de frutos, número de panículasecaracterísticas da qualidade pós-colheita dos frutos como massa de fruto, sólidos solúveis (oBrix), acidez titulável, produtividade por planta (kg planta-1), cor de casca e polpa. Os resultados indicaram que o tratamento com a maior concentração de uniconazole, 6000 mg L-1via solo foi mais efetivo na inibição do crescimento dos ramos...

Manejo da floração visando o escalonamento da produção do abacaxizeiro no Cerrado Mato-Grossense; Management of flowering aimed at scheduling the production of pineapple in the Cerrado of Mato-grossense

Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAG - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAG - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.673384%

Análise do mercado do abacaxi comercializado na CEAGESP - São Paulo

Bengozi,Fábio José; Sampaio,Aloísio Costa; Gutierrez,Anita Dias de Souza; Rodrigues,Vanessa Maria; Pallamin,Maria Lucia
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
27.728843%
A disponibilidade de informações relativas à oferta, preços e sazonalidade do abacaxi é um fator de interesse tanto para produtores quanto para atacadistas, pois podem contribuir para melhor planejamento da época de colheita e comercialização. Dessa maneira, o presente trabalho buscou conhecer a sazonalidade do preço e da quantidade do abacaxi comercializado na CEAGESP - SP, no período de setembro de 2005 a março de 2006. Foram obtidos através de entrevistas aos atacadistas, dados referentes à origem de cada cultivar em estudo, o preço pago ao produtor, o preço de venda praticado pelos atacadistas e a quantidade de frutos recebida no dia. Com o objetivo de compreender o processo de comercialização das cultivares de abacaxi 'Smooth Cayenne' e 'Pérola', foram aplicados questionários aos vendedores de três empresas atacadistas. Através das informações obtidas, sugere-se aos produtores de abacaxi 'Smooth Cayenne' o escalonamento da produção no período de novembro a fevereiro, preferencialmente de maneira associativista. Os três atacadistas de abacaxi entrevistados vislumbram uma estabilidade na quantidade comercializada de abacaxi na CEAGESP, com previsão de crescimento para a cultivar 'Pérola' e redução para a cultivar 'Smooth Cayenne'. No período de 12 de setembro de 2005 a 20 de março de 2006...

Exigências climáticas para o desenvolvimento e maturação dos frutos de cultivares de Coffea arabica

Petek,Marcos Rafael; Sera,Tumoru; Fonseca,Inês Cristina de Batista
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
68.643027%
O objetivo foi caracterizar as exigências climáticas dos estádios fenológicos de cultivares de C. arabica e indicá-las para a tecnologia de escalonamento da colheita. As avaliações foram realizadas na fazenda experimental do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), em Londrina, em 16 genótipos, segundo uma escala fenológica, durante dois anos. O número médio de dias, a soma térmica em graus-dia, a precipitação pluvial acumulada e a temperatura média da florada até o estádio de maturação completa (cereja) foram, respectivamente, de 226,2 ± 15,3 dias, 2.781 ± 143,5 graus-dia, 1.065 ± 149,2 mm e 22,49 ± 0,47 ºC. Foi possível caracterizar, de acordo com a exigência térmica, as cultivares Icatu Precoce IAC 3282, Mundo Novo IAC 464-12, IAPAR 59, Rume Sudam IAC 1139 e Costa Rica 95 como precoces; as cultivares Catucai 785-15, Catucaiaçu, Villa Sarchí ICAFÉ, Rubi MG1192 e Ouro Verde IAC H5010-5, como de maturação média; as cultivares 'Obatã IAC 1669-20', Sarchímor IAPAR88480-8, Tupi IAC 1669-33, 'Catuaí Vermelho IAC 99', 'Catucai Vermelho 4-79' e 'Sarchímor E9702 III-1-9' como tardias. Com base em análises de regressão foi possível determinar e quantificar a influência da disponibilidade hídrica para os estádios fenológicos de chumbinho...

Fenologia e escalonamento da produção do abacaxizeiro 'Smooth Cayenne' no cerrado de Mato Grosso

Kist,Helio Gaspar Kuoos; Ramos,José Darlan; Santos,Verônica Andrade dos; Rufini,José Carlos Moraes
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
49.082017%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da época de plantio e da idade de indução floral sobre a fenologia, o período de colheita e o escalonamento da produção do abacaxizeiro 'Smooth Cayenne', no Cerrado de Mato Grosso. O experimento foi conduzido em Tangará da Serra, MT, de novembro de 2005 a setembro de 2008. Foram testadas seis épocas de plantio - janeiro, março, maio, julho, setembro, novembro - e cinco idades para indução floral - 8, 10, 12, 14, 16 meses após o plantio -, além da floração natural. As variáveis analisadas foram: períodos entre indução floral e floração, floração e colheita, indução e colheita, e plantio e colheita; massas da coroa e do fruto com coroa; e comprimento da folha D. Não houve interação entre as épocas de plantio e de indução floral. A indução floral realizada nos meses de maio e julho, período de baixa temperatura e precipitação, alongou o ciclo da planta e diminuiu a massa dos frutos e o comprimento da folha D. A indução realizada em setembro e novembro determinou a colheita em épocas favoráveis de comercialização, independentemente do mês de plantio, sem interferência na massa dos frutos.

