Página 1 dos resultados de 38 itens digitais encontrados em 0.076 segundos

Revisão de literatura sobre fenômenos sensoriais e validação preliminar da escala para avaliação de fenômenos sensoriais da Universidade de São Paulo (USP-SPS) no transtorno obsessivo-compulsivo; Review of literature on sensory phenomena and preliminary validation of the sensory phenomena scale of the University of São Paulo (USP-SPS) on obsessive-compulsive disorder

Prado, Helena da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.179023%
Introdução: O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) acomete cerca de 1% da população mundial, independente de sexo, raça ou religião. Representa uma preocupação de saúde pública significativa, pois comumente interfere no funcionamento social e vocacional, estando associado a um risco até quatro vezes maior de desemprego. O TOC é considerado um transtorno heterogêneo e tem sido enfatizada a necessidade de identificar subgrupos mais homogêneos de pacientes com o intuito de desvendar fatores etiológicos e estabelecer estratégias terapêuticas mais eficazes. Algumas características têm se mostrado promissoras na tentativa de determinar fenótipos mais homogêneos de pacientes com TOC. Entre elas, podemos citar a idade de início precoce dos sintomas obsessivo-compulsivos (SOC) e a presença de comorbidade com os transtornos de tiques (TT). Outra característica psicopatológica proposta para avaliar pacientes com TOC associado ou não a tiques é a presença de experiências subjetivas tais como incômodo, desconforto ou mal-estar que podem preceder ou acompanhar os comportamentos repetitivos, sejam eles tiques ou compulsões. A avaliação dessas experiências tem sido limitada pela diversidade de conceitos e pela ausência de um instrumento válido para a investigação dessas experiências subjetivas. Objetivos e Hipóteses: O presente estudo teve como objetivos principais: 1) Realizar uma revisão da literatura sobre os diversos tipos de experiências subjetivas relatadas pelos pacientes como precedendo e/ou acompanhando os tiques e as compulsões; 2) Determinar as propriedades psicométricas iniciais da Escala para Avaliação da Presença e Gravidade de Fenômenos Sensoriais da Universidade de São Paulo (USP-SPS). Material e métodos: Para a revisão de literatura...

Cefalostato virtual-posicionamento inicial para a padronização na marcação de pontos craniométricos em imagens obtidas por tomografia computadorizada, para uso em cefalometria; The Virtual Cephalostat - the preliminar adjustment for standardization of skull orientation in landmarks localization using CT in cephalometric analyses

Rosa, Vera Lúcia Mestre
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
38.54482%
Objetivo: O desenvolvimento da tecnologia em diagnóstico odontológico por imagem através dos Tomógrafos Computadorizados por Feixe Cônico, tornou possível e acessível a avaliação cefalométrica através de reconstruções volumétricas do crânio. Parâmetros baseados em evidências científicas são necessários para implementar o seu uso. Alguns parâmetros utilizados na cefalometria convencional (bidimensional) deverão ser esquecidos, outros deverão ser adaptados, outros, ainda, deverão ser criados. Propomos aqui a criação de um Cefalostato Virtual para orientação do crânio em TC, com a utilização de pontos intracranianos, que são mais estáveis. Também propomos a criação do ponto TS e da linha TS-Pg em substituição ao ponto S e ao eixo Y de crescimento de Downs, respectivamente. Além disso, propomos a linha Ba-Op como referência para casos de assimetria faciais onde não é possível a utilização do plano Horizontal de Frankfurt, em casos, por exemplo, de síndromes que afetem os pontos de referências mais externos. Métodos: 49 crânios pertencentes ao do Museu de Anatomia UNIFESP, foram escaneados em um tomógrafo computadorizado por feixe cônico (TCFC), na clínica ISOOrthographic, São Paulo. As pontuações foram realizadas em dois momentos...

