Página 1 dos resultados de 10376 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

O projeto Nova Luz e a renovação urbana na região da Luz: o espaço urbano como condição e produto da acumulação e como espaço de reprodução da vida; Project New Light and renewal in the region of Luz: the urban space as a condition and product accumulation and as an space of reproduction of life

Pereira, Aglaé Vaz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.74%
Essa pesquisa tem como objetivo fundamental analisar o processo de produção e reprodução social do espaço urbano e como se processa o desenvolvimento da contradição entre apropriação/dominação do espaço urbano na metrópole São Paulo, em especial na Região da Luz, área central da cidade. Entender esse processo implica considerar, em sua diversidade, a realidade sócio-econômica, política e cultural vivenciada pelos habitantes, comerciantes e usuários da Região da Luz, que também traduz a dinâmica da sociedade capitalista contemporânea. No desenvolver da pesquisa foi necessário estabelecer uma mediação e esta se deu com a realização de vínculos de amizade com habitantes, usuários e comerciantes da área. A análise mostrou que na base do processo de produção e reprodução do espaço na metrópole São Paulo está a reprodução contraditória do espaço urbano. Enquanto Estado e iniciativa privada, de modo interligado e ou independente disputam o uso do espaço, transformando-o em instrumento de dominação, as pessoas de modo geral tendem a se apropriar do espaço para a sua reprodução da vida. Nesses momentos é possível a emergência das insurgências contra o concebido; o estabelecido pelas ações que normatizam o espaço. Dimensão relevante como ponto de partida para a compreensão dessa produção espacial foi a reflexão sobre o conceito de espaço elaborado ao longo da história e sua possibilidade de apropriação e de uso...

Modernização capitalista e reprodução social da classe trabalhadora na periferia de Salvador/BA: o Pero Vaz e as formas e práticas derivadas da escravidão; Capitalist modernization and social reproduction of the working class on the outskirts of Salvador, Bahia: Pero Vaz and the forms and practices derived from slavery

Araújo, James Amorim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.74%
Esta tese se propôs a pesquisar a reprodução social da classe trabalhadora na periferia da metrópole soteropolitana. O objetivo era compreender, no bojo do processo de modernização capitalista, o relacionamento entre as formas sociais de reprodução com as práticas da classe trabalhadora a partir de duas dimensões específicas: a do habitar e a do trabalho. Para tanto, buscamos dialogar com duas abordagens teóricas: a marxista de Henri Léfèbvre e a da resistência de Michel de Certeau. Este trabalho se compõe de cinco capítulos, além da introdução e considerações finais. No primeiro apresentamos nosso referencial teórico-metodológico. No segundo e terceiro capítulos são descritas as formas e práticas de reprodução da classe trabalhadora, respectivamente, nos níveis espaciais da cidade e do bairro. O quarto capítulo é o dedicado à análise formal do objeto. Enquanto no quinto a análise é de caráter dialético. Concluímos que parte significativa da reprodução da classe trabalhadora na periferia ocorre através de formas e práticas derivadas da escravidão, porque é uma condição necessária e contraditória da modernização capitalista típica em nossa formação social.; This thesis set out to investigate the social reproduction of working class in the outskirts of the city of Salvador. The goal was to understand in the middle of the process of capitalist modernization...

De leprosário a bairro: reprodução social em espaços de segregação na Colônia Antonio Aleixo (Manaus-AM); From leprosarium to neighborhood: social reproduction in areas of segregation in the Colony Antonio Aleixo

Ribeiro, Maria de Nazaré de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.74%
Desde a antiguidade, as características epidemiológicas da hanseníase favoreceram sua propagação, principalmente diante de condições de adensamento populacional, deficiência de cuidados de higiene e baixa imunidade. As deformidades provocadas pela doença sempre degradaram a imagem do indivíduo, favorecendo a sua estigmatização. A intensificação do esforço em segregar os doentes com hanseníase no Brasil foi resultado de escolhas e formas de intervir na sociedade. A situação econômica do século XIX e XX, justificada pelo aumento dos casos de hanseníase e da necessidade de proteger a sociedade, levou as autoridades amazonenses, espelhadas nas condutas praticadas na Europa séculos atrás, a buscarem formas de criar locais para segregação e controle dos pacientes. Foi com este fim que surgiu o Leprosário Colônia Antonio Aleixo, no município de Manaus, em 1942. Nossa pesquisa tem como objetivo analisar a reprodução social (relação trabalho e vida) de moradores do bairro Colônia Antonio Aleixo em Manaus (AM), ex-colônia de hansenianos desde sua instalação até a atualidade, na transição de leprosário a bairro. Trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa, de natureza transversal descritivo-analítico, com abordagem baseada na concepção materialista e dialética da história...