Caracterização fenológica da goiabeira 'Pedro Sato' sob diferentes épocas de poda

Hojo,Ronaldo Hissayuki; Chalfun,Nilton Nagib Jorge; Hojo,Ellen Toews Doll; Souza,Henrique Antunes de; Paglis,Carlos Maurício; São José,Abel Rebouças
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
27.815415%
O cultivo da goiabeira na região de Lavras-MG, vem tendo grande importância, porém não há uma oferta freqüente durante o ano, concentrando muitas vezes a produção em um único período. A prática de podas escalonadas é fundamental para auxiliar o produtor a colher frutos em praticamente todos os meses do ano. Visando a esse escalonamento, objetivou-se a caracterização fenológica da goiabeira 'Pedro Sato', em quatro épocas de poda (setembro, e dezembro de 2003, março e junho de 2004). Foram utilizadas dez plantas, com quatro anos de idade, para cada época de poda. O delineamento foi de blocos casualizados, onde em cada planta foram marcados doze ramos, avaliando-se semanalmente os dados sobre os estádios fenológicos. Com as mensurações, foi possível estabelecer a indicação das diferentes fenofases da cultura, sendo a duração entre a poda e o início da brotação de 30,8 a 39,2 dias; poda ao florescimento de 68,6 a 133 dias; da abertura da flor (floração plena) à maturação do fruto de 118,3 a 148,4 dias; e o ciclo poda à colheita foi em média de 214,2, 211,4, 247,8 e 237,3 dias para as podas realizadas em setembro, dezembro, março e junho.

Uso da desfolha para indução da brotação de atemoleiras 'Gefner'

Hawerroth,Fernando José; Martins,Marlon Vagner Valentim; Azevedo,Antônio Ermeson Chaves
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.815415%
A utilização de práticas culturais que permitam programar a época de produção é fundamental para a exploração da cultura da atemoleira em clima tropical. Em determinados tipos de clima, associada a outras técnicas culturais, a desfolha permite induzir a brotação das gemas de atemoleira, podendo controlar a época de produção da cultura. Objetivou-se com este trabalho avaliar diferentes tratamentos de desfolha para a indução da brotação de atemoleiras sob condições tropicais. O experimento foi realizado em cultivo comercial localizado no município de Limoeiro do Norte-CE, utilizando atemoleiras 'Gefner' com cinco anos de idade, enxertadas sob o porta-enxerto de pinha. Cerca de dez dias após a colheita, realizou-se a poda de produção e, em seguida, aplicaram-se os tratamentos: 1) testemunha (sem aplicação da desfolha); 2) desfolha manual; 3) ureia 150 g L-1; 4) ureia 150 g L-1 + óleo mineral 24 mL L-1; 5) ureia 150 g L-1 + sulfato de cobre 10 g L-1; 6) sulfato de cobre 10 g L-1 +óleo mineral 24 mL L-1; 7) ureia 150 g L-1 + óleo mineral 24 mL L-1 + sulfato de cobre 10 g L-1; 8) etefom 2,4 mL L-1. Todos os tratamentos químicos testados induziram a desfolha e a brotação, sobretudo as aplicações foliares de etefom 2...

Caracterização fenológica da goiabeira 'Pedro Sato' sob diferentes épocas de poda; 'Pedro Sato' guava tree phenological characterization in different pruning times

Hojo, Ronaldo Hissayuki; Chalfun, Nilton Nagib Jorge; Hojo, Ellen Toews Doll; Souza, Henrique Antunes de; Paglis, Carlos Maurício; São José, Abel Rebouças
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
27.815415%
Although the guava tree cultivation in the area of Lavras, MG, has had great importance, there is not a frequent offer during the year, concentrating the production in an only period. The practice of staggered prunings is fundamental to aid the producer to pick fruits in practically every month of the year. Seeking that stagger, it was aimed the 'Pedro Sato' guava tree phenological characterization in four pruning times (September and December of 2003, March and June of 2004). Ten four-year-old plants were used for each pruning time in randomized block design, where, in each plant, twelve branches were marked and the data were evaluated weekly on the phenological stages. It was possible to establish the indication of the different phenophases of the culture with the measuring, being the duration between the pruning and the beginning sprout from 30,8 to 39,2 days; between the pruning and the flowering from 68,6 to 133 days; between the opening of the flower (complete flowering) and the fruit ripeness from 118,3 and 148,4 days; and the pruning to the crop cycle happened on an average of 214,2, 211,4, 247,8 and 237,3 days for the prunings carried out in September, December, March and June.; O cultivo da goiabeira na região de Lavras-MG...