Página 1 dos resultados de 91 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Estudo de métodos e medidas auxiliares para o controle da resistência à carbonatação de concretos estruturais de cimento Portland.; Study of auxiliary methods and measurements to control carbonation resistance of Portland cement structural concrete.

Cafange, Daniele Maria Pilla Junqueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.246855%
A durabilidade das estruturas de concreto armado deve ser alcançada, entre outros fatores, pela adequação do concreto frente ao meio ambiente para proteger as armaduras pelas características da camada de cobrimento. Assim, concretos precisam ser corretamente especificados no projeto estrutural e ter a sua qualidade controlada durante a produção e aplicação. Pela ABNT NBR 6118 (2007), os concretos passaram a ser especificados por classes de fck associadas a outras variáveis de dosagem e produção, como relação água/cimento máxima e consumo mínimo de cimento por metro cúbico. Mas, continuam invariavelmente controlados apenas por ensaios de abatimento no estado fresco e de resistência à compressão (fcj), para desforma ou verificação do fck (28 dias, nas obras comuns). Logo, a propriedade em uso para controlar indiretamente a resistência à carbonatação do concreto deveria ser o fcj, já que os concretos se diferenciam, de fato, é pelos materiais constituintes, método de dosagem e pela variabilidade de produção. Mas, na prática o controle da resistência à carbonatação dos concretos vem ocorrendo apenas pela especificação e aceitação do fck e uma das razões para isto pode ser a falta de métodos mais avançados para a predição de propriedades físicas mais complexas...

Crescimento de cultivares de alface conduzidas em estufa e a campo; Growth of lettuce cultivars in greenhouse and the field

Radin, Bernadete; Reisser Júnior, Carlos; Matzenauer, Ronaldo; Bergamaschi, Homero
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.444087%
Alguns indicadores de crescimento das cultivares de alface Verônica, Marisa e Regina foram analisados, através de um experimento em estufa de plástico e a campo, de 15/04 a 03/06/99, na FEPAGRO, em Eldorado do Sul (RS). As amostragens das plantas iniciaram-se uma semana após o transplante e prosseguiram (semanalmente) até o final do ciclo da cultura. As plantas cultivadas em estufa, apresentaram aumento na massa de matéria fresca e seca foliar, na área foliar e área foliar específica e no número de folhas. Além disso, o ciclo da cultura foi reduzido, quando comparada àquela cultivada a campo. As cultivares não apresentaram diferença entre si quando cultivadas em ambiente de estufa, mas, em condições de campo, a cultivar Regina apresentou maior número de folhas e maior índice de área foliar do que as cultivares Marisa e Verônica.; The growth of lettuce cvs. Veronica, Marisa and Regina was analised through an experiment carried out under plastic greenhouse and under field conditions, from April 15th to June 03rd 1999, in Eldorado do Sul, Rio Grande do Sul State, Brazil. Sampling of plants started one week after transplanting and proceeded until the end of the plant cycle on a weekly basis. The lettuce cultivated under greenhouse presented more fresh and dry mass...

Incidência da varíola, causada por Asperisporium caricae, em folhas de mamoeiros submetidos ao manejo orgânico, em diferentes ambientes de cultivo