Controle do eixo hipotálamo-hipófise-gônadas do surubim do Paraíba Steindachneridion parahybae (Siluriformes:Pimelodidae) em relação ao ciclo reprodutivo e à reprodução induzida em cativeiro; Control of hypothalamus-pituitary-gonad axis of the surubim do Paraíba Steindachneridion parahybae (Siluriformes: Pimelodidae) in relation to reproductive cycle and induced spawning in captivity

Honji, Renato Massaaki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
48.432485%
Steindachneridion parahybae (Siluriformes) é um bagre de água doce, endêmico da Bacia do Rio Paraíba do Sul (Brasil), e seriamente ameaçado de extinção. Fêmeas de S. parahybae quando criadas em cativeiro apresentam uma falha na maturação final, ovulação e desova. Este trabalho teve como objetivo analisar o eixo hipotálamo-hipófise-gônadas, responsável pelo controle neuroendócrino da reprodução de forma a aumentar o conhecimento deste sistema em animais de cativeiro. Fêmeas adultas foram amostradas mensalmente (exceto nos meses de inverno) entre janeiro/2008 e março/2009 na piscicultura da Companhia Energética de São Paulo. As análises macroscópicas e microscópicas dos ovários permitiram classificar o desenvolvimento ovariano em três estádios de maturação: pré-vitelogênico (crescimento primário), vitelogênico (crescimento secundário) e regressão; e cinco fases de desenvolvimento oocitário foram identificadas: oogônia, oócito perinucleolar, oócito alvéolo cortical, oócito vitelogênico e oócito atrésico. Após a indução à reprodução artificial, a maturação final foi alcançada e os folículos pós-ovulatórios foram identificados. Em S. parahybae, o período reprodutivo foi evidente entre novembro e fevereiro e o desenvolvimento oocitário foi do tipo sincrônio em grupo...

Automutilação: características clínicas e comparação com pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo; Non-suicidal self-injury: clinical features and comparison patients with obsessive-compulsive disorder

Giusti, Jackeline Suzie
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
39.001553%
Introdução: A automutilação é definida como qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. As formas mais frequentes de automutilação são cortar a própria pele, queimar-se, bater em si mesmo, morder-se e arranharse. Alguns pacientes apresentam rituais de automutilação e passam muito tempo pensando em como executá-la, lembrando sintomas compulsivos, porém com intenso componente de impulsividade. O DSM-IV classifica a automutilação como um dos critérios de diagnósticos para transtornos do controle dos impulsos não classificados em outro local ou Transtorno de Personalidade Borderline. O DSM-V propõe que a automutilação seja uma entidade diagnóstica à parte. A falta de homogeneidade na descrição da automutilação dificulta as pesquisas, tanto epidemiológicas como clínicas. A melhor caracterização clínica e psicopatológica da automutilação é fundamental para que intervenções terapêuticas mais efetivas possam ser desenvolvidas, incluindo novas abordagens psicofarmacológicas. Os objetivos deste estudo foram: fazer uma descrição clínica dos pacientes que procuram tratamento, tendo como principal queixa a automutilação e comparar estes com pacientes com Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) quanto a características compulsivas e impulsivas. Métodos: 70 pacientes foram avaliados...

Perfil sérico de melatonina, citocinas e cortisol em gestantes com pré-eclâmpsia; Serum profile of melatonin, cytokines and cortisol in pregnant women with preeclampsia

Salustiano, Eugenia Maria Assunção
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
48.882266%
A pré-eclâmpsia (PE) é a maior causa de mortalidade e morbidade materna e perinatal. Sua etiologia permanece desconhecida, o que torna impossível a realização de prevenção primária dessa doença. O entendimento do perfil de substâncias que estão alteradas na PE é de relevância para poder atuar preventivamente. Considerando que vários hormônios envolvidos na resposta imunológica participam da fisiopatologia da PE e que, como demonstrado recentemente, a melatonina tem papel relevante na fisiopatologia da inflamação aguda, nossa hipótese seria que este hormônio poderia também atuar fisiopatologia da PE. OBJETIVOS: avaliar o perfil de citocinas e hormônios no soro de pacientes com PE para estabelecer se o eixo imune-pineal estaria ativado nesta doença. MÉTODOS: Realizamos estudo prospectivo caso-controle, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de Outubro de 2010 a Outubro de 2013. O grupo experimental foi formado por pacientes com PE pura no momento do diagnóstico (sem medicação anti-hipertensiva inicial por 24h). Gestantes saudáveis e normotensas, pareadas por idade materna, idade gestacional e paridade, foram selecionadas como controles. Citocinas (TNF...

