Página 1 dos resultados de 1091 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Estratégia e marketing internacionais: uma contribuição para o estudo dos negócios internacionais de empresas de países emergentes; International strategy and marketing: a contribution to the study of international business of emerging country companies

Britto, Ricardo Pitelli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.71%
O objetivo desta tese é o de oferecer uma contribuição ao conhecimento teórico, nos campos da estratégia e do marketing internacionais, para empresas oriundas ou atuantes em países emergentes. Para atingir esse objetivo, foi desenvolvida uma síntese da literatura sobre o tema e conduzida uma pesquisa de campo, comparando empresas de países emergentes e desenvolvidos na sua atuação internacional, especificamente avaliando suas decisões estratégicas e de marketing durante o esforço exportador. A pesquisa foi desenvolvida com base na análise de dados secundários de comércio e estruturada a partir de modelos teóricos de gestão internacional disponíveis na literatura especializada. Os resultados encontrados indicam que existem diferenças entre os dois grupos (empresas de países emergentes e desenvolvidos) e que estas diferenças devem ser levadas em conta durante o desenvolvimento de modelos teóricos voltados a orientar empresas de países emergentes na sua gestão internacional. Ao mesmo tempo, os resultados da pesquisa não corroboram visões tradicionais sobre a pauta de exportação de empresas de países emergentes, supostamente associada à exportação de produtos pouco dinâmicos. Ao final do trabalho, são apresentados modelos teóricos extraídos da análise dos resultados da pesquisa. Esses modelos poderão apoiar o esforço de internacionalização de empresas de países emergentes...

A crise de 2008 e seu impacto em países economicamente dependentes de commodities

Abe, Mirian Mayumi
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.58%
Este trabalho pretende estudar o impacto dos preços das commodities, medido através do índice CRB, sobre os mercados de renda variável de seis países considerados emergentes e que têm o desempenho de suas economias fortemente atrelados a esta categoria de produtos. Dentro da amostra selecionada, África do Sul, Brasil, Chile, Índia e México são exportadores de commodities, e a China, é importadora destes produtos. Além dos preços das commodities, outras variáveis influenciam o comportamento das bolsas de valores, sendo o humor de mercado e o câmbio bastante relevantes, ainda mais quando se avalia mercados emergentes, que estão sujeitos a um certo grau de especulação por parte de investidores estrangeiros. Portanto, este estudo inclui o S&P 500 e o câmbio como variáveis de controle para servir como termômetro destas intenções. A análise é dividida entre os períodos anterior e posterior à crise financeira global que assolou os mercados no segundo semestre de 2008. A intenção por trás desta separação é verificar se o comportamento dos investidores mudou depois da crise e se indicadores econômicos locais passaram a ser mais relevantes nas suas decisões de investimento. De forma geral, pode-se concluir que o impacto dos preços das commodities nos mercados de renda variável aumentou após a crise...

Análise dos determinantes dos spreads soberanos dos países emergentes

Ferraz, Flávia Coelho Branco Junqueira
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.56%
O objetivo deste trabalho é estimar os efeitos da crise financeira recente sobre os spreads dos títulos soberanos dos países emergentes. Os resultados corroboram a visão de que a atual crise financeira teve um impacto significativo sobre a percepção de risco dos países emergentes, elevando o prêmio de risco. A taxa de crescimento da economia, a taxa de câmbio real, as reservas internacionais, as dívidas interna e externa e o VIX também afetaram significativamente os spreads soberanos. Por fim, mostramos que a percepção de risco do Brasil foi menos afetada pela crise que nos demais países emergentes.; This study aims to estimate the effects of the recent economic crisis on the sovereign bonds spreads of emerging countries. The results support the view that the current financial crisis had a significant impact on the perception of emerging country risk, raising their risk premium. The economic growth rate, real exchange rate, international reserves, domestic and foreign debt and VIX also significantly affected the sovereign spreads. In addition, we also demonstrate that the perception of the Brazilian risk was less affected by the crisis than the remaining emerging countries.