Martelleto, Luiz Aurélio Peres; Ribeiro, Raul de Lucena Duarte; Carmo, Margarida Goréte Ferreira do; Sudo-Martelleto, Mariluci; Goes, Antonio de
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 288-292
Português
Relevância na Pesquisa
59.014683%
Mudas de mamoeiro da cultivar Baixinho de Santa Amália foram transplantadas para covas de 40x60x40 cm, em áreas de três estruturas contíguas: (a) estufa sombreada (cobertura de plástico), (b) estufa sombreada + sombrite (cobertura adicional de sombrite com 30% de sombreamento sobre o plástico) e (c) telado (cobertura exclusiva de sombrite 30%). Ao lado de tais estruturas foi implantada uma área de cultivo de mamoeiro em ambiente natural. Os tratos culturais aplicados foram os condizentes às normas técnicas vigentes na agricultura orgânica. As irrigações foram procedidas com mangueira plástica, evitando-se molhar folhas e frutos. Aos 45 dias pós-transplantio e, subseqüentemente, a intervalos mensais, as plantas foram inspecionadas em relação à incidência de lesões foliares causada pelo fungo Asperisporium caricae. Para efeito de análise estatística, após o teste de homogeneidade das variâncias, foram consideradas quatro repetições por ambiente (tratamento), com seis plantas úteis por parcela. O modelo de quantificação da doença indicou efeito altamente significativo dos ambientes protegidos, estufa e estufa sombreada, quanto à incidência de sintomas, em comparação com ambientes de telado e em área natural de cultivo. Durante os 12 meses de avaliações foi constatada alta correlação entre incidência da doença e pluviosidade e umidade relativa do ar. As estruturas cobertas com plástico demonstraram alto potencial de controle de A. caricae...

Filme aditivado : avaliação dos elementos agrometeorologicos, de produtividade, envelhecimento em campo e viabilidade economica para o cultivo da Rosa hybrida (CV. "Vega"); Greenhouse addictive films : evaluation of agro meteorological elements, productivity, on field aging parameters and economic viability for Hybrid Rose (CV "Vega") production

Jose Luis Martins
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
58.964316%
O objetivo deste trabalho foi avaliar um filme para cobertura de casa de vegetação através dos aspectos de produção e qualidade; elementos micrometeorológicos e de envelhecimento do filme plástico, sob as condições impostas pela cobertura plástica com diferentes anos de uso. Para a produção e qualidade foram selecionados 15 vãos de estufa, com plástico de ano de início de uso 1998, 1999, 2002 e 2003 e mais a testemunha com três repetições cada. Dois manejos de produção foram utilizados para a avaliação: o manejo comercial usado na propriedade (primeira etapa) e um manejo específico (segunda etapa) em que houve um corte raso, no início do experimento, em uma área de 1m2 realizado no intuito de avaliar o desenvolvimento do botão floral da poda até a haste comercial pronta. Na primeira etapa foram realizadas 4 coletas ao longo do período do experimento (nos dias 01/03/2004, 17/03/2004, 26/03/2004 e 05/04/2004). Na segunda etapa foi avaliado o aparecimento dos botões florais dos novos brotos em quatro datas (20/02/2004, 07/03/2004, 26/03/2004 e na semana de 28/03 a 06/04/2004) até a formação completa da haste floral comercial. Na primeira etapa foram coletadas 4 hastes florais por tratamento em 5 tratamentos totalizando 60 flores por data de coleta. Na segunda etapa foram coletadas 13 hastes florais por tratamento em 4 tratamentos totalizando 52 hastes florais. Não houve diferença estatística entre os plásticos de ano de início de uso de 1998...

Seleção de novos tipos e propagação rápida em Solenostemon scutellarioides, Lamiaceae; Selection of new tipes and rapid propagation in Solenostemon Scutellarioides, Lamiaceae

Velho, Fernanda Freitas
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
58.883745%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009.; A espécie Solenostemon scutellarioides é uma planta ornamental cultivada desde a era Victoriana, muito utilizada devido a grande diversidade de coloração, formato de folhas e hábitos de crescimento. Contudo, a grande instabilidade de coloração e formatos destas variedades tem dificultado sua exploração comercial. Dois ensaios foram conduzidos na Estação Experimental da Biologia, Campus da Universidade de Brasília. O objetivo do primeiro ensaio foi avaliar a segregação em cruzamentos naturais de Coléus (Solenostemon scutellarioides) e selecionar tipos para o mercado de plantas ornamentais. Sementes da espécie alvo foram semeadas em ambiente protegido (estufa do tipo “glasshouse”), em vasos de plástico de 4 L de capacidade, com miniestufa de plástico. A estufa apresentou durante o ensaio, temperatura média de 26,5° C, com amplitude entre 12,5° C e 42,5 ° C. O índice de sombreamento esteve em torno de 50%. Na medida em que as plantas foram se desenvolvendo e expandindo a lâmina foliar foi possível estabelecer, aproximadamente aos 30 dias da emergência, as características indicadoras de segregação genética. A segregação observada foi relatada mediante cálculos de porcentagem dos diferentes padrões encontrados. A alta segregação de Solenostemon scutellarioides...