Dengue em município do interior paulista: áreas de risco e relação com variáveis socioeconômicas, demográficas e ambientais; Dengue in interior municipality of São Paulo State: risk areas and relation with socioeconomic, demographic and environmental variables"

Farinelli, Elaine Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
48.511553%
Introdução As ferramentas de análise espacial constituem-se em tecnologia que pode ser aplicada para o entendimento do processo de transmissão do vírus da dengue, agregando subsídios que sejam capazes de aprimorar as medidas de prevenção e controle da doença. Objetivos Descrever a ocorrência de dengue no município de Várzea Paulista entre 1998 e 2012 e caracterizar a epidemia ocorrida em 2007; identificar, com base nos dados da epidemia, a distribuição espacial e espaço temporal do risco de ocorrência de dengue; avaliar, com base na ocorrência da doença, a relação entre os fatores socioeconômicos, demográficos e ambientais e a incidência de dengue, tendo como unidades de análise os setores censitários. Métodos Foram utilizados dados secundários obtidos na base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Os casos notificados de dengue no município foram geocodificados a partir do eixo de logradouros e agrupados de acordo com os 165 setores censitários considerados no estudo, o que permitiu a elaboração de mapas temáticos. Foram calculadas as taxas de incidência para o período de estudo, bem como a identificação de áreas de maior ou menor risco para ocorrência de dengue no espaço e no espaço-tempo. O georreferenciamento...

O papel do transtorno depresssivo maior no transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em adultos

Fischer, Aline Gonçalves
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
48.23919%
Há poucos estudos voltados para a heterogeneidade do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em adultos, apesar de ser um transtorno psiquiátrico comum. As freqüentes associações do TDAH com outros problemas psiquiátricos aumentam a sua morbidade. Dentre essas comorbidades, destacase o transtorno depressivo maior (TDM), que além de ser freqüente influencia o impacto e a abordagem terapêutica do TDAH. Foram avaliados 320 adultos em atendimento ambulatorial para TDAH. O diagnóstico seguiu os critérios do DSM-IV. As entrevistas foram realizadas com a versão em português do K-SADS-E para TDAH e transtorno opositor desafiante (TOD), e com o SCID-IV de transtornos do eixo I para as comorbidades psiquiátricas. Os diagnósticos foram confirmados por avaliação clínica. Modelos de regressão foram aplicados para testar a associação entre a ocorrência de TDM e os desfechos clínicos e demográficos avaliados. Os indivíduos com TDAH e TDM apresentaram maior freqüência de diagnóstico de transtornos de ansiedade e experiência de tratamento prévio (tanto psicoterápico quanto farmacológico) quando comparados a indivíduos com TDAH, sem TDM. Por outro lado, apresentaram menos freqüentemente diagnóstico de dependência de drogas e histórico escolar de repetência ou suspensões de classe. Não houve diferença significativa entre os grupos com ou sem TDM quanto à idade do diagnóstico de TDAH. Os achados sugerem uma utilidade do diagnóstico de TDM como um indicador relevante de determinadas características clínicas em adultos com TDAH. A maior procura por tratamento relacionada ao TDM não foi acompanhada de um diagnóstico mais precoce do TDAH...

