Página 1 dos resultados de 198 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

As teorias da origem das espécies nos manuais escolares portugueses de Ciências Naturais (1905-1959)

Cavadas, Bento
Fonte: Departamento de Educação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Publicador: Departamento de Educação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
27.38%
O ensino das teorias da origem das espécies no sistema de ensino liceal português ainda não está completamente esclarecido. Esta investigação visou contribuir para essa clarificação, ao mostrar o modo como os autores dos manuais de Ciências Naturais destinados ao ensino liceal, fizeram essa transposição, no período compreendido entre 1905 e 1959. Para tal, estudaram-se as perspectivas e as teorias da origem das espécies, os mecanismos e as provas do evolucionismo que apresentaram. Os resultados mostraram que a tipologia diversificada de mecanismos e de provas de evolução que transpuseram, evidencia que a argumentação em prol do evolucionismo continuou a dominar o discurso dos autores dos manuais desse período. Contudo, concorreram nesses manuais diversas explicações para a evolução das espécies, como o lamarckismo, o neolamarckismo, o darwinismo, o neodarwinismo, a ortogénese, o mutacionismo e o transformismo teísta. The teaching of the origin of species theories in the Portuguese secondary education hasn’t been completely clear yet. This investigation aimed to contribute to this clarification, showing the way the authors of secondary schools science textbooks, did that transposition, from 1905 to 1959. Therefore...

A mlitância em torno da glorificação de Euclides da Cunha: um projeto político-ideológico; The militancy around the glorification of Euclides da Cunha: a political-ideological project

Souza, Natalia Peixoto Bravo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
Este trabalho teve como principal objetivo discutir e analisar o papel de intelectuais cariocas das décadas de 30 e 40 do século XX na popularização de Euclides da Cunha e na construção de uma imagem que associa o escritor ao pensamento positivista. Para fundamentar a discussão e a análise, são analisados os conceitos de positivismo e evolucionismo, as trajetórias profissionais dos intelectuais citados, a militância dos mesmos no Grêmio Euclides da Cunha do Rio de Janeiro e a importância de suas atuações para a divulgação não só da obra de Euclides da Cunha, mas de uma interpretação específica sobre ela e sobre seu autor, contribuindo para cristalizar a noção de que Euclides da Cunha foi positivista.; This work had as main objective to discuss and analyze the role of intellectuals in Rio at the decades of the 30th and 40th century in the popularization of Euclides da Cunha and the construction of an image that links the writer to positivist thinking. To support the discussion and analysis this work reviews the concepts of positivism and evolutionism, the career paths of intellectuals mentioned, the militancy of the same with Gremio Euclides da Cunha of Rio de Janeiro and the importance of their actions to disseminate not only the work of Euclides da Cunha...

A natureza teleológica do princípio darwiniano de seleção natural : a articulação do metafísico e do epistemológico na origem das espécies

Regner, Anna Carolina Krebs Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
A presente tese tem por objetivo o exame da natureza explicativa do princípio de seleção natural (PSN) na Origem das Espécies de Charles Darwin, enquanto tal princípio exibe uma natureza teleológica, como ponto de articulação entre suas dimensões metafísica e epistemológica. A motivação inicial para este estudo encontrou-se num interesse mais profundo pela questão da "racionalidade", através do exame das relações entre ciência e nÃo-ciência provocada pelo reacender-se das discussões sobre evolucionismo versus criacionismo, nas escolas norte-americanas na década de 80. Todavia, uma detida leitura da Origem e o rastreamento de seu questionamento na trajetória intelectual de Darwin buscando empreender uma análise cuidadosa da teoria darwiniana como exigência prévia àquele exame mostrou-se, por si só, filosoficamente tão rica e absorvente, que direcionou a essa análise todos os esforços da presente tese. De imediato, o caráter multifacético dos padrões explicativos e das estratégias argumentativas encontradas na elaboração e defesa da teoria apresentada por Darwin na Origem das Espécies indicava a relevância de uma análise de PSN para a história e filosofia da ciência. De sua leitura igualmente aflorava uma nova abordagem para a questão teleológica...