Estudo do potencial agronómico, em estufa, de espécies de rizobio na cultura do grão-de-bico

Pinto, António; Adriano, Ilídio
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
78.239053%
O presente trabalho tem como principal objectivo avaliar o potencial biológico de seis espécies de rizobio, capazes de produzir nódulos na raiz do grão-de-bico (Cicer arietinum, L) com a intenção de seleccionar possíveis espécies que se destaquem nos parâmetros agronómicos estudados, para posterior fornecimento aos agricultores. As espécies ensaiadas foram oriundas de Espanha e isoladas no Departamento de Microbiologia e Genética da Universidade de Salamanca. Juntamente com estas espécies foram também estudadas as espécies de Mesorhizobium mediterraneum tipo e Mesorhizobium ciceri tipo consideradas de referência para a cultura do grão-de-bico, assim como as estirpes endógenas que funcionaram como testemunha. As estirpes que deram origem às espécies foram designadas, de acordo com a sua origem por RCA21 (Riego de la Vega, León); RCA08 (Riego de la Vega, León); FCA11 (Fuentesaúco, Zamora); PECA26 (Pedrosillo, Salamanca); VGCA02 (VegaGuatiza, Lanzarote); FCA08 (Fuentesaúco, Zamora); RCA13 (Riego de la Vega, León) e Testemunha (populações autóctones do solo da estufa. Estas estirpes foram identificadas por González (2003), nas seguintes espécies: Mesorhizobium mediterraneum (VGCA02); Mesorhizobium ciceri (FCA08 e PECA26); Mesorhizobium tianshanense (RCA08 e RCA21) e Mesorhizobium amorphae (FCA11 e RCA13). O ensaio foi instalado na estufa de plástico...

Avaliação de desempenho ambiental do sistema de gestão de resíduos de Nordeste (São Miguel)

Neves, André Iglésias
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.44939%
Dissertação de Mestrado em Ambiente, Saúde e Segurança.; Sendo os resíduos sólidos urbanos uma consequência directa das actividades diárias das sociedades, urge compreender de que modo evoluem no tempo as suas características principais, quer quantitativamente, quer qualitativamente, uma vez que têm profundas implicações na saúde pública e na qualidade dos ecossistemas. Modelos de gestão de resíduos sólidos urbanos adequados e eficientes, nomeadamente, em matéria de recolha, transporte, tratamento, valorização e eliminação dos resíduos produzidos, permitem uma mitigação substancial, ambiental e económica, dos impactes adversos decorrentes da sua inevitável produção. No sentido de avaliar o Desempenho Ambiental do Sistema de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos do concelho de Nordeste (São Miguel) foi aplicado um Modelo de Avaliação do Desempenho para Sistemas de Gestão de Resíduos Sólidos, considerando como referência o ano 2010. O Modelo de Avaliação do Desempenho Ambiental utilizado foi o Integrated Solid Waste Management (ISWM) (EPIC, 2002). Produziu-se um documento final, o Inventário Ambiental – Sistema de Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos (MSW), o qual contempla uma Análise de Inventário de Ciclo de Vida (ICV) para a energia consumida...