Fatores associados ao início e à permanência em tratamento com metilfenidato no transtono de déficit de atenção/hiperatividade em adultos

Victor, Marcelo Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.83704%
Existem muitos tratamentos para o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em adultos. O metilfenidato é a medicação mais estudada neste transtorno. Embora eficaz, pouco se sabe sobre os fatores associados ao início e ao abandono do metilfenidato em adultos com TDAH. Diversas variáveis sócio-demográficas e clínicas associadas ao início e à permanência em uso de metilfenidato foram avaliadas neste estudo prospectivo de adultos atendidos em um ambulatório especializado em TDAH. Foram diagnosticados 320 pacientes de acordo com os critérios do DSM-IV. O diagnóstico de TDAH foi realizado com a versão para o português do K-SADS, adaptada para adultos. A presença de comorbidades psiquiátricas do eixo I foi avaliada através do SCID-IV. Variáveis categóricas foram analisadas pelo teste do qui-quadrado, seguido de análise dos resíduos. As associações significativas (p ≤ 0,05) foram incluídas conjuntamente em uma regressão logística. Variáveis contínuas foram analisadas através de ANOVA. O abandono pré-tratamento com metilfenidato esteve associado aos diagnósticos de transtorno bipolar e de pânico em remissão e aos diagnósticos atuais de depressão maior, abuso de álcool e transtorno opositor desafiante. A fobia social (atual e em remissão) foi associada ao abandono do tratamento após o início do metilfenidato. Fatores sócio-demográficos e gravidade do TDAH não foram associados aos desfechos estudados. Os achados deste estudo sugerem que as comorbidades desempenham um papel importante no desfecho do tratamento do TDAH em adultos.; There are many treatments available to adult Attention-Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD). The most studied medication in this disorder is methylphenidate. Although effective...

Desenvolvimento de um programa de análise de imagens radiológicas de membros inferiores com osteoartrite de joelho a partir de parâmetros biomecânicos funcionais

Lemos, Fernando de Aguiar
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
38.248562%
A osteoartrite (OA) de joelho é uma doença multifatorial que acomete pessoas a partir da terceira década de vida, mas com maior incidência em idosos. Sua classificação é feita baseado em parâmetros clínicos e qualitativos durante uma intervenção médica. Nos casos mais avançados, a cirurgia de artroplastia de joelho envolve não apenas a substituição da articulação por uma prótese, mas também o realinhamento dos segmentos do membro inferior. Nesse caso há a necessidade de uma abordagem mais quantitativa na busca do reposicionamento desta articulação em relação ao eixo de suporte da carga corporal (ESCC). O objetivo deste estudo foi desenvolver uma metodologia de análise que possibilitasse quantificar uma série de parâmetros estruturais e funcionais a partir de imagens da raios-X em sujeitos saudáveis, assintomáticos para OA e em sujeitos com diagnóstico de OA de joelho. Este estudo utilizou-se da classificação adotada por Dejour (1991) para a classificação dos sujeitos em grupos com diferentes graus de OA. A amostra foi constituída de sujeitos de 25 a 80 anos com níveis de grau 1, grau 2 e grau 3 de OA. Além da classificação nos graus, os sujeitos foram separados pela presença ou não de dor em assintomáticos (OA sem dor) e sintomáticos (OA com dor). Imagens de raios-X foram obtidas do membro inferior dos sujeitos. Previamente à obtenção das imagens...

Fator de correção para indivíduos com capacidade acomodativa baseado no uso do refrator automático

Takahagi, Rodrigo Ueno; Lavagnoli, Andréia; Fernandes, Tatiana Moura; Schelinni, Silvana Artioli; Padovani, Carlos Roberto
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 789-792
Português
Relevância na Pesquisa
48.719746%
OBJETIVO: Pesquisar um fator de correção para avaliação do erro refrativo sem a utilização da cicloplegia. MÉTODOS: Foram estudados 623 pacientes (1.246 olhos), de ambos os sexos, com idade entre 3 e 40 anos. As refratometrias estática e dinâmica foram obtidas usando-se o refrator automático Shin-Nippon Accuref-K 9001. A cicloplegia foi obtida com a instilação de uma gota de colírio ciclopentolato a 1%, com refratometria estática 30 minutos após. Os dados foram submetidos à análise estatística usando a técnica do modelo de regressão linear e modelo de regressão múltipla do valor dióptrico com e sem cicloplegia, em função da idade. RESULTADOS: A correlação entre valores dióptricos sem e com cicloplegia quanto ao erro astigmático variou de 81,52% a 92,27%. Quanto ao valor dióptrico esférico, a correlação foi menor (53,57% a 87,78%). O mesmo se observou em relação ao eixo do astigmatismo (28,86% a 58,80%). O modelo de regressão múltipla em função da idade mostrou coeficiente de determinação múltiplo maior para a miopia (86,38%) e astigmatismo (79,79%). O menor coeficiente foi observado para o eixo do astigmatismo (17,70%). CONCLUSÃO: Avaliando-se os erros refrativos com e sem cicloplegia, observou-se alta correlação nas ametropias cilíndricas. Foram desenvolvidas equações matemáticas como fator de correção para refratometrias dos pacientes sem cicloplegia...