Controle do eixo hipotálamo-hipófise-gônadas do surubim do Paraíba Steindachneridion parahybae (Siluriformes:Pimelodidae) em relação ao ciclo reprodutivo e à reprodução induzida em cativeiro; Control of hypothalamus-pituitary-gonad axis of the surubim do Paraíba Steindachneridion parahybae (Siluriformes: Pimelodidae) in relation to reproductive cycle and induced spawning in captivity

Honji, Renato Massaaki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Steindachneridion parahybae (Siluriformes) é um bagre de água doce, endêmico da Bacia do Rio Paraíba do Sul (Brasil), e seriamente ameaçado de extinção. Fêmeas de S. parahybae quando criadas em cativeiro apresentam uma falha na maturação final, ovulação e desova. Este trabalho teve como objetivo analisar o eixo hipotálamo-hipófise-gônadas, responsável pelo controle neuroendócrino da reprodução de forma a aumentar o conhecimento deste sistema em animais de cativeiro. Fêmeas adultas foram amostradas mensalmente (exceto nos meses de inverno) entre janeiro/2008 e março/2009 na piscicultura da Companhia Energética de São Paulo. As análises macroscópicas e microscópicas dos ovários permitiram classificar o desenvolvimento ovariano em três estádios de maturação: pré-vitelogênico (crescimento primário), vitelogênico (crescimento secundário) e regressão; e cinco fases de desenvolvimento oocitário foram identificadas: oogônia, oócito perinucleolar, oócito alvéolo cortical, oócito vitelogênico e oócito atrésico. Após a indução à reprodução artificial, a maturação final foi alcançada e os folículos pós-ovulatórios foram identificados. Em S. parahybae, o período reprodutivo foi evidente entre novembro e fevereiro e o desenvolvimento oocitário foi do tipo sincrônio em grupo...

Transformações do espaço urbano da cidade do Recife-PE como produto e condição de reprodução das intervenções urbanas: análise dos projetos de requalificação; Transformations of the urban space in the city of Recife-PE as a product and condition of reproduction of the urban interventions: analysis of the requalification projects

Serafim, Ana Regina Marinho Dantas Barbosa da Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.74%
Nesta tese, tive como objetivo analisar como as transformações urbanas têm sido produto e condição de reprodução das intervenções, sejam elas públicas e privadas, que foram ou estão sendo implantadas na cidade do Recife, no Estado de Pernambuco, do início do século XX até os dias atuais. Para a realização do estudo proposto, analisei a transformação do espaço em mercadoria pelas intervenções públicas e privadas, os processos mais gerais e particulares da urbanização, os movimentos sociais de resistência que se materializam na cidade do Recife desde a sua colonização, focando nos últimos 50 anos e a identificação dos projetos urbanísticos como condição à reprodução do capital. Essa escolha deve-se, fundamentalmente, as grandes intervenções que vem ocorrendo na metrópole atualmente e às alternativas desenvolvidas pelas classes dirigentes para viabilizar novas possibilidades de atuação para o capital. Com isso, ao longo desta tese, percebe-se que a cidade do Recife se materializa como sendo mais um espaço de realização de reprodução do capital, através da implantação de grandes projetos urbanos pela apropriação do espaço e a transformação dele de acordo com os interesses e necessidades do capital. As intervenções mais importantes e significativas na região metropolitana do Recife estão relacionadas ao sistema viário e a mobilidade...