Eficiência de uso da radiação fotossinteticamente ativa pela cultura do tomateiro em diferentes ambientes

Radin,Bernadete; Bergamaschi,Homero; Reisser Junior,Carlos; Barni,Nídio Antonio; Matzenauer,Ronaldo; Didoné,Ivo Antônio
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 Português
Relevância na Pesquisa
58.509478%
A produção de biomassa pelas culturas está relacionada à quantidade de radiação fotossinteticamente ativa interceptada e absorvida pelas folhas, bem como à eficiência com que estas convertem a energia radiante em energia química, pela fotossíntese. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de uso da radiação fotossinteticamente ativa pelo tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.) cultivado em diferentes ambientes. Os experimentos foram realizados em estufa de plástico com e sem tela lateral antiinsetos e fora da estufa, em duas épocas (primavera-verão e verão-outono), no ano agrícola de 1999/2000. Mediu-se a matéria seca aérea e o índice de área foliar ao longo dos dois ciclos, assim como os fluxos de radiação incidente e transmitida. O ambiente em estufa com tela lateral antiinsetos teve menos radiação incidente e maior eficiência de seu uso: 0,44 e 0,60 g de matéria seca mol-1, nas primeira e segunda épocas, respectivamente. No ambiente fora da estufa, com mais radiação incidente, houve menor eficiência de seu uso (0,30 e 0,32 g mol-1), enquanto no ambiente em estufa sem tela lateral antiinsetos, foram obtidos valores intermediários de eficiência de uso da radiação (0,45 e 0,53 g mol-1).

Incidência da varíola, causada por Asperisporium caricae, em folhas de mamoeiros submetidos ao manejo orgânico, em diferentes ambientes de cultivo

Martelleto,Luiz Aurélio Peres; Ribeiro,Raul de Lucena Duarte; Carmo,Margarida Goréte Ferreira do; Sudo-Martelleto,Mariluci; Goes,Antonio de
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
59.014116%
Mudas de mamoeiro da cultivar Baixinho de Santa Amália foram transplantadas para covas de 40x60x40 cm, em áreas de três estruturas contíguas: (a) estufa sombreada (cobertura de plástico), (b) estufa sombreada + sombrite (cobertura adicional de sombrite com 30% de sombreamento sobre o plástico) e (c) telado (cobertura exclusiva de sombrite 30%). Ao lado de tais estruturas foi implantada uma área de cultivo de mamoeiro em ambiente natural. Os tratos culturais aplicados foram os condizentes às normas técnicas vigentes na agricultura orgânica. As irrigações foram procedidas com mangueira plástica, evitando-se molhar folhas e frutos. Aos 45 dias pós-transplantio e, subseqüentemente, a intervalos mensais, as plantas foram inspecionadas em relação à incidência de lesões foliares causada pelo fungo Asperisporium caricae. Para efeito de análise estatística, após o teste de homogeneidade das variâncias, foram consideradas quatro repetições por ambiente (tratamento), com seis plantas úteis por parcela. O modelo de quantificação da doença indicou efeito altamente significativo dos ambientes protegidos, estufa e estufa sombreada, quanto à incidência de sintomas, em comparação com ambientes de telado e em área natural de cultivo. Durante os 12 meses de avaliações foi constatada alta correlação entre incidência da doença e pluviosidade e umidade relativa do ar. As estruturas cobertas com plástico demonstraram alto potencial de controle de A. caricae...

Crescimento de cultivares de alface conduzidas em estufa e a campo

Radin,Bernadete; Reisser Júnior,Carlos; Matzenauer,Ronaldo; Bergamaschi,Homero
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
88.87096%
Alguns indicadores de crescimento das cultivares de alface Verônica, Marisa e Regina foram analisados, através de um experimento em estufa de plástico e a campo, de 15/04 a 03/06/99, na FEPAGRO, em Eldorado do Sul (RS). As amostragens das plantas iniciaram-se uma semana após o transplante e prosseguiram (semanalmente) até o final do ciclo da cultura. As plantas cultivadas em estufa, apresentaram aumento na massa de matéria fresca e seca foliar, na área foliar e área foliar específica e no número de folhas. Além disso, o ciclo da cultura foi reduzido, quando comparada àquela cultivada a campo. As cultivares não apresentaram diferença entre si quando cultivadas em ambiente de estufa, mas, em condições de campo, a cultivar Regina apresentou maior número de folhas e maior índice de área foliar do que as cultivares Marisa e Verônica.