Modulação da expressão da heparanase-1 na próstata ventral de ratos e sua relação com aspectos gerais da fisiologia do órgão na castração e no imprinting estrogênico; Modulation of heparanase-1 expression in rat ventral prostate and its relation to general aspects of the gland physiology in the castration and estrogen imprinting

Taize Machado Augusto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
38.343462%
A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor importante na reprodução, sendo foco de várias afecções, dentre elas o carcinoma prostático. Ela é altamente dependente de testosterona e modulada por estrógenos, que desempenham papel fundamental no seu crescimento. Altas doses de estrógeno aplicadas em ratos no período neonatal causam efeitos irreversíveis na próstata quando na idade adulta, sendo o mais marcante o comprometimento do seu desenvolvimento e crescimento. A este efeito foi dado o nome de imprinting estrogênico. O estrógeno interfere no eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal bloqueando a produção de gonadotrofinas e inibindo a secreção da testosterona, mas também age localmente via receptores de estrógeno presentes na próstata. A castração cirúrgica (pela retirada dos testículos) ou farmacológica acarreta involução da glândula prostática, efeito este que pode ser revertido pela reposição da testosterona. Durante este processo de regressão ocorre uma remodelação tecidual que em parte é dada pela morte das células epiteliais e pela reorganização da ECM subadjacente. Sabe-se da existência de vários fatores que atuam coordenadamente na reorganização da ECM, como enzimas proteolíticas...

Associação entre os níveis plasmáticos hormonais e o prognóstico de pacientes masculinos vítimas de traumatismo crânio encefálico grave

Hohl, Alexandre
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 115 p.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
48.86526%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2014.; Introdução: O traumatismo crânio-encefálico (TCE) é a principal causa de morte e incapacidade em pessoas jovens, principalmente do sexo masculino. Estudos experimentais sugerem que os níveis de diferentes tipos de hormônios possam influenciar o prognóstico de lesões do Sistema Nervoso Central devido ao TCE. A aplicabilidade clínica das dosagens hormonais como biomarcadores do prognóstico do TCE é um ponto controverso na literatura.Objetivos: Determinar a existência ou não de associação entre os níveis plasmáticos de hormônios hipofisários e periféricos e a mortalidade hospitalar de homens vítimas de TCE grave. Avaliar os níveis plasmáticos de testosterona de homens na fase crônica após o TCE grave e sua associação com o desempenho cognitivo, sintomas psiquiátricos e qualidade de vida destes pacientes.Métodos: No estudo de fase aguda, analisamos através de regressão logística binária múltipla a associação independente entre a mortalidade e as variáveis demográficas, clínicas, radiológicas e neurocirúrgicas e medidas plasmáticas de hormônio luteinizante (LH)...