Os regimes jurídicos de proteção ao investimento estrangeiro direto : o papel desempenhado pelos países emergentes

Lerner, Diego Fraga
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.67%
O presente trabalho trata do sistema internacional de proteção ao investimento estrangeiro direto e do atual papel desempenhado pelos países emergentes em sua sistematização. Para tanto, faz uma abordagem histórica do tema da proteção ao investimento estrangeiro desde a década de quarenta até os dias atuais. Ressaltam-se as divergências históricas de entendimento mantidas entre países desenvolvidos (usualmente exportadores de capital) e países em desenvolvimento (historicamente importadores de capital) no que pertine ao nível de proteção que deve ser garantido ao investidor estrangeiro. Após, faz uma análise dos instrumentos internacionais de proteção ao investimento estrangeiro construídos especialmente durante as décadas de setenta e noventa e demonstra que o conteúdo desses instrumentos baseou-se na supremacia do entendimento dos países desenvolvidos. Em momento posterior, analisa o surgimento dos países emergentes como nações exportadoras de capital a partir da década de noventa e como esses países estão conciliando, por meio da assinatura de tratados bilaterais de investimento, a intenção de manter a soberania sobre seus assuntos internos e o interesse de proteger seus investidores no exterior. Por fim...

A inserção das economias emergentes e a distribuição de poder no cenário político internacional

Salvo, Mauro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.54%
O objetivo central da tese é analisar se e como as economias emergentes ganharam poder no cenário político internacional, através do aumento de seus recursos de poder econômico. Como o foco do trabalho foi direcionado para a evolução do poder econômico das economias emergentes e suas implicações para o sistema de nações, a atenção maior foi dada às movimentações da economia política internacional, que não estão restritas aos organismos financeiros internacionais. Buscou-se mostrar que o jogo de poder se dá, preponderantemente, entre os Estados-nacionais. Neste trabalho foi analisado o funcionamento do sistema internacional contemporâneo, abordando-o através das principais correntes teóricas das relações internacionais. O tema em foco foi a distribuição de poder econômico no cenário político internacional. A hipótese considerada foi que alguns países emergentes têm aumentado seu poder global e desta forma impactado a organização do sistema e as relações econômicas internacionais. No capítulo 2 defende-se que o poder econômico, atualmente, pode ser considerado a principal fonte de poder tendo em vista os temas da agenda das relações internacionais. Defende-se que mesmo os EUA não sendo mais a nação hegemônica que garante a estabilidade do sistema...

A volatilidade da taxa de câmbio nos países emergentes : uma análise para a economia brasileira

Blumm, Carla Luisa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.6%
As décadas de 1990 e 2000 foram marcadas por uma série de crises cambiais e financeiras no mundo, atingindo tanto os países emergentes quantos os países desenvolvidos, causando desajustes estruturais, financeiros e reais, nesses países. Identificar as crises cambiais e financeiras é mais complexo no mundo real do que na teoria, uma vez que os regimes cambiais em geral são flexíveis, mas administrados pelas autoridades monetárias, e as taxa de juros, em um contexto de livre mobilidade de capitais, são bastante voláteis. O objetivo do trabalho é centrar a atenção na condução da política cambial por parte das autoridades monetárias, em especial às dos países emergentes, como estratégia de estabilização dos preços e, marginalmente, de crescimento econômico, levando-se em consideração que uma taxa de câmbio de desequilíbrio tende não somente a afetar a dinâmica de preços e a trajetória de crescimento da atividade econômica, mas, também, a protagonizar desequilíbrios de balanço de pagamentos e, por conseguinte, crises cambiais. Diante deste contexto, procura-se verificar a relação de causalidade entre a volatilidade da taxa de câmbio e algumas variáveis macroeconômicas selecionadas, com o propósito de tentar encontrar elementos comuns que permitam entender os motivos que determinam o surgimento de crises cambiais nos países...