O racismo como questão epistemológica: uma interpretação do discurso religioso evolucionista da Igreja Universal do Reino de Deus

Petean, Antonio Carlos Lopes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 216 f.
Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Sociais - FCLAR; O racismo é um fenômeno que está presente nas relações sociais e acompanhou a modernidade. Ele moldou as relações entre grupos humanos durante a expansão marítima comercial européia, acompanhou o desenvolvimento do capitalismo, da industrialização e urbanização. Pode-se dizer que o racismo e suas manifestações de xenofobismo, segregação, e discriminação foram responsáveis por inúmeros massacres, genocídios e etnocídios. Mas se estas práticas estiveram quase sempre presentes no relacionamento entre grupos humanos, cabe dizer que o racismo é transnacional e no Brasil ele se apresentou como política pública do Estado imperial republicano. A política do branqueamento praticada no Brasil durante boa parte de sua história baseava-se no racismo científico, no darwinismo social e na ideologia do progresso. A presente pesquisa tem por objetivo identificar a renovação do racismo e da política de branqueamento. A hipótese dessa pesquisa está centralizada na análise do discurso da igreja Universal do Reino de Deus. Através dos discursos desta denominação religiosa, acredita-se que se pode identificar todos os elementos indicativos de crença no progresso e no evolucionismo...

Análise da teoria evolucionista nos livros didáticos do PNLD - 2012 na educação básica

Barcelos, Luciana Eugênio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 49 f.
Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
A preocupação com o ensino da Evolução não é recente. Diversos pesquisadores fazem apontamentos de como é frequente nos livros de didáticos de biologia adotados no Brasil, a abordagem do tema como uma teoria acabada concluída e, desprovida de contextualização histórica para compreensão por parte dos alunos de como os conceitos foram desenvolvidos ao longo do tempo. Os pesquisadores relatam que a maior dificuldade dos alunos em compreender os conceitos ou a teoria da evolução está nos recorrentes equívocos conceituais e históricos presentes nos livros didáticos. Portanto, o presente trabalho tem por objetivo elaborar uma revisão bibliográfica, do que os teóricos especialistas na área do ensino de ciências têm apresentado sobre a Teoria da Evolução e o Ensino de Evolucionismo e qual tem sido a abordagem nos livros didáticos para o ensino público. A pesquisa constitui-se de análise bibliográfica, desenvolvida com base em material já elaborado, consultas em fontes bibliográficas do tipo: livros de leitura corrente de divulgação e publicações periódicas. Sendo a análise desse material de cunho qualitativo. A primeira etapa consistiu da escolha do tema e um levantamento preliminar do assunto. As etapas seguintes foram: o levantamento bibliográfico...

Darwinismo social e educação no Brasil

Antonio Carlos Bergo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/1993 Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
A tese propõe expor as idáis européias que influenciaram o pensamento brasileiro e que conexão tiveram com a realidade que corresponde ao século XIX no Brasil. AS idéias européias de que falo são as desenvolvidas pelo darwinismo e como foi feito dele na própria Europa. A 1º parte trata das influências econômicas que tiveram influências em Darwin, Spencer e seus seguidores; e o que depois se convencionou chamar de "darwinismo social". É importante a presença de Spencer por ser um dos fundadores da sociologia como ciência e por ter organizado uma cosmovisão do estágio do capitalismo no século XIX. A 2 º parte trata das influências deles na realidade brasileira e nos seguidores como Tobias Barreto, Silvio Romero e Clóvis Bevilácqua. Foram estes que pensam em um novo modelo nas idéias do evolucionismo e na adequação do Brasil às novas mudanças mundiais. A parte trata especificamente da obra pedagógica de Spencer resultado de sua cosmovisão geral. É a proposta e sintese de toda a nova educação liberal que chegam para superar a tradição obsoleta ao novo momento da história. Conclui pela influência na educação brasileira, no curriculo das escolas e no pensamento de Silvio Romero sobre a educação