Comunidades de Campo Limpo no Parque Nacional de Sete Cidades, Piauí

Mendes, Maura Rejane de Araújo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
47.853335%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Botânica, 2012.; O Parque Nacional de Sete Cidades está localizado na região setentrional do Cerrado e possui 14,3% de sua extensão total ocupada por campo limpo, na forma de manchas, na maioria pequenas, circundadas por matrizes que envolvem duas ou mais fisionomias do Cerrado. Este trabalho teve como objetivo investigar a heterogeneidade espacial e temporal em comunidades desta fisionomia no Parque, bem como estabelecer relações com variáveis ambientais e espaciais. Outro aspecto abordado foi a relação fitogeográfica das áreas amostradas no Piauí com outros 16 levantamentos de comunidades úmidas dominadas por vegetação campestre no Cerrado (campo limpo úmido e vereda). Desta forma, a presente tese apresenta quatro capítulos: o 1º mostrou a visão geral dos campos no Parque através da investigação das características da vegetação e sua relação com as propriedades do solo; o 2º tratou das modificações ocorridas nessas áreas ao longo de três amostragens no tempo; o 3º abordou dois fragmentos representativos da fisionomia no Parque e sua relação com o ambiente e espaço e; o 4º investigou os padrões fitogeográficos através da comparação de áreas com esforço amostral semelhante...

Fator de correção para indivíduos com capacidade acomodativa baseado no uso do refrator automático

Takahagi,Rodrigo Ueno; Lavagnoli,Andréia; Fernandes,Tatiana Moura; Schelinni,Silvana Artioli; Padovani,Carlos Roberto
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
48.719746%
OBJETIVO: Pesquisar um fator de correção para avaliação do erro refrativo sem a utilização da cicloplegia. MÉTODOS: Foram estudados 623 pacientes (1.246 olhos), de ambos os sexos, com idade entre 3 e 40 anos. As refratometrias estática e dinâmica foram obtidas usando-se o refrator automático Shin-Nippon Accuref-K 9001. A cicloplegia foi obtida com a instilação de uma gota de colírio ciclopentolato a 1%, com refratometria estática 30 minutos após. Os dados foram submetidos à análise estatística usando a técnica do modelo de regressão linear e modelo de regressão múltipla do valor dióptrico com e sem cicloplegia, em função da idade. RESULTADOS: A correlação entre valores dióptricos sem e com cicloplegia quanto ao erro astigmático variou de 81,52% a 92,27%. Quanto ao valor dióptrico esférico, a correlação foi menor (53,57% a 87,78%). O mesmo se observou em relação ao eixo do astigmatismo (28,86% a 58,80%). O modelo de regressão múltipla em função da idade mostrou coeficiente de determinação múltiplo maior para a miopia (86,38%) e astigmatismo (79,79%). O menor coeficiente foi observado para o eixo do astigmatismo (17,70%). CONCLUSÃO: Avaliando-se os erros refrativos com e sem cicloplegia, observou-se alta correlação nas ametropias cilíndricas. Foram desenvolvidas equações matemáticas como fator de correção para refratometrias dos pacientes sem cicloplegia...

Biometria de frutos e diásporos de Cryptocarya aschersoniana Mez e Cryptocarya moschata Nees (Lauraceae)

Moraes,Pedro Luís Rodrigues de; Alves,Marcelo Corrêa
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
88.94783%
Apresentam-se os dados da biometria de frutos e diásporos de Cryptocarya aschersoniana Mez e C. moschata Nees (Lauraceae). Os frutos foram coletados de 12 populações de sete localidades diferentes do sudeste brasileiro. Utilizando-se a regressão logística e a análise de função linear discriminante, as espécies foram classificadas de acordo com as equações geradas por essas técnicas. Para os frutos, as variáveis comprimento, diâmetro, superfície e volume foram selecionadas e apresentaram 94,4% de concordância entre as associações de probabilidades esperadas e observadas. Similarmente, as variáveis comprimento, diâmetro, superfície e volume de diásporos foram selecionadas e apresentaram 88,0% de concordância. Realizou-se análise de agrupamento. Observou-se variabilidade dentro e entre plantas nos frutos e nos diásporos de ambas as espécies. Todas as variáveis foram importantes na discriminação dos grupos. Os três grupos formados tanto para frutos como para diásporos basearam-se numa gradação de suas dimensões. A obtenção de grupos distintos indica presença de variabilidade genética no material coletado. Adicionalmente, examinaram-se as relações alométricas entre o comprimento e o diâmetro de frutos e diásporos para a determinação de ocorrência de isometria. Utilizou-se a técnica do "eixo maior" para a regressão do ln(diâmetro) pelo ln(comprimento) de frutos e diásporos. Os frutos de C. aschersoniana apresentaram tendência à alometria positiva...