Vulnerabilidade externa dos países emergentes : fatores internos e internacionais nas crises financeiras desde os anos 1990

Santos, Elias Antônio de Luna e Almeida
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2004.; O entusiasmo da década de 1990 com os benefícios advindos da crescente integração financeira internacional teve como contraponto as diversas crises financeiras que irromperam nos países emergentes (México, países asiáticos, Rússia, Brasil e Argentina), algumas com repercussões regionais ou globais. Uma vasta literatura surgiu na esteira desses acontecimentos, com o objetivo de explicar e propor soluções para o problema da vulnerabilidade externa dos países emergentes, termo usado para referir-se à condição que os torna mais suscetíveis a originar crises financeiras ou a sofrer a propagação de crises iniciadas em outros países. A vulnerabilidade externa e, por extensão, as crises financeiras, apresentam causas complexas e múltiplas, de natureza interna e internacional. Os fatores internos compreendem a situação de alguns indicadores econômicos e os modelos de política econômica adotados nos países; os fatores internacionais incluem as características contemporâneas das finanças internacionais, associadas à globalização financeira, bem como as dificuldades atualmente enfrentadas pelo regime financeiro internacional. Neste trabalho...

Resenha crítica - a literatura convencional sobre crises financeiras nos países "emergentes": os modelos desenvolvidos nos anos 90

Prates,Daniela Magalhães
Fonte: Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE Publicador: Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
As sucessivas crises financeiras dos países "emergentes", na segunda metade dos anos 90, despertaram o interesse dos economistas do mainstream, uma vez que os modelos de crises cambiais de primeira geração, desenvolvidos nos anos 80, revelaram-se insuficientes para a compreensão destes eventos. Nesse contexto, foram desenvolvidos novos modelos que incorporaram, como condicionantes destas crises, fatos estilizados, que têm caracterizado o sistema financeiro internacional contemporâneo, dentre os quais os ataques especulativos auto-realizáveis e o comportamento de manada dos investidores estrangeiros. Este artigo pretende apresentar as principais características desses novos modelos. Primeiramente, apresentam-se os modelos desenvolvidos após a crise mexicana, que seguiram a tradição dos modelos de segunda geração desenvolvidos após a crise do Sistema Monetário Europeu. Em seguida, são examinados os modelos que surgem após a crise asiática, denominados "modelos de terceira geração", nos quais a crise cambial está intrinsecamente associada a uma crise bancária. Seguem-se algumas considerações finais.

Regime cambial para países emergentes: uma proposição a partir de Keynes

Ferrari Filho,Fernando
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
O objetivo do presente artigo consiste em apresentar, tendo como referência a análise de Keynes, uma proposição de regime cambial para países emergentes que seja capaz de assegurar condições para a estabilização macroeconômica, entendida como o binômio estabilidade de preços e pleno-emprego.

A política fiscal e as taxas de juros nos países emergentes

Moreira,Ajax; Rocha,Katia
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.62%
O estudo analisa o papel da política fiscal sobre as taxas de juros de 18 países emergentes no o período 1996-2008. A questão se justifica, na medida em que, estes países são heterogêneos em muitos aspectos tais como sistema de metas inflação, taxa de poupança, nível de reservas, regime cambial e político; diferenças que podem também afetar a relação entre política fiscal e os juros. O resultado mostra que, mesmo considerando a heterogeneidade diversa dos países emergentes incluídos na amostra, não é possível rejeitar a hipótese de que uma política baseada na austeridade fiscal diminui a taxa de juros doméstica. Um aumento de 1% no superávit primário reduz entre 550 a 100 pontos base os juros, valor três vezes superior ao estimado em Aisen & Hauner (2008) para economias emergentes. Este resultado ilustra a importância da política fiscal na determinação das taxas de juros nos países emergentes, e, portanto, as limitações que o Banco Central se submete no exercício da política monetária.