Fertilidade do solo e rendimento do tomateiro em estufa de plástico

Veduim,Juceli Vicente Rigue; Bartz,Hardi Rene
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1998 Português
Relevância na Pesquisa
108.88104%
O objetivo deste experimento foi avaliar a resposta à adubação mineral do tomateiro cultivado no interior de estufa de plástico em solo Podzólico vermelho-amarelo de textura média e também avaliar a fertilidade do solo nas estufas da região de abrangendo da Emater Regional de Santa Maria. Os tratamentos consistiram de 0, 1, 3 e 5 vezes a recomendação de adubação, no delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. O experimento foi realizado em dois períodos, com semeaduras em 19 de agosto de 1995 (período inverno-primavera) e 3 de fevereiro de 1996 (período outono-inverno). Utilizou-se o híbrido Monte Carlo do grupo Salada, com hábito de crescimento indeterminado, conduzido com uma haste por planta e com espaçamento de l,0m entre fileiras e 30cm entre plantas. Para avaliar a fertilidade do solo no interior das estufas de 40 municípios mais representativos da plasticultura da região, amostras de solo foram retiradas a 5cm da base da planta, nas profundidades de 0-10cm e 10-20cm e, posteriormente determinou-se os teores de P, K, Ca, Mg, Al, %M.O., teor de argila e pH em água. O ajuste matemático do rendimento de frutos do tomateiro em função das doses de adubação, na análise conjunta dos experimentos...

Maturação da uva niágara rosada cultivada em estufa de plástico e a céu aberto

Schiedeck,Gustavo; Miele,Alberto; Barradas,Carlos Iguassu Nogueira; Mandelli,Francisco
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 Português
Relevância na Pesquisa
88.87772%
Objetivando avaliar o efeito da estufa de plástico na evolução da maturação da uva Vitis labrusca L. cv. Niágara Rosada, conduziu-se este experimento de julho de 1994 a janeiro de 1995, em Bento Gonçalves, RS. As plantas foram submetidas a dois sistemas de cultivo (estufa e a céu aberto) e a três épocas de poda (21 de julho, 1º e 11 de agosto de 1994). Avaliaram-se a evolução do ºBrix, densidade, pH, acidez total e ºBrix/acidez total do mosto. Videiras cultivadas na estufa propiciaram, em todas as épocas de poda, uma maior precocidade na maturação da uva. Esta precocidade foi de 17 a 25 dias (média de 21 dias) quando a uva atingiu 15ºBrix e de 20 a 33 dias (média de 27 dias) com 18ºBrix, variando em função da data de poda. Considerando o efeito da estufa na fenologia da videira e a época de poda, verificou-se que a poda mais precoce proporcionou uma antecipação da maturação da uva de 32 dias e preços cinco vezes maiores quando comparada com a época normal da poda da videira na Serra Gaúcha.

Influencia da densidade de plantas e da poda apical drastica na produtividade do tomateiro em estufa de plastico.

STRECK, N.A.; BURIOL, G.A.; ANDRIOLO, J.L.; SANDRI, M.A.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.7, p.1105-12, jul.1998. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.7, p.1105-12, jul.1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.39369%
Avaliou-se o efeito simultaneo da densidade de plantas e da poda apical sobre a produtividade do tomateiro (Lycopersicon esculentum), var. Monte Carlo, cultivado em estufa de plastico no periodo inverno-primavera, em Santa Maria, RS. As densidades comparadas foram 20.000, 40.000, 80.000 e 100.000 plantas ha. conduzidas com duas e tres inflorescencias planta e 30.000 e 40.000 plantas ha. conduzidas com sete inflorescencia planta. A produtividade de frutos comercializaveis nas densidades de 80.000 e 100.000 plantas ha. conduzidas com tres inflorescencias planta foi similar aos tratamentos com sete inflorescencia, tomados como testemunhas. Nos tratamentos com duas e tres inflorescencia planta 80% da producao foi colhida em cinco semanas, enquanto que nos tratamentos testemunha, em sete semanas.; 1998

Efeito da densidade de plantas sobre a produtividade do tomateiro cultivado em estufa de plastico.