O campesinato no Vale do Jequitinhonha: da sua formação no processo de imposição do trabalho à crise da (sua) reprodução capitalista; The peasantry on the Jequitinhonha Valley: from its formation by the labor imposition process to the crisis of (its) capitalistic reproduction

Leite, Ana Carolina Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.86%
Nesse trabalho, abordamos as condições de reprodução do campesinato no Vale do Jequitinhonha mineiro, da sua formação até os dias atuais, tomando-as como momento da territorialização do capital e da mobilização do trabalho, observadas sempre nas transformações que sofreram no curso contraditório do processo de modernização. Investigamos a formação regional do campesinato no bojo da transição do escravismo colonial para o trabalho livre, relação engendrada como desdobramento da mineração ocorrida em muitos afluentes da bacia do rio Jequitinhonha e do estabelecimento e da expansão das fazendas pecuárias no que outrora fora considerado "sertão". Analisamos também a forma de reprodução desse campesinato, tomando-a como uma relação social de produção na qual se assentou a reprodução do capital, quando a mesma ainda não podia prescindir do domínio fundiário e recurso ao exercício da violência por parte daqueles que personificavam o capital e da produção direta dos meios de vida por parte daqueles que personificavam o trabalho. Apresentamos ainda a acumulação das condições para o rompimento daquela relação social de produção como resultado central da própria territorialização do capital responsável por engendrá-la...

Cortisol na reprodução e no desenvolvimento inicial do matrinxã (Brycon amazonicus)

Oda, Gustavo Marega
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 68 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; A reprodução de peixes é um dos processos mais importantes para a piscicultura, sendo a reprodução artificial um dos manejos de criação mais estressantes para os animais, devido a todo o manejo envolvido. Esse estresse desencadeia a produção de cortisol, que pode provocar problemas na reprodução e nas larvas. Dessa forma, um maior conhecimento do estresse na reprodução é necessário, para se estabelecer rotinas e modelos de manejo mais adequados. Assim, o presente estudo teve como objetivo, verificar o efeito do cortisol administrado por meio de injeção intraperitoneal na reprodução de fêmeas de matrinxã (Brycon amazonicus), no desenvolvimento embrionário e no desempenho inicial das larvas. Para isso, foram realizados 2 experimentos, nos meses de novembro e dezembro de 2007 e 2008. Utilizou-se no total, 24 fêmeas e 18 machos de matrinxãs, onde as fêmeas, no momento da indução hormonal com EPC para a reprodução, recebiam uma injeção intraperitoneal de solução de cortisol, de acordo com os tratamentos (4 fêmeas por tratamento)...

Ecologia da reprodução assexuada de Palythoa caribaeorum (Zoanthidea :Cnidaria)

Luis Alberto Acosta Moreno
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/1999 Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
O zoantídeo Palythoa caribaeorum se reproduz assexuadamente no Canal de São Sebastião, S.P., Brasil, usando quatro mecanismos de fissão e dois mecanismos de fragmentação. Esta variedade de modos, registrada pela primeira vez para a espécie, sugere grande plasticidade fenotípica e alta capacidade das colônias em responder a diferentes limitações do habitat durante seu crescimento. Cerca de 55% da população se reproduz através de fissão e somente 7% por fragmentação. O maior aporte de ramets (novos indivíduos) à população realizou-se por fissão (1304 ramets em um ano),particularmente via fissão marginal "Edge fission", enquanto que o aporte por fragmentação foi consideravelmente menor (64). A contribuição da fissão ao crescimento populacional de P.caribaeorum parece ser, portanto, bastante significativa. A fissão parece ser controlada pela colônia (controle genético), porém sua intensidade muda devido a fatores extrínsecos (bióticos e/ou abióticos), principalmente aqueles relacionados a características do microhabitat em tomo das colônias (ex. densidade, tipo e quantidade de recursos: substrato, alimento, etc.). Este tipo de reprodução assexuada ocorreu em colônias de qualquer tamanho com taxa constante e uniforme durante o ano todo (distribuindo a probabilidade de sobrevivência dos ramets no tempo). A freqüência de fissão não diferiu entre: 1) locais com diferentes níveis de estresse (ex. maior turbidez...