Alometria de plântulas e jovens de espécies arbóreas: copa x altura

Portela,Rita de Cássia Quitete; Santos,Flavio Antonio Maës dos
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
38.435015%
Muitos caracteres morfológicos e de desenvolvimento de diferentes partes de uma planta variam dependendo da arquitetura da espécie, do microambiente, e do grau de restrição ecológica onde esta iniciou seu crescimento. Dentro deste contexto, este estudo teve como objetivo analisar a relação alométrica entre o maior eixo de copa e a altura, para a comunidade de plântulas e indivíduos jovens de espécies arbóreas com até 1 m de altura na Reserva Estadual do Morro Grande (23o35’S - 23o50’S; 46o45’W - 47o15’W), situada no Planalto Atlântico de São Paulo. Foram feitas seis transecções onde a cada 2,5 metros foi estabelecida uma parcela de 1x1m, totalizando 34 parcelas. Todos os indivíduos encontrados dentro das parcelas tiveram a altura e o maior eixo horizontal da copa medidos, sendo amostrados em cada transecção 100 indivíduos, totalizando uma amostra de 600 indivíduos. Foram ajustados diferentes modelos de regressão aos dados (linear, exponencial, potencial, polinomial e logarítmica) sendo que a potencial apresentou o melhor ajuste (r2 = 0,640, p<0,001). O fato de jovens de diferentes espécies se ajustarem a um único modelo alométrico sugere que os fatores ecológicos podem ter um papel restritivo na alometria das plântulas e jovens de espécies arbóreas.

Prevalência e Associação da Disfunção Temporomandibular com Fatores Psicológicos em Usuários do Programa de Saúde da Família da Cidade do Recife-PE

Morais, Mariana Pacheco Lima de Assis; Junior, Arnaldo de França Caldas (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
48.55667%
Este trabalho objetivou investigar a prevalência da disfunção temporomandibular e a sua associação com a depressão, somatização e grau de dor crônica em indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos cadastrados nas Unidades de Saúde da Família da cidade do Recife-PE. Foi realizado um estudo transversal analítico de base populacional que envolveu setecentos e setenta e seis indivíduos que procuraram por atendimento médico ou odontológico nas unidades de saúde da família de Recife-PE. Aqueles selecionados foram submetidos à anamnese, composta de exames clínico e físico, por meio do instrumento Critérios para Diagnóstico em Pesquisa para DTM (RDC/TMD) que permitiu diagnosticar a presença e o tipo de DTM (eixo I), a depressão, a somatização e o grau de dor crônica (eixo II). Os dados foram inseridos no software SPSS 20.0 e analisados pelo teste Qui-quadrado de Pearson. Para determinar a relação entre a variável dependente e as independentes, utilizou-se a análise de regressão logística binária. O nível de significância adotado foi de 5%. A maioria dos pesquisados (84,5%) era do sexo feminino e a idade variou de 15 a 85 anos (média -39,88 ± 14,4). A prevalência encontrada para a DTM foi de 35...