Estudo da estrutura de capital das principais economias emergentes e desenvolvidas mediante cenário de crise

Silva, Edilson dos Santos; Santos, Joséte Florencio dos Santos (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
56.7%
Aproximadamente meio século de pesquisas após os trabalhos de Modigliani e Miller (1958), ainda há um amplo debate sobre a composição da estrutura de capital das empresas. Neste contexto, nas últimas décadas os estudos cross-country se destacaram por tentar verificar os determinantes da estrutura de capital nos mais diversos países. Entretanto, vale ressaltar que, em tempos de crise e recessão as decisões de financiamento ganham uma maior importância, visto que os recursos no mercado financeiro podem ficar mais escassos, e assim impactar nos possíveis investimentos e nas atividades de produção das empresas, portanto será que os determinantes da estrutura de capital das empresas que fazem parte dos países emergentes podem ser explicadas por uma das principais teorias de estrutura de capital – trade-off e pecking order? Será que as empresas de Brasil, Rússia, Índia e China mantem suas estruturas de capital mediante o cenário de crise? E as estratégias de financiamento são semelhantes àquelas apresentadas por empresas de países desenvolvidos (países integrantes do G7)? Deste modo, o presente trabalho tem como objetivo principal verificar se as principais teorias sobre estrutura de capital conseguem explicar as estruturas das empresas dos principais países emergentes...

Preços dos ativos e política monetária : um estudo para os países emergentes no período 1990-2006

Nunes, Maurício Simiano
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.58%
Nesta tese analisamos a influência dos preços dos ativos na condução da política monetária nos países emergentes no período de 1990 a 2006. Primeiramente, investigamos a presença de bolhas racionais nos preços das ações dos países emergentes através de testes de cointegração linear e não linear. Os resultados indicam a presença de bolhas racionais em pelo menos um dos testes realizados para cada um dos países estudados. Todavia, nossos resultados permitem concluir que as bolhas tendem a ser provocadas por fatores extrínsecos e não pela relação não linear intrínseca entre os preços das ações e os dividendos. Estudamos também a relação entre os retornos de mercado, inflação esperada e crescimento/hiato do produto, através de testes individuais e em conjunto utilizando modelos em painel linear e não linear. Em ambos verificamos que as variáveis financeiras carregam informações úteis, tanto direta como indireta, a respeito da inflação e do crescimento do produto, dentro ou fora da amostra. Por fim, investigamos se os preços dos ativos devem exercer um papel central nas decisões de política monetária, através de modelos GMM (individuais e em painel) e de otimização dinâmica. Os resultados indicam que a razão dividendo-preço e a taxa de câmbio real são bons instrumentos na função de reação dos bancos centrais dos países emergentes...

Portafolio de inversión óptimo en renta variable en los principales mercados emergentes

Álvarez Restrepo, Gloria Elisa; Martínez Girado, René Alberto; Hernández Arango, Francisco Luis
Fonte: Universidad de Medellín; Especialización en Finanzas y Mercado de Capitales; Facultad de Ingenierías Publicador: Universidad de Medellín; Especialización en Finanzas y Mercado de Capitales; Facultad de Ingenierías
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de grado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.51%
El estudio presenta los resultados comparativos en la optimización de un portafolio de inversión en renta variable en los principales mercados emergentes, como tópico importante en la toma de decisiones en el campo de la administración financiera, máxime al tener en cuenta que la decisión de inversión en acciones en estos países emergentes debe ser técnicamente analizada, toda vez que estas naciones se encuentran en una etapa de exploración y experimentación de crecimiento económico y una primera fase de industrialización o, se enfocan en un proceso transicional hacia el desarrollo. Dicho panorama las hace mucho más inestables que las ya consolidadas en el llamado primer mundo. Metodológicamente se expone, dada su importancia, los modelos de optimización de portafolios desarrollado por Fisher Black y Robert, el modelo de Black y Litterman (MBL), como modelo mejorado de Harry Markowitz-CAPM- (Capital Asset Pricing Model) o modelo de valuación de activos de capital en el mercado bursátil, con el fin de destacar los beneficios que se obtienen en términos de diversificación y flexibilidad, al momento de decidir sobre la construcción de un portafolio de inversión en dichos mercados emergentes.; The study presents the comparative results in the optimisation of portfolio investment in equity in major emerging markets...

¿Es importante el motivo mercantilista para mantener reservas internacionales en países emergentes?