Benefícios, custos e conflitos no Anu-branco (Guira guira: Cuculidae) uma espécie de reprodução comunitária

Lima, Marcos Robalinho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.86%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2006.; O anu branco (Guira guira) é uma espécie de reprodução comunitária, onde duas ou mais fêmeas utilizam o mesmo ninho para reprodução. Como os membros do grupo não são necessariamente aparentados, ocorrem, então, disputas de ordem alimentar e sexual entre os membros do grupo. Por exemplo, infanticídio em espécies comunitárias pode indicar tentativas de exercer controle sobre o desvio reprodutivo do grupo. Quando poucos indivíduos de um grupo conseguem se reproduzir com sucesso e outros membros não conseguem, diz-se que há um alto desvio reprodutivo. Enquanto que um baixo desvio reprodutivo ocorre nos grupos onde a reprodução é distribuída de uma maneira igualitária. Com isso, dois aspectos da reprodução comunitária em anu branco foram estudados: (1) foi desenvolvido um modelo qualitativo sobre desvio reprodutivo nesta espécie; e (2) foi investigada a possível ocorrência de outros benefícios associados à vida em grupo, como a presença de sentinela durante o forrageamento social e tamanho e/ou qualidade da área de vida, que poderiam explicar a evolução de reprodução comunitária nesta espécie. O modelo qualitativo demonstra como os indivíduos que obtiveram pouca participação na reprodução poderiam utilizar o infanticídio como uma tática para acelerar o próximo evento reprodutivo. Também é demonstrado...

Caracterização de genes AGAMOUS, SEPALLATA e AGL6 de Brachiaria brizantha, visando compreender a reprodução por apomixia

Guimarães, Larissa Arrais
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, 2012.; Brachiaria brizantha constitui um sistema adequado para comparar a reprodução sexual e assexual por semente, apomixia, pois apresenta acessos sexuais, que contem sacos embrionários reduzidos, e apomíticos, com sacos embrionários não- reduzidos. Em plantas apomíticas, o embrião formado no saco embrionário não- reduzido se desenvolve independente da fertilização, dando origem a uma progênie idêntica à planta-mãe. A caracterização de genes do tipo MADS-box, fatores de transcrição que regulam a determinação e especificação dos órgãos florais, na formação do carpelo, do óvulo e do saco embrionário em B. brizantha pode contribuir na elucidação das vias moleculares envolvidas em sua reprodução. Neste trabalho, três tipos de genes MADS-box foram clonados: BbrizAG, BbrizSEP e BbrizAGL6 e sua expressão foi analisada ao longo do desenvolvimento dos gametófitos, visando compreender a reprodução por apomixia. Dois genes do tipo AG foram encontrados em B. brizantha, BbrizAG1 e BbrizAG2, o primeiro mais expresso em anteras da planta apomítica e o segundo em anteras da planta sexual. BbrizSEP2 e BbrizAGL6 foram preferencialmente expressos em ovários e anteras de plantas apomíticas e sexuais. BbrizAGL6 apresentou modulação da expressão em plantas apomíticas e sexuais e demonstrou maior expressão em ovários. Transcritos de BbrizAGL6 foram localizados preferencialmente no nucelo e na célula-mãe do megásporo (MMC) de ovários da planta apomítica e somente na MMC de ovários da planta sexual. MADS-box de B. brizantha formaram dímeros com proteínas que regulam a identidade do carpelo e do óvulo de Arabidopsis e com as proteínas similares de B. brizantha. A expressão ectópica de BbrizAGL6 e de AGL6 em tecidos esporofíticos e gametofíticos de óvulos de plantas transgênicas de Arabidopsis durante os estádios iniciais de desenvolvimento e após a fertilização gerou aborto de óvulos e de sementes...

Educação não-formal sobre reprodução assistida: divulgação científica na Folha de S.Paulo

Körbes,Clecí; Invernizzi,Noela
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Neste artigo, analisamos as matérias publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo, no ano de 2005, sobre reprodução assistida (fertilização in vitro e outras técnicas). A análise é feita sob dois ângulos. Primeiramente, examinamos que informação é divulgada ao público sobre reprodução assistida, tendo como foco os direitos reprodutivos, o acesso público e privado às tecnologias de reprodução assistida, os interesses envolvidos e os riscos dessas tecnologias. Constatamos que não houve divulgação das leis que garantem acesso gratuito à reprodução assistida no Brasil, apesar da aprovação, naquele ano, da Política Nacional de Direitos Sexuais e Reprodutivos. As reportagens enfatizam o caráter privado do acesso às tecnologias reprodutivas e confrontam interesses comerciais envolvidos. Destacam os avanços tecnológicos como benefícios universais, sem discutir como as desigualdades sociais afetam o acesso a essas tecnologias e tratamentos. Na escassa referência aos riscos relacionados com os procedimentos, destacam a gravidez múltipla, que afeta, paradoxalmente, os casais mais pobres. Em segundo lugar, indagamos que tipo de educação não-formal é desenvolvido através dos artigos do jornal sobre reprodução assistida. Os artigos examinados mostram...