STRECK, N.A.; BURIOL, G.A.; SCHNEIDER, F.M.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.31, n.2, p.105-112, fev.1996. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.31, n.2, p.105-112, fev.1996.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
68.429585%
Avaliou-se a produtividade do tomateiro em resposta a densidade de plantas cultivado no interior de estufa de plastico em Santa Maria, RS. Os tratamentos foram 20.000, 30.000, 40.000 e 50.000 plantas/ha. Utilizou-se o hibrido Monte Carlo do grupo Salada, com habito de crescimento indeterminado e frutos pluriloculados, conduzido com uma haste por planta e fileiras espacadas de 1 m. O experimento foi realizado em dois periodos, com semeaduras em 5/7/91 (periodo inverno-primavera) e 17/2/92 (periodo outono-inverno). A produtividade precoce de frutos foi crescente linear com o aumento da densidade de plantas no periodo inverno-primavera e crescente quadratica na epoca de outono-inverno. A produtividade total de frutos comercializaveis foi crescente quadratica com o aumento da densidade de plantas no periodo inverno-primavera, e nao houve tendencia de resposta no periodo outono-inverno. A maxima produtividade precoce, acumulada ate a quinta inflorescencia, e o total de frutos comercializaveis do tomateiro, estimados pelas equacoes de regressao, foram obtidos com densidades proximas a 40.000 plantas/ha.; 1996

Eficiência de uso da radiação fotossinteticamente ativa pela cultura do tomateiro em diferentes ambientes.

RADIN, B.; BERGAMASCHI, H.; REISSER JUNIOR, C.; BARNI, N.A.; MATZENAUER, R.; DIDONÉ, I.A.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.38, nº 9, p.1017-1023, set. 2003. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.38, nº 9, p.1017-1023, set. 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
58.509478%
A produção de biomassa pelas culturas está relacionada à quantidade de radiação fotossinteticamente ativa interceptada e absorvida pelas folhas, bem como à eficiência com que estas convertem a energia radiante em energia química, pela fotossíntese. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de uso da radiação fotossinteticamente ativa pelo tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.) cultivado em diferentes ambientes. Os experimentos foram realizados em estufa de plástico com e sem tela lateral antiinsetos e fora da estufa, em duas épocas (primavera-verão e verão-outono), no ano agrícola de 1999/2000. Mediu-se a matéria seca aérea e o índice de área foliar ao longo dos dois ciclos, assim como os fluxos de radiação incidente e transmitida. O ambiente em estufa com tela lateral antiinsetos teve menos radiação incidente e maior eficiência de seu uso: 0,44 e 0,60 g de matéria seca mol-1, nas primeira e segunda épocas, respectivamente. No ambiente fora da estufa, com mais radiação incidente, houve menor eficiência de seu uso (0,30 e 0,32 g mol-1), enquanto no ambiente em estufa sem tela lateral antiinsetos, foram obtidos valores intermediários de eficiência de uso da radiação (0,45 e 0,53 g mol-1).; 2003

Atividade dos óleos essenciais de mentha piperita, cymbopogon scoenanthus, cymbopogon martinii e rosmarinus officinalis sobre larvas de rhipicephalus (boophilus) microplus