Cabezas Venegas, Luis Agustín
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
66.58%
Tesis para optar al grado de Magíster en Economía; Autor no envia autorización que permita el acceso a texto completo de su tesis en el Portal de Tesis Electrónicas de la U. de Chile.; Motivado por el considerable aumento de las reservas internacionales durante los años 2000-2008 esta investigación analiza las razones por las cuales estas fueron mantenidas en los países emergentes. Por un motivo mercantilista los países mantienen reservas internacionales para afectar el tipo de cambio, mientras que por un motivo precautorio las usan como colchón de seguridad para períodos de estrés financiero. Se presenta una nueva forma de medir el motivo mercantilista basado en los términos de intercambio. Los resultados muestran que el motivo mercantilista es un factor relevante en la mantención de reservas internacionales, siendo este motivo tan importante como el motivo precautorio en explicar el aumento observado en los países emergentes entre los años 2000 y 2008. Adicionalmente, se muestra que los países exportadores de commodities mantuvieron reservas internacionales fundamentalmente por un motivo mercantilista, mientras el grupo otros países lo hicieron por uno precautorio.

Nível do câmbio e crescimento econômico: teorias e evidências para países em desenvolvimento e emergentes - 1980-2007; Texto para Discussão (TD) 1425: Nível do câmbio e crescimento econômico: teorias e evidências para países em desenvolvimento e emergentes - 1980-2007; Level of the exchange rate and economic growth: theory and evidence for developing and emerging countries - 1980-2007

Araújo, Eliane Cristina de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
56.63%
Este artigo analisa teórica e empiricamente a relação entre nível da taxa de câmbio e crescimento econômico nos países em desenvolvimento e emergentes. Inicialmente os objetivos da política cambial são discutidos, enfatizando a importância dessa política como instrumento impulsionador do crescimento econômico. Dando continuidade à análise teórica, alguns canais de influência do nível da taxa de câmbio sobre o crescimento econômico são apontados, quais sejam: os canais i) do investimento; ii) da exportação dos bens não tradicionais (fundamento tecnológico); iii) da produtividade; iv) compensação às falhas de mercado e às falhas contratuais; e v) estímulo à elasticidade-renda das exportações. Na parte empírica, uma medida de subvalorização cambial baseada em Rodrik (2007) é construída para 82 países emergentes e em desenvolvimento, entre 1980 e 2007. Esta medida é empregada para captar a relação entre taxa de câmbio desvalorizada e crescimento econômico, mediante a utilização de técnicas econométricas para dados em painéis. Os resultados das estimações apontam uma relação positiva e estatisticamente significante entre subvalorização cambial e crescimento econômico nos países que fazem parte da amostra...

Resenha crítica - a literatura convencional sobre crises financeiras nos países "emergentes": os modelos desenvolvidos nos anos 90

Prates, Daniela Magalhães
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
In the 90s, the succession of financial crises in the so called "emergent countries", with characteristics that haven't been considered by the first-generation models of exchange crises developed in the 80s, was followed by the emergency of new models of exchange crisis. The purpose of this article is to present these models, which have introduced in their analytical framework new elements, how the self-fulfilling expectations and the volatility of the capital flows. Firstly, we analyze the models developed after the Mexican crise, which have followed the tradition of the second-generation models that emerged after the European monetary system crise. Secondly, we examine the models developed after the Asian crise, labeled "third generation models", in which the exchange crise is intrinsically linked with a banking crise. We end up with some final considerations.; As sucessivas crises financeiras dos países "emergentes", na segunda metade dos anos 90, despertaram o interesse dos economistas do mainstream, uma vez que os modelos de crises cambiais de primeira geração, desenvolvidos nos anos 80, revelaram-se insuficientes para a compreensão destes eventos. Nesse contexto, foram desenvolvidos novos modelos que incorporaram, como condicionantes destas crises...