Biotécnicas da reprodução como técnicas de manejo reprodutivo em ovinos.

SIMPLÍCIO, A. A.; FREITAS, V. J. de F.; FONSECA, J. F. da.
Fonte: Revista Brasileira de Reprodução Animal, Belo Horizonte, v. 31, n. 2, p. 234-246, abr./jun. 2007. Publicador: Revista Brasileira de Reprodução Animal, Belo Horizonte, v. 31, n. 2, p. 234-246, abr./jun. 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
46.61%
Resumo: O objetivo deste trabalho é apresentar e discutir biotécnicas da reprodução e o uso delas como práticas de manejo reprodutivo na exploração racional de ovinos de corte. Ressalta-se a importância do manejo da alimentação-nutrição e sanitário, do ambiente e da programação, organização e gestão da unidade produtiva. Ainda, da sobrevivência e desenvolvimento ponderal das crias e do intervalo entre partos. Estes são aspectos importantes para a produtividade dos ovinos de corte e a rentabilidade da exploração. Biotechniques of reproduction as techniques of reproductive management in sheep. Abstract: The aim of this work is to present and discuss biotechniques of reproduction as reproductive management practices to explore sheep to meat production.; 2007

Reprodução humana assistida: conflitos éticos e legais: legislar é necessário

Romero Beltrão, Silvio; Santos Albuquerque, Fabíola (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
A partir do estudo da reprodução humana assistida através de meios não naturais que, o presente trabalho busca encontrar respostas para as diversas questões que podem surgir, envolvendo desde a discussão do direito de ser mãe até a tutela dos direitos fundamentais que envolvem o novo ser concebido. O objeto de investigação da presente pesquisa é estudar os diversos aspectos jurídicos da reprodução humana assistida, diante do Direito Civil Constitucional e principalmente os conflitos que podem surgir em face dos direitos fundamentais. O estudo dos aspectos jurídicos da reprodução humana medicamente assistida tem por fim a análise do direito à saúde, da dignidade do nascido, do direito de fundar uma família, do direito ao anonimato do doador, do direito a reprodução assistida de mulher solteira, das relações jurídicas da maternidade de substituição, da inseminação post‐mortem, da determinação da paternidade, do procedimento legal para reprodução assistida

A reprodução humana assistida e suas conseqüências nas relações de família: a filiação e a origem genética sob a perspectiva da repersonalização

Claudia Brandão de Barros Correia Ferraz, Ana; Santos Albuquerque, Fabíola (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Os avanços médico científicos e a disseminação das técnicas de reprodução humana assistida tornaram necessária a imposição de limites éticos e jurídicos à utilização das mesmas, tendo como principal limitador o princípio da dignidade humana. As técnicas de reprodução humana assistida provocaram transformações no Direito de Família, principalmente no que concerne à filiação, já que o biologismo deixou de ser seu critério absoluto, passando a ser igualmente relevante o critério da efetividade. A inexistência de legislação específica no Brasil sobre a matéria da reprodução humana assistida dificulta a solução de conflitos de paternidade e maternidade que podem surgir quando da utilização das técnicas de reprodução humana assistida, considerando que os dispositivos do Código Civil em vigor que tratam da matéria ainda são insuficientes para abranger a gama de situações geradas. De outro turno, reconhece-se que o direito à procriação, pela via artificial, é uma das dimensões do direito ao planejamento familiar, o qual deve ser estendido a todos os indivíduos, no âmbito das entidades familiares que integram, sejam estas reconhecidas expressamente ou não pela Constituição Federal de 1988...