KATIKI, L. M.; CHAGAS, A. C. de S.; OLIVEIRA, M. C. de S.; VERÍSSIMO, C. J.; FERRENZINI, J.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA, 15.; SEMINÁRIO DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA DOS PAÍSES DO MERCUSUL, 2., 2008, Curitiba. Anais... Curitiba: CBPV, 2008. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA, 15.; SEMINÁRIO DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA DOS PAÍSES DO MERCUSUL, 2., 2008, Curitiba. Anais... Curitiba: CBPV, 2008.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM
Português
Relevância na Pesquisa
67.603096%
A crescente resistência do carrapato R. microplus aos acaricidas sintéticos tornou-se grande problemas para os pecuaristas brasileiros. O uso de extratos de várias plantas têm demonstrado atividade acaricida e sua aplicação é uma alternativa ao uso de produtos com alta toxicidade. Assim, o objetivo do trabalho foi verificar a ação acaricida dos óleos essenciais de Mentha piperita, Cymbopogon scoenanthus, Cymbopogon martinii e Rosmarinus officinalis sobre larvas de R. microplus. O experimento foi realizado no Laboratório de Sanidade Animal da Embrapa (São Carlos-SP). Os óleos essenciais foram adquiridos comercialmente, solubilizados com Tween 80 a 1% e diluídos com água nas concentrações 2,5%, 5% e 10%. Aproximadamente 100 larvas foram colocadas entre quadrados de papel filtro (2x2) recém impregnados com as diferentes concentrações de óleo e inseridas em envelopes, também de papel filtro e vedado com pregadores de plástico. Todos os testes foram feitos com 3 repetições. As amostras ficaram em estufa a 27°C e aproximadamente 80% UR. As leituras foram feitas após 24 horas, contando-se as larvas vivas e as mortas com auxílio de uma bomba a vácuo com uma ponteira adaptada à ponta. Os óleos de C. scoenanthus...

Secagem de madeira serrada em estufa solar e sua comparação com os metodos convencionais

Santini, Elio Jose
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.528633%
O presente estudo envolveu o desenvolvimento de uma estufa para secar madeira, composta basicamente de uma estrutura, uma cobertura tripla de plástico transparente e um sistema de circulação do ar, cujo aquecimento é feito apenas pela energia solar. Os resultados da secagem foram compara - dos com aqueles obtidos através de dois métodos tradicionalmente empregados - a secagem ao ar livre e a convencional -, principalmente no que tange a tempo de secagem, variação do teor de umidade, taxa de secagem, contração da madeira, qualidade do material e custos de secagem. A espécie utilizada para este fim foi Ocotea catharinensis Mez, sendo que em cada método foram secadas três pilhas de madeira de aproximadamente 0,8m cúbicos.O estudo foi desenvolvido em Curitiba, Estado do Paraná/Brasil. Os resultados de alguns testes previamente realizados demonstraram que o uso de uma cobertura transparente tripla e de um isolamento apropriado para as superfícies sólidas possibilitam um excelente sistema de isolamento da estufa solar contra as perdas de calor. Este fato foi comprovado por ocasião da secagem quando a temperatura interna manteve-se acima de 30ºC mesmo durante à noite. Além disso, apesar das diferenças climáticas oriundas da localização geográfica...

Uso de nitrogênio no cultivo de arroz irrigado e seus efeitos no solo, na planta e na emissão de óxido nitroso; Use of nitrogen in the cultivation of rice and its effects on soil, lant and nitrous oxide emission

CARVALHO, Glaucilene Duarte
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.027617%
In wetland soils are countless electrochemical changes, among the most influenced by anaerobic conditions is nitrogen. The rice crop also determine changes in the process, either by the nutrient uptake or by changes in the rhizosphere. The nitrogen can guarantee high yields of rice, however, due to the inadequate use of nitrogen can have nitrous oxide, which is a greenhouse gas. In this context, the research aimed to determine the effects of nitrogen fertilizer in flooded lowland soils in soil chemistry and soil solution on the plants and the emission of nitrous oxide. The experiment was conducted in pots at Embrapa Rice and Beans. The treatments consisted of two rice genotypes (BRS Tropical and BRA 051130) and three nitrogen (0, 150 and 300 mg N kg-1 soil). The experimental design was randomized blocks with split plots. The flooding of the vessels took place on the fifteenth day after planting. The collection solution was given 1, 3, 7, 14, 28, 39, 59, 67, 102 days after flooding. The collection system consisted of a perforated plastic pipe and secured in the vessel walls, being closed at the ends. The solution was suctioned through a syringe and then analyzed on Ca, Mg, K, P, Fe, Mn, NO3 -, NH4 +, pH and Eh (directly to the pots). After the experiment was made at the soil sampling vessel...