Simulacros da criação : aspectos da polemica evolucionismo versus criacionismo

Nilson Candido Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2003 Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
Esta dissertação analisa a relação existente entre o discurso de divulgação científica evolucionista neodarwinista e o discurso criacionista conservador. O neodarwinismo, neste trabalho, representa o pensamento atual das diversas correntes da Biologia que seguem o modelo estruturado por Charles Darwin, a partir de sua obra A Origem das Espécies. O criacionismo conservador, também conhecido por fundamentalista, é a ala que interpreta o texto do Gênesis sobre a criação do mundo de forma literal. Esta formação discursiva contrapõe-se ao criacionismo "liberal", que é a ala criacionista que interpreta o Gênesis como literatura metafórica e/ou mitológica. Este trabalho, que analisa, principalmente, matérias da revista" Veja" que circularam no decorrer da última década, tem como discurso de referência o neodarwinismo e é fundamentado na teoria da Análise do Discurso francesa, especialmente nos conceitos de interdiscurso, semântica de base, interincompreensão, polêmica e simulacros discursivos propostos por Maingueneau. Verifica-se que a base semântica do discurso neodarwinista é fundamentada nas seguintes unidades lexicais: acaso, natureza, acidente (vi ver-por-viver), Homem-animal-comum/primata, evolução e milhões/bilhões-de-anos/eras. Atesta-se também...

Evolucionismo e criacionismo : aspectos de uma polemica; Evolutionism and creationism : aspects of a polemic

Nilson Candido Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Esta tese analisa a relação existente entre o discurso de divulgação científica neodarwinista e o discurso criacionista conservador. O neodarwinismo, neste estudo, representa o pensamento atual das diversas correntes da Biologia que seguem o modelo estruturado por Charles Darwin, a partir de sua obra A Origem das Espécies. O criacionismo conservador, também conhecido por fundamentalista, interpreta o texto do Gênesis sobre a criação do mundo de forma literal. Este trabalho, que analisa, principalmente, matérias da revista "Veja" que circularam no período de 1993 a 2002, tem como discurso de referência o neodarwinismo e é fundamentado na teoria da Análise do Discurso francesa, especialmente nos conceitos de interdiscurso, semântica de base, interincompreensão, polêmica e simulacros discursivos propostos por Maingueneau. Verifica-se que a base semântica do discurso neodarwinista é fundamentada nas seguintes unidades lexicais: acaso, natureza, acidente, primata, evolução e milhões-de-anos/eras. A semântica de base do criacionismo conservador é construída a partir das seguintes unidades lexicais: projeto, Criador/Deus, propósito, Adão, criação e dias-da-criação. O foco da polêmica entre esses discursos está centralizado no item lexical "acaso" e seu oposto "projeto". Isso porque admitir que há "projeto" acarreta em admitir-se que há projetista e...

Cadencias e decadencias do Brasil : (o futuro da nação a sobra de Darwin, Haeckel e Spencer); Cadence and decadence of Brasil : the shadow of Darwin, Haeckel and Spencer over national future

Carlos Alberto Doria
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
À constituição de uma nova nação corresponde também a formação da idéia que a expressa, o modo de representá-la como objeto do pensamento que abarca os seus caracteres sociais, culturais, econômicos, geográficos, históricos e políticos. O propósito dessa tese é estudar a formação desse objeto de pensamento primeiro como um requerimento da filosofia da história do século XIX e, depois, como noção trabalhada no bojo das teorias evolucionistas do período até ela se materializar através da “arte de governar”. A orientação do estudo é, portanto, dispor a nação como conceito em formação segundo a diretriz de integração dos seus vários componentes. Os autores em cujos textos se persegue esse processo são, com prioridade, Euclides da Cunha, Manoel Bomfim e Silvio Romero e, secundariamente, Oliveira Vianna. A tese está dividida em quatro partes e nove capítulos. Na primeira parte, em três capítulos, são expostas as hipóteses do trabalho, o enquadramento histórico do tema e a diretriz de integração que orienta metodologicamente o estudo. Na segunda parte, composta por um capítulo, trata-se da filosofia da história como gênero literário típico do século XIX e dos problemas da absorção de uma nação nova nesse nível de representação da história...