Torque nos rodados motrizes de um trator agrícola submetido a ensaios de tração

Fiorese,Diego A.; Sandi,Jefferson; Marasca,Indiamara; Morelli-Ferreira,Francielle; Spadim,Emanuel R.; Lanças,Kléber P.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
48.755986%
RESUMOA determinação do torque nos rodados motrizes dos tratores agrícolas complementa os ensaios de tração e permite o cálculo da distribuição dos esforços tratórios entre os eixos. O objetivo principal desta pesquisa foi determinar a demanda de torque nos rodados motrizes de um trator com potência do motor de 89 kW, buscando avaliar o torque demandado em função da utilização da tração dianteira assistida (TDA), para distintas marchas e conforme aumento da força de tração. Foram realizados ensaios de tração sobre pista de concreto utilizando-se um torciômetro instalado no eixo traseiro do trator, um carro dinamométrico e instrumentação eletrônica para aquisição de dados. Avaliaram-se a TDA ligada e desligada, quatro marchas (5, 7, 8 e 9 km h-1) e oito cargas na barra de tração (4, 8, 12, 16, 20, 24, 28, 30 kN). Os resultados analisados estatisticamente através de equações de regressão indicaram comportamento similar para todas as marchas sendo que, conforme o aumento da força de tração ocorreu crescimento linear da demanda de torque nos eixos motrizes. Com a TDA ligada nas cargas mais baixas o torque é maior no eixo dianteiro e nas cargas mais altas é maior no eixo traseiro.

Ecologia de Anopheles darlingi Root (1926) no reservatório de Porto Primavera, Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul; Ecology of Anopheles darlingi, Root (1926) in Porto Primavera's reservoir, São Paulo and Mato Grosso do Sul States.

Mucci, Luis Filipe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
58.23125%
Problemas de saúde pública advindos da proliferação de vetores de agentes patogênicos são frequentemente relatados após a construção de grandes barragens nas regiões tropicais. Porto Primavera é um dos últimos grandes projetos hidrelétricos implementados no Brasil, abrangendo uma faixa de cerca 200 km do Rio Paraná, entre os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Resultados preliminares de projetos de pesquisa desenvolvidos na região desde 1997 apontam para um aumento na densidade de Anopheles darlingi, coincidindo com uma intensificação dos fluxos e atividades humanas na área, como turismo, pesca e transporte. Diante disso, a preocupação com a ocorrência de surtos de malária nas localidades à margem do lago motivou a busca de um maior conhecimento sobre as populações destes vetores. O objetivo desta pesquisa foi investigar a associação entre a abundância das formas imaturas e adultas de An. darlingi com variáveis do microhabitat e da ecologia da paisagem (respectivamente), após a formação do reservatório. Em relação ao microhabitat, foram selecionados o pH, condutividade, o sombreamento, a presença de cianofíceas filamentosas, detritos flutuantes, matéria orgânica galhos ou raízes e a composição das assembléias de macrófitas aquáticas. Quanto à ecologia da paisagem...

Isometria do dimorfismo sexual do tamanho em muscidae

Costa, Marcelo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 88f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
48.06118%
Orientador : Dr. Maurício Osvaldo Moura; Co-orientador : Dr. Claudio José Barros de Carvalho; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 24/07/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: ISOMETRIA DO DIMORFISMO SEXUAL DO TAMANHO EM MUSCIDAE. A regra de Rensch prediz que o nível de dimorfismo sexual do tamanho (SSD - "Sexual Size Dimorphism") aumenta em espécies cujos machos são maiores e diminui em espécies cujas fêmeas são maiores com o aumento do tamanho do corpo, sendo que esse padrão é gerado por uma variação maior do tamanho dos machos. Apesar da regra de Rensch ser considerada uma regra geral para os animais, os resultados em relação aos insetos são conflitantes com padrões alométricos inconsistentes e variados. Nesse contexto, a evolução e covariação do tamanho e SSD foi analisada em dípteros da família Muscidae utilizando métodos filogenéticos comparados. Especificamente as seguintes questões foram investigadas: 1) O tamanho e SSD covariam alometricamente em Muscidae? 2) Qual sexo prediz a evolução do padrão de covariação do tamanho e do SSD? 3) O tamanho de machos e fêmeas evoluem por um processo neutro ou seletivo? 4) A evolução do tamanho de machos e fêmeas está relacionada com a evolução do SSD? A alometria do SSD foi analisada através de regressão do Eixo Maior Reduzido utilizando os contrastes filogenéticos independentes de Felsenstein calculados a partir do tamanho do tórax de machos e fêmeas de 132 espécies de Muscidae. As análises também foram realizadas em quatro clados subordinados de Muscidae. A evolução do tamanho e do SSD em Muscidae foi analisada através do ajuste de modelos de evolução de caráter...