Cultivo orgânico do mamoeiro 'Baixinho de Santa Amália' em diferentes ambientes de proteção

Martelleto,Luiz Aurélio Peres; Ribeiro,Raul de Lucena Duarte; Sudo-Martelleto,Mariluci; Vasconcellos,Marco Antônio da Silva; Marin,Sérgio Lúcio David; Pereira,Maurício Ballesteiro
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
58.436357%
Mudas de mamoeiro da cv. Baixinho de Santa Amália (grupo 'Solo') foram transplantadas para três estruturas contíguas: (a) estufa com cobertura de plástico, (b) estufa sombreada com cobertura adicional de sombrite (30%, sobre o plástico) e (c) telado com cobertura exclusiva de sombrite (30%), estabelecendo-se, ao lado, uma área de cultivo em ambiente natural. Nas estufas, as partes laterais e frontais foram revestidas com tela antiafídica. No momento do transplantio e a intervalos mensais subseqüentes, durante o primeiro ano de cultivo, as plantas foram avaliadas em relação a: altura, diâmetro basal do tronco, número de folhas ativas e área foliar. O manejo e tratos culturais empregados obedeceram às normas técnicas constantes da legislação nacional relativa à agricultura orgânica. Desde a primeira colheita, foram contados e pesados todos os frutos produzidos. Em comparação ao ambiente natural, os cultivos protegidos proporcionaram aumentos na altura da planta além de 20%; nas estufas, particularmente naquela sem cobertura adicional de sombrite, ocorreram efeitos de aumento do diâmetro basal do tronco (30%), índice de enfolhamento (20%) e área foliar (36%); o cultivo orgânico do mamoeiro no interior das estufas possibilitou acréscimos altamente significativos no desenvolvimento e na produção de frutos orgânicos de padrão comercial (67% em peso e 49% em número). Deve-se ressaltar...

Expressão da esterilidade feminina e da carpeloidia em mamoeiro sob diferentes ambientes de cultivo protegido

Martelleto,Luiz Aurélio Peres; Ribeiro,Raul de Lucena Duarte; Sudo-Martelleto,Mariluci; Vasconcellos,Marco Antônio da Silva; Pereira,Maurício Ballesteiro
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.66008%
O presente estudo teve por objetivo avaliar a ocorrência de esterilidade feminina e de carpeloidia em mamoeiros hermafroditas 'Baixinho-de-Santa Amália' cultivados sob manejo orgânico, em diferentes tipos de ambiente de proteção,e conduzido com ou sem bifurcação do tronco no transcorrer das quatro estações do ano. Foram construídos três tipos de estruturas de proteção contíguas: (i) estufa (cobertura de plástico); (ii) estufa sombreada (cobertura adicional de tela 'sombrite' - 30% sobre o plástico), e (iii) telado (cobertura exclusiva de tela 'sombrite' - 30%), ao lado de uma área de ambiente natural, a pleno sol. Nestes locais, foram cultivados, dentro das normas técnicas da agricultura orgânica, mamoeiros da cv. Baixinho-de-Santa-Amália. Em metade das plantas, abrangendo todos os ambientes de cultivo, a gema apical foi incisada, logo após a sexagem, visando à bifurcação do tronco. Para efeito de análise de variância, foram considerados quatro blocos por ambiente de cultivo, tendo cada bloco três repetições relativas ao modo de condução das plantas (com e sem bifurcação do tronco). Para análise estatística, procedeu-se à "análise conjunta de experimentos", no caso, os ambientes de cultivo. Nos mamoeiros com tronco bifurcado...