As funções de Funcções do Cérebro- 1876: um estudo do evolucionismo de Domingues Guedes Cabral - 1852-1883

Pereira Filho, Roberto Sobreira
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
O livro Funcções do Cerebro (1876), do médico baiano Domingos Guedes Cabral (1852-1883), é reconhecido como um dos primeiros trabalhos nacionais a expor e defender teorias darwinistas. A importância deste fato liga-se diretamente à dinâmica do final do século XIX, quando os intelectuais brasileiros dialogavam intensamente com teorias européias a fim de interpretar os problemas nacionais contemporâneos, tais como Guerra do Paraguai, escravidão, regime político, adoção de mão de obra imigrante e educação do povo. Ciente da necessidade de maiores investigações em relação à recepção das teorias evolucionistas no Brasil, este trabalho se propôs a investigar o livro Funcções do Cerebro (1876) perseguindo dois objetivos principais: 1) esclarecer como Guedes Cabral compreendeu e utilizou o evolucionismo em sua argumentação e 2) demonstrar a finalidade do argumento de Guedes Cabral, ou seja, qual o sentido que suas idéias apresentam. Como orientação metodológica foram utilizados os trabalhos de Jean Baptiste Lamarck (1744­1829), Herbert Spencer (1820-1903), Charles Darwin (1809-1882), e Ernst Haeckel (1834­1919), além das discussões de Mayr (1998) e John C. Greene (1981) acerca dos significados do termo darwinismo.

O evolucionismo cultural e o planeamento urbano e regional : texto em memória dos 150 anos do nascimento de Sir Patrick Geddes (1854-1932)

Sarmento, João Carlos Vicente
Fonte: Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho Publicador: Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
O principal objectivo deste artigo é o de assinalar os 150 anos do nascimento do biólogo escocês Patrick Geddes, debruçando-se na sua vida e obra, que em muito se cruzam com os caminhos da história da geografia como disciplina científica, e em particular com o desenvolvimento e evolução do planeamento urbano e regional. Primeiramente são abordadas as influências científicas que recebeu, seguidas da discussão de alguns dos mais importantes contributos científicos que deixou, como sejam a Outlook Tower como observatório científico e Museu-Índice do mundo, os conceitos de Cidade-Região, de Secção de Vale e de Conurbação. Por fim são brevemente analisadas as influências que deixou em diversas pessoas, nomeadamente Mumford, Herbertson, Fleure e Abercrombie.; The principal aim of this paper is to commemorate the 150th anniversary of the Scottish biologist Patrick Geddes, by approaching his life and works, which in many ways cross the paths of the history of geography as a scientific discipline, and in particular those of the development and evolution of urban and regional planning. Firstly I investigate the scientific influences which Geddes has received, followed by a discussion of some of the most important scientific contributions he has given...

Edward Tylor e a extraordinária evolução religiosa da humanidade

Delgado Rosa, Frederico
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.08%
Cadernos de Campo. Revista dos alunos de pós-graduação em Antropologia Social da USP, ano 19, Jan.-Dez. 2010, pág. 297-308.; Contrariamente a certos preconceitos sobre a Antropologia vitoriana, o presente artigo procura demonstrar que Edward Tylor não procurou acentuar as diferenças entre nós e os selvagens, mas pelo contrário demonstrar a comunhão profunda, de origem pré-histórica, entre as religiões de uns e outros. A humanidade dita civilizada não vivia num estádio de ciência, mas num mundo impregnado de animismo, de caóticas contradições entre as crenças adaptadas pela erudição teológica, as meras sobrevivências sem sentido e os ressurgimentos de fenómenos espiritistas e mediúnicos que se julgavam há muito desaparecidos. Mais do que um exemplo de evolucionismo dogmático, sua obra Primitive Culture é uma tentativa de responder à questão das repetições de conteúdo e das limitações flagrantes ou básicas do pensamento humano, em todos os tempos e lugares, em matéria de imaginação de entidades sobrenaturais. Uma questão que foi abandonada pela Antropologia do século XX, mas que continua sem resposta.

As funções de um cérebro darwinista: Guedes Cabral e o evolucionismo de Funções do cérebro (1876)

Pereira Filho,Roberto Sobreira; Waizbort,Ricardo
Fonte: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.69%
O livro Funções do cérebro , do médico Domingos Guedes Cabral, é reconhecido como um dos primeiros trabalhos nacionais a defender teorias darwinistas. Ciente da necessidade de mais estudos sobre a recepção do evolucionismo no Brasil, este trabalho investiga a referida obra procurando esclarecer como Guedes Cabral utilizou o evolucionismo em sua argumentação e demonstrar a finalidade de seus argumentos no contexto histórico apresentado. Os resultados apontam para o uso do evolucionismo como parte tanto de um projeto ideológico quanto de uma teoria eugênica incipiente, desenvolvida posteriormente, no início do século XX.