A política fiscal e as taxas de juros nos países emergentes

Moreira, Ajax; Rocha, Katia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.62%
This paper analyzes the role of fiscal policy sustainability on the determinants of domestic interest rate of 18 emerging market countries, in the period 1996-2008. This issue deserves attention since countries in the sample present a great level of heterogeneity relating to inflation target and exchange rate regime, political system, foreign reserves and saving rates; and such differences may also affect interest rate. Despite the heterogeneity between countries, the result shows that is not possible to reject the hypothesis that fiscal policy sustainability decreases domestic interest rate in emerging markets. An increase of 1% at primary budget decreases interest rate between 50 to 100 basis point; a figure tree times higher than the one estimated by Aisen & Hauner (2008) for emerging economies. This fact illustrates the importance of fiscal policy in determining interest rate in emerging economies and therefore the limitation of central bank in the conduction of monetary policy.; O estudo analisa o papel da política fiscal sobre as taxas de juros de 18 países emergentes no o período 1996-2008. A questão se justifica, na medida em que, estes países são heterogêneos em muitos aspectos tais como sistema de metas inflação...

Quantos dos recém-nascidos de baixo peso de países emergentes são pré-termo?; Cuantos de los recién nacidos de bajo peso de países emergentes son pre-término?; How many low birthweight babies in low- and middle-income countries are preterm?

Barros, Fernando C; Barros, Aluísio J D; Villar, José; Matijasevich, Alicia; Domingues, Marlos R; Victora, Cesar G
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.69%
OBJECTIVE: To assess the prevalence of preterm birth among low birthweight babies in low and middle-income countries. METHODS: Major databases (PubMed, LILACS, Google Scholar) were searched for studies on the prevalence of term and preterm LBW babies with field work carried out after 1990 in low- and middle-income countries. Regression methods were used to model this proportion according to LBW prevalence levels. RESULTS: According to 47 studies from 27 low- and middle-income countries, approximately half of all LBW babies are preterm rather than one in three as assumed in studies previous to the 1990s. CONCLUSIONS: The estimate of a substantially higher number of LBW preterm babies has important policy implications in view of special health care needs of these infants. As for earlier projections, our findings are limited by the relative lack of population-based studies.; OBJETIVO: Estimar la prevalencia de recién nacidos pre-término entre los recién nacidos de bajo peso al nacer de países de renta media o baja. MÉTODOS: En consulta a bases de datos (PubMed, LILACS, Google Scholar) fueron procurados estudios sobre la prevalencia de recién nacidos a término y pre-término entre aquellos de bajo peso al nacer conducidos posteriores a 1990 en países emergentes. Modelos de regresión fueron usados para evaluar la proporción de acuerdo con las prevalencias de bajo peso. RESULTADOS: Con base en 47 estudios de 27 países emergentes...

Empresas multinacionais de países emergentes: o crescimento das multilatinas

Stal,Eva; Campanário,Milton de Abreu
Fonte: ISCTE-IUL Business School Publicador: ISCTE-IUL Business School
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
As empresas multinacionais latino-americanas ganham crescente relevância no comércio mundial. Desde os anos de 1970, firmas de países emergentes caminharam no sentido inverso ao das grandes multinacionais, que se expandiram pelo mundo aproveitando suas vantagens de recursos financeiros, tecnológicos e gerenciais. Nos anos de 1980, predominaram empresas asiáticas, cujos pequenos mercados domésticos estimulavam as exportações de produtos sofisticados. A partir da década de 1990, a liberalização econômica na América Latina estimulou as empresas locais a aprimorar produtos e processos para competir com as firmas estrangeiras nos mercados globais. Porém, as características deste movimento ainda não foram adequadamente explicadas. Este fenômeno é apresentado à luz das principais teorias de negócios internacionais, sendo levantadas algumas características dos países emergentes que podem contribuir para novas proposições conceituais. A capacitação tecnológica é considerada essencial para a expansão das multilatinas.

Regime cambial para países emergentes: uma proposição a partir de Keynes

Ferrari Filho, Fernando
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2016 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
O objetivo do presente artigo consiste em apresentar, tendo como referência a análise de Keynes, uma proposição de regime cambial para países emergentes que seja capaz de assegurar condições para a estabilização macroeconômica, entendida como o binômio estabilidade de preços e plenoemprego.AbstractThe article presents, in a Keynesian perspective, a proposal of exchange rate regime for emerging countries to assure macroeconomic stabilization, that is, price stability and full employment.Key words: Exchange rate regime. Keynesian theory. Emerging countries