Bolsa Família e reprodução da força de trabalho no Brasil: implicações socioeconômicas e políticas

Sitcovsky Santos Pereira, Marcelo; Elizabete Fiuza Simões da Mota Fernandes, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
A presente tese discute as implicações socioeconômicas e políticas do Programa Bolsa Família, entendido como parte dos mecanismos de reprodução da força de trabalho brasileira. Trata-se de um processo imbricado na dinâmica geral do modo de produção capitalista integrando os complexos que participam da reprodução social. No intuito de analisar as transformações recentes da seguridade social brasileira, empreendemos um percurso que iniciou com as transformações societárias, revelando o atual estágio de subsunção do trabalho ao capital expresso no trabalho precário. Em seguida, analisamos a expansão da assistência social em detrimento das políticas públicas de previdência social e saúde, o que revelou tendências da seguridade social brasileira. A atual crise do capital determinou um conjunto de transformações nas políticas de proteção social, pois a cada estágio de subsunção do trabalho ao capital se articula um determinado padrão de proteção social do trabalho. No nosso entendimento, a tendência à precarização do trabalho associada ao crescimento da pobreza em decorrência da própria lógica capitalista agravadas pela crise em curso , constitui mediações para o desenvolvimento de programas sociais de renda mínima como o Bolsa Família...

Reprodução humana assistida e o estatuto jurídico da filiação na perspectiva civil-constitucional

Paganini, Juliano Marcondes
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Resumo: Este trabalho pretende oferecer contribuição ao debate acerca da reprodução humana assistida e de seus efeitos no estatuto jurídico da filiação. A pesquisa se inicia por uma exposição sobre a evolução dos "modelos" da família brasileira, com ênfase nas relações de filiação e nas vicissitudes sofridas pelo instituto, em direção à abolição da discriminação dos filhos a partir do estado civil dos pais, à época da concepção. Em um segundo momento, são expostos os avanços científicos em torno da reprodução humana assistida, operados simultaneamente às transformações experimentadas pelo Direito de Família, já anunciadas pelo capítulo anterior, sobretudo na segunda metade do Século XX. Passa-se, então, à análise de algumas implicações éticas, morais e religiosas envolvidas na reprodução assistida, para que, no terceiro capítulo, seja avaliada sua apreensão jurídica, bem como a existência de um direito fundamental ao emprego destes recursos, com seus respectivos limites e conformações. O quarto capítulo compreende os reflexos das técnicas de reprodução humana assistida no estatuto da filiação, a partir da compreensão do choque entre diversas "verdades" capazes de alicerçar...

Demanda e barreiras para o acesso a serviços de reprodução assistida de pessoas vivendo com HIV no Brasil : perspectivas de gestores, profissionais e usuários; Demand and barriers of people living with HIV in Brazil for access to assisted reproductive services : perspectives of managers, professionals and users

Andrea da Silveira Rossi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Objetivo: Identificar quais Serviços de Reprodução Assistida (SRA) e Serviços de Assistência Especializada em HIV e Aids (SAE) do Sistema de Saúde Pública do Brasil, que oferecem atendimento a pessoas vivendo com HIV com desejo reprodutivo e descrever as vivências, informações adquiridas e barreiras encontradas pelos gestores de programas, profissionais de saúde e usuários, relacionados a essa demanda. Metodologia: Estudo descritivo, de corte transversal através de entrevistas telefônicas com 69 gestores dos programas de saúde da mulher (PSM) e 69 de DST/Aids, estaduais e municipais associado a estudo de casos através de entrevistas semi-estruturadas com profissionais e usuários soropositivos de um serviço de reprodução assistida (SRA) e um serviço de atenção especializada em HIV/Aids (SAE) por região geográfica do país. Foi realizada análise descritiva dos dados quantitativos e análise temática do conteúdo para os dados qualitativos. Resultados: Foram realizadas 64 entrevistas com gestores dos PSM, sendo identificado apenas um SRA universitário que atendia casais soropositivos. Nas 63 entrevistas realizadas com gestores dos Programas de DST/Aids, constatou-se que 64% dos SAE estaduais e 73% dos municipais ofereciam orientação reprodutiva. As dificuldades relatadas pelos gestores para não oferecimento de apoio à reprodução incluíram falta de decisão política...