Nina Rodrigues: sua interpretação do evolucionismo social e da psicologia das massas nos primórdios da psicologia social brasileira

Chaves,Evenice Santos
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.56%
O artigo aborda a influência de idéias advindas do Evolucionismo Biológico, Social e da Psicologia das Massas nos primórdios da Psicologia Social brasileira. No final do século XIX, formulações de Spencer e Darwin sobre as culturas e raças influenciaram na estruturação do paradigma do evolucionismo social, o qual foi impulsionado na Bahia por Nina Rodrigues. Ele elaborou descrições de aspectos culturais brasileiros e de tipos humanos e teorizou sobre o movimento social de Canudos. O racismo científico manteve-se hegemônico até a década de 1930. Perdeu terreno; entretanto, o racismo permaneceu como uma categoria ideológica. Na Psicologia Social contemporânea são escassos os estudos sobre o tema.

Evolucionismo: Darwin y enfoques actuales

González, Wenceslao J. (ed. lit.)
Fonte: Netbiblo Publicador: Netbiblo
Tipo: info:eu-repo/semantics/book; info:eu-repo/semantics/publishedVeresion
Português
Relevância na Pesquisa
27.56%
[Resumen] Hoy el evolucionismo aparece como un ámbito con múltiples vertientes, entre ellas está la dimensión histórica y la perspectiva filosófica. Mediante el análisis histórico se pone de relieve que hay una clara diversidad en cuanto a los evolucionismos que han de ser evaluados: el darwinismo es una concepción clave, que ha estado precedida y seguida por otras posturas evolucionistas. El estudio filosófico-metodológico de estos evolucionismos -entre ellos, la influyente concepción desarrollada por Charles Darwin- tiene una riqueza que excede los contenidos de cualquier libro al uso. El libro resalta que el evolucionismo tiene una gran influencia sobre la Ciencia -sobre todo en Biología-, que tiene consecuencias filosóficas que son relevantes tanto para la Filosofía y Metodología general de la Ciencia como para los dominios especiales (la Filosofía de la Biología, la Filosofía de la Economía, etc.). Además, el evolucionismo posee una innegable repercusión en partes centrales de la Filosofía, tales como la Teoría del Conocimiento, la Metafísica y la Ética.

SÍLVIO ROMERO, EUCLYDES DA CUNHA, MANOEL BOMFIM E O EVOLUCIONISMO SOCIOLÓGICO; SÍLVIO ROMERO, EUCLYDES DA CUNHA, MANOEL BOMFIM E O EVOLUCIONISMO SOCIOLÓGICO

Rezende, Maria José de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
27.56%
Refletir sobre as influências do evolucionismo sociológico nas discussões empreendidas por três pensadores brasileiros do final do século XIX e início do XX E o objetivo deste artigo. Suas obras revelam tanto as primeiras tentativas de construir uma interpretação do Brasil dentro dos pressupostos de Herben Spencer. como um diálogo crítico. em vista das singularidades brasileiras, com o evolucionismo socioló-gico. Havia uma tensão latente nas reflexões de E. da Cunha, S. Romero c Manoel Borrifem quanto ao modo de incorporar, em suas análises, a teoria da evolução e os demais princípios biossociais.; The purpose of this article is to reflect upon the influences of the sociological evolutionism in the discussions carried out by three brazilian thinkers from  the end of the 19th century and the beginning of the 20th century. Their works reveal not only the first trials to come to an interpretation of Brazil based on Herbert Spencer´s pressuppositions but also a critical dialogue, having in mind the brazilian singularities, with the sociological evolutionism. There was obvious tension in Euclydes da Cunha, Silvio Romero and Manoel Bomfim´s relfections as to the way of incorporating in their analyses, the theory of evolution and the other bio-social principles.

O Uso de Fotografias de Africanos no Estudo Etnográfico de Manuel Querino; O Uso de Fotografias de Africanos no Estudo Etnográfico de Manuel Querino

Vasconcellos, Christianne Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.38%
Este artigo analisa o ensaio etnográfico empreendido por Manuel Raimundo Querino: A raça africana e seus costumes na Bahia, procurando, sobretudo, entender a maneira como o autor utilizou a terminologia do evolucionismo social para destacar os aportes dos africanos na cultura baiana. O ensaio contém fotografias de pessoas africanas, autoridades do candomblé, festividades e objetos da cultura material dessa religião, as quais serviram de suporte visual na etnografia feita pelo autor. O uso dado por Querino às imagens e a análise da cultura africana no marco do evolucionismo social resulta particular quando comparado com outras os estudos acerca dos africanos na Bahia no inicio do século XX.; This article analyzes the ethnographic essay undertaken by Manuel Raimundo Querino: A raça africana e seus costumes na Bahia. The objective is to understand the way in which the author used the socio-evolutionist terminology to enhance the contributions of the African people to Bahia’s cultures. In the essay Querino exhibited various photographs of African people, as well as of Candomble authorities, rituals, and material objects. Those pictures served the author as visual supports to his ethnography. Here I analyze the use given by Querino to the images...

Entre el Dios de Paley y el Dios de Bonnet: El Parco Evolucionismo Teísta de Richard Owen; Entre el dios de Paley y el dios de Bonnet - El parco evolucionismo teísta de Richard Owen; Entre el Dios de Paley y el Dios de Bonnet: El parco evolucionismo teísta de Richard Owen

Caponi, Gustavo; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Federal University of Santa Catarina – UFSC Publicador: Federal University of Santa Catarina – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.85%
Firstly, in this article it is examined the nature of the putative remarks concerning evolution of species that are found in the works that Richard Owen published before 1858; and then it is made the same thing with the few and vague evolutionist conjectures that Owen certainly made after the public presentation of Natural Selection Theory. Regarding the former topic, the goal will be to highlight the ambiguity of those Owen’s remarks, and concerning the latter topic what is looked for is to show that, when he explained his transmutationist thesis, Owen didn’t go beyond a pious theistic evolutionism, without postulating any mechanism of evolutionary change and remaining faithful to Design Theology praised by Paley.; http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2013v17n1p71En primer lugar, en este artículo se examina el carácter de las putativas referencias a la evolución de las especies que encontramos en las obras que Richard Owen publicó antes de 1858; y luego se analizan las escazas y vagas conjeturas evolucionistas que Owen sin duda formuló con posterioridad a la presentación pública de la Teoría de la Selección Natural.  En lo que respecta a lo primero, el objetivo es subrayar la ambigüedad de esas referencias de Owen; y en lo que respecta a lo segundo lo que interesa es mostrar que...

Teorias da mudança social: as perspectivas lineares e as cíclicas

Rezende, Maria José de; Universidade Estadual de Londrina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
27.38%
A teoria da mudança social alinhava as principais questões que a sociologia tem problematizado ao longo de sua formação e desenvolvimento. As teorias lineares e cíclicas condensam os mais importantes debates acerca do devir. Partindo de alguns pressupostos do evolucionismo e do neo-evolucionismo este artigo objetiva trazer à tona tanto as convergências e divergências constituidoras de uma das concepções que têm predominado nas ciências sociais: a perspectiva da linearidade diretiva dos processos históricos, quanto a contraposição a estas correntes feita pela teoria cíclica que tende a acentuar o caráter não-linear e não-diretivo da mudança social.

Ressonâncias do evolucionismo cultural na sala de aula

Pimentel, Álamo
Fonte: Universidade Federal da Paraíba/Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias Publicador: Universidade Federal da Paraíba/Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 29/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.56%
A antropologia britânica praticada no século XIX influenciou em ampla escala a instituição da cultura como um conceito passível de tratamento científico. Em que pesem mudanças de percepção sobre o tema dentro da antropologia ao longo do século XX e no início deste século XXI, a noção de cultura defendida pelo evolucionismo cultural britânico ainda circula no Brasil. Pretendo descrever uma experiência em sala de aula a título de situar ‘ressonâncias do evolucionismo cultural’ na formação de professores. Problematizo dos ‘efeitos de padronização conceitual eurocêntrica’ do pensamento como um desafio a ser encarado pela formação de professores, sobretudo no que diz respeito à compreensão do multiculturalismo como princípio de formação.