As tecnologias da reprodução : discursos sobre maternidade e paternidade no campo da reprodução assistida no Brasil

Vieira, Fernanda Bittencourt
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2008.; A reprodução assistida tornou possível o início do processo reprodutivo fora do corpo. A manipulação e circulação de embriões, óvulos, sêmen e o 'deslocamento' do útero, com a chamada gestação de substituição, permitiram novas experiências sociais. Este trabalho busca investigar os discursos dos principais atores e atrizes sociais, no campo da reprodução assistida no Brasil, sobre questões suscitadas por estas inovações tecnológicas, em relação à parentalidade. Neste campo, novas tecnologias reprodutivas, futuros pais e mães, médicos/as, legisladores/as, feministas, bioeticistas, entre outros atores e atrizes sociais, confrontaram-se em torno de células reprodutivas, embriões congelados – possíveis filhos/as relacionados/as geneticamente ou não aos seus pais, criando ou reatualizando discursos sobre maternidade, paternidade, reprodução, direitos individuais, direitos parentais e direitos sexuais e reprodutivos, ancorados em visões determinadas sobre as relações de gênero, classe e sexualidade. Estes discursos são também observados como uma forma de subjetivação gerada por inovações científicas que compreendem novas fronteiras morais. A perspectiva teórica é originária do encontro de tradições sociológicas com a teoria feminista. A pesquisa foi baseada em levantamento documental sobre os debates legislativos em torno da regulação da reprodução assistida e em um grupo de discussão virtual sobre infertilidade. As fontes de análise...

Reprodução cooperativa e paternidade extra-par em Neothraupis fasciata

Moreira, Paulo Miranda
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.88%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2014.; Durante muito tempo, ecólogos acreditaram que as aves eram predominantemente monogâmicas. Com o desenvolvimento das técnicas moleculares, essa idéia foi refutada, e sistemas sociais em aves começaram a ser observados sob um novo ponto de vista. Reprodução cooperativa ocorre quando indivíduos, que não os pais, ajudam no cuidado com a prole. Reprodução geralmente envolve um equilíbrio entre a reprodução atual (benefícios) e os custos para reprodução futura. Quando consideramos reprodução cooperativa, devem ser tomadas em conta as alterações neste equilíbrio, quando comparado com os sistemas com cuidado biparental. Como o numero de indivíduos no grupo aumenta, as estratégias de investimento se tornam mais complexas. Neste trabalho, mostramos como a estrutura social na ave Neothraupis fasciata (Tiê-do-cerrado) influencia a ocorrência de paternidade extra-par. Examinamos como a composição do grupo e o parentesco afetam a ocorrência de paternidade extra-par. Foram testadas duas hipóteses: 1. Ajudantes liberam fêmeas de restrições provocadas pela possível diminuição no cuidado paternal; 2. A paternidade extra-par (PEP) e benéfica geneticamente. Encontramos que 27...

O direito fundamental ao conhecimento da origem genética na reprodução assistida heteróloga versus o direito à intimidade do doador de material genético

Cimolin, Gabriela Rocha
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Trabalho de Conclusão do Curso, apresentado para obtenção do grau de bacharel no Curso de Direito da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; Esse trabalho acadêmico versa sobre a evolução do conceito de família, que ante ao crescente avanço na biotecnologia, trouxe a possibilidade de casais estéreis ou inférteis gerarem um filho, com pleno êxito, através das variadas técnicas de reprodução humana assistida, podendo elas, serem homólogas, ou seja, quando o material genético provém do cônjuge ou companheiro, ou heteróloga, quando o material genético provém de um doador, como é o caso desse estudo. O presente estudo tem como objetivo a análise da temática relativa à reprodução assistida heteróloga, principalmente no que diz respeito ao anonimato do doador de material genético, tendo este, direito fundamental à intimidade, em contraponto com o direito fundamental ao conhecimento da origem genética pelo concebido através de reprodução assistida heteróloga, observando o direito à identidade e o princípio da dignidade da pessoa humana. Portanto, trata-se de um conflito de direitos fundamentais, que desencadeia controvérsias e questionamentos nos campos ético, jurídico e científico, dividindo opiniões a cerca